13 de outubro de 2009, 08:22

Secretário de Agricultura determina investigação na BahiaPesca

Bem na foto com o governador, Roberto Muniz pede à AGE que investigue denúncias de petista (crédito: Blog do Gusmão)

Bem na foto com o governador, Roberto Muniz pede à AGE que investigue denúncias de petista (crédito: Blog do Gusmão)

O secretário estadual da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária, Roberto Muniz, determinou à BahiaPesca que instaure sindicância para apurar supostas irregularidades na empresa, denunciadas pelo deputado estadual Paulo Rangel, líder do PT na Assembleia, e veiculadas na imprensa.

Além disso, a Seagri encaminhou à Auditoria Geral do Estado, AGE, toda documentação referente aos fatos, solicitando também a abertura de investigação. Ao mesmo tempo, o secretário notificou a Procuradoria Geral do Estado, PGE, solicitando a designação de um procurador para participar e acompanhar as investigações.

13 de outubro de 2009, 08:15

Daniel Almeida assume presidência do PCdoB na Bahia

O deputado federal Daniel Almeida,  líder do PCdoB na Câmara, foi eleito presidente estadual do partido na tarde de domingo, ao final da Conferência estadual, no Bahia Othon Palace. “É uma honra para qualquer militante ser eleito presidente de um partido democrático e de massa como é o PCdoB. O nosso desafio agora  é manter a onda vermelha e dar um salto político na mesma dimensão das eleições municipais de 2008, quando fizemos 18 prefeituras”, destacou.
 
Daniel, que já ocupou o cargo em 2001 e 2002, substitui Péricles de Souza, responsável pela indicação do deputado. “A renovação é natural, sinal da unidade entre os quadros do PCdoB, e o que prevalece é uma continuidade; são novos atores de uma mesma peça, que vai se adaptando e progredindo conforme o cenário político”, afirmou Souza, que dirigiu o partido nos últimos seis anos.

13 de outubro de 2009, 08:09

Lula inicia amanhã “Caravana do São Francisco”

Começa amanhã a “Caravana do São Francisco”. Durante três dias, o presidente Lula vai inspecionar as obras de transposição das águas do rio. Deslocando-se de avião e helicóptero, o presidente vai pecorrer, até a sexta-feira, quatro Estados: Minas, Bahia, Pernambuco e Paraíba.

Acompanhado de governadores e ministros – entre eles Dilma Rousseff — Lula vai pernoitar duas noites em canteiros de obras. A Transposição do São Francisco é uma das jóias da coroa do PAC. A obra está orçada R$ 5 bilhões.

Responsável pelo empreendimento, o ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) disse ao blog de Josias de Souza que já foram gastos cerca de R$ 2 bilhões. A despeito disso, a oposição afirma que a obra não existe senão na propaganda oficial.

Com a caravana, Lula tenta esvaziar esse discurso. O presidente decola de Brasília na manhã de quarta, às 8h. Inicia o périplo por dois municípios de Minas: Buritizeiro e Pirapora. No primeiro, verá obras de saneamento ainda inacabadas.

No segundo, visitará uma estação de tratamento de esgoto já “concluída”, segundo Geddel, que pernoita três dias com Lula no São Francisco. Em Buritizeiro, Lula deseja realçar o pedaço da obra que prevê a revitalização do São Francisco.

Inclui a eliminação do despejo de dejetos no rio. Em seguida, Lula voará para a cidade de Barra, na Bahia. Será apresentado ao que Geddel chama de “campo de provas”. É onde estão sendo testadas as intervenções que, depois, são executadas na obra.

Por exemplo: recomposição de matas ciliares, replantio das margens e dragagem. É em Barra que funciona também a diocese de Dom Luiz Cappio, o bispo católico que realizou a infrutífera greve de fome contra a transposição do São Francisco. O governador Jaques Wagner encontrará com Lula no trecho baiano do rio.

Com informações da Folha.

