24 de março de 2017, 15:30

BRASIL ‘Não há previsão’, diz Fachin sobre inquéritos ligados à Odebrecht

Foto: Divulgação

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, relator da Lava Jato no tribunal, disse nesta sexta-feira, 24, que não necessariamente irá apresentar na semana que vem o resultado de sua análise sobre as aberturas de inquérito pedidas pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. É possível, portanto, que isso só ocorra no mês de abril. ”Estou lendo e sistematizando o trabalho. No total, são quase 900 requerimentos”, desconversou Fachin, no Rio, onde participou de uma banca de concurso para professor da Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). A agenda foi na Procuradoria-Geral do Município do Rio. “Por agora, não há previsão. Vou usar o que dizia o (José Gomes) Pinheiro Machado, político do Império: ‘não vou tão devagar, que pareça provocação nem tão rápido, que pareça fuga’. A celeridade eu acho importante, mas tenho o ônus argumentativo para evidenciar as conclusões a que estou chegando. Qual é o tempo? O necessário”. A expectativa era de que o relator, que recebeu o material há três dias, tomasse suas decisões na semana que vem. São 83 pedidos de investigação de parlamentares e ministros, baseados na delação premiada de 78 executivos da Odebrecht. Ele também irá deliberar sobre 211 casos de pessoas sem foro privilegiado, que serão enviados a tribunais inferiores, e pedidos de arquivamentos, entre outras providências.

Estadão Conteúdo

24 de março de 2017, 15:15

BRASIL É preciso restaurar as contas públicas, diz Temer

Foto: Divulgação

O presidente da República, Michel Temer

O presidente da República, Michel Temer, afirmou durante discurso em evento nesta sexta-feira, 24, no interior de São Paulo que a credibilidade no Brasil está aumentando. Entre as evidências desta melhora está a concessão de quatro aeroportos, incluindo o de Porto Alegre e o de Salvador na semana passada, com “ágio extraordinário”, disse o peemedebista. ”As pessoas, sejam nacionais ou estrangeiros, só investem no Brasil quando o País vai bem”, afirmou o presidente, ressaltando que o governo tem feito esforços para acolher todas as postulações sociais. Temer citou ainda queda da inflação, da casa dos 10% em 2015 para ao redor de 4%, valor esperado para 2017, abaixo da meta do Banco Central. “É preciso restaurar as contas públicas”, disse Temer ao defender o ajuste fiscal. Ainda para mostrar aumento da confiança no Brasil, o presidente citou o leilão de quinta-feira de dois terminais de combustíveis no porto de Santarém, no Pará, que rendeu R$ 68 milhões aos cofres públicos. “Foi um ágio extraordinário”, comentou Temer. O primeiro leilão teve ágio de 62% e no segundo foi de 230%. Temer finalizou seu discurso, em São José do Rio Preto (SP), para a entrega de moradias, falando que uma pessoa disse a ele sobre a necessidade de orações. “Alguém disse que preciso de orações, sempre tem alguém rezando por mim e pelo Brasil.”

Estadão

24 de março de 2017, 15:00

BRASIL Procurador-geral adjunto e promotor são baleados na sede do MP do RN

Foto: FRANKIE MARCONE/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Procurador geral adjunto de Justiça do Rio Grande do Norte, Jovino Sobrinho, baleado hoje por servidor

O procurador-geral de Justiça adjunto do Rio Grande do Norte, Jovino Pereira Sobrinho, e o diretor administrativo do Ministério Público do Estado, promotor Wendell Beetoven Ribeiro Agra, foram baleados na manhã desta sexta-feira, 24, enquanto trabalhavam no prédio sede do órgão, na zona sul de Natal. Ambos foram socorridos e passam por cirurgia. O atirador foi identificado como Guilherme Wanderley Lopes da Silva, servidor de carreira da instituição desde 2011. De acordo com relatos de funcionários que presenciaram o atentado, Silva entrou na sala da chefia do órgão procurando pelo procurador-geral de Justiça do Estado, Rinaldo Reis Lima. Como não foi recebido, dirigiu-se à sala vizinha e entrou atirando contra Sobrinho e Agra, que auxiliam o procurador-geral. Informações sobre a motivação do atentado e de como o servidor entrou com a arma na instituição ainda estão sendo checadas pela Polícia Civil. Silva conseguiu fugir do prédio e ainda não foi localizado pela Polícia do Rio Grande do Norte. Técnicos da Perícia Criminal potiguar estão no prédio do MP para identificar o calibre da arma usada e levantar mais informações sobre o caso. As vítimas atingidas foram levadas ao Pronto Socorro Público Clóvis Sarinho, em Natal, mas ainda não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde de cada um deles.

