20 de abril de 2018, 20:15

BAHIA Concurso da Polícia Civil acontece neste domingo

Serão realizadas neste domingo (22), em Salvador, as provas objetivas e discursivas do concurso público da Polícia Civil. Os quase 50 mil inscritos concorrem por uma das mil vagas ofertadas para a corporação, sendo 880 para investigador, 82 de delegado e 38 para escrivães. Do total registrado, o maior número de inscrições válidas foi para o cargo de investigador, com 35.036 candidatos, seguido dos cargos de delegado, com 10.658 inscritos, e de escrivão, com 2.426 candidaturas. Promovido pela Secretaria da Administração (Saeb) e pela Polícia Civil, o certame é organizado pela Fundação para o Vestibular da Universidade Júlio de Mesquita Filho – Fundação Vunep. Os candidatos inscritos deverão comparecer ao local de provas indicado pelo cartão informativo, disponível no site da organizadora, pelo menos uma hora antes do horário de abertura dos portões, marcada para as 8h, horário de Brasília. Aqueles que ainda não conseguiram acesso ao documento deverão consultar o site da Fundação Vunesp ou entrar em contato pelo número (11) 3874-6300, de segunda a sábado, exceto feriados, das 8h às 20h, horário de Brasília. Os portões dos locais de prova serão fechados, impreterivelmente, às 9h. O acesso às salas será permitido mediante a apresentação do documento de identificação oficial, com foto e em bom estado de conservação, além do cartão informativo. O certame será realizado no turno matutino, somando, ao todo, cinco horas de prova. O candidato poderá deixar o local portando o rascunho do gabarito das provas objetivas depois de transcorridas 4h30 de prova. Não será permitido levar os cadernos de provas objetivas e discursiva após o término do concurso. É necessário que o candidato compareça portando caneta esferográfica, na cor preta, de material transparente, bem como lápis preto e borracha. É vetado o uso de equipamentos eletrônicos de comunicação, como celulares, notebooks e palmtops, entre outros. Pertences pessoais, como óculos escuros, bolsas, sacolas, bonés e similares serão acomodados em local indicados pelos fiscais.

20 de abril de 2018, 18:38

BAHIA Zé Ronaldo diz que saúde do governo Rui Costa maltrata povo baiano

Foto: Divulgação

O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, com lideranças políticas

O modelo de saúde pública adotado pelo governo Rui Costa foi duramente questionado nesta sexta-feira (20) pelo pré-candidato a governador do Estado Zé Ronaldo (DEM), em entrevistas a rádios do Recôncavo Baiano e Chapada Diamantina. Respondendo à pergunta de um ouvinte que denunciou o longo tempo de espera na Central de Regulação, o democrata disse que é preciso promover mudanças radicais no processo cruel de seleção de pacientes adotado pelo governo petista para que o sofrimento da população seja evitado. “Eu já vi paciente com fratura no fêmur esperar regulação para um hospital por mais de seis meses. Poderia ter sido feito a cirurgia e outros 20 pacientes teriam ocupado esse leito durante esse período”, pontuou Zé Ronaldo, ao questionar o “descaso” do petismo com a saúde do povo baiano, especialmente com as famílias de baixa renda que são as maiores vítimas do modelo de saúde adotado por Rui Costa. Zé Ronaldo falou ainda que o modelo posto em prática pelo PT lembra a prática do abre um e fecha outro. “Estive em Cruz das Almas, onde o governo do Estado ajudou na reabertura da Santa Casa de Misericórdia, forçando o fechamento do Hospital Municipal. Em Ilhéus, ao abrir o Hospital da Costa do Dendê o governo fechou o Hospital Regional. Em Salvador, abriram o Hospital da Mulher em Roma e fecharam a UPA de Roma. É evidente que dessa forma a saúde pública na Bahia não vai funcionar nunca e quem paga por isso é o povo”, disse o democrata. Afirmando ser favorável à construção das policlínicas, Zé Ronaldo ressaltou que, no entanto, não basta apenas construí-las. “Não basta apenas fazer policlínicas sem ter o hospital para onde o paciente será direcionado para, por exemplo, passar por um procedimento cirúrgico ou ser internado em um leito de UTI”, afirmou o pré-candidato, acrescentando que na área da saúde o que o governo faz mais é propaganda para enganar a população. Quando esteve em Cruz das Almas, Zé Ronaldo recebeu o apoio do prefeito e vice de Sapeaçu, George Góis Ramon Sena respectivamente, além do deputado estadual Targino Machado. Já em Santo Antônio de Jesus, no estúdio da Andaiá FM, Zé Ronaldo contou com o apoio do deputado estadual Alan Sanches, do prefeito de Governador Mangabeira Marcelo Pedreira, do vice-prefeito de Amargosa Elizeu das Mercês e dos vereadores Chico de Dega (Santo Antônio de Jesus) e Viviane Santana (Amargosa), do presidente do DEM de Amargosa, Cláudio Veloso, e de João Roma.

