14 de abril de 2019, 12:30

EXCLUSIVAGrupo de “durões” é escolhido para investigar denúncia de “rachadinha” no TJ baiano

Foto: Divulgação/Arquivo

Comissão que procederá a investigação foi escolhida a dedo pelo desembargador Gesivaldo Brito, presidente do TJ da Bahia

O Tribunal de Justiça da Bahia definiu na semana passada os nomes dos desembargadores que irão avaliar denúncias de que uma colega praticava a famosa “rachadinha”, quando se compartilha de salários de assessores num gabinete. Foram escolhidos a dedo pelo presidente do Tribunal, desembargador Gesivaldo Brito, para investigar o caso os desembargadores Ivete Caldas, Carlos Roberto de Araújo e Rita de Cássia, integrantes do chamado time dos “durões”, magistrados considerados impermeáveis a pedidos e tráfico de influência no Judiciário baiano. A expectativa é de que a apuração do colegiado ganhe desdobramentos, chegando a outros casos idênticos, igualmente denunciados por assessores de desembargadores. A recomendação para que o próprio TJ investigue as denúncias foi dada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Comentários