19 de outubro de 2018, 14:02

SALVADOR Prefeitura entrega segunda etapa de encosta no Barro Branco neste sábado (20)

Foto: Jefferson Peixoto/Secom-PMS

Enconsta do Barro Branco, no Alto do Peru

Quase um ano e sete meses após o início das obras, uma das maiores obras de contenção de encosta em Salvador – a da localidade do Barro Branco, no Alto do Peru – terá a segunda etapa entregue pela Prefeitura neste sábado (20), às 10h (acesso pela Avenida San Martin, próximo ao Largo do Tanque). A cerimônia contará com as presenças do prefeito ACM Neto e do secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Almir Melo, dentre outras autoridades. A localidade foi uma das mais prejudicadas com as fortes chuvas que caíram na capital baiana em 2015. Com investimento de R$4,6 milhões e obras realizadas pela Seinfra, por meio da Superintendência de Obras Públicas (Sucop), a intervenção nesta segunda etapa englobou a implantação de cortina atirantada em 599 m² do lado direito e outros 209 m² do lado esquerdo. Além disso, foi utilizada a técnica de solo grampeado em cerca de 200 m² de encosta. A medida complementa a primeira etapa da encosta no Barro Branco, entregue em 29 de março de 2017 – mesmo dia do aniversário de 469 anos de Salvador e da assinatura da ordem de serviço para as obras da segunda etapa. Na ocasião, foi realizada a contenção de 1.682m² de área de risco utilizando a técnica de cortina atirantada, dividida em duas partes: principal e complementar. O investimento para esta ação foi de cerca de R$8,8 milhões. A cortina principal possui 156m de extensão, 10m de altura e 0,25m de espessura. Já as cortinas complementares possuem um total de 75m de extensão, três metros de altura e 0,25m de espessura. A execução da cortina atirantada envolveu escavação, perfuração do solo, introdução dos tirantes e telas metálicas, injeção de calda de cimento, concretagem e protensão (aumento da resistência do concreto) dos tirantes. Ao todo, foram 4.175m de tirantes e 590m³ de concreto. Na área restante, de 4,5 mil m², foi feito o retaludamento e execução de hidrossemeadura para proteção do terreno. Além disso, foi implantada drenagem com instalação de canaletas na crista e no pé das cortinas, junto com as caixas de drenagem. Com isso, toda a água proveniente das chuvas passou a ser encaminhada para a rede de drenagem existente na Avenida San Martin, que fica à margem do Barro Branco. Além da contenção, em ambas as intervenções, também foram implantados nova pavimentação e meio-fio.

19 de outubro de 2018, 13:43

BRASIL Filho de Bolsonaro é banido pelo WhatsApp

Foto: Agência Brasil

O deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ)

O WhatsApp baniu o número do Flávio Bolsonaro, filho do candidato do PSL à Presidência Jair Bolsonaro, do aplicativo. Flávio foi eleito senador pelo Rio no último dia 7 de outubro. “A perseguição não tem limites! Meu WhatsApp, com milhares de grupos, foi banido do nada, sem nenhuma explicação! Exijo uma resposta oficial da plataforma”, escreveu Flavio em postagem no Instagram. Irmão de Flávio, o deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro também repercutiu o banimento. “Primeiro caso de banimento do whatsapp que tomo conhecimento ocorreu com o senador eleito @FlavioBolsonaro . O post que tenha motivado a punição não é informado. Se isso não é CENSURA eu não sei o que é…”, escreveu Eduardo nas redes. Ainda nesta sexta-feira, o WhatsApp enviou notificação extrajudicial para quatro agências suspeitas de fazerem envio massivo irregular de mensagens durante o período eleitoral. O aplicativo determina que parem de fazer envio e de utilizar números de celulares obtidos pela internet. Na quinta-feira, 18, o jornal Folha de S. Paulo disse que empresas bancaram uma campanha de mensagens contra o PR com pacotes de disparos em massa. O comportamento, segundo o WhatsApp, fere as regras do aplicativo. O envio de mensagens com conteúdo eleitoral não é ilegal. Para isso, é necessário que os candidatos entregam os telefones e uma lista de apoiadores que voluntariamente os cederam seus dados. No entanto, há a suspeita de que as agências venderam bases de usuários de terceiros, segmentadas por região e perfil, de origem desconhecida —o que é ilegal. “Estamos tomando medidas legais para impedir que empresas façam envio maciço de mensagens no WhatsApp e já banimos as contas associadas a estas empresas”, informou em nota o WhatsApp.