20 de abril de 2018, 17:15

BAHIA Governo autoriza obras de policlínica para região de Paulo Afonso

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Rui autorizou início das obras de construção da Policlínica que vai atender a região de Paulo Afonso

Nesta sexta-feira (20), o governador Rui Costa autorizou o início imediato das obras de construção da Policlínica Regional de Saúde que vai atender a região de Paulo Afonso. O equipamento receberá investimento de R$ 22 milhões, em obras, equipamentos, mobiliário e aquisição de micro-ônibus para o transporte de pacientes que moram nos outros municípios integrantes do consórcio público de saúde. Rui também autorizou a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) a celebrar convênio com a prefeitura de Paulo Afonso, no valor de R$ 2,9 milhões, para a implantação de 10 leitos de Terapia Intensiva (UTI) no hospital municipal. “Estou cumprindo o meu compromisso com o povo da região de Paulo Afonso, trazendo a policlínica regional, que começa as obras a partir de hoje, e trazendo também as UTIs. Nós vamos fazer a obra de ampliação e adequação do hospital para implantar a UTI. Em breve, volto para inaugurar a policlínica e a UTI”, afirmou o governador, que ainda entregou três ambulâncias para os municípios de Banzaê, Paulo Afonso e Santa Brígida. A policlínica terá salas de atendimento ambulatorial, apoio diagnóstico e terapia (raio x, ultrassonografia, tomografia, mamografia, ressonância magnética, endoscopia, ergometria, eletrocardiograma, ecocardiograma, eletroencefalograma), sala para tratamento de diabéticos e coletas laboratoriais, além de sala para procedimentos ambulatoriais, apoio técnico e logístico. Até o momento, nove municípios fazem parte do consórcio de saúde que utilizará os serviços da policlínica: Abaré, Chorrochó, Glória, Jeremoabo, Macururé, Paulo Afonso, Rodelas, Santa Brígida e Pedro Alexandre. Para a aposentada Maria de Prado, obras como a policlínica promovem mais qualidade de vida. “Todo investimento em saúde ajuda a salvar a vida das pessoas. Por isso, essas são as obras mais importantes. Ter um lugar assim é maravilhoso para quem vive em toda a região. Quando se precisa fazer um exame maior, a gente tem que sair e ir para outras cidades. É um desconforto muito grande. Que Deus abençoe quem cuida da saúde do povo”.

20 de abril de 2018, 16:45

BAHIA Aleluia debate reestruturação da Eletrobras na FIESP

Foto: Divulgação

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM)

