20 de julho de 2017, 11:45

BRASIL Moro e Lula frente a frente de novo em setembro

Foto: Reprodução

O depoimento de Lula a Moro

O juiz federal Sérgio Moro marcou novo interrogatório do ex-presidente Lula para 13 de setembro, agora na ação penal sobre supostas propinas da Odebrecht. Este é o segundo processo na Operação Lava Jato, no Paraná, em que o petista será ouvido. No mesmo dia, também será ouvido outro réu neste processo, Branislav Kontic, ex-braço direito do ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil/Governos Lula e Dilma). Em 4 de setembro, prestarão depoimento executivos Marcelo Bahia Odebrecht, Demerval de Souza Gusmão Filho e Paulo Ricardo Baqueiro de Melo. Dois dias depois, em 6 de setembro, será a vez de Palocci, do advogado Roberto Teixeira e de Glaucos da Costa Marques – primo do pecuarista José Carlos Bumlai. Todos os depoimentos ocorrerão a partir de 14h. Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, Lula é acusado de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro em razão de contratos firmados entre a Petrobrás e a Odebrecht. A acusação aponta que parte das propinas pagas pela Odebrecht foi lavada mediante a aquisição, em benefício do ex-presidente, do imóvel localizado na Rua Dr. Haberbeck Brandão, nº 178, em São Paulo (SP), em setembro de 2010, que seria usado para a instalação do Instituto Lula. A força-tarefa da Lava Jato afirma que o acerto do pagamento da propina destinada ao ex-presidente foi intermediado pelo então deputado federal Antonio Palocci, com o auxílio de seu assessor parlamentar Branislav Kontic, que mantinham contato direto com Marcelo Odebrecht, auxiliado por Paulo Melo, a respeito da instalação do espaço institucional pretendido pelo petista. De acordo com os procuradores, destinadas a Glaucos da Costamarques por sua atuação na compra do terreno para o Instituto Lula foi repassada para o ex-presidente na forma da aquisição da cobertura contígua à sua residência em São Bernardo de Campo (SP). A denúncia aponta que R$ 504 mil foram usados para comprar o apartamento vizinho à cobertura de Lula. A nova cobertura, que foi utilizada pelo ex-presidente, foi adquirida no nome de Glaucos da Costamarques, ‘que atuou como testa de ferro de Luiz Inácio Lula da Silva, em transação que também foi concebida por Roberto Teixeira, em nova operação de lavagem de dinheiro’. As investigações indicam ‘que nunca houve o pagamento do aluguel até pelo menos novembro de 2015’.

Estadão

20 de julho de 2017, 11:30

BAHIA Governo investe quase 30 mi e leva água para mais de 11 mil moradores de Angical, Cristópolis e Cotegipe

O Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura Hídrica (Sihs), beneficia nesta sexta-feira (21), nove comunidades rurais dos municípios de Cristópolis, Angical e Cotegipe com sistema de abastecimento. Com isso, realiza o sonho antigo de 11.791 moradores de ver jorrando água em suas torneiras. Serão contempladas as localidades de Reforma São Francisco de Assis (Cotegipe); Missões de Aricobé, Brejo das Missões, Aricobé, Brejão de Aricobé, Riachão e Lontra em Cristopólis e Cantinho, mais a sede do município de Cristópolis. Estarão presentes na cerimônia de entrega em Cristopólis, o governador Rui Costa e o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto. Os investimentos, oriundos do Governo do Estado, Ministério da Integração e Funcep, foram da ordem de $ 29.019.263,00. O sistema, conforme explica Cássio Peixoto, é composto por seis estações elevatórias, uma adutora bruta de 1.020,00 metros, uma adutora de água tratada de 80.405,00 metros e sete reservatórios e resultará numa de distribuição total de 79.780,81metros e 3.321 ligações domiciliares hidrometradas. ”Mais uma ação voltada para as comunidades rurais, de forma a por fim no sofrimento dos moradores que passavam por dificuldades para obter água para consumo.E nossa meta é fazer muito mais”, comemorou Cássio Peixoto, complementando que a captação nesta intervenção, realizada pela Cerb, será tipo flutuante, utilizando como manancial o Rio Grande, na localidade de Jupaguá.

