20 de julho de 2019, 15:15

BAHIA EPS lança candidatura da ex-secretária estadual Lucinha para presidência estadual do PT

Foto: Divulgação

A ex-secretária estadual, Vera Lúcia Barbosa, conhecida como Lucinha do MST

Militantes da tendência do PT, Esquerda Popular Socialista (EPS), lançaram na noite de sexta-feira (19) a candidatura da ex-secretária estadual, Vera Lúcia Barbosa, a popular Lucinha do MST, para a presidência do partido na Bahia. Lucinha atuou na direção nacional do MST, foi titular de Política para Mulheres (SPM) e de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). Após o anúncio, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), representante da EPS no Congresso Nacional, se pronunciou e defendeu a petista. “Lucinha representa as lutas das mulheres por liberdade e pelo fim da violência, a população negra e pobre diante do estado de exceção, representa a luta de LGBT’s por um mundo onde possamos ser todos vistos como iguais, e a juventude por educação e trabalho. Ela é a síntese de projeto que vem para romper a cerca que impede os marginalizados de avançar. E está apta para liderar esse projeto de renovação do PT com vínculos com os movimentos sociais”, destaca Valmir. O deputado petista ainda informa que com Lucinha, a Chapa Optei marchará para construir um PT democrático, socialista, de massas e afiado para a luta política que o partido deve enfrentar.

20 de julho de 2019, 14:24

BAHIA Morre o empresário baiano Alexandre da Cunha Guedes

Foto: Valtério Pacheco/Reprodução

O empresário baiano Alexandre da Cunha Guedes

O empresário baiano Alexandre da Cunha Guedes morreu neste sábado (20), aos 95 anos. A missa de corpo presente acontece às 16h, e a cremação às 17h, ambas no cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. Formado em Engenharia Civil, o empresário foi responsável pela construção de rodovias em todo país através da companhia Cunha Guedes. Foi também presidente da empresa Guebor Toyota Salvador e do Banco Capital. Alexandre da Cunha Guedes era viúvo de Maria Mathilde Soares da Cunha Guedes e deixa três filhos, oito netos e dez bisnetos.

20 de julho de 2019, 12:55

BAHIA Pescadores de Santo Amaro são cadastrados em programas sociais

Pescadores e marisqueiras de Santo Amaro que desejam ter acesso ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) terão uma nova oportunidade na próxima semana. Entre os dias 22 e 26 de julho, a Bahia Pesca cadastrará os profissionais interessados em obter a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). De segunda a quarta-feira (22 a 24), o cadastramento será realizado na sede da colônia de pescadores Z-27 (rua Rui Barbosa, 85), na comunidade de Acupe. Já na quinta e sexta-feira (25 e 26), o cadastro acontece no colégio municipal da comunidade de Caieira. O horário de atendimento é de 9h às 17h. Para ter acesso ao documento, o profissional deve apresentar cópias de RG e CPF (inclusive dos cônjuges, se houver), comprovante de residência, Registro Geral de Pesca, NIT ou PIS e, no caso de viúvos, certidão de óbito do parceiro. É preciso também informar a renda dos membros da família. “Com a DAP, o pescador é reconhecido como produtor rural e pode acessar diversos programas dos governos estadual e federal para desenvolvimento da pesca e aquicultura, a exemplo de financiamentos com baixa taxa de juros”, afirmou a gerente de assistência da Bahia Pesca, Eliana Carla Ramos. O prazo para entrega dos documentos é de até sete dias após o cadastramento.

