17 de fevereiro de 2012, 07:34

MUNDO Brasileiro gay casado com cônsul dos EUA tem visto diplomático no Japão

Embora o Japão ainda não permita o casamento entre pessoas do mesmo sexo, em um caso inédito no país, o governo concedeu ao brasileiro Emerson Kanegusuke, 39, o direito ao visto diplomático por ser casado oficialmente com o cônsul-geral dos Estados Unidos em Osaka-Kobe, Patrick Joseph Linehan, 59. Com a entrada de Barack Obama no governo, em 2008, Washington passou a dar tratamento igual aos casais homoafetivos. Apesar de o país também não autorizar por lei o casamento gay – somente seis estados e o distrito de Columbia permitem este tipo de união -, o governo norte-americano passou a reconhecer oficialmente os parceiros de diplomatas como membro da família. “Por isso, quando fomos transferidos para cá, o Japão me admitiu como ‘diplomata’, conforme foi solicitado pelo governo dos Estados Unidos”, contou o brasileiro à BBC Brasil. O casal chegou ao Japão em agosto do ano passado, vindo de um período na Coreia do Sul. (BBC Brasil)

17 de fevereiro de 2012, 07:13

MUNDO Jornalista do ‘New York Times’ morre na Síria, diz jornal

O jornalista Anthony Shadid morreu nesta quinta-feira aparentemente de um ataque de asma durante uma emissão de relatórios no leste da Síria, de acordo com o jornal The New York Times. Segundo o jornal americano, não está confirmado como ou onde ele morreu. Tyler Hicks, um fotógrafo que estava com Shadid, foi quem levou seu corpo ao longo da fronteira para a Turquia. Hicks disse que o colega transportava a medicação para a sua asma e apresentou alguns sintomas na manhã de quinta. Em 2011, Shadid foi capturado na Líbia por forças pró-Kadhafi enquanto cobria o conflito no país com outros três colegas. O repórter era especialista na convertura dos conflitos do Oriente Médio. (G1)

16 de fevereiro de 2012, 18:40

MUNDO Brasileiro está entre mortos em incêndio de prisão de Honduras

O Itamaraty confirmou na tarde desta quinta-feira que recebeu das autoridades de Honduras a confirmação de que um brasileiro está entre os mortos no presídio de Comayagu. O indêncio, que deixou mais de 350 mortos, é o pior já registrado em um presídio latino-americano. Ainda não se sabe o que provocou o incidente, que teve início na noite de terça-feira. O Itamaraty não divulga a identidade da vítima e diz que está tentando entrar em contato com a família. Havia 800 detentos no presídio no momento do incêndio. A prisão de Comayagua tem capacidade para 400 pessoas. Segundo o enviado da BBC Mundo a Comayagu, ainda há cadáveres aguardando transporte ao IML local por soldados hondurenhos e norte-americanos. (BBC Brasil)

16 de fevereiro de 2012, 08:55

MUNDO Em desvantagem nas pesquisas, Sarkozy anuncia candidatura

Foto: Frede Prouser/Reuters

Campanha de Sarkozy deve focar redes sociais

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, anunciou nesta quarta-feira em um programa de TV a sua candidatura à reeleição. Pressionado pelo baixo desempenho nas pesquisas, o governante decidiu lançar sua campanha antes do previsto. Mesmo com as pesquisas indicando o socialista François Hollande de cinco a oito pontos percentuais à sua frente, Sarkozy disse que não lutar por um segundo mandato seria como “abandonar o navio” em meio à crise. — Eu sou presidente e candidato para que esta campanha seja útil para os franceses — disse Sarkozy. — Se decidi me candidatar é porque tenho coisas a dizer, propostas a fazer. O presidente em exercício tem mais deveres e direitos, e isso se impõe em minhas ações, sobre mim mesmo. Durante o programa, Sarkozy defendeu seu primeiro governo, mas disse que não é “possível fazer tudo em cinco anos”. Referindo-se à crise econômica que assola a Europa, o presidente francês propôs um referendo sobre o desemprego no país e afirmou querer instituir uma indenização para os desempregados. (O Globo)

15 de fevereiro de 2012, 16:40

MUNDO Argentina aceita mediação da ONU por Malvinas

O governo argentino anunciou nesta terça-feira que aceitou a proposta das Nações Unidas de buscar uma solução pacífica que encerre a disputa com o Reino Unido pela soberania das ilhas Malvinas. A resposta do chanceler argentino, Hector Timerman, foi enviada ao presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, Nassir Abdulaziz al-Nasser. “A Argentina aceita com o maior interesse e atenção as iniciativas e sugestões (…) que possam contribuir à solução da controvérsia”, diz o comunicado. A nota pede ainda que o Reino Unido cumpra as demandas da Assembleia Geral da ONU e as do Comitê de Descolonização desse órgão e que retome as negociações para conseguir uma solução pacífica à disputa de soberania. (O Globo)

