14 de junho de 2018, 14:02

SALVADOR Escola municipal entra no clima de Copa do Mundo

Foto: Divulgação

Em clima de Copa do Mundo, as instalações da escola receberam adereços como bandeirolas e bandeiras para celebrar a seleção brasileira que busca na Rússia o hexacampeonato

Conhecida no município por sempre aderir a campanhas educacionais especiais, como o outubro rosa e o novembro azul, a Escola Municipal Maria José de Paula Moreira, localizada no bairro da Ribeira, agora resolveu enfatizar o patriotismo. Em clima de Copa do Mundo, as instalações da escola receberam adereços como bandeirolas e bandeiras para celebrar a seleção brasileira que busca na Rússia o hexacampeonato. A diretoria Rose Vidal ressaltou justamente a importância de respeitar a bandeira. “Nosso objetivo em enfeitar a escola é justamente fazer com que os alunos possam ter ciência sobre temas relevantes na sociedade. Com essa atual crise que o país vive muitas pessoas esqueceram da importância do patriotismo, mas aqui tentamos resgatar isso, e o futebol é uma boa maneira de fazer isto”, disse.

14 de junho de 2018, 13:04

SALVADOR Programa Morar Melhor vai reformar 200 casas em Fazenda Grande do Retiro

O prefeito ACM Neto autorizou o início das obras do programa Morar Melhor no bairro de Fazenda Grande do Retiro, na noite desta quarta-feira (13). A intervenção é fruto de uma demanda enviada à prefeitura através do vereador Sabá (PV), representante da região. Cerca de 200 casas da rua Diva Pimentel serão beneficiadas com as reformas. “É muito gratificante ver o sorriso no rosto de cada uma dessas famílias. Diante de tantos problemas enfrentados pelo brasileiro como a crise econômica e o desemprego, sabemos que é muito difícil uma família conseguir juntar dinheiro para reformar a própria casa. O Morar Melhor, sem dúvidas, traz dignidade para essas famílias, pois através das intervenções realizadas pela prefeitura é possível proporcionar mais conforto para essas pessoas, que se encontram em situação de vulnerabilidade”, enfatizou Sabá. Fazenda Grande do Retiro é a 12ª localidade a receber o Morar Melhor em 2018.

14 de junho de 2018, 12:30

SALVADOR Neto diz que vai utilizar todos os meios legais para defender BRT

Foto: Valter Pontes / SECOM

Prefeito ACM Neto

O prefeito ACM Neto reafirmou, nesta quinta-feira (14), que vai utilizar todos os meios legais para defender o BRT de Salvador. A afirmativa foi dada durante solenidade para marcar o início da emissão de carteiras de trabalho em seis das dez Prefeituras-Bairro, realizada na unidade da Cidade Baixa. As obras, que seguem em andamento no canteiro central da Avenida ACM, dentro do primeiro trecho, estão sendo questionadas pelos por promotores federais e estaduais, mesmo com o cumprimento de todo o rito legal por parte do município. “Vou enfrentar este assunto e defender o BRT com todas as forças perante a Justiça”, anunciou. Segundo ACM Neto, as posturas dos dois órgãos vão contra os interesses da cidade. “Realizamos audiências públicas, agimos com o máximo de transparência. A imprensa acompanhou tudo, desde o primeiro momento: quando apresentamos o projeto conceitual, quando foram apresentados os detalhamentos, depois quando foi debatida essa matéria com a população, em seguida com a licitação e a ordem de serviço. Agora a obra começa e vem esse tipo de iniciativa. Com todo o respeito que tenho ao Ministério Público estadual e federal, mas eles estão fazendo algo contra a cidade”, avaliou. Os mesmos órgãos, de acordo com o prefeito, se posicionam de maneira diferente de quando foi implantada a segunda linha do metrô de Salvador, que corta a Avenida Luis Viana Filho (Paralela). “Estranha-me muito porque o Ministério Público, principalmente o estadual, não teve a mesma postura com relação à obra do metrô, que suprimiu 2 mil árvores da Avenida Paralela, que era o maior parque verde contínuo da cidade. Hoje, se não está mais agredida, foi porque a Prefeitura não deixou. Nós exigimos o plano de recomposição da arborização e preservação da natureza, e é claro que esses mesmos cuidados temos com o BRT. Aliás, o BRT tem um impacto muito menor na fauna e flora do que teve o metrô, e agora vem o MP querendo cirar esse tipo de confusão.” Responsabilidade ambiental – A Prefeitura conseguiu reduzir o impacto ambiental diminuindo a retirada de 579 para 154 árvores, além de transplantar 169. Para reparar ainda mais os possíveis danos causados ao meio ambiente, a administração municipal se comprometeu a plantar 2 mil mudas de espécies nativas da Mata Atlântica. O projeto BRT seguiu todos os trâmites legais com base no artigo 225 da Constituição Federal, na Lei Federal 6.938/81, na Resolução Conama 237/97, na Lei Complementar 140/2011, na Lei Municipal 9.148/16 (LOUS), na Lei Municipal 9.069/16 (PDDU), na Lei Municipal 8.915/15 (Política Municipal de Meio Ambiente) e na Lei Municipal 9.187/17 (Plano Diretor de Arborização Urbana). Para implantação do BRT, foram realizados o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), além de audiências públicas no Ministério Público da Bahia, com a participação da sociedade, que acompanhou todo o processo de Licenciamento Prévio concedido pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam). As obras do BRT são executadas com base em estudos de reestruturação urbanística e paisagismo, intervenções no tráfego com novos viadutos, acessos, ciclovias, rearborização e obras de macro e micro drenagem. Tudo para garantir que o desenvolvimento urbano esteja em sintonia com o meio ambiente.