Estadão

19 de outubro de 2018, 13:29

ECONOMIA Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir de amanhã

A Petrobras anunciou hoje (19), em sua página na internet, que o preço do litro da gasolina ficará 2% mais barato em média nas refinarias de todo o país a partir de amanhã (20). Com a decisão, valor cairá de R$ 2,1490 – preço que vigorava desde o último dia 12 – para os R$ 2,1060 anunciado pela estatal para vigorar neste sábado. O preço do litro do combustível atingiu maior valor nas refinarias no dia 14 de setembro último, quando a estatal passou a cobrar pelo litro da gasolina R$ 2,2514, preço que se manteve por 12 dias, até o dia 22 do mesmo mês, portanto por doze dias consecutivos. A partir de então, o preço do litro da gasolina passou a registrar quedas consecutivas. No dia 25 de setembro, a estatal reduziu o preço do litro do procuto para R$ 2,2381, mantendo desde então uma tendência de queda no preço do litro da gasolina. A última movimentação no preço do produto se deu no último dia 12 de outubro, quando o preço médio do litro nas refinarias passou a custar R$ 2,1490, preço que ficou estável por quatro dias consecutivos até o aumento anunciado hoje e que passará a vigorar a partir de amanhã. O óleo diesel cobrado nas refinarias está em R$ 2,3606, o litro, desde o dia 30 de stembro, quando foi reajustado. Antes custava R$ 2,2964.

Agência Brasil

19 de outubro de 2018, 13:15

BRASIL TSE e PGR foram omissos diante de atos violentos e fake news, diz CNDH

Integrantes do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) disseram hoje (19) que as instituições brasileiras foram omissas diante dos atos de violência e da disseminação de fake news associados às eleições no país. O grupo se reuniu nesta manhã em Brasília. “A procuradora-geral da República [Raquel Dodge], a presidente do TSE [Tribunal Superior Eleitoral, Rosa Weber] e as demais autoridades estavam onde, quando receberam essas denúncias, e não adotaram as providências necessárias para evitar que o processo eleitoral brasileiro chegasse ao [ponto] que chegou esta semana?”, perguntou Darci Frigo, vice-presidente do CNDH – órgão autônomo, com 11 representantes da sociedade civil e 11 do Executivo, Legislativo e Judiciário. As declarações foram feitas em meio à apresentação de motivos da nota de repúdio que o colegiado divulgou ontem (18). No texto, o grupo cobra das autoridades brasileiras de todos os Poderes ações objetivas diante das últimas ocorrências de violência. O vice-presidente do conselho lembrou que a incitação à violência é crime e não foi adotada qualquer medida diante de gestos de candidatos que, segundo ele, se enquadram na situação. “Outra coisa são as fake news que já vínhamos alertando”, disse ao citar a suspeita de impulsionamento de notícias falsas pelo Whatsapp contra o PT. Para ele, essa notícia deveria ter sido identificada pelo grupo de trabalho da Justiça Eleitoral. A presidente do colegiado e defensora pública Fabiana Severo descartou que o CNDH defenda a anulação das eleições. Para Fabiana, seriam necessárias medidas previstas na Constituição para garantir um processo democrático e transparente. Segundo a defensora, ainda há tempo de as instituições enviarem mensagem mostrando que são fortes o suficiente para agir em defesa da democracia. “E não uma mensagem de que tudo está transcorrendo dentro da normalidade”, afirmou. Em resposta, o TSE lembrou que debaterá o assunto numa entrevista coletiva marcada para as 16h desta sexta na sede do tribunal, em Brasília, com a presidente Rosa Weber, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), general Sérgio Etchegoyen, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, e o diretor-geral da Polícia Federal, delegado Rogério Galloro. Na declaração, eles pretendem apontar as medidas institucionais adotadas para responder aos questionamentos levantados no primeiro turno das Eleições 2018.