20 de julho de 2017, 11:19

SALVADOR Câmara Municipal de Salvador comemora 75 anos da Rádio Excelsior

Uma das mais importantes emissoras do Brasil, a Rádio Excelsior da Bahia, chega à marca dos 75 anos conectada ao cidadão, com vasta programação que inclui jornalismo com credibilidade, sem esquecer sua missão de evangelização. Para comemorar o aniversário da rádio, fundada em 5 de julho de 1942, o vereador Joceval Rodrigues (PPS) promove, nesta sexta-feira (21), às 19h, na Câmara Municipal de Salvador, uma Sessão Especial em homenagem à emissora conhecida carinhosamente como “A Voz do Senhor do Bonfim”.Ligado à Igreja Católica, assim como a Excelsior, que é uma emissora da Fundação Dom Avelar”, o vereador Joceval Rodrigues destaca o importante papel desempenhado pela rádio. “A Excelsior é uma emissora abençoada, a primeira rádio católica do Brasil, a única situada na Região Metropolitana de Salvador, e muito bem gerida pelo Padre Aderbal Galvão, portanto merece todas as nossas comemorações por uma marca tão emblemática como os 75 anos de fundação”, ressalta.A Rádio Excelsior da Bahia AM 840 tem cobertura em 50% do território baiano, abrangendo 200 municípios, o que garante seu sinal nos lares de milhares de cidadãos, sempre fiel ao seu compromisso de promover o desenvolvimento integral da pessoa humana a partir de uma ação social libertadora, fundamentada nas Sagradas Escrituras e no magistério da Igreja. A Excelsior, que está em AM e na internet, recentemente estreou em FM com a frequência 106,1.

20 de julho de 2017, 11:15

BRASIL Temer: Comunidade dos Países de Língua Portuguesa deve crescer com cooperação

O presidente Michel Temer destacou, hoje (20), na abertura da 22° Reunião Ordinária do Conselho de Ministros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a importância da cooperação entre os países integrantes da CPLP em áreas como saúde, educação, justiça e direitos humanos. A comunidade tem noves países-membros e o Brasil ocupa a presidência de turno do organismo no biênio 2016-2018. “O destino da CPLP é crescer cada vez mais e firmemente apoiada nos pilares da concertação político-diplomática, da cooperação, da promoção do nosso idioma e das nossas relações”, disse aos representantes dos países-membros da CPLP. A reunião tem como objetivos definir a agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável nos países do bloco, aprovar resolução sobre a nova visão estratégica da CPLP e discutir o aumento da cooperação com os observadores associados à Comunidade. Criada em 1996, a CPLP tem nove países-membros: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Outros dez países são observadores associados: Geórgia, Hungria, Japão, Maurício, Namíbia, República Eslovaca, República Tcheca, Senegal, Turquia e Uruguai.

Agência Brasil

20 de julho de 2017, 11:00

BRASIL ‘Única alternativa é aumento de imposto’, diz Maia

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), indicou que não vai se opor a uma possível alta da carga tributária para o cumprimento da meta fiscal. “Consultei vários economistas e ninguém me deu outra solução. A única alternativa proposta é aumento de impostos”, afirma. Primeiro na linha sucessória em caso de afastamento do presidente Michel Temer, Maia afirma que vai construir com a equipe do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, um caminho para ajudar o governo a fechar as contas neste ano com rombo máximo de R$ 139 bilhões. Maia se comprometeu a pôr a reforma da Previdência na pauta do plenário da Câmara em agosto. Segundo ele, se não começar a ser votada até o fim de agosto, a proposta de mudanças nas regras para a concessão de aposentadorias e pensões não será mais votada. Ele rebateu a proposta do senador Romero Jucá (PMDB-RR) de fatiar a reforma e deixar pontos polêmicos que seriam barrados pelo Congresso para “2018 ou para o futuro”. Mas alertou que a medida provisória (MP) para alterar pontos polêmicos da reforma trabalhista será derrotada na Casa, principalmente no que diz respeito ao trabalho intermitente e alternativas ao imposto sindical. Ele também defendeu um ritmo maior de queda de juros para ajudar a economia. “Os investidores estão preocupados com a política, e nós estamos preocupados com a economia”, diz Maia, que recebeu o Estadão/Broadcast na residência oficial, sob a condição de que o encontro focasse apenas em temas econômicos. Quando começou a ser questionado sobre a situação política, encerrou a entrevista. A seguir, os principais trechos. Leia mais no Estadão.

