24 de julho de 2017, 17:00

BAHIA Teia de Sustentabilidade reunirá instituições em defesa do meio ambiente

Para marcar a institucionalização da Teia de Sustentabilidade do Poder Judiciário da Bahia, que reunirá os Tribunais Regionais do Trabalho, Eleitoral e Federal, o Tribunal de Justiça da Bahia e o Tribunal de Contas do Estado da Bahia, será assinado nesta quarta-feira (26.07), o Protocolo de Cooperação Técnica do Comitê Interinstitucional de Gestão Socio Ambiental, com a presença dos dirigentes de todos os órgãos envolvidos. Além da assinatura do Protocolo de Cooperação Técnica, será realizado o 1º Encontro de Sustentabilidade do Poder Judiciário da Bahia, com palestras sobre o tema, e o curso Gestão Consciente, Administração Pública Eficiente (na quinta e sexta-feira). Todos os eventos acontecerão no auditório do Pleno do TRT, no bairro de Nazaré. Em visita de cortesia à desembargadora Maria Adna Aguiar Nascimento, presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na manhã desta segunda-feira (24.07), o presidente do TCE/BA, conselheiro Inaldo da Paixão Santos Araújo, confirmou a participação da Corte de Contas e elogiou a iniciativa do TRT, salientando a importância cada vez maior de ações que visem a preservação do meio ambiente e dos recursos renováveis do planeta. A desembargadora Maria Adna Aguiar, por sua vez, ressaltou que a questão da sustentabilidade é um dos valores que todos nós precisamos incorporar às práticas diárias, daí a necessidade de uma ação capaz de envolver diversas instituições, “pois, atuando em conjunto, poderemos implementar medidas que sejam mais eficazes e amplas e reduzir custos neste processo, aproveitando a sinergia entre os órgãos”.

24 de julho de 2017, 16:30

BAHIA Veículos com placa de final 7 têm desconto de 5% no IPVA até esta quinta (27)

Vence nesta quinta-feira (27) o prazo para os contribuintes que possuem veículos com placas de final 7 quitarem o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) com 5% de desconto, em cota única. A Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz-Ba) lembra que existe ainda a opção do pagamento em três parcelas, com o vencimento da primeira cota também no dia 27. Caso este contribuinte prefira pagar em cota única, sem desconto, a data limite é 28 de setembro. O pagamento pode ser efetuado nas agências ou caixas eletrônicos do Banco do Brasil, do Bradesco ou do Bancoob, com o número do Renavam em mãos. Também neste mês de julho, os proprietários de veículos de placa de final 6 devem ficar atentos ao pagamento da segunda parcela, que vence dia 28/7, e os de placa final 5 ao da terceira parcela, que deverá ser paga no dia 31/7. As datas de vencimento para as demais placas podem ser consultadas no calendário do IPVA 2017, disponível no site da Sefaz-Ba (www.sefaz.ba.gov.br), clicando-se no canal Inspetoria Eletrônica e em seguida em IPVA. A Secretaria da Fazenda ressalta que não encaminha para os contribuintes boleto de pagamento do imposto. Em caso de dúvida, é possível entrar em contato com o call center da Sefaz, pelo 0800 071 0071. O pagamento é integrado: é necessário quitar ainda a taxa de licenciamento e eventuais multas relacionadas ao Renavan informado.

