4 de maio de 2008, 10:04

Peemedebista diz que, com saída do PT do governo, Câmara deve reinvestigar caso Neylton

Depois das contundentes alegações finais apresentadas pelo Ministério Público sobre o crime que vitimou o ex-servidor Neylton Souto, da secretaria municipal de Saúde, e do desembarque do PT da administração municipal, o vereador Alan Sanches (PMDB) acha que a Câmara tem a obrigação de reabrir o caso.

“Tentamos instalar a CEI (Comissão de Inquérito) para apurar essas irregularidades. Acredito que com a saída do PT, que deixou a saúde destruída, deveríamos esclarecer estes fatos”, afirma Sanches, que está requerendo à secretaria  informações sobre todos os contratos feitos pela pasta com a UFBa e outras instituições.

4 de maio de 2008, 09:44

Evento em São Paulo para 1.500 convidados lança Festa de São João baiano

O governador Jaques Wagner (PT) e deputados baianos já confirmaram presença na grande festa junina para 1.500 convidados que a Secretaria de Turismo e a Bahiatursa – em parceria com a CVC – realizam terça-feira em São Paulo. O evento marca o lançamento da “Festa de São João da Bahia” como um produto turístico nacional. Estarão presentes também os secretários Domingos Leonelli (Turismo) e Márcio Meirelles (Cultura), o assessor de comunicação Robinson Almeida, os deputados federais Mão Branca (PMDB), Lídice da Mata (PSB), Edson Duarte (PV, Daniel Almeida (PCdoB) e o deputado estadual Capitão Tadeu (PSB), além de prefeitos baianos das localidades onde o São João faz e acontece.

4 de maio de 2008, 09:38

Geddel e ACM Neto negociam apoio recíproco no segundo turno, diz Veja

Sob o sugestivo título “Dormindo com o inimigo”, a Veja desta semana tasca: “Parecia impossível uma aliança entre o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, e o carlismo, mas eles negociam apoio recíproco para o segundo turno da eleição em Salvador. Geddel, do PMDB, já teve duas conversas com o candidato a prefeito pelo DEM, Antonio Carlos Magalhães Neto. Os encontros ocorreram depois que o PT, até então aliado preferencial do PMDB, preferiu lançar um nome à disputa, em vez de apoiar a reeleição do peemedebista João Henrique.” Em tempo: ilustra a nota uma foto, provavelmente de arquivo, de um ministro visivelmente contente.

4 de maio de 2008, 09:28

Manchetes do dia

- A Tarde:  Lei defasada agrava trânsito em Salvador

- Correio da Bahia:  PAC na Bahia tem 90% de obras atrasadas

- JB: O poderoso Meirelles

- Folha: Violência é o principal medo dos paulistanos

- Estadão: Governo analisa restrição à entrada de dólar especulativo

- Globo: Eleições terão recorde de impugnações no Rio

- Gazeta Mercantil: Grau de investimento atrairá recurso externo

- Correio: Papeleiras mudam a paisagem gaúcha

- Valor: Setor privado já corta custos com o grau de investimento

- Veja: A escolha de Ronaldo

- Época: O que o “grau de investimento” significa para o Brasil – e para você

- IstoÉ: Exclusivo – Sexo, política e dinheiro

- IstoÉ Dinheiro: Grau de investimento – O Brasil tem a força

- Carta Capital: Vale tudo entre tucanos e petistas

- Exame: O homem forte da supertele

3 de maio de 2008, 13:26

Crise no PSB: Aliados de Lídice acham que Thomé de Souza usa Mascarenhas contra sua pré-candidatura

O comando do PSB baiano está convencido de que o prefeito João Henrique e seu partido, o PMDB, estão por trás da operação que reforçou politicamente o presidente dos socialistas em Salvador, Paulo Mascarenhas, fazendo com que ele elegesse, num Congresso extraordinário, mais delegados do que o grupo da deputada federal Lídice da Mata ao Congresso Estadual que escolherá a nova direção da legenda no Estado.

Além de presidente estadual do PSB, Lídice é pré-candidata do partido à Prefeitura e este seria o motivo porque liderados dela acreditam que a parlamentar passou a sofrer uma tentativa de contestação no comando da legenda. Entre estes setores, a análise mais frequente é a de que Lídice teve forte papel na mudança da correlação de forças no campo municipal, ao jogar o peso de sua liderança contra o prefeito.

Com um discurso contundente contra a decisão de João Henrique de votar o PDDU, a deputada trabalhou abertamente contra o projeto na Câmara Municipal, emplacou a melhor manchete contra ele ao dizer que o prefeito “deu uma guinada à direita” ao aprová-lo e depois foi ungida pré-candidata pelos socialistas, numa atitude que acabaria influindo também na atitude do PT de romper com a administração.

Por todas estas razões, afirmam seus aliados, a pré-candidatura de Lídice estaria na mira do Thomé de Souza e, particularmente, do prefeito João Henrique, que teria identificado em Paulo Mascarenhas a chance de lhe dar o troco. Mascarenhas foi secretário de Emprego e Renda da Prefeitura, indicado por Lídice, em substituição ao atual secretário estadual de Turismo, Domingos Leonelli, até o rompimento do PSB com o prefeito.

