18 de setembro de 2019, 17:59

SALVADOR Câmara aprova projeto de assistência social Sempre Melhor

Foto: Antonio Queirós/CMS

A aprovação ocorreu com a colaboração da bancada de oposição e bloco independente

Em meio a uma bancada dividida, sem a presença do líder do governo, vereador Paulo Magalhães Júnior (PV), a Câmara de Salvador aprovou nesta quarta-feira (18), com a colaboração da bancada de oposição e bloco independente, a criação do projeto de iniciativa da Prefeitura de Salvador, que institui o Programa Sempre Melhor, voltado ao fortalecimento da política de assistência social. O vereador Téo Senna (PHS) chegou a sugerir que a votação fosse adiada e outro aliado a declarar que a ‘nau estava à deriva”.

“O projeto do Sempre Melhor tramita nesta Casa há 112 dias e é da maior importância pelo cunho social, já que destina recursos para reforma de abrigos e instituições filantrópicas, por chamamento público. Ele precisa ser aprovado para constar da Lei Orçamentária Anual que deverá ser enviada a esta Casa na próxima terça-feira, dia 24”, apelou Geraldo Júnior, que teve a declaração rebatida pela comunista Aladilce Souza. “A sua vontade presidente, de ajudar o Executivo, está um pouco precipitada, pois não podemos aprovar um projeto que gerará impacto numa Lei Orçamentária que sequer foi aprovada”, criticou.

Contudo, após consulta das bancadas em plenário por parte do presidente Geraldo Júnior (SD), a matéria, que chegou a Casa no final de maio, foi aprovada por unanimidade com dispensa de formalidade. Por fim, Geraldo Júnior elencou que a aprovação do Sempre Melhor, prova que a bancada de oposição e o bloco independente partidário não vota contra por votar.

Ainda, foi aprovado em regime de urgência o PL nº 307/19, de autoria do presidente da Casa, que institui Salvador passou como a primeira capital brasileira a reconhecer a categoria dos taxistas como “patrimônio histórico e cultural do Município”, a exemplo do que já tramita nas câmaras de São Paulo e Rio de Janeiro. Aliado a isso, mais 146 projetos de vereadores foram aprovados.

Fernanda Chagas

18 de setembro de 2019, 17:45

SALVADOR Líder de governo na Câmara ressalta importância de políticas públicas voltadas à assistência social

Foto: Divulgação

O vereador Paulo Magalhães Jr (PV) é o líder do governo na Câmara Municipal de Salvador

O líder de governo na Câmara Municipal de Salvador, vereador Paulo Magalhães Jr (PV), ressaltou, na tarde desta quarta-feira (18), a importância de políticas públicas voltadas à assistência social, após a aprovação do Projeto Sempre Melhor, no plenário da Casa. “Vivemos numa cidade muito pobre, existe a necessidade de amparar aqueles que mais precisam. O Executivo Municipal tem feito um bom trabalho nesse sentido, a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) tem tido uma ótima atuação e nós, vereadores, temos o dever de apoiar esses projetos e potencializar o trabalho voltados às pessoas em condição de vulnerabilidade”, afirmou. Magalhães também comemorou a aprovação do projeto e exaltou a unidade da Casa, em prol das causas sociais de Salvador. “Hoje, a Câmara deu um show de responsabilidade com quem mais precisa. Os líderes se articularam em prol de uma melhor assistência social na nossa cidade e aprovaram o projeto Sempre Melhor, um programa que facilita acordos de cooperação entre a administração pública e entidades privadas sem fins lucrativos, que atuam na área de assistência social. Só tenho a agradecer ao presidente Geraldo Júnior pela condução dos trabalhos e aos vereadores Alexandre Aleluia, Joceval Rodrigues, César Leite e toda bancada de governo e oposição pelo esforço conjunto que resultou na aprovação do projeto”, disse.

18 de setembro de 2019, 17:42

SALVADOR Téo Senna reafirma preocupação com futuro da base governista em 2020

Foto: Fernanda Chagas/Política Livre

O vereador Téo Senna (PHS)

O vereador Téo Senna (PHS) voltou a dizer, na tarde desta quarta-feira (18), que está preocupado com o futuro da base do governo do prefeito ACM Neto nas eleições do próximo ano. “Nós temos 31 vereadores e temos seis ou sete partidos que tem que ser dividido. Como a gente está num processo difícil de eleição sem coligação, a preocupação é como nós vamos articular isso e armar esse grupo todo. É importantíssimo para que a gente possa se reeleger, a facilidade de eleição”, argumentou o vereador ao Política Livre.