24 de julho de 2017, 16:00

BAHIA OAB quer barrar no Supremo aumento de taxas judiciárias na Bahia

Foto: OAB

Faixada da Ordem dos Advogados do Brasil - Conselho Federal da

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil ajuizou no Supremo Tribunal Federal a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5720, com pedido de liminar, contra dispositivos da Lei 13.600/2016, da Bahia, que majoraram os valores das taxas judiciárias cobradas no âmbito da Justiça estadual. Segundo a OAB, o aumento ‘ofende diversos preceitos constitucionais’. As informações foram divulgadas no site do Supremo. Por causa da relevância da matéria constitucional suscitada e de seu especial significado para a ordem social e a segurança jurídica, o relator da ADI 5720, ministro Alexandre de Moraes, determinou a adoção do rito do artigo 12 da Lei 9.868/1999 para que a ação seja julgada diretamente no mérito, sem prévia análise do pedido de liminar. O ministro determinou que sejam ‘solicitadas informações ao governador do estado e à Assembleia Legislativa da Bahia’. Em seguida, os autos serão remetidos à advogada-geral da União e ao procurador-geral da República, sucessivamente, para manifestações. Na petição inicial, a OAB aponta que as custas judiciais, ou ‘taxa judiciária’ – conforme a nomenclatura utilizada na lei -, possuem a natureza jurídica de taxa de serviço, sendo necessário que o Estado, retributivamente, preste aos jurisdicionados serviço específico. Para a entidade, os serviços públicos que se pretende remunerar com a taxa ‘não sofreram qualquer alteração na sua prestação que justifique o aumento instituído’. A OAB alega que os limites e porcentuais fixados na norma ‘mostram-se excessivos e desproporcionais, comprometendo o acesso à Justiça, necessário e fundamental para a manutenção do Estado Democrático de Direito’. Segundo a entidade máxima da Advocacia, no cômputo total de custas iniciais, custas de apelação e outras despesas no curso do processo se identifica que o critério utilizado pela lei baiana ‘ultrapassa em muito o valor do serviço disponibilizado, de forma individualizada e indivisível, ao jurisdicionado’. A Ordem pede a declaração de inconstitucionalidade do artigo 2.º e do Anexo Único, Tabela I, da Lei estadual 13.600/2016, ’em razão de ofensa a dispositivos constitucionais, entre eles o artigo 5.º, inciso XXXV (acesso ao Judiciário) e o artigo 145, inciso II (malversação da utilização da taxa para fins fiscais)’.

Estadão

24 de julho de 2017, 13:30

BAHIA Banco de Olhos da Bahia promove campanha para acabar com espera por córnea

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) saiu em defesa do juiz Sérgio Moro nesta segunda-feira, 24. A maior entidade dos juízes federais manifestou “veemente repúdio” contra “atitudes ofensivas” a Moro decorrentes da sentença que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso triplex. Depois da condenação imposta a Lula, Moro passou a ser alvo de ataques de aliados do ex-presidente. A senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR), ré da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, chamou o juiz de “covarde”. Em ato na Paulista, ela disse que Moro “ganhou em um ano o que Lula levou a vida inteira para receber”. Outro senador, Lindberh Farias (PT/RJ), também atribuiu covardia a Moro. O presidente do PT em São Paulo, Luiz Marinho, declarou que o juiz da Lava Jato é “um torcedor escondido atrás de uma toga”. ”A Associação dos Juízes Federais do Brasil, entidade de classe de âmbito nacional da magistratura federal, tendo em vista os ataques sofridos nos últimos dias pelo juiz federal Sérgio Moro, em decorrência de ter prolatado sentença penal condenatória do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, vem manifestar seu veemente repúdio contra as atitudes ofensivas à honra pessoal do magistrado por estar cumprindo o seu dever, que é conduzir os processos judiciais e julgá-los”, reagiu a entidade. O texto, subscrito pelo presidente da Associação, Roberto Carvalho Veloso, não cita nome de nenhum político, mas se refere claramente aos que, depois da condenação de Lula, atacam Moro protegidos pela imunidade. ”Causa indignação a utilização da imunidade parlamentar para desferir ofensas a quem está cumprindo a sua função constitucional de aplicar a lei ao caso concreto. O inconformismo contra o mérito das decisões judiciais deve se dar com os recursos judiciais postos à disposição das partes e não por meio de agressões verbais, seja na tribuna das Casas Legislativas ou por meio da imprensa.”