14 de junho de 2018, 11:40

SALVADOR BRT Salvador é discutido em mesa-redonda no Crea e em comunidade

Foto: Divulgação

O projeto BRT foi pensado nos mínimos detalhes para ampliar e garantir um serviço de transporte público de qualidade, com base no respeito e no compromisso com a preservação do meio ambiente, melhorando ainda a mobilidade e a infraestrutura da área mais movimentada de Salvador – a região das avenidas Vasco da Gama, Juracy Magalhães Júnior e ACM. E a Prefeitura segue debatendo o novo modal com a sociedade. Apenas ontem (13), mais duas reuniões foram realizadas: uma na sede do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea-BA) e outra na comunidade do Alto do Saldanha, próxima à avenida ACM, em Brotas. O encontro no Crea-BA contou com as presenças do chefe de gabinete do órgão, Valter Sarmento; do responsável técnico e autor do projeto do do BRT, o engenheiro e urbanista Lourenço Valadares; além de representantes da Prefeitura, engenheiros, urbanistas, especialistas da sociedade civil organizada e moradores. Durante mais de uma hora de apresentação, o público tomou conhecimento das intervenções que serão realizadas na região da Avenida ACM para implantação dos corredores exclusivos do BRT. Na ocasião, Lourenço Valadares explicou sobre os impactos decorrentes da execução da obra. “Os cuidados ambientais fazem parte da rotina diária do projeto. A princípio, foram analisados impactos atuais naquele trecho da cidade, comparando perdas e ganhos. Uma árvore que se situe no espaço urbano é um fito cidadão com direitos e deveres. Direito de ser protegida e cuidada, e deveres por causa das obrigações em gerar sombra e de manter a ecofauna”, pontuou Valadares. “Implantamos um projeto que tem objetivos sociais, econômicos, melhoria de qualidade de vida, e nem sempre conseguimos executá-lo sem ter que fazer remoção desse ‘cidadão’. Mas, após a implantação do sistema geométrico do trecho um do BRT (entre o Parque da Cidade e o Iguatemi), vamos ter, se não a mesma extensão, mais áreas permeáveis. Muito asfalto acumulado e desnecessário vai sair, como o defronte do Hiperposto”, acrescentou o engenheiro. O projeto do BRT é focado em três eixos: mobilidade, infraestrutura (com drenagem) e transporte público. Isso porque ele prevê a construção de viadutos, elevados, vias expressas, de obras que irão resolver problemas de alagamento nas avenidas Juracy Magalhães e ACM, além da implantação dos corredores exclusivos e segregados por onde irão circular os veículos do novo modal, que será integrado ao metrô e ao ônibus comum. O primeiro trecho, que vai ligar o Parque da Cidade à região do Iguatemi, já está em fase inicial de obras. A Prefeitura conseguiu reduzir o impacto ambiental diminuindo a retirada de 579 para 154 árvores, além de transplantar 169. Todas essas ações foram feitas com o maior cuidado e com licenciamento ambiental. Para reparar ainda mais os possíveis danos causados ao meio ambiente, a administração municipal exigiu do Consórcio BRT Salvador, responsável pelas obras no trecho um, o plantio de 2 mil novas árvores nativas da Mata Atlântica. Para implantação do BRT, foram realizados o Estudo de Impacto Ambiental (EIA), e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), além de audiências públicas no Ministério Público do Estado, com a participação da sociedade, que acompanhou todo o processo de Licenciamento Prévio concedido pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam). As obras do BRT são executadas com base em estudos de reestruturação urbanística e paisagismo, intervenções no tráfego com novos viadutos, acessos, ciclovias, rearborização e obras de macro e micro drenagem. Tudo para garantir que o desenvolvimento urbano esteja em sintonia com o meio ambiente. O projeto BRT seguiu todos os trâmites legais com base no artigo 225 da Constituição Federal, na Lei Federal 6.938/81, na Resolução CONAMA 237/97, na Lei Complementar 140/2011, na Lei Municipal 9.148/16 (LOUS), na Lei Municipal 9.069/16 (PDDU), na Lei Municipal 8.915/15 (Política Municipal de Meio Ambiente) e na Lei Municipal 9.187/17 (Plano Diretor de Arborização Urbana). Após o evento no Crea-BA, foi realizada outra apresentação do projeto, desta vez no Alto do Saldanha. A reunião é parte do planejamento dos encontros realizados com as comunidades circunvizinhas da primeira etapa da obra, e foi mediada pela Prefeitura-Bairro do Centro. Um encontro já foi realizado com moradores da comunidade da Polêmica. Na ocasião, foram apresentados canais de comunicação direta para o esclarecimento de dúvidas sobre as obras: a Linha Ética e a Ouvidoria, através dos números 0800 880 1887 e 0800 880 1809, que funcionam das 8h às 18h.