“Os veículos elétricos dão início a uma nova era do transporte. O Brasil precisa discutir soluções para atender essa nova demanda de energia”. Com essa ponderação, o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA) defendeu a necessidade de reestruturação da Eletrobras em debate na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), nesta sexta-feira (20). Relator do PL 9463/2018, projeto de lei que prevê a abertura de capital da Eletrobras, mantendo o Estado como maior acionista, Aleluia destacou que a companhia precisa se preparar para esses novos tempos. “Precisamos nos atentar que estamos vivendo uma revolução no uso da energia elétrica por causa da mudança no consumo do transporte. Em 10 anos o uso de veículos elétricos deve impulsionar ainda mais a demanda por energia limpa”. Na avaliação do deputado, o projeto de lei ainda precisa de ajustes, mas é fundamental aproveitar o momento político do país para realizar as mudanças necessárias, já que uma projeção futura de governo ainda é muito imprevisível, gerando um cenário desfavorável. “Estou sentindo que há grande vontade do governo em fazer avançar o projeto, mas é preciso transformar essa vontade em realização. Temos uma oportunidade única de resgatar a Eletrobras e transformá-la numa grande corporação nacional com peso para competir no mercado global”, disse Aleluia. O consumidor brasileiro, de acordo com Aleluia, paga hoje a energia mais cara do mundo. “Não adianta investir apenas em linhas de transmissão, necessitamos promover a evolução da engenharia e repensar todo o modelo. E para isso precisamos voltar a empregar devidamente os recursos”, assinalou. Com objetivo de ampliar a discussão sobre o PL 9463/2018 e resgatar a Eletrobras da atual crise, o encontro na Fiesp contou com a participação do presidente da Abraceel, Reginaldo Medeiros, do presidente da SolEnergias, Paulo Cezar Tavares, do professor-doutor da UERJ, Alexandre Aragão, e do vice-presidente da Fiesp, Carlos Cavalcanti.

20 de abril de 2018, 14:37

BAHIA Ameaça de professora a criança em creche de Jacobina revolta ex-secretária

Foto: Divulgação

Taissa Gama

“Não dá para contar história nenhuma porque esse troço ruim não deixa. Só se eu botar esse demônio lá fora… Se você tornar conversar eu vou furar sua cabeça de tanto dar murro e você vai ter que ficar quieto, viu? E cala a boca, cala a boca, que a menina vai contar a história. Peraí, deixa esse troço parar de rinchar”. Essas foram as palavras de uma professora da Creche Municipal Odete Moraes Coelho, que fica em Jacobina, a uma criança em sala de aula na última terça-feira (19). A atitude da professora causou repúdio na ex-secretária de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude Taissa Gama, que apontou a ameaça como um “absurdo e um atentado à educação baiana”. “O que isso tem a ver com educação? O que isso tem a ver com cuidado, com carinho e amor? É esse o propósito das escolas e creches? Não podemos permitir que nossas crianças sejam vítimas de violência física e psicológica como esta. É necessário preparar melhor os profissionais que estão, sim, responsáveis pelas nossas crianças no tempo que as mesmas estão nos centro educacionais. É necessário responder essas perguntas para que possamos mudar o quadro da educação em nosso estado”, bradou Taissa. Após a divulgação de um vídeo que rodou as redes sociais a Prefeitura de Jacobina, através da Secretaria Municipal de Educação E Cultura, resolveu afastar a professora até que a Polícia Civil, que teve registro de Boletim de Ocorrência feito pela mãe da criança, tenha um parecer do caso. Ao total, a creche atende 142 alunos no ditrito de Novo Paraíso, na zona rural do município. Em nota, a Prefeitura afirmou que já possui o vídeo com o ato de violência verbal e que enviou uma equipe ao distrito para ouvir todas as partes envovidas. Além disso, foi informado que uma equipe do CRAS local atendeu a família da vítima e junto ao CREAS irá fazer um acompanhamento. Segundo a nota, uma psicopedadoda também acompanhará o aluno.

20 de abril de 2018, 11:30

BAHIA José Rocha teme que voto distrital misto facilite poder econômico nas eleições

O líder do PR, deputado José Rocha manifestou preocupação com as mudanças previstas no texto do Projeto de Lei(PL 9212/2017) que institui o voto distrital misto nas eleições proporcionais para vereadores, deputados estaduais, distritais e federais. Conforme a proposta, que combina voto distrital e proporcional, o eleitor vai votar no candidato do seu distrito e também no partido de sua preferência. Os distritos serão definidos pela Justiça Eleitoral. As vagas de cada legislativo serão preenchidas, inicialmente pelos candidatos eleitos pelo voto distrital e as vagas remanescentes serão distribuídas entre os candidatos dos partidos que alcançarem maior votação. O detalhe é que o candidato poderá fazer parte das duas listas. Segundo José Rocha, o voto distrital misto permite que um candidato com maior poder econômico concentre seus recursos no distrito e se eleja em detrimento de uma liderança que trabalha há anos naquela região, mas não possui recursos econômicos para a campanha. Além disso, os candidatos eleitos com o voto destinado aos partidos serão aqueles listados pela direção partidária com a escolha em ordem decrescente. A manifestação do líder do PR ocorreu durante encontro com parlamentares do PMDB, PPS, PSDB e PT, além de representantes do Centro de Liderança Pública(CLP). O texto de autoria dos senadores José Serra(PSDB-SP) e Eunício Oliveira(PMDB-CE), já foi aprovado no Senado e só depende de votação do parecer do deputado Betinho Gomes(PSDB-PE), na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados. O parecer do relator está pronto e aguarda para ser pautado. Caso seja aprovado, ainda vai ser submetido à votação no plenário da Casa.

