24 de maio de 2010, 09:47

Aliados de Serra querem tom mais agressivo contra Dilma

Para alidos chegou a hora de Serra mostra que é mais experiente(Crédito: Daigo Oliva/G1)

O crescimento de Dilma Rousseff (PT) nas pesquisas de intenções de voto divulgadas nas últimas duas semanas acendeu um sinal de alerta no ninho tucano. Lideranças ligadas à campanha de José Serra (PSDB) avaliam que chegou a hora de intensificar as comparações entre as biografias dos dois principais pré-candidatos à Presidência da República. A análise é de que a exposição na TV, a partir de junho, pode alavancar o nome de Serra, o que, para aliados, será uma boa oportunidade para o tucano mostrar-se como um candidato mais experiente que a concorrente. Os números mais recentes do Instituto Datafolha, apresentados no fim de semana, colocam Dilma e Serra empatados em 37%. Marina Silva (PV) aparece com 12%. Em relação ao levantamento feito em abril, o tucano caiu cinco pontos percentuais, enquanto a petista subiu sete. A tendência crescente de Dilma já havia sido mostrada por pesquisas anteriores, como a Sensus e a Vox Populi, divulgada pelo Correio em 16 de maio, que mostrou Dilma com 38% contra 35% de Serra. Os números do Datafolha apontaram ainda que a ex-ministra da Casa Civil leva 1% de vantagem sobre o ex-governador de São Paulo em um eventual segundo turno. A pesquisa, registrada no TSE sob o número 12.044/2010, foi realizada na quinta e sexta-feira com 2.260 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais. (Correio Braziliense)

Comentários