13 de outubro de 2009, 08:05

Empresário usa faixa para sensibilizar ladrões

Assaltado três vezes, empresário não resistiu e pediu clemência a ladrões (crédito: Leitor Anderson Oliveira Santos)

Assaltado três vezes, empresário não resistiu e pediu clemência a ladrões (crédito: Leitor Anderson Oliveira Santos)

É tentando superar os problemas com criatividade e bom humor que o empresário Pedro Paulo Rocha, dono do Cyber Conquista, em Vitória da Conquista, exibe na fachada de sua lan house uma faixa fazendo um apelo aos criminosos da região: “Por favor, preciso de um tempo para fazer algum”. Depois de ser roubado três vezes em 20 dias, Pedro Paulo pede a compreensão dos bandidos: eles precisam aguardar, já que ele está sem dinheiro, até mesmo para dar aos assaltantes.

O empresário sabe que as três ações criminosas (ocorridas nos dias 4, 14 e 25 do mês passado) foram protagonizadas pelos mesmos bandidos. Ele também não tem dúvidas de que eles são os responsáveis pela onda de roubos a comerciantes no município. Leia mais no Correio.

13 de outubro de 2009, 08:00

Lula prepara o “bolsa-uniforme” de olho em 2010

Sempre que a folhinha se aproxima das urnas, os governantes são acometidos de extrema generosidade. A caminho do término do seu segundo mandato, Lula prepara o anúncio de um programa que vai prover uniformes a alunos da rede pública. Deve-se a informação ao repórter Eduardo Scolese. A novidade será pendurada nas manchetes ainda em 2009. A implementação virá em 2010 Leia mais no blog do jornalista Josias de Souza, da Folha.

13 de outubro de 2009, 07:56

Bala perdida mata menino de 8 anos no bairro do Uruguai

Quando se dirigia para uma festa em comemoração ao Dia das Crianças, o garoto Gabriel Rocha da Paz, de apenas 8 anos, foi atingido por uma bala perdida e acabou morrendo, neste domingo à tarde, no bairro do Uruguai. Os pais do menino estavam em Itaparica. O tiro que matou o menino teria sido disparado por um traficante que pretendia matar o rival Roberto Lopes Santos, que também acabou baleado.

Gabriel ia com os primos e uma tia para uma festa, na localidade do Bate-Estaca, quando um homem chegou atirando contra o rival, na Rua 25 de Dezembro, por volta das 15h. Roberto foi baleado nas costas, mas um dos tiros atingiu também o garoto, quando ele correu dos tiros com os parentes. Leia mais em Correio.

13 de outubro de 2009, 07:54

Dilma agenda reuniões com cúpulas do PP e do PR

Em vias de formalizar a aliança com o PMDB, Dilma Rousseff acerca-se dos sócios minoritários do consórcio partidário que gravita em torno de Lula. Na terça-feira (6) da semana passada, Dilma acertara-se com o PDT. No último sábado (10), recebera um aceno de apoio do PCdoB.

A presidenciável de Lula mira agora no PP e no PR. Agendou para os próximos dias reuniões com mandachuvas das duas legendas. Dilma move-se sob orientação de Lula. Tenta consolidar-se como única palmeira governista no gramado de 2010, escanteando Ciro Gomes (PSB-CE/SP).

Na nova empreitada, Dilma conta com a colaboração de dois colegas de ministério: Márcio Fortes (Cidades) e Alfredo Nascimento (Transportes). Fortes representa o PP na Esplanada. Nascimento é ministro do PR. Ambos gerenciam pedaços generosos do orçamento do PAC. São Dilma desde criancinha.

Lula não está alheio aos acertos. Continua agindo nos subterrâneos. Mas decidiu que é hora de Dilma imprimir suas digitais nas negociações. Leia mais no blog do jornalista Josias de Souza, da Folha.

