12 de junho de 2013, 18:04

EXCLUSIVA Pesquisa: 47,9% preferem candidato de ACM Neto

Foto: Divulgação

Prefeito ACM Neto (DEM) e o governador Jaques Wagner (PT)

Na pesquisa encomendada por um grupo de deputados estaduais à Farani Consultoria e Pesquisa e divulgada ontem à noite com exclusividade por este Política Livre um dado chamou a atenção: ACM Neto, que aparece como líder absoluto da sondagem estimulada, com 55% das intenções de voto ao governo, surge também como o melhor cabo eleitoral da sucessão estadual de 2014. À pergunta “Se a eleição fosse hoje, você preferiria votar num candidato apoiado pelo governador Jaques Wagner ou da oposição apoiado por ACM Neto”, 47,9% responderam favoravelmente a um candidato da oposição apoiado pelo democrata, ao passo que 32,2% disseram preferir um nome indicado pelo governador. Para 14,7% dos entrevistados, tanto faz.

Leia também: Neto tem 55% das intenções de voto ao governo

11 de junho de 2013, 22:48

EXCLUSIVA Neto tem 55% das intenções de voto ao governo

Foto: Walter Pontes/Arquivo

Neto lidera pesquisa estimulada ao governo da Farani

Pesquisa encomendada pelos deputados estaduais de oposição à Farani Consultoria e Pesquisa fechada ontem e à qual este Política Livre teve acesso com exclusividade coloca, na sondagem estimulada, ACM Neto (DEM) como líder absoluto das intenções de voto ao governo em 2014 com 55% num cenário em que são relacionados Geddel Vieira Lima (PMDB), que surge em segundo lugar, com 8,5%, Lídice da Mata, com 7,5%, Otto Alencar (PSD), com 3,7%, Rui Costa (PT), com 1,3%, Marcelo Nilo (PDT), com 1,2% e João Gualberto (PSDB), com 0,5%. Em outra simulação, quando Paulo Souto (DEM) substitui ACM Neto na cédula, o ex-governador lidera com 28,2% das intenções de voto, seguido de Geddel, com 16%, Lídice, 10%, Otto com 5,5%, Rui com 1,8%, Nilo com 1,5% e Gualberto com 1,3%. Na sondagem espontânea, o atual governador, Jaques Wagner, aparece em primeiro lugar, com 8,4% das intenções de voto, seguido de ACM Neto, com 5,5%, Souto com 1,4%, Geddel, com 0,7%, Nilo com 0,6% e Otto com 0,4%; A pesquisa, que ouviu 2.075 pessoas em todo o Estado, também avaliou as intenções de voto ao Senado. No primeiro cenário, Souto aparece com 41,3% e Wagner, com 40,3%. Em outro, Souto lidera com 56,6% e Otto, com 18,5%. Um terceiro coloca Geddel com 42,6% e Otto com 23,8%.  A sucessão presidencial também foi pesquisada e coloca Dilma Rousseff (PT) com 56,5% das intenções de voto, Marina Silva, da Rede, com 20,3%, Aécio Neves, do PSDB, com 9,8% e Eduardo Campos, do PSB, com 2,5%.

9 de junho de 2013, 08:49

EXCLUSIVA Nelson Pelegrino já pensa na Prefeitura em 2016

Foto: Emerson Nunes / Arquivo / Política Livre

Nelson Pelegrino pode bater recorde de candidaturas ao mesmo cargo no PT

Ausente da festa que reuniu neste sábado quase 2.500 pessoas no Hotel Fiesta, no Itaigara, preparada pelo deputado federal Josias Gomes e o chefe da Casa Civil do governo, Rui Costa, para o lançamento da candidatura de Everaldo Anunciação à presidência estadual do PT, o deputado federal Nelson Pelegrino montou um plano que tem sido considerado audacioso pelos colegas de agremiação. Apontado no partido como um virtual concorrente de Anunciação,  ele se articula para lançar a candidatura do aliado de longa data Arestides Baptista à presidência do PT de Salvador. O objetivo de Pelegrino é preparar o terreno para tentar mais uma vez ser indicado candidato a prefeito da capital baiana pelo partido em 2016. Seria a quinta vez que ele concorreria à Prefeitura, um recorde de disputas ao mesmo cargo superior ao protagonizado por Luis Inácio Lula da Silva antes de se eleger à Presidência da República.