Estadão Conteúdo

24 de março de 2017, 14:45

BRASIL Odebrecht diz que não vai se manifestar sobre depoimentos de delatores

Foto: JF Diório/Estadão

Fachada da Odebrecht, em São Paulo

Em meio aos vazamentos de depoimentos de delatores prestados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Odebrecht informou nesta sexta-feira, 24, em nota enviada à imprensa, que não se manifesta “sobre o teor de eventuais depoimentos de pessoas físicas, mas reafirma seu compromisso de colaborar com a Justiça”. “A empresa está implantando as melhores práticas de compliance, baseadas na ética, transparência e integridade”, diz a nota. O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, criticou nesta sexta-feira o vazamento dos depoimentos sigilosos prestados por ex-executivos da Odebrecht no âmbito da ação que pede a cassação da chapa formada em 2014 por Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB). “Eu exijo que nós façamos a devida investigação nesses vazamentos lamentavelmente ocorridos. Isso fala mal das instituições. É como se o Brasil fosse um país de trambiques”, disse o ministro ao participar de um seminário sobre reforma política no TSE. O juiz-auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça Eleitoral Bruno César Lorencini mandou instaurar procedimento interno para investigar o vazamento dos depoimentos. Leia mais no Estadão.

Estadão

24 de março de 2017, 14:30

SALVADOR Mercado Popular de Água de Meninos deverá ser inaugurado no próximo dia 4

As obras no Mercado Popular de Água de Meninos já estão em fase final de execução. O prefeito ACM Neto, acompanhado de outros representantes municipais, visitou as instalações do mercado na manhã de hoje (24) para acertar os últimos ajustes que devem ser feitos no local. O espaço passa por requalificação, com investimento de aproximadamente R$800 mil. Três pontos foram observados e destacados pelo prefeito para que sejam ajustados antes da entrega do equipamento: o ordenamento do serviço de carga e descarga, a logística do descarte de resíduos sólidos e o mau cheiro no entorno do mercado, ocasionado pelo descarte e manipulação de alimentos na área externa. Durante a vistoria, alguns comerciantes agradeceram ao prefeito pela aceleração das obras nesta fase final, período que antecede a Semana Santa, quando o volume de vendas aumenta. “Queremos entregar o mercado no dia quatro de abril”, anunciou o prefeito ACM Neto. No equipamento, que é referência na comercialização de pescados frescos em Salvador, foram realizadas intervenções em toda a rede elétrica e hidráulica, além da instalação de novos sanitários, pias, balcões e a substituição do azulejo na área interna dos boxes, seguindo a orientação da Vigilância Sanitária. Com a reforma da iluminação, foram instaladas lâmpadas em LED. Um dos destaques da requalificação do mercado foi a instalação de uma câmera fria, para inibir o mau cheiro. Também foram instaladas barreiras nas áreas vazadas das paredes e teto para impedir a entrada de pombos.

