16 de outubro de 2008, 17:20

Radialista de Jequié é ameaçado em função da campanha

O SINTERP – Sindicato dos Trabalhadores em Rádio, TV e Publicidade da Bahia/Regional Recôncavo e Baixo Sul -, representado pelo radialista Josafá Oliveira, emitiu hoje uma nota de repúdio às ameaças que diz estar sendo dirigidas contra o jornalista e radialista Souza Andrade, que prestou queixa-crime na Delegacia de Polícia de Jequié, responsabilizando o Pastor Bebé. De acordo com o relato policial, o profissional recebeu telefonemas horas antes de levar ao ar, na Rádio 95 FM, uma gravação com denúncias, envolvendo políticos da cidade, que desnuda os bastidores da campanha eleitoral. “O SINTERP vem a público externar sua tristeza pelo ato vil e covarde de pessoas que querem calar a imprensa por meio de ameaças”, enfatiza a nota. O radialista Souza Andrade exerce a função há 23 anos.

16 de outubro de 2008, 17:15

Governo lança programa e cria Conselho de Juventude na terça

Inserir os jovens entre 16 e 29 anos no mundo do trabalho, gerando renda e incentivando o protagonismo juvenil. Esses são alguns dos objetivos do programa Trilha, que o governo do Estado lança na próxima terça-feira na Escola Parque, a partir das 9h, em Salvador. O decreto de criação do Conselho Estadual e a adesão ao Pacto pela Juventude do governo federal também serão assinados pelo governador Jaques Wagner na oportunidade. Todas essas ações fazem parte de um conjunto de reivindicações levantadas pelos jovens como prioridades no início do ano durante a Conferência de Juventude da Bahia. O conselho terá caráter consultivo com 30 membros em sua maioria da sociedade civil organizada, sendo vinculado à Secretaria de Relações Institucionais (Serin). Dentre outras funções, caberá ao conselho, propor estratégias de acompanhamento e avaliação da política estadual de juventude, apresentar políticas públicas para o segmento juvenil e promover a realização de estudos, debates e pesquisas sobre a realidade da juventude baiana.

16 de outubro de 2008, 17:12

TSE mantém registro de prefeito eleito em Jaguaripe

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve o registro de candidatura do prefeito eleito de Jaguaripe, Arnaldo Francisco de Jesus Lobo (DEM). O democrata concorreu com o nome de “Nai” e ganhou 49,82% dos votos válidos do pleito. A concessão do registro de candidatura dele está sendo contestada pela coligação “Jaguaripe não pode parar”, cujo candidato, Heráclito Rocha Arandas (PR) ficou em segundo lugar. O pedido da coligação já havia sido negado tanto pela 30ª Zona Eleitoral da Bahia quanto pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado (TRE-BA).

A coligação encabeçada pelo PR alega que o parecer prévio do Tribunal de Contas da Bahia (TCM-BA), opinando pela rejeição das contas de Jesus Lobo quando ele foi prefeito de Jaguaripe, entre 2005 e 2006, deveria resultar no indeferimento do registro de candidatura dele. O ministro do TSE, Arnaldo Versiani, entendeu que as contas de Jesus Lobo receberam um parecer prévio do TCM-BA, que opinou pela rejeição, e ainda não foram julgadas pela Câmara Municipal de Jaguaripe, que tem a competência de analisar a questão.

16 de outubro de 2008, 16:12

Geddel diz que está doido que eleições passem para matar saudades de Wagner

A propósito do buxixo causado no PT com a afirmação do programa eleitoral de ontem do prefeito João Henrique (PMDB) de que a Bahia deve ter novo governador em 2010, o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, em conversa há pouco com o Política Livre, disse que a mensagem retrata a realidade, porque na próxima eleição o governador pode ser o mesmo, pode não ser ou pode ser o mesmo com outra postura. Bem humorado, o ministro pediu, mais uma vez, que parem de tentar intrigá-lo com o governador com uma declaração de amor a Wagner: “Só tenho um amor, que é Wagner”, disse, completando que está “doido que as eleições passem para matar as saudades (do governador)”.

16 de outubro de 2008, 15:58

Secretário da Fazenda fala sobre metas fiscais na Assembléia na terça

O secretário estadual da Fazenda, Carlos Martins, participa na próxima terça-feira, às 11 horas, de audiência pública da Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle da Assembléia Legislativa, presidida pelo deputado estadual Arthur Maia (PMDB), quando deverá fazer uma avaliação das metas fiscais do Estado para o segundo quadrimestre deste ano. A presença do secretário da Fazenda é uma prática que ocorre a cada quatro meses, com o objetivo informar publicamente os gastos e metas do governo estadual. Para tanto, além dos questionamentos, o secretário Carlos Martins deverá distribuir relatório com as informações. Para a audiência pública, que acontece no Plenarinho da Casa, é convidada a sociedade civil organizada através de entidades como sindicatos e associações de classe, reitorias das universidades e outras organizações.