Senna participou, ao lado do prefeito ACM Neto (DEM), da inauguração da Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) da Ribeira. No evento, ele confirmou novamente sua saída do PHS. “Eu devo sair do meu partido, agora só vou decidir quando tiver essa compreensão como vai ser essa divisão dos nossos vereadores da bancada de governo”, declarou o vereador que tem mantido conversas com o PSDB, PSL, PL e Republicanos.

Fernanda Chagas e Raiane Veríssimo

18 de setembro de 2019, 17:06

SALVADOR Após dizer que vota em Rui para presidente, tucano é desprezado por Neto

Foto: CMS

O vereador Sérgio Nogueira, líder do PSDB

Parece que a declaração do vereador Sérgio Nogueira, líder do PSDB, não soou bem para o prefeito ACM Neto (DEM). Nesta última terça-feira (17), o tucano subiu à tribuna da Câmara Municipal de Salvador e saiu em defesa do governador Rui Costa (PT) ao dizer que o apoiaria em uma candidatura à presidência, embora tenha frisado ter o prefeito ACM Neto (DEM) como filho.

Questionado pelo site Política Livre sobre a declaração do tucano, Neto não fez questão de comentar e preferiu desprezar o aliado. “Eu não estou comentando declaração do governador Rui Costa, eu não vou comentar do vereador Sérgio Nogueira, né?”.

Fernanda Chagas e Raiane Veríssimo

18 de setembro de 2019, 17:00

SALVADOR Obras da segunda etapa do entorno do Farol de Itapuã estão 80% concluídas

As obras de requalificação da segunda etapa do entorno do Farol de Itapuã, que acontecem no trecho entre a Vila Naval e a Rua da Canção, passando pelas ruas Olindina e Nova Canaã, estão 80% concluídas. A inauguração deve ocorrer em outubro próximo. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), a intervenção envolve melhorias de espaços que estavam degradados, com implantação de nova pavimentação e mobiliários urbanos. O investimento é de R$ 2,5 milhões, provenientes de recursos municipais. “Esse será mais um trecho de orla a ser entregue totalmente revitalizado, devolvendo a beleza a um dos belos cartões postais de nossa cidade. Com essa entrega, vamos alcançar 19 trechos de áreas litorâneas recuperados, com investimentos de mais de R$ 230 milhões”, disse o titular da Seinfra e vice-prefeito Bruno Reis. No trecho beneficiado estão sendo implantados ciclovia e piso intertravado de concreto. A Praça da Canção também contará com novo piso em concreto e em pedra portuguesa nas cores vermelha, preta e branca, além de rampas de acessibilidade, escadas, áreas para quiosques, deques, jardim com grama esmeralda e guarda-corpo. No mesmo espaço são instalados pergolados em massaranduba, bancos em estrutura de liga de alumínio, assento de placas de madeira, lixeiras, paraciclos em estrutura, floreiras em estrutura de aço e sanitário público. A primeira etapa da requalificação do entorno do Farol de Itapuã aconteceu em 2018 e abrangeu uma área de 21,5 mil m², no trecho entre as casas da Marinha e a curva da residência que pertenceu ao poeta Vinicius de Moraes. Foram feitas melhorias como a preservação da área de praia com implantação de equipamentos e espaços de contemplação, deixando o local livre para circulação de pessoas. O trecho ganhou piso intertravado com tela em concreto armado e quiosques de serviços, além de parque infantil, academia de saúde, área para capoeira, ciclovia, uma quadra esportiva e um estacionamento para mais de 40 veículos.

18 de setembro de 2019, 16:41

SALVADOR “Não sou secretário do governador e a Prefeitura não é apêndice”, critica Neto sobre ponte e rodoviária

Foto: Fernanda Chagas/Política Livre

O prefeito ACM Neto (DEM) subiu o tom ao comentar sobre os últimos anúncios feitos pelo governador Rui Costa quanto à ponte Salvador/Itaparica e a nova rodoviária em Águas Claras. O democrata acusou o petista de tentar passar por cima da prefeitura ao não apresentar nenhum dos dois projetos que atingem diretamente a capital baiana e sem mostrar o impacto das obras na cidade.

