17 de janeiro de 2019, 10:37

BAHIA Lavagem do Bonfim: ‘Colocar arma na mão do cidadão é uma coisa criminosa’, diz Solla

Foto: Política Livre

O deputado federal Jorge Solla (PT)

O deputado federal Jorge Solla (PT) disse nesta quinta-feira (17) que o maior pedido que ele pode fazer ao Senhor do Bonfim “é que ele não permita o armamento em nosso país”. Na avaliação do parlamentar, a liberação da posse de arma vai possibilitar “mais do que dobrar as vítimas de arma de fogo em nosso país”. “Peço ao senhor do Bonfim que dê forças e capacidade à população brasileira para que ela não permita essa aberração. Colocar arma na mão do cidadão é uma coisa criminosa”, disse.

17 de janeiro de 2019, 10:25

BRASIL Bolsonaro recebe deputada eleita que deve se filiar ao PSL

O presidente Jair Bolsonaro tem uma audiência, nesta quinta-feira (17) com a deputada eleita Bia Kicis (PRP-DF), que deve se filiar ao PSL em fevereiro. A legenda conta como garantidas duas novas filiações, a de Bia e a de Pastor Gildenemyr (PMN-MA), que aumentariam a bancada do partido de Bolsonaro na Câmara de 52 para 54 parlamentares. Bolsonaro receberá a deputada eleita às 11h em seu gabinete no Palácio do Planalto, de acordo com dados da agenda oficial. Às 14 horas, o presidente se reúne com o advogado-geral da União, André Luiz de Almeida.

Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2019, 10:20

SALVADOR Lavagem do Bonfim: Pelegrino defende candidatura do PT à Prefeitura de Salvador

Foto: Política Livre

O deputado federal Nelson Pelegrino (PT)

O deputado federal Nelson Pelegrino (PT) defendeu nesta quinta-feira (17) que o partido tenha um candidato a prefeito de Salvador. “O PT tem que ter candidato, tem legitimidade, tem força e acho que PT pode contribuir para ganhar a eleição para prefeitura de Salvador. Declinamos em 2016, agora eu acho que o PT tem que ter candidato. O PT tem bons nomes e meu nome está à disposição do partido”. Segundo Pelegrino, assim que passar o período de festas, o PT vai discutir um projeto alternativo para Salvador, “um projeto que dialogue com o governo do Estado”. Sobre o apoio do PT à reeleição do deputado Rodrigo Maia (DEM) à presidência da Câmara dos Deputados, Pelegrino afirmou que “o movimento de Maia em direção ao PSL, sem combinar com ninguém, deixou um desconforto muito grande e nos empurrou para construir uma alternativa a sua candidatura”, disse Nelson Pelegrino.

17 de janeiro de 2019, 10:10

BAHIA Lavagem do Bonfim: Rui e Neto se dão as mãos e arrepiam correligionários

Foto: Tácio Moreira/Metropress

Rui e Neto, contritos, se dão as mãos em ato na Igreja da Conceição, que marca abertura oficial da Lavagem do Bonfim

Envolvidos desde sempre, mas principalmente depois da última campanha eleitoral, num clima de críticas e ataques mútuos, o prefeito ACM Neto (DEM) e o governador Rui Costa (PT) foram se deram nesta manhã as mãos durante a cerimônia que abriu, oficialmente, o cortejo da Lavagem do Bonfim, no adro da Igreja da Conceição da Praia. Correligionários de ambos chegaram a ficar preocupados com a aproximação entre eles e o ato final, de se darem as mãos, mas acabaram intimamente aplaudindo o gesto de ambos. Em seguida, os dois iniciaram seus cortejos próprios, seguidos por seus correligionários.

17 de janeiro de 2019, 09:55

SALVADOR Lavagem do Bonfim: Paulo Magalhães Jr acredita em consenso entre vereadores de oposição

Foto: Política Livre

O vereador Paulo Magalhães Jr (PV)

O vereador Paulo Magalhães Jr (PV) disse que o prefeito ACM Neto ainda não definiu se ele irá ou não assumir a liderança do governo na Câmara Municipal de Salvador (CMS). “Ainda não conversamos nada sobre esse assunto”, disse o vereador. Sobre o “racha” da bancada de oposição, o vereador falou que acredita no diálogo entre os vereadores oposicionistas. “Eu acredito que a oposição vá chegar num consenso, vai ter um entendimento. O vereador Sidninho já é líder da oposição, porque construiu uma maioria. Tudo indica que vai haver um consenso”.

