27 de março de 2017, 11:49

INTERIOR DA BAHIA Outro órgão tem energia cortada por falta de pagamento em Irecê

Foto: Divulgação

Jovens tentam jogar partida de Futsal em quadra sem energia em Irecê

Depois da Casa de Estudantes de Irecê, que teve sua energia cortada no mês passado por falta de pagamento, outro órgão que teve o fornecimento suspenso foi o Núcleo do CRAS na cidade, onde também funciona o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). Os programas eram tocados através de uma parceria entre a Prefeitura e a Associação do bairro Novo Horizonte, o que gerava enormes benefícios para a comunidade, mas, desde o início da nova gestão, segundo políticos oposicionistas, foram todos paralisados. A energia também é utilizada para iluminar a quadra poliesportiva que fica ao lado da unidade. Após o corte, jovens tentaram sem sucesso jogar uma partida de futsal, mas, devido à escuridão e à falta de segurança, tiveram que deixar o local. A falta de pagamento, segundo a oposição, tem afetado também os prestadores de serviços, médicos e contratados, que já estão há quase três meses sem receber. A classe médica, inclusive, já ameaça paralisar as atividades, o que pode deixar as Unidades de Saúde sem atendimento.

27 de março de 2017, 07:33

INTERIOR DA BAHIA Estiagem faz prefeito de Central cancelar festa de aniversário da cidade

O prefeito do município de Central, Uilson Monteiro (PSD), na região de Irecê, decidiu não realizar a festa de aniversário da cidade, batizada de “Central Fest”, que aconteceria em agosto. O anúncio foi feito em coletiva com a imprensa, nesse último fim de semana. Segundo o gestor, a cidade atravessa um momento crítico, com decretação de estado de emergência, dificultando a captação de recursos para uma festa orada em mais de R$ 300 mil. “É até mesmo imoral tirar recursos do município para aplicar em festa, levando em consideração a estiagem e crise que estamos vivenciando”, disse o prefeito. “Prefiro pagar as contas e salários dos servidores em dia”, completou. (Irecê Repórter)

Estadão

26 de março de 2017, 07:53

INTERIOR DA BAHIA Candeias: Mutirão de Limpeza em Menino Jesus mobiliza comunidade e secretarias municipais

A prefeitura de Candeias, através da Secretaria de Serviços Públicos realizou neste sábado (25), um mutirão de limpeza no distrito de Menino Jesus. As secretarias municipais estiveram mobilizadas durante todo o dia para realizar melhorias na localidade. Os Serviços realizados foram: limpeza em geral, substituições de lâmpadas queimadas, roçagem, capinagem, limpeza de canal e retirada de lixos e entulhos. O prefeito Drº Pitágoras esteve presente durante todo o dia no mutirão e afirmou que a cidade esteve descuidada por anos e que ações como essa ajudam a melhorar a imagem do município. “Faço questão de participar e dar o exemplo. Convoquei todos os secretários para com seus diretores e funcionários de confiança se juntarem a mão de obra da SESP. Cada um tem sua importância e todos nós precisamos estar juntos as comunidades, para ouvir suas cobranças e seus anseios” afirmou. Além de secretários municipais, o mutirão contou com a participação do Secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Governo da Bahia, Carlo Martins, os voluntários e o presidente da fundação Drº Jesus, João Isidório, o deputado estadual, Pastor Sargento Isidório e secretários, assessores e diretores da prefeitura de Candeias.

24 de março de 2017, 14:15

INTERIOR DA BAHIA Liminar determina a regularização do território de comunidades quilombolas em Bom Jesus da Lapa

