29 de outubro de 2007, 19:12

Victor Hugo e Mazzei sondados para secretaria de Comunicação da Prefeitura

Na bolsa de apostas sobre quem deve substituir o jornalista Jair Fernandes na secretaria de Comunicação da Prefeitura, surgiu agora há pouco o nome de Vitor Hugo Soares, ex-editor da página de Opinião do jornal A TARDE.

Entre os vários nomes colocados na mesa pela equipe que discute a substituição, Soares seria o preferido do prefeito João Henrique, que já aventara a possibilidade de contratá-lo quando demitiu Simone Souto Maior da Secretaria, em 2006.

Além de ter ótima relação com os jornalistas, Vítor já foi sub-secretário de Comunicação na gestão Lídice da Mata, quando a titular da pasta era a conceituada jornalista Carmela Talento.

Informes chegados a este blog dão conta, entretanto, que Soares ainda não teria respondido ao convite.  Na relação dos avaliados, outro nome forte seria o do jornalista Raimundo Mazzei.

Mazzei foi secretário de Comunicação na gestão Fernando José e estaria fora do País.

29 de outubro de 2007, 17:43

Cerimonial comete gafe e coloca Waldir Pires e César Borges lado a lado

O cerimonial da Presidência da República cometeu gafe grave hoje durante o ato de inauguração da segunda etapa do Cimatec (Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia), do Senai, ao colocar lado a lado os ex-governadores Waldir Pires (PT) e César Borges (PR), inimigos políticos históricos. Para evitar ter que se falarem, os dois passaram praticamente todo o evento olhando para lados opostos, em torturante contorcionismo.

29 de outubro de 2007, 17:36

Aleluia critica nova MP do governo Lula

O Diário Oficial da União publicou hoje a medida provisória de número 400, que abre crédito extraordinário em favor da Presidência da República e do Ministério da Saúde no valor global de R$ 50 milhões.
 
“Nos 1.762 dias em que está no governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva editou uma média de uma MP a cada quadro dias”, contabiliza o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM).
 
Para ele, o pior é que 90% das MPs editadas por Lula não se justificam pelo critério de relevância e muito menos urgência.

29 de outubro de 2007, 15:56

PT discute eleição de Zilton hoje à noite

Zilton Rocha obteve a condição de candidato único do governo à vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), mas seu partido, o PT, não descansará enquanto ele não estiver eleito e empossado. Hoje à noite, a bancada petista se reúne na Assembléia para discutir o processo de eleição de Zilton, que ocorre amanhã. Se tudo correr bem.

29 de outubro de 2007, 15:50

Wagner só convida ex-governador para almoço com presidente

Foi reservadíssimo o almoço que o governador Jaques Wagner ofereceu ao presidente Lula hoje em Salvador, no Palácio de Ondina, no apertado espaço da agenda entre a inauguração do Cimatec, pela manhã, e a comemoração na Ford, no princípio da tarde. De fora, Wagner só convidou o ex-governador e ex-ministro Waldir Pires.

29 de outubro de 2007, 15:49

Zezéu e Geraldo bem na foto com o presidente

Como já se habituou a fazer em solenidades, o presidente Lula pinçou dois nomes locais da platéia durante discurso na inauguração da segunda unidade do Cimatec, hoje pela manhã. Foram citados durante discurso do presidente, num primeiro momento, o secretário estadual Geraldo Simões (Agricultura), quando Lula falou sobre a construção do novo Aeroporto de Ilhéus, e o deputado federal Zezéu Ribeiro.

29 de outubro de 2007, 15:36

Lula diz que “não se brinca” com democracia na América Latina

“Democracia é bom demais. Não se pode brincar com a democracia na América Latina”. Foi desta forma que o presidente Lula reagiu hoje pela manhã, em coletiva, logo após participar da solenidade de inauguração da segunda unidade do Cimatec, ao falar sobre a proposta de aliados de tentar garantir-lhe um terceiro mandato.
 
