19 de maio de 2018, 11:43

MUNDO Não há brasileiros entre vítimas de avião em Cuba

Não há notícias de brasileiros entre as vítimas da queda do avião em Havana, informou o Itamaraty em nota na noite de ontem. A embaixada em Cuba segue acompanhando a situação. O governo brasileiro prestou condolências às famílias das vítimas do acidente. A aeronave, um Boeing 737 da empresa Cubana de Aviación, caiu no início da tarde de ontem logo após decolar do aeroporto de Havana. Segundo a Agência Cubana de Notícias (ACN), havia 110 pessoas a bordo, dos quais três sobreviventes, em estado crítico.

Estadão Conteúdo

19 de maio de 2018, 11:28

BRASIL Álvaro Dias e Amoêdo largam na frente em arrecadação por vaquinha virtual

Foto: Estadão

Senador Alvaro Dias (PSDB-PR)

O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) e o empresário João Amoedo (Partido Novo) largaram na frente e foram os dois únicos presidenciáveis a lançarem plataformas de arrecadação por vaquinha virtual nesta semana, a primeira em que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou pré-candidatos a começarem a arrecadar por essa modalidade. Até a manhã deste sábado, os dois tinham arrecadado juntos R$ 82.295. Pré-candidatos estão autorizados a arrecadarem por vaquinha virtual (crowdfunding) desde a última terça-feira, 15 de maio. Para isso, precisam contratar uma empresa autorizada pela Justiça Eleitoral. Até esta sexta-feira, o TSE já havia credenciado 33 companhias especializadas em financiamento coletivo. O dinheiro, porém, só poderá ser usado após o registro oficial da candidatura em agosto. Quem não oficializar, terá de devolver os recursos aos doadores. As doações estão sendo feitas preferencialmente por cartão de crédito e de débito. O limite diário por pessoa é de R$ 1.064. Os recursos doados, contudo, não vão em sua totalidade para o pré-candidato ou legenda. Do valor doado, são descontadas duas taxas: a cobrada pela administradora do cartão, que pode superar 5% do valor do gasto, e a da empresa do crowdfunding, que pode ser um valor fixo por todo o serviço ou contribuição por cada doação. Leia mais no Estadão.

Estadão

19 de maio de 2018, 11:12

BAHIA Novo Hospital Prado Valadares vai duplicar oferta de atendimento para região de Jequié

O novo Hospital Geral Prado Valadares (HGPV) vai oferecer atendimentos de alta e média complexidade. A unidade que será inaugurada, na manhã desta segunda-feira (21), pelo governador Rui Costa, vai oferecer à população de Jequié e mais 27 municípios da região as seguintes especialidades: Clínica Médica, Pediatria, Cirurgia Geral, Psiquiatria, Neurocirurgia, Bucomaxilo, Traumato-Ortopedia, UTI Adulto, Traumato-Ortopedia, além de Bioimagem. As mudanças devem resultar em número de atendimento quase duas vezes maior, chegando a uma média de 130 mil pacientes por ano. O novo HGPV já começa a funcionar, na terça-feira (22), oferecendo ainda Serviço de Urgência e Emergência (adulto e pediátrica) durante as 24 horas. Com a duplicação, o hospital se torna o maior do interior do estado, com a oferta de um total de 276 leitos. Já a área construída cresceu de 8 mil metros quadrados para mais de 14 mil metros quadrados.

19 de maio de 2018, 10:57

SALVADOR Travessia Salvador-Mar Grande opera sem restrições; Morro de São Paulo com embarque intenso

Após passar os últimos cinco dias fazendo paradas por causa da maré baixa, a travessia marítima do sistema Salvador-Mar Grande opera sem restrições neste sábado (19) e registra movimento de passageiros tranquilo no Terminal de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, e também no Terminal Náutico, no Comércio. Os usuários encontram embarque sem filas e saídas a cada 30 minutos nos terminais. Oito embarcações estão em tráfego e operam em boas condições de navegação na Baía de Todos Os Santos, que tem mar calmo e ventos fracos nesta manhã. A travessia atenderá até as 20h, quando será feita a última viagem saindo de Salvador. No sentido inverso, o último horário saindo do Terminal de Vera Cruz será às 18h30. A linha marítima Salvador-Morro de São Paulo também opera sem restrições e registra intenso movimento de embarque devido à Festa LGBT que está acontecendo neste final de semana no Morro. Todos os horários saindo do Terminal Náutico ocorrem hoje com lotação completa, o mesmo acontecendo neste domingo (20). Já saíram catamarãs às 8h30, 9h e as próximas saídas ocorrem às 10h30, 13h e 14h30. As saídas de Morro de São Paulo ocorrem às 9h, 11h30, 13h e 15h. A passagem custa R$ 95,20 e a viagem direta de catamarã dura entre duas horas e duas horas e 20 minutos.