8 de junho de 2013, 12:53

EXCLUSIVA Neto prefere Câmara Municipal às incorporadoras

Foto: Max Haack/Agecom

Na dividida, prefeito prefere ficar com os vereadores no caso da isenção de 5%

O prefeito ACM Neto (DEM) já decidiu: vai fechar os olhos à emenda derrubada por 31 vereadores que previa isenção de 5% para incorporadoras imobiliárias. Em resumo, Neto não quer briga com a Câmara Municipal, cuja relação demorou a ajustar para conseguir aprovar o projeto da reforma tributária, ao qual a emenda com a isenção foi apresentada por iniciativa do vereador Edvaldo Brito (PTB), a pedido da própria Prefeitura, depois de uma acordo com os empresários. Além disso, Neto antevê nova batalha na Casa frente ao projeto que reajusta a base de cálculo do IPTU, o qual já começou a receber críticas de todos os lados. Uma outra alternativa para a questão da isenção das incorporadoras já está, entretanto, sendo pensada pelo executivo municipal para o setor, que pode ainda recorrer à Justiça alegando que a cobrança hoje efetuada pela Prefeitura é indevida.

7 de junho de 2013, 09:09

EXCLUSIVA A poucos, Wagner revela seu ‘dream team’ para 2014

Foto: Montagem Política Livre (Leonardo Isabella)

Rui, Negromonte e Otto: "dream team de Wagner para 2014"

Existe um dream team com que o governador Jaques Wagner (PT) sonha em ver seu grupo político disputando a sucessão de 2014? Claro que existe. Ele consiste numa chapa que seria formada pelo PT, seu partido, na cabeça, o PP, na vice, e o PSD, ao Senado. Os nomes, nesta ordem, seriam os de Rui Costa, atual chefe da Casa Civil e candidato pessoal de Wagner ao governo, o do deputado federal Mário Negromonte, do PP, para vice, e o do atual secretário estadual de Infraestrutura e vice-governador Otto Alencar, do PSD, partido mais importante da base de sustentação do governo depois do PT, como candidato a senador. Wagner revelou a “chapa dos sonhos” a pelo menos três políticos importantes com os quais se encontrou esta semana entre Salvador e Brasília. Quanto a seus próprios planos para 2014, o governador também deu a dica. Disputaria uma vaga na Câmara dos Deputados, funcionando como um grande puxador de votos para o PT e  partidos com os quais a legenda possa se coligar nas eleições proporcionais. Com a possibilidade de ser chamado para algum ministério na hipótese, na qual acredita piamente, de a presidente Dilma Rousseff se reeleger, ainda abriria uma vaga para um suplente. Uma beleza!

Raul Monteiro

6 de junho de 2013, 13:40

EXCLUSIVA Mauro Ricardo e Albérico ascendem na gestão Neto

Foto: Laércio Brasil/Arquivo

Albérico Mascarenhas: Tanto prestígio quanto Mauro Ricardo junto ao prefeito

Com a aprovação da reforma tributária, esta madrugada, na Câmara Municipal, duas figuras ganharam nova expressão na administração do prefeito ACM Neto (DEM). Uma delas é o mentor da proposta, o secretário municipal da Fazenda, que ganha, tecnicamente, mais poderes e espaço na gestão com a criação de novos órgãos sob seu comando, a exemplo da toda-poderosa CDEMS, que vai avalizar novo processo de endividamento da Prefeitura. O outro é Albérico Mascarenhas, chefe da Casa Civil do prefeito. Ambos se tornaram os principais conselheiros de Neto no campo administrativo durante as discussões sobre a reforma e ganharam ainda mais prestígio com a sua aprovação.

6 de junho de 2013, 12:31

EXCLUSIVA Araújo fica com Jonas em discussão com Otto

Foto: Agência Brasil

Araújo aproveitou oportunidade para cutucar Otto

Amigo do peito do vice-governador Otto Alencar (PSD), o deputado federal José Carlos Araújo (PSD) tomou um caminho diferente hoje em relação à polêmica entre o líder maior de sua legenda e o presidente estadual do PT, Jonas Paulo, a respeito da importância do carlismo na Bahia. Ao invés de se solidarizar com Otto, Araújo disse, em telefonema ao Política Livre, que ia se congratular com Jonas. Tudo porque considera que Otto tem sido “excessivamente petista”, defendendo no governo mais os interesses do partido e de seus integrantes do que os do PSD. Araújo já havia tornado a queixa contra Otto pública há mais ou menos uma semana, quando encontrou um grupo de colegas baianos na Câmara. Agora, a reforça ao dar ainda mais publicidade a seu sentimento de forma irônica. “Jonas fez bem em cutucar Otto. Vou me congratular com o presidente do PT”, disse, rindo.

