16 de janeiro de 2019, 13:03

BRASIL Bolsonaro recebe Macri para almoço no Itamaraty

O presidente Jair Bolsonaro acaba de receber o presidente argentino Mauricio Macri no hall do Palácio do Itamaraty para um almoço com a delegação do país vizinho. Minutos antes de o líder argentino chegar ao local, quando questionado pela imprensa sobre sua “estreia” numa reunião com Macri, Bolsonaro respondeu: “Tudo tem uma primeira vez”.

Agência Brasil

16 de janeiro de 2019, 12:34

BRASIL Líder do PSL diz que partido entregará 54 votos à reeleição de Maia

Foto: André Dusek / Estadão

Delegado Waldir

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), afirmou que deu garantias ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de que 54 deputados do partido irão votar no parlamentar fluminense para ser reeleito no cargo, em fevereiro. O número se refere aos 52 deputados eleitos em outubro e a mais dois que a sigla deve filiar no mês que vem: Bia Kicis (PRP-DF) e Pastor Gildenemyr (PMN-MA). “Conseguimos o céu para o PSL, como esses caras não vão votar no Rodrigo?”, declarou o líder do partido em uma conversa com jornalistas no Palácio do Planalto, fazendo referência a uma das vice-presidências da Câmara e a duas comissões negociadas pela legenda para o apoio a Maia. Na Câmara, a eleição para a Mesa Diretora será com voto secreto, o que não dá ao partido a possibilidade de apurar se todos os parlamentares votaram conforme a orientação. Uma das dúvidas é se Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, vai votar em Rodrigo Maia. “Ele precisa votar, se não quem perde é o pai dele”, declarou o líder. Além disso, o Delegado Waldir reforçou o compromisso da bancada com a aprovação da reforma da Previdência na Casa.

Estadão

16 de janeiro de 2019, 12:32

SALVADOR Arena Fonte Nova sedia primeiro baile funk

Foto: Divulgação

Arena Fonte Nova

O clima dos antigos bailes dos morros cariocas vai invadir a Arena Fonte Nova, neste sábado (dia 19). A partir das 22h, o Mó Baile irá agitar o Mirante da Arena, misturando funks das antigas e os hits do momento. A festa promete quebrar paradigmas, com uma superprodução com ambiente coberto e climatizado, além do Lounge Beefeater, espaço vip assinado pelo promoter Ginno Larry. O público terá à disposição dois palcos, o “Rocinha”, que vai apresentar o melhor do funk, com o DJ Naylson Carvalho, DJ Bolero, Telefunksoul, Mc Dedé (Kondzilla) e Tau. Já os fãs de música eletrônica poderão curtir no Mó Baile, o palco “Leblon”, com o som dos DJs Cruz, Marcelo Requião, Martiniano, Tech Haze, Playbass e Enigmix. Os ingressos estão à venda pelo site www.sympla.com.br e custam R$ 60 e R$ 130 (Lounge Beefeater By Ginno Larry). A festa é uma realização da Mitiê Entretenimento, Niti entretenimento e Arena Fonte Nova.