“Isto (terceiro mandato) não é prioridade. Prioridade é cuidar do crescimento do Brasil”, disse o presidente, afirmando que, se o Congresso quiser e fizer a reforma política, ele dará sua opinião: é favorável a um mandato de cinco anos sem reeleição, embora não queira se meter na discussão.

29 de outubro de 2007, 15:26

Sucesso de público, Lula ironiza deputados federais baianos

A título de brincadeira, o presidente Lula acabou metendo numa grande saia justa os deputados federais baianos que prestigiaram sua presença hoje pela manhã na inauguração da segunda unidade do Cimatec.

Ao ler a extensa relação de parlamentares presentes, Lula dirigiu-se à platéia, onde eles também estavam sentados, e perguntou: “Não tem nenhuma votação importante no Congresso amanhã, não?”

A resposta foi uma gargalhada geral.

29 de outubro de 2007, 15:11

Prefeito pode definir substituto de secretário hoje à tarde

Uma reunião no final da tarde de hoje deve definir o nome do novo secretário de Comunicação da Prefeitura, em substituição a Jair Mendonça, que pediu exoneração do cargo no domingo, causando surpresa em boa parte da equipe do prefeito João Henrique (PMDB).

Apesar de a exoneração de Mendonça estar programada para amanhã, hoje ele não trabalhou mais, o que fez com o prefeito João Henrique circulasse sozinho durante a solenidade de assinatura de convênios no Senai/Cimatec, pelo presidente Lula e o governador Jaques Wagner, pela manhã.

Crescem também as especulações sobre qual teria sido o motivo para o repentino pedido de demissão do secretário, embora haja comentários de que sua relação com João Henrique teria se desgastado nos últimos dias em função de supostos erros apontados pela equipe do prefeito.

Apesar de nunca ter estado seguro, situação que piorou com o ingresso de João Henrique no PMDB, cujos reparos à comunicação do prefeito eram conhecidos, o secretário também estaria se sentindo insatisfeito com críticas constantes e a dificuldade de atender pleitos do chefe do Executivo, principalmente na grande mídia.

28 de outubro de 2007, 20:15

EXCLUSIVO: Cai secretário de Comunicação da Prefeitura

O secretário de Comunicação da Prefeitura, Jair Mendonça, comunicou hoje oficialmente seu afastamento do cargo a João Henrique, confirmando especulações de que estaria demissionário desde o ingresso do prefeito no PMDB.

A informação do desligamento de Mendonça foi postada no site da Prefeitura agora às 19h15. No texto, ele diz que o motivo “é um projeto que está desenvolvendo na mesma área de jornalismo, o qual exigirá tempo integral para se dedicar”.

Mendonça é o segundo secretário de Comunicação da administração João Henrique. Ele assumiu o cargo, inicialmente, na condição de subsecretário em janeiro de 2006, substituindo Simone Souto Maior, que se afastara em meio a um escândalo na administração. Viraria secretário em maio do mesmo ano.

Embora tivesse a proteção da primeira-dama, Maria Luíza, sua situação nunca foi segura, o que piorou depois do ingresso do prefeito no PMDB, partido para o qual a comunicação sempre foi uma área crítica na administração.

O isolamento do secretário teria aumentado, entretanto, com a decisão do partido de montar um pequeno núcleo de comunicação paralelo, chefiado pelo jornalista Zé Fernandes, como forma de melhorar a atuação da pasta, conforme noticiado com exclusividade por este blog.

O substituto de Jair Mendonça ainda não foi definido, mas há especulações de que pode ser o próprio Zé Fernandes, uma jornalista mulher e até um nome que estaria fora do País.

28 de outubro de 2007, 19:49

Prefeito articula transferência de banco para conseguir recursos

A Prefeitura de Salvador aposta na realização de uma licitação entre bancos para conceder a conta-salário dos servidores como forma de levantar recursos para a administração, informa uma fonte municipal a este blog.