Agência Brasil

19 de outubro de 2018, 13:01

SALVADOR Geraldo Jr ganha o apoio de Leo Prates para a presidência da CMS

Foto: Divulgação

Leo Prates e Geraldo Júnior

O atual presidente da Câmara Municipal de Salvador, o vereador Leo Prates (DEM), eleito deputado estadual no pleito deste ano, anunciou que apoiará a candidatura de Geraldo Júnior para presidente da Casa, em sucessão ao seu mandato, que não será renovado. Em vídeo divulgado nas suas redes sociais, Leo disse que Geraldinho está “matematicamente eleito”. “É um cara que conhece a Câmara como ninguém. Eu sempre falei que o meu candidato seria aquele que aglutinasse mais e que a gente conseguisse fazer uma candidatura única. Geraldinho deu esses passos”, disse Leo.

19 de outubro de 2018, 12:36

LAZER 32ª Feira de Franquias chega a Salvador pela quarta vez

Foto: Divulgação

Evento acontece no Shopping Bela Vista entre os dias 09 a 11 de novembro

Salvador vai receber pela quarta vez a 32ª Franchising Fair – Feira Nacional de Franquias, entre os dias 09 a 11 de novembro, no Shopping Bela Vista. A Feira, que acontece nas principais capitais do país, é uma vitrine de oportunidades para investidores, empreendedores, empresários e pessoas interessadas em abrir o seu próprio negócio. “Salvador é o mais importante mercado do Nordeste, é um prazer estarmos de volta. A cada ano que a Feira chega a Salvador, observamos um crescimento de 10 a 12% no número de participantes. A nossa perspectiva é que a Feira tenha um faturamento recorde, acima de R$ 15 milhões nesta edição. O setor de franquias vem crescendo, mesmo na contramão da crise, pois oferece garantias para quem quer investir ”, informa Ademar Pahl, diretor geral da Franchising Fair. A Feira contará com 60 estandes, reunindo mais de 130 marcas franqueadoras de praticamente todos os segmentos do mercado. Nesta edição, a Franchising Fair oferece desde as chamadas nano franquias, com investimentos a partir de R$ 5 mil, até modelos de franquias que chegam a R$ 2 milhões. As opções são bem variadas, com um mix de segmentos diversificado e opções para todos os bolsos. A expectativa é de que o evento receba cerca de 6 mil visitantes. O público encontrará opções de investimentos lucrativos nas áreas de cosméticos, perfumaria, vestuário, alimentação, telefonia, beleza e estética, informática, idiomas, bijuterias, óticas, lazer e esporte, imóveis, turismo, serviços, calçados e acessórios, bebidas, cursos, limpeza e manutenção, fotografia, comunicação visual, livrarias, presentes, cafeterias, sorveterias e serviços automotivos dentre outros. O Banco do Nordeste, patrocinador oficial do evento, estará presente oferecendo linhas de crédito aos interessados.