Estadão

20 de julho de 2017, 10:51

INTERIOR DA BAHIA Várzea Nova: Alex Lima comemora garantia de licitação da BA 144

O deputado estadual Alex Lima (Podemos) comemorou a garantia de recuperação da BA 144, no trecho que liga Várzea Nova a Morro do Chapéu, fazendo ligação com o município de Jacobina, após o secretário de Infraestrurura do Estado da Bahia (Seinfra), Marcus Cavalcanti, garantir a licitação da obra. O anúncio foi feito na última terça-feira (18), durante encontro ocorrido entre o titular da pasta estadual, o parlamentar e o prefeito de Várzea Nova, Joãozinho. “O secretário está ciente da situação da BA 144 e se comprometeu em lançar, imediatamente, a licitação para que as obras sejam iniciadas. Com certeza, esta é uma grande conquista para Várzea Nova”, disse o deputado, destacando a necessidade de recuperação do trecho. “A atual situação da estrada tem dificultado o tráfego do local e causado transtornos aos motoristas. Sem boas estradas não há desenvolvimento econômico”, completou. O deputado ainda aproveitou a oportunidade para criticar manobras políticas que impedem a liberação do empréstimo do Banco do Brasil para o governo do Estado e defender a atuação do governador Rui Costa (PT) na recuperação das estradas baianas. “Sem dúvidas, precisamos do empréstimo com o Banco do Brasil para darmos continuidade às obras e eu fico triste em saber que existem políticos baianos, que agem com o intuito de impedir o desenvolvimento do estado. Mas, o governador Rui Costa tem boa capacidade de gerenciamento e não deixará de trabalhar pela melhoria dos baianos. Em breve, Várzea Nova poderá contar com a BA 144 totalmente restaurada”, afirmou.

20 de julho de 2017, 10:51

BRASIL Ministro sente mal estar durante reunião no Itamaraty

O ministro Aloysio Nunes (PSDB-SP) precisou deixar uma reunião com países de língua portuguesa no Itamaraty após sentir mal estar. Ele seguiu para o ambulatório da Câmara, onde recebe atendimento.

Estadão

20 de julho de 2017, 10:45

ECONOMIA Prévia indica deflação de 0,18%, a menor taxa para julho em quase 20 anos

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) fechou com variação negativa de 0,18% em julho, resultado que chega a ser 0,34 ponto percentual inferior ao resultado de junho, quando a variação foi de 0,16%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou hoje (20), no Rio de Janeiro, os dados da prévia, essa é a menor variação relativa a julho, juntamente com o resultado de 2003, cuja variação também havia sido de -0,18%. Essa é a menor taxa de inflação desde setembro de 1998, quando a deflação dos preços havia sido de -0,44%. Com a inflação negativa de julho, o IPCA-15 passou a acumular alta de 1,44% nos primeiros sete meses do ano, resultado 3,75 pontos percentuais menor do que os 5,19% referentes ao mesmo período do ano passado. Já a inflação acumulada nos últimos doze meses fechou em 2,78%, resultado inferior aos 3,52% dos 12 meses imediatamente anteriores, o que constitui a menor variação acumulada em períodos de 12 meses desde março de 1999, quando atingiu 2,64%. Segundo o IBGE, em julho do ano passado a taxa havia variado 0,54%.