24 de julho de 2017, 12:48

BAHIA Bahia tem 4,8 mil na fila para receber passaportes; emissão volta hoje

O serviço de emissão de passaportes será retomado gradativamente a partir desta segunda-feira (24). Mas quem ainda vai solicitar o documento, vai ter que esperar que os 4.884 passaportes represados na Bahia sejam processados, para que a sua solicitação seja atendida.De acordo com nota emitida pela Polícia Federal, o processamento dos documentos vai respeitar a ordem cronológica dos pedidos e os novos só podem ser produzidos após a conclusão de todos que estão na fila de espera. Ainda segundo a PF, não há previsão de quando o serviço vai ser normalizado, mas na sexta-feira (21), a Casa da Moeda informou que tudo deve ser normalizado em cinco semanas. Na Bahia, o posto que acumulou maior número de solicitações foi o do SAC do Salvador Shopping, com 1.930 pedidos, seguido do SAC do Shopping Barra, com 1.535. Em seguida, o posto de Feira de Santana, com 389, Vitória da Conquista, com 330, Ilhéus, com 252, Juazeiro, com 240, e Porto Seguro, com 208.A emissão dos passaportes foi suspensa em junho, após a Polícia Federal anunciar um corte de verbas por parte do governo federal, que afetou o serviço. Em todo país, 175 mil pedidos de passaportes ficaram represados. O Ministério da Justiça informou que fez um repasse de crédito extra de R$ 102 milhões à Polícia Federal para regularizar o serviço.

24 de julho de 2017, 11:40

BAHIA Chocolat Bahia 2017 reúne 60 mil pessoas e gera R$ 10 milhões em negócios na cidade de Ilhéus

Foto: Divulgação

Chocolat Bahia 2017, que teve o apoio do Governo do Estado, também bateu recordes de público e de negócios

Iniciado há nove anos com 13 expositores e apenas uma marca de chocolate regional, o Festival Internacional do Chocolate e Cacau, encerrado no domingo (23) em Ilhéus, possui, atualmente, números expressivos: 80 expositores e 40 marcas de chocolates premium do sul da Bahia. O Chocolat Bahia 2017, que teve o apoio do Governo do Estado, também bateu recordes de público e de negócios. Cerca de 60 mil pessoas visitaram o Centro de Convenções, gerando um movimento de R$ 10 milhões. Um dos destaques do festival foi o lançamento, pelo Governo da Bahia, da Estrada do Chocolate, a primeira estrada temática do estado, que irá abranger os municípios de Ilhéus e Uruçuca. No roteiro, os turistas poderão conhecer a cultura do cacau e produção do chocolate, através de visitas a fazendas/fábricas de chocolate gourmet existentes ao longo da rodovia BA-262, com sítios históricos, rios, cachoeiras e áreas de preservação ambiental. “O resultado é totalmente positivo, com a rede hoteleira ocupada, milhares de pessoas visitando os estandes, ampliação dos espaços do pavilhão de feiras, o que impulsiona a economia. Estamos consolidando Ilhéus como a capital brasileira do Cacau e do Chocolate de Origem”, destacou o secretário estadual de Turismo da Bahia, José Alves. Além dos estandes para lançamento e comercialização de chocolates produzidos no sul da Bahia, o festival abriga eventos como o Fórum Brasileiro do Cacau e Chocolate, Cozinha Show, Cozinha Kids, Ateliê do Chocolate, Pavilhão da Economia Criativa e o Espaço Cultural do Cacau, com shows de artistas regionais, além de visitas a fazendas de cacau que fabricam chocolate. O produtor de cacau, Fernando Botelho, que investiu na elaboração de chocolates premium, disse que a cada ano, o festival ganha uma nova dimensão, com o surgimento de novas marcas e a expansão dos negócios, mostrando que o caminho é a verticalização da lavoura cacaueira. “Nosso chocolate foi lançado há três anos no festival e, além das vendas diretas durante o evento, captamos nossos negócios e nos consolidamos no mercado”, afirmou Cecília Gomes. O idealizador e coordenador do Festival Internacional do Cacau e do Chocolate, Marco Lessa, ressaltou que o apoio do Governo da Bahia tem sido fundamental, não apenas na realização do evento, mas na transformação de uma região que só produzia amêndoas e hoje produz chocolates finos, com alto valor agregado. “O festival não se limita aos quatro dias do evento, ele tem desdobramentos durante todo o ano, nos negócios, no surgimento e crescimento de marcas, no estímulo ao empreendedorismo e na divulgação da região cacaueira no Brasil e no exterior. Essa é uma plataforma de fomento, de geração de emprego e renda, de estímulo à produção, de esperança na retomada do desenvolvimento em bases sustentáveis”, finalizou.