19 de outubro de 2018, 12:23

BRASIL Comitê de Doria é alvo de buscas da Justiça e da PF

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

João Doria

A Polícia Federal fez buscas nesta sexta, 19, no comitê do candidato ao Governo de São Paulo João Doria (PSDB) nas eleições 2018. Os agentes acompanharam um oficial da Justiça Eleitoral ‘para cumprimento de medidas administrativas’ e foram ao local atrás de material irregular da campanha do tucano. O comitê de Doria fica em um edifício no centro da capital paulista. Segundo a assessoria do tucano, a Coligação Acelera São Paulo está ‘organizando um grande adesivaço em todo o Estado’ para este sábado, 20. “Durante a semana, detectou que numa pequena fração dos impressos não havia a menção ao CNPJ. A distribuição desse lote foi suspensa. O material ficou retido na sede do Comitê eleitoral”, afirmou a assessoria de João Doria. “A campanha está segura de que o material que distribui está perfeitamente adequado a todos os requisitos da legislação eleitoral.” A PF informou que uma equipe foi destacada para acompanhar o oficial de Justiça e dar ‘cumprimento a medidas administrativas da Justiça Eleitoral’. Em nota divulgada à imprensa, o comitê de Doria disse que “a Justiça Eleitoral cumpriu na manhã de sexta-feira, 19, mandado de busca e apreensão de material de campanha, supostamente em desacordo com a Lei Eleitoral, ao acatar representação de campanha adversária. A Coligação Acelera São Paulo está organizando um grande adesivaço em todo o Estado de São Paulo para o sábado, 20. Durante a semana, detectou que numa pequena fração dos impressos não havia a menção ao CNPJ. A distribuição desse lote foi suspensa. O material ficou retido na sede do Comitê eleitoral. O adesivaço será realizado no sábado e a campanha está segura de que o material que distribui está perfeitamente adequado a todos os requisitos da legislação eleitoral.

Estadão

19 de outubro de 2018, 12:01

BRASIL DataPoder360: Bolsonaro tem 64% dos votos válidos e Haddad, 36%

Foto: Divulgação

Haddad e Bolsonaro

A DataPoder360 divulgou nesta sexta-feira (19) mais uma pesquisa de intenções de voto envolvendo os presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). De acordo com o levantamento, Bolsonaro tem 64% votos válidos, enquanto Haddad aparece com 36%. A pesquisa entrevistou 4.000 pessoas em 413 cidades em todas as 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. O registro na Justiça Eleitoral é BR-08852/2018. Quando se consideram os votos totais, o socialista liberal tem 57% das intenções de voto enquanto o petista teria 31%. Há 9% dos eleitores que dizem votar em branco ou nulo. Outros 3% não sabem ou não quiseram responder. A pesquisa ainda levantou que 95% dos eleitores de Bolsonaro dizem ter certeza do voto. Entre apoiadores de Haddad, a certeza é de 93%. A rejeição ao petista chegou ao patamar de 60%, o dobro do que tem Bolsonaro (30%).

19 de outubro de 2018, 11:36

SALVADOR Prefeitura entrega segunda etapa de encosta no Barro Branco neste sábado

Quase um ano e sete meses após o início das obras, uma das maiores obras de contenção de encosta em Salvador – a da localidade do Barro Branco, no Alto do Peru – terá a segunda etapa entregue pela Prefeitura neste sábado (20), às 10h (acesso pela Avenida San Martin, próximo ao Largo do Tanque). A cerimônia contará com as presenças do prefeito ACM Neto e do secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Almir Melo, dentre outras autoridades. A localidade foi uma das mais prejudicadas com as fortes chuvas que caíram na capital baiana em 2015. Com investimento de R$4,6 milhões e obras realizadas pela Seinfra, por meio da Superintendência de Obras Públicas (Sucop), a intervenção nesta segunda etapa englobou a implantação de cortina atirantada em 599 m² do lado direito e outros 209 m² do lado esquerdo. Além disso, foi utilizada a técnica de solo grampeado em cerca de 200 m² de encosta. A medida complementa a primeira etapa da encosta no Barro Branco, entregue em 29 de março de 2017 – mesmo dia do aniversário de 469 anos de Salvador e da assinatura da ordem de serviço para as obras da segunda etapa. Na ocasião, foi realizada a contenção de 1.682m² de área de risco utilizando a técnica de cortina atirantada, dividida em duas partes: principal e complementar. O investimento para esta ação foi de cerca de R$8,8 milhões. A cortina principal possui 156m de extensão, 10m de altura e 0,25m de espessura. Já as cortinas complementares possuem um total de 75m de extensão, três metros de altura e 0,25m de espessura. A execução da cortina atirantada envolveu escavação, perfuração do solo, introdução dos tirantes e telas metálicas, injeção de calda de cimento, concretagem e protensão (aumento da resistência do concreto) dos tirantes. Ao todo, foram 4.175m de tirantes e 590m³ de concreto. Na área restante, de 4,5 mil m², foi feito o retaludamento e execução de hidrossemeadura para proteção do terreno. Além disso, foi implantada drenagem com instalação de canaletas na crista e no pé das cortinas, junto com as caixas de drenagem. Com isso, toda a água proveniente das chuvas passou a ser encaminhada para a rede de drenagem existente na Avenida San Martin, que fica à margem do Barro Branco. Além da contenção, em ambas as intervenções, também foram implantados nova pavimentação e meio-fio.

