12 de maio de 2008, 11:15

Advogado recebe título em Eunápolis ao lado de Waldir Pires e João Durval

Em solenidade logo mais às 15hs, na Câmara Municipal de Eunápolis, o advogado Antonio Roberto Prates Maia vai receber o título de cidadão do município junto com os ex-governadores Waldir Pires e João Durval. O título leva o nome de Eunápio Peltier de Queiroz. Prates Maia atuou de forma destacada como advogado em Eunápolis até voltar para Salvador. Antes de ser emancipado, Eunápolis integrava as cidades de Porto Seguro e Santa Cruz de Cabrália e hoje é um dos municípios mais prósperos do Extremo Sul da Bahia.

12 de maio de 2008, 11:05

Audiência discute projeto que regula perda de mandato por infidelidade

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados promove na quarta-feira uma audiência pública para discutir o projeto de Lei Complementar 124/07, que regulamenta os procedimentos para a cassação de mandato motivada por troca de partido, quando caracterizada a infidelidade partidária. De autoria do deputado Flávio Dino (PCdoB-MA), a proposta se baseia em decisão tomada pelo Tribunal Superior Eleitoral no ano passado, segundo a qual os mandatos eletivos pertencem aos partidos e não aos candidatos eleitos.

12 de maio de 2008, 10:24

Varela troca telefone a cinco meses da eleição

Políticos que tentaram justificar diretamente a Raimundo Varela a ausência no evento de lançamento de sua pré-candidatura a prefeito de Salvador pelo PRB, no último sábado, ficaram frustrados. O telefone do pré-candidato foi trocado.  A mudança levou a duas hipóteses, muito comentadas entre eles: ou Varela não suportou o provável assédio que passou a sofrer ou está muito confiante nas relações que possui a cinco meses das eleições.

12 de maio de 2008, 09:59

Mudança em critérios do Bolsa Família deve deixar Salvador em alerta

Com a decisão do Ministério do Desenvolvimento Social de aumentar as exigências para o repasse de recursos destinados à gestão do Bolsa-Família pelos municípios, 1.081 cidades perderão os recursos, segundo cálculos feitos na pasta. Importante fonte do Ministério avisa ao blog que a Prefeitura de Salvador deveria ficar atenta às mudanças, se não quiser que a cidade perca a inserção no programa.

12 de maio de 2008, 09:54

ACM Neto diz que possibilidade de entendimento com PMDB não é afronta

“Não é afronta. No momento político atual, qualquer tipo de diálogo não deve ser impedido”. É o que declara hoje em A TARDE o deputado federal ACM Neto, pré-candidato do DEM a prefeito de Salvador, ao comentar as declarações do governador Jaques Wagner (PT) considerando uma afronta ao presidente e ao seu governo uma eventual aliança entre DEM e PMDB em Salvador no segundo turno.  “Não acho que seria um crime um diálogo entre PMDB e DEM”, declara o parlamentar, lembrando que, por enquanto, existem apenas “possibilidades e ninguém pode prever o que vai ocorrer”.

12 de maio de 2008, 09:06

PP de fora da festa do PAC em Lauro de Freitas

Em Lauro de Freitas, onde a prefeita Moema Gramacho é uma felicidade só desde a última sexta-feira, quando o presidente Lula foi ao município anunciar obras do PAC, o PT se diverte em perguntar a jornalistas porque não viu um representante do PP, muito menos o presidente regional do partido, Mário Negromonte, nem o deputado federal João Leão, na comitiva presidencial. Aliado nacional de Lula, o PP é um dos principais adversários à reeleição de Moema na cidade.

12 de maio de 2008, 09:03

Deputado federal por trás de mudança no tráfego na Paralela

O fechamento do tradicional acesso ao bairro de Narandiba através da Avenida Paralela pela SET, supostamente para favorecer o proprietário de um novo posto de gasolina que está sendo construído no local, vai parar hoje no Ministério Público estadual por iniciativa do vereador Paulo Câmara (PSDB).

Ele decidiu reforçar o pedido ao MP para que investigue o motivo da alteração no tráfego na Avenida depois de ter recebido informações de que a mudança havia sido feita a pedido de um deputado federal cuja família passará a administrar a nova concessão. A Prefeitura deveria se antecipar e esclarecer a mudança.