17 de janeiro de 2019, 09:41

ECONOMIA JBS: Histórico de negócios desmonta versão de insider trading

SÃO PAULO, 17 de janeiro de 2019 /PRNewswire/ – As operações da JBS no mercado antes do vazamento da delação de seus diretores foram menores ou semelhantes a outras ocorridas antes e depois da divulgação do escândalo. Essa é a conclusão do histórico de operações apresentado por Wesley Batista, ex-CEO da JBS, ao Supremo Tribunal Federal. A documentação mostra que entre 20 de abril e 17 de maio, quando a delação veio a público, a JBS vendeu 36 milhões de ações ainda valorizadas. Porém, entre 17 de maio e o fim de agosto, vendeu outras 30 milhões já em baixa, aniquilando ganhos em cotação. Se fosse para lucrar com a divulgação, bastaria a J&F recomprar as ações pelo preço então mais baixo, o que não ocorreu, enfatiza a defesa. O ex-executivo garantiu que ninguém de sua família fez qualquer operação financeira nessa época. A documentação mostra que a recompra das ações do grupo pela JBS acontecia desde 2008, um ano depois de abrir capital. E prosseguiu depois do afastamento dos irmãos Batista da gestão. Segundo Wesley, o dinheiro da venda de ações foi usado para quitar obrigações da empresa ? o endividamento é de US$ 10 bilhões ?, e não para recomprar ações.

Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2019, 09:40

SALVADOR Lavagem do Bonfim: Suíca critica vereadores que criaram novo bloco de opoisção

Foto: Política Livre

O vereador Suíca (PT)

O vereador Suíca (PT) reafirmou nesta quinta-feira (17) que não existe “racha” na oposição. “O que existe é uma busca por espaço“. O vereador ainda criticou o colega Hilton Coelho (PSOL), eleito recentemente deputado estadual. “Hilton nunca fez parte da oposição e num momento de oportunismo, quer dizer que é de oposição”. Sobre a eleição do vereador Sidninho para liderar a bancada oposicuionista na Câmara Municipal de Salvador (CMS), ele afirmou que o processo cumpriu todos os critérios previstos pelo regimento da Casa. “Se querem rachar, tem que rachar de vez. Se hoje a vereadora Aladilce é ouvidora é por conta das negociações que a oposição fez. Se o vereador Silvio Humberto é presidente da Comissão de Planejamento, é porque está na cota da oposição. Se é para rachar, eles têm que entregar os cargos”, disse.

17 de janeiro de 2019, 09:22

BAHIA Lavagem do Bonfim: Rui justifica elevação de alíquota da Previdência estadual

Foto: Reprodução/Instagram

Populares posam para foto com o governador Rui Costa

“Eu não adotei nenhuma medida impopular, nós não tiramos nenhum direito da população e nem dos servidores”. A afirmação foi feita pelo governador Rui Costa (PT) durante o início do cortejo da Lavagem do Bonfim, na manhã desta quinta-feira (17). Segundo o petista, “a única coisa que nós fizemos foi buscar o equilíbrio da Previdência, aumentando em 2% a alíquota. Não tem nenhuma medida impopular para a população”. O governador ainda lembrou que iniciou o ano com mais obras e mais ação, “para beneficiar o povo do Estado inteiro, inclusive o da capital”.