14 de junho de 2018, 11:08

SALVADOR TJ decide que área na Pituba pertence ao município e obras de requalificação serão retomadas

Foto: Divulgação

Decisão foi publicada no Diário Oficial da Justiça ontem (13)

O Tribunal de Justiça Bahia (TJ-BA) decidiu em favor do município de Salvador na ação de retomada de posse da área da antiga Churrascaria Vilas, no bairro da Pituba, na área do Jardim dos Namorados, que havia sido cedida temporariamente pela Prefeitura a um particular. A decisão foi publicada no Diário Oficial da Justiça ontem (13). Naquela área, a gestão municipal está implantando um centro cultural e gastronômico, batizado de Vila Jardim dos Namorados. O tribunal afirmou que a administração municipal estava impossibilitada de dar prosseguimento às obras de requalificação de mais um trecho da Orla de Salvador, deixando de implantar um projeto de relevância social, unicamente em razão de uma decisão que privilegiava o interesse privado em detrimento do público. O tribunal afirmou ainda que os efeitos da decisão estavam produzindo consequências danosas aos cofres públicos, pois desatendia ao interesse público, invadia a competência reservada ao Poder Executivo referente ao desenvolvimento de políticas públicas e provocava prejuízo de ordem financeira, uma vez que homens e equipamentos se encontram parados, impedidos de trabalhar nas obras. O titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), Sérgio Guanabara, destacou os efeitos positivos para a população com a autorização da retomada de posse da área para a continuidade dos trabalhos de requalificação da Orla de Salvador. “Não esperávamos decisão diferente da Justiça, face à isonomia e imparcialidade do Judiciário, sempre atenta e preocupada em garantir o interesse público”.

14 de junho de 2018, 10:53

SALVADOR Produtores de eventos terão de usar bilhete eletrônico para emissão de ingressos

A Secretaria Municipal da Fazenda (Sefaz) informa que, conforme decreto N° 29.452, a partir do dia 03 de julho, todos os produtores de eventos estarão obrigados a utilizar o sistema do bilhete eletrônico (BE) para cadastro, emissão, validação e gerenciamento de tickets e ingressos para eventos realizados em Salvador.O BE é o documento fiscal de controle eletrônico da Sefaz e permite ao município fiscalizar o acesso do público aos eventos de diversões públicas, lazer e entretenimento, inclusive o Carnaval. Desde abril, a emissão do BE tornou-se obrigatória para todos os produtores de eventos, inclusive optantes pelo Simples Nacional. Porém, para viabilizar a adaptação de todos os produtores ao sistema, a Prefeitura prorrogou até o próximo dia 03 de julho.Eventos contínuos ou considerados de pequeno porte pelo município podem substituir o bilhete eletrônico por uma NFS-e, também obrigatória. Para cadastrar um evento, é preciso ter senha do Portal da Nota Salvador. A próxima etapa do programa integrará o bilhete eletrônico à Nota Salvador. Assim, o comprador do ingresso receberá 30% do ISS pago de volta e concorrerá a mais de 15 mil prêmios de até R$ 20 mil todos os meses. Todas as informações sobre o BE estão disponíveis no site da Sefaz.

