8 de janeiro de 2017, 11:30

SINDICATO Servidores das Policia Civil e Técnica realizam ato na Lavagem do Bonfim

Os servidores de carreira das Polícias Civil e Técnica estarão realizando na Lavagem do Bonfim (12) um ato reivindicando seus direitos. É mais uma ação do Movimento pela Reestruturação das Polícias Civil e Técnica; que luta contra a defasagem de pessoal e pela reposição inflacionária dos salários, além de melhoria de condições de trabalho; dentre outras reivindicações. Segundo o presidente do Sindicato dos Peritos Criminais do Estado da Bahia (Asbac Sindicato), Leonardo Fernandes, “trata-se de uma união histórica das carreiras que compõem as Polícias Civil e Técnica em prol de objetivos comuns, tais como infraestrutura digna para o serviço nas delegacias e Coordenações Regionais de Polícia Técnica”. No interior do estado, em muitas sedes do DPT as instalações físicas são totalmente inadequadas. E o Orçamento de 2017 do DPT sofreu um corte de 31 %. Além disso, está em curso uma mudança na escala dos plantonistas que segundo o sindicato é prejudicial à execução dos trabalhos de perícia técnica. Segundo o presidente do Sindicato dos Peritos Médicos e Odonto Legais do Estado da Bahia (SINDMOBA), Cláudio Araripe, “o movimento busca condições de trabalho dignas para as Policias Civil e Técnica; assim como melhorias nos serviços prestados à sociedade”. A concentração do ato na Lavagem do Bonfim será na Praça Cairu, às 08h00.

22 de novembro de 2016, 16:13

SINDICATO Alba reúne Estado e sindicatos para tratar de direitos dos terceirizados

Para avaliar a aplicação da Lei Anticalote – que resguarda os direitos dos trabalhadores terceirizados que prestam serviço ao Governo do Estado – uma reunião ampliada será realizada, nesta quarta-feira (23), às 14h, no Auditório da Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador. A atividade – que vai reunir representantes das secretarias estaduais da Administração (Saeb), da Fazenda (Sefaz) e da Educação (SEC), da Procuradoria Geral do Estado (PGE), líderes de sindicato dos trabalhadores e representantes dos empresários – tem por objetivo fazer um balanço do funcionamento da Lei Anticalote, que se tornou mais efetiva a partir de 1º de julho deste ano, inclusive com a revisão de diversos contratos de terceirização na administração estadual por determinação do governador Rui Costa. De acordo com proponente da atividade e autora da Lei, deputada estadual Maria del Carmen (PT), como ainda há inúmeros casos de falta de pagamento de salário, rescisão contratual e outros direitos trabalhistas por parte de empresas terceirizadas, “a audiência pode ser um momento importante para recomendação de ajustes e ações corretivas”.

11 de novembro de 2016, 07:53

SINDICATO MTST e sindicatos no País protestam contra PEC do teto

Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo

MTST faz protesto contra PEC do Teto nas imediações de Guarulhos, em São Paulo

Manifestantes do MTST fazem protesto contra a PEC do Teto dos Gastos, em tramitação no Senado Federal, e bloqueiam a Rodovia Presidente Dutra na manhã desta sexta-feira, 11, na altura do trevo de Bonsucesso, em Guarulhos, sentido São Paulo, ateando fogo em pneus e pedaços de madeira. O trânsito está parado desde antes das 7 horas da manhã e até mesmo a polícia está encontrando dificuldades para chegar ao local onde os manifestantes colocaram fogo na pista. Além do protesto na Via Dutra, manifestantes do MTST bloqueiam também a Rodovia Anchieta, no km 23, sentido São Paulo, na região de São Bernardo do Campo, prejudicando o trânsito no sentido São Paulo. Já há manifestação do MTST também na Rodovia Regis Bittencourt e em vias da Capital, como na zona Sul. Uma manifestação de moradores e sem-teto bloqueou totalmente a rodovia Anhanguera (SP-330) na manhã desta sexta-feira, em Sumaré, interior de São Paulo. Os manifestantes fizeram barreiras com pneus e atearam fogo, interditando os dois sentidos da rodovia, no trecho em que a rodovia corta o distrito de Nova Veneza. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, os manifestantes são moradores da Vila Soma, bairro situado às margens da rodovia. Um dos acessos a Sumaré também ficou bloqueado. Ainda segundo a polícia, a manifestação é contra as medidas de controle fiscal do governo Temer. Às 8 horas, os policiais e a Guarda Municipal de Sumaré negociavam a liberação da rodovia.

Estadão Conteúdo

8 de setembro de 2016, 17:38

SINDICATO Sindicato diz que 41 mil bancários pararam nesta quinta-feira

O terceiro dia de greve dos bancários teve a adesão de 41 mil funcionários nesta quinta-feira, 8, segundo balanço divulgado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. A instituição afirma que a paralisação atinge 822 locais de trabalho na região, que estão fechados, sendo 19 centros administrativos e 803 agências. A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) marcou nova reunião para negociações com o Comando Nacional dos Bancários nesta sexta-feira, 9, às 11h, segundo o sindicato dos bancários. Os trabalhadores deverão discutir os rumos da paralisação na próxima segunda-feira, 12, durante assembleia da entidade.A categoria reivindica reajuste salarial de 14,78%, sendo 5% de aumento real considerando uma inflação acumulada de 9,31%. Além disso, o sindicato pede o pagamento de três salários mais R$ 8.297,61 em participação nos lucros e resultados, bem como a fixação do piso salarial em R$ 3.940,24.

Estadão