“Procure a prefeitura e converse, passar por cima ele não vai, porque não sou secretário do governador e a prefeitura não é um apêndice, uma secretaria do governo do Estado. Nunca foi e não será. Pra lamentação profunda de Rui Costa, não será. Então se eles quiserem conversar conosco, vamos conversar, não tem dificuldade nenhuma, mas obra em Salvador tem que conversar com a prefeitura”, bradou Neto ao Política Livre após inauguração da Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) da Ribeira.

A licitação da ponte foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (18) e até o fim de novembro será leiloada na Bolsa de Valores de São Paulo. “Eu me pergunto como é que um projeto desse pode ser licitado se a prefeitura de Salvador, que é a principal cidade afetada por essa obra se quer tem conhecimento do impacto que vai ter, como vai se encaixar, como esse volume enorme de tráfego vai atravessar Salvador cortando o coração da cidade. Isso não vai acontecer por cima da prefeitura, não há hipótese.Não conheço o projeto, nunca isso foi tratado com seriedade pelo governo com a prefeitura e ele [Rui Costa] não vai passar por cima da prefeitura”, criticou o democrata.

Ainda sobre a ponte, que desde o governo Wagner é prometida, mas nunca havia saído do papel por inviabilidade econômica, o prefeito também questionou a saúde financeira do governo Estado para uma obra dessas. “E outra coisa, não adianta o governo achar que nós vamos permitir que ele endivide as próximas gerações de baianos. É fácil contratar um projeto agora e colocar toda conta a ser paga no futuro, nós não vamos aceitar isso. Se o governo tiver condições hoje de saúde financeira para bancar uma obra desse porte e se ela for compatível com a cidade: ok, mas se não for não está ok, não há a concordância da prefeitura. E se o governo não tiver condições de bancar essa obra, quiser que as futuras gerações paguem essa obra, deixar a conta toda pro futuro eu também sou contra”.

Nova rodoviária
Já a nova rodoviária, há suspeita de grilagem no terreno que o governo quer construir e parte dele (30%) seria do Executivo municipal. Nesta terça (17), o governo baiano enviou uma nota à imprensa afirmando que as obras serão iniciadas já no início do próximo semestre. “O que é terreno da prefeitura, ele não faz sem a prefeitura. É simplesmente assim. Então se o governo quiser dialogar sobre a nova rodoviária, nós estamos abertos ao diálogo. Como fizemos com o metrô, como estamos dispostos a fazer, aliás, estamos fazendo em relação ao monotrilho no Subúrbio. Não tem dificuldade nenhuma. Agora, o governo tem que respeitar o que é propriedade da prefeitura”, declarou Neto.

Fernanda Chagas e Raiane Veríssimo

18 de setembro de 2019, 15:46

SALVADOR Veja: Prefeito defende Rui e diz que “ele tem direito de falar de política”

Foto: Fernanda Chagas/Política Livre

O prefeito ACM Neto (DEM), na tarde desta quarta-feira (18), preferiu tom de cautela ao comentar sobre a reprimenda que o governador Rui Costa levou da direção nacional do PT pela entrevista à revista Veja. O petista defendeu união da esquerda sem condicionar Lula Livre e insistiu que o PT precisa diminuir a liderança individual dentro do partido, o que provocou a ira da militância nas rede sociais.

Questionado pelo site Política Livre, o presidente nacional do DEM afirmou que não era comentarista de entrevista, embora visse a pergunta como legítima, e preferia se abster de falar sobre o assunto. Contudo, acabou defendendo Rui Costa. “Cada um fala o que pensa, eu não sou sou a favor que se censure absolutamente ninguém, principalmente, quando a opinião é estritamente política. Governador está falando de política, ele tem o direito de falar de política. Eu penso diferente, diria outra coisa, mas não tenho que ficar censurando, comentando o que ele disse ou deixou de dizer”, comentou Neto, após inauguração da Unidade de Acolhimento Institucional (UAI), no bairro da Ribeira.