13 de junho de 2018, 21:59

SALVADOR Prefeitura antecipa pagamento dos servidores para o dia 21

Foto: Divulgação

Prefeitura Municipal de Salvador

A Prefeitura vai antecipar o pagamento do salário integral de junho do funcionalismo público municipal para o próximo dia 21. O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto, com a presença do secretário municipal de Gestão, Thiago Dantas, durante assinatura da ordem de serviço para reforma de 200 casas em situação precária em Fazenda Grande do Retiro, através do programa Morar Melhor. “A gente sabe que, no dia 22, tem um jogo do Brasil na Copa do Mundo e, nos dias 23 e 24, acontece o São João. Então, todos os servidores municipais vão poder comer a sua canjica e tomar o licor, porque o dinheiro vai estar na conta no dia 21. Só quem pode fazer isso é quem trabalha com organização, e essa é a marca do nosso trabalho. O que se vê no país são prefeituras que atrasam o salário do servidor, não pagam o fornecedor, algumas até nem pagaram ainda o décimo-terceiro do ano passado. Aqui, a Prefeitura paga todo mundo em dia e, neste ano de Copa, é preciso dar uma alegria a mais às pessoas”, afirmou ACM Neto.

13 de junho de 2018, 18:10

SALVADOR Em nota, SMS esclarece projeto de lei sobre avaliação de servidores

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) esclarece que o projeto de lei em tramitação na Câmara de Vereadores, enviado pelo Executivo municipal, não objetiva a supressão do direito a progressão funcional do servidor. O texto apenas estabelece que tal progressão deverá ser necessariamente precedida de avaliação de desempenho, levando em conta itens como a pontualidade e produtividade dos trabalhadores. Com tal medida, a sistemática de progressão dos servidores passará a ser idêntica a dos demais colaboradores da Prefeitura, deixando, portanto, de ser automática, como ocorre atualmente, valorizando a meritocracia.

13 de junho de 2018, 17:10

SALVADOR Ouvidoria da Câmara discute implantação do BRT de Salvador

Foto: Divulgação

O vereador Luiz Carlos Suíca (PT) é o ouvidor-geral da Câmara Municipal de Salvador

A Ouvidoria da Câmara Municipal de Salvador (CMS) vai discutir a implantação do BRT de Salvador em audiência pública nesta quinta-feira (14), na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE (Rua Rio Grande do Sul, 545, Pituba), às 8h. O evento tem como objetivo apresentar a proposta do novo modelo de transporte e esclarecer dúvidas da população. “É preciso escutar e levar em consideração a opinião da população sobre um sistema de transporte que, para ser implantado, vai gerar impactos ambientais sérios, entre outros problemas”, afirmou o ouvidor-geral da Câmara, vereador Luiz Carlos Suíca (PT). Foram convidados para a Mesa da audiência o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Fábio Mota; o secretário municipal da Cidade Sustentável, André Fraga; a promotora de Justiça do Ministério Público do Estado, Cristina Seixas Graça; além de membros de associações, arquitetos e urbanistas.

13 de junho de 2018, 15:34

SALVADOR Chefe do MP sinaliza ser contra BRT; Prefeitura contesta recomendação

Foto: Reprodução de Maquete do BRT

MP recomendou ao Inema e à Secretaria de Meio Ambiente não autorizar obras de canalização e tamponamento de rios

