4 de fevereiro de 2019, 16:51

EXCLUSIVACoronel atribui derrota na disputa por presidência do Senado ao próprio PSD

Foto: Divulgação/Arquivo

Senador Angelo Coronel

O senador Angelo Coronel (PSD) atribuiu hoje sua derrota na disputa pela presidência do Senado ao seu próprio partido. Segundo ele, dos oito votos da agremiação, apenas o do amigo Otto Alencar (PSD) foi dele. Caso tivesse recebido o voto da bancada do PSD, ele poderia ter saltado para 16 votos, o que lhe garantiria lugar no segundo turno contra o novo presidente, Davi Alcolumbre (DEM-AP). “O PSD, no entanto, preferiu não me dar este direito”, afirmou Coronel, para quem a eleição do vencedor pode ser atribuída à influência do governo Jair Bolsonaro (PSL). “O pessoal preferiu o caviar do Palácio do Planalto, muito mais do que a comida típica do Amapá”, ironizou.

Comentários