Fernanda Chagas e Raiane Veríssimo

18 de setembro de 2019, 15:30

SALVADOR Neto prega união da bancada e critica “picuinha política” sobre saída da Petrobras da Bahia

Foto: Fernanda Chagas/Política Livre

O prefeito ACM Neto (DEM) disse, na tarde desta quarta-feira (18), que se coloca à disposição para tentar reverter o encerramento das atividades da Petrobras em Salvador e na Bahia junto ao governo federal. A Oposição tem cobrado uma intermediação do democrata com o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Já manifestei minha opinião contrária à decisão do governo de fechar as unidades da Petrobras aqui em Salvador, não só pelo que isso traz de importância institucional para nossa cidade, mas também é claro de manter esses empregos aqui. Em relação à qualquer tipo de interlocução com o governo federal eu não me negaria a tentar buscar esse caminho. (…) Não sei que prestígio eu posso ter junto ao governo, mas se de alguma forma eu puder ajudar, estou à disposição”, disse ao Política Livre após inauguração da Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) da Ribeira.

No entanto, Neto não poupou críticas à Oposição, que segundo ele, vem fazendo um “jogo baixo” nas redes sociais com cartões o acusando ser a favor da saída da estatal da capital baiana. Para o presidente nacional do DEM, agora não é momento de “picuinha política”, mas de união da bancada baiana em Brasília para tentar solucionar o problema. “Nós lamentamos que isto esteja acontecendo e, se de alguma forma, eu pude ajudar, estou à disposição. Sei que também a bancada baiana pensa da mesma forma. (…) O presidente do nosso partido aqui na Bahia, deputado Paulo Azi, já está participando desse movimento e, eu me coloquei à disposição para conversar com lideranças que representam os sindicatos e os trabalhadores de maneira que se faça um esforço conjunto e não se fique esse picuinha política que setores da Oposição lamentavelmente insistem em fazer em relação a gente”.

A desocupação do edifício Torre Pituba (Ediba) na capital baiana foi anunciada pela estatal no último dia 6. A construção do prédio é alvo da Operação Sem Fundos, na 56ª fase da Lava Jato, por suspeita de superfaturamento de R$ 1 bilhão – orçado, inicialmente, R$ 320 milhões, o empreendimento custou R$1,32 bilhão – e pagamento de propinas pelas empreiteiras OAS e a Odebrecht de R$ 68 milhões que teriam, segundo o Ministério Público Federal (MPF), beneficiado o PT e ex-dirigentes da Petrobras e da Petros (fundo de pensão da estatal).

Fernanda Chagas e Raiane Veríssimo

18 de setembro de 2019, 13:33

SALVADOR Duda Sanches articula continuação de obra em Paripe

Foto: Divulgação

Reunião com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto

O vereador Duda Sanches (DEM), em atividade em Brasília, ao lado do deputado federal João Roma (PRB), articulou a continuidade da obra de habitação Mar Azul, que fica em Paripe, na praia de Tubarão. Em reunião com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, foi mostrada a importância da obra, que deveria abrigar 236 família há mais de dez anos. “Demos mais um importante passo, ao lado do deputado João Roma, do ministro e do prefeito ACM Neto. Saímos daqui com o compromisso do governo federal destravar a obra que vai mudar a vida de tantas famílias”, ressaltou Duda.

18 de setembro de 2019, 12:47

SALVADOR Uso de plásticos em Salvador é tema de debate; projetos de vereadores serão votados na próxima semana

Foto: Divulgação

O presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior, e os vereadores Joceval Rodrigues, Carlos Muniz, Marcelle Moraes, Alexandre Aleluia e José Trindade, se reuniram na manhã de hoje para debaterem o uso de materiais originários do plástico e o uso deles em Salvador.  Com representantes da FIEB, Sindiplasf e representantes da Brasken, foi apresentado um diagnóstico sobre o uso de plásticos e debatidos pontos que já são temas de projetos em tramitação nesta Casa.

Para Geraldo Júnior, que propôs o encontro, essa é mais uma oportunidade de esclarecer o tema. “ A utilização de plásticos e seus efeitos no meio ambiente é um tema muito presentes em todas as esferas de poder e nossa Casa, mais uma vez, protagoniza essas discussões”, disse.  As matérias de autoria de diversos vereadores que proíbem o uso do plástico podem ir à votação na próxima quarta-feira, dia 25 de setembro.

18 de setembro de 2019, 09:28

SALVADOR Declaração de Davidson leva “Bancada do Feijão” a protestar contra racismo de líderes baianos

Foto: Política Livre/Arquivo

Presidente estadual do PCdoB, Davidson Magalhães entrou na mira da "Bancada do Feijão"

Em nota emitida esta manhã, a chamada Bancada do Feijão, coletivo de lideranças negras que costuma se reunir no restaurante de Alaíde do Feijão, no Pelourinho, para debater as questões relativas ao segmento, criticou os dirigentes partidários que, em sua avaliação, insistem em desconsiderar a importância de uma candidatura negra para a cidade.

