23 de janeiro de 2017, 17:42

BAHIA Em aceno à base, Rui cobra “carinho” de secretários a deputados

Foto: Secom_Ba

Rui Costa dá posse a seus sete nove secretários em solenidade na Fundação Luis Eduardo Magalhães

Num aceno à base no sentido de que está mais atento às suas queixas, o governador Rui Costa (PT) cobrou hoje na posse dos seus novos sete secretários que os auxiliares atendam os deputados com a maior brevidade possível. “Recomendei que a gente possa acelerar a marcação de audiências, porque um deputado não vem só pedir. Ele vem apresentar sugestões que ajudam a melhorar a máquina pública e o funcionamento do estado”, declarou o governador em seu discurso, observando que, mesmo quando não há disponibilidade para atender os pleitos, o parlamentar precisa ser bem tratado, “com carinho”. “Quando vem pedir e não tem para dar, eu me lembro da frase que Otto gosta de falar: ‘Pode não ter o pão que alimenta, mas não pode faltar a palavra que conforta’”, acrescentou, afagando o senador Otto Alencar, do PSD.

A equipe do governo do Estado conta com sete novos secretários, empossados pelo governador, em solenidade no auditório da Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. José Vivaldo Mendonça assume a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti); Jaques Wagner, de Desenvolvimento Econômico (SDE); Fernando Torres, de Desenvolvimento Urbano (Sedur); Olívia Santana, do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre); Carlos Martins, de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (JDHDS); Geraldo Reis, do Meio Ambiente (Sema); e Julieta Palmeira, de Políticas para as Mulheres (SPM).

Na ocasião, Rui indicou o critério para a escolha dos secretários. “O equilíbrio entre o técnico e alguma sensibilidade política. É isso que nós buscamos. Não interessa ter alguém técnico que não tem sensibilidade do quanto aquilo impacta na melhoria na vida das pessoas. E também não adianta a pessoa apenas com perfil político, que não saberá executar aquilo que tem feito. A escolha partiu de quem tem conhecimento técnico, além de saber manter ou mudar uma equipe que já está em andamento. Os projetos são do Governo do Estado e não dos secretários”, afirmou.

23 de janeiro de 2017, 16:53

BAHIA Otto rebate críticas à nomeação de Wagner para secretário de Rui

O senador Otto Alencar (PSD) atacou hoje, durante a posse dos novos secretários, os críticos da ida do ex-governador Jaques Wagner (PT) para o secretariado do governador Rui Costa (PT). “Isso só não cabe na cabeça daqueles que não tem compromisso público”, criticou o senador do PSD, acrescentando que a nomeação de um ex-governador para o primeiro escalão do Estado não era inédita na Bahia. “Eu mesmo já elegi um governador e passei a ser secretário depois”, declarou Otto, que passou a ser secretário quando encerrou um mandato tampão no governo no qual foi sucedido por Paulo Souto (DEM).

23 de janeiro de 2017, 16:47

BAHIA Wagner diz que virou secretário por apelo “de vários companheiros”

O ex-governador Jaques Wagner, novo secretário de Desenvolvimento Econômico nomeado pelo governador Rui Costa (PT) neste final de semana, disse há pouco, durante a solenidade de posse, que sua transferência do cargo de chefe do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão, para a pasta foi resultado do apelo “de vários companheiros”. Embora não queira dizer que vai assumir a coordenação da articulação política do governo, Wagner disse que todo secretário tem a função de conversar com aliados, movimentos sociais e empresariado. Também foi menos enfático contra a reeleição do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Marcelo Nilo (PSL), que já criticou. “O governador Rui Costa fala sobre isso. Eu já disse várias vezes que o Marcelo Nilo tem sido um presidente da Assembleia que sempre tem contribuído para a harmonia entre os poderes e tem dado muita tranquilidade ao meu governo e ao governo de Rui”, declarou.

