14 de agosto de 2019, 12:27

EXCLUSIVACorrente interna Renova PT promete ser “divisor de águas” em eleições para diretório municipal

Foto: Divulgação

As eleições para o diretório municipal do PT de Salvador, já polarizadas pelo assessor do deputado federal Jorge Solla Ademário Costa e pelo atual presidente, Gilmar Santiago, podem ser decididas com o apoio da corrente interna Renova PT a um dos candidatos. É o que garante o militante Cleriston Silva, presidente da Central das Creches do Brasil e membro da tendência.

Em entrevista ao Política Livre, o petista afirmou que o Renova PT conta com cerca de 1 mil filiados e deve entregar em torno de 30% dos votos a quem decidir apoiar. “É uma nova corrente interna, que não tem deputado nem vereador, mas é formada por movimentos sociais e sindicais no partido. É uma das maiores forças do partido em Salvador. Estamos discutindo a possibilidade de apoiar um dos dois grupos. Será o divisor de águas”, disse Silva, acrescentando que uma das propostas do grupo, que ‘resgatou’ filiados nas 20 zonais, é renovar e “resgatar o PT antigo. Quando surgiu, o partido tinha uma ideologia, e hoje abandonou as bases, a militância antiga”.

Gilmar Santiago, que tem a vereadora Marta Rodrigues na vice, conta com o apoio do senador Jaques Wagner e de seu assessor, Éden Valadares, que concorre à presidência do diretório estadual. Já Ademário uniu-se a Iracema Moura e a Hamilton Menezes, que chegaram a entrar na disputa, mas desistiram.

O Renova PT também discute com qual candidato caminhará nas eleições para o diretório estadual. Atualmente, Éden Valadares e o deputado estadual Jacó, apoiado pelo atual presidente, Everaldo Anunciação, figuram como dois dos candidatos mais competitivos. E, conforme noticiado ontem com exclusividade pelo Política Livre, a chapa de Éden pode chegar à vitória com 45% dos votos. “Estamos conversando. Estamos aguardando uma conversa com Éden Valadares. Conversamos com Everaldo, que também sinalizou interesse no apoio do Renova PT”, afirmou Cleriston.

Leia também:
Assessor de Wagner e deputado travam disputa de morte por controle estadual do PT
Apoios recebidos por Gilmar Santiago e Ademário Costa acirram disputa por presidência do PT de Salvador

Comentários