16 de maio de 2017, 11:56

EXCLUSIVAVerborragia de Wagner continua causando conflitos

Foto: Política Livre/Arquivo

De nada adiantou despacharem Jaques Wagner para a Europa

Se é verdade que mandaram Jaques Wagner (PT) para a Europa a fim de que esfriasse a cabeça e evitasse declarações polêmicas, não adiantou muito. A contínua verborragia do governador acaba de gerar mais problema. Em Londres, onde participou de um evento internacional, Wagner disse que vice só servia para tramar. Sua revolta contra o presidente Michel Temer (PMDB), que ajudou a tramar o impeachment de Dilma Rousseff (PT), não pegou bem na Bahia, entretanto, com representantes do PP e do PSD. O senador Otto Alencar (PSD), por exemplo, que foi um vice exemplar em seu segundo mandato no governo baiano, lembrou que nunca tramou nada contra Wagner. O atual vice do governador Rui Costa (PT), João Leão (PP), não abriu o bico para a imprensa, mas fez críticas fortes ao grupo petista, durante passagem ontem pela Assembleia, visivelmente agastado com a fala do atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico. “Pelo visto, esse pessoal (do PT) está querendo romper”, teria dito Leão numa das varas rodas que se formaram para escutá-lo no Legislativo.

Comentários