16 de janeiro de 2012, 18:38

MUNDO Sarkozy pede ‘sangue frio’ após decisão de agências de risco

Sarkozy

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, pediu “sangue frio” nesta segunda-feira diante das decisões das agências de classificação de riscos e a realização de medidas necessárias perante “a crise sem precedentes” na Europa. “É preciso reagir a estas decisões com sangue frio. Isto não muda nada”, afirmou Sarkozy, durante uma entrevista coletiva em Madri ao lado do presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, ao ser perguntado sobre o rebaixamento da nota da dívida francesa realizada na sexta-feira passada pela Standard & Poor’s. Segundo o chefe de estado francês, os países europeus têm que se concentrar em “reduzir o déficit e a despesa e melhorar a competitividade de nossa economia” e “não enlouquecer porque uma agência rebaixou” a qualificação da dívida. (Efe)

16 de janeiro de 2012, 18:14

MUNDO Kremlin atende pedido da oposição sobre eleição direta de governadores

O Kremlin atendeu, nesta segunda-feira, um dos principais pedidos da oposição russa ao enviar à Duma, ou Câmara dos Deputados, uma nova lei sobre a eleição direta dos governadores. A lei contempla um “filtro presidencial”, ou seja, a possibilidade dos partidos políticos consultarem com o chefe do Kremlin suas candidaturas a dirigente regional, explicou uma porta-voz da sede do governo russo. “Os partidos podem não concordar com a decisão do presidente e apresentar seus candidatos. O resultado das consultas não é obrigatório para eles, que terão a última palavra”, indicou. De acordo com o novo sistema, o candidato escolhido seria depois apresentado para sua eleição por meio de voto universal da população da região. (Efe)

16 de janeiro de 2012, 14:51

MUNDO Chefe da ONU pede ação de Conselho de Segurança na Síria

Foto: Spencer Platt/Getty Image

Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) disse na segunda-feira esperar que o Conselho de Segurança aja em conjunto para resolver a crise na Síria, e apelou à atual missão de observadores da Liga Árabe ali a continuar seu trabalho. A violenta resposta do presidente Bashar al-Assad ao levante contra seu governo já matou mais de 5.000 pessoas, segundo estimativas da ONU. As autoridades sírias dizem que 2.000 membros das forças de segurança foram mortos. “Espero que o Conselho de Segurança da ONU lide com a Síria de uma maneira coerente e com um senso de gravidade”, disse o secretário-geral Ban Ki-moon em visita a Abu Dhabi, repetindo um pedido anterior para que o conselho fale com “uma só voz” na Síria. “As vítimas chegaram a tal estágio inaceitável que não podemos deixar que a situação continue dessa maneira”, disse Ban. “Eu aprecio muito o engajamento da Liga dos Estados Árabes nas discussões com o presidente Assad. Eu espero sinceramente que elas continuem e elas precisam ter um senso claro de ação”. (Reuters)

16 de janeiro de 2012, 14:28

MUNDO Capitão aproximou navio a ilha para homenagerar tripulantes, diz imprensa

O cruzeiro que naufragou no mar Tirreno se aproximou da ilha de Giglio para homenagear seu chefe de garçons, que nasceu no local, e um ex-comandante da companhia Costa Cruzeiro. A informação foi publicada nesta segunda-feira, pelos jornais italianos Corriere della Sera e Il Tirreno. Segundo as publicações, o comandante do Costa Concordia, Francesco Schettino, decidiu fazer uma surpresa ao chefe de garçons, Antonello Tievoli, e ao ex-comandante Mario Palombo. “Vem ver, Antonello, estamos em Giglio”, teria dito o comandante ao chefe de garçons, que pensou que era uma brincadeira de Schettino, de acordo com o Corriere della Sera. O capitão do navio está detido e poderá ser responsabilizado pelo acidente. Tievoli, de acordo com os jornais, se sente culpado pelo naufrágio do navio, da qual se tornou protagonista sem querer. Aos moradores de Giglio, ele teria dito, quando o socorreram: “Nunca poderia imaginar que desembarcaria em minha casa”. Mas, segundo os jornais, desde então Tievoli não quer falar com ninguém. (Estadão)