19 de outubro de 2018, 11:21

BRASIL Mendonça Filho ajuda equipe de Bolsonaro e vira ‘ministeriável’

Foto: Dida Sampaio / Estadão

Mendonça Filho

O ex-ministro da Educação no governo de Michel Temer, Mendonça Filho (DEM-PE), tem colaborado com a equipe do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL). O nome de Mendonça estaria, inclusive, sendo cogitado para voltar ao mesmo ministério que deixou em abril para se candidatar a senador por Pernambuco. Além dele, o nome do empresário Eduardo Mufarej, do grupo RenovaBR, também está sendo considerado para o cargo. Mendonça Filho, que não foi eleito, teve reuniões com o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) em que apresentou o que foi feito na pasta durante a sua gestão e deu sugestões. Apesar de o DEM ter se declarado neutro nas eleições presidenciais, Onyx já foi anunciado como futuro ministro da Casa Civil se Bolsonaro for eleito. De acordo com interlocutores, Mendonça teria enfatizado a importância do ensino em tempo integral e a reforma do ensino médio, que Temer aprovou por meio de medida provisória e tem sido a grande bandeira do governo em educação. Em seu programa, Bolsonaro não menciona a reforma. O candidato já declarou várias vezes que pretende fazer uma “mudança curricular” para tirar questões “ideológicas”, como gênero e sexualidade, das escolas. A gestão de Mendonça – continuada pelo atual ministro Rossieli Soares – foi responsável pela finalização da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O documento começou a ser elaborado no governo de Dilma Rousseff e teve várias versões. Na que foi aprovada, em 2017, menções a gênero e sexualidade foram retiradas. Segundo a reportagem apurou, outro nome cotado para o ministério é o do empresário Eduardo Mufarej, ex-presidente do grupo Somos Educação, e que está a frente da ONG RenovaBR. A entidade tem o objetivo de formar lideranças para a política. Ele seria uma indicação de Paulo Guedes, economista de Bolsonaro. Guedes não gostaria que a pasta fosse ocupada por um militar. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o general Aléssio Ribeiro Souto, que está no grupo de discussões sobre educação do PSL, disse que a bibliografia deveria mudar para que professores exponham a “verdade” sobre o “regime de 1964”. O ex-funcionário da Fundação Getulio Vargas Stravos Xanthopoylos também faz parte do grupo e foi cogitado para o cargo. Mas seu nome tem perdido força nos últimos dias.

Estadão

19 de outubro de 2018, 10:45

SALVADOR Aleluia condena ação do PSOL para suspender WhatsApp: ‘Fanáticos por censura’