A Justiça Federal concedeu duas liminares nesta quinta-feira, 23 de março, determinando à União, ao Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e à Fundação Cultural Palmares que regularizem, no prazo de 18 meses, os territórios pertencentes às comunidades quilombolas Juá-Bandeira e Lagoa das Piranhas, localizadas no município de Bom Jesus da Lapa (BA). Ambas as decisões acatam pedidos feitos em ações ajuizadas pelo MPF, em novembro de 2016, e preveem, em caso de descumprimento, multa mensal de R$ 100 mil, solidária aos presidentes do Incra, da Fundação Palmares e ao ministro-chefe da Casa Civil. No caso do território de Juá-Bandeira, cujo processo de regularização começou em 1999, não há, ainda, nem sequer Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID), documento inicial necessário à regularização do território. A Justiça determinou que o relatório seja elaborado no prazo de 60 dias, incluídos nos 18 meses previstos para a regularização, e que o Incra assegure a intangibilidade do território a ser ali delimitado. Quanto à comunidade quilombola de Lagoa das Piranhas, cujo processo de regularização se iniciou em 2004, foi determinado ao Incra que assegure, à comunidade, a totalidade do território delimitado pelo RTID publicado no ano de 2015. A União deverá, por sua vez, emitir o Título de Concessão de Direito Real de Uso em favor da Associação Quilombola de Lagoa das Piranhas, destinando-lhe as áreas federais que estão dentro do território reconhecido, no prazo de 60 dias, sob pena de multa mensal de R$ 20 mil. A Fundação Cultural Palmares deverá instalar, em até 60 dias, fórum de mediação de conflitos na comunidade, para solucionar disputas entre quilombolas e não quilombolas até a conclusão dos processos de regularização. A Justiça também requisitou a presença da Polícia Federal para acompanhar as reuniões do fórum. As ações requerendo a regularização foram ajuizadas no início do mês de novembro de 2016 pelo Ministério Público Federal (MPF) em Guanambi (BA). Com a criação do MPF em Bom Jesus da Lapa, no fim do mesmo mês, os casos passaram a ser acompanhados pelo procurador nomeado para atuar na região.

23 de março de 2017, 10:10

INTERIOR DA BAHIA Mutirão cadastra produtores da agricultura familiar de Lauro de Freitas

Produtores municipais da agricultura familiar participaram nesta quarta-freira (22/03) de um mutirão para emitir ou renovar a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), documento necessário para provar que o produtor pertence a agricultura familiar. A DAP também facilita a concessão de créditos junto a instituições financeiras.Realizado na sede do SEBRAE, em Pitangueiras, o mutirão foi aberto com palestras que explicaram os tipos de DAP, a finalidade, importância e benefícios do documento, e buscaram encorajar os agricultores a se organizarem em cooperativas e associações.A coordenadora técnica do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf) da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), Marinês Santos, explicou que o cadastramento é o primeiro passo para organizar a agricultura familiar em Lauro de Freitas. “A emissão da DAP vai permitir identificar os agricultores do município e fortalecer a economia aproveitando a mão de obra local, uma vez que o município estava comprando em outra cidade” informou.A atividade foi conduzida pela coordenadora municipal do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sendesc), Sheila Barros. “A intenção do mutirão é identificar os produtores do município para valorizar a agricultura e consequentemente fortalecer a economia local” explicou.Para o secretario Municipal de Trabalho Esporte e Lazer, Uilson Santos, a ideia do cadastro é não só estimular a agricultura familiar, mas atender o PAA. “É um orgulho poder gerar emprego e renda. Compreendendo a fase econômica do país, a agricultura familiar tem um valor estratégico neste sentido”, avaliou.“Eu não tinha conhecimento sobre o documento. Agora vou adquirir meu registro e aproveitar as oportunidades”, confessou Geraldo Santos, morador do Caji, agricultor há seis anos e que nunca teve DAP.O mutirão é uma iniciativa da Sendesc em parceria com a Setel e suporte técnico da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural. A vereadora Luciana Tavares representou a Câmara Municipal

23 de março de 2017, 10:00

INTERIOR DA BAHIA Em Brasília, prefeito de Irecê se reúne com o presidente do Banco do Brasil

Foto: Divulgação

No intuito de promover o mais breve retorno às atividades do Banco do Brasil em Irecê, cuja sede sofreu um ataque no último final de semana, o Prefeito de Irecê, Elmo Vaz, se reuniu nessa quarta-feira (22/03) em Brasília, com Paulo Rogério Caffarelli, presidente da referida instituição financeira. Durante a reunião o Presidente do BB e o Gerente Geral Rodrigo Nogueira, responsável pela articulação das áreas que estão atuando no restabelecimento da agência, conversaram longamente sobre o fatídico episódio e as consequências negativas, sociais e econômicas, para o Território de Irecê, caso a agência se mantenha fechada por muito tempo. “Somos uma das regiões mais importantes do interior do estado, com um território com mais de 20 municípios e cerca de 900 mil habitantes. Nossos segmentos comercial e de prestação de serviços são fortes, bem como a produção da agropecuária e diversas outras culturas e não podemos ficar muito tempo sem a atividade plena desta agência”, explicou Elmo Vaz. Rodrigo Nogueira destacou o esforço da instituição financeira para garantir o funcionamento da agência. “Estamos trabalhando para colocar o quanto antes a agência em funcionamento, minimizando os danos para a população. A situação é crítica, somente na bahia já são 47 agências fechadas por conta de arrombamentos”, destacou o gerente. A senadora Lidice da Mata se comprometeu acompanhar de perto as providências, além de gerir a situação junto a Superintendência do BB na Bahia e ao Governo do Estado. Durante a reunião ficou agendada uma rodada de diálogos em Salvador com o Superintendente Estadual Carlos Motta, que estará em Irecê na sexta feira próxima para acompanhar de perto as providências. Durante o encontro o prefeito Elmo Vaz externou sua preocupação com os comerciantes que sofreram prejuízos materiais.

