23 de janeiro de 2018, 16:30

BAHIA Bacelar defende incremento da produção de coco no litoral norte

O deputado federal Bacelar (Podemos) ressaltou a importância do agronegócio, durante a abertura do 1° Festival de Coco, na segunda-feira (22), em Conde, no litoral norte. O município pode se tornar o primeiro no ranking nacional em exportação do fruto, oferecendo perspectivas aos produtores e moradores da região. ” O fortalecimento da cultura do coco vai incrementar a produtividade, contribuindo para a geração de novos negócios, emprego e renda para os baianos”, destacou Bacelar. O festival acontece até domingo( 28), com palestras, exposições e debates sobre melhores alternativas no combate de pragas e melhoria da produtividade. No evento, foi proposto que o Dia Municipal do Coco passe a ser a última sexta-feira de janeiro. A cocoicultura é a principal atividade econômica de Conde e atrai indústrias e beneficiadoras, que produzem óleos e fibras de coco. Para Bacelar, a iniciativa do prefeito Dudu Vieira, de realizar o evento, com o apoio da Secretaria Estadual de Agricultura, valoriza ainda mais o esforço de todos os envolvidos no agronegócio. “Defendo as pesquisas e investimentos para garantir a notoriedade que o segmento merece”, declarou o deputado.

23 de janeiro de 2018, 16:15

BRASIL Meirelles: Lula lidera pesquisa porque pessoas têm boas lembranças de seu governo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou em entrevista à TV americana CNBC que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera as pesquisas de intenção de voto das eleições de outubro porque as pessoas “têm boas lembranças do seu governo”. “A inflação estava sob controle e houve criação de empregos, especialmente nos primeiros anos do governo. Eu sei muito bem porque estava no Banco Central”, ressaltou Meirelles, que está em Davos, na Suíça, participando do Fórum Econômico Mundial. Meirelles avaliou ainda que a população tem um “sentimento misto” em relação ao governo petista, porque a ex-presidente Dilma Rousseff “levou País à maior e mais longa recessão da história”. O ministro avaliou ainda que amanhã é um “momento crítico para Lula”, em referência ao julgamento do recurso do ex-presidente contra a condenação em primeira instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo juiz federal Sergio Moro.

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2018, 16:00

BRASIL Após postar foto falsa, deputado do PT diz que episódio servirá de ‘lição’

Foto: Divulgação

O líder da minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE)

Após divulgar uma foto “fake” no Twitter, o líder da minoria na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), reconheceu o erro e disse nesta terça-feira, 23, que o episódio deve servir de “lição” sobre a necessidade de se checar a veracidade dos fatos para não espalhar notícias falsas pela internet. Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda-feira, 22, o deputado postou uma imagem antiga de um comboio de ônibus de sacoleiros na fronteira entre o Brasil e Paraguai e disse se tratar das “caravanas” que chegavam a Porto Alegre para acompanhar o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcado para esta quarta-feira, 24. Em uma nota de esclarecimento divulgada também pelo microblog, Guimarães disse que recebeu a imagem pelo WhatsApp e ficou tão “empolgado” que não checou a “veracidade” antes de divulgá-la em sua página pessoal. “Na era da informação é extremamente importante ter cuidado com o compartilhamento de notícias falsas”, afirmou. O deputado também disse ter “um compromisso histórico com a verdade, até porque o Partido dos Trabalhadores e seus dirigentes são constantemente vítimas das chamadas ‘fake news'”. Assim que questionada pela reportagem sobre a veracidade da foto a equipe do deputado retirou o post do ar.

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2018, 15:45

BRASIL TRF-4 que julgará Lula está com entorno bloqueado desde o meio-dia

Pouco após o meio-dia desta terça-feira, sob um calor de 28 graus e clima de chuva em Porto Alegre, grades de segurança vermelha foram colocadas na vias de acesso ao Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), onde será julgado o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a condenação a 9 anos e 6 meses de prisão, dada pelo juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, no caso triplex. Até a quinta-feira o perímetro no entorno do tribunal, a segunda instância da Lava Jato de Curitiba, ficará “congelado” – termo usado pelos cerca de 4 mil homens destacados para a segurança do julgamento histórico de Lula que pode iniciar nesta quarta-feira o prazo legal – com prazos para recursos – para execução da pena de prisão, caso o petista seja condenado. O ex-presidente responde por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no escândalo Petrobrás. Com mais de 5 mil manifestantes em defesa de Lula na capital gaúcha – entre petistas, sem-terra e demais simpatizantes, o número é uma média entre as estimativas sobre-valoradas dos organizadores e mínimas das autoridades – a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, com Polícia Federal e Forças Armadas traçaram plano de contingenciamento para evitar conflitos e depredações por terra, ar e água. Leia mais no Estadão.