24 de março de 2017, 14:15

INTERIOR DA BAHIA Liminar determina a regularização do território de comunidades quilombolas em Bom Jesus da Lapa

A Justiça Federal concedeu duas liminares nesta quinta-feira, 23 de março, determinando à União, ao Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e à Fundação Cultural Palmares que regularizem, no prazo de 18 meses, os territórios pertencentes às comunidades quilombolas Juá-Bandeira e Lagoa das Piranhas, localizadas no município de Bom Jesus da Lapa (BA). Ambas as decisões acatam pedidos feitos em ações ajuizadas pelo MPF, em novembro de 2016, e preveem, em caso de descumprimento, multa mensal de R$ 100 mil, solidária aos presidentes do Incra, da Fundação Palmares e ao ministro-chefe da Casa Civil. No caso do território de Juá-Bandeira, cujo processo de regularização começou em 1999, não há, ainda, nem sequer Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID), documento inicial necessário à regularização do território. A Justiça determinou que o relatório seja elaborado no prazo de 60 dias, incluídos nos 18 meses previstos para a regularização, e que o Incra assegure a intangibilidade do território a ser ali delimitado. Quanto à comunidade quilombola de Lagoa das Piranhas, cujo processo de regularização se iniciou em 2004, foi determinado ao Incra que assegure, à comunidade, a totalidade do território delimitado pelo RTID publicado no ano de 2015. A União deverá, por sua vez, emitir o Título de Concessão de Direito Real de Uso em favor da Associação Quilombola de Lagoa das Piranhas, destinando-lhe as áreas federais que estão dentro do território reconhecido, no prazo de 60 dias, sob pena de multa mensal de R$ 20 mil. A Fundação Cultural Palmares deverá instalar, em até 60 dias, fórum de mediação de conflitos na comunidade, para solucionar disputas entre quilombolas e não quilombolas até a conclusão dos processos de regularização. A Justiça também requisitou a presença da Polícia Federal para acompanhar as reuniões do fórum. As ações requerendo a regularização foram ajuizadas no início do mês de novembro de 2016 pelo Ministério Público Federal (MPF) em Guanambi (BA). Com a criação do MPF em Bom Jesus da Lapa, no fim do mesmo mês, os casos passaram a ser acompanhados pelo procurador nomeado para atuar na região.

24 de março de 2017, 14:00

BAHIA José Rocha quer atuação do Ministério da Justiça para diálogo com indígenas em Itaju do Colônia

Foto: Divulgação

Deputado José Rocha, ministro Osmar Serraglio e o vice-prefeito Valério Aguiar

O 1º vice-líder do PR, deputado José Rocha (BA), acompanhado do vice-prefeito de Itaju do Colônia, Valério Aguiar solicitou ao ministro da Justiça, Osmar Serraglio providências para restabelecer o diálogo e evitar conflitos entre índios Pataxó e moradores do município localizado no Sul da Bahia. O clima de tensão é resultado de uma disputa pela posse da terra entre moradores do bairro Parque dos Rios e índios da tribo Pataxó Hã, Hã, Hãe. O ministro disse ao deputado que vai enviar funcionários da Funai para o local, além de avaliar o possível deslocamento de militares do Força Nacional para garantir a segurança. Em 2012, o Supremo Tribunal Federal(STF), decidiu que uma área de aproximadamente 54 mil hectares entre os municípios de Itaju do Colônia, Pau Brasil e Camacam pertence aos índios Pataxós. Parte da área englobou o bairro Parque dos Rios, onde vivem cerca de duas mil pessoas e existem escolas, posto de saúde e estabelecimentos comerciais, além das residências. Alguns moradores já se mudaram porém, a maioria permanece no local porque não foi indenizada e alega que não tem para onde ir. A pressão dos índios para ocupar a área imediatamente já resultou em depredações e ameaças.

24 de março de 2017, 13:45

BRASIL Delator da Odebrecht diz que caixa 2 e propina saiam da mesma conta

Foto: Divulgação

Alvos da Lava Jato estão entre destinatários dos recursos; Odebrecht Transport espera a liberação de R$ 5 bilhões do BNDES