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e o Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) não devem autorizar obras de canalização e tamponamento de cursos d’água na cidade, especificamente aquelas para cobertura dos Rios Lucaia e Camarajipe, prevista na implantação do projeto do BRT. Esse é o objetivo do Ministério Publico estadual com recomendação enviada hoje, dia 13, aos órgãos estaduais. Segundo o MP, a autorização para esse tipo de obra “contraria, frontalmente, a legislação ambiental que regulamenta a matéria”. A recomendação é assinada pela procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado e pelos promotores de Justiça Heron Santana Gordilho, Cristina Seixas Graça, Hortênsia Gomes Pinho e Cristiano Chaves de Farias. Segundo a recomendação, a concessão de outorgas para cobertura ou qualquer tipo de tamponamento de rios e canais não está prevista na Política Estadual de Recursos Hídricos, na Lei Orgânica do Município de Salvador e no Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Salvador, Lei 9.069/16. É destacado também que a autorização desse tipo de obras desrespeitaria o artigo 12 do PDDU, nos incisos 12 e 13. Esses dispositivos estabelecem como diretriz urbanística da cidade a conservação especial dos mananciais hídricos superficiais e subterrâneos de abastecimento de água e dos remanescentes dos ecossistemas originais do território municipal, como a manutenção das características simbólicas e materiais dos espaços, cenários e monumentos que definem a imagem de Salvador. Conforme a PGJ e os promotores, a canalização prevista na execução do trecho 1 do projeto BRT, com seus corredores de transportes público para ligação integrada entre a Lapa e a Ligação Iguatemi – Paralela (LIP), poderia causar danos ambientais e prejudicaria a drenagem das águas pluviais. “A canalização fechada elimina os elos do ecossistema natural, suprime a noção de existência de corpo d’água existente no local e descaracteriza a paisagem natural do ambiente urbano, destruindo o referencial e a memória da população, ocultando os elementos que caracterizam a área de preservação permanente”, afirmam. A Prefeitura, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), recebeu a notificação do Inema às 17h desta terça-feira (12), e vai entrar com uma contestação por não reconhecer a competência do órgão estadual em fiscalizar intervenções em andamento. “As obras do BRT estão em fase de transplante e supressão vegetal, cuja responsabilidade pelo licenciamento ambiental cabe exclusivamente ao município. Nenhuma obra está sendo realizada nos canais e as intervenções no rio Lucaia nem fazem parte deste trecho do BRT”, responde a Prefeitura.  Dessa forma, a Prefeitura informa que essas intervenções irão continuar normalmente, pois o município não identificou nenhuma irregularidade no andamento do projeto do BRT. Vale frisar que as obras da primeira linha de BRT na cidade irão preservar a maioria das cerca de 480 árvores ou vegetais que existem na região do trecho um, entre o Parque da Cidade e o Iguatemi. Dessas, 154 serão suprimidas, 169 transplantadas e as demais ficarão onde estão atualmente. Como compensação, a Prefeitura exigiu do Consórcio BRT Salvador o plantio de duas mil novas árvores no entorno do próprio modal.

13 de junho de 2018, 15:13

SALVADOR Prefeitura e ONG promovem ações ambientais em escola de Canabrava

Os alunos da Escola Municipal Comunitária de Canabrava não escondiam o entusiasmo com as ações ambientais promovidas nesta quarta-feira (13) pelo Movimento Limpa Brasil e apoiado pela Prefeitura, através das Secretarias de Cidade Sustentável e Inovação (Secis), Educação (SMED) e de Saúde (SMS). As ações incluíram palestras, mutirão de limpeza e o plantio de 64 mudas, realizadas na unidade escolar e por todo o bairro. O objetivo foi conscientizar a população sobre o uso correto dos resíduos sólidos, incentivando a reciclagem e o reaproveitamento. Para Tião Santos, co-fundador do Movimento Limpa Brasil, ex-presidente da Associação dos Catadores do Jardim Gramacho e personagem principal do documentário que concorreu ao Oscar, Lixo Extraordinário, o apoio dos poderes públicos é fundamental para a construção de uma cidade limpa e sustentável. “O apoio da Prefeitura, por exemplo, é fundamental porque conscientiza a população de que podemos ter uma cidade mais limpa, justa e humana. É com muita satisfação que encaro esse projeto”, conta. Além do mutirão de limpeza com direito ao plantio das mudas distribuídas pela Secis, o evento contou com diversas ações. Entre as atividades estiveram a distribuição de 64 mudas de plantas de espécies como pingo de ouro e biri, e palestra com integrantes da SMS sobre a Horta Suspensa, uma forma diversificada para o cultivo de algumas hortaliças. “Trabalhar com essas crianças é muito importante porque elas são a esperança de um futuro melhor, mais limpo. Com certeza, elas passarão todo o aprendizado de hoje para os pais e coleguinhas”, celebra a gestora da unidade escolar, Ednalva dos Santos.