22 de março de 2017, 07:20

INTERIOR DA BAHIA Eures Ribeiro se reúne com Ministro da Integração e trata sobre seca

Foto: Divulgação/Arquivo

Prefeito Eures Ribeiro se reúne em Brasília com ministro para discutir alternativas à seca

Para tratar de assuntos relacionados à seca na Bahia, o presidente da União dos Municípios da Bahia – UPB -, Eures Ribeiro, esteve reunido com o Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, na tarde desta terça-feira, dia 21, em Brasília. O presidente da UPB esteve em busca de apoio e explicações para o problema que atinge mais da metade dos municípios do Estado. Na oportunidade, o ministro disse que não autorizou o exército a diminuir o numero de carros-pipa na Bahia e que o Ministério também não autorizou colocar água em reservatórios para as pessoas buscarem em grandes distâncias. Ele enfatizou que o certo é continuar nos moldes passados, entregando a água casa a casa. Helder falou sobre a operação de barragens e limpeza de aguada, que será intensificada no estado. O Ministro solicitou que a UPB informe os municípios que tiveram o fornecimento de água suspenso ou, ainda, a diminuição do mesmo. Também participaram desta reunião sobre a seca o presidente da Codevasf, o deputado federal que faz parte da bancada baiana, Arthur Maia, o representante da Defesa Civil Nacional e o senador Otto Alencar, que viabilizou a agenda do ministro. “Tivemos informações decisivas e estratégicas sobre o assunto. Vamos passar o retorno que o ministério solicitou, para que sejam feitas intervenções urgentes nos municípios prejudicados, com o não funcionamento ou funcionamento parcial dos serviços”, disse Eures.Também durante à tarde, aconteceu a reunião com o diretor executivo de governo, Roberto Barros Barreto, representando o presidente da Caixa Econômica Federal. Na pauta, os gestores municipais levaram ao conhecimento da instituição bancária o atraso na avaliação dos convênios e vistoria de obras nos municípios baianos por parte da Caixa, bem como solicitaram o aumento do número de técnicos nas agências regionais para o acompanhamento das obras. “Os municípios baianos estão sendo penalizados pela falta desses técnicos fiscalizadores, pois as obras acabam se iniciando em uma gestão e finalizando em outra”, analisou Eures.Em toda a agenda cumprida em Brasília, nesta quarta-feira (21), Eures esteve acompanhado dos prefeitos de: Belo Campo, José Henrique Silva Tigre (Quinho) e segundo tesoureiro da UPB; de Jaborandi, Assuero Alves, presidente da Amorvale; de Lamarão, Dival Medeiros Pinheiro, presidente do Consisal; e do prefeito de Tremedal, Márcio Ferraz de Oliveira.

21 de março de 2017, 21:01

INTERIOR DA BAHIA Em Brasília, prefeito de Candeias apresenta projetos para revitalizar turismo religioso

Foto: Divulgação

O prefeito de Candeias, Dr. Pitágoras (PP), participou na última segunda-feira, 11, de audiência com o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Antônio Imbassahy, acompanhado do secretário municipal de Indústria e Comércio, André Peixoto, o bispo da Diocese de Camaçari, Dom João Carlos Petrini, o ex-reitor e ex-pároco do Santuário Nossa Senhora das Candeias, Frei Cristiano Freitas e o deputado federal Cacá Leão (PP). Na reunião foram apresentados projetos de revitalização do turismo religioso na cidade. “Com esse pleito vamos apresentar propostas para dar mais vigor a esse turismo, potencializando a nossa história e trazendo cada vez mais turistas e romeiros para nossa cidade” afirmou o Pitágoras. Segundo o prefeito, investimentos são essenciais para aumentar a oferta de serviços de hospedagem, recebimento aos romeiros, estacionamentos, meios de transporte públicos, além de guias de turismo e de informações. O prefeito destacou a força das festas católicas religiosas que atraem milhares de fieis todos os anos. “Temos duas grandes festas anuais. A primeira é o Novenário de Nossa Senhora das Candeias que acontece em Janeiro e que recebe um público aproximado de 10 mil pessoas por dia. Desde que correu a notícia de que uma mulher cega voltou a enxergar após banhar-se nas águas dos milagres que nossa cidade ficou conhecida internacionalmente”, disse.