6 de junho de 2013, 09:33

EXCLUSIVA Reforma cria ‘novo CNPJ’ para Prefeitura de Salvador

Foto: Secom/Prefeitura/Arquivo

Mauro Ricardo: manobra jurídica para tirar Prefeitura e prefeito ACM Neto da inviabilidade

A aprovação do projeto de reforma tributária da Prefeitura esta madrugada, pela Câmara Municipal, foi, além de uma demonstração de força por parte do prefeito ACM Neto (DEM), o primeiro passo para um conjunto de mudanças estruturais que ele pretende para a cidade de forma a marcar de forma positiva sua administração aos olhos da população soteropolitana.

Com ela, dada a promessa de avanço com que se passou a vendê-la antes da aprovação, ele cria também a idéia de que parte significativa dos problemas que encontrou no governo estão a ponto de começar a ser superados, porque envolvem, principalmente, a possibilidade de mobilizar recursos, internos e externos, para resolvê-los, maior dificuldade do gestor no caso da capital baiana.

Não é por acaso que a reforma trouxe embutida a criação da Companhia de Mobilização de Ativos de Salvador (CDEMS), na qual a oposição centrou suas críticas com base meramente na desconfiança. Se as tivesse aprofundado, veria que trata-se da verdadeira pedra de toque da reforma, uma vez que, na prática, cria um novo CNPJ para o município.

Isso permitirá que, pela primeira vez em oito anos, a Prefeitura se livre das restrições impostas pelo CAUC, uma espécie de cadastro de inadimplentes para órgãos públicos, garantindo a captação de recursos estaduais e federais. Foi exatamente a inscrição no CAUC, decorrente do descumprimento de obrigações financeiras e fiscais, o motivo alegado pelo ex-prefeito João Henrique (PP) para as dificuldades com que foi obrigado a conviver na Prefeitura.

A criação da CDEMS, que se torna também fiadora de parcerias público-privadas, como manobra para garantir flexibilidade e capacidade de endividamento – daí sua delicadeza ou perigo – ao município é obra do festejado Mauro Ricardo, que, além de prestígio, ganha status de super-secretário de Finanças, dado o poder e tamanho que, com a reforma, atribuiu à própria pasta.

Raul Monteiro

5 de junho de 2013, 08:26

EXCLUSIVA Prefeitura deve conceder aumento igual ao do Estado

Foto: Ag. A Tarde

Fachada do Palácio Thomé de Souza

Informes chegados há pouco ao Política Livre dão conta de que a Prefeitura estuda um aumento para o funcionalismo similar ao aplicado pelo governo aos servidores estaduais, da ordem de 5,84%, também parcelado. A Fazenda municipal teria contestado a proposta de conceder o reajuste, alegando que os aumentos autorizados pela gestão anterior, em patamares condenados pela atual equipe econômica do governo municipal, praticamente sufocaram a administração. O prefeito ACM Neto (DEM), entretanto, teria batido pé no sentido de reajustar os salários do funcionalismo municipal exatamente para evitar criar uma crise com os servidores logo no início de sua gestão. O fato de a Câmara Municipal ter majorado linearmente em torno de 8% os vencimentos de seus funcionários também influenciou na decisão de conceder o aumento. A confirmar!

24 de outubro de 2012, 12:25

EXCLUSIVA Exclusivo: ACM Neto nega acordo para indicação da SUCOM

Foto: Emerson Nunes / Política Livre

ACM Neto afirmou que, se eleito, vai preencher os cargos da administração com critérios técnicos e rigorosos

Em telefonema há pouco ao pouco ao Política Livre, o candidato do DEM a Prefeitura de Salvador, ACM Neto, negou enfaticamente qualquer acordo para indicação do superintende da SUCOM em seu eventual governo. Segundo ACM Neto, a sua primeira tarefa é ganhar a Prefeitura, depois preencher os cargos da administração com critérios técnicos e rigorosos. No caso da SUCOM, ele adianta que ainda não tem nenhum nome para ocupar o órgão, mas acrescenta que a mudança, dada a sua importância, terá que ser alguém da sua mais absoluta confiança.

Leia também: EXCLUSIVO: Setor imobiliário já comemora vitória de Neto e suposto acordo para indicar Sucom

2 de agosto de 2012, 11:13

EXCLUSIVA ACM Neto e Kertész devem evitar fustigar Pelegrino com tema do mensalão no dabate de hoje

Pelegrino, é bom que se diga, nunca teve seu nome envolvido no esquema do mensalão

Nelson Pelegrino, candidato do PT a prefeito de Salvador, pode quedar-se tranquilo hoje no debate da TV Bandeirantes, previsto para ir ao ar às 22h, com relação ao tema do mensalão, o escândalo de corrupção que a imprensa brasileira chama de maior da história do país e atinge em cheio o seu partido, cuja máscara de ético toda a nação viu cair há sete anos.