13 de outubro de 2009, 07:47

Manchetes do dia

– A Tarde: Setor hoteleiro criará 8 mil empregos

– Tribuna: Geddel dispara

– Correio: Aposentados na Bahia lideram dívidas no NE

Globo: Lula assume reduzir em 80% desmatamento na Amazônia  

Folha: Programa do MEC prevê subsídio para uniforme 

Estadão: Governo garante caixa com fundos especiais 

JB: Caravana acirra disputa eleitoral 

Correio: Sai lista de imóveis para servidores do GDF 

Valor: Plano de inclusão digital atingirá 4.245 municípios

 – Estado de Minas: Onde está o emprego que você procura

12 de outubro de 2009, 13:05

Pré-candidata do PV articula alianças com líderes do Psol

Candidata do PV articula alianças com o Psol pensando no primeiro turno (crédito: Ag. Brasil)

Candidata do PV articula alianças com o Psol pensando no primeiro turno (crédito: Ag. Brasil)

A pré-candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva, tem mantido conversas com líderes do Psol visando a uma coligação no primeiro turno das eleições de 2010. A confirmação foi feita em Mônaco, onde a senadora recebeu no sábado à noite o Prêmio Albert II por sua luta ambientalista.

De acordo com a ex-ministra do Meio Ambiente Heloísa Helena – cujo nome também é cogitado à Presidência –,tem “potencial enorme” ao Senado.

Na quarta-feira passada, a atual vereadora de Alagoas indicou que, caso não seja candidata, apoiará Milton Temer, do Psol, ou Marina Silva. Informações da Agência Estado.

12 de outubro de 2009, 11:18

Guido Mantega será convocado a explicar atraso na restituição do IR

O PPS quer que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, compareça à Câmara dos Deputados para prestar explicações sobre as razõesdogovernopara reter o dinheiro destinado à restituiçãodo Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). As informações são da Agência Brasil.

Requerimento para convocação do ministro será apresentadoamanhã pelolíderdo partido, deputado Fernando Coruja (SC), na Comissão de Defesa do Consumidor.

Segundo o líder, o ministro precisa prestar esclarecimentos sobre os parâmetros e a real situação das contas do governo que justificariam o que classifica de “confisco indireto” de recursos do povo brasileiro. Informações da Agência Estado.

12 de outubro de 2009, 10:31

PEC dos Cartórios permanece engavetada

Cerca de 12 mil pessoas de todo o País interessadas no desfecho da polêmica proposta de emenda constitucional (PEC) que efetiva titulares de cartórios extrajudiciais, a PEC dos Cartórios, terão que esperar sentadas por uma definição.

É que os líderes de partidos na Câmara de Deputados decidiram suspender a PEC por tempo indeterminado, esticando a ansiedade de mais de quatro mil donos de cartórios indicados – ou “apadrinhados”, como apontam os críticos – e também de outros 7.879 que foram aprovados em concursos públicos, mas não conseguem tomar posse.

A audiência pública que debateu a PEC na terça, 6, foi a mais animada do corredor das comissões: defensores de ambos os lados gritaram, aplaudiram, vaiaram e trocaram insultos, vestindo camisetas com estampas que pregavam o “sim” ou o “não” à PEC. Informações do jornal A Tarde.

12 de outubro de 2009, 10:23

Oposição apura poder do filho de Sarney sobre Minas e Energia

A revelação feita pela Folha de S.Paulo de que o executivo Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e o apadrinhado do clã maranhense Silas Rondeau interferem com desenvoltura na agenda do ministro Edison Lobão (Minas e Energia) fez a oposição cobrar uma apuração da Polícia Federal  e doMinistério Público para saber se o titular da pasta não cometeu crime.

Do ponto de vista administrativo, dizem os parlamentares ouvidos pela reportagem, deve-se observar se Lobão eventualmente ultrapassou os limites de conduta ética que deve observar no exercício do cargo, uma análise que deverá ser feita pela Comissão de Ética da Alta Administração Federal. Informações da FolhaPress.

12 de outubro de 2009, 09:49

Relatório de desembargadores embasou decisão do CNJ sobre Rubem Dario

A Comissão formada por três desembargadores do Tribunal de Justiça (TJ) para investigar a atuação do colega Rubem Dário Peregrino Cunha concluiu que ele cometeu ao menos duas infrações: ato de improbidade por infringir o princípio da legalidade e violação do dever de manter conduta irreprensível da vida pública e particular, como prevê a Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman).

