28 de agosto de 2019, 15:27

INTERIOR DA BAHIAFeira: “Chegarão ao 2º turno aqueles que tiverem sucesso em agregar”, diz Angelo

Foto: Divulgação

Angelo se reuniu com Lídice e Geilson para discutir eleições 2020

O ex-deputado estadual Angelo Almeida também comentou, na tarde desta quarta-feira (28), o resultado da pesquisa sobre a sucessão municipal em Feira de Santana que o aponta com 2,8% das intenções de voto. “Embora ainda esteja cedo, a pesquisa sinaliza para um indicativo que precisamos estar atentos: chegarão ao 2º turno aqueles que tiverem sucesso em agregar, construir pontes e as alianças necessárias”, disse ao site Política Livre.

O ex-parlamentar afirmou estar “muito feliz por estar pontuando nas pesquisas”, mas ponderou que o PSB ainda não se reuniu para decidir sobre 2020. “Temos uma proposta inicial de aliança com [ex-deputado estadual] Carlos Geilson, mas haveremos de conversar com partidos e lideranças buscando encontrar uma alternativa de projeto que dialogue com o sentimento do povo da cidade, que é de mudança”. Na última segunda (26), ele se reuniu, inclusive, com o ex-tucano e a presidente estadual do PSB, deputada federal Lídice da Mata, em Salvador, para discutir justamente a possibilidade de fazer uma aliança na corrida eleitoral feirense.

O deputado federal Zé Neto (PT) aparece em 1° lugar no levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas com 26,5%. Em segundo lugar, tecnicamente empatados, estão o atual prefeito Colbert Martins (MDB), com 14,1%; o deputado estadual Targino Machado (DEM), com 10,6%; e a deputada federal Professora Dayane Pimentel (PSL), com 10,4%.

Em seguida, aparecem o ouvidor-geral do Estado Carlos Geilson (sem partido), com 7,8%; o professor Jhonatas Monteiro (PSOL), com 5,5%; e Angelo Almeida, com 2,8%. A pesquisa ouviu 652 eleitores entre os dias 22 e 25 de agosto, possui nível de confiança de 95% e margem de erro de 4%. O levantamento foi registrado no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região, sob o número 3122/19.

Raiane Veríssimo

Comentários