16 de outubro de 2008, 15:50

Em discurso, Marcelo Guimarães comemora resultado do PMDB nas eleições

O deputado federal Marcelo Guimarães Filho (PMDB) comemorou o desempenho do seu partido nas eleições municipais deste ano com um discurso na Câmara dos Deputados. O parlamentar salientou a “excepcional” performance do PMDB da Bahia, que passou de 20 para 113 cidades que vai administrar no Estado. O peemedebista comentou ainda que a disputa em Salvador não tem “previsão de qualquer favoritismo”, mas que deseja sucesso ao candidato do seu partido, João Henrique. “Não poderia deixar de registrar esses fatos, aproveitando o ensejo para cumprimentar os eleitos, desejando sucesso àqueles que disputarão o 2º turno do próximo dia 26 de outubro, em especial ao candidato do meu partido à Prefeitura de Salvador, João Henrique”, concluiu o deputado.   

16 de outubro de 2008, 15:11

Oposição e governo discutem na Assembléia por causa de execução orçamentária

Por Thiago Ferreira

As bancadas de governo e oposição protagonizaram hoje pela manhã, na Assembléia Legislativa, uma discussão sobre a execução orçamentária do governo estadual. O líder da Oposição, Gildásio Penedo (DEM), subiu à tribuna para questionar os investimentos dos recursos disponíveis no orçamento estadual. “Este ano, o governo tem uma baixíssima execução orçamentária, pífia. O governo é letárgico”, criticou o democrata.
 
Depois dele, quem subiu à tribuna foi o líder do governo, Waldenor Pereira (PT), que afirmou que a execução orçamentária do atual governo é compatível com o mesmo período do governo anterior. No atual governo, segundo o líder, já foram executados 65,35% do orçamento, contra aproximadamente 64% do mesmo período do governo Paulo Souto. “A execução orçamentária do nosso governo é compatível e, em alguns casos, percentualmente até superior”, respondeu Pereira.
 
O parlamentar petista respondeu ainda a acusações do deputado João Carlos Bacelar (PTN), feitas na tarde de ontem, de que o governo estadual teria aumentado em 49% os valores dos contratos que teve com o G-8, grupo de empresários acusados pela Polícia Federal, na Operação Jaleco Branco, de fraudarem licitações estaduais. “A denúncia dele (de João Carlos Bacelar) não procede”, afirmou o líder.

16 de outubro de 2008, 15:05

Na TV: João Henrique responde a críticas do PT sobre trecho abandonado do metrô

João Henrique (PMDB), candidato à reeleição, respondeu no seu programa de hoje à tarde as críticas feitas pelo PT em inserções e no horário eleitoral de ontem sobre o trecho das obras do metrô que teria sido abandonado pelo atual prefeito. “O candidato Walter Pinheiro (PT) teve a desfaçatez de aparecer no seu programa em um trecho abandonado na obra do metrô para me criticar. Aquele trecho de seis quilômetros entre a Rótula do Abacaxi e a Estação Pirajá foi suspenso, a pedido do governo federal, há mais de quatro anos. O fato foi bastante noticiado pelos jornais na época. É assim que age o PT de Salvador, que participou durante 40 meses da nossa administração. Saiu e, agora, fala mentiras por causa de interesses eleitorais”, atacou o prefeito. No restante do horário do peemedebista foi exibido o mesmo programa de ontem. O programa de Pinheiro também foi o mesmo de ontem, repetindo, inclusive, a denúncia de “crime eleitoral”. 

16 de outubro de 2008, 15:01

Câmara aprova reajuste para 380 mil servidores federais

O plenário da Câmara aprovou hoje a MP (medida provisória) que concede reajustes para cerca de 380 mil servidores de 40 carreiras da União, com validade a partir de 1º de julho deste ano. A matéria segue agora para o Senado. O impacto orçamentário dos reajustes é de R$ 1,55 bilhão em 2008. No entanto, como os aumentos previstos serão escalonados nos próximos anos, o custo chegará a R$ 8,9 bilhões em 2011. Com a medida provisória, os profissionais de alguns setores chegam a ter salários brutos, excluídas vantagens pessoais, em patamares de R$ 11 mil a R$ 14,9 mil –para os cargos de nível superior em final de carreira. Os fiscais federais agropecuários, por exemplo, passam a ganhar R$ 14,9 mil em 2008.

16 de outubro de 2008, 12:32

Assembléia Legislativa vai discutir os desafios de CT&I na Bahia

Como parte comemorativa da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia na Bahia, que acontece entre os dias 20 e 25, a Assembléia Legislativa da Bahia discute na próxima terça-feira, em audiência pública, o tema “Ciência, Tecnologia e Inovação na Bahia: Desafios, Conquistas e Perspectivas”. O debate começa às 10hs, no plenarinho da AL, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador. Na oportunidade, o secretário estadual Ildes Ferreira vai expor as principais ações do governo da Bahia na área de CT&I. Dentre os principais programas da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnológia e Inovação, Ferreira destacará a implantação do Parque Tecnológico de Salvador, o Programa Cidadania Digital, o Programa de Fortalecimento da Atividade Empresarial (Progredir) e a instalação dos Centros Vocacionais Tecnológicos Territoriais (CVTTs). 