Estadão

23 de janeiro de 2018, 15:30

BRASIL Justiça suspende contribuição para o INSS de aposentado que continua trabalhando

Foto: Estadão

Decisão da 2.ª Vara do Juizado Especial Federal de Campinas (SP) manda suspender desconto do contracheque do segurado

Um aposentado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que continua trabalhando com carteira assinada conseguiu na Justiça Federal o direito de não mais contribuir para os cofres da Previdência Social. Decisão da 2.ª Vara do Juizado Especial Federal de Campinas (SP) obrigou a suspensão do desconto do contracheque do segurado relativo ao valor da contribuição. O juiz Fábio Kaiut Nunes também determinou que a empresa deixe de recolher a parte patronal. O advogado responsável pelo caso João Badari, sócio do escritório Aith Badari e Luchin Advogados, afirma que a decisão privilegia ‘o princípio contributivo-retributivo da Previdência Social’. “Trata-se de um princípio no qual toda contribuição deve reverter em retribuição. E como o aposentado não terá mais o direito de reverter essa contribuição em seu benefício e nem uma revisão da sua atual aposentadoria, nada mais justo do que não precisar mais contribuir”, defende Badari. O advogado destaca que o juiz Fábio Kaiut Nunes aceitou o pedido em favor do aposentado ao deferir tutela provisória para suspender a cobrança da contribuição. Na decisão, foi determinado ainda que caso o segurado mude de emprego, tanto ele quanto o novo patrão não terão que descontar para o INSS. Leia mais no Estadão.

Estadão

23 de janeiro de 2018, 15:15

BRASIL Quem viajar para área de risco no Carnaval deve se vacinar contra febre amarela

As pessoas que vão viajar durante o período de carnaval para regiões de mata ou onde há risco de transmissão de febre amarela devem se vacinar contra a doença pelo menos 10 dias antes do deslocamento. O alerta foi feito hoje (23) pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros. Durante coletiva de imprensa, Barros lembrou que muitos brasileiros evitam a folia e preferem participar de retiros em regiões de mata durante o período. “Essas pessoas têm que se vacinar com antecedência mínima de 10 dias”, reforçou. Os estados de São Paulo e do Rio de Janeiro iniciam, na quinta-feira (25), a imunização contra a febre amarela em municípios pré-selecionados. Em São Paulo, 54 municípios participam da campanha, com previsão de vacinar 8,3 milhões de pessoas, sendo 6,3 milhões com a dose fracionada e 2 milhões com a padrão. Já no Rio de Janeiro, 7,7 milhões de pessoas deverão receber a dose fracionada e 2,4 milhões a padrão, em 15 municípios. Até o momento, a campanha de vacinação no estado da Bahia permanece na data prevista (entre 19 de fevereiro e 9 de março). Na Bahia, 2,5 milhões de pessoas serão vacinadas com a dose fracionada e 813 mil com a dose padrão, em oito municípios. Leia mais na Agência Brasil.

Agência Brasil

23 de janeiro de 2018, 15:00

BRASIL Maia volta para Brasília após reunião em São Paulo

O presidente da República em exercício, Rodrigo Maia (DEM), deixou nesta terça-feira, 23, o prédio do Citibank na Avenida Paulista, onde teve uma reunião no começo desta tarde. O tema e os participantes do encontro não foram divulgados pela assessoria do presidente da Câmara, que exerce a presidência da República interinamente em função da viagem de Michel Temer (MDB) a Davos, na Suíça, sede do Fórum Econômico Mundial. Maia está voltando agora a Brasília para participar de reuniões no Palácio do Planalto. A primeira delas está marcada para as 16h com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, e o vice-presidente do Banco do Brasil, José Eduardo Pereira Filho. Na sequência, Maia tem uma reunião marcada para as 17h com uma delegação de prefeitos.