Agência Brasil

20 de julho de 2017, 10:34

BAHIA Saeb convoca aprovados no concurso da Agerba

A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) convoca, nesta quinta-feira (20), 57 candidatos aprovados no concurso público da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). A Saeb também instaurou processo para apurar denúncias encaminhadas pelo Ministério Público de que três candidatos se declararam falsamente como negros para concorrer às vagas das cotas raciais.A convocação dos aprovados no concurso Saeb 01/2016 para suprimento de vagas na Agerba foi publicada na edição desta quinta do Diário Oficial do Estado (DOE). A Secretaria da Administração convoca 24 para o cargo de Especialista em Regulação e 33 para Técnico em Regulação. Eles devem comparecer à Agerba, com objetivo de apresentarem documentação exigida no Edital do certame e serem encaminhados para realização de exames médicos admissionais.

20 de julho de 2017, 10:30

ECONOMIA Confiança da indústria sobe 1,2 ponto, segundo prévia de julho da FGV

Foto: Agência Brasil

Índice de Confiança da Indústria cresceu 1,2 ponto na prévia de julho e chegou a 90,7 pontos em uma escala de zero a 200

O Índice de Confiança da Indústria teve um crescimento de 1,2 ponto na prévia de julho, na comparação com o resultado consolidado de junho. Assim, o indicador medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV) chegou a 90,7 pontos em uma escala de zero a 200 pontos. Segundo a FGV, mesmo se o resultado da prévia for confirmado no dado consolidado do mês não será o suficiente para recuperar a perda do mês anterior (-2,8 pontos). A confiança em relação ao momento presente, medido pelo Índice da Situação Atual, subiu 1,4 ponto e chegou a 88,4 pontos. Já o otimismo, avaliado pelo Índice de Expectativas, teve uma alta de 1,2 ponto e atingiu 93,3 pontos. O resultado preliminar de julho indica que o Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria avançou 0,7 ponto percentual e chegou a 74,9%. Para a prévia de julho de 2017, foram consultadas 788 empresas entre os dias 3 e 18 deste mês. O resultado final da pesquisa será divulgado na próxima quinta-feira, dia 27.

Agência Brasil

20 de julho de 2017, 10:28

EXCLUSIVA PSD pode lançar Coronel à chapa de Rui; presidente da Assembleia resiste

Foto: Reprodução

Segundo deputados, amigos e assessores, Coronel só aceitaria sair candidato sob imposição do amigo-irmão Otto

Um dos mais importantes partidos da base governista, o PSD vai indicar nome para a chapa com que o governador Rui Costa (PT) vai disputar a reeleição, em 2018. O candidato já está definido: trata-se do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Angelo Coronel. Falta, no entanto, combinar com ele, que resiste à idéia de concorrer sob o argumento de que a eleição ao comando do Legislativo foi um marco em sua vida pública, motivo porque não deseja mais permanecer na política.

Tem sido, no entanto, o salto registrado na trajetória política de Coronel o que mais vem animando os defensores de seu nome para a chapa de Rui Costa. O mais importante deles é o senador Otto Alencar, principal liderança do PSD na Bahia. Em encontro recente com deputados da agremiação, Otto disse que Coronel seria o melhor nome para representar o partido na chapa da reeleição do governador por ser quem mais vem se destacando na cena política baiana pelo PSD.

Todos pareceram concordar com o presidente estadual do PSD, menos o presidente da Assembleia. Coronel tem dito que deu um passo político que nunca imaginou, ao chegar ao comando da Assembleia Legislativa e, como não tem paixão por cargos nem grandes vaidades, acha que é hora de deixar a vida pública. Segundo assessores do presidente da Assembleia, sua maior meta é concluir o mandato como presidente do Legislativo deixando uma marca positiva e forte na Casa.

Parte dela tem sido conquistada com sua obsessão em tornar o Legislativo independente, permitindo que os deputados efetivamente legislem e exerçam seu papel de fiscais do Executivo, bandeira com a qual se elegeu à presidência. Neste curto período em que virou presidente, até uma CPI para investigar o desabamento do Centro de Convenções foi criada, embora tenha sido cancelada em seguida devido às dificuldades da bancada oposicionista de manter a maioria no colegiado.