24 de julho de 2017, 11:08

BAHIA Abastecimento será interrompido em Itaparica e Vera Cruz nesta terça

Foto: Reprodução

A Embasa informa que, para possibilitar realização de manutenção em equipamentos de sistema de abastecimento de água, o fornecimento será temporariamente interrompido, a partir das 8h desta terça-feira (25), nos municípios de Itaparica e de Vera Cruz. A conclusão do serviço está prevista para a noite do mesmo dia (25), quando o abastecimento começará a ser retomado de forma gradativa. O restabelecimento total se dará em até 48 horas. A Embasa recomenda aos usuários que façam o uso racional da água no período. Imóveis que contam com reservação adequada não sentirão os efeitos da interrupção.

24 de julho de 2017, 10:28

BAHIA Para Trindade, avaliação da UNEB é resultado de investimento de Rui

Foto: Divulgação

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) está entre as 80 melhores universidades da América Latina e é a única representante baiana a ocupar o ranking da revista Times Higher Education. As instituições listadas foram avaliadas pela qualidade do ensino, da pesquisa, das ações de transferência de conhecimento e de suas perspectivas internacionais.Para o líder da oposição, vereador José Trindade (PSL), o resultado alcançado pela instituição só demonstra o esforço e o investimento que o governo de Rui Costa tem feito na educação (PSL).“Desde o início do governo Rui Costa ele estabeleceu como um dos pilares da sua administração o fortalecimento da educação, e ai está a prova disso, a UNEB sendo reconhecida como uma das melhores universidades da América Latina e a nível de Bahia, na frente até da UFBA”, lembra. O Brasil é o país latino-americano com o melhor desempenho no ranking em 2017, com 32 instituições na lista. Entretanto, a UNEB figura como única universidade do estado da Bahia.Não participam do ranking universidades que não possuem cursos de graduação, que não tiverem publicados pelo menos 200 trabalhos de pesquisa entre 2011 e 2015 ou que 80%, ou mais, das suas atividades se concentrem em apenas uma das missões consideradas pelo levantamento.