15 de fevereiro de 2012, 11:08

MUNDO Obama buscará convencer Dilma a alinhar-se aos EUA na questão do Irã

Foto: Givaldo Barbosa / O Globo

Barack Obama e Dilma Rousseff

Passados quase dois anos do maior atrito entre EUA e Brasil em razão do programa nuclear do Irã, o presidente americano, Barack Obama, pretende agora “ouvir” sua colega Dilma Rousseff sobre essa questão. O tema estará na pauta americana da visita oficial de Dilma a Obama, marcada para 9 de abril, informou o secretário assistente de Relações Públicas do Departamento de Estado, Michael Hammer. Washington não esconde o interesse de convencer o Brasil a somar-se ao bloco de pressão internacional para evitar que Teerã obtenha armas nucleares. Apesar de reconhecer as divergências do passado, Hammer insistiu que o País é “um exemplo brilhante para as outras nações sobre o desenvolvimento de energia nuclear pacífica, sob a moldura legal da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA)”. Trata-se, para ele, de um “tema natural” a ser discutido entre EUA e Brasil. (O Globo)

15 de fevereiro de 2012, 10:26

MUNDO Incêndio mata mais de 200 em presídio de Honduras

Foto: AFP

Número de mortos em Comayagua, centro do país, poderia ser maior

Um incêndio na Penitenciária Central de Comayagua, na região central de Honduras, deixou pelo menos 200 mortos e dezenas de feridos, segundo as autoridades. Danilo Orellana, chefe do sistema nacional de prisões, disse que o número de mortos chega a 200. Pelo menos 40 feridos teriam sido atendidos nos hospitais locais, segundo ele. A agência Reuters afirma que, segundo as autoridades médicas locais, o número de cadáveres retirados do local chegaria a 272. “Este é um relatório preliminar, pode haver muito mais mortos”, afirmou Lucy Marder, chefe do serviço forense em Comayagua, cidade que fica a 75 quilômetros da capital, Tegucigalpa. O fogo começou às 22h30 locais de terça-feira, segundo Orellana, que declarou que não se tratou de uma rebelião. Segundo ele, um detento poderia ter iniciado o fogo, ou teria havido um curto-circuito. (G1/agências internacionais)

15 de fevereiro de 2012, 07:38

MUNDO Crise faz Itália suspender candidatura de Roma às Olimpíadas de 2020

O primeiro-ministro da Itália, Mário Monti, suspendeu a candidatura de Roma à sede dos Jogos Olímpicos de 2020. Monti explicou a decisão dizendo que seria um ato irresponsável usar dinheiro do contribuinte na organização dos Jogos em um momento em que a Itália enfrenta uma profunda crise econômica. O custo que vinha sendo estimado para a realização dos Jogos era US$ 12 bilhões. Roma já sediou a Olimpíada de 1960. Outras cidades que concorrem à sede dos Jogos de 2020 são Istambul, Madri, Tóquio, Doha e a capital do Azerbaijão, Baku.

14 de fevereiro de 2012, 19:00

MUNDO Líder finlandês defende relação comercial ‘mais profunda’ com Brasil

Foto: Roberto Stuckert Filho / Divulgação / PR

Dilma com o primeiro-ministro finlandês durante declaração conjunta

O primeiro-ministro da Finlândia, Jyrki Katainen, defendeu nesta terça-feira, após reunião com a presidente Dilma Rousseff em Brasília, uma relação comercial “mais profunda” com o Brasil. Katainen veio ao Brasil acompanhado de uma delegação de cem representantes de empresas finlandesas “de altíssima qualidade que estão interessados no mercado crescente brasileiro”, disse durante declaração à imprensa ao lado da presidente Dilma, no Palácio do Planalto. “A União Europeia também precisa de parceiros durante esta crise mundial e estamos muito interessados em construir relação mais profunda em questões de mercado externo com o Brasil, uma vez que compartilhamos dos mesmos valores fundamentais”, afirmou. Dilma afirmou que, uma vez na presidência pró-tempore do Mercosul – a partir de agosto –, o Brasil “se empenhará nas negociações e em parcerias com a Finlândia”. “Podemos aumentar [o comércio bilateral], com formação de parcerias empresariais”, disse. (G1)

14 de fevereiro de 2012, 14:10

MUNDO Obama reduz ajuda a combate às drogas na América Latina

Obama

A proposta de orçamento para 2013 do Departamento de Estado americano, apresentada nesta segunda-feira ao Congresso pelo presidente Barack Obama, reduz a quantia destinada à América Latina para assistência militar e de combate ao narcotráfico. A verba de ajuda militar à América Latina passará de US$ 67 milhões em 2012 para US$ 62,3 milhões em 2013, segundo a mudança publicada nesta segunda-feira pelo Departamento de Estado. Os cortes de ajuda militar afetam especialmente a Colômbia, cuja ajuda recebida, segundo a proposta, passará dos US$ 37 milhões deste ano para US$ 30 milhões em 2013. No caso do México, o número se mantém em US$ 7 milhões. Por outro lado, há aumentos previstos na ajuda militar a Honduras, El Salvador e Panamá – de US$ 3 milhões, US$ 1,8 milhão e US$ 2,8 milhões, respectivamente. (Folha)