Presidida pela desembargadora Vera Lúcia Carvalho, a comissão foi formada em setembro do ano passado, após a presidente do TJ-BA, Sylvia Zarif, divulgar a existência de um CD, onde constava o diálogo de uma negociata entre o filho de Rubem Dário, o advogado Nizan Gomes Cunha Neto, e o ex-prefeito de São Francisco do Conde, Antonio Pascoal.

Nizan comercializava o adiamento de uma sentença do pai na ação penal aberta contra Pascoal. O relatório da sindicância serviu de texto base para o voto do corregedor nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp, que determinou o afastamento preventivo de Rubem Dário e a abertura de um processo administrativo disciplinar (PAD) contra o magistrado. A pena máxima que ele pode sofrer neste caso é aposentadoria compulsória. Leia mais em A Tarde (para assinantes).

12 de outubro de 2009, 09:20

Investigações ligam lobista ao caso Rubem Dario e a doação ilegal, diz A Tarde

O que o afastamento do desembargador Rubem Dário tem a ver com a doação da morta em Candeias? Aparentemente nada. No entanto, os dois assuntos se ligam através de um personagem, pivô dos dois casos. William Jorge Monteiro Marques, que confessou ter falsificado a assinatura da mãe falecida num financiamento de campanha a Maria Maia (PMDB), prefeita de Candeias, foi o intermediário e lobista do imbróglio que afastou o magistrado.

William foi quem intermediou o pagamento da suposta dívida da Prefeitura de São Francisco do Conde aoHospital São Rafael, em 2006, refrega quelevou à decisãodo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contraRubem Dário. Ele perdeu o cargo pelo menos até o final das investigações.

Até lá, deixa de ter privilégios como carro oficial, motorista e acesso ao gabinete no TJ.

Na ocasião da fraude, os cofres públicos do município sofreramumrombo de R$ 1,6 milhão, de acordo com o Ministério Público Estadual (MP), o que resultou em mandadosde prisões preventivas, inclusive para o ex-prefeito da cidade, Antonio Pascoal.

Do total desviado, sabe-se apenas o destino de R$ 345 mil: a conta da esposa de William, Hortência Maria da Encarnação Batista. De acordo com depoimento dele ao MP, o valor diz respeito ao pagamento pelo serviço de cobrança da dívida.

A prisão de Pascoal foi decretada por Rubem Dário, mas, tempo depois, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a decisão e o caso voltou para o desembargador baiano. Foi quando começou a suposta fraude responsável pelo seu afastamento do TJ.

O advogado Nizan Gomes Cunha Neto, filho do desembargador, teria negociado, em nome do pai, o não julgamento do ex-prefeito Pascoal. Ele teria recebido R$ 350 mil pelo serviço para Pascoal não voltar ao banco dos réus. O processo agora está na primeira instância, em São Francisco do Conde, pois o acusado deixou de ser prefeito e perdeu o foro privilegiado.

A maioria dos envolvidos no caso do São Rafael sofreu consequências, entre elas prisão e afastamento das funções. William saiu ileso, mesmo tendo recebido dinheiro desviado. A explicação está no próprio inquérito do MP, peça fundamental na prisão dos envolvidos, na qual William figura como testemunha. Leia mais no jornal A Tarde (para assinantes).

12 de outubro de 2009, 09:13

OAB defende investigação no caso da juíza Nadja Esteves

“É um caso típico de investigação que deve ser feita com urgência, uma vez que não pode pairar dúvida sobre a ética daquele que tem como função julgar a ética alheia”,resumiu ontem o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), César Britto, sobre os desdobramentos do caso Nadja de Carvalho Esteves, alvo de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) sob a acusação de venda de sentenças, agenciamento de causas e improbidade administrativa.

A TARDE revelou ontem, com exclusividade, que a juíza da 81ª Vara de Substituições e seu marido, o juiz aposentado Flávio de Castro Esteves, movimentaram R$ 12 milhões em suas contas correntes entre os anos de 2003 e 2007 – uma movimentação oito vezes maior do que a declarada àReceita Federal. Procurada por telefone, ontem, a magistrada disse acreditar ser vítima de uma “missa encomendada”. Informações do jornal A Tarde.