Tema de discussões jurídicas e políticas, a diferenciação entre o caixa 2 e a propina não existia para o ex-chefe do setor de Operação Estruturadas, conhecido como “departamento da propina” da Odebrecht. Questionado pelo juiz auxiliar do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin em depoimento no dia 6 de março, Hilberto Mascarenhas afirmou que os valores para os dois tipos de pagamentos saíam das mesmas contas do setor abastecidas com caixa 2 da empreiteira. O depoimento do delator foi no âmbito na Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra a chapa Dilma Rousseff – Michel Temer, que pode levar à cassação do atual presidente e à inelegibilidade da ex-presidente. O tema foi alvo de perguntas do juiz instrutor e do advogado do presidente Michel Temer, Gustavo Guedes. Para o juiz, Mascarenhas afirmou não haver no entendimento diferenciação entre propina e caixa dois. O juiz questionou: “Nesse setor de operações estruturadas havia algum tipo de diferença entre valores que corresponderiam a propina devidas em contratos em geral e valores que seriam simplesmente caixa dois não contabilizado?. E Mascarenhas respondeu: “Para mim é a mesma coisa, viu, doutor. Propina, caixa dois e não contabilizado. é a mesma coisa. A única diferença que faço aí é que nós também pagávamos em determinado momento bônus do ano”. Sobre o bônus, o delator explicou que “era uma parcela que era paga por fora” e que “isso é caixa dois, não é propina, é caixa dois”. Embora tenha dito não diferenciar os dois tipos de pagamentos, Mascarenhas afirmou que apenas atendia as solicitações de repasses sem saber se os recebedores eram políticos. A defesa do presidente Michel Temer perguntou diretamente qual é o entendimento do executivo sobre caixa 2, e tentou diferenciar o caixa 2 da empresa do caixa 2 pago para campanhas eleitorais. O delator disse que, quando fala em caixa 2, se refere em relação às próprias contas da Odebrecht. Ele disse também não poder afirmar que pagamentos em 2014 foram feitos para a campanha presidencial Dilma/Temer e que deixou o comando do setor das propinas meses antes da eleição. O “departamento da propina” operacionalizava todos os pagamentos não oficiais da Odebrecht e chegou a movimentar, segundo ele, US$ 3,370 bilhões entre 2006 e 2014. Desse total, foram U$ 450 milhões pagos somente em 2014, mas ele não especificou o volume exato destinado a campanhas eleitorais neste ano. Hilberto explicou que, do total de recursos do setor, “o que era usado para campanha eleitoral era 20%!”. Segundo ele, havia “muito mais usado para as propinas de resultado, de melhoria de resultados das empresas, usado para conquistar novos projetos, usado para receber pagamentos. Não é tudo usado para campanha. Campanha era na periodicidade, que tinha as campanhas”.

Estadão

24 de março de 2017, 13:34

BRASIL Em evento em SP, Temer diz que Brasil ‘aplaude’ Alckmin

Foto: Divulgação

Michel Temer discursa em evento em São Paulo assistido por Geraldo Alckmin

O presidente Michel Temer elogiou em discurso nesta sexta-feira, 24, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, durante evento em São José do Rio Preto (SP). “O Brasil te aplaude Geraldo Alckmin, pelo que tem feito pelo Brasil.” Temer disse logo no início de seu discurso que é de São Paulo e conhece o que Alckmin tem feito pelo Estado e em seguida falou da parceria paulista com o governo federal para a construção de moradias. Temer participa hoje de evento no interior paulista de entrega das chaves do conjunto habitacional Solidariedade. O local tem cerca de 1,3 mil casas financiadas pelo projeto Minha Casa, Minha Vida. O ministro das Cidades, Bruno Araújo, também participou do evento.

Estadão

24 de março de 2017, 13:32

BRASIL Alexandre Padilha diz que está à disposição para disputar presidência do PT

Foto: Fabio Pozzebom / Agência Brasil

Ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha

O ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha disse que está à disposição para disputar a presidência do PT. O partido elege o sucessor de Rui Falcão em junho, durante o congresso nacional da legenda. Na entrada do evento organizado pelo PT para discutir a Lava Jato, Padilha disse que era apoiador da candidatura de Lula para a presidência do partido. Mas agora, com a decisão do ex-presidente de retirar seu nome para a disputa, conforme o Estadão mostrou hoje, Padilha entrou na disputa. “Nunca conversei com ele sobre isso. Agora estou à disposição” disse Padilha a jornalistas. O ex-ministro é apoiado pela corrente petista Construindo um Novo Brasil (CNB), que é majoritária no partido. De outro lado, também disputa a presidência do PT o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), apoiado por alguns integrantes da corrente Muda PT, grupo que reúne as cinco maiores correntes da esquerda petista.