20 de julho de 2019, 08:41

BAHIA TCU condena três ex-prefeitos baianos a devolver R$ 1,6 milhão aos cofres públicos

Foto: André Dusek/Estadão

Tribunal de Contas da União (TCU)

Em apenas uma semana, o Tribunal de Contas da União (TCU) condenou três ex-prefeitos baianos da base aliada e da oposição ao pagamento de multas e ressarcimentos no montante total de aproximadamente R$ 1,6 milhão por irregularidades em contratos financiados com verbas do governo federal. Da lista, a maior penalidade da Corte foi aplicada a Jailton Macedo (PT), que governou o município de Cipó de 2005 a 2012. De acordo com decisão do tribunal, ele terá que devolver ao erário R$ 570 mil, referentes a repasses da Caixa Econômica para a construção do sistema de drenagem sustentável da cidade, além de mais R$ 315 mil em ltas. A segunda maior punição do TCU foi imposta à ex-prefeita de Araci Maria Edneide Torres Pinho, a Nenca, eleita pelo DEM para comandar o município em 2008. Por uso irregular de verbas destinadas pelo Ministério da Integração Nacional para a reconstrução de casas populares e recuperação de estradas vicinais, Nenca foi condenada a pagar ao todo R$ 272,6 mil. Dos três casos da Bahia que geraram condenação do TCU esta semana, o mais antigo tem como protagonista o ex-prefeito de Piraí do Norte Edivaldo Manoel, que se elegeu pelo PTB em 1998. Segundo denúncia do Ministério Público Federal (MPF), o político recebeu R$ 163 mil da Fundação Nacional da Saúde para construir sistema de esgotamento sanitário para a população de baixa renda em 150 unidades habitacionais. No entanto, fiscais da Controladoria-Geral da União só encontraram 80 delas. O dinheiro que serviria para o restante das obras, acusou o MPF, foi desviado e usado de modo indevido pelo ex-prefeito. As informações são do jornal Correio*

19 de julho de 2019, 21:00

BAHIA Inscrições do edital para Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade são prorrogadas

As inscrições no edital para Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade, voltado às associações e cooperativas da agricultura familiar, foram prorrogadas até as 23h59 de segunda-feira (22). Serão R$ 22,5 milhões aplicados em um conjunto de políticas públicas voltadas para a conservação e o uso sustentável dos ecossistemas, associado à produção sustentável. O edital é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com recursos de acordo de empréstimo com o Banco Mundial. Para participar, as organizações produtivas devem acessar o site da CAR e inscrever as propostas, que podem estar ligadas ao manejo sustentável dos ecossistemas como o extrativismo e plantios de espécies da Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, recuperação de nascentes, matas ciliares, solos degradados e desertificados, produção de base agroecológica, turismo de base comunitária, étnico, gastronômico, ecológico e rural, entre outras ações.

19 de julho de 2019, 19:00

BAHIA Deputado diz que dessalinizador em Nordestina melhora qualidade de vida e produção agrícola

Foto: Divulgação

Governador Rui Costa (PT) inaugura dessalinizador no município de Nordestina

O novo sistema de abastecimento de água com dessalinizador foi entregue à população de Nordestina, município do semiárido baiano, pelo governador Rui Costa (PT) nesta sexta-feira (19). Para o deputado estadual Marcelo Veiga (PSB), um dos políticos que compôs a comitiva do chefe do Executivo, a demanda melhora a qualidade de vida dos moradores e possibilita aumento da produção e do consumo do bem natural. Esse investimento foi de R$ 180 mil e vai beneficiar ao menos 16 famílias da região. “O governo da Bahia entregou esse sistema na localidade de Retiro e autorizou outros dois convênios do ‘Bahia Produtiva’ que vão melhorar, significativamente, o convívio com a seca e ajudar os agricultores familiares na produção de alimentos. Ambos os projetos têm recursos na ordem de R$ 451 mil, que vão beneficiar cerca de 40 famílias”, diz o deputado do PSB. Ao lado do federal Marcelo Nilo (PSB-BA), o vice-líder do governo Rui Costa na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) também participou da inauguração do novo Ginásio de Esportes e da Sala de Raio-X do Hospital Otto Alencar. Marcelo Veiga voltou a defender a importância do acesso à água para comunidades da zona rural e da necessidade de ampliar os investimentos para beneficiamento, assistência técnica e comercialização de produtos. “É preciso manter esses investimentos, já que o governo federal cortou as políticas existentes neste setor e deixou os agricultores entregues ao ostracismo. O governo da Bahia vem buscando resolver essa situação de forma direta e com outro sistema simplificado que será construído na zona rural de Nordestina”, completa o parlamentar.