20 de abril de 2018, 08:50

BAHIA Municípios baianos têm queda de 13% na receita do FPM

Foto: Divulgação

Presidente da UPB e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM), principal fonte de receita para 80% das cidades baianas, registrou uma queda de 13% no segundo decênio deste mês de abril, comparado com o mesmo período do ano anterior. Os dados fornecidos pela Secretária do Tesouro Nacional – STN, não acrescentam à retração o perdas inflacionárias que podem elevar o percentual da queda do repasse. Para ter uma noção, um município com coeficiente 0.6 (com até 10 mil habitantes) recebeu na segunda parcela de repasse, em abril de 2017, a quantia de R$ 78 mil. Este ano, no mesmo período, estão sendo repassados R$67 mil. “Essa queda brusca dificulta qualquer intenção das prefeituras em manter um planejamento ou uma gestão equilibrada”, afirmou o presidente da UPB e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro.O gestor também destaca que a retração econômica afetou em cheio os municípios. “Essa receita é basicamente formada do Imposto de Renda e Imposto Sobre Produto Industrializado (IPI), quando cai o consumo e aumenta o desemprego, são os municípios que pagam a conta. Não dá pra falar em melhora da economia se nossa receita só despenca”, disse Ribeiro. O presidente da UPB já articula, para o mês de maio, a ida dos prefeitos baianos à capital federal para fazer coro com gestores de todos os estados brasileiros na XXI Marcha à Brasília em Defesa dos Municípios. O evento que costuma trazer conquistas às prefeituras, esta edição tem na pauta prioritária a atualização dos programas federais pelo índice oficial de inflação; o debate sobre os pisos salariais do magistério e dos agentes comunitários de saúde e combate a endemias; obras paralisadas; e no judiciário a Lei dos Royalties – 12.734/2012, que aguarda decisão do Supremo Tribunal Federal sobre liminar concedida na ADI 4917.

Tribuna da Bahia

20 de abril de 2018, 08:35

BAHIA PCdoB reafirma desejo de integrar chapa majoritária

Foto: Divulgação

Deputado federal Daniel Almeida

O PCdoB é mais uma legenda que pode dar dor de cabeça ao governador Rui Costa (PT). Além do PSB, que quer emplacar a todo custo a reeleição da senadora Lídice da Mata, a legenda comunista não abre mão de lutar por uma das vagas na chapa majoritária petista. Até agora, circula a informação de que Rui já teria escolhido os nomes de João Leão para a vice e Jaques Wagner e Ângelo Coronel para as duas vagas à senatoria. Procurado pela Tribuna, o deputado federal Daniel Almeida afirmou que o Palácio de Ondina ainda não contatou o PCdoB para conversar sobre a composição. “Não tivemos nenhuma conversa com o governador sobre o assunto. Não consideramos que está fora do tempo. Há muito tempo ainda para essas conversas serem feitas. Estamos aguardando. Esse pleito do PCdoB de participar da discussão e da composição da chapa é um pleito antigo. Faz parte da resolução interna do partido e é de conhecimento público do governador”.Segundo o deputado, estão no páreo da majoritária os nomes da deputada federal Alice Portugal e do ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, além do dele próprio. O deputado Davidson Magalhães também é um nome ventilado. “Isso faz parte de uma resolução que o PCdoB definiu em novembro do ano passado e se mantém até hoje e foi reafirmada em uma reunião 15 dias atrás”, afirma. Daniel Almeida cita a iniciativa de Lídice em manter a candidatura, com ou sem apoio dos petistas: “Se não for possível ter todos na chapa, é legítimo que os partidos possam apresentar alternativas e encontrar saídas que contemplem a participação de suas lideranças no processo. Essa iniciativa que o PSB levanta de ter uma candidatura avulsa é uma possibilidade legítima. Não tem problema nenhum. Todas as lideranças querem participar do processo”.O parlamentar ainda analisa a desistência do prefeito ACM Neto na corrida eleitoral. “A avaliação que eu tenho é que nosso time é muito forte. Como o adversário vai se posicionar, é problema dele. O que ficou como marca é que o ACM Neto fugiu da raia, amarelou. Esse é o sentimento geral”. Apesar da dúvida a respeito da participação ou não dos comunistas na campanha, Daniel Almeida vê o lado positivo: “É uma dificuldade positiva que o governador está tendo. É um time que tem muitos craques e que o governador, como técnico, tem várias opções. É uma dificuldade que revela a força que tem o time. Eu queria ter essa dificuldade”.

