18 de maio de 2017, 11:42

BAHIASuíca convoca para manifestação contra Temer e pede liberação das gravações com empresários

O líder do PT na Câmara de Vereadores de Salvador, Luiz Carlos Suíca, se pronunciou na noite desta quarta-feira (17) para convocar militantes de movimentos sociais, populares e sindicais para tomarem as ruas, na próxima sexta-feira (19), para protestar contra o governo do presidente Michel Temer (PMDB). “Precisamos ir para as ruas lutar por nossos direitos”, frisa o vereador. Gravado por empresários donos da JBS, Temer estaria trabalhando para que propinas em forma de mesada chegassem ao ex-presidente da Câmara Federal, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para que ele não delatasse o presidente. O senador Aécio Neves (PSDB-MG), atual presidente do partido, também é alvo de gravações, pedindo 2 milhões em propina.”Pelo que entendi das informações, a Polícia Federal pegou todos os ratos com o queijo na mão. Foi uma ação controlada, como a PF faz com traficantes de drogas ou mulas, para descobrir onde o dinheiro vai parar”, salienta Suíca, citando o caso do dinheiro recebido pelo senador tucano, que foi parar em conta de uma empresa de correligionário Zezé Perrella (PSDB-MG). “Uma vergonha. E ainda não ficou confirmado de quem era os quase 500 quilos de cocaína que encontraram no helicóptero de Perrella no Espírito Santo, daqui a pouco é dinheiro de tráfico mesmo e a PF não quer dizer, imagine o escândalo?”, sintetiza o edil. conforme as informações, essa seria a primeira vez na operação Lava-Jato que foram feitas as ditas ‘ações controladas’. Seria um recurso para se obter provas em flagrante, entretanto a ação da polícia é adiada para um período certo da investigação. “A PF filmou conversas e as entregas de dinheiro, as notas estavam marcadas e os procuradores sabiam de tudo. Até as mochilas com dinheiro de propina tinham chips rastreadores. Mais de R$ 3 milhões de dinheiro ilegal foram parar nas mãos dos corruptos somente em abril deste ano”, completa Suíca.

Comentários