19 de julho de 2019, 18:45

BAHIA “Rei Roberto” pode participar de canonização de Irmã Dulce, que deve reunir 55 mil na Fonte Nova

Foto: Raiane Veríssimo/Política Livre

Cerca de 55 mil pessoas devem participar da comemoração da canonização da Irmã Dulce e o cantor Roberto Carlos, preferido do Anjo Bom da Bahia, poderá prestigiar o evento no dia 20 de outubro, na Arena Fonte Nova. O termo de parceria para a concessão de uso do estádio para o evento festivo foi assinado, na tarde desta sexta-feira (19), pelo presidente da Arena Fonte Nova, Dênio Cidreira, e a superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), Maria Rita Pontes.

Ao falar sobre os detalhes que estão sendo preparados apara a cerimônia em Salvador, Maria Rita deixou escapar que terão muitas surpresas, “presenças muito queridas de todos baianos e brasileiros”. “Vai ser tão bonito quanto à cerimônia do Vaticano e vai ser nossa, nossa festa de agradecimento desse presente que estamos recebendo com a nossa Santa brasileira. Quem sabe o Rei nos dê essa alegria. Acho que a imprensa pode fortalecer esse o coro para que ele venha, ele que fez parte da história dela, ajudou tanto e a gente espera que esteja aqui conosco”, disse a superintendente, ressaltando que a cerimônia contará ainda com os cantores Margareth Menezes, Waldonys, Saulo e Tuca Fernandes, além do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, “vai ser uma cerimônia solene para agradecer junto a Deus por este dom, esta graça que uma soteropolitana, uma baiana, uma brasileira ser elevada às honras dos altares”. “Estamos calculando a abertura dos portões às 13 horas e a celebração eucarística deverá ser iniciada às 14 horas”, explicou Dom Murilo que ainda não sabe ao certo se presidirá a cerimônia, pois o evento poderá contar com dom Giovanni D´Aniello, representante do Papa Francisco no Brasil.

Ainda na coletiva, o presidente da Arena Fonte Nova, Dênio Cidreira, ressaltou a importância do evento e a parceria com a Osid desde a época da demolição do antigo estádio. “A Osid foi a primeira parceira com a Arena na época de sua implantação em Salvador, quando os resíduos da antiga Fonte Nova foram cedidos para a Osid para sua comercialização.”

Roma

A cerimônia oficial de canonização de Irmã Dulce será celebrada pelo Papa Francisco no dia 13 de outubro, às 10 horas, no Vaticano. O processo de canonização do Anjo Bom da Bahia, que será chamada de Santa Dulce dos Pobres, começou há 19 anos e é a primeira mulher brasileira a se tornar santa. Irmã Dulce nasceu em Salvador em 1914 e faleceu em março de 1992, aos 77 anos.

Para a cerimônia em Roma estão confirmados os ministros da Saúde, Henrique Mandetta, o prefeito ACM Neto (DEM), o governador Rui Costa (PT). “Além de alguns senadores e deputados federais e estaduais que estão manifestando desejo. Os convites deverão sair agora no fim de julho para as autoridades”, informa Maria Rita.

Raiane Veríssimo

19 de julho de 2019, 16:41

BAHIA Cidadania diz que apoia reeleição de Elinaldo em Camaçari

Foto: Divulgação

Joceval e Elinaldo

Discutir o futuro dos partidos nas eleições municipais em 2020. Esse foi um dos temas tratados no encontro realizado nesta última quinta-feira (18), entre o presidente estadual do Cidadania na Bahia, Joceval Rodrigues, com o prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM). Na ocasião, Joceval Rodrigues reiterou total apoio à reeleição de Elinaldo para o próximo ano. “Camaçari é extremamente importante para nosso Estado, com um enorme potencial. Sou filho da cidade, com familiares vivendo aqui. Por isso acredito também de que estamos no caminho certo. Elinaldo teve muitas dificuldades no início da gestão porque o município estava degradado. Com seu trabalho, quase 04 anos depois, é visível uma mudança positiva na estrutura e autoestima da cidade. Com a reeleição será possível dar continuidade a todas essas ações melhorando consideravelmente a vida da população. Nem todo começo é fácil, mas na gestão pública de Camaçari temos fé no ‘nosso senhor do bom fim’”, afirmou Joceval.

