27 de dezembro de 2012, 18:44

BAHIA PT rejeita pedido para conceder título de cidadão baiano a Joaquim Barbosa

Foto: Portal do STF

Algoz do mensalão, ministro Joaquim Barbosa virou persona non grata também para o PT baiano

O deputado estadual Luciano Simões (PMDB) viu ser rejeitado um projeto de sua autoria para conceder o título de cidadão baiano ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, na sessão realizada nesta quarta-feira (26), na Assembleia Legislativa da Bahia. Segundo o parlamentar, o projeto estava na Casa há cerca de quatro meses, mas ao ser colocado na pauta, junto com outros oito projetos do mesmo tipo, foi retirado de votação pela bancada governista, comandada pelo PT. “Há duas semanas, houve uma reunião com a bancada para resolvermos o que entraria na pauta. Apresentei dois projetos: um sobre a concessão do título a Joaquim Barbosa e outro que foi rejeitado por ser considerado inconstitucional. Na hora da votação, percebi que o título não estava na pauta. O líder do governo, deputado Zé Neto (PT), disse que não havia condições de votar o projeto, mas mesmo assim outros oito títulos de cidadão baiano foram concedidos”, afirmou ao Política Livre. “Como é que se nega um título a uma pessoa como Joaquim Barbosa, com a importância que ele tem? Uma pessoa que é manchete todos os dias nos jornais… Trata-se de uma retaliação sem a mínima necessidade. Não fica bem para o partido”, disparou o peemedebista. Joaquim Barbosa, ministro do STF indicado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ficou marcado pelo trabalho desempenhado como relator do processo do mensalão, escândalo que atingiu diretamente a imagem do PT e de lideranças como Lula.

Amanda Barboza

Comentários