O documento, intitulado “Nós não somos seus negros, muito menos suas negras. Somos a nossa prioridade!”, diz que o que faz “uma direção partidária negar a importância de ter um nome preto assumindo uma candidatura é exatamente o que impediu que até hoje Salvador não tenha tido uma pessoa preta eleita prefeita da cidade, que é justamente a negação da nossa Capacidade e por consequência a ausência de oportunidades”.

O texto também foi considerado uma resposta indireta ao presidente estadual do PCdoB, Davidson Magalhães, que declarou recentemente que uma candidatura negra em 2020 não é uma prioridade para o partido, no que foi interpretado como uma tentativa de alijar a deputada estadual Olívia Santana, negra, da disputa interna na legenda pela candidatura à Prefeitura, em benefício do nome da deputada federal Alice Portugal.

“Esse coletivo que sempre apoiou o campo progressista não mais apoiará candidaturas que não reflitam os anseios da maioria da população soteropolitana, não seremos mais coadjuvantes da nossa História”, completa o texto, cuja íntegra pode ser lida abaixo:

‘ “Nós não somos seus negros,muito menos suas Negras”.
Somos a nossa prioridade!

Por que os partidos políticos decidiram afirmar que a questão racial não é importante na hora de definir uma candidatura? Antes de responder esse questionamento, vamos fazer uma análise. De forma inédita, militantes das mais diversas organizações negras se juntaram e se organizaram em torno da Bancada do Feijão, no intuito de assegurar que representatividade nas eleições 2020 e criaram a campanha #EUQUEROELA!

A primeira reação dos dirigentes partidários foi de invisibilizar a discussão sobre a campanha #euqueroela! Mas o clamor popular, de ter nomes pretos na disputa para ocupar a prefeitura de Salvador, obrigou as lideranças a pautarem o recorte racial internamente. Um avanço, mas ao mesmo tempo foi possível ter a compreensão de como o racismo está presente e atua na política!

Os mesmos partidos que afirmam lutar para assegurar direitos da comunidade negra, não conseguem acompanhar os rumos da história, e permanecem assegurando privilégios para a branquitude e ostracismo para a negritude!
O que faz uma direção partidária negar a importância de ter um nome preto assumindo uma candidatura é exatamente o que impediu que até hoje, Salvador não tenha tido uma pessoa preta eleita prefeita da cidade, que é justamente a negação da nossa Capacidade e por consequência a ausência de oportunidades.

Esse coletivo que sempre apoiou o campo progressista , não mais apoiara candidaturas que não reflitam os anseios da maioria da população soteropolitana ,não seremos mais coadjuvantes da nossa História.

Bancada do feijão ‘

18 de setembro de 2019, 08:45

SALVADOR Ireuda Silva propõe ensino sobre Lei Maria da Penha em escolas municipais

Foto: Divulgação

Respeito é algo que se aprende desde cedo, e foi a partir dessa premissa que a vereadora Ireuda Silva (Republicanos) apresentou um projeto de lei que prevê a obrigatoriedade do ensino de noções básicas sobre a Lei Maria da Penha na matéria de sociologia da rede pública de ensino municipal. Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, a republicana acredita que abordar o tema nas escolas, já no Ensino Fundamental, é uma das formas mais eficazes de desconstruir ideias e práticas machistas incutidas pela cultura.

“Assim, poderemos ajudar na construção de um futuro com menos violência contra a mulher, menos feminicídios, mais humanismo e, quem sabe, até mais respeito aos direitos da mulher em outros âmbitos da sociedade”, avalia Ireuda. “O melhor remédio contra preconceito e ignorância é educação. E é preciso dizer que não estamos falando apenas de agressões físicas, mas também psicológicas, violência sexual e outras práticas que tornam a vida da mulher extremamente difícil”, acrescenta.

A Central de Atendimento à Mulher recebeu 92,6 mil denúncias de violência contra a mulher em 2018. Já nos primeiros seis meses de 2019, foram 46,5 mil denúncias, um aumento de quase 11% em relação ao mesmo período do ano anterior. “Há maior disposição e mais consciência das mulheres para denunciar, mas trabalhar nesse sentido, embora seja importante, não é suficiente.
Os homens é que precisam, antes de qualquer coisa, mudar sua mentalidade e seu comportamento. Na relação entre homem e mulher, deve prevalecer a igualdade, não a hierarquia”, pondera Ireuda.