20 de abril de 2018, 08:11

BAHIA Líder do governo de Herzem Gusmão apoiará Antonio Brito

Foto: Divulgação

Dudé é o atual líder do governo do prefeito Herzem Gusmão (MDB) na Câmara Municipal

O vereador Luís Carlos Batista de Oliveira (PTB), o Dudé, de Vitória da Conquista, declarou que apoiará o deputado federal Antonio Brito (PSD/BA) no pleito de 2018. Dudé é o atual líder do governo do prefeito Herzem Gusmão (MDB) na Câmara Municipal, e abriu mão de se lançar candidato a deputado estadual para marchar com Brito durante as eleições. Com este apoio, o deputado federal Antonio Brito, que é aliado do governador Rui Costa, amplia e fortalece a sua base no sudoeste do Estado. O vereador Dudé destacou que a sua decisão de apoiar Antonio Brito vem referendar tanto o trabalho desenvolvido pelo parlamentar na região, quanto a consideração que sempre teve com ele. Por sua vez, Antonio Brito declarou estar satisfeito pelo reconhecimento desta importante liderança de Vitória da Conquista, que é a terceira maior cidade do Estado.

20 de abril de 2018, 07:42

BAHIA Coronel espera que modernização do aeroporto de Salvador incremente turismo na Bahia

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) disse que “chegou a hora de levantar a bandeira para soerguer o turismo no Estado em favor da sociedade baiana”. O comentário do presidente Angelo Coronel (PSD) foi feito na manhã desta quinta-feira 19, durante o lançamento da pedra fundamental das obras de modernização do Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães.A expectativa de Coronel é que a requalificação do aeroporto de Salvador traga novos voos internacionais para a capital do Estado. E que os baianos que precisem viajar para fora do país não tenham que se deslocar para São Paulo, Rio de Janeiro ou Recife, e sim que “saiam e cheguem por aqui”.A empresa francesa Vinci Airports, vencedora do leilão realizado em 2017, fará a gestão do equipamento até 2047 – uma concessão de 30 anos. O investimento será da ordem de R$ 2 bilhões, com mudanças estruturais em todo o aeroporto, a começar pela pista auxiliar, a construção de um novo terminal de passageiros e a instalação de seis novas pontes de embarque. A reforma total vai englobar uma área de 20 mil metros quadrados, prevista pata terminar em outubro 2019.A solenidade contou com a participação do governador Rui Costa, do prefeito de Salvador ACM Neto, do presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), José Ricardo Botelho; do presidente global da Vinci Airports, Nicolas Notebaert; do senador Roberto Muniz, e do presidente do aeroporto de Salvador, Julio Ribas.Participaram ainda a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, além dos deputados estaduais Eduardo Sales (PP), Zé Neto (PT), Manassés (PSD), Alex Lima (PSB), Reinaldo Braga (PSL) e Mirela Macedo (PSD), secretários de estado e demais autoridades.