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2018, 14:45

SALVADOR Presidente da SPTrans visita CCO de Salvador

O presidente da SPTrans, autarquia vinculada à Secretaria Municipal de Mobilidade São Paulo, José Carlos Martinelli, esteve em Salvador para conhecer o Centro de Controle Operacional (CCO), que fica situado na Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob). Durante a visita, o gestor trocou experiências com os técnicos sobre a reestruturação do sistema de transporte público que vem sendo implantada em Salvador e que também será executada na capital paulista nos próximos meses. Inaugurado em 2015, o Centro de Controle Operacional (CCO) monitora, em tempo real, todos os ônibus da cidade através de GPS durante 24h. Martinelli é o 12º gestor que passa a conhecer esta plataforma de gestão e fiscalização pública. A ferramenta permite identificar minuciosamente o roteiro dos ônibus, o tempo de circulação, as paradas nos pontos, além de possibilitar a mudança de itinerário, caso haja alguma eventualidade. Aliado a esta ferramenta está o CittaMobi, aplicativo com mais 1,5 milhão de downloads, que possibilita aos cidadãos terem informações sobre o transporte coletivo na cidade. O secretário de Mobilidade, Fábio Mota, explicou que o CCO vem servindo de modelo para outras capitais, pois Salvador foi a pioneira em uma plataforma de tecnologia inteligente em gestão do transporte. “Saber que estamos servindo de exemplo para outras capitais, como São Paulo, nos deixa com a sensação de que estamos trabalhando e seguindo no caminho certo, já que nenhuma cidade do Brasil conta com tamanha estrutura de monitoramento e controle do transporte público como a que a gente montou aqui em Salvador,” afirmou.​

23 de janeiro de 2018, 14:30

ECONOMIA Meirelles diz em Davos que projeção do mercado para PIB vai chegar a 3%

Foto: Estadão

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, avaliou nesta terça-feira, 23, que a projeção do mercado financeiro para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano vai aumentar. Para ele, é possível que a expansão da atividade doméstica supere os 3% este ano, embora a estimativa oficial ainda seja esta. “A expectativa é de crescimento de 3% este ano. O mercado ainda está em 2,8%, mas esse número está aumentando, agora foi para 2 85%… Esse número vai chegar a 3%. Pode subir, pode passar”, previu em Davos, onde participa do Fórum Econômico Mundial. Ele falou com os jornalistas nos logo após fazer uma palestra para investidores durante um almoço promovido pelo Banco Itaú, um evento que ocorre todos os anos e que já contou com a participação do ministro na edição anterior. “O grupo está bastante interessado no Brasil. Não só no sentido de estar contemplando oportunidades de investimento, mas também entusiasmado e confiante com as mudanças que estão acontecendo. A diferença em relação ao ano passado é muito grande”, comparou. Para ele, em 2017, existia um interesse pelo País, que começava a dar sinais de melhora. Agora, no entanto, houve uma consolidação da trajetória de recuperação de crescimento, conforme o ministro. Ele salientou que 2017 terminou num ritmo forte de crescimento de 3%. Questionado sobre projeções mais tímidas feitas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), Meirelles considerou que o órgão é mais conservador, “como deve ser”. “Evidentemente que os analistas brasileiros têm mais informação a respeito e o crescimento pode até superar 3%”, reforçou.

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2018, 14:15

BRASIL Partidos e sindicatos da Europa e América Latina prestam solidariedade a Lula

Às vésperas do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Tribunal Federal da 4ª Região, partidos políticos e centrais sindicais da Europa e da América Latina enviaram mensagens de solidariedade ao líder petista e condenando o julgamento, que poderá deixá-lo inelegível. “O Partido Comunista francês afirma sua grande solidariedade ao ex-presidente Lula e com o conjunto das forças da esquerda política e social do Brasil, que estão mobilizadas nesta quarta-feira contra esta nova tentativa de golpe de Estado contra a democracia”, diz a nota do PC francês. O Núcleo do PT em Madri participa da concentração em frente à embaixada do Brasil com companheiros da UGT, CCOO, IU e PODEMOS (sindicatos espanhóis), escreveram militantes petistas na Espanha. Na América Latina, as manifestações vieram de países como República Dominicana, Panamá e Argentina. “Ante a certeza de que (Lula) pode resultar eleito buscam, mediante uma manobra, cortar a possibilidade que o povo se expresse novamente em seu favor”, acusou movimento peronista Evita em carta. “Pedimos ao governo brasileiro que cumpra imediatamente suas obrigações nos termos dos tratados internacionais ratificados e proteja o direito fundamental ao devido processo e a um julgamento justo”, disse, em carta, a Confederação dos Trabalhadores da República do Panamá (CTRP). “Se o governo não o fizer, isso causará danos irreparáveis à democracia no Brasil”, afirma a carta.