Considerado competente e articulado, o novo secretário teria ganho rapidamente, primeiro, a simpatia do prefeito e, em seguida, a do PMDB, obtendo um grau de autonomia que logo teria incomodado a líder socialista. Sob estas condições, consolidaram-se as divergências entre ele e o grupo dela quanto à forma de rompimento com a administração, gerando, inclusive, um clima de inimizade pessoal.

3 de maio de 2008, 13:24

Crise no PSB: Mascarenhas encontra defensores no partido

Aliados do presidente estadual do PSB, Paulo Mascarenhas, contestam a tese de que ele teria recebido uma “mãozinha” do prefeito João Henrique e do PMDB para fazer frente à liderança de Lídice da Mata no partido. Para eles, se a ajuda tivesse sido prestada, Mascarenhas teria feito não a maioria, mas a totalidade dos delegados à convenção estadual que escolherá o novo presidente estadual dos socialistas.

“Nós não ganhamos. Eles (o grupo de Lídice) é que perderam. Se o PMDB tivesse se envolvido na disputa interna do PSB nós teríamos tido um resultado mais expressivo no Congresso extraordinário que elegeu os delegados”, diz uma liderança do PSB que uniu-se ao presidente municipal do partido na disputa pela eleição dos delegados com o objetivo de tirar o partido “da camisa de força que Lídice teria lhe vestido”.

A mesma fonte diz ter quase certeza de que são maiores as chances de Mascarenhas estar insurgindo-se contra Lídice por questões pessoais do que com objetivos políticos. “Quem já foi liderado de Lídice e Leonelli sabe que eles têm um sistema quase ditadorial de liderança, motivo até de comparações constantes entre ela e ACM. Esse rapaz (Mascarenhas) deve ter comido o pão que o diabo amassou na mão dos dois”, acrescenta.

Para ilustrar o perfil da dupla, a mesma fonte refere-se a episódio recente, posterior ao rompimento do PSB com a Prefeitura e ao anúncio da saída de Mascarenhas da secretaria municipal de Emprego, em que a mulher dele teria sido demitida da secretaria estadual de Turismo, comandada por Leonelli, segundo noticiou a coluna Raio Laser, da Tribuna da Bahia. Na época, o fato foi imediatamente negado por Mascarenhas.

3 de maio de 2008, 13:13

Petistas duvidam de que Wagner consiga resolver conflito no partido

À exceção do grupo que apóia a pré-candidatura de Walter Pinheiro, apontado como o preferido da cúpula petista, aqueles ligados aos demais pré-candidatos acharam assim…, como uma surpresa “legal”, o anúncio de que o governador Jaques Wagner vai entrar em campo para buscar uma solução consensual para a escolha do nome à Prefeitura de Salvador. ”O governador é sempre o governador”, diz o representante de um deles, assinalando, entretanto, que a iniciativa teria mais chances de sucesso se tivesse sido tomada “lá atrás, há cerca de oito meses”.

3 de maio de 2008, 11:33

Moradores de Travessa “comemoram descaso” da Sumac com bolo e guaraná e ainda chamam superintendente para apagar as velinhas

Os moradores da 2ª Travessa do Gama, no Caminho de Areia, Cidade Baixa, anunciam que irão fazer uma comemoração logo mais pelo que chamam de “segundo aniversário do descaso da Superintendência de Manutenção e Conservação da Cidade (SUMAC)” com a rua. Através da Sociedade Beneficente e Cultural da Península de Itapagipe (SOBECUPI), eles encaminharam um documento à Superitendência, registrado sob o protocolo nº 1293/2006, solicitando a recuperação da pavimentação asfáltica em virtude das crateras que se abriram por falta de manutenção, bocas-de-lobo entupidas e lixo – muito lixo. “Convidamos até o superintendente para a festa para ele apagar as duas velinhas”, ironiza um dos diretores da entidade.

3 de maio de 2008, 11:25

Seis estavam em bimotor que desapareceu

Seis pessoas viajavam num avião bimotor da empresa Aerostar que está desaparecido desde o final da tarde de ontem na região entre Itacaré e Ilhéus. Foram confirmados os nomes do piloto, Clóvis Redault de Figueiredo e Silva, do co-piloto, Leandro Veloso, e de mais quatro passageiros: Rick Every, Michael Hogess, Allan Campson e Shaw Lak Woodhl. Seriam empresários ingleses prospectando negócios na área.

3 de maio de 2008, 11:15

Geddel reclamou de secretário do governo a Wagner, diz Folha

A informação está na Folha de S. Paulo de hoje, sob o título Alerta: “Geddel Vieira Lima aproveitou o encontro com o aliado Jaques Wagner (PT) num fórum esta semana para reclamar dos ataques que um secretário do governador da Bahia fez ao PMDB. “Não respondi porque você estava no Exterior. Seria deselegante”, afirmou o ministro da Integração ao ‘colega’”.