24 de julho de 2017, 09:25

BAHIA Governo quer tornar Planserv mais forte

Foto: Divulgação

Um dos maiores planos de saúde do Brasil está perto de se tornar também um dos mais modernos. Esta é a missão dada pelo Governo do Estado ao Planserv, que lança, em agosto, licitação para contratar uma empresa especializada para aprimoramento da gestão do plano dos servidores públicos estaduais. Mais forte e moderno, o Planserv vai melhorar a assistência e o atendimento a 500 mil servidores do Estado e seus familiares. O Termo de Referência da contratação da empresa já está disponível no site comprasnet.ba.gov.br. “A gestão da assistência permanecerá sob o comando do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Administração [Saeb]. A contratação desse apoio operacional visa principalmente otimizar a gestão do Planserv, tornando-o melhor para seus beneficiários”, afirmou a coordenadora-geral do plano, Cristina Cardoso. Esse e outros pontos foram esclarecidos em audiência pública realizada em Salvador, na última terça-feira (18). Participaram do encontro, conduzido por Cristina Cardoso, representantes de empresas locais e de outros estados que, até a data de publicação do edital, podem enviar questionamentos a respeito do assunto para o endereço consulta.publica@planserv.ba.gov.br. Com o apoio operacional, o Planserv visa garantir sustentabilidade de longo prazo; atualização científica e tecnológica; qualificação e especialização dos serviços; modernização e integração de processos, sistemas e serviços; software com performance adequada e ferramenta de Business Inteligence (BI); análise preditiva da sinistralidade; ampliação da capacidade operacional; melhoria na assistência com ganhos na saúde do beneficiário e aprimoramento nos mecanismos de controle. A empresa a ser contratada disponibilizará software com ferramentas gerenciais, táticas e operacionais para gestão de plano de saúde; prestação de serviços de consultoria para aprimoramento da gestão; implementação e operacionalização de programa integrado de promoção à saúde e prevenção de doenças e agravos. Todo o controle da gestão do Planserv continuará com o Governo do Estado, portanto a contratação da empresa não representa terceirização ou privatização da assistência. O software a ser implantado permitirá conectividade com a rede prestadora, auditores, colaboradores do Planserv, médicos e beneficiários. Com o maior controle, será possível avaliar e validar a consistência, coerência, unicidade e formato de dados. “O sistema vai permitir a integração completa com sistemas e bases de dados do Estado que controlem as informações de beneficiários e prestadores, o que vai favorecer a melhor gestão do plano”, diz a coordenadora. Os ganhos também incluem o acompanhamento do desempenho dos prestadores, permitindo acesso para consulta de informações e acompanhamento de demandas. Serão avaliados, sistematicamente, a documentação e os serviços assistenciais da rede de prestadores, considerando os níveis de resolubilidade, segurança, complexidade e conforto para o beneficiário, o que contribui para a qualificação da rede de serviços oferecida pelo plano.

24 de julho de 2017, 07:10

BAHIA Regionalização da saúde vai ser marco da gestão, garante Rui Costa

Foto: Divulgação

Governador Rui Costa

“Quando decidi regionalizar a saúde e construir sete novas unidades, muitos pensaram: ‘esse vai se dar mal, porque não vai fazer’. Nós estamos provando que é possível. Estamos regionalizando e trazendo serviços de saúde para o interior da Bahia”. A afirmação do governador Rui Costa foi realizada em Jequié, no sudoeste da Bahia, no último sábado (22), quando ele inaugurou o Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Geral Prado Valadares, autorizou a execução da conclusão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada no bairro Cansanção e visitou as obras da policlínica regional. “Quero ser lembrado como o governador que mais investiu em saúde, e a concretização da regionalização vai ser o principal marco desses quatro anos de gestão”, acrescentou Rui. Nos dois primeiros anos de Governo, a Bahia aplicou mais de R$ 9 bilhões em obras, serviços e recursos humanos na área da saúde, o que possibilitou a abertura de aproximadamente 630 leitos em todo o estado. Neste período, a capital baiana ganhou o Hospital Geral do Estado 2 (HGE 2), referência no atendimento a queimados e a urgência e emergência de trauma e o Hospital da Mulher, que é a maior unidade do Norte-Nordeste especializada no atendimento à saúde feminina. São mais de R$ 110 milhões investidos nas duas unidades, que acrescentam 297 novos leitos à rede estadual. Já no interior, o Governo do Estado inaugurou duas Unidades de Pronto Atendimento 24 horas (UPAs), uma em Feira de Santana e a outra em Vitória da Conquista. Cada unidade tem a capacidade de atender, diariamente, até 450 pacientes de baixa e média complexidade.

