16 de agosto de 2018, 22:32

BAHIA Debate na Band: Marcos Mendes ataca Rui e José Ronaldo

Ao responder à pergunta sobre educação, Marcos Mendes (PSOL), candidato da coligação “Vamos juntos sem medo de mudar a Bahia”, lembrou que o grupo político do candidato José Ronaldo (DEM) “colocou fuzis na cara dos professores municipais que estavam em greve”. Ele ainda aproveitou para atacar também o governador Rui Costa (PT). “Foram retirados R$ 200 milhões das universidades públicas em quatro anos”. “É muita conversa fiada, eles não tratam a educação como prioridade”.

16 de agosto de 2018, 22:31

BAHIA Debate na Band: “O que temos na Bahia é insegurança pública”, critica João Santana

O segundado candidato a responder a pergunta o que faria, se eleito, pela segurança através da educação foi João Santana (MDB) – candidato ao governo pela coligação “Pra mudar de verdade” (MDB, DC). “Considero esses dois assuntos muito importantes, mas o povo baiano precisa entender que tudo passa pela ótica na economia. Temos indicadores horríveis, o que temos na Bahia é insegurança pública e não segurança. Vem crescendo a matança e 82% desses crimes não conseguem ser esclarecidos. Se tenta fazer a segurança através de inteligência modesta com distanciamento da investigação, e tem que haver integração”, disse o candidato.

16 de agosto de 2018, 22:28

BAHIA Debate na Band: João Henrique busca se vincular a Jair Bolsonaro

O candidato João Henrique buscou se vincular ao presidenciável Jair Bolsonaro durante sua primeira participação no debate da Bandeirantes, ao falar de suas propostas para a educação e a segurança no Estado. Ao se apresentar, disse que muitos tentaram impedir que fosse candidato, embora, com a graça de Deus tenha conseguido se colocar como opção para a população. Citou de cor várias propostas relativas à educação contidas na legislação brasileira, mas disse que pretende discutir correção de rumos com Bolsonaro.

16 de agosto de 2018, 22:24

BAHIA Debate na Band: Rui considera educação fundamental na vida das pessoas

O governador Rui Costa (PT), candidato à reeleição pela coligação “Mais Trabalho por Toda a Bahia” (PT, PSB, PSD, PP, PC do B, PR, PDT, PRP, PMB, PTC, PMN, Podemos, Avante e Pros), disse que considera a educação fundamental na vida das pessoas. O governador citou alguns programas do governo do estado, como o Educar para Transformar, Primeiro Emprego, Mais Futuro e Escola em tempo Integral.

16 de agosto de 2018, 22:18

BAHIA Debate na Band: Célia Sacramento promete assistência social e Escola Parque

Ao responder a pergunta sobre a educação, a candidata da Rede Sustentabilidade, Célia Sacramento, disse que é fundamental trabalhar também a segurança pública, mas destacou a importância de se ter um assistente social em cada unidade escolar. Ela disse ainda que, caso eleita, vai implantar o modelo da Escola Parque, baseado no educador Anísio Teixeira, em todo o Estado.