Pelo menos no plano das principais intenções, não faz parte da estratégia dos candidatos ACM Neto (DEM) e Mário Kertész (PMDB) abordarem o assunto no confronto de hoje à noite de forma a criar constrangimentos para o petista. O democrata à frente, os três integram o grupo dos mais competitivos candidatos à sucessão do prefeito João Henrique (PP).

Mas tanto ACM Neto quanto Kertész vão preferir discutir a cidade, que se encontra em situação crítica, a abordar o escândalo cujo julgamento neste momento da campanha tem levado a preocupação profunda candidatos do PT e de partidos aliados ao governo, mesmo aqueles que, a exemplo de Pelegrino, não tenham qualquer relação com o assunto.

É o que não se pode, entretanto, assegurar da parte dos candidatos Hamilton Assis, do radical Psol, e Rogério Da Luz (PRTB), cuja estratégia para o debate suas assessorias não aceitam antecipar nem, segundo elas, sob tortura. Eles poderão ser contidos, entretanto, pelo formato do debate, tradicionalmente muito engessado, na avaliação geral.

1 de agosto de 2012, 10:50

EXCLUSIVA Wagner vai a aniversário de Carballal e levanta suspeitas sobre delegação de missão a vereador

Wagner foi prestigiar aniversário de Carballal

O vereador Henrique Carballal (PT) comemorou seu aniversário com um churrasco no último domingo, numa casa no Condomínio Encontro das Águas, no Litoral Norte, onde não faltaram figuras importantes da política baiana, do empresariado e de seu próprio partido, como o governador Jaques Wagner (PT). Aliás, a presença de Wagner no local, onde, em determinado momento, conversou reservadamente com Carballal, levantou suspeitas no PT de que o governador pode ter confiado alguma missão ao vereador, como tem feito com alguma frequência em temas que envolvem Salvador e a campanha municipal.

1 de agosto de 2012, 09:25

EXCLUSIVA Pesquisa Ibope sobre sucessão em Salvador será divulgada nesta sexta no BATV à noite

A pesquisa contratada pela TV Bahia ao Ibope sobre a sucessão municipal em Salvador será divulgada nesta sexta-feira, às 19h, no BATV, programa jornalístico local de maior audiência da emissora. Trata-se da primeira sondagem de caráter público sobre as eleições na capital baiana. Ainda não há previsão sobre se o DataFolha, que pertence ao grupo Folha, também fará levantamento sobre a sucessão do prefeito João Henrique (PP).

30 de julho de 2012, 12:01

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: Ibope registra primeira pesquisa sobre a sucessão em Salvador

Coleta dos dados termina na próxma sexta-feira

O Ibope registrou ontem pesquisa sobre a sucessão municipal em Salvador, a pedido da TV Bahia, da Rede Bahia de Comunicação. Trata-se da primeira iniciativa de um instituto nacional, de grande porte, neste campo, que faz o levantamento de forma pública. A amostra é de 602 entrevistas. A coleta de dados começou no dia 29 de julho e seu término está previsto para o próximo dia 3 de agosto. Ainda não se sabe quando o resultado da sondagem será divulgado.

29 de julho de 2012, 12:26

EXCLUSIVA Wagner é vaiado por professores ao sair de missa em Camaçari

Foto: Divulgação

Governador assiste a missa em homenagem ao Pe. Paulo Tonucci

Hoje pela manhã, o governador Jaques Wagner (PT) foi vaiado por professores da Rede Estadual de Ensino ao sair da missa dominical realizada na Catedral, na Praça Desembargador Montenegro, em Camaçari. O governador estava acompanhado do presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), o prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), e do seu candidato ao cargo de Chefe Executivo Municipal, Ademar Delgado (PT). “O nosso objetivo é deixar visível para a comunidade baiana e, claro,  camaçariense, que estamos vivendo um estado ditatorial,  que tem como executor o atual governador e todos aqueles que, políticos como ele, se omitem ou deturpam a triste realidade que a educação baiana vive. Portanto, com as faixas de manifesto, nos colocamos diante dele hoje. Isto se chama democracia. É a indignação à intransigência que o governador comete em não sentar à mesa pra negociar”, declarou o professor Alexandre Almeida, que participou do manifesto.