“O sonho de Coronel é ser lembrado pelas futuras gerações como um grande presidente do Legislativo baiano”, reafirma ao Política Livre um assessor do deputado. Para ele, a única forma de o parlamentar superar a resistência e assumir o projeto de uma candidatura ao lado de Rui Costa é se Otto Alencar fechar questão e impuser seu nome como candidato, já que, além de grandes amigos, o senador é a única figura de quem Coronel segue ostensivamente a liderança.

Enquanto não se decide, Coronel aproveita as oportunidades que aparecem para defender que o PSD lance candidato próprio ao governo em 2018. Sua tese é a de que, além de ter crescido e se fortalecido muito no Estado, constituindo-se numa opção concreta de poder, o partido possui quadros excelentes para o enfrentamento eleitoral do ano que vem, a exemplo do próprio Otto Alencar, que, no entanto, não quer nem ouvir falar na possibilidade de romper com o governo.

A discussão sobre nomes nos partidos da base governista esquentou nos últimos dias, depois que o governador Rui Costa (PT) admitiu que pode fazer uma nova reforma administrativa, a qual está relacionada também à montagem da chapa de 2018. Na primeira eleição do petista, O PSD indicou Otto Alencar, que fora vice do antecessor Jaques Wagner (PT), para o Senado. O cargo que o partido postularia agora ainda não foi definido, exatamente porque Coronel não aceitou o convite até agora.

20 de julho de 2017, 10:20

BAHIA Benito Gama assina ficha de filiação de Severiano Alves ao PTB

Foto: Divulgação

Severiano Alves e Benito Gama

O vice-presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e presidente estadual do partido na Bahia, deputado federal Benito Gama, assinou, nesta quinta-feira (20), a ficha de filiação do ex-deputado federal, Severiano Alves ao PTB. Segundo Benito Gama, a chegada de Severiano é um reforço para o partido na Bahia e no Brasil. “Severiano tem larga experiência na política e está vinculado diretamente ao trabalho e a educação. Duas das prioridades do nosso partido. Ele foi autor da importante Lei do Piso Nacional do salário dos professores. Atuante, Severiano tem bom trânsito na política estadual e em todo o país e, certamente, irá fortalecer, ainda mais, o PTB”, disse o deputado Benito Gama. O ex-deputado, Severiano Alves, que estava no Partido Democrático Trabalhista (PDT) falou da principal motivação para deixar a sigla. “Partido é convivência. É agregação de ideias. No partido em que eu estava não tinha a chance de discutir e de ver as coisas de outra forma. A minha decisão de sair do PDT é uma decisão pensada e maturada. O PTB é um partido que eu posso agasalhar a minha vocação e as minhas ideias”, disse Severiano Alves.Autor da lei que transformou Getúlio Vargas em Herói da Pátria, Severiano Alves considera o PTB matriz histórica dos direitos sociais e das políticas públicas essenciais. “Como o trabalhismo, a geração de emprego e renda, a educação como base central. Eu sempre cultivei a bandeira da educação que tem uma identidade forte com o PTB. Tenho uma satisfação muito grande de ser agora um petebista e, sobretudo por conviver, agora, com Benito Gama, pessoa que é da minha estima. Benito é uma pessoa séria , de palavra e vai me dar espaço para desenvolver as políticas trabalhistas e educacionais nesta nova sigla que eu acabo de ingressar”. “A história é assim mesmo. A gente vai criando os fatos, praticando os atos e o que é bom fica registrado na memória do povo da Bahia e do Brasil. Esse é o meu sentimento”, concluiu Severiano Alves. Ele foi deputado federal por três mandatos. Na Câmara dos Deputados, presidiu a Comissão de Educação; de Relações Exteriores e de Defesa Nacional. No Congresso Nacional presidiu a comissão de Controle das Atividades de In teligência. O ex-parlamentar também foi prefeito do município de Saúde-BA, presidente da Confederação Nacional dos Municípios – CNM e presidente da União dos Prefeitos da Bahia – UPB. Severiano Alves é Advogado e procurador federal.