21 de março de 2017, 19:24

INTERIOR DA BAHIA Camaçari: ex-prefeitos são denunciados ao MP-BA

Os ex-prefeitos de Camaçari, Ademar Delgado (sem partido) e Luiz Caetano (PT), foram denunciados pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) por possível prática de ato de improbidade administrativa na prorrogação indevida de diversos contratos, no montante total de R$ 62.697.682,43. A determinação da formulação de representação foi definida durante sessão nesta terça-feira, 21. Por decisão unânime, o relator do processo, conselheiro Plínio Carneiro Filho, aplicou a multa máxima de R$ 50.708 a cada um dos gestores. A relatoria concluiu que houve burla às exigências do inciso II do art. 57 da Lei Federal nº 8.666/93 nas duas administrações, uma vez que a prorrogação contratual ocorreu sem que os objetos correspondentes fossem de natureza continuada. Segundo o relator, foram encontradas irregularidades nas prorrogações de convênios das empresas LN Construtora, Santacruz Engenharia, Sanjuan Engenharia, Reconart Construtora, HA Engenharia e Dallas Construções e Serviços.

21 de março de 2017, 09:35

INTERIOR DA BAHIA Ilhéus: seis pessoas são presas na Operação Citrus

Seis pessoas foram presas no início da manhã desta terça-feira, 21, durante a operação Citrus, do Ministério Público Estadual. A ação combate um grupo criminoso, composto de empresários e funcionários públicos, que praticava fraudes e superfaturamento em procedimentos licitatórios e contratos realizados pela prefeitura municipal de Ilhéus. Foram presos Enoch Andrade Silva, Thayane Santos Lopes, Wellington Andrade Novais, Lucival Bomfim Roque, Jamil Chagouri Ocké e Kácio Clay Silva Brandão. Além dos seis mandados de prisão, foram cumpridos seis mandados de condução coercitiva e 27 mandados de busca e apreensão. O grupo opera desde 2009 celebrando contratos com o Município de Ilhéus para o fornecimento de bens diversos utilizando as rubricas genéricas de “gêneros alimentícios” e “materiais de expedientes/escritório”. O esquema contava com a participação de agentes públicos do primeiro escalão do governo municipal e, conforme comprovado no período da investigação, as empresas envolvidas receberam mais de R$ 20 milhões decorrentes de contratações com a Prefeitura Municipal de Ilhéus. As empresas são a Marileide S. Silva de Ilhéus, Mariangela Santos Silva de Ilheus EPP, Thayane L. Santos Magazine ME, Andrade Multicompras e Global Compra Fácil Eireli-EPP, todas geridas por Enoch Andrade Silva. Também foi identificada a participação do empresário Noeval Santana de Carvalho, que celebrava contratos irregulares com o Poder Público para fornecimento de merenda escolar. A operação foi comandada pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus em parceria com o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) e suporte operacional da Polícia Civil, através do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e do Departamento de Polícia do Interior (Depin).

20 de março de 2017, 17:30

INTERIOR DA BAHIA Cidade de Almadina comemora emendas de Bacelar

Foto: Divulgação

O deputado federal Bacelar (PTN-BA)

O município de Almadina, no sul da Bahia, festejou 55 anos de emancipação mostrando a dinâmica de trabalho da nova gestão. É uma das sete cidades baianas administradas pelo PTN e atraiu o presidente estadual da legenda, deputado federal Bacelar, para conferir as obras do programa habitacional iniciado pelo prefeito Milton Cerqueira, além das principais demandas da região. Almadina é uma das cidades contempladas pelas emendas apresentadas por Bacelar em Brasília, no total de R$ 600 mil, que serão investidos em equipamentos de saúde, manutenção dos postos municipais, pavimentação e ações de infraestrutura da cidade. O deputado Bacelar destacou a importância do investimento que vai oferecer mais qualidade de vida aos almadinenses, lembrando a força do PTN na região, uma vez que também o presidente da Câmara de Vereadores, Wilson Freitas (Chuí), pertence à legenda. “A cidade experimenta um novo tempo; muitos projetos já estão em andamento, e em breve a população vai perceber os resultados”, disse, acompanhado do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT).