13 de junho de 2018, 10:07

SALVADOR Prefeitura de Salvador começa a emitir carteiras de trabalho nesta quinta

A partir desta quinta-feira (14), seis das dez Prefeituras-Bairro de Salvador vão passar a oferecer mais um serviço à população: a emissão de carteira de trabalho. O lançamento da ação acontece às 9h30, na sede da Prefeitura-Bairro Cidade Baixa, na Avenida Porto dos Mastros, 65, Ribeira (em frente à Biblioteca Municipal Edgar Santos). A cerimônia contará com as presenças do prefeito ACM Neto; do secretário municipal do Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel), Geraldo Junior; da diretora-geral das Prefeituras-Bairro, Ana Paula Matos; de representantes da Superintendência Regional do Trabalho na Bahia e demais autoridades. Além da Cidade Baixa, o serviço também estará disponível nas unidades Cajazeiras, Subúrbio/Ilhas, Pau da Lima, Itapuã e Barra/Pituba. Até o fim deste mês, a emissão das carteiras de trabalho será feita ainda nas unidades Itapuã/Ipitanga, Centro, Liberdade/São Caetano e Valéria. No total, 20 funcionários – dois para cada Prefeitura-Bairro – vão fazer o atendimento ao público, após terem passado por capacitação de 40h, ministrada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

13 de junho de 2018, 08:37

SALVADOR Companhia norueguesa manifesta interesse em operar voo Salvador-Londres

A companhia aérea Norwegian manifestou interesse em operar um voo Salvador e Londres durante reunião com o secretário municipal de Turismo, Claudio Tinoco, na última semana, na capital britânica. A empresa norueguesa começou, recentemente, a operar um voo entre Buenos Aires e Londres e planeja expandir sua atuação na América do Sul. Os representantes da empresa, contudo, pediram garantias para que os voos tenham boa demanda de passageiros. “Não podemos comprar passagens, mas podemos construir condições melhores para a criação do voo. É um esforço que vamos fazer para tornar viável, com ações de promoção, com o trade turístico, as agências, os complexos do Litoral Norte. É importante que isso seja integrado”, avalia Tinoco. Neste sentido, o secretário revela que já procurou o presidente da Agência Nacional de Aviação Civil, José Ricardo Botelho, e pretende dialogar também com a concessionária que administra o aeroporto de Salvador, a francesa Vinci, e com o secretário de Turismo do estado, José Alves. Uma pauta em debate no Congresso pode beneficiar o avanço das conversas. Trata-se do Projeto de Lei 2.724/2015, que prevê, entre outros pontos, a abertura das empresas aéreas ao capital estrangeiro. Caso a proposta – que pode ser votada nesta terça-feira (12) – seja aprovada, haverá maior investimento no setor. Considerada a terceira maior companhia europeia de baixo custo (low-cost), a Norwegian pode, inclusive, atingir um novo perfil de turista para o Brasil. “A gente sabe que hoje a presença aqui é do turista inglês de maior idade, com maior poder aquisitivo, em busca de história, cultura. Com uma companhia de baixo custo, podemos atrair os jovens”, aposta Tinoco.