20 de abril de 2018, 07:12

BAHIA Petrobras se prepara para vender 60% da Landulpho Alves

Foto: Divulgação

Petrobras pretende vender 60% da Refinaria Landulpho Alves

A Petrobras divulgou ontem o modelo que pretende utilizar para vender quatro de suas refinarias, incluindo a Landulpho Alves (Rlam), em São Francisco do Conde. Além da unidade baiana, os planos da estatal incluem ainda a pernambucana Refinaria Abreu e Lima (RNEST), uma das grandes vedetes da Operação Lava Jato, e, no Sul, a paranaense Presidente Getulio Vargas (Repar) e, no Rio Grande do Sul, a Alberto Pasqualini (Refap).O modelo de venda, que foi apresentado como uma “parceria”, prevê que a Petrobras permaneceria com apenas 40% de participação nas refinarias e uma outra empresa passaria a ser dona de 60% dos ativos. Além das refinarias, a Petrobras venderia também os terminais de distribuição. A busca dos parceiros, segundo a Petrobras, seria por meio de processo competitivo, com empresas diferentes por bloco.Segundo a direção da empresa, este é um modelo preliminar, que ainda terá que ser discutido e posteriormente aprovado nas instâncias deliberativas. Após a aprovação, a estimativa é de um prazo de um ano para a venda de parte das refinarias. O gerente geral do programa de reestruturação do negócio de Refino, Comercialização e Transportes da Petrobras, Arlindo Moreira Filho, afirmou que a operação é positiva para a Petrobras, que passará a ter mais recursos para investir nas unidades remanescentes, mas também para as refinarias vendidas. “Quando a gente compõe essa nova empresa, em que um novo sócio entra com uma participação relevante, o que acontece é que a empresa fica melhor posicionada para fazer investimentos”, avalia. “Há investimentos interessantes para serem feitos na Refinaria Landulpho Alves e nas demais”, explica. Segundo ele, a Petrobras não teria condições de realizar esses investimentos por conta de um nível elevado de endividamento. “Hoje em dia na Petrobras, do jeito que a gente está, com o patamar de dívidas que a gente tem, não tem condições, não há viabilidade para fazer”, ressaltou. “Não se trata de uma obrigação dessas empresas (que estão chegando), mas de uma condição mais favorável. Esses novos agentes devem investir para ganhar dinheiro e ter retorno”, explicou. Depois que o projeto for aprovado pelo conselho de administração da Petrobras, as refinarias serão oferecidas para possíveis interessadas. Empresas de óleo e gás no Brasil e internacionais serão convidadas a participar do processo seletivo. Ontem pela manhã, o presidente da estatal, Pedro Parente, afirmou que a possibilidade de a Petrobras vender todas as suas refinarias e não apenas participações em quatro é uma “abordagem mais prudente” vender participações menores e assim evitar a resistência política dentro da companhia. “Uma abordagem mais prudente pode garantir mais sucesso ao resultado final”, disse.

Correio*

19 de abril de 2018, 21:20

BAHIA Pré-candidatura de Lídice recebe apoio de movimento de mulheres

Foto: Divulgação

Lídice recebe apoio de mulheres dos partidos PSOL, PT e Rede

Nesta quinta-feira (19), a senadora Lídice da Mata (PSB) recebeu apoio de mulheres dos partidos PSOL, Rede e PT à sua candidatura à reeleição para o cargo na chapa majoritária do governador Rui Costa (PT). O evento aconteceu na sede do PSB, em Salvador. “Defender a candidatura de Lídice é defender os direitos das mulheres e as bandeiras de luta contra o machismo, contra as desigualdades e descumprimentos de leis que asseguram os nossos direitos. Lídice faz um mandato progressista, alinhados aos nossos projetos de garantia da soberania nacional e a favor dos trabalhadores brasileiros”, afirmou Luciana Mandelli, da articulação política da Executiva Estadual do PT. Para a professora do Instituto de Dança da Universidade Federal da Bahia, Dulce Aquino, o mandato da senadora é necessário e indispensável para o Estado, pois representa as mulheres, homens, negros, indígenas, crianças e a comunidade LGBT. “Lídice é plural como a Bahia e precisa continuar nas trincheiras de resistência contra todo tipo de retrocesso”, disse.