23 de janeiro de 2017, 16:24

BAHIA Estratégia de controle da febre amarela será discutida com prefeitos

Desde a semana passada, 67 municípios do oeste, sudoeste e extremo sul baiano intensificaram a vacinação contra a febre amarela. A recomendação para imunizar 100% da população foi emitida pela Vigilância Epidemiológica do Estado, que levou em conta a situação da doença no país, com a ocorrência recente de óbitos em São Paulo, Goiás e Minas Gerais, incluindo regiões que fazem divisa com a Bahia. Para reforçar e debater estratégias para controle da febre amarela e para imunização de toda a população desses 67 municípios, o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, e técnicos da Superintendência de Vigilância e Proteção à Saúde se reunirão com prefeitos e secretários municipais de saúde. O encontro acontece nesta terça-feira (24), a partir das 14h, no auditório da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Dos 67 municípios, 45 estão localizados na área de risco para transmissão da febre amarela silvestre. São eles: Angical, Baianópolis, Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Buritirama, Campo Alegre de Lourdes, Canápolis, Carinhanha, Casa Nova, Catolândia, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Ibotirama, Itaguaçu da Bahia, Iuiú, Jaborandi, Luís Eduardo Magalhães, Malhada, Mansidão, Morpará, Muquém de São Francisco, Paratinga, Pilão Arcado, Remanso, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Sobradinho, Tabocas do Brejo Velho, Wanderley e Xique-Xique. Os demais 22 apresentam grande circulação de pessoas vindas do estado de Minas Gerais. São eles: Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Ibirapuã, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz de Cabrália, Teixeira de Freitas, Vereda e Vitória da Conquista.

23 de janeiro de 2017, 15:31

BAHIA Hospital da Mulher atende mais de 200 pacientes em uma semana

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Balanço da primeira semana de atendimento do Hospital da Muher

Mais de 200 pacientes já passaram por consultas médicas no ambulatório do Hospital da Mulher, no Largo de Roma, em Salvador, desde o último dia 16. Além do atendimento médico, o ambulatório já realizou 621 procedimentos. Outros setores também estão em pleno funcionamento, como o centro cirúrgico, a enfermaria e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As pacientes chegam à unidade por meio da Central Estadual de Regulação, vinculada às secretarias municipais de saúde. De acordo com o diretor-médico da unidade, Paulo Sérgio Andrade, os atendimentos mais procurados no hospital têm sido nas áreas de ginecologia e mastologia. “Estamos na fase dos ajustes ‘finos’ para que possamos atender cada vez melhor essas pacientes. Alguns setores do hospital ainda faltam receber demanda, muitas vezes por falta de conhecimento das próprias secretarias, mas que esperamos, em breve, estar funcionando, com a divulgação que temos feito. É o caso da área de reprodução humana, na qual é possível tratar infertilidade, obstrução tubária e endometriose, além do setor de planejamento familiar e o serviço de violência sexual, que já está instalado”, explica o diretor-médico. Por tratar-se de um hospital de média e alta complexidade, a unidade recebe pacientes dos 417 municípios baianos. As mulheres vêm de diferentes regiões do interior do estado, como a lavradora Luzia Plácido Souza, moradora de Ubaíra, no centro-sul da Bahia, que ficou surpresa com a estrutura da unidade ao passar por uma consulta nesta segunda-feira (23). “É diferente de todos os hospitais que eu já vi. As pessoas são bem atendidas. Fui muito bem tratada aqui. Estou muito feliz”, conta a lavradora.

23 de janeiro de 2017, 14:39

BAHIA Lei proibirá duplicidade de cobrança em praças de pedágios de estradas baianas

A duplicidade de cobrança nos pedágios das rodovias baianas pode estar com os dias contados. Isso porque o deputado estadual Samuel Júnior (PSC) apresentou na Assembleia Legislativa (ALBA) o Projeto de Lei 22.132/2017 que proíbe a realização da prática pelas empresas que detêm concessão para administrar as estradas na Bahia. De acordo com o texto, as concessionárias só poderão cobrar uma vez por esse serviço, respeitando o prazo de 24 horas para efetuar uma nova cobrança. “Entendo que as concessionárias que administram as estradas baianas hoje estão fixando cobranças abusivas aos usuários do serviço, sobretudo, às pessoas que mais utilizam as rodovias no dia a dia. Foge a lógica imaginar que um indivíduo que precisa passar várias vezes durante o dia pela praça de pedágio seja taxado toda vez que transpor determinado local. Acredito que os parlamentares serão sensíveis para aprovar o mais breve possível o projeto para que essa exploração indevida seja extinguida”, explicou Samuel Júnior. Para ter isenção do pagamento do pedágio, o dispositivo propõe que o motorista que apresente o comprovante recebido nas cabines dos postos de arrecadação, justificando a desobrigação da nova cobrança no período de 24 horas. “Já tenho um outro projeto de lei encaminhado na Assembleia que obriga a emissão de nota fiscal ou cupom fiscal para cada veículo que efetue o pagamento nos postos de pedágio da Bahia, justamente para que os motoristas utilizem o passe livre”, acrescentou. Para ser regulamentado, o projeto de lei precisa ser aprovado através de votação na ALBA. Samuel Júnior assumiu efetivamente o mandato deputado estadual no dia 02 de janeiro e, em pouco mais de 15 dias no cargo, já é autor de três projetos de lei na Casa Legislativa. “Será um mandato de muito trabalho em prol do povo baiano. Estou focado em fazer um trabalho que beneficie todos aqueles que me deram um voto de confiança para exercer esse mandato”, acrescentou.

