14 de junho de 2018, 17:14

SINDICATOAugusto Vasconcelos critica “campanha do governo Temer pela privatização da Caixa”

Foto: Divulgação

O presidente licenciado do Sindicato dos Bancários da Bahia e pré-candidato a deputado estadual, Augusto Vasconcelos

O presidente licenciado do Sindicato dos Bancários da Bahia e pré-candidato a deputado estadual, Augusto Vasconcelos (PCdoB), criticou a afirmação do ex-ministro da Fazenda e pré-candidato a presidente da República pelo PSD, Henrique Meirelles sobre o “processo de abertura de capital e venda de parte da Caixa para a participação privada”. “Esta declaração de Meirelles sobre uma preparação à privatização da Caixa integra uma estratégia do governo Temer de ataque às estruturas públicas, como fizeram com a Petrobras, Eletrobras e os Correios, por exemplo”, disse Vasconcelos. Ele afirmou ainda que a Caixa é “o único banco no país 100 % público e principal responsável pelo financiamento do saneamento básico e programas sociais do país e que transformada em sociedade anônima (S/A) a Caixa deixa de cumprir papel de “principal gestor de políticas sociais”. A Caixa também realiza financiamento estudantil, programas habitacionais e é gestora do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do seguro-desemprego.

Comentários