Estadão

24 de março de 2017, 13:15

BRASIL Rui inaugura rodovia e entrega viaturas na região sisaleira

Foto: Manu Dias/GOVBA

A entrega da pavimentação foi realizada pelo governador Rui Costa nesta sexta-feira (24)

Os mais de 55 mil moradores de Riachão do Jacuípe e região podem trafegar com segurança pelos 28 quilômetros da nova pavimentação da BA-120, no trecho entre o município e Conceição do Coité. Foram investidos R$ 9,3 milhões na recuperação da estrada por onde passam 375 veículos por dia. A via também facilita o transporte de moradores de Serra Preta e Tanquinho. A entrega da pavimentação foi realizada pelo governador Rui Costa nesta sexta-feira (24). Durante a passagem pela cidade, Rui ainda autorizou o lançamento do edital de licitação para restauração do entroncamento das rodovias BA-409 e BA-233, no trecho entre Conceição do Coité, Serrinha e Biritinga, com a extensão de 57,9 quilômetros. Na ocasião, ele agradeceu o carinho com que foi recebido em Riachão do Jacuípe e ressaltou a importância de obras como as que foram entregues e autorizadas. ”Esta é uma entrega importante. Os moradores de Riachão do Jacuípe e Conceição do Coité usam muito esta rodovia. São quase R$ 10 milhões investidos na estrada, para melhorar a vida das pessoas. Além disso autorizamos a licitação da estrada de Coité até Serrinha e a de Serrinha até Biritinga. A licitação sai na semana que vem, para que a gente também possa realizar este desejo da região do sisal”, afirmou Rui. Nesta sexta (24), as cidades da região ainda receberam reforço na área de segurança pública, com a entrega de 20 viaturas para renovação da frota das polícias Civil e Militar. Com o investimento de R$ 1,6 milhão, cinco veículos vão para a PM e 15 para a Polícia Civil. Já a agricultura familiar foi beneficiada com a celebração de convênios do Programa Bahia Produtiva, executado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). Somente nos dois convênios assinados em Riachão do Jacuípe, 1.098 famílias foram diretamente beneficiadas, nas áreas de apicultura e caprinovinocultura. O governador ainda autorizou a construção de cinco barreiros em comunidades rurais do município, por meio do programa Água para Todos, com o objetivo de suprir a necessidade de água para a produção.

24 de março de 2017, 12:49

BRASIL Prorrogada permanência de força-tarefa penitenciária no RN, RR e PA

O Ministério da Justiça prorrogou o prazo de permanência de agentes da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária no Rio Grande do Norte. A autorização de emprego do efetivo por mais 30 dias foi formalizada por meio da Portaria 262 publicada no Diário Oficial da União de hoje (24). Esta é a segunda prorrogação da permanência da força-tarefa no Rio Grande do Norte desde o início do ano. Os agentes chegaram ao estado em 26 de janeiro. Inicialmente, eles auxiliariam as forças de segurança locais a vigiar os presos no sistema carcerário potiguar por apenas 30 dias. Em 21 de fevereiro, a Portaria 178, do Ministério da Justiça, autorizou a prorrogação do emprego da força-tarefa por mais 30 dias a partir do vencimento da primeira autorização. A portaria publicada hoje tem a data de quarta-feira (22) e foi assinada pelo ministro da Justiça, Osmar Serraglio. A guarda, vigilância e custódia de preso deve contar com o apoio logístico e a supervisão dos órgãos de administração penitenciária e segurança pública estaduais, a quem compete planejar as ações. O principal alvo da ação da força-tarefa criada no início do ano é a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, onde pelo menos 26 presos foram assassinados durante um motim que começou em 14 de janeiro e durou vários dias. Durante a rebelião, detentos armados com paus, pedras e facas e exibindo bandeiras com as siglas de facções criminosas assumiram o controle interno de parte da Penitenciária e se espalharam pelo pátio e por sobre os telhados. Integrantes de facções rivais se enfrentaram. A situação só foi contida depois que um muro de contêineres foi construído para separar os integrantes das diferentes facções.