3 de maio de 2008, 11:09

PMDB faz suspense sobre candidato em Irecê e petista fica em pânico

O PMDB deve decidir hoje, no 4º Encontro Regional, em Irecê, se lança candidatura própria ou se fecha aliança com o PT para apoiar o deputado estadual Zé das Virgens à Prefeitura da cidade – acordo praticamente fechado antes do rompimento entre o PT e a administração municipal em Salvador, que tornou conturbada a relação dos dois partidos. Aliados, em Irecê, desde 1996, o prefeito Joacy Dourado (PMDB) e o deputado Zé das Virgens (PT) ainda defendem a unidade. “O partido tem, pelo menos seis nomes interessados na disputa, além dos demais partidos da base aliada do governador. É isso tudo que temos que analisar, mas não posso deixar peemedebistas fortes de fora ” afirma Lúcio Vieira Lima, presidente Estadual do Partido demonstrando que a tendência é que a legenda lance candidato próprio, que deverá ser anunciado até o encerramento do Encontro, no domingo.

3 de maio de 2008, 10:51

Fórum de Entidades Negras vai acompanhar punições a coordenador de Medicina

O Fórum de Entidades Negras pretende acompanhar de perto as ações adotadas pela reitoria da UFBa contra o coordenador do curso de Medicina, Antonio Natalino Dantas, que responsabilizou o QI dos baianos pelo baixo desempenho da instituição no exame de avaliação de cursos Enade. O Fórum, que considerou as declaracões de Dantas racistas, tomou a decisão em reunião realizada ontem com a presença de cinco das entidades que congrega.

3 de maio de 2008, 10:10

Câmara Portuguesa homenageia embaixador de Portugal e Wagner no dia 9

O embaixador de Portugal no Brasil, Francisco Seixas da Costa, será um dos grandes homenageados pela Câmara Portuguesa de Comércio durante o II Seminário de Oportunidades de Negócios Brasil/Portugal, num reconhecimento da instituição a seu empenho pelo incentivo às relações comerciais entre o Estado e seu País. O jantar de homenagens acontece na noite do dia 9 de maio, no Eco Resort Praia do Forte. Além do embaixador e do governador Jaques Wagner (PT), também serão destaques o presidente do Grupo Bento Pedroso/Odebrecht, André Amaro, e o presidente do Grupo Lena/Liz construções na América Latina, Castelo Branco, representando as empresas que mais contribuíram com maiores investimentos para o comércio bi-lateral no ano de 2007.

3 de maio de 2008, 10:02

Vice-presidente do PV faz críticas à administração municipal

Uma ala do PV continua estocando a administração municipal. A propósito da passagem do 1º de maio, na última quarta-feira, o vice-presidente do partido em Salvador, Raimundo Cleto Bulcão, fez divulgar nota dizendo que a Prefeitura não deveria se incorporar às comemorações da data quando Salvador registra a marca de 387 mil desempregados na cidade. ”A Prefeitura de Salvador gasta milhões com propaganda enganosa para dizer que vai tudo bem na nossa cidade. Precisamos gerar oportunidades reais de trabalho para nossa população”, diz o texto, distribuído pela internet.

3 de maio de 2008, 09:52

Celsinho Cotrin rebate Paulo Mascarenhas

A propósito da disputa envolvendo o PSB baiano, este Política Livre recebeu de Celso Zallio, da chapa que disputou e perdeu para a de Paulo Mascarenhas a eleição ao Congresso extraordinário do partido, o seguinte comunicado:

“Estimado Raul Monteiro, na condição de vice-presidente da Executiva Municipal do PSB, diante das argumentações do presidente Paulo Mascarenhas, gostaria, em respeito aos leitores do seu blog, que vem se firmando como um dos mais bem informados sobre a política da Bahia, de prestar os seguintes esclarecimentos: 1. Quando se anuncia aos jornais a derrota de Lídice no Congresso Municipal - mesmo sem ela ter participado da chapa - o que se pretende, senão enfraquecer a sua pré-candidatura a prefeitura de Salvador? 2. Não houve vitória, porque a eleição estava completamente viciada por uma lista de inscritos no PSB – filiados - pela internet, e não regularizados há 60 dias com suas obrigações partidárias quitadas nesse prazo. 3. O Diretório Municipal de Salvador eleito legalmente e formado por 44 membros decidiu, contra a posição do seu presidente Paulo Mascarenhas, pela saída do Governo de João Henrique após a aprovação do PDDU, que favorece abertamente a especulação imobiliária; 4. Beira o ridículo a comparação com situações anteriores do PSB quando o grupo do ex-deputado Beto Lélis não acatou o resultado de um processo eleitoral absolutamente correto depois de proclamado o resultado, sem nenhuma contestação durante o processo. No caso de Salvador, o processo eleitoral foi impugnado antes da apuração dos votos.

Atenciosamente, Celso Zallio

Vice-presidente da Executiva Municipal do PSB”