23 de janeiro de 2017, 12:24

BAHIA Vivaldo Mendonça toma posse como titular da Secti

O engenheiro agrônomo José Vivaldo Mendonça toma posse, nesta segunda-feira (23), às 16h, na sede da Fundação Luis Eduardo Magalhães como secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado (Secti). Ele foi indicado para o governador Rui Costa como o nome do PSB, que é presidido pela senadora Lídice da Mata.Aos 35 anos, Vivaldo tem uma vasta experiência como gestor em cargos públicos e também na iniciativa privada e terceiro setor. Para o novo titular da Secti, o desafio maior à frente da pasta é trabalhar o fortalecimento da ciência e da tecnologia, na perspectiva de que a inovação seja a matriz do desenvolvimento do Estado da Bahia. Segundo Mendonça, a integração entre as universidades, o centro de pesquisa, a unificação de estratégias, o fortalecimento dos polos de conhecimento e informação unindo a Região Metropolitana e os polos do interior da Bahia serão utilizados e apoiados pelo governo para a dinamização da economia. “Garantir a união do conhecimento acadêmico com o conhecimento popular e que isso gere desenvolvimento e transformação integrando o Estado é o nosso principal objetivo.

23 de janeiro de 2017, 10:58

BAHIA Para Adolfo Menezes, oposição decidirá eleição na ALBA

Foto: Divulgação

O deputado estadual Adolfo Menezes (PSD) garantiu nesta segunda-feira, 23, o voto para o candidato Angelo Coronel na disputa à presidência da Assembleia Legislativa da Bahia. No entanto, o parlamentar acredita que a votação será decidida pela bancada de Oposição na Casa. “Não é não querer votar em Marcelo Nilo. O PP, antes de lançar o Luiz Augusto, queria que eu fosse candidato. O Ronaldo Carletto me convidou porque achavam que eu tinha um bom trânsito. Eu declinei, porque eu sou muito próximo a Marcelo, somos vizinhos de casa em Guarajuba. Eu agradeci a preferência, mas disse que não me sentiria bem em sair contra Marcelo. Depois Otto queria que eu fosse o candidato do PSD, porque meu nome era mais leve. Mas eu declinei e o Coronel tem condições de ser presidente, acho que teremos dois candidatos: o Marcelo e o Coronel. Eu voto no candidato do partido, voto em Coronel”, disse em entrevista à rádio Metrópole nesta manhã. Segundo Adolfo, após as eleições “a base entra nos eixos”. “O governador não quer é que nenhum dos dois candidatos sejam eleitos com os votos da oposição. Acho que a oposição é quem vai decidir essa eleição. O Marcelo tem o PT, o PSB e o PSL. Acho que o Coronel só teria viabilidade com os votos da oposição e o governador não gostaria disso”, completou.

23 de janeiro de 2017, 10:40

BAHIA Deputado federal Uldurico Junior intensifica ações parlamentares em 2017

Foto: Divulgação

Deputado federal Uldurico Junior

Na volta das atividades, em fevereiro, a Câmara dos Deputados terá agenda intensa. Logo no retorno dos trabalhos, os parlamentares deverão escolher o presidente que comandará a Casa pelos próximos dois anos, além de agilizar a aprovação de vários projetos já apresentados pelos parlamentares, como os do deputado federal Uldurico Junior (PV/BA), que mostra-se confiante com o ano que se inicia. “Esse será o primeiro grande momento de 2017. Vamos viver um período de eleição para dar estabilidade a Câmara Federal e dar continuidade aos trabalhos para melhorar as condições do país e a vida dos brasileiros”, destaca Uldurico Junior. Para 2017, o parlamentar baiano também planeja a apresentação de novos projetos. “Temos algumas sugestões na área de saúde, de acesso à informação e também na área de meio ambiente que é a bandeira do Partido Verde. Vamos estudar toda a viabilidade técnica ouvindo os vários setores, a população e a consultoria legislativa. Podem ter certeza que vamos seguir em busca de ajudar e beneficiar o Brasil, especialmente a Bahia”, concluiu Uldurico Junior.