20 de julho de 2017, 10:00

BRASIL Temer indica José Cesário Cecchi ao cargo de diretor da ANP

O presidente Michel Temer encaminhou para a apreciação do Senado Federal o nome de José Cesário Cecchi para exercer o cargo de diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A mensagem com a indicação está publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Estadão Conteúdo

20 de julho de 2017, 09:34

MUNDO Ministra anuncia demissão de procuradora responsável pela Lava Jato no Peru

A ministra da Justiça do Peru, Marisol Pérez Tello, anunciou ontem (20) a demissão da procuradora responsável pelo caso da Operação Lava Jato no país, Katherine Ampuero, por ter apresentado um recurso que evitará que a construtora Odebrecht pague uma reparação civil ao Estado pelas propinas pagas em solo peruano. A informação é da Agência EFE.Em uma entrevista à RPP Notícias, Marisol afirmou que perdeu a confiança em Katherine e que o governo peruano decidiu despedi-la do cargo.A procuradora propôs – e a Justiça peruana aceitou – que a Odebrecht seja proibida de transferir as ações de duas empresas envolvidas no projeto de irrigação Olmos.Em um comunicado, a Odebrecht informou, no início deste mês, que a medida prejudica diretamente os credores da empresa e ao próprio Estado peruano, pois sem a venda do ativo não será possível gerar os fluxos necessários para recuperar a cadeia de pagamento e proceder ao pagamento da reparação civil ao Estado.Marisol Pérez Tello salientou que o governo pretende que a “Odebrecht deixe o país”, mas antes “deve pagar pelos danos civis correspondentes”.A ministra disse que a presidente do Conselho de Defesa Jurídica do Estado, Julia Príncipe, tinha renunciado em solidariedade a Katherine Ampuero. Porém, minutos depois, Julia declarou ao mesmo programa de TV que não tinha renunciado, e sim foi demitida do cargo. “Está me tirando do cargo por não ter aceito destituir a procuradora Katherine Ampuero pela proibição no caso Olmos”, explicou Julia Príncipe.A Odebrecht é investigada no Peru pelo pagamento de US$ 29 milhões em propinas entre 2005 e 2014 para realizar obras públicas.O escândalo de corrupção culminou com a prisão preventiva para o ex-presidente Ollanta Humala e sua esposa Nadine Herédia. Há um mandado similar para ser executado contra o ex-presidente Alejandro Toledo e sua esposa Elianne Karp.

Agência Brasil

20 de julho de 2017, 09:30

ECONOMIA BCE mantém juros e reitera que pode estender estímulos monetários

Como esperado, o Banco Central Europeu (BCE) manteve suas taxas de juros inalteradas após a reunião de política monetária desta quinta-feira. A principal taxa da instituição, a de refinanciamento, utilizada em empréstimos regulares, permaneceu na mínima histórica de 0% e a taxa de depósitos ficou inalterada em -0,40%. Com isso, os bancos comerciais continuarão pagando para deixar recursos depositados no BCE. ”O Conselho do BCE espera que as taxas de juro permaneçam nos níveis atuais durante um período prolongado e para além do horizonte das compras líquidas de ativos”, disse a instituição em seu comunicado. Além disso, o BCE afirmou que pretende que o seu programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês), atualmente em 60 bilhões de euros mensais em bônus, prossiga até o final de dezembro “ao ajustamento sustentado da trajetória de inflação, compatível com o seu objetivo para a inflação”. A instituição também manteve aberta a possibilidade de aumentar o volume do QE “se as perspectivas passarem a ser menos favoráveis ou se as condições financeiras deixarem de ser consistentes com uma evolução”. A partir das 9h30 (de Brasília), o presidente do BCE, Mario Draghi, fala em coletiva para comentar a decisão de hoje.

Estadão Conteúdo