Foto: Divulgação

Líder do Democratas na Câmara Municipal de Salvador, vereador Alexandre Aleluia

O líder do Democratas na Câmara Municipal de Salvador, vereador Alexandre Aleluia, repudiou a iniciativa do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) em pedir ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a restrição de funções do WhatsApp ou até mesmo a suspensão total do aplicativo em todo o país até o final das eleições. Segundo o democrata, a prática é corriqueira entre os integrantes da sigla, classificados pelo vereador como “fanáticos por censura”. “O PSOL, que propaga o tumulto e a desordem em vias públicas, atua exclusivamente como linha auxiliar do PT. Eles não têm agenda, apenas se curvam às ordens dadas por um bandido de dentro de uma cela. […] Condeno qualquer tipo de controle do Estado, já os integrantes do PSOL são fanáticos por censura”, disse Alexandre Aleluia. O edil cobrou, ainda, uma posição da bancada baiana do PSOL sobre o tema. “Gostaria de saber o que eles realmente acham sobre essa tentativa de censura. Não existe outra palavra para isso. Soa contraditório. Eles tentam empurrar goela abaixo da população o que eles dizem repudiar”, reivindicou. Nas redes sociais, Alexandre também reagiu à ação psolista no TSE e afirmou que “bloquear o WhatsApp é só um gostinho amargo do socialismo”. “O PT e seus puxadinhos não podem aceitar que a grande maioria da população pense diferente. Solução? Atacar a liberdade das pessoas de se comunicar”, escreveu o vereador, em sua página no Facebook. Após a repercussão negativa, o PSOL voltou atrás e desistiu de pedir a suspensão do WhatsApp no país. Em nova manifestação encaminhada ao TSE, o partido pede agora que a Corte adote as medidas que entender necessárias para coibir abusos na eleição, como por exemplo a aplicação de multa, conforme informou o jornal O Globo.

19 de outubro de 2018, 10:25

SALVADOR Antes candidato, Tinoco anuncia apoio a Geraldo Jr na presidência da CMS

Foto: Divulgação

Claudio Tinoco e Geraldo Júnior

Um dos postulantes ao cargo de presidente da Câmara Municipal de Salvador, o vereador licenciado Cláudio Tinoco, que atualmente está na Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), anunciou nest amanhã em entrevista à Rádio Metrópole que desistiu da pretensão e vai apoiar a candidatura de Geraldo Júnior (SD) ao cargo. Geraldo Júnior já tem 30 votos na disputa. Também já declararam apoio: Alexandre Aleluia (DEM), Duda Sanches (DEM), Maurício Trindade (DEM), Orlando Palhinha (DEM), Marcelle Moraes (PV), Sabá (PV), Paulo Magalhães Júnior (PV), Cézar Leite (PSDB), Tiago Correia (PSDB), Paulo Câmara (PSDB), Lorena Brandão (PSC), Joceval Rodrigues (PPS), Daniel Rios (MDB), Felipe Lucas (MDB), Rogéria Santos (PRB), Ireuda Silva (PRB), Edvaldo Brito (PSD), Isnard Araújo (PHS), Luiz Carlos (PRB), Paulo Câmara (PSDB), Alfredo Mangueira (MDB), Téo Sena (PHS), Odiosvaldo Vigas (PDT), Cátia Rodrigues (PRTB), Trindade, Sidninho, Carlos Muniz e Toinho Carolino, todos do Podemos.

19 de outubro de 2018, 10:08

BRASIL XP Investimentos: Bolsonaro aparece com 58%; Haddad tem 42%

Foto: Divulgação

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad

A XP Investimentos realizou uma nova pesquisa de intenções de voto para as eleições presidenciais. De acordo com o balanço divulgado nesta sexta-feira (19), o candidato Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 58% dos votos válidos contra 42% de Fernando Haddad (PT). A pesquisa com registro BR-05349/2018 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ouviu 2 mil pessoas e tem margem de erro de 2,2%.

19 de outubro de 2018, 09:54

SALVADOR Lorena Brandão homenageia Embaixadores do Rei e União Feminina Missionária

Foto: Valdemiro Lopes

Comemoração aos 95 anos da União Feminina Missionária e 70 anos dos Embaixadores do Rei