23 de janeiro de 2017, 09:33

BAHIA Eleição de Eures na UPB é fundamental para a Bahia, diz Jorge Solla

Foto: Divulgação

A eleição do prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro, para a presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB) é tida pelo deputado federal Jorge Solla (PT) como “fundamental” para dar continuidade à pauta do municipalismo no estado. A escolha do próximo gestor da UPB acontece na próxima quarta-feira (25), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).”Além de representar a pauta do municipalismo, Eures Ribeiro desde o primeiro momento se posicionou contrário ao golpe contra a presidente Dilma Rousseff. Um político honesto, sério e com uma vida pública sem nenhuma mancha. A UPB terá um gestor muito qualificado”, declarou Jorge Solla.Duas chapas se inscreveram para concorrer à eleição dos órgãos de Execução Superior e Conselho Fiscal da UPB, para o biênio 2017/2018. Além do prefeito de Bom Jesus da Lapa, que encabeça a chapa “Juntos Somos Mais Fortes”, o gestor municipal de Euclides da Cunha, Luciano Ribeiro é o outro candidato inscrito para concorrer à presidência da UPB.As eleições serão presididas por uma comissão eleitoral composta por prefeitos indicados na assembleia geral. A Comissão Eleitoral é composta por prefeitos dos seguintes municípios associados: Railton de Oliveira Ramos, de Itagi; Wilson Paes Cardoso, de Andaraí; e Lenildo Alves Santana, de Ibicaraí. A votação terá início às 09h e será encerrado às 17h.A chapa encabeçada por Eures terá como candidato a primeiro vice-presidente da instituição Giuliano de Andrade Martinelli, prefeito de Jaguaquara; Antônio Carvalho da Silva Neto, prefeito de Araci (vice-presidente administrativo); Rogério dos Santos Costa, prefeito de Santo Estevão (1º secretário); Marcus Paulo Alcântara Bonfim, prefeito de Juazeiro (2º secretário); Marcos Aurélio dos Santos Cardoso, prefeito de Santana (1º tesoureiro); e José Henrique Silva Tigre, prefeito de Belo Campo (2º tesoureiro).

23 de janeiro de 2017, 08:37

BAHIA Salles afirma que Eures é o mais preparado para comandar UPB

Foto: Divulgação

Deputado Eduardo Salles com o candidato Eures Ribeiro

“Eures Ribeiro é a melhor opção para dirigir a UPB (União dos Municípios da Bahia). Seu currículo é muito mais extenso que o de seu adversário. Há uma diferença enorme entre um e outro”, afirmou o deputado estadual e ex-secretário estadual de Agricultura, Eduardo Salles, em defesa da candidatura do prefeito de Bom Jesus da Lapa na eleição de quarta-feira (25) para presidente da entidade. “Em seu primeiro mandato, Eures Ribeiro arrumou administrativamente e financeiramente Bom Jesus da Lapa e conseguiu, mesmo nesta crise econômica, inaugurar diversas obras que melhoraram a vida da população. Não foi à toa que conseguiu sua reeleição com 76% dos votos válidos. Já provou que conhece as necessidades para lutar pelas causas municipalistas”, acrescentou o deputado estadual. Outro ponto destacado por Eduardo Salles é a passagem de Eures Ribeiro pela Assembleia Legislativa. “Isso oferece a ele uma maior capacidade de articulação política na Bahia e em Brasília para defender os interesses dos municípios baianos”, comparou o parlamentar. Em contrapartida, conforme Eduardo Salles, o adversário, Luciano Pinheiro, prefeito de Euclides da Cunha, não tem no currículo a experiência de Eures Ribeiro e precisa estar presente no seu município, que sofre devido às consequências da grave seca. “Acredito ser uma temeridade prefeitos cogitarem apoiar à presidência da UPB um gestor eleito pela primeira vez em um importante município do sertão baiano, que infelizmente vive sérias dificuldades devido a uma seca terrível, principalmente por causa do momento econômico difícil. Esse prefeito vai poder se ausentar boa parte do tempo para estar em Salvador e Brasília gerindo e defendendo com a competência necessária os destinos desta entidade que representa os 417 municípios baianos?”, questiona Eduardo Salles. “Das duas uma: ou ele vai abandonar o povo que o elegeu em Euclides da Cunha e cuidar da UPB, ou vai honrar os votos que teve e gerir com competência seu município e abandonar a gestão da UPB”, acredita o parlamentar. “Conheço a forma de Eures Ribeiro trabalhar e não tenho dúvida que ele está preparado para ser um grande presidente da UPB”, concluiu o deputado estadual.