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2018, 14:00

SALVADOR HGRS registra aumento de 40% no número de trombólises para AVC

Maior hospital público do Norte e Nordeste, o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) registrou um aumento de 40% no número de trombólises realizadas no ano de 2017 em relação ao ano anterior. A trombólise é o tratamento que tenta dissolver coágulos nos vasos do cérebro em caso de acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico. Em 2016, o HGRS fechou o ano com 124 trombólises. No ano passado, o número subiu para 174 e, somente neste primeiro mês de 2018, já foram feitas 18 trombólises. Ou seja, a tendência é que o índice continue crescendo. O Hospital Roberto Santos é, oficialmente, um Centro de Referência de Alta Complexidade em Neurologia, de acordo com resolução publicada no Diário Oficial do Estado (DOE-BA) em outubro passado. Com a abertura, em 2017, da unidade de terapia intensiva (UTI) neurológica – a primeira especializada desse tipo na Bahia –, a instituição passou a oferecer toda retaguarda para pacientes com demandas de neurologia, sejam elas clínicas ou cirúrgicas. “Hoje, absorvemos mais de 80% da demanda neurológica da Bahia e esse é um dado bem importante se consideramos o fato de que hospitais vocacionados têm condições de salvar mais vidas. No caso do tratamento de AVC, por exemplo, o ganho social de cada indivíduo que retorna às suas atividades sem sequelas é incalculável, afinal estamos falando da segunda principal causa de morte no Brasil e uma das maiores responsáveis por incapacitação e invalidez no mundo”, avalia o diretor-geral do HGRS, José Admirço Lima Filho.

23 de janeiro de 2018, 13:45

BRASIL ‘Nós vamos enfrentar e derrotar o PT’, afirma Alckmin

Foto: Divulgação

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB)

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) disse nesta terça-feira, 23, que vai derrotar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e qualquer outro candidato petista na disputa presidencial deste ano. Sobre o julgamento do petista, que ocorre nesta quarta-feira, 24 em Porto Alegre, o tucano evitou declarar preferências por resultado. “Decisão judicial se respeita. Eu não tenho detalhes da questão jurídica nem sou da área do Direito”, afirmou, durante inauguração da estação Higienópolis-Mackenzie, da Linha 4-Amarela do Metrô. “Eu aguardo a decisão da Justiça, qualquer que for”. “Agora, nós vamos enfrentar e derrotar o PT, seja quem for o candidato. Concorrente não se escolhe. Estamos preparados para enfrentá-los”, declarou o governador. Ao chegar à estação por volta das 10h, Alckmin foi recebido sob protesto do Movimento Passe Livre (MPL), que pede a revogação do aumento da tarifa de ônibus, metrô e trem. Estava presente ainda na agenda o prefeito em exercício de São Paulo, Bruno Covas. Quando as portas da estação abriram para a entrada de Alckmin e das autoridades, 15 manifestantes gritaram frases de protesto, abriram uma faixa “4 reais nunca” e tentaram entrar. Houve confusão e empurra-empurra. Além dos seguranças da ViaQuatro, concessionária responsável pela operação da Linha 4-Amarela, dois homens que aguardavam Alckmin empurraram os manifestantes e tentaram puxar a faixa do grupo. Na confusão, o grupo foi expulso e barrado por seguranças que bloquearam a entrada na Rua da Consolação. O valor da passagem do transporte público subiu este ano de R$ 3,80 para R$ 4 na capital paulista.

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2018, 13:30

ECONOMIA Meirelles: política de comércio de Trump não deve ter grande efeito sobre Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que as políticas de comércio propostas pelo governo de Donald Trump nos Estados Unidos não devem ter grande efeito sobre a economia brasileira. “No caso do Brasil, não temos problema diretamente com as políticas do governo Trump”, disse Meirelles em entrevista ao canal norte-americano CNBC e que foi postada no Twitter da emissora. Mas o ministro da Fazenda afirmou que esse tipo de política protecionista se mostrou errada no passado brasileiro. “O Brasil no passado tentou e implementou reformas de cunho protecionista, mas essas medidas se provaram equivocadas.”