19 de maio de 2018, 10:42

BRASIL Falta de recursos ameaça o programa Minha Casa Minha Vida

Foto: Divulgação

O governo gasta por ano R$ 16 bilhões para manter 56 setores com a desoneração

Enquanto o presidente Michel Temer aproveita as entregas de moradias do Minha Casa Minha Vida como palanque, o orçamento do programa de habitação popular corre o risco de ficar sem recursos para a construção de nenhuma moradia destinada às famílias mais pobres, que ganham até R$ 1,8 mil por mês. Na reunião da semana passada da junta orçamentária – que reúne os ministros da Fazenda, do Planejamento e da Casa Civil – foi avisado que, se o governo não conseguir reduzir as despesas obrigatórias, como pagamento de salários, previstas para o ano que vem, será preciso cortar uma série de programas sociais e proibir qualquer contratação com impacto fiscal, como as casas do programa, cujo subsídio chega a 90%. Para contornar essa situação, os ministros da junta propuseram dar prioridade para a aprovação do projeto que acaba com a desoneração da folha de pagamento para alguns setores e adiar o reajuste dos servidores previsto para entrar em vigor em janeiro. Como adiantou o Estadão/Broadcast, a equipe econômica aceita que um número de setores maior fique fora do aumento da carga tributária. O governo gasta por ano R$ 16 bilhões para manter 56 setores com a desoneração. Se conseguir adiar o reajuste de cerca de 370 mil servidores previsto para o ano que vem, seriam economizados R$ 5 bilhões. Faixa 1,5. As 50 mil unidades adicionais do MCMV anunciadas esta semana pelo presidente Michel Temer serão direcionadas exclusivamente à faixa 1,5 do programa – que atende famílias com renda de até R$ 2,6 mil e tem até 30 anos para pagar. Nessa faixa, o FGTS financia 90% do valor e o governo arca com os 10% restantes. A expectativa é que as novas unidades prometidas para este ano custem até R$ 250 milhões ao Tesouro Nacional. Ao todo, para todas as faixas, o governo se comprometeu a começar a construção de 600 a 700 mil moradias do programa. No ano passado Temer já descumpriu a meta de contratar 170 mil moradias para os mais pobres. O governo iniciou a construção de apenas 23 mil moradias em 2017, apenas 13,5% da meta.

19 de maio de 2018, 10:27

ECONOMIA Risco País do Brasil é o que mais sobe entre emergentes

Os investidores internacionais passaram a exigir maiores prêmios dos mercados emergentes e o Brasil foi um dos países mais afetados. O Credit Default Swap (CDS), um derivativo de crédito que protege contra calotes na dívida soberana, do País foi o que mais subiu esta semana entre os principais mercados, mostram dados da Markit. O papel de cinco anos do Brasil registrou alta de 13 pontos desde segunda-feira (14), superou os 200 pontos e era negociado ontem (18) a 203,5 pontos, nível mais alto desde setembro de 2017. O CDS da Turquia era outro que subia fortemente, a 280 pontos, mas na semana o aumento foi de cinco pontos. O papel da Argentina, que no auge da atual crise de confiança que afeta o país, chegou a superar os 400 pontos na semana passada, ontem (18) operava em 354 pontos, dois a menos que no início da semana. O papel da África do Sul era negociado a 178 pontos, aumento de seis pontos na semana. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadão Conteúdo

19 de maio de 2018, 10:03

MUNDO Príncipe Harry e Meghan Markle são declarados marido e mulher por arcebispo