16 de janeiro de 2019, 11:51

BAHIA Rui entrega mais quatro ruas requalificadas no Centro Antigo de Salvador

Foto: Manu Dias / GOV BA

Governador Rui Costa

Dando sequência à série de vistorias e entregas realizadas na capital, nos últimos dias, o governador Rui Costa visitou intervenções do projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, nesta quarta-feira (16). Na oportunidade, também foi realizada a entrega da requalificação das ruas Visconde de Itaparica, Curriachito, Vassouras e Ruy Barbosa, todas situadas nas adjacências da Rua Chile. As vias também fazem parte do Lote 2, formado pelos bairros do Centro, Dois de Julho, Politeama e Nazaré. Rui iniciou a ação percorrendo as obras em andamento na Rua Chile, a primeira do Brasil, e na Rua do Tesouro. Ambas fazem parte do Lote 2 da iniciativa. “Estamos recuperando o cenário histórico de Salvador, trazendo de volta as características do pavimento antigo. Na Rua Chile, estamos embutindo a fiação elétrica e de telefone, tirando a poluição visual aérea, o que embeleza ainda mais o nosso patrimônio arquitetônico”, explicou Rui. O governador também falou sobre o cadastro que está sendo realizado de todos os imóveis que pertencem ao Estado, localizados naquela região, para futura oferta a empreendimentos, como hotéis e outros tipos de negócio. “Queremos resgatar o valor histórico do centro de Salvador, com atração de turismo, mas também de negócios. O cadastro vai orientar melhor os empreendimentos que quiserem reocupar o espaço. O objetivo é gerar emprego e trazer mais investimentos e atrair gente para o centro, como acontece nas principais cidades do mundo, onde o centro histórico não é apenas um lugar de turismo, mas faz parte do cotidiano e da vida das pessoas daquele local”, afirmou Rui Costa. O diretor de Negócios do Fera Palace Hotel, Paulo Marques, reforçou que “o Estado tem feito melhorias no principal corredor de acesso ao Centro Histórico. É uma obra que estimula a iniciativa privada e novos investimentos, a exemplo do Fera, que está em funcionamento há dois anos, atraindo de volta para a área visitantes brasileiros e estrangeiros, e, ainda, o Premium Park, outra iniciativa do nosso grupo, que provê de serviço de manobrista na Rua Chile e na Praça Castro Alves”. Nesse segundo lote do projeto, 91 ruas são contempladas, com investimento de R$ 42,9 milhões. As intervenções já foram concluídas em 48 logradouros. Em sete vias, os serviços estão sendo executados e em outras 36 ainda serão iniciados. Neste lote, estão incluídas, além da Rua Chile, mais 17 ruas do Centro Histórico de Salvador. O Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador é um projeto que engloba mais de 300 ruas, em 11 bairros da região antiga da capital baiana e envolve serviços de pavimentação de vias e requalificação de calçadas, com melhoria na acessibilidade. Toda a ação é executada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), e acompanhada pela Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas), vinculada ao órgão. As obras estão sendo executadas paralelamente nos 11 bairros do Centro Antigo e foram divididas em cinco lotes. Trata-se de uma aplicação total de recursos da ordem R$ 124 milhões. “Acreditamos que, em meados de 2019, todo esse projeto, tão importante para a cidade, será concluído, ofertando mobilidade, acessibilidade, melhorando as ruas e valorizando o patrimônio para baianos e turistas que aqui transitam”, afirmou o diretor da Dircas, Maurício Mathias.

16 de janeiro de 2019, 11:17

SALVADOR ACM Neto participa da programação da Lavagem do Bonfim

O prefeito ACM Neto participa nesta quinta-feira (17), a partir das 8h, da programação da Lavagem do Bonfim, que tem início com a concentração da caminhada da fé em frente à Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio, onde será celebrada uma cerimônia inter-religiosa aberta pelo padre José Ribamar. Após a celebração, por volta das 9h30, cerca de 20 mil fiéis darão início ao percurso de 8 quilômetros em direção à Colina Sagrada, no Bonfim. Uma alvorada de fogos nas proximidades da Praça Cairu anunciará a partida da procissão. Também haverá pontos com fogos na Feira de São Joaquim, estacionamento das Obras Sociais de Irmã Dulce (Osid) e alto da Colina Sagrada. Esse ano, estimulado pela temática da paz, devotos ajudarão a levar uma bandeira branca de cerca de cem metros de comprimento até o Bonfim. Um dos momentos mais esperados é o da lavagem das escadarias da Basílica Santuário Senhor do Bonfim feita pelas baianas (adeptas do candomblé e de religiões de matriz afro-brasileira) com água de cheiro. O ato está programado para ocorrer às 13h30, sob mais uma alvorada de fogos e execução do hino ao Senhor do Bonfim.