Tribuna da Bahia

23 de julho de 2017, 12:02

BAHIA Governo do Estado lança em Ilhéus a Estrada do Chocolate

O Governo do Estado lançou o projeto de implantação da Estrada do Chocolate em Ilhéus, no sul da Bahia, durante o Festival Internacional do Chocolate e Cacau – Chocolat Bahia 2017. No roteiro, os turistas conhecerão a cultura do cacau e a produção do chocolate, por meio de visitas a fazendas existentes ao longo da BA-262, com sítios históricos, rios, cachoeiras e áreas de preservação ambiental.Este será o primeiro roteiro turístico temático da Bahia e, inicialmente, vai abranger os municípios de Ilhéus e Uruçuca. O projeto foi lançado pelo secretário do Planejamento e vice-governador, João Leão, neste sábado (22), com as presenças dos secretários de Turismo, José Alves, e Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, além do coordenador do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Jonas Paulo.Na apresentação do projeto, João Leão destacou que “existem cidades no Brasil e no mundo que não produzem uma única amêndoa de cacau e vivem exclusivamente do chocolate. O Governo da Bahia está somando esforços com os empresários e outras instituições, como prefeituras e universidades, no sentido de impulsionar a produção de chocolate e fazer com que essa região de torne um polo de atração de investimentos, impulsionando o turismo e a economia como um todo”. O roteiro começa a operar a partir de agosto. Ele inclui ainda as fábricas do parque moageiro de cacau, no Distrito Industrial de Ilhéus, fazendas/fábrica de chocolate gourmet, fazendas de cacau com acervo histórico-arquitetônico, Estação Rio do Braço, arquitetônico da sede do antigo distrito de Ilhéus e a Biofábrica do Cacau.

23 de julho de 2017, 11:31

BAHIA Projetos culturais terão apoio de R$ 12 milhões do BNDES de agosto a dezembro

Vinte e um projetos de todas as regiões do país, com início entre agosto e dezembro deste ano, vão receber até R$ 12 milhões de patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), incentivados pela Lei Rouanet. Do total, 43% dos projetos são referentes à área da música, 38% ao audiovisual e 19% à literatura. O anúncio foi feito pela instituição nesta semana.Uma das novidades este ano é a exigência de que todos os eventos realizem ações inclusivas voltadas para o público infantojuvenil de comunidades carentes. No mesmo período do ano passado, foram apoiados pelo banco 20 projetos, também com recursos no valor de R$ 12 milhões.O setor de cultura continua sendo prioridade na instituição, que apoia festivais e mostras de cinema que tenham foco na produção audiovisual brasileira, eventos de música instrumental e erudita e festas e feiras literárias que fomentem o acesso às bibliotecas públicas brasileiras.Dos 21 projetos selecionados neste segundo semestre de 2017, alguns dos quais com realização em mais de um estado, três ocorrem no próximo mês de agosto, quatro em setembro e quatro em outubro, sete em novembro e três em dezembro. As regiões Nordeste e Sudeste receberão o maior número de eventos: 10, cada, enquanto o Norte e o Centro-Oeste terão três projetos cada e a Região Sul, dois projetos.

Agência Brasil

23 de julho de 2017, 09:10

BAHIA Rui inaugura centro de bioimagem e vistoria obras em Jequié

Ações nas áreas de saúde e desenvolvimento rural para a população de Jequié e municípios da região sudoeste da Bahia foram entregues pelo governador Rui Costa neste sábado (22). Ele inaugurou o Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Geral Prado Valadares, na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP), com instalação de tomografia computadorizada e ressonância magnética. “Esse é um centro de diagnóstico moderno e sofisticado para garantir a saúde pública de toda a região. O hospital não realizava tomografia nem ressonância e agora passa a fazer, com investimento de R$ 11,8 milhões. Estamos implantando este modelo de administração por meio de parceria público-privada, que agiliza a manutenção. Os aparelhos podem ser consertados com mais rapidez, sem precisar ficar parados. Com isso, a gente tem garantia, porque passa a ser interesse da empresa que o hospital produza e atenda o povo com qualidade todos os dias”, afirmou Rui. O governador ainda autorizou a execução da obra de conclusão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada na avenida Governador Lomanto Júnior, no loteamento Santa Luz, no bairro Cansanção. Anunciou também a publicação, no Diário Oficial do Estado (DOE), na última semana, de edital de construção do novo Colégio da Polícia Militar (CPM) da cidade. “Um investimento grande de quase R$ 7 milhões para oferecer à nossa juventude uma educação de qualidade”, destacou. Fez parte da programação do governado em Jequié, neste sábado (22), a visita ao Frigorífico Vale do Sol e às obras da policlínica regional e do novo Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC). Orçada em R$ 13 milhões, a policlínica tem conclusão prevista para agosto. Rui também autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar convênio no âmbito do programa Bahia Produtiva com Associações do Assentamento Flor da Terra, na área de fruticultura. Os secretários estaduais da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, acompanharam o governador em Jequié.