12 de maio de 2008, 08:57

Manchetes do dia

- A Tarde:  Apreensão de jovens por tráfico cresce 101%

- Correio da Bahia: Dez escapam em nova fuga de presos na Bahia

- JB: País paga caro por alcoolismo

- Folha: Universidade privada não respeita lei de pesquisa

- Estadão: Política industrial apóia exportação de software

- Globo: Consumo do Nordeste passa o do Sul e já é 2º do país

- Correio: Bancos reduzem oferta de crédito consignado

- Valor: BC perdeu US$ 4 bi com a queda de títulos dos EUA

11 de maio de 2008, 12:21

Wagner considera afronta eventual aliança entre PMDB e DEM em Salvador

Em “entrevista multimídia” – termo que este blog sinceramente ainda está tentando descobrir o que significa – ao jornal A TARDE de hoje, o governador Jaques Wagner (PT) fala sobre sucessão municipal, governo anterior, condena mais uma vez as prévias e revela até que os quatro pré-candidatos do PT (só eles!) já sabem aquele que julga o melhor. A parte mais quente, sem dúvida, é quando diz considerar uma afronta a ele e ao presidente Lula uma aliança entre PMDB e DEM no segundo turno em Salvador. Confira abaixo principais trechos:

Desagregação da base em Salvador

“Não quero fazer nenhum juízo de valor, mas características particulares do gestor daqui de Salvador, que é quem tinha que construir a unidade em torno dele, não eu, infelizmente não teve êxito (impediram que construísse a unidade). Portanto, eu prefiriria estar com uma candidatura única, que me daria conforto no palanque eleitoral. Vou ter que trabalhar com a hipótese de duas candidaturas, o que vai me tirar mais ativamente do palanque eleitoral de Salvador.”

Prévias no PT

“Deixei claro para os candidatos que a prévia é um erro. Eu disse a todos eles quem é que acho que tem mais capacidade de aglutinar, não estou dizendo publicamente, mas os quatro sabem. Não se trata de preferências pessoais, tenho um bom relacionamento com todos os quatro, mas do ponto de vista político externei claramente quem, neste momento, pode aglutinar melhor.”

Segurança/governo passado

“Recentemente, vi o ex-governador (Paulo Souto) dizer que a segurança havia saído do controle. Creio que deve ter sido, talvez, no tempo dele. Porque em um ano e meio eu não teria a capacidade de destruir o que ele tivesse construído de tão eficiente do ponto de vista da polícia. Eu perguntaria porque ele me entregou o governo sem nem sequer oferecer às polícias baianas um sistema de comunicação.”

Liderança econômica

“Não estamos perdendo a liderança da economia no Nordeste. Pode ser que estejamos pecando por não estar fazendo tanta propaganda do que está chegando. É preciso, primeiro, localizar a Bahia. É aproximadamente 4,5% do PIB nacional, é o dobro da segunda maior economia do Nordeste, que é a de Pernambuco. (…) A economia baiana é uma das carteiras mais ativas do BNDES (…)”

Incentivos fiscais

“Não adianta atrair e ficar devendo depois. Recebi este Estado com um débito, do Estado e não da Lei Kandir, de R$ 260 milhões de renúncia fiscal ofertada a quem vem se instalar aqui. Estamos fazendo um programa para o biodiesel, para o álcool, para a indústria naval. Para a indústria petroquímica, fizemos agora uma redução de ICMS para a construção de térmicas, para dar competividade.”

Saúde

“(…) nós estamos trabalhando, pegamos muita briga no começo exatamente para romper com vícios anteriores e temos muitos problemas ainda. Mas se há uma área que tenho absoluta segurança de que no final dos quatro anos vamos colher frutos concretos esta é a área de saúde.”

Aliança PMDB/DEM no segundo turno

“Essa pergunta seria melhor endereçada ao ministro Geddel (Vieira Lima, da Integração Nacional). Eu realmente não consigo entender este raciocínio. Em hipótese nenhuma abraço esse raciocínio, até porque ele estaria dizendo que apóia o opositor, não só a mim, mas o opositor ferrenho ao presidente da República, que o fez ministro. (…) Evidentemente (é uma afronta) se você diz que (o PMDB) abraça um opositor claro do seu governo estadual. Afinal de contas, o vice-governador é do PMDB e o DEM ataca o governo estadual. Então, de certa forma, seria dizer: olha, estou contra, estou apoiando quem faz campanha contra.”

11 de maio de 2008, 11:22

EXCLUSIVO: Secretário diz que não teve nada com vaias a Geddel

Acusado por partidários de Geddel Vieira Lima (PMDB) de ter orquestrado as vaias dirigidas ao ministro da Integração Nacional na última sexta-feira, durante o lançamento do PAC do Cacau pelo presidente Lula e o governador Jaques Wagner, em Ilhéus, o secretário estadual de Agricultura, Geraldo Simões, defendeu-se em conversa com este blog.

“Não tenho nada a ver com isto. Apesar das minhas divergências com o ministro – e não vou negar que tenho muitas -, o ato era do presidente Lula e do governador Jaques Wagner, que vieram lançar o maior plano que já existiu para esta região, e não do ministro”, disse Geraldo, que afirmou, entretanto, ter uma explicação para os apupos.

“Na minha avaliação, as pessoas sabem quem está trabalhando pelo PAC. E o ministro inundou a região com faixas de ‘obrigado Geddel’, numa forçação de barra para assumir a paternidade do PAC do Cacau”, disse ele, enfatizando que o evento ocorreu em Ilhéus e não em Itabuna, município onde não teria tanta influência quanto em Itabuna.