Harry e Meghan Markle se casaram neste sábado, 19, no altar da capela de St. George, em Windsor, felizes, sorrindo um para o outro e olhando nos olhos, enquanto uma soprano cantava uma obra de Handel para celebrar a união, diante de centenas de convidados famosos e milhões de espectadores ao redor do mundo. A atriz americana caminhou pelo corredor acompanhada em parte do caminho pelo príncipe Charles e por 10 crianças, incluindo o príncipe George, de 4 anos, e a princesa Charlotte, de 3 anos, filhos do príncipe William e de Kate Middleton. O elegante vestido branco de Markle, projetado pela designer britânica Clare Waight Keller, tem uma gola canoa e é feito de seda. O véu vem até a cintura na parte da frente e ondula na parte de trás como uma calda, por muitos metros. O Príncipe Harry e seu irmão e padrinho príncipe William vestiam um traje militar formal e escuro, com luvas brancas. Harry manteve sua barba ruiva intacta. Enquanto eles estavam no altar, Harry disse a Meghan: “Você está incrível”. O arcebispo de Canterbury, Junstin Welby, declarou Harry e Markle marido e mulher. Ele fez a proclamação após o casal jurar amor até que a “morte os separe” e trocar as alianças. Harry e Markle estão oficialmente casados e agora podem ser chamados de duque e duquesa de Sussex.

AFP/Estadão

19 de maio de 2018, 09:48

BRASIL Forças Armadas e polícias iniciam operação com 3.500 homens no Rio

Uma operação noturna das Forças Armadas, em cooperação com as polícias Militar e Civil, deflagrada na noite desta sexta-feira (18), cercou uma das regiões mais conflagradas por uma guerra entre traficantes e milicianos, na zona oeste do Rio. Foram deslocados para a Praça Seca quase 3.500 agentes de segurança, sendo 2.800 homens das Forças Armadas, 400 policiais militares e 240 policiais civis. A informação foi divulgada em nota pela assessoria do Comando Militar do Leste (CML), pouco antes das 23h. “O Comando Conjunto, em apoio à Secretaria de Estado de Segurança, deflagrou, nesta noite, operação nas comunidades do Bateau Mouche, Caixa D’Água, Chacrinha, Mato Alto, Barão (José Operário), Covanca e Pendura-Saia, todas na região da Praça Seca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A ação envolve cerco, estabilização dinâmica da área e remoção de barricadas. Revistas seletivas de pessoas e veículos também são realizadas”, destacou o CML. Segundo a nota da assessoria, a Polícia Militar bloqueia vias de acesso às comunidades e apoia as ações de estabilização dinâmica. A Polícia Civil realiza a checagem de antecedentes criminais e cumpre mandados judiciais, “condicionada às restrições constitucionais à inviolabilidade do lar”. Ruas e avenidas da região foram interditadas, por motivos de segurança, e o espaço aéreo poderá ser controlado, se necessário, a aeronaves civis, sem interferência nos aeroportos. Segundo o CML, a operação visa a beneficiar 150 mil moradores das áreas abrangidas pela operação.

Agência Brasil

19 de maio de 2018, 09:35

SALVADOR Prefeitura monta plano de contingência para paralisação dos rodoviários

Foto: Divulgação

Categoria promete paralisação para este domingo (20)

Em função da paralisação dos rodoviários, programada para amanhã (20), a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) montou um plano de ação para suprir a demanda de transporte da população. Assim, os 300 micro-ônibus do Sistema de Transporte Especial Complementar (STEC) serão autorizados a operar em roteiros nos grandes corredores da cidade, tais como avenida Silveira Martins, Castelo Branco, Cajazeiras, Boca da Mata, Suburbana, orla e centro. Vale reforçar que, por se tratar de uma operação especial, os veículos do STEC vão operar como reguladores, compondo, assim, itinerários flexíveis, de acordo com a demanda. Além dos ônibus do Stec, a Semob autorizou também, em caráter excepcional, a operação de veiculos do Transporte Escolar cadastrados no órgão. A paralisação total do serviço representa o descumprimento de obrigação essencial dos contratos de concessão, estando as concessionárias sujeitas à multa no valor total de R$1.120.000 por cada dia paralisado, dividido entre as três empresas. Com referência à possibilidade de greve geral, anunciada para a próxima quarta-feira (23), a Prefeitura vem dialogando com o Sindicato dos Rodoviários e com os empresários no intuito de que seja feito um acordo para evitar a paralisação.