Agência Brasil

24 de março de 2017, 12:05

ECONOMIA Gastos de brasileiros no exterior sobem 61,7% em fevereiro

Os gastos de brasileiros no exterior somaram US$ 1,360 bilhão em fevereiro deste ano, informou hoje (24), em Brasília, o Banco Central (BC). O resultado é 61,7% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando os brasileiros desembolsaram US$ 841 milhões.Nos dois primeiros meses do ano, as despesas ficaram em US$ 2,939 bilhões, 74,8% acima dos gastos registrados no primeiro bimestre de 2016 (US$ 1,681 bilhão).Já as receitas de estrangeiros no Brasil ficaram em US$ 535 milhões em fevereiro e em US$ 1,196 bilhão nos dois meses do ano, contra US$599 milhões e US$ 1,249 bilhão ,respectivamente em iguais períodos de 2016.Com esses resultados das despesas de brasileiros no exterior e as receitas de estrangeiros no Brasil, a conta de viagens internacionais ficou negativa em US$ 824 milhões no mês passado, e em 1,743 bilhão no primeiro bimestre.
A projeção do Banco Central para o saldo negativo da conta de viagens este ano subiu de US$ 10,5 bilhões para US$ 12,5 bilhões.

Agência Brasil

24 de março de 2017, 11:50

BAHIA Número de transplantes para pacientes renais do HGRS supera média de 2016

Cinco pacientes do Serviço de Terapia Renal do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) já foram transplantados neste ano. O número, que contempla três crianças, representa um aumento significativo, se levada em consideração a média de transplantes de 2016: de menos de um paciente por mês. No HGRS, o Serviço de Terapia Renal engloba as hemodiálises adulta e pediátrica, além da diálise peritoneal. O tratamento é feito ambulatorialmente e em casos de urgência dialítica, nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) da instituição. Apesar de não realizar transplantes dentro da estrutura do Hospital Geral Roberto Santos, a unidade trabalha com captação de órgãos, por meio da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (Cihdott). Desde a abertura do protocolo, independente da escolha dos familiares, o suporte é oferecido pelos profissionais. No entanto, somente quando constatada a morte encefálica, a equipe realiza entrevista com os acompanhantes. Uma doação de órgãos é capaz de beneficiar até sete pessoas. Para se tornar um doador, não é necessário registrar por escrito. Basta conversar com a família e deixá-la ciente do desejo. Mais informações sobre doação e transplante de órgãos e tecidos estão disponíveis no site da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

24 de março de 2017, 11:48

BAHIA Empresa vai receber R$ 105 mi para administrar prisões baianas

No mesmo dia em que o governador Rui Costa (PT) criticou duramente o projeto de lei da terceirização, o Diário Oficial do Estado divulgou o resumo de dois contratos com a Socializa Empreendimentos e Serviços de Manutenção, que venceu a licitação para administrar, em sistema de cogestão, duas prisões baianas: os conjuntos penais de Salvador, abrigado no Complexo Penitenciário da Mata Escura, e o de Barreiras. No total, a Socializa vai receber R$ 105,4 milhões divididos em 30 meses. Antes de ganhar a concorrência, a empresa já operava nas unidades prisionais de Itabuna, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista, mas foi declarada inidônea e impedida de licitar e firmar contratos, por 18 meses, com órgãos controlados direta ou indiretamente pelo poder Executivo. As sanções foram publicadas em 20 de agosto do ano passado, em três portarias assinadas pelo secretário da Administração, Edelvino Góes, com base em pareceres jurídicos da Procuradoria-Geral do Estado (PGE). Para fundamentar a decisão, Góes citou sete artigos da Lei 9.433, que regulamenta as contratações no governo. Entre os quais, o 185, criado para coibir fraudes. A Socializa entrou com recurso na PGE e conseguiu reverter as decisões antes de entrar na disputa.

Jairo Costa Jr, Satélite/Correio*