14 de fevereiro de 2012, 13:43

MUNDO Proposta de orçamento eleva tributação dos mais ricos nos EUA

Numa proposta de orçamento duramente criticada pela oposição republicana por não reduzir o rombo nas contas públicas de maneira mais incisiva, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, defendeu na segunda-feira, gastos agressivos do governo para incentivar o crescimento econômico e propôs a adoção de impostos mais altos para os ricos. A proposta da lei orçamentária de 2013 prevê mais de US$ 800 bilhões para programas de criação de empregos e de investimento em infraestrutura, além de estipular uma tributação de pelo menos 30% para os milionários, num dispositivo que recebeu o nome do megainvestidor Warren Buffett. Em uma de suas melhores oportunidades antes da eleição de novembro para convencer os eleitores norte-americanos de que merece um segundo mandato, o democrata Obama reservou gordas fatias do orçamento para estradas, ferrovias e escolas. Ao mesmo tempo, ampliou os benefícios tributários para estimular a contratação. (Correio Braziliense)

14 de fevereiro de 2012, 12:39

MUNDO Portugal e Grécia têm queda no PIB no quarto trimestre de 2011

Duas das economias europeias em situação mais delicada no Velho Continente –Grécia e Portugal– encerraram 2011 com fortes contrações na economia, conforme reportaram nesta terça-feira órgãos oficiais. O PIB (Produto Interno Bruto) de Portugal registrou contração de 1,5% no ano de 2011 e de 1,3% no quarto trimestre do mesmo ano em relação ao trimestre anterior, segundo dados provisórios divulgados hoje pelo INE (Instituto Nacional de Estatísticas). Já o PIB da Grécia registrou uma forte queda de 7% no quarto trimestre de 2011, segundo as primeiras estimativas publicadas nesta terça-feira pelo escritório de estatísticas local. Esta queda acontece depois de um retrocesso de 5% no terceiro trimestre. (Folha)

14 de fevereiro de 2012, 08:00

MUNDO Rival de Chávez quer aliança com Brasil

Uma eventual derrota do presidente Hugo Chávez na eleição de outubro deve introduzir uma mudança de estilo nas relações entre Brasil e Venezuela, mas não um afastamento. Definindo-se como um “seguidor do modelo brasileiro”, o candidato único da oposição, Henrique Capriles Radonski, disse ontem que pretende atrair mais investimentos brasileiros na Venezuela, tornando mais vantajosas as relações bilaterais para seu país. Capriles venceu as primárias da oposição no domingo com 1,8 milhão de votos, 62% do total. Em entrevista coletiva, respondendo a uma pergunta do Estado, o candidato lembrou a proximidade de Chávez com o PT brasileiro, e o apoio público de Lula ao presidente venezuelano na última eleição presidencial, em 2006. “Estou seguro de que teremos as melhores relações com o Brasil”, disse Capriles. “Hoje a balança comercial é favorável ao Brasil, mas, se tivermos um país aberto, com segurança para os investidores, quanto investimento brasileiro não poderá vir à Venezuela?”, questionou Capriles, advogado especializado na área comercial. (Estadão)

13 de fevereiro de 2012, 14:00

MUNDO Whitney Houston morreu por mistura de remédios e álcool, diz site

O resultado oficial da autópsia de Witney Houston deve demorar semanas para ser divulgado, mas o legista já informou à família da cantora que a causa da morte não foi afogamento, diz o site TMZ. Segundo o site, a família foi comunicada que Houston parece ter morrido em consequência de uma mistura de remédios como o tranquilizante Xanax e álcool. O legista concluiu que havia pouca água nos pulmões da cantora, o que indica que ela morreu antes que sua cabeça submergisse na banheira. (Folha)

13 de fevereiro de 2012, 10:50

MUNDO PIB do Japão encolhe 2,3% no último trimestre de 2011

A economia japonesa encolheu 2,3% (dado anualizado), no último trimestre de 2011, segundo o balanço divulgado nesta segunda-feira pelo governo do país. Em relação ao trimestre anterior o crescimento da economia japonesa caiu 0,6%. A diminuição do Produto Interno Bruto (PIB) foi maior do que o previsto pelos analistas, que estimavam uma queda próxima a 1,4% a ritmo anual e de 0,4% em relação ao trimestre anterior. O governo atribuiu parte do retrocesso aos efeitos das inundações na Tailândia, que representaram um revés para as empresas japonesas com produção naquele país. A economia japonesa também foi afetada entre outubro e dezembro pela valorização do iene frente ao euro e ao dólar, que prejudica as exportações do Japão, assim como pela fraqueza da demanda externa no meio da crise de dívida na Europa e a incerteza econômica global. No trimestre anterior, o PIB japonês tinha registrado um crescimento de 5,6% a ritmo anual e de 1,7% frente ao período abril-junho graças à melhora das exportações e da produção, o que representou então o primeiro avanço da economia após três trimestres de contração. (EFE)