16 de janeiro de 2019, 11:02

BRASIL Governo prevê investimentos de R$ 25 bilhões em segurança hídrica

O Ministério do Desenvolvimento Regional prevê investimentos de R$ 25 bilhões em 114 obras para ampliar o abastecimento de água no país. Do total de projetos, 66 são no Nordeste. As iniciativas fazem parte do Plano Nacional de Segurança Hídrica, em elaboração pela Agência Nacional de Águas (ANA) e que deve ser lançado em abril deste ano. De acordo com a pasta, o plano vai priorizar intervenções estruturantes e estratégicas, contemplando obras dos estados e da União. Estão sendo mapeadas infraestruturas como barragens, sistemas adutores, canais e eixos de integração, consideradas necessárias à oferta de água para abastecimento humano e o uso em atividades produtivas. O governo vai priorizar a conclusão dos empreendimentos já em andamento. O ministério uniu os antigos Integração Nacional e das Cidades e passou a agrupar órgãos com atuação no setor hídrico, como a própria ANA e o Conselho Nacional de Recursos Hídricos. Para o ministro Gustavo Canuto, a reestruturação permite centralizar e unificar o gerenciamento numa única instituição, fortalecendo o Sistema Nacional de Gerenciamento dos Recursos Hídricos. “O principal desafio será encontrar novas alternativas para garantir a segurança hídrica, tanto em quantidade e qualidade de água ofertada”, destacou a pasta, por meio de comunicado.

Agência Brasil

16 de janeiro de 2019, 10:35

ECONOMIA Ibovespa opera em baixa e dólar é vendido a R$ 3,72

O índice Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 (Bolsa de Valores), operava hoje (16), às 10h17, em baixa de -0,11%%, ao atingir 93.947 pontos.O dólar é negociado nesta quarta-feira, pela manhã, a R$ 3,72 (R$ 3,7257 ), com variação estável em relação ao dia de ontem.

Agência Brasil

16 de janeiro de 2019, 10:20

BRASIL Brasil e Argentina vão revisar tratado de extradição entre os países, diz Moro

Foto: Sáshenka Gutiérrez / EFE

Sergio Moro

Os presidentes Jair Bolsonaro e Mauricio Macri vão formalizar, nesta quarta-feira, 16, a revisão do tratado de extradição entre Brasil e Argentina. O argentino chegou há pouco ao Palácio do Planalto, onde foi recebido pelo brasileiro. De acordo com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, a ideia da revisão é que o documento de extradição, em caso da prisão de uma pessoa no país vizinho, seja adiantado sem passar pelos canais diplomáticos para depois ser formalizado. Atualmente, o tratado vigente é da década de 1960. “Às vezes você seguiu o canal diplomático, acontece o que aconteceu com o [Cesare] Battisti, prende o cara e…”, declarou Moro, fazendo um sinal de fuga com as mãos ao fazer referência à prisão do italiano Cesare Battisti, que fugiu do Brasil para a Bolívia, onde foi preso. “Existe um tratado de extradição um pouco antigo feito em outra época. As formas de comunicação hoje são outras e há a percepção de que há necessidade de sempre agilizar esse mecanismo de cooperação”, reforçou o ministro. “Esse tratado vai permitir uma comunicação mais rápida entre os dois países.”

Estadão

16 de janeiro de 2019, 09:50

BAHIA Lídice diz que rejeitou secretaria de Rui por orientação do PSB

Foto: Divulgação

Lídice da Mata

Em entrevista à Rádio Metrópole na manhã desta quarta-feira (16), a senadora e deputada federal eleita Lídice da Mata (PSB) revelou que recebeu convite do governador Rui Costa (PT) para assumir uma pasta na gestão do petista, mas que, por orientação do partido, recusou. “Tivemos um esforço danado para chegar a 32 deputados e recebi apelo direto do presidente do partido que me solicitou por três vezes que permanecesse na bancada, inclusive pelo fato de termos eleito poucas mulheres”, afirmou Lídice, deixando em aberto novas negociações após a Lavagem do Bonfim.

16 de janeiro de 2019, 09:39

BRASIL Bolsonaro: visita de Macri serve para reforçar laços

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (16) no Twitter que a reunião com o presidente argentino, Mauricio Macri, é uma “grande oportunidade” de estreitar as relações com o país vizinho. Macri está no Brasil com uma comitiva de seis ministros e será recebido por Bolsonaro no Palácio do Planalto. Em seguida, os presidentes seguem para o Palácio Itamaraty onde será oferecido um almoço ao líder argentino. “Hoje, às 10h30, receberei o presidente da Argentina, Mauricio Macri. É a primeira visita oficial de um chefe de Estado ao Brasil desde a minha posse. Uma grande oportunidade de reforçar os laços de amizade com essa nação-irmã”, disse Bolsonaro na rede social. As negociações para acordos bilaterais, além de medidas de flexibilização do Mercosul (bloco que reúne Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, uma vez que a Venezuela está suspensa momentaneamente) e a crise na Venezuela estarão na pauta da conversa entre os presidentes. Acordos deverão ser negociados nas áreas de comércio, combate ao crime organizado e corrupção, indústria de defesa, desenvolvimento espacial, energia nuclear e dinamização do comércio bilateral. A delegação oficial da Argentina é formada pelos ministros das Relações Exteriores, da Produção, da Defesa, da Fazenda, de Segurança Pública, além do de Justiça e Direitos Humanos.