19 de maio de 2018, 09:21

BRASIL ‘Contra boato não tem como se defender’, diz Figueiredo Basto

O advogado Antonio Figueiredo Basto negou a acusação de cobrança de “proteção” feita pelos doleiros Vinícius Claret, o “Juca Bala”, e Cláudio de Souza, conhecido como “Tony” ou “Peter”. “É um boato que você joga no ar. Todo mundo hoje neste País adora atacar a honra do outro”, disse. “Contra boato não tem como se defender”, completou Basto. O advogado afirmou que nunca teve qualquer tipo de contato com Claret, Souza nem com o doleiro Dario Messer. Segundo ele, os contatos eram feitos por meio de Enrico Machado. “O Enrico era o contratador”, disse. Basto afirmou ainda que “não faz o menor sentido” a acusação feita pelos doleiros, já que a delação de Alberto Youssef – a quem chama de “Beto” – intermediada por ele foi em 2003 e 2004, enquanto a contratação para defender Messer ocorreu somente em 2005. Segundo ele, Messer foi citado na delação de Youssef, o que contraria a suspeita de venda de “proteção” em delações. “Pega a delação do Beto (Youssef) no Banestado e veja de quantas pessoas ele falou. Falou do próprio Dario (Messer). Eu fiz o acordo. Não faz sentido uma leviandade dessas”, disse. Basto citou ainda a prisão de Rosane, mulher de Messer, em 2009, como argumento de que não poderia ter vendido “proteção” ao doleiro, já que a mulher dele foi alvo de operação da Polícia Federal. “O que me chama atenção é que em 2009 a Rosane foi presa e me contratou.” Leia mais no Estadão.

19 de maio de 2018, 09:08

BRASIL Tucano tem boa relação com MG, afirma Anastasia

Pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, o senador Antônio Anastasia disse que pretende fazer “muitas caminhadas pelo Estado” com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, pré-candidato tucano à Presidência da República. “O governador Alckmin tem com Minas uma relação muito próxima, não só pela ascendência familiar, pois seu avô é mineiro, mas porque tem uma identidade com o Estado”, disse ele, na cidade mineira de Poços de Caldas. Anastasia e Alckmin, presidente nacional do PSDB, se encontraram ontem (18) à noite em um hotel para discutir estratégias de campanha no Estado. Ao chegar para a reunião, o ex-governador de São Paulo foi alvo de protestos de manifestantes que disseram ser “da sociedade livre” e seguravam cartazes com os dizeres “cadê o dinheiro da merenda” e “governador que agride professor” e gritavam palavras de ordem, como “golpista”. Alckmin não falou com a reportagem. Anastasia disse que o PSDB “sabe a importância” de um bom resultado eleitoral em Minas após o desempenho do partido na última eleição. Em 2014, os candidatos do PSDB à Presidência, Aécio Neves, e ao governo do Estado, Pimenta da Veiga, foram derrotados em Minas, ambos por concorrentes petistas. Anastasia disse que o senador tucano Aécio Neves não será candidato à reeleição em outubro. “O Aécio não será. Ainda estamos discutindo os nomes, mas não vai ser ele”, disse. Perguntado sobre os motivos da desistência de Aécio de tentar um novo mandato no Senado, ele respondeu apenas que “não vai ser”, sem dar mais detalhes. Sobre a possibilidade de o senador tucano concorrer à Câmara dos Deputados, Anastasia disse que essa possibilidade “está sendo considerada”.

Estadão Conteúdo

19 de maio de 2018, 08:52

BRASIL Advogado de delatores é acusado de cobrar propina

Foto: Aniele Nascimento/AGP

Figueiredo Basto durante entrevista como defensor de Alberto Youssef, em 2015

Os doleiros Vinícius Claret, conhecido como “Juca Bala”, e Cláudio de Souza, acusados de integrar o esquema comandado pelo “doleiro dos doleiros” Dario Messer, disseram em delações feitas ao Ministério Público Federal que entre 2006 e 2013 pagaram mensalmente uma “taxa de proteção” de US$ 50 mil (cerca de R$ 186 mil ao câmbio atual). O dinheiro, conforme os relatos, era entregue ao advogado curitibano Antonio Figueiredo Basto e um colega dele cujo nome não foi informado. O advogado é considerado um dos maiores especialistas do Brasil em colaborações premiadas. Ele nega a acusação e afirmou que nunca teve qualquer tipo de contato com Claret, Souza nem com o doleiro Dario Messer. Na Lava Jato, Figueiredo Basto foi o responsável por negociações e acordos de delação de Lúcio Funaro, Renato Duque, Ricardo Pessoa, entre outros. Em 2004, intermediou o primeiro acordo no modelo atual do País no caso do Banestado, em nome do doleiro e Alberto Youssef – também pivô da Lava Jato –, e homologado pelo juiz Sérgio Moro. Segundo Claret e Souza, Enrico Vieira Machado, considerado peça-chave no esquema de Messer, passou a exigir entre 2005 e 2006 o pagamento de US$ 50 mil mensais pela “proteção” de integrantes do esquema. Conforme Claret, Enrico prometia segurança em relação ao “Ministério Público” e à “Polícia Federal”. Fontes com acesso ao caso disseram que a “proteção” seria relativa a futuras delações no caso Banestado. Leia mais no Estadão.