Exploração sexual

Em 2019, comemora-se dois anos que foi criado o Dia Municipal de Combate à Exploração Internacional de Mulheres. A data foi instituída em 2017, através de projeto de lei apresentado pela vereadora Ireuda, que milita pelos direitos da mulher e para a construção de uma sociedade mais justa. A Bahia é o terceiro estado com maior número de vítimas de exploração sexual de mulheres. “E as brasileiras, principalmente as jovens e de baixas renda e escolaridade, estão entre os principais alvos de grandes redes de tráfico humano internacional”, pontua a republicana.

17 de setembro de 2019, 21:36

SALVADOR Parada LGBT ocorre pela primeira vez no Dique do Tororó

A 18ª Parada LGBT de Salvador, que acontece no próximo domingo (22), a partir do meio dia, será realizada pela primeira vez no Dique do Tororó. A mudança da festa ocorre devido às obras de infraestrutura na Avenida Sete de Setembro, local onde sempre aconteceu o evento. Este ano, a parada celebra os 50 anos da origem do movimento LGBT internacional e a comemoração dos 40 anos de fundação do Grupo Gay da Bahia, a ONG gay mais antiga em funcionamento no Brasil e América Latina.

17 de setembro de 2019, 18:14

SALVADOR Gilmar e Marta fazem plenária para tentar virada em 2º turno do PT municipal

Foto: Divulgação

A chapa de Gilmar e Marta ficou em segundo lugar, com 977

A chapa Partido Militante para Ganhar Salvador, que tem Gilmar Santiago e Marta Rodrigues como candidatos para a presidência municipal do PT no 2º turno, realizou, nesta segunda-feira (16), o que eles chamaram de “Plenária da Virada”. O evento aconteceu no auditório do Sindae e contou com a presença e o apoio da militante Dani Ferreira, candidata que concorreu no 1º turno, além dos deputados Pelegrino (federal), Robinson Almeida e Neusa Cadore (estaduais). “Foi um momento onde pudemos unir a verdadeira militância do PT, aquela que é realmente aguerrida e que luta por uma Salvador com justiça social e menos desigual. Foi um momento emocionante, onde recebemos o apoio de Dani, uma militante jovem, negra, que se juntou ao lado de quem realmente está na oposição aos retrocessos do governo espúrio de ACM Neto e do presidente Bolsonaro”, afirmou Gilmar. A chapa de Gilmar e Marta, apoiada também pelo deputado federal Valmir Assunção (PT), ficou em segundo lugar, com 977 votos, atrás da chapa Partido Mais Forte, formada por Ademário e Cema, ligados ao deputado federal Jorge Solla (PT). Hoje, Ademário conseguiu o apoio da corrente “O Trabalho”, que praticamente consolidou sua vitória nas eleições que ocorrerão no domingo para a presidência do PT em Salvador.

17 de setembro de 2019, 15:55

SALVADOR João Roma se reúne com ministro para tratar sobre obra embargada há sete anos em Salvador

As obras do conjunto habitacional Mar Azul, em Paripe, estão paradas desde setembro de 2012

O deputado federal João Roma (Republicanos), acompanhado do vereador de Salvador, Duda Sanches (DEM), esteve nesta terça-feira (17) com o Ministro (Desenvolvimento Regional) Gustavo Canuto para tratar dom impasse em torno de obra inacabada do conjunto habitacional Mar Azul, em Paripe, na capital Baiana.

“Nós estamos nos articulando junto ao Governo Federal e buscando apoio do Ministério para justamente destravar as obras deste importante projeto que garante o direito à moradia para mais de 200 famílias. A partir da nossa reunião, o Ministro se sensibilizou e se comprometeu a entender melhor a situação e encontrar a alternativa mais adequada para retomar as obras e devolver a dignidade dessas pessoas que há tanto tempo adiam o sonho da casa própria”, disse o deputado.

O Conjunto Residencial Mar Azul integrava o Programa Crédito Solidário da Caixa Econômica Federal, que permitia que os próprios moradores, através de uma entidade civil registrada, pudessem captar os recursos para a construção de moradias. As obras estão paradas desde o embargo por decisão da 3ª Vara da Justiça Federal, ocorrido em setembro de 2012, em função de denúncias de irregularidades na gestão dos recursos.