30 de outubro de 2018, 09:32

EXCLUSIVAApesar de vitória em Salvador com Haddad, PT pode apoiar nome de aliado em 2020

Foto: Divulgação/Arquivo

Everaldo Anunciação, presidente estadual do PT

O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, disse há pouco a este Política Livre que, a despeito da grande votação que deu ao ex-candidato à Presidência Fernando Haddad no Estado, inclusive em Salvador, neste segundo turno, o partido não deve rever sua estratégia para a disputa da sucessão municipal na capital baiana em 2020 para a qual já se avaliava a possibilidade de apoio a um candidato de uma sigla aliada, a exemplo do que aconteceu no pleito de 2016, quando os petistas apoiaram a candidatura da deputada federal comunista Alice Portugal à Prefeitura.

“Óbvio que queremos ter um prefeito ou uma prefeita do PT, mas é só uma vontade, não é uma determinação”, afirmou Everaldo, antecipando que o partido deve manter a mesma estratégia de buscar construir uma aliança que seja capaz de assegurar a vitória em Salvador daqui a dois anos. “O candidato ou candidata que melhor aglutinar este sentimento de mudança pode ser o representante deste projeto. O PT tem a legitimidade, mas não pode se sentir o dono da candidatura. O diferencial é a capacidade de aglutinar aliados”, afirmou o presidente estadual do PT.

Para ele, o principal derrotado nestas eleições na Bahia foi o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que deu, em sua avaliação, “uma votação pífia” para o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) em Salvador. No Estado, assinalou, foi a primeira vez que a população votou praticamente em peso contra um presidente praticamente eleito. “O resultado da eleição na Bahia nos empodera para o futuro. Se o PT fizer correções, rever muitas coisas, pode ter um desempenho surpreendente nas próximas eleições”, declarou.

Sobre a sucessão do deputado estadual Angelo Coronel (PSD), eleito senador, na presidência da Assembleia Legislativa, Everaldo disse que, apesar de não ter sido ainda realizada uma reunião interna com a bancada petista, o nome do candidato do PT é o do deputado estadual Rosemberg Pinto. “Rosemberg disponibilizou o nome dele. Na próxima semana, vamos convocar uma reunião com a bancada e a partir daí abrir um processo de debate com os partidos e deputados da base. Elegemos uma bancada grande, e se tivermos capacidade vamos ter a possibilidade de dirigir a Assembleia nos dois períodos”, afirmou.

Comentários