16 de janeiro de 2012, 12:45

MUNDO Itamaraty deverá ter balanço sobre pedidos de visto de haitianos na sexta-feira

O Ministério das Relações Exteriores deverá ter um balanço dos pedidos de visto requeridos na Embaixada do Brasil em Porto Príncipe, capital do Haiti, na sexta-feira. O governo brasileiro publicou no Diário Oficial da União de sexta-feira (13) a resolução do Conselho Nacional de Imigração que limita a entrada de haitianos a 1,2 mil por ano. A assessoria do Itamaraty informou que não há prazo para a concessão desses passaportes aos haitianos, uma vez que toda a documentação entregue será analisada ainda pela embaixada e o ministério. A resolução determina que o visto seja concedido por razões humanitárias e pelo prazo de cinco anos, circunstância que constará da Cédula de Identidade do Estrangeiro. As razões humanitárias as quais se referem a nova regra são resultantes do agravamento das condições de vida da população haitiana em decorrência do terremoto ocorrido em 12 de janeiro do ano passado. O objetivo da medida é regularizar a situação dos imigrantes haitianos que tenham entrado no país pelo Acre e pelo Amazonas. (Agência Brasil)

16 de janeiro de 2012, 12:45

MUNDO Após cirurgia, Maradona recebe alta

Foto: Alejandro Pagni / AFP

Diego Maradona

O ídolo argentino Diego Maradona e atual técnico do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, recebeu alta do Hospital Canadense de Dubai na manhã desta segunda-feira. Maradona foi internado com urgência para retirada de pedras nos rins. A cirurgia a laser foi realizada no domingo. Após a operação, ainda no hospital, o argentino ignorou as ordens médicas de repouso absoluto e ligou a televisão para acompanhar uma partida da Liga dos Emirados Árabes, competição que o Al Wasl disputa. O treinador deve finalizar a sua recuperação em casa e a expectativa dos dirigentes do clube é de que em poucos dias Diego Maradona reassuma o comando da equipe. (Agência Gazeta Press)

16 de janeiro de 2012, 12:12

MUNDO Empresa responsabiliza capitão pelo naufrágio do cruzeiro na costa italiana

Foto: Tano Pecoraro/AP

Diretor geral da Costa Cruzeiros, Gianni Onorato

O presidente e CEO da Costa Cruzeiros responsabilizou nesta segunda-feira o capitão do barco Costa Concordia pelo acidente de sexta-feira, que provocou seis mortes até agora e deixou ao menos 14 desaparecidos. Segundo Pier Luigi Foschi, o acidente foi causado por erro humano. Ele disse que o capitão Francesco Schettino desobedeceu a regras da empresa e provocou o acidente. “A companhia desaprova o comportamento que causou o acidente, decidindo desviar o navio de sua rota ideal”, disse. “A empresa ficará com o capitão e lhe dará toda a assistência necessária, mas temos de reconhecer os fatos e não podemos negar um erro humano”, disse em entrevista em Gênova. (G1, com agências internacionais)

16 de janeiro de 2012, 09:51

MUNDO Itaú é processado nos EUA por US$ 77 mi no caso Madoff

O fundo responsável por recuperar as perdas do conjunto de vítimas do investidor americano Bernard Madoff entrou com uma ação na Justiça dos EUA contra o banco Itaú Internacional e o Itaú Europa Luxemburgo, reclamando perdas de US$ 77 milhões. O dinheiro diz respeito a movimentações de clientes brasileiros e estrangeiros feitas pelo braço internacional de gestão de fortunas do Itaú, que aplicava nos fundos Fairfield Sentry e Kingate Global, conhecidos por “alimentar” a firma de investimentos de Bernard Madoff nos EUA. Na ação, Irving Picard, administrador da massa falida do fundo de Madoff, sustenta que o Itaú recebeu indevidamente US$ 77 milhões, usados para honrar saques e pagar clientes, antes de o escândalo vir a público. Só que esse dinheiro não era fruto de investimentos, mas de um esquema fraudulento de pirâmide. As retiradas prejudicaram o conjunto de aplicadores. Procurado pela reportagem, o banco Itaú preferiu não comentar o caso, mas afirmou que vai agir no melhor interesse dos clientes. (Folha)