Hoje, os servidores municipais recebem salários pelo Banco do Brasil, instituição que acaba de ganhar a conta-salário do Estado, antes administrada pelo Bradesco, em troca do pagamento de cerca de R$ 500 mi ao governo.

Com a operação, a Prefeitura estima que poderia faturar cerca de R$ 200 mi, menos da metade dos recursos que o BB prometeu ao Estado com a transferência. O dinheiro seria a salvação para um governo afundado em dívidas na virada do ano eleitoral. 

“É dinheiro suficiente para deixar esta cidade um brinco”, diz a mesma fonte ao blog, prevendo recursos para concluir o “banho de asfalto” e o “banho de Luz”, ações voltadas principalmente à classe média, onde o prefeito João Henrique (PMDB) registra grande desgaste.

27 de outubro de 2007, 11:35

O DEM e seus métodos persecutórios

A decisão do DEM nacional de continuar ameaçando os senadores que saíram da legenda com processo de perda de mandato, independentemente do que o TSE decidiu como marco temporal para a fidelidade, cheira a mera perseguição.

Como disse hoje César Borges (PR), um dos três senadores virtualmente implicados na medida, em entrevista ao jornal A TARDE, o DEM é, ele próprio, resultado de uma mudança do PFL que sequer tem registro definitivo.

Daí que o deputado carioca Rodrigo Maia, o jovem presidente do DEM, poderia começar procurando calçar as sandálias da humildade para mostrar que a legenda é verdadeiramente nova no conceito e na prática.

Isto é, que o DEM deixou efetivamente para trás o DNA autoritário que parece ter sido uma das marcas históricas do PFL do qual se originou.

27 de outubro de 2007, 11:21

PT faz prévias em Feira para escolher candidato

O PT pode fazer prévias em Feira de Santana para escolher seu candidato a prefeito entre os deputados Zé Neto (estadual) e Sérgio Carneiro (federal).

Os dois conversaram sobre a possibilidade esta semana no município, onde o PT enfrenta ainda a candidatura de um aliado, o deputado federal Colbert Martins Filho, do PMDB.

Ainda falta acertar a data da consulta à militância petista. Enquanto Zé Neto quer antecipar o processo, Sérgio Carneiro diz não ter preferência por data.

27 de outubro de 2007, 11:13

Deputados do PR podem mudar à vontade

A decisão do TSE sobre fidelidade partidária deixou em situação privilegiada os deputados do PR, ao estabelecer que políticos podem mudar de legendas que tenham participado de processos de fusão.

Como o PR é resultado da fusão entre o PL e o Prona, em tese seus parlamentares estariam livres na Bahia para se desligar da legenda se, por exemplo, não se adaptarem ao comando do senador César Borges.

A lei deixa ainda em situação mais confortável o deputado estadual Sandro Régis, que já teria revelado seu interesse em mudar para o DEM, desde que o PR decidiu integrar a bancada de situação na Assembléia Legislativa.

27 de outubro de 2007, 11:01

Gilberto José também articula reivindicar mandato de Maria Luíza

Não foi só o primeiro suplente de deputado federal do PDT, Beto Lélis, que participou do almoço dos pedetistas com o ministro Carlos Luppi (Trabalho), ontem, em Salvador, para discutir a estratégia de reivindicação do mandato do deputado federal Sérgio Brito, que mudou da legenda para o PMDB.

O primeiro suplente de deputado estadual do partido, vereador Gilberto José, também esteve presente no almoço e ainda participou de uma reunião reservada, em seguida, com o ministro e os outros dois vereadores do PDT em Salvador, definindo a estratégia do partido para reivindicar o mandato da deputada Maria Luíza, que também migrou para o PMDB.

Maria Luíza é mulher do prefeito João Henrique (PMDB) e Sérgio Brito cunhado da primeira-dama municipal. Além de Gilberto José, estiveram com o ministro, que também é presidente nacional do PDT, os vereadores Odiosvaldo Vigas e Cristóvão Ferreira e o deputado estadual Jurandy Oliveira, levados pelo presidente regional do PDT, deputado Severiano Alves.