Na cidade vizinha, sua base eleitoral, a liderança de Simões é tamanha que lançou a mulher, Juçara Feitosa, à Prefeitura. Ela disputa contra um candidato do PMDB, o deputado estadual Capitão Fábio. Na semana passada, assim que foi anunciada a ida de Lula à região, o secretário e o ministro travaram uma pequena discussão, através deste blog.

Simões disse que Geddel falava demais sobre o plano, insinuando que o ministro tentava assumir a paternidade do PAC do Cacau. Geddel revidou, dizendo que o secretário estava desinformado a cerca do seu papel na condução do programa, lembrando que os recursos para os investimentos provinham de um fundo administrado por seu ministério.

11 de maio de 2008, 10:30

PTC faz encontro nacional em Salvador no próximo sábado

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) realiza no próximo sábado, das 13h às 18h, no Othon Palace Hotel, o seu 16º Encontro Nacional, que elegerá a nacional do PTC Jovem e do PTC Mulher. O evento contará com a presença de Daniel Tourinho, presidente nacional do partido, que nos últimos anos vem aumentando o seu espaço na política bahiana. Na ultima eleição, a legenda elegeu em torno de 180 vereadores, além de 10 prefeitos em toda a Bahia.  Em Salvador, pertencem ao PTC o presidente da Câmara Municipal, Valdenor Cardoso, e o vereador Téo Sena.

11 de maio de 2008, 10:20

Lídice organiza PSB em Vitória da Conquista

A deputada federa Lídice da Mata, presidente regional do PSB, viaja hoje à tarde para Vitória da Conquista, onde cumpre agenda até amanhã. Às 17hs, se reúne com pré-candidatos a vereador e membros da Executiva Municipal. Às 19h30, participa de reunião com a comunidade no Bairro do Guarani e lideranças socialistas para anunciar a construção de uma quadra polivalente no bairro, com recursos de emenda parlamentar de sua autoria. Na segunda, a partir das 9 hs, preside o Encontro Regional do PSB do Sudoeste da Bahia.

11 de maio de 2008, 09:50

Evento do PSDB discute “Virada Cultural” para Salvador

Discutir projetos e iniciativas que possam movimentar a economia através da cultura. Esse é o objetivo do seminário “Poder Cultural e Oportunidades”, que será promovido pelo PSDB da Bahia, amanhã, às 19h, no Casarão Santa Maria (Rio Vermelho). No evento, o terceiro do ciclo de seminários “Salvador 2009 – Novos Caminhos”, Arnaldo Gobetti Júnior, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, fará uma apresentação sobre o projeto Virada Cultural Paulista. Participam ainda da mesa o presidente do PSDB da Bahia, Antônio Imbassahy, como mediador, Neguinho do Samba, Vovô do Ilê e um representante do Ministério da Cultura. Na edição de 2007, a Virada Cultural foi realizada em 10 cidades do Estado de São Paulo, devendo ser ampliado, este ano, para 19 novas cidades paulistas, nos dias 17 e 18 de maio. A Virada concentra, num espaço de 24 hs, além de shows musicais, programação de teatro, dança, circo, cinema, música erudita e apresentações regionais.

11 de maio de 2008, 09:41

Poucos políticos e empresários em evento de candidato do PRB

Quem foi ao evento de lançamento da pré-candidatura de Raimundo Varela (PRB), ontem, na Unique Eventos, ficou impressionado com a pouca representatividade de políticos e empresários na festa, público a que o vice-presidente da República, José Alencar, em tese, deveria se dirigir, como indicava o pomposo nome atribuído pela assessoria do candidato ao evento: “Encontro empresarial e político do PRB”.

Vendo pouquíssimos empresários e apenas cerca de quatro políticos de outros partidos – ACM Neto e ACM Jr., do DEM, César Borges, do PR, e Antonio Imbassahy, do PSDB -, o vice-presidente da República, José Alencar, reviu a estratégia de sua fala rapidamente e fez um discurso de caráter meramente político. A platéia, formada basicamente de fiéis da Igreja Universal, dona da Record, emissora de Varela, parecer ter gostado.

11 de maio de 2008, 09:30

Varela diz que só desiste se pesquisas mudarem radicalmente

Em conversa com jornalistas, ontem, logo após o lançamento de sua pré-candidatura a prefeito na presença do vice-presidente José Alencar, maior estrela de seu partido, o PRB, o apresentador Raimundo Varela admitiu que só uma mudança radical nas pesquisas de intenção de voto à Prefeitura pode fazê-lo rediscutir seu desejo de disputar. “Por enquanto, não há qualquer intenção de retirar a candidatura em favor de qualquer outro nome”, disse Varela, que recebeu no evento os pré-candidatos a prefeito Antonio Imbassahy (PSDB) e ACM Neto (DEM).