16 de janeiro de 2012, 08:04

MUNDO Fracasso do Fundo Amazônia causa desconforto entre países doadores

Foto: Divulgação/Grayton Toledo/Governo do Amapá

Imprensa da Noruega, principal doadora, questiona aplicação de recursos

Um dos principais protagonistas no debate global na área ambiental, o Brasil tem frustrado a expectativa dos doadores do Fundo Amazônia, criado em 2008 para financiar iniciativas de proteção florestal no país com recursos provenientes de países desenvolvidos. Desde 2009, o Fundo Amazônia, gerido pelo Banco do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), já recebeu cerca de R$ 830 milhões em doações, mas desembolsou apenas cerca de R$ 70 milhões até agora para financiar 23 projetos aprovados e contratados. Foram contratados, nesse mesmo período, R$ 260 milhões. Esse desempenho abaixo da expectativa tem como consequência direta o enfraquecimento do discurso brasileiro nos fóruns multilaterais, já que o Brasil sempre defendeu que a preservação das riquezas naturais nos países em desenvolvimento deve ser financiada pelas nações ricas. Leia mais no G1.

16 de janeiro de 2012, 07:07

MUNDO Pré-candidato à Presidência dos EUA desiste da corrida republicana

Foto: Elmer Beauregard

Jon Hunstman desiste da corrida republicana

O ex-embaixador na China e ex-governador de Utah, Jon Huntsman, deve anunciar nesta segunda-feira sua retirada da corrida pela nomeação republicana à Presidência dos Estados Unidos, informou a rede de televisão CNN. A CNN, que cita um alto funcionário da campanha de Huntsman, acrescenta que ele anunciará sua retirada da disputa e seu apoio a Mitt Romney, ganhador das duas votações realizadas até agora: os caucus de Iowa, no dia 3 de janeiro, e as primárias de New Hampshire, sete dias depois. (EFE)

16 de janeiro de 2012, 06:41

MUNDO Sexto corpo é encontrado no navio naufragado na Itália

Foto: AP

Cruzeiro naufragou na sexta, deixando 5 mortos; 15 estão desaparecidos

Bombeiros encontraram o corpo de um homem no navio Costa Conordia, que naufragou na sexa-feira na costa italiana, durante a madrugada desta segunda-feira. O corpo estava em uma seção não inundada do navio. O homem era um passageiro e vestia um colete salva-vidas. A identidade não foi revelada. Entre os desaparecidos estão quatro italianos: um pai de 36 anos e sua filha de 5 anos, além de duas mulheres sicilianas de 49 e 50 anos que estariam bem segundo os socorristas, mas cuja família não conseguiu entrar em contato. Dois norte-americanos também não foram encontrados: a Embaixada dos Estados Unidos informou em sua página do Facebook que 118 de 120 passageiros foram encontrados. Também há dois casais franceses e uma pessoa de nacionalidade não revelada entre os desaparecidos. A nacionalidade dos tripulantes desaparecidos não foi informada. (G1)