Agência Brasil

16 de janeiro de 2019, 09:15

SALVADOR Bruno Reis inaugura espaço de lazer em Vila Laura

“Com mais de 400 áreas públicas de convivência e lazer construídas ou requalificadas pela Prefeitura, a nossa gestão tem cumprido o compromisso de devolver a cidade ao cidadão”, afirmou o vice-prefeito Bruno Reis, que inaugurou a Praça Terezinha Lopes Santos, em Vila Laura, na noite de terça-feira (15). O nome do local foi uma sugestão dos moradores, que queriam homenagear a mãe do vereador Beca. Dona Terezinha era conhecida como a rezadeira da comunidade. A nova praça, segundo Bruno Reis, recebeu investimento de R$ 55 mil e conta com diversos brinquedos infantis, além de academias de saúde e musculação para a prática de exercícios físicos ao ar livre. O projeto ainda inclui paisagismo e nova iluminação. De acordo com o vice-prefeito, o local tem 241 metros quadrados e foi construído com materiais produzidos pela fábrica da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Desal) Na manhã desta quarta-feira (16), Bruno Reis vai inaugurar uma geomanta aplicada sobre uma encosta de 1.141 metros quadrados, na 5ª Etapa de Castelo Branco. Um investimento de R$ 170 mil, a obra protege 735 pessoas que moram nas imediações dessa área de risco. Ao lado do prefeito ACM Neto, Bruno ainda vai acompanhar a demolição e o início da reconstrução do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Maria Rosa Freire, no bairro da Palestina.

16 de janeiro de 2019, 09:00

BRASIL Inep divulga notas do Enem na sexta-feira

Nesta sexta-feira (18), mais de 4,1 milhões de estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado terão acesso às notas das provas. O resultado será divulgado na internet, na Página do Participante, e no aplicativo oficial do Enem. Os participantes terão acesso a quanto obtiveram em cada uma das provas: linguagens, ciências humanas, ciências da natureza, matemática e redação. A nota dos treineiros, aqueles que ainda não concluíram o ensino médio e fizeram a prova apenas para testar os conhecimentos, será divulgada apenas em março, 60 dias depois dos demais participantes. A nota do Enem é calculada usando a chamada teoria de resposta ao item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada questão. O valor varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, se a questão tiver grande número de acertos será considerada fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar um item com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por ele. O Enem foi aplicado nos dias 4 e 11 de novembro de 2018. Desde o dia 14 de novembro, estão disponíveis as provas e os gabaritos oficiais. Também estão disponíveis vídeos com os enunciados e as opções de respostas da videoprova em Língua Brasileira de Sinais (Libras). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgará ainda, em data a ser definida, o espelho da redação, ou seja, detalhes da correção dessa prova. Isso é feito após os processos seletivos dos programas federais. A correção tem função apenas pedagógica e não é possível interpor recurso.

Agência Brasil

16 de janeiro de 2019, 08:48

BRASIL ‘Há percepção de que é inadiável a reforma da Previdência’, diz líder de Bolsonaro na Câmara