23 de julho de 2017, 08:49

BAHIA Festival do Chocolate e Cacau apresenta novos produtos em Ilhéus

Do cacau ao chocolate. Essa é a nova realidade do Sul da Bahia, após décadas como região produtora de amêndoas. A cada dia, novos empreendedores passam a investir na produção de chocolates finos, apostando num mercado consumidor em expansão no Brasil e no exterior. O Chocolat Bahia 2017, Festival Internacional do Chocolate e Cacau, que está sendo realizado em Ilhéus, com o apoio do Governo da Bahia, é uma oportunidade de apresentar novos produtos, adquirir e trocar conhecimentos e ampliar os negócios. São cerca de 40 marcas de chocolates regionais em exibição, tendo como característica o cacau de qualidade, resultado de investimentos na modernização da lavoura.Hans Schaeppi é um pioneiro. Há 32 anos, ele implantou a primeira fábrica de chocolate caseiro do Nordeste. “Foi um grande desafio, porque havia uma cultura de produzir amêndoas e percebi que era preciso investir no produto final. Hoje vejo com alegria a região partindo para a verticalizado e se tornando a terra do cacau e do chocolate”, afirma. Atualmente, Hans produz cerca de duas mil toneladas por ano, comercializa os produtos em todo o país e busca atingir o mercado chinês. O setor de chocolates premium cresce cerca de 10% ao ano no Brasil, enquanto o mercado tradicional cresce apenas 2%. Henrique Almeida é outro exemplo de produtor de cacau que apostou no chocolate. Da terceira geração de uma família de produtores de cacau, ele começou a produzir chocolate há cinco anos. Investiu em amêndoas de qualidade, cursos de capacitação e hoje comercializa o chocolate premium em grandes redes da Bahia e do Sul/Sudeste do país. O próximo passo é o mercado árabe e os Estados Unidos. “Cacau é alimento e também prazer. Nosso foco é a qualidade. Esse é o caminho da região. O negócio cacau só é viável se atrelado ao chocolate”, destaca. O mercado de chocolate atrai jovens empreendedores como Leonardo Maia. Com pós-graduação em Gestão de Negócios em Cacau e Chocolate, ele está produzindo chocolates finos com 50% e 70% de cacau. “Na infância, sempre tive muito contato com fazendas de cacau e sempre que podia acompanhava os trabalhadores nos tratos e colheita do cacau. Em minhas viagens para outros países, tive a oportunidade de experimentar diversos tipos de chocolates e percebi que o nosso cacau do Sul da Bahia tem um potencial grande a ser explorado”, ressalta.

23 de julho de 2017, 08:15

BAHIA ‘Aqui todo mundo é parente’, alega prefeito baiano acusado de nepotismo

“É um município pequeno, de quase sete mil habitantes. Aqui todo mundo é parente de todo mundo”. Esta é a justificativa de Antônio Valete (PSD), prefeito de Jussari, um dos cinco municípios do Sul do estado investigados pelo MP por nepotismo. Ele nomeou seis parentes, mas exonerou três e manteve outros três. Entre eles, a esposa, que é secretária de Assistência Social e servidora efetiva do município há 30 anos. Valete afirma que ela tem qualificação técnica para o cargo, mas diz que vai obedecer à Justiça. “Infelizmente, é um crime ser mulher do prefeito”, reclama. Valete e outros quatro prefeitos do Sul baiano foram convocados pelo promotor de Justiça Inocêncio Carvalho para dar explicações sobre a nomeação de parentes. Também serão ouvidos os prefeitos de Itapé, Naeliton Rosa (PP), Barro Preto, Ana Paula (PMDB), Buerarema, Vinícius Filho (PSDB), e São José da Vitória, Jeová Nunes (PSL). Por telefone, o CORREIO procurou os prefeitos para falar sobre o caso, mas eles não foram localizados até o fechamento desta edição.

Correio*