Estadão

19 de maio de 2018, 08:39

BRASIL ‘Estatuto do Desarmamento não é coisa congelada no éter’, diz coordenador de Segurança de Alckmin

Responsável pelo programa de segurança pública da campanha presidencial do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), o economista Leandro Piquet Carneiro defende mudanças pontuais no Estatuto do Desarmamento, mas rejeita facilitar que a população se arme. Piquet também defende a municipalização da segurança pública, mas sem aumento direto de transferência de recursos. Para ele, é necessário que o gestor tenha metas de redução da criminalidade plurianuais.  Leia entrevista completa no Estadão.

19 de maio de 2018, 08:27

BRASIL Na rotina de Dirceu, duas horas de banho de sol e quatro refeições

Foto: Facebook/Reprodução

O ex-ministro José Dirceu (Casa Civil/Governo Lula)

Em sua rotina na penitenciária da Papuda, onde chegou às 14h40 de sexta-feira, 18, o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil/Governo Lula) terá direito a duas horas de banho de sol e quatro refeições diárias – café da manhã, almoço, jantar e lanche noturno. O petista começou a cumprir sua pena de 30 anos, nove meses e 10 dias, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e pertinência à organização criminosa no esquema de corrupção da Petrobrás. A força-tarefa da Operação Lava Jato acusou Dirceu de receber parte das propinas da empreiteira Engevix à Diretoria de Serviços da estatal entre 2005 e 2014. O ex-ministro teria levado R$ 10,2 milhões. Zé Dirceu foi recolhido no bloco 5 do Centro de Detenção Provisória (CDP), segundo a Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (Sesipe). De acordo com a Sesipe, ‘o bloco 5 do CDP reúne internos que, legalmente, possuem direito de custódia em locais específicos, como ex-policiais, idosos, políticos, além de custodiados com formação de ensino superior’. “A cela onde José Dirceu permanecerá é coletiva, com tamanho aproximado de 30 metros quadrados. O local conta com camas do tipo beliche, chuveiro e vaso sanitário”, informou a subsecretaria. Zé Dirceu, fundador do PT, foi o ministro mais poderoso do primeiro governo Lula, mas acabou condenado no processo do Mensalão – 7 anos e onze meses de reclusão por lavagem de dinheiro – em 2013. Durante alguns meses, o ex-ministro cumpriu pena na Papuda, para onde retornou nesta sexta, 18, agora prisioneiro da Lava Jato.

Estadão

19 de maio de 2018, 08:14

BAHIA MPF/ES recomenda que ANTT não aceite valores propostos pela Eco101 para instalação de radares

O Ministério Público Federal (MPF) no Espírito Santo recomendou à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que não aceite os valores propostos pela concessionária Eco101 para implantação, manutenção e operação de radares no trecho da BR-101 entre Espírito Santo e Bahia. Na visão do MPF/ES, os valores propostos pela concessionária estão superestimados e são incompatíveis com o mercado. O procurador da República André Pimentel Filho, que assina a recomendação, determinou prazo de cinco dias para que o diretor-geral da ANTT, Mário Rodrigues Júnior, se manifeste quanto ao cumprimento ou não do pedido do MPF/ES. De acordo com estimativa de custos enviada pela Eco101 à ANTT, os valores para a instalação e operação de 41 radares seriam de aproximadamente R$ 70 milhões para cinco anos e R$ 287 milhões para todo o período de concessão. A consideração desse custo levará o reajuste da tarifa de pedágio de -0,8% para 5,47%. No entanto, dados técnicos revelam que os custos estão muito superiores aos estudos apresentados para outras rodovias, como é o caso da BR-364/365/MG/GO, cuja previsão para implantação e operação de 34 radares fixos por um período de 30 anos foi orçada em R$ 26,9 milhões (aproximadamente). Na recomendação, o MPF/ES ponderou, ainda, que esta não é a primeira vez que a Eco101 faz uma proposta superestimada de obras e serviços. Na proposta de reajuste pela aplicação da Lei do Caminhoneiro, a empresa calculou um aumento de custo de manutenção de pavimento chegando a R$ 492 milhões, quando a ANTT encontrou R$ 106 milhões, valor que ainda foi reduzido por determinação do TCU.