17 de janeiro de 2019, 09:21

BRASIL Militares intensificam lobby para ficar fora da reforma da Previdência

Foto: Divulgação/Arquivo

Paulo Guedes, ministro da Economia, enfrenta mais um problema ao projeto de reforma da Previdência

Após escalar sete ministros com vínculos militares para o seu primeiro escalão, o presidente Jair Bolsonaro enfrenta um lobby da caserna contra o que é considerada a principal medida do governo: a reforma da Previdência. O grupo egresso das Forças Armadas trava uma batalha como forma de ficar de fora da proposta que deve ser apresentada em fevereiro ao Congresso Nacional e é vista como o pontapé inicial para arrumar as contas públicas. Escalado pelos militares para negociar o assunto, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, tentará um encontro com a equipe econômica do governo nas próximas semanas, antes da conclusão do projeto. Ele terá como barreira o time liberal de ministro da Economia, Paulo Guedes, que quer uma reforma ampla e que inclua as Forças Armadas. Entre as medidas que podem afetar seus integrantes estão em estudo o aumento do tempo de serviço mínimo, de 30 para 35 anos, e o recolhimento da contribuição de 11% sobre as pensões das viúvas dos militares. Integrantes das Forças Armadas contestam a eficácia dessas medidas do ponto de vista de arrecadação e de corte de despesas. Não há ainda previsão de impacto fiscal caso essas mudanças sejam encaminhadas ao Congresso e aprovadas.Em conversa com a Folha, o comandante do Exército, Edson Pujol, se posicionou contra qualquer uma dessas propostas. “Você aceitaria a retirada de algum direito?”, questiona. Pujol afirma que, por causa das particularidades da carreira, os militares deveriam ser poupados da reforma. A equipe política, liderada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, defende no geral uma versão mais branda e está mais aberta à exclusão dos militares do texto. Assessores palacianos dizem que caberá a Bolsonaro, que é capitão reformado do Exército, arbitrar. Além de ter um terço de seus ministros egresso das Forças Armadas, o presidente escalou nesta semana um general como seu porta-voz, o então chefe da Comunicação do Exército, Otávio Rêgo Barros.

Folha de S. Paulo

17 de janeiro de 2019, 09:12

BRASIL Governo nomeia mais 3 titulares e conclui formação da nova diretoria do Dnit

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, nomearam nesta quinta-feira, 17, mais três diretores do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), fechando a nova composição da diretoria colegiada da autarquia federal, formada por sete integrantes, incluindo o diretor-geral. Foram nomeados nesta quinta os diretores Luiz Guilherme Rodrigues de Mello (Planejamento e Pesquisa), Euclides Bandeira de Souza Neto (Infraestrutura Rodoviária) e Marcelo Almeida Pinheiro Chagas (Infraestrutura Ferroviária).
Na última segunda-feira, dia 14, o general Antônio Leite dos Santos Filho foi confirmado como diretor-geral do órgão, e mais outros três diretores foram formalizados: Andre Kuhn (Diretoria Executiva), Marcio Lima Medeiros (Administração e Finanças) e Karoline Brasileiro Quirino Lemos. Os ocupantes anteriores das diretorias do Dnit foram exonerados. Com isso, o governo Bolsonaro anulou as nomeações feitas pelo ex-presidente Michel Temer, após os indicados terem sido avaliados e aprovados pelo Senado. No primeiro dia de governo, Bolsonaro revogou, por meio de medida provisória, a exigência de o Senado sabatinar os indicados. Assim, os novos nomeados para a diretoria do órgão não precisarão de escrutínio dos senadores. A MP manteve na lei que trata da estrutura dos órgãos do setor de transportes apenas as determinações de que “os diretores deverão ser brasileiros, ter idoneidade moral e reputação ilibada, formação universitária experiência profissional compatível com os objetivos, atribuições e competências do Dnit e elevado conceito no campo de suas especialidades” e de que “serão indicados pelo ministro de Estado dos Transportes e nomeados pelo presidente da República”.

Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2019, 09:05

SALVADOR Lavagem do Bonfim: Alberto Braga destaca aumento de turistas na cidade

Foto: Política Livre

O diretor-presidente da Cogel, Alberto Braga

O diretor-presidente da Companha de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), Alberto Braga, destacou durante a Lavagem do Bonfim o aumento do fluxo de turista em Salvador. “É visível o renascimento de Salvador para o turismo, graças a grande gestão que o prefeito ACM Neto vem desenvolvendo. Não foi à toa que o jornal The New York Times colocou Salvador entre um dos destinos turísticos a ser visitado em 2019”, lembrou o dirigente. Vereador licenciado de Salvador, Braga também lembrou o papel da Cogel nessa nova fase da capital baiana. “A Cogel não poderia ficar de fora dessa nova conjuntura da cidade e vem agregando valor a Salvador, como destino turístico, disponibilizando rede de wi-fi gratuita em diversos pontos da cidade, a exemplo do Porto da Barra, Mercado Modelo, para que o turista possa está postando suas fotos, seus vídeos, divulgando assim as belezas de nossa cidade para o Brasil e para o mundo”, concluiu.

17 de janeiro de 2019, 08:55

BAHIA Lavagem do Bonfim: Brito diz que é cedo pensar em candidatura a prefeito de Jequié

Foto: Tácio Moreira/Metropress

O deputado federal Antonio Brito (PSD-BA)

O deputado federal Antonio Brito (PSD) disse nesta quinta-feira (17) que ainda vai aguardar as posições do senador Otto Alencar (PSD) e do governador Rui Costa (PT) sobre a possibilidade de se candidatar à Prefeitura de Jequié. “Nesse momento estou focado na minha atividade parlamentar, estamos com uma possibilidade muito grande de fazer a renegociação das dívidas das Santas Casas e dos hospitais filantrópicos. É evidente que existe a possibilidade de concorrer às eleições municipais, mas temos diversos nomes para concorrer à Prefeitura de Jequié”.

17 de janeiro de 2019, 08:27

SALVADOR Lavagem do Bonfim: Neto diz que reforma administrativa será concluída nos próximos dias

Foto: Secom/PMS

O prefeito ACM Neto (DEM)

Na penúltima Lavagem do Bonfim como prefeito, ACM Neto (DEM) disse nesta quinta-feira (17) que a reforma administrativa deve ser concluída nos próximos dias e que a festa é um “momento ímpar, onde você está ao lado de milhares de pessoas”. “Daqui até a Colina Sagrada a interação é algo extraordinária. Faço essa caminhada com um gosto enorme. Para mim, é uma alegria muito grande. Faço essa caminhada mesmo antes de estar na política, acompanhando meu avô. Era um momento especial para vida dele, como é para minha vida”. Sobre o deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) ter manifestado o desejo de se candidatar à presidência da Câmara dos Deputados, Neto reafirmou que o postulante oficial da legenda é o deputado Rodrigo Maia.

17 de janeiro de 2019, 08:14

SALVADOR Lavagem do Bonfim: Edvaldo Brito minimiza “racha” na bancada de oposição

Foto: Política Livre

O vereador Edvaldo Brito (PSD)

O vereador Edvaldo Brito (PSD) disse nesta quinta-feira (17) que o “racha” na bancada de oposição “é uma forma de se buscar acomodação entre todas as forças que atuam dentro da Câmara”. Brito, que foi designado Procurador Jurídico da Câmara, também enalteceu o novo presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Geraldo Júnior. “Ele tem a capacidade para liderar e solucionar os problemas da Casa.

17 de janeiro de 2019, 08:03

SALVADOR Lavagem do Bonfim: Fábio Mota não descarta concorrer à presidência do Vitória

Foto: Política Livre

O secretário municipal de Mobilidade Urbana, Fábio Mota

O secretário municipal de Mobilidade Urbana, Fábio Mota, disse nesta quinta-feira (17), durante concentração da Lavagem do Bonfim, que não descarta concorrer à presidência do Esporte Clube Vitória. “Concorrer à presidência do Vitória não depende só de mim. Depende de uma articulação, para conseguir uma chapa competitiva. Temos um grupo forte, com Ademar, Alex Portela, que está articulando uma candidatura de oposição à atual situação que o Vitória se encontra, que é deplorável”. Segundo Mota, o ex-presidente do clube Paulo Carneiro também está inserido nesse grupo pessoas que que pode ajudar atirar o Vitória dessa situação. “Paulo é uma pessoa experiente, já dirigiu o clube, e ainda pode contribuir com o Vitória”, disse.