19 de julho de 2019, 16:40

BAHIA Industrialização do cacau baiano movimenta R$ 1,3 bilhão em investimentos

Foto: Manu Dias/GOVBA

O forte da industrialização do cacau é a região sul

O cacau da Bahia vai além das 123 mil toneladas produzidas por ano e lidera nacionalmente também no setor industrial. No estado, os cinco empreendimentos do setor, incentivados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), já injetaram cerca de R$ 1,3 bilhão em investimentos e geram juntos 1,2 mil empregos diretos. O forte da industrialização do cacau é a região sul, mas também tem presença marcante na capital e já exportou até loja artesanal para Paris. Reinventado, o segmento cacaueiro tem visibilidade nacional com o Chocolat Bahia Festival, cuja 11ª edição começou na quinta-feira (18), em Ilhéus. Os números positivos se refletem ainda no processamento das amêndoas de cacau. A indústria moageira produz 270 mil toneladas por ano. Dados da SDE revelam a diversidade da cadeia produtiva baiana, que vai do cacau em pó aos chocolates gourmet, com nibs de cacau. A Bahia ocupa espaço importante no cultivo do fruto e no desenvolvimento econômico, especialmente no sul e extremo sul. O cacau se reinventou depois da vassoura de bruxa e temos uma nova oportunidade de crescimento territorial, com grandes variedades e com potencialidade sustentável do cultivo. A industrialização vem como reforço e essa cadeia tem movimentado a economia baiana, gerado empregos e tornado o estado referência mundial, seja no cacau ou no chocolate”, afirma o vice-governador e titular da SDE, João Leão. Numa conexão Ilhéus-Salvador-Paris, com vocação sustentável, a AMMA Chocolate Orgânico investiu R$ 3 milhões para implantação de uma unidade de fabricação de chocolate artesanal. As fazendas de cacau ficam no sul, nas proximidades de Ilhéus, Itabuna e Itacaré. Na capital baiana funcionam a planta fabril e as lojas temáticas. Para a capital da França, a marca baiana exporta o chocolate e mantém uma loja modelo. “O cacau que a Bahia e pequenos produtores produzem, com todo o apoio do Governo do Estado, tem sido fundamental para o desenvolvimento, pois estamos vivendo a reestruturação dessa cadeia, de uma forma sólida, com mais valor e mais respeito a todos os integrantes”, destaca o fundador e diretor da AMMA, Diego Badaró. Entre as fábricas implantadas na Bahia está a francesa Barry Callebaut, que possui duas filiais no estado. Maior processadora de cacau do país e também produtora de chocolate, a empresa injetou investimentos de R$ 64 milhões em Ilhéus e de R$ 23,8 milhões em Itabuna. Ao todo, o volume de aporte chegou a R$ 87,8 milhões na ampliação industrial. O grupo gera 526 empregos diretos na região.

19 de julho de 2019, 14:50

BAHIA Em Nordestina, Rui entrega obras de abastecimento de água e assina convênios do Bahia Produtiva

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Cerimônia de entrega aconteceu nesta sexta-feira (19)

O município de Nordestina, no semiárido baiano, recebeu reforço em diversas áreas nesta sexta-feira (19). Em visita à cidade, o governador Rui Costa entregou um Sistema Simplificado de Abastecimento de Água com dessalinizador, na localidade de Retiro, e autorizou a celebração de dois convênios do Projeto Bahia Produtiva, no âmbito dos editais ‘Qualificação de Agroindústrias’ e ‘Socioambientais Quilombolas’. ​”Além dessa entrega na área de abastecimento de água, autorizei a implantação de mais um sistema simplificado na zona rural da cidade. Eu digo sempre que água é sinônimo de saúde e de vida. Por isso continuamos percorrendo o interior para entregar esse tipo de equipamento. Ainda nesta sexta, assinei mais dois contratos do Bahia Produtiva, para ajudar o nosso povo a produzir mais”, destacou o governador. A capacitação no novo sistema de abastecimento é feita diretamente através de um poço tubular a partir de bomba submersa. O investimento de R$ 180 mil irá beneficiar 16 famílias. A chegada da água potável na casa da agricultora Alexandrina Ferreira foi a realização de um sonho. “A gente vivia aqui numa seca muito grande e muitas vezes a água salobra era a única coisa disponível para beber. Essa obra aqui mudou pra sempre nossas vidas”.