15 de janeiro de 2012, 13:15

MUNDO Sarkozy fala em ‘vontade coletiva’ e ‘coragem’ para superar crise

Em sua primeira reação pública após rebaixamento da nota de crédito da França pela agência Standard & Poor’s (S&P), o presidente Nicolas Sarkozy disse neste domingo que a França poderia superar sua crise da dívida se estivesse preparada para se unir e adotar reformas econômicas. Ele afirmou que fará um discurso à nação no final do mês e falará aos franceses sobre “as decisões importantes que devem ser feitas sem demora”. Sarkozy disse que iria anunciar reformas no final do mês e que pretende implantá-las rapidamente, depois de conversar com líderes sindicais e empregados na próxima semana. “A crise pode ser superada desde que tenhamos a vontade coletiva e a coragem para reformar o nosso país”, disse em um discurso para celebrar os 100 anos de nascimento de Michel Debré, pai da constituição da Quinta República francesa. “Nós devemos resistir, devemos lutar, devemos mostrar coragem, devemos permanecer calmos”, afirmou ele. (G1)

15 de janeiro de 2012, 08:30

MUNDO Prêmio Nobel retira candidatura e diz que ditadura ainda comanda Egito

O Prêmio Nobel da Paz 2005 e candidato à Presidência egípcia, Mohamed El Baradei, retirou-se da corrida presidencial do Egito neste sábado, afirmando que “o regime anterior” ainda estava comandando o país. O Egito não tem um chefe de Estado desde que o ditador Hosni Mubarak foi deposto no ano passado. “Minha consciência não permite concorrer à Presidência ou a qualquer outro cargo político a não ser que seja dentro da estrutura democrática”, disse o ex-chefe da agência de monitoramento nuclear da ONU, em comunicado. El Baradei era considerado o favorito na corrida presidencial, mas sua campanha tem se enfraquecido pelas divisões internas. Em novembro, alguns membros de sua campanha se demitiram, afirmando que ele havia se distanciado de suas raízes. O conselho militar que assumiu o poder após Mubarak diz que entregará a autoridade ao presidente eleito até o final de junho, mas ainda precisa estabelecer uma data para a eleição presidencial. (Reuters)

15 de janeiro de 2012, 08:09

MUNDO Terceira pessoa é localizada com vida após naufrágio de cruzeiro

Foto: Gregorio Borgia/Associated Press

O navio transportava 53 brasileiros entre os 4.229 a bordo

Uma terceira pessoa foi localizada neste domingo com vida no navio Costa Concordia, naufragado nas águas da ilha italiana de Giglio, quase 30 horas depois de a embarcação ter encalhado, informou o prefeito regional de Grosseto, província à qual pertence a ilha. Na noite de sábado, um homem e uma mulher também haviam sido encontrados com vida dentro do navio. Segundo a agência de notícias italiana Ansa, os dois sobreviventes foram ouvidos pela equipe de resgate que continua fazendo buscas no local. O navio não afundou completamente e parte da embarcação ainda pode ser vista a partir da costa. O número de desaparecidos é estimado em 40. O comandante do Costa Concordia, Francesco Schettino, foi interrogado e depois levado à prisão de Grosseto, onde deve aguardar uma audiência marcada para a próxima semana. A informação é do jornal italiano “Corriere Della Sera”. (Folha)

14 de janeiro de 2012, 12:43

MUNDO Ao menos 46 brasileiros estavam em navio na Itália, diz empresa de cruzeiro

Foto: Gregorio Borgia/Associated Press

Ministério não informou oficialmente quantos brasileiros estavam no navio

Ao menos 46 brasileiros estavam a bordo do navio que naufragou nas águas da ilha italiana de Giglio na sexta-feira à noite, informou neste sábado a companhia dona da embarcação, a Costa Cruzeiros. O Costa Concordia se dirigia ao porto de Savona, no norte da Itália. Oficialmente, o ministério brasileiro não informou quantos brasileiros estavam no navio Costa Concordia. O Consulado do Brasil em Roma está acompanhando o resgate por parte das autoridades costeiras italianas, mas não atua diretamente. Brasileiros que buscam informações sobre sobreviventes ou vítimas podem procurar o consulado na capital italiana ou informações no site do Itamaraty. (EFE)