16 de agosto de 2018, 22:09

BRASIL Advogado pede que TSE barre candidatura de Bolsonaro nas eleições 2018

Foto: Estadão

Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência

Um advogado de Mangaratiba (RJ) entrou com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para barrar o registro de candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República nas eleições 2018. O processo foi distribuído ao ministro Napoleão Nunes Maia Filho, que também relata o registro de candidatura do presidenciável. Na ação de representação, Rodrigo Phanardzis Ancora da Luz destaca que o deputado federal é réu em ação penal no Supremo Tribunal Federal (STF) por suposto crime de apologia ao estupro e injúria. O advogado diz que réus em ação penal não podem ser candidatos à Presidência da República e cita dispositivo da Constituição que prevê que o presidente ficará suspenso de suas funções nas infrações penais comuns, se recebida a denúncia ou queixa-crime pelo STF. Em uma das duas ações penais no STF, o candidato à Presidência é réu por injúria e apologia ao crime. A autora é a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), sobre quem Bolsonaro declarou, em 2014, que “não estupraria a deputada porque ela não mereceria”. A outra denúncia é do Ministério Público Federal (MPF), que enxerga, na conduta do deputado, incitação ao crime de estupro. Ao tentar barrar a candidatura de Bolsonaro no TSE, o advogado destaca entendimento do STF de que réus na linha sucessória da Presidência da República estão impedidos de substituir o presidente. “Ora, sendo o candidato réu numa ação penal, indaga-se como poderá o mesmo exercer a função de Presidente da República?”, questiona. “Conclui-se que, em se tratando de candidato réu em ação penal perante o STF, o mesmo não pode ser candidato ao cargo de presidente pois, na hipótese de vir a ser eleito, não poderá exercer a função de responder pelo Poder Executivo, precisando, portanto, ser indeferida desde já a sua candidatura”, afirma o advogado na petição assinada nesta quarta-feira (15). A assessoria de Bolsonaro foi procurada, disse que não se manifestaria e pediu que a presidência do PSL fosse procurada. A presidência da sigla não foi localizada pela reportagem. O TSE prevê que podem impugnar registros de candidatura qualquer candidato, partido político, coligação ou o Ministério Público. A resolução da Corte também concede um prazo para “qualquer cidadão no gozo de seus direitos políticos dar ao juízo eleitoral notícia de inelegibilidade que recaia em candidato com pedido de registro apresentado pelo partido político ou pela coligação”

Estadão

16 de agosto de 2018, 22:01

BAHIA Debate na Band: Coronel afirma que o PSB apoia a sua candidatura

Foto: Política Livre

O candidato ao Sendo, Angelo Coronel (PSB)

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Angelo Coronel (PSD), disse que o PSB está apoiando a sua candidatura. “Cerca de 90% do PSB está apoiando a nossa candidatura, espero que até o dia 7 de outubro a gente consiga a unanimidade do partido.

16 de agosto de 2018, 21:59

BAHIA Debate na Band: Rui diz esperar debate sem ataque e com propostas

Foto: Raiane Veríssimo

Governador Rui Costa chega para debate na Band

O governador Rui Costa (PT), candidato à reeleição pela coligação “Mais Trabalho por Toda a Bahia” (PT, PSB, PSD, PP, PC do B, PR, PDT, PRP, PMB, PTC, PMN, Podemos, Avante e Pros), disse hoje que sua expectativa em relação ao debate era de que os candidatos aproveitem o tempo para apresentar suas propostas, o que ele próprio pretende fazer, com um balanço do período em que governa o Estado. Ele disse que ao invés de atacar, os candidatos apresentem propostas, como ele pretende fazer. “Não vou fazer ataques a ninguém”, dizendo que mostrar uma eventual relação de José Ronaldo com o presidente Michel Temer (MDB) não seria uma agressão, mas parte do debate político. Ele disse que pretendia, se tiver oportunidade, falará no ex-presidente Lula. Ele também declarou acreditar que o candidato Fernando Haddad, se substituir o ex-presidente Lula na corrida presidencial, vai estar no segundo turno das eleições.