Através de uma iniciativa da vereadora Lorena Brandão (PSC), a Câmara Municipal de Salvador realizou nesta quinta-feira (18), no Plenário Cosme de Farias, uma sessão especial que celebrou os 95 anos de fundação da União Feminina Missionária e os 70 anos da criação dos Embaixadores do Rei. As duas agremiações integram a Igreja Batista do Brasil. A vereadora frisou que “nesta comemoração homenageamos pessoas que pregam a palavra de Jesus. O Evangelho ficou muito tempo preso entre quatro paredes. Mas os cidadãos que integram instituições como essas levam a mensagem divina às escolas, trabalho, faculdades e comunidades”. De acordo com a parlamentar, os representantes da União Feminina Missionária e os Embaixadores do Rei entendem as necessidades dos doentes e necessitados e, portanto, são merecedores da celebração realizada no Legislativo Municipal. O pastor Daniel Costa, presidente da Associação Batista de Salvador, afirmou que a sessão especial se constituiu num encontro que celebrou a iniciativa de pessoas que se organizaram para levar aos lares a mensagem do Evangelho. Segundo o líder religioso, os “Embaixadores do Rei foram fundamentais para forjar o meu caráter e ensinar que precisamos, em nome de Deus, servir ao próximo. Portanto, é necessário agradecer muito ao Senhor pelo que nos tornamos através da atuação que temos nessa instituição”. O evento contou com apresentações musicais do Coral da União Feminina e do Coral Radical. Desde o início da obra da Igreja Batista no Brasil, mulheres se reúnem para orar e trabalhar em missões. Mesmo antes de ser uma organização em nível nacional, elas se encontravam nas igrejas para estudar como evangelizar e praticar a beneficência. Em 23 de junho de 1908 surgiu, no Rio de Janeiro, a União Missionária das Senhoras Batistas do Brasil, integrada por 20 sociedades de senhoras e cinco compostas por crianças. No ano de 1922 foi editada a primeira publicação da congregação, intitulada Revista para Trabalho das Senhoras Batistas. Em 1963 esta vertente da igreja passou a ser denominada União Feminina Missionária do Brasil. Além da edição de livros e revistas, a organização realiza ações de expansão do ministério (trabalho religioso). Já a trajetória dos Embaixadores do Rei começou em 1883, quando um grupo de rapazes de 12 a 14 anos, da cidade de Owesboro, Kentucky, nos EUA, realizava reuniões para estudar missões e orar. A organização promove atividades que visam “os desenvolvimentos físicos, morais e espirituais dos meninos de 9 a 17 anos”. Já em 1908 os batistas do Sul dos Estados Unidos avaliaram que havia a necessidade de criar nas igrejas um ambiente mais apropriado para meninos desta faixa etária. E em 1909 já existiam 45 embaixadas envolvendo centenas de meninos, na Convenção Batista do Sul. E em 1915 já haviam mais de 4.500 embaixadores na igreja. Também prestigiaram a mesa do evento o pastor Nerinaldo Luís, presidente da União Missionária de Homens Batista da Bahia; Célia Caribé, presidente da União Feminina Missionária de Salvador; Joel Anunciação, líder dos Embaixadores do Rei de Salvador; Emília Silveira, ex-secretária executiva da União Feminina Missionária da Bahia; e Elson Versoza, ex-líder dos Embaixadores do Rei. Célia Caribé e Joel Anunciação foram homenageados com placas da Associação Batista de Salvador (ABS).

19 de outubro de 2018, 09:39

SALVADOR Barra será palco da Caminhada Axé Bolsonaro no dia 21

O Movimento Seu Voto Muda o Brasil, que já realizou no primeiro turno atos pró Bolsonaro com a presença de milhares de pessoas na Barra, organiza a Caminhada Axé Bolsonaro, no dia 21 de outubro, a partir de 09h30, entre o Farol da Barra e o Cristo. Coordenador do movimento, o capitão Cláudio Silva afirmou que “Bolsonaro será o próximo presidente do país porque a população clama por segurança, civismo e um governo que vai dar melhores condições de vida a uma população que não aguenta mais uma crise tão longa e causada pelos governos do PT, que vendeu sonhos e entregou pesadelos”, frisou. Está confirmada a presença do deputado federal Irmão Lázaro (PSC). Segundo Marcelo Meireles, também integrante do Movimento Seu Voto Muda o Brasil, “o voto é a mais poderosa arma que a população dispõe. Conclamamos todos à caminhada e podem ter certeza que uma multidão nunca vista em atos políticos na Barra vai dizer que a Bahia está com Bolsonaro”. Segundo ele, o Brasil está mergulhado num caos político e financeiro.