19 de julho de 2019, 14:29

BAHIA Nelson Leal diz que liberação do FGTS não garante retomada do crescimento e ainda pode comprometer construção civil

Foto: Divulgação

Chefe da ALBA diz que recuo do Governo Federal foi “positivo” para repensar a questão

Continuando suas visitas ao Oeste baiano, passando por Ibotirama, Oliveira dos Brejinhos, Barreiras e Riachão das Neves, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, defendeu hoje (19.07) a geração de empregos através de investimentos na construção civil. “Espero que a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que deveria ter sido anunciada ontem pelo Governo Federal, não afete os investimentos na construção civil. É um setor que gera milhares de empregos e, de fato, impulsiona o ciclo virtuoso da economia. O recuo do governo é positivo, porque a liberação do Fundo de Garantia, sem um estudo mais profundo, pode resultar na quebra definitiva do programa Minha Casa, Minha Vida, com a demissão de cerca de 500 mil operários que estão nos canteiros de obras espalhados pelo país”, alerta o chefe do Legislativo estadual.

Leal lembra que o governo de Michel Temer liberou R$ 44 bilhões em saques do FGTS e a economia brasileira não reagiu. “Ao contrário, entramos em um processo de estagnação. Uma liberação de R$ 30 bilhões agora pode agravar ainda mais o problema, decretando, de vez, a falência do setor da construção civil. Sem tentar resolver a questão dos quase 14 milhões de desempregados no país, continuaremos a receitar aspirina para um paciente com tumor cerebral. Liberando o FGTS e acabando com a política de habitação, não voltaremos a crescer e o desemprego ainda vai aumentar muito mais”, diz o presidente da ALBA.

Nelson Leal lembrou que o Programa Minha Casa, Minha Vida, que completou 10 anos em maio, já resultou na construção de mais de 5,5 milhões de habitações, com investimentos da ordem de quase R$ 500 bilhões, sendo aproximadamente R$ 160,8 bilhões em subsídios oriundos da União e do Fundo de Garantia. “Somente com o programa, nesses últimos dez anos, a indústria da construção civil empregou cerca de 400 mil trabalhadores por ano. Não podemos agravar o desemprego e ainda aumentar o déficit habitacional do país. Neste momento, seria um tiro no pé”, adverte Leal.

19 de julho de 2019, 12:48

BAHIA Aeroporto de Conquista: Wagner afirma que quando Bolsonaro chegou já encontrou convênio executado

Foto: Mari Leal

Conforme Wagner, a população de Conquista sabe que o aeroporto não foi feito da noite para o dia e onde tudo começou

O senador Jaques Wagner (PT) ao ser questionado sobre a “paternidade” do Aeroporto de Conquista não hesitpou em disparar que “qualquer obra publica é feita com dinheiro público de imposto e quem paga imposto é o povo”. Porém, não deixou de afirmar que quando o presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegou ao poder o convênio já estava todo executado e que tudo começou em sua gestão, enquanto governador da Bahia, e na gestão do presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT).

“A verdade, é que o gestor é designado pelo povo através do voto para fazer gestão. E, nesse caso, tudo começou no governo Lula em 2009 quando eu estava no meu primeiro governo e, durante a primeira gestão do governo do governador Rui Costa o último desembolso feito, justiça seja feita, pelo então presidente Michel Temer. Quando Bolsonaro chegou o convênio já estava todo executado. Mas acho que essa disputa é de quem transforma a política em coisa pequena e a população de Conquista sabe que o aeroporto não foi feito da noite para o dia e onde tudo começou”, avaliou.