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2018, 13:15

BRASIL Dilma diz que oposição quer ‘aniquilar’ Lula por ele estar em primeiro em pesquisas

Foto: Estadão

Dilma Rousseff em evento organizado por mulheres do PT, em Porto Alegre, um dia antes do julgamento do ex-presidente Lula

A ex-presidente Dilma Rousseff afirmou nesta terça-feira, 23, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “está sendo condenado mesmo sendo inocente” e que ele tem sido “perseguido sem perdão” pela Justiça. “Enquanto isso, outros (políticos) com gravações e malas de dinheiro estão protegidos e não estão submetidos à Justiça e podem disputar as eleições”, criticou. Durante ato promovido pelas mulheres do PT, em Porto Alegre, Dilma também disse que Lula “não é um radical”, e sim “uma pessoa que não negocia suas convicções”. “O lado dele é o povo”, declarou do alto de um carro de som colocado em frente à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Inicialmente, ela discursaria no auditório da Assembleia, porém uma queda de energia elétrica impossibilitou que a manifestação ocorresse na área interna do prédio. Dilma afirmou ainda que, por causa da sua crescente popularidade, “antes Lula tinha que ser destruído, agora tem que ser aniquilado”. “É um processo de perseguição política”, disse sobre o caso do triplex do Guarujá. Durante ato promovido pelas mulheres do PT, em Porto Alegre, Dilma também disse que Lula “não é um radical”, e sim “uma pessoa que não negocia suas convicções”. “O lado dele é o povo”, declarou do alto de um carro de som colocado em frente à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Inicialmente, ela discursaria no auditório da Assembleia, porém uma queda de energia elétrica impossibilitou que a manifestação ocorresse na área interna do prédio. Dilma afirmou ainda que, por causa da sua crescente popularidade, “antes Lula tinha que ser destruído, agora tem que ser aniquilado”. “É um processo de perseguição política”, disse sobre o caso do triplex do Guarujá.

Estadão

23 de janeiro de 2018, 13:00

BRASIL Para Temer, julgamento de Lula mostra ‘instituições funcionando’

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Michel Temer

O julgamento do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva mostra que as instituições brasileiras estão “funcionando com tranquilidade”. A avaliação é do presidente Michel Temer, que nesta terça-feira, 23, desembarcou em Zurique e, amanhã, 24, segue para o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. Sua participação, porém, coincide com o julgamento do ex-presidente, em Porto Alegre, nesta quarta-feira, 24, pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4). Ainda que empresários e organizadores tenham declarado ao Estado que estarão com um olho em Davos e outro no tribunal brasileiro, Temer insiste que não há risco de “mal-estar”. “Não acredito que isso ocorra. Não vai causar mal-estar nenhum. É natural”, disse, ao entrar em seu hotel em Zurique. “Isso significa que as instituições brasileiras estão funcionando e funcionando com toda a tranquilidade, o que naturalmente dá muita segurança para quem quer investir no País”, disse Temer. O presidente indicou que sua esperança é de que, com sua participação em Davos, “os investidores se interessem cada vez mais pelo Brasil”. Entre os organizadores, não se esconde o fato de que tão importante quanto ouvir a mensagem de Temer nesta quarta será saber o que ocorrerá em Porto Alegre, 10,5 mil quilômetros de distância de Davos. Em declarações ao Estado, o presidente do Fórum, Borge Brende, insistiu na semana passada que o empresariado internacional aposta no fato de que 2018 será um ano de recuperação para a economia brasileira. Mas ele também admitiu que o julgamento de Lula é “uma incógnita”. Sua avaliação é a mesma traçada por diversos outros organizadores consultados pelo Estado. Davos, porém, deixa claro que colocou o palco para que as autoridades brasileiras possam dar suas versões do que ocorre no País. Numa delas, Temer, empresários e banqueiros falarão sobre a tarefa de “moldar a nova narrativa do Brasil”. Organizadores do evento admitiam que sabiam da coincidência das datas. Mas, não por acaso, o principal discurso de Temer em Davos ocorre na manhã desta quarta-feira, quando o processo de Lula no Brasil nem mesmo terá sido iniciado.

Estadão