16 de agosto de 2018, 21:55

BRASIL Haddad grava programa eleitoral em frente da sede da PF em Curitiba

O candidato a vice-presidente da República na chapa do PT nas eleições 2018, Fernando Haddad, gravou nesta quinta-feira, 16, cenas do programa eleitoral petista em frente ao prédio da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde o candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva está preso, condenado em segunda instância pela Lava Jato, desde abril. Na saída da visita ao ex-presidente, ele disse no vídeo que “a perseguição ao Lula é a mesma que matou Tiradentes e Getúlio Vargas”, mas que o petista resiste. “Ele está preso enquanto o governo Temer bagunça o país, corta direitos do povo e entrega nossas riquezas”, declarou. Logo depois, em coletiva à imprensa, Haddad disse que os petistas já esperavam reações contrárias ao registro de candidatura de Lula, mas que o partido aguarda que o possível enquadramento do candidato na lei da Ficha Limpa seja apreciado pelos tribunais superiores antes de ser julgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Estamos muito confiantes de que o TSE vai aguardar a decisão do Superior Tribunal de Justiça ao nosso recurso para convalidar o registro e ele figurar na urna”, disse. O ex-prefeito de São Paulo disse ainda que é manifestamente “inconstitucional” o pedido do força-tarefa da Lava Jato no Paraná de tentar barrar visitas de Haddad e da presidente do PT Gleisi Hoffmann como advogados de Lula. “[Seria um] fato inédito a cassação da prerrogativa de advogado”, declarou. Antes de Haddad, também visitaram Lula o ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim e o argentino Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz. Amorim entregou a Lula um livro sobre a história do próprio ex-presidente na Lava Jato autografado pelo Papa Francisco.

Estadão Conteúdo

16 de agosto de 2018, 21:52

BAHIA Debate na Band: Wagner diz que opositores querem Lula fora da sucessão

Foto: Raiane Veríssimo

O candidato do PT ao Senado, Jaques Wagner

O ex-governador Jaques Wagner (PT), candidato ao Senado pela coligação “Mais Trabalho por Toda a Bahia” afirmou, ao chegar na TV Band, que os opositores do ex-presidente Lula querem que a Justiça declare definitivamente o fim da candidatura do petista. “Eles sabem que enquanto se mantém a candidatura, ele só acumula votos. Ele só está crescendo”, afirmou. Wagner chegou para o debate acompanhando o governador Rui Costa (PT), que é candidato à reeleição.

16 de agosto de 2018, 21:42

BRASIL Rosa Weber decide manter com Barroso registro eleitoral de Lula

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, decidiu na noite desta quinta-feira, 16, que o relator do pedido de registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República deve ser o ministro Luís Roberto Barroso, segundo apurou o Broadcast Político. Inicialmente, o pedido de registro de Lula foi distribuído por sorteio ao vice-presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, mas o PT questionou a Corte Eleitoral sobre os critérios de definição da relatoria, sob o argumento de que o ministro Admar Gonzaga já é o relator de outros processos que pretendem barrar as pretensões eleitorais do ex-presidente. Para resolver as dúvidas, Barroso encaminhou o questionamento à ministra Rosa Weber, que, na condição de presidente do TSE, definiu quem deve ser o relator do registro. Conforme apurou o Broadcast Político, o ministro Barroso deve levar ao plenário o pedido de registro, e não decidir de forma monocrática (individualmente). De acordo com interlocutores do ministro, Barroso acredita que a questão é institucionalmente relevante e deve ser submetida à análise do plenário. Também está como atribuição do relator analisar a contestação da Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE) feita sobre a candidatura de Lula, porque ela está inserida dentro do processo de registro do ex-presidente. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, impugnou (pediu a rejeição) a candidatura de Lula horas após o pedido de registro, o que motivou um comentário irônico de um advogado de defesa de Lula nesta quinta-feira, 16. “A gente não tinha visto a Procuradoria ser tão rápida até hoje, né?”, disse o advogado Luiz Fernando Casagrande Pereira. “Se houvesse essa rapidez em todos os casos, o estoque de processos do Brasil estaria zerado”, afirmou o defensor de Lula a jornalistas após sessão plenária do TSE.