O líder petista ainda aproveitou para citar como exemplo a presença de parlamentares da base do governador e do prefeito ACM Neto (DEM) no mesmo evento na Fundação Dr. Jesus nesta sexta-feira.

“Aqui é uma obra social que reconheci desde que assumi o governo [do estado, à época] e não é porque um integrante do DEM está aqui que não podemos nos reunir em prol da causa”, concluiu.

Mari Leal e Fernanda Chagas

19 de julho de 2019, 12:32

BAHIA Cláudio Cajado indica mulher para diretoria administrativo-financeira da Desenbahia

A mulher do deputado federal Cláudio Cajado (PP), Andréia Xavier Cajado, teve seu nome indicado pelo partido para a diretoria administrativo-financeira da Desenbahia e aprovado pelo Conselho de Administração da instituição. A indicação, no entanto, precisará passar por uma avaliação do Banco Central, o que é praxe em instituições financeiras. Andréia é atualmente da Funasa, indicada pelo marido. A diretoria que pretende assumir já foi ocupada, entre outros, pelo ex-deputado federal Jairo Carneiro. Cajado migrou para a base de Rui Costa na eleição estadual passada, quando apoiou a reeleição do petista. Sempre com o apoio do marido, Andréia foi pelo menos três vezes prefeita de Dias D´Ávila.

19 de julho de 2019, 12:22

BAHIA Visita de Maia a Fundação Dr. Jesus reúne oposição e governo em um só palanque

Foto: Mari Leal

Sargento Isidório, aliado de Rui,é o anfitrião da festa

A visita do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia à Fundação Dr. Jesus, do pastor e deputado federal Isidório, conseguiu reunir, ainda que sem os principais caciques – o prefeito ACM Neto (DEM) e o governador Rui Costa (PT) – , oposicionistas e governistas em só palanque, não apenas com vistas nas articulações em curso no Congresso, mas também com foco em 2020 e 2022.

Sargento Isidório, o anfitrião da festa, anunciou o senador Jaques Wagner como futuro governador da Bahia, mas também fez o mesmo apelo em alto som quando o senador Otto Alencar chegou.

E no meio desse cenário de disputa por popularidade e afagos, Pastor Isidório, aliado de primeira hora do governador, mas admirador do presidente Jair Bolsonaro (PSL), conseguiu reunir os deputados federais Elmar Nascimento (DEM), Leur Lomanto (DEM) , Otto Filho (PSD), Cacá Leão (PP), Otto Filho (PSD) e Luis Tibé, do Avante de Minas Gerais. Ainda, o deputado estadual João Isidório (Avante), os senadores Jaques Wagner, Otto Alencar e Ângelo Coronel, além do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), personagem principal.

Mari Leal e Fernanda Chagas

19 de julho de 2019, 11:28

BAHIA Isidório propõe palanque único, ao invés de “palanque de guerra” na inauguração do aeroporto de Conquista

Foto: Mari Leal

Conforme Isidório, a proposta ser[a feita a Bolsonaro

Em meio à guerra pela paternidade das obras do Aeroporto de Vitória da Conquista entre o Gov erno do Estado e Governo o Federal, o deputado federal, Pastor Sargento Isidório (Avante), aliado de primeira hora do governador Rui Costa (PT), não apenas afirmou que foi convidado pelo ministro de governo do presidente Bolsonaro, Luiz Eduardo Ramos, para participar da inauguração do aeródromo, na próxima terça-feira (23), junto com a comitiva do presidente, como sugeriu palanque único entre Rui e o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL).

“Vai ter um palanque de guerra? Nós temos que exercer a paz e é melhor conciliar as duas forças em um palanque único, onde o governador possa fazer o seu papel e o presidente o dele e acabou gente”, ponderou.

Conforme Isidório, o ministro ficou de fazer a proposta a Bolsonaro e ele arrematou que for dessa maneira sua presença está confirmada. “Se houver união, eu vou. Eu tenho lado aqui na Bahia. Sou do grupo de Rui”, disse, na ligação durante a apresentação da Fundação Dr.Jesus aos jornalistas e ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, nesta sexta-feira (19).

Mari Leal e Fernanda Chagas