19 de abril de 2018, 20:06

BAHIA Ribeiro diz que Zé Neto se contradiz sobre desistência de Neto

Foto: Divulgação

O deputado Luciano Ribeiro (DEM) é o líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia

O líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Luciano Ribeiro (DEM), rebateu as ironias do líder da Bancada do Governo, deputado Zé Neto (PT), que em entrevista à rádio Metrópole, nesta quinta-feira (19), disse que o prefeito ACM Neto (DEM) recuou em disputar ao governo baiano por “medo de tomar um cacete”. “Lembro que logo quando o prefeito anunciou que não renunciaria ao cargo para concorrer ao governo, o líder Zé Neto deu pulos de alegria e agradeceu o fato, admitindo dessa forma o medo que ele e o grupo do Governo tinham de Neto ganhar de Rui. Ele precisa deixar de ser contraditório. A verdade é que eles morriam de medo de ACM Neto ser candidato”, enfatizou Luciano. O líder oposicionista frisou também que o prefeito tem compromisso com Salvador. “Toda vida ele disse que só seria candidato se houvesse chamado da Bahia toda, se o povo de Salvador aceitasse ele renunciar ao cargo de prefeito para concorrer”, acrescentou.

19 de abril de 2018, 18:35

BAHIA Zé Ronaldo recebe visita do prefeito de Jacobina

Foto: Divulgação

O prefeito de Jacobina, Luciano Pinheiro e o pré-candidato ao governo do Estado, José Ronaldo

O descaso de Rui Costa com Jacobina e região foi tratado em conversa do pré-candidato ao governo do Estado, José Ronaldo (DEM) com o prefeito Luciano Pinheiro (DEM), na tarde desta quinta-feira (19). A calamidade na saúde, a decadência do ensino médio e a falta de segurança pública foram destacadas pelo político jacobinense. Zé Ronaldo, por sua vez, observou que a situação de Jacobina se reproduz em todo o Estado. “É o retrato do descompromisso do governador Rui Costa com a Bahia e com os baianos”. Para o oposicionista, a saúde, a segurança pública e a educação são pontos cruciais esquecidos pelo petismo nos últimos anos. “O povo jacobinense já está cansado de sofrer e de ser refém da violência que tomou conta da Bahia”, afirmou Zé Ronaldo.

19 de abril de 2018, 18:05

BAHIA Secretaria da Educação convoca aprovados em processo seletivo

A Secretaria da Educação do Estado convoca os candidatos aprovados nos processos seletivos realizados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). Foram publicados, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (19), editais para diferentes funções: técnico de nível médio/mediador do Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (Emitec), professor da Educação Básica (substituto), professor da Educação Básica e Básica do Campo, preceptor de Estágio de Enfermagem e pessoal para a Educação Inclusiva, nas funções de Técnico de Atendimento Educacional Especializado (Técnico AEE), Tradutor/intérprete de Libras. Os aprovados e convocados devem comparecer imediatamente aos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) para os quais foram selecionados. No caso da Região Metropolitana de Salvador (RMS), os convocados deverão comparecer à sede da Secretaria da Educação do Estado, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), sala 138, para a apresentação dos documentos necessários à contratação. Os editais de convocação podem ser conferidos no Portal da Educação. A Secretaria da Educação do Estado também divulgou, no DOE desta quinta (19), a lista dos candidatos classificados e desclassificados para a função de agente de portaria. Eles terão dois dias úteis subsequentes à publicação no Diário Oficial para realizar a interposição dos recursos. A ação pode ser feita via internet, por meio do endereço eletrônico curso.inscricao@educacao.ba.gov.br, ou pessoalmente, no Setor de Protocolo da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, localizada na Avenida 5, nº 550, Superintendência de Recursos Humanos da Educação – SUDEPE/DIPES, 1º andar, sala 123, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. O documento do recurso deve constar o endereço para correspondência, telefone, e-mail e assinatura do candidato. Após a homologação do resultado final, os candidatos aprovados para agente de portaria serão convocados conforme distribuição de vagas, em edital a ser publicado no DOE. Os critérios seguem a opção de função temporária por Núcleo Territorial da Educação (NTE), unidade escolar e município, observando rigorosamente a ordem de classificação final do processo seletivo simplificado (lista de ampla concorrência, lista de candidatos negros e lista de candidatos com deficiência).