Foto: Divulgação

Bolsonaro e Major Vitor Hugo

O futuro líder do governo na Câmara, deputado federal eleito Major Vitor Hugo (PSL-GO) afirmou na manhã desta quarta-feira, 16, em entrevista à rádio CBN, que a percepção da sociedade é de que a reforma da Previdência é inadiável. A declaração foi dada em resposta a críticas que ele fez no passado à reforma da Previdência proposta pelo ex-presidente Michel Temer. As ponderações foram destaque na coluna Painel, da Folha de S.Paulo. “Eu tinha duas críticas à reforma do Temer. A primeira, era ao fato de Temer estar com a legitimidade desgastada nas denúncias contra o governo dele. A outra, é a de que a reforma naquele momento foi apresentada sem ser discutida e sem o amadurecimento do tema na sociedade. Hoje, há uma percepção de que é inadiável a reforma da Previdência”, afirmou. Para Vitor Hugo, apesar disso, há a “possibilidade de aproveitamento de itens da reforma da Previdência de Temer, dentre as várias possibilidades”. “Isso facilita o trâmite”, disse. De acordo com o deputado federal eleito, a reforma da Previdência pode ser aperfeiçoada no Congresso. Ele disse já ter participado de reuniões “muito lúcidas” sobre o tema e afirmou que tem “muita confiança na equipe econômica e na proposta a ser apresentada.” Vitor Hugo foi eleito como deputado federal pela primeira vez e será responsável por liderar a bancada do PSL, a segunda maior do Câmara, com 52 deputados. Cientistas políticos ouvidos pelo Estado afirmam que pode haver risco em colocar um líder sem experiência prévia de articulação política. Antes, ele trabalha como consultor legislativo na Casa.

Estadão

16 de janeiro de 2019, 07:40

BRASIL Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões

Foto: Dida Sampaio / Estadão

Jair Bolsonaro

A Lei 13.808, que trata do Orçamento da União e estima receita para o exercício de 2019 em mais de R$ 3,3 trilhões está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16). Ela também fixa a despesa em igual valor. No capítulo que trata dos orçamentos Fiscal e da Seguridade Social, a lei diz, em seu Artigo 2º, que a receita total estimada é de mais de R$ 3.2 trilhões, “incluindo a proveniente da emissão de títulos destinada ao refinanciamento da dívida pública federal, interna e externa”. A lei foi sancionada nessa terça-feira (15) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Agência Brasil

16 de janeiro de 2019, 07:30

BRASIL Com time de peso, Macri chega ao País para reuniões com Bolsonaro

Foto: Sandra Hernández /GCBA

Presidente argentino, Mauricio Macri

Na primeira visita oficial que receberá de um líder estrangeiro, o presidente Jair Bolsonaro deve focar as conversas em assuntos relacionados à economia e segurança. Segundo agenda da Casa Rosada, o presidente argentino, Mauricio Macri, deveria pousar na noite de terça-feira em Brasília. Apesar de não ter participado da cerimônia de posse de Bolsonaro – com a desculpa de que estava de férias na Patagônia –, o argentino chega agora acompanhado de um time importante de ministros: Nicolás Dujovne (Economia), Dante Sica (Produção), Jorge Faurie (Relações Exteriores), Oscar Aguad (Defesa), Patricia Bullrich (Segurança), Germán Gravano (Justiça e Direitos Humanos), além de Fulvio Pompeo (secretário de Assuntos Estratégicos). Nas reuniões da equipe econômica, dinamização do comércio bilateral, situação do Mercosul e negociações do bloco com outros países são temas que vão predominar nos debates. A ideia é buscar iniciativas que possam aumentar a integração e a produção em ambos os países, segundo uma fonte do governo argentino. O governo Macri também quer ampliar as exportações para o Brasil, já que a Argentina apresenta déficits comerciais com o País. O intercâmbio comercial entre as duas maiores economias do Mercosul está longe de seu melhor momento. No ano passado, somou US$ 26 bilhões, o que significa uma queda de 34% em relação aos US$ 39,6 bilhões registrados em 2011, ano recorde. Na mesa de debates, deverá aparecer ainda o acordo de livre-comércio entre Mercosul e União Europeia, que vem sendo negociado há 20 anos, e a possibilidade de novas parcerias com outros países e blocos. A intenção é integrar o Mercosul globalmente. Entre as equipes dos Ministérios de Defesa, Segurança e Justiça, as conversas se concentrarão no combate ao crime organizado (o que deverá incluir trâmites mais ágeis nas fronteiras) e à corrupção. Ainda na pauta elaborada pela Argentina constam os assuntos energia nuclear, desenvolvimento da indústria de satélites e espacial. A situação da Venezuela também deve ser abordada no encontro entre os dois presidentes.

Estadão