20 de março de 2017, 10:55

INTERIOR DA BAHIA Ibicaraí: ex-prefeita é condenada a dois anos de prisão por improbidade

A 2ª Vara da Justiça Federal condenou a ex-prefeita de Ibicaraí, Monalisa Tavares (PMDB), a dois anos e 15 dias de prisão por desvio de verba e fraude generalizada em processos licitatórios. O processo surgiu a partir da Operação Vassoura de Bruxa, da Polícia Federal, que em 2008 realizou busca e apreensão na prefeitura do município. Segundo o site Políticos do Sul da Bahia, a época, foram apreendidos processos licitatórios originais, em fase intermediária de montagem, para justificar falsos pagamentos. O prejuízo é avaliado em mais de R$ 5 milhões entre os anos de 2005 e 2008. Em sua decisão, o juiz federal Pedro Alberto Pereira, absolveu a ex-secretária de Administração e Finanças, Cristiane Fernandes Arraes, e condenou a ex-prefeita e o ex-presidente da Comissão de Licitação, Alberto Antônio Brito. O magistrado também resolveu substituir a pena por prestação de serviços à comunidade e pagamento de três salários mínimos a alguma instituição social.

20 de março de 2017, 09:40

INTERIOR DA BAHIA Irecê: bandidos explodem agências e incendeiam carros

Foto: Reprodução/Blog do Anderson

Agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, na cidade de Irecê, foram explodidas na madrugada desta segunda-feira, 20, por um grupo de homens fortemente armados. O crime aconteceu por volta das 0h30.De acordo com informações do Blog do Anderson, os bandidos saquearam todo o dinheiro dos cofres e caixas eletrônicos. Durante a ação criminosa, os assaltantes atiraram contra lojas, a sede da Polícia Militar e incendiaram carros durante a fuga, causando terror na cidade.Moradores acreditam que ao menos 50 bandidos atuaram no crime. A polícia faz buscas pelos criminosos, mas até a manhã desta segunda-feira, ninguém foi preso.

20 de março de 2017, 09:31

INTERIOR DA BAHIA Galo condena derrubada de casas em Vitória da Conquista

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelino Galo (PT), condenou, de forma veemente, a derrubada de pelo menos 100 barracos, localizados na Cidade Maravilhosa, em Vitória da Conquista, pela prefeitura, na madrugada do sábado (18). De acordo com relato de moradores do bairro Zabelê, prepostos do poder público municipal chegaram ao local com máquinas por volta das 4h30 sem estabelecer qualquer tipo de diálogo. O terreno ocupado por eles há oito meses, na Serra do Piripiri, pertenceria ao município. Galo considerou a medida “vergonhosa” e que a ação confirma que a atual gestão, liderada pelo prefeito Herzem Gusmão (PMDB), não tem sensibilidade social, nem políticas públicas voltadas ao desenvolvimento inclusivo do município. “Nesses quase 100 dias eles só tem perseguido os mais pobres, prejudicado trabalhadores do campo e da cidade. As queixas são constantes. Se fosse numa área nobre, ocupada por ricos, certamente não chegariam de madrugada, não teriam a mesma atitude. É um governo desastroso, que persegue quem mais precisa, e que envergonha, portanto, Vitória da Conquista”, afirmou o parlamentar, ao considerar que “a prefeitura tem responsabilidade sobre o que acontecer com as 100 famílias desabrigadas”.

20 de março de 2017, 09:16

INTERIOR DA BAHIA Solla acionará Herzem na Justiça por “desapropriação criminosa”

Foto: Divulgação

O deputado federal Jorge Solla (PT) acionará a Justiça contra o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (PMDB), para evitar que novas ordens de desapropriação de imóveis em áreas irregulares sejam executadas, bem como responsabilizar o prefeito e gestores envolvidos na desapropriação da Comunidade Maravilhosinha.”O que Herzem fez é inconstitucional porque atenta contra o princípio da dignidade da pessoa humana. É criminoso porque deixou desabrigadas centenas de cidadãos, sem que houvesse nenhuma urgência circunstancial para a desocupação daquela área, sem diálogo, sem planejamento para realocação daquelas famílias. É cruel porque sequer houve notificação, as pessoas foram acordadas na madrugada e não tiveram tempo para retirar seus móveis e bens pessoais”, condenou o petista.Na madrugada de sábado (18), às 4h, equipes da prefeitura surpreenderam as cerca de 100 famílias que moravam na localidade com a demolição total de todas as edificações construídas na localidade, no bairro Zabelê, às margens do Anel Rodoviário Jadiel Matos. Em nota oficial, a prefeitura disse que “as ações irão continuar de modo a garantir a proteção das áreas públicas” e orientou moradores de áreas ocupadas a abandonarem seus imóveis.”Vamos ingressar com uma ação popular demonstrando a ilegalidade do ato, o abuso do direito, para evitar que novas famílias sofram esse drama. Existe todo um protocolo com etapas que precisam ser cumpridas de assistência social e notificação das famílias e nada foi feito, imperou o método do chicote que até mesmo na direita imaginávamos que estava superado”, completou Solla.