16 de outubro de 2008, 12:15

TCU condena ex-prefeito de Sento Sé

O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou Juvenilson Passos dos Santos, ex-prefeito de Sento Sé (BA), ao pagamento de R$ 712.188,65, valor atualizado. O TCU encontrou irregularidades na prestação de contas de recursos recebidos do Ministério do Meio Ambiente (MMA). A verba foi destinada à implantação de aterro sanitário e à recuperação de um lixão no município. Entre as irregularidades, o tribunal constatou que algumas notas fiscais não conferiam com os cheques relacionados. Além disso, houve cheques pagos à empresa contratada que foram depositados em conta desconhecida. O ex-prefeito também vai ter que pagar multa. Ele terá 15 dias para comprovar o pagamento dos valores aos cofres do Tesouro Nacional. A cobrança judicial foi autorizada, mas cabe recurso da decisão. Cópia da documentação foi enviada à Procuradoria da República na Bahia para as medidas cabíveis. O ministro Benjamin Zymler foi o relator do processo.

16 de outubro de 2008, 12:11

Vânia Galvão diz que João Henrique tenta impedir construção de Hospital que “não teve competência para fazer”

Em pronunciamento ontem na Câmara Municipal, a vereadora Vânia Galvão, presidente municipal do PT, criticou a demora da Prefeitura, através da Superintendência de Meio-Ambiente, na liberação da licença ambiental para a construção do Hospital do Subúrbio, o que estaria atrasando o cronograma das obras. A demora da Prefeitura em autorizar a obra foi criticada esta semana pela secretaria estadual de Saúde.

“Estão tentando impedir a construção do Hospital, já prometido pelo atual prefeito, que não teve competência para fazê-lo”, atacou. A vereadora Aladilce Souza (PCdoB) também levantou desconfiança sobre a demora na liberação da obra: “Trata-se de uma posição estranha do executivo municipal. A prefeitura não negou a licença para nenhum grande empreendimento em terrenos localizados em regiões de Mata Atlântica”, afirmou.

A comunista ressalta que tantos os vereadores da base governista quanto o próprio prefeito possuem uma boa quantidade de votos no Subúrbio. “É uma região das mais populosas e também mais abandonada da cidade. Muitos vereadores foram eleitos com os votos do subúrbio e devem pensar bem quando se trata do interesse dos moradores da região”, disse Aladilce.

16 de outubro de 2008, 10:42

Em sessão, vereador derrotado pede humildade a colega pretensioso

Na sessão de ontem na Câmara Municipal, o vereador reeleito Pedrinho Pepê (PMDB) não poupou seus colegas que não conseguiram renovar o mandato: “Só foram eleitos aqueles que trabalham para as comunidades. Discurso não enche barriga, ficar só falando, falando, não elege ninguém. Mas fica a lição: ou vai para o corpo a corpo ou vai dançar sem música nas próximas eleições”, declarou. O vereador José Carlos Fernandes (PSDB), derrotado nas urnas, não gostou do que ouviu e, logo em seguida, retrucou: “Apesar da idade, você não é a pessoa certa para fazer este tipo de comentário. Tem que ter humildade de reconhecer que quem não foi eleito pode ter sofrido com circunstancias partidárias que não permitiram que se reelegesse”, pontuou.

16 de outubro de 2008, 10:37

Sebrae baiano seleciona 49 para cargos de nível médio e superior

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas da Bahia (Sebrae/Bahia) abre processo seletivo para o preenchimento de 49 vagas para cargos de nível médio e de nível superior. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) será o responsável pela execução. As vagas são divididas da seguinte forma: 16 para Analista Técnico e 5 para Assistentes. As inscrições poderão ser feitas entre os dias 6 e 24 de outubro pelo endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/sebraeba2008. As taxas variam de R$ 40,00 a R$ 80,00 de acordo com o cargo escolhido.

16 de outubro de 2008, 10:32

Senado salva temporariamente Luis Eduardo Magalhães e Barrocas

Por 45 votos, o Senado aprovou ontem à noite a lei complementar que legaliza a emancipação de 58 municípios brasileiros, entre as quais as cidades baianas de Barrocas e Luis Eduardo Magalhães. O senador César Borges (PR) agradeceu ao presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), por ter colocado o projeto para votação, dada a urgência do caso, que ameaça a existência dos municípios. Segundo lembrou César Borges, ainda é preciso a aprovação pela Câmara dos Deputados antes que finde o prazo de 9 de novembro estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para resolver a questão. O presidente do Senado atendeu pedido do senador baiano, que na véspera cobrou em discurso uma solução para os municípios emancipados após a Constituição de 1988.