Estadão

16 de agosto de 2018, 21:41

BAHIA Debate na Band: Célia minimiza falta de palanque para Marina nos Estados

Foto: Política Livre

A candidata ao governo do Estado, Célia Sacramento (Rede), chega à TV Band

Célia Sacramento, candidata ao governo pela coligação “Sustentabilidade pela Bahia”, chegou para o debate na TV Band, na Federação acompanhada do professor Júlio Rocha, coordenador do partido na Bahia, e do engenheiro Renato Vieira, membro da Executiva Municipal da Rede. Célia Sacramento minimizou a falta de palanque para Mariana Silva, candidata da Rede à Presidência, nos Estados, devido à falta de alianças. “Marina já está apresentado a proposta dela à população a três eleições. Nós temos um problema sim, que é a falta de tempo na propaganda eleitoral”, afirmou.

16 de agosto de 2018, 21:41

BAHIA Debate na Band: Jutahy prevê Alckmin no segundo turno e diz que será voz da Bahia no Senado

Foto: Raiane Veríssimo

Candidato a senador Jutahy Magalhães Jr. chega a debate com José Ronaldo

O candidato a senador Jutahy Magalhães Jr. (PSDB) disse hoje que sua principal estratégia para a campanha de senador no Estado é mostrar que se qualificou ao longo da vida para ser uma voz forte em defesa da Bahia e tem experiência para servir ao Brasil e à Bahia no Senado. Além de ter lembrado dos vários projetos que apresentou no Congresso, como a Lei Orgânica da Assistência Social, importante medida social para o país, o tucano disse que a decisão do presidente do PSDB, João Gualberto, de desistir de concorrer à reeleição para deputado federal não o atrapalha em nada, uma vez que terá o apoio “efetivo” e “afetivo” do correligionário para a disputa de senador. Ele também reforçou sua convicção de que o candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, estará no segundo turno das eleições.

16 de agosto de 2018, 21:28

BRASIL STJ nega novo recurso de Lula

Foto: Estadão

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

O Superior Tribunal de Justiça negou um recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quinta-feira, 16. A defesa buscava suspender os efeitos da condenação de Lula pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) no caso do triplex do Guarujá e, neste sentido, recorreu da decisão da 5.ª Turma do STJ, que negou o pedido – o petista cumpre pena de 12 anos e um mês de reclusão desde a noite de 7 de abril em uma sala especial da Polícia Federal em Curitiba. A defesa apresentou embargos de declaração (um tipo de recurso), mas a 5.ª Turma, nesta quinta-feira, 16, os negou por unanimidade. Os advogados alegavam que o pedido inicial tinha sido analisado sem intimação prévia da defesa e que isso era um motivo para anular o julgamento por prejuízo à defesa. O processo foi apresentado ’em mesa’ pelo relator, ministro Felix Fischer. O relator argumentou que não era necessário inclusão prévia em pauta. Quatro ministros o acompanharam, Jorge Mussi, Reynaldo Soares da Fonseca, Joel Parcionik e Marcelo Navarro Ribeiro Dantas.

Estadão

16 de agosto de 2018, 21:24

BAHIA Debate na Band: Neto diz que DEM vai até o fim com Alckmin e prevê desidratação de Bolsonaro

Foto: Raiane Veríssimo

ACM Neto dá entrevista ao chegar para debate na Band acompanhado José Ronaldo

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), reafirmou hoje sua convicção de que o presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, vai chegar ao segundo turno nestas eleições, reforçando que o DEM e os partidos do Centrão estarão com ele até o fim da campanha. Ele observou, no entanto, que movimentações de pesquisa mais consistentes sobre o pleito não acontecerão agora, destacando que a campanha só começa efetivamente a partir do próximo dia 31, quando inicia a propaganda na televisão. Neto, que chegou acompanhando o candidato a governador José Ronaldo, também descartou qualquer tipo de aliança com o PT, mas disse que não poderia rejeitar um eventual apoio do partido no caso de Alckmin chegar junto com o presidenciável Jair Bolsonaro no segundo turno. Ele também previu uma desidratação da candidatura de Bolsonaro, observando que o canhão da campanha é a televisão e o presidenciável do PSL não contará com esta arma.