Coluna Satélite/Correio*

12 de junho de 2018, 19:45

SALVADOR Startups apresentam soluções para dinamizar serviços municipais

Startups pré-selecionadas no programa Pitch Salvador começaram, nesta terça-feira (12), a apresentar soluções inovadoras que poderão contribuir com a Prefeitura na resolução de diversas demandas em áreas de interesse social. O evento segue até esta quarta (13) no Hub Salvador, no Comércio, reunindo gestores municipais e empreendedores para discutirem propostas que venham aprimorar e dinamizar os serviços públicos oferecidos à população. O Hub receberá 23 startups que apresentarão 26 soluções inovadoras (pode ser aplicativos para dispositivos móveis ou até sistemas com inteligência artificial), sendo 15 para a área da educação, nove à saúde e dois à assistência social. Durante o processo, os membros das startups participantes do Pitch têm cinco minutos para explanar as propostas, antes de serem analisadas e questionadas por uma banca examinadora. O engenheiro civil Lucio Felix apresentou o RDO APP, uma ferramenta digital de gestão que facilita o registro diário de obras planejadas e executadas. Poderia ser usado para a construção ou reforma de escolas, por exemplo. “A ideia é que ajude a Secretaria Municipal de Educação (Smed) na fiscalização de obras, pois dá para monitorar tarefas atrasadas, canceladas ou em andamento”, explicou. Já o diretor comercial da Datawiser, Mauro Negrão, expôs duas soluções, também para a área de Educação: a primeira consistia num software de gestão inteligente de indicadores no qual as escolas poderiam visualizar gastos de verbas, comportamento de alunos, dentre outros quesitos. “Imagine como se fosse um painel de comando, uma cabine de avião, onde há vários reloginhos e gráficos que dão para visualizar simultaneamente várias informações e tomar decisões com base nisso”, explicou Negrão. Uma outra ferramenta, ainda a ser desenvolvida pela Datawiser, prevê a gestão de ativos escolares (carteira, mesas, quadros) através de informações e fotos para detectar a vida útil dos equipamentos e mobiliários. O resultado do Pitch Salvador será divulgado até o final deste mês no Diário Oficial do Município (DOM). As empresas que forem aprovadas poderão se instalar no Hub Salvador durante 180 dias, sem custos, recebendo aceleração e acompanhamento. “As startups poderão utilizar o espaço do Hub como se fosse um escritório e, ao final dessa etapa, elas receberão certificado de que a solução foi viável, podendo ser contratada ou não pelo poder público”, ressaltou o diretor de Modernização e Tecnologia da Gestão da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), Luis Gaban. O Pitch Salvador é uma iniciativa da Prefeitura que desafia startups a apresentar soluções inovadoras para o atendimento de demandas de relevância pública. Desenvolvida pela Semge, a ação faz parte do programa Salvador 360, eixo Cidade Inteligente. Os desafios são propostos por órgãos municipais, de acordo com suas possíveis necessidades. “O mais importante desse programa é a gente ter conseguido se articular internamente com várias secretarias e conseguir propor desafios para que a iniciativa privada pudesse trazer soluções. Isso é inédito e pioneiro em Salvador”, acrescentou Gaban.

12 de junho de 2018, 17:15

SALVADOR Agente de trânsito que impediu suicídio recebe cumprimentos pelo ato heróico

Ao impedir o suicídio de um homem que estava na iminência de se atirar do viaduto Raul Seixas, em Pernambués, o agente da Superintendência de Trânsito (Transalvador), Eduardo Figueiredo, 51 anos, mostrou que o papel dos agentes vai além das questões de fiscalização do trânsito na capital baiana. Na tarde desta terça-feira (12), o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, recebeu o agente em seu gabinete para parabenizá-lo. Na oportunidade, ele destacou que a equipe dos 975 agentes de trânsito e transporte trabalha diariamente na fiscalização do trânsito, mas acima de tudo com intuito de garantir a vida. O ato heróico ganhou repercussão nos veículos de comunicação e ilustra a importância desses profissionais que atuam nas ruas da capital baiana. O trabalho do agente aprovado no primeiro concurso da Transalvador, há 19 anos, foi enaltecido pelo superintendente do órgão, Fabrizzio Muller. “Foi sim uma atitude de extrema bravura, ele agiu bastante consciente. Tinha cursos de primeiro-socorros e brigadista e estava pronto para ajudar”, frisa. Visivelmente emocionado com o reconhecimento da sua iniciativa, o agente recordou o momento do resgate. “Estávamos embaixo do viaduto quando recebemos via rádio a ocorrência do rapaz que poderia se jogar. Cheguei no local e sabia que poderia ajudar, então fiz sinal para as pessoas que estavam com ele para continuarem conversando, me aproximei lentamente, até chegar perto o suficiente para tirá-lo da mureta, o afastando daquele perigo”, lembrou o agente. Ele fez questão de reforçar que diariamente convive com situações de perigo. “Quando vamos para o meio da rua tirar um carro, quando prestamos socorro em um acidente ou até mesmo em manifestações estamos sempre salvaguardando vidas”, enfatiza. Muller endossa as palavras do agente. “Nossos agentes dão demonstração de coragem todos os dias. Um profissional que para para atender um motorista com carro quebrado ou que chega em um acidente para dar os primeiros socorros correndo risco de explosão de um veículo também é um herói”, diz.