23 de janeiro de 2017, 07:25

BAHIA Rui entrega obras de contenção de encostas na Av. Heitor Dias

O governador Rui Costa entrega, nesta segunda-feira (23), às 8h30, a obra de contenção de encostas na Travessa São Roque e Avenida Serrão, localizadas na Avenida Heitor Dias. A obra teve investimento de R$ 822 mil e integra as ações do Programa de Prevenção de Desastres Naturais do Governo do Estado.A obra foi dividida em quatro painéis de contenção, sendo um na Travessa São Roque e as demais na Av. Serrão. A área total da encosta é de 1364 m², ao longo de 175m de extensão. O assessor Isaac Jorge estará no local para orientações à imprensa e à disposição pelo telefone (71) 9 9913-5161.

22 de janeiro de 2017, 12:00

BAHIA Rui entrega obras de contenção de encostas na Av. Heitor Dias

O governador Rui Costa entrega, nesta segunda-feira (23), às 8h30, a obra de contenção de encostas na Travessa São Roque e Avenida Serrão, localizadas na Avenida Heitor Dias. A obra teve investimento de R$ 822 mil e integra as ações do Programa de Prevenção de Desastres Naturais do Governo do Estado. A obra foi dividida em quatro painéis de contenção, sendo um na Travessa São Roque e as demais na Av. Serrão. A área total da encosta é de 1364 m², ao longo de 175m de extensão.

22 de janeiro de 2017, 10:40

BAHIA Primeiro dia do Festival de Músicas e Artes do Olodum lota o Pelourinho

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Largo do Pelourinho ficou lotado na tarde deste sábado (21)

O Largo do Pelourinho ficou lotado na tarde deste sábado (21). Milhares de baianos e turistas se aglomeraram para curtir o Festival de Músicas e Artes do Olodum (Femadum) e conhecer as três músicas finalistas para o carnaval deste ano. O grande vencedor será anunciado no domingo (22), durante show que fará uma prévia do que será apresentado na avenida em fevereiro, com o tema ‘O Sol- Akhenaton: Os Caminhos da Luz’. Para o presidente do Olodum, João Jorge, o Femadum representa a diversidade da cultura afro baiana e brasileira. “O festival movimenta principalmente a juventude, ele dá visibilidade a arte e a cultura negra. É o maior evento das Américas desse tipo. É, acima de tudo, simbólico, por acontecer aqui no Pelourinho, o palco histórico da Bahia, onde o nosso país começou. Por esta razão, esse patrocínio que a gente recebe do Governo do Estado, através da Bahiatursa, é tão importante para a nossa cultura”. O evento também festeja 30 anos do samba reggae e realiza a campanha “Eu Falei Faraó”, relacionada com os 30 anos do primeiro LP da Banda Olodum, Egito Madagascar de 1987. O cantor Pierre Onassis, ex-vocalista do grupo e que faz parte da banca que escolherá a canção vencedora, acredita que o concurso dá visibilidade a talentos populares. “Eu comecei a minha carreira em um festival como esse, eu sei a importância que esse prêmio terá na vida desses artistas. O Olodum é uma escola maravilhosa”.

22 de janeiro de 2017, 09:00

BAHIA Aleluia: “Despreparo e improviso marcam gestão de Rui”

Foto: Divulgação

Deputado Aleluia

“Que tipo de gestor é esse que nomeia um auxiliar do primeiro time num dia e anuncia a sua exoneração no outro? Bom gestor é que não é.” Assim reagiu o deputado José Carlos Aleluia, do DEM, ao saber que o governador Rui Costa nomeou o presidente da Conder, Abal Magalhães, na sexta-feira e em menos de 24 horas já o teria exonerado. Para Aleluia, fatos como esse mostram que o governador está “despreparado para a tarefa de governar bem a Bahia”. “Essa reforma do secretariado, que agora já está sendo reformada, evidencia apenas que o despreparo e o improviso são os fatores que predominam na tomada de decisões de Rui Costa”, afirmou o parlamentar. Para Aleluia, a confusa dança das cadeiras no primeiro escalão estadual visou apenas garantir um abrigo para o ex-governador Jaques Wagner, que com isso livra-se momentaneamente dos juízes de primeira instância.