16 de maio de 2019, 17:00

SALVADOR Palácio Rio Branco receberá abraço simbólico neste sábado

Foto: Divulgação

Palácio Rio Branco

O Instituto de Arquitetos do Brasil, Departamento da Bahia (IAB-BA), realiza neste sábado (18), às 10h, um abraço simbólico no Palácio Rio Branco, localizado na Praça Municipal de Salvador. A ação é em defesa do edifício histórico, atualmente ameaçado de se tornar espaço de uso para um empreendimento privado. Segundo a presidente da IAB-BA, Solange Araújo, a iniciativa visa chamar a atenção da sociedade para a importância do edifício para a Bahia que, de acordo com ela, “deveria continuar pertencendo ao governo no do Estado”. “Um edifício dessa importância, e com acervo que ele tem, não pode ser transformado em um hotel”, explica. O Palácio Rio Branco abriga importante acervo histórico e artístico, bem como o Memorial dos Governadores e a Fundação Cultural do Estado da Bahia. Do ponto de visa técnico, Solange Araújo chama a atenção para os elementos artísticos que compõem grande parte da estrutura interna do Palácio Rio Branco e que “irão se perder” com uma administração privada. “Ninguém sabe que uso poderão dar ao acervo artístico do palácio”, diz Solange, ao salientar que “desde março de 2015, o IAB-BA solicitou ao IPAC (Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia) o tombamento do Palácio Rio Branco e de outros edifícios ecléticos que compõem a cidade de Salvador. “Até hoje, não houve nenhuma manifestação, nenhuma resposta, contra ou a favor, por parte do IPAC. Recentemente, renovamos esse nosso pedido de tombamento”, revela a presidente do IAB-BA. O Palácio Rio Branco representa o centro de comando, residência e despacho oficial dos primeiros governadores do Brasil e vice-reis, desde 1549, foi sede da República Baiana em 1837 durante a Sabinada. Somente em 1912, após o bombardeio do edifício, a residência oficial do governo do Estado foi mudada para o Palácio da Aclamação, mas o centro de decisão do Estado aí permaneceu até a década de 1970, quando a sede do governo foi transferida para o então recém-construído Centro Administrativo da Bahia (CAB).

16 de maio de 2019, 15:00

SALVADOR Prefeitura autoriza obras de requalificação em rua do Cassange

Os moradores da Rua Cachoeira, no Cassange, viram o início da concretização de um sonho de muitos anos na manhã desta quinta-feira (16): o de ver a via onde moram requalificada. A ordem de serviço para o começo da intervenção foi dada pelo prefeito em exercício, Bruno Reis, nesta manhã, em uma ação que envolve drenagem de águas pluviais, pavimentação em concreto, colocação de meio-fio e construção de passeios. A requalificação da Rua Cachoeira, que tem 420 metros de extensão, vai beneficiar pouco mais de mil famílias que vivem no local. Em dias de chuva, o deslocamento para o trabalho ou para a escola tornava-se difícil em boa parte do logradouro, por causa da ausência de pavimentação e do lamaçal que se formava. Durante a cerimônia, Bruno Reis falou sobre a importância da requalificação. “Essa obra não será um paliativo. Hoje, chegou uma solução definitiva para a Rua Cachoeira. A partir de agora, as dificuldades enfrentadas pela comunidade no período de chuva vão fazer parte do passado e, daqui a quatro meses, estaremos aqui inaugurando”, afirmou. A obra, sob responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), contará com um investimento de R$ 422.586,14, oriundos do governo federal, e ficará pronta em 120 dias. A trabalhadora doméstica aposentada Elza Barbosa, de 62 anos, comemorou a iniciativa. “Aqui quando chove alaga tudo, o esgoto transborda, sofremos com o mau cheiro e fica impossível transitar. Já houve dias em que eu não pude sair para trabalhar por causa do lamaçal. Espero que esses problemas sejam resolvidos com essa requalificação que era muito esperada”, disse.

15 de maio de 2019, 18:30

SALVADOR Rodoviários aceitam proposta e greve é suspensa

Foto: Divulgação

Sindicato dos Rodoviários de Salvador aceitou proposta dos empresários

Não vai ter greve. Nesta quarta-feira (15), o Sindicato dos Rodoviários de Salvador se reuniu com a categoria e apresentou a proposta feita pelos empresários, acatada pelos trabalhadores. O encontro aconteceu no Ginásio dos Bancários, na região dos Aflitos, em Salvador. A proposta da classe patronal foi apresentada na terça (14), durante uma assembleia no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), no bairro de Nazaré. De acordo com Fábio Primo, vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários de Salvador, foi proposto um aumento de 5,1% nos salários e de 9,5% no tíquete refeição, que passa de R$ 18,26 para R$ 20. Foram conquistadas ainda algumas “cláusulas sociais”, como ele define. Entre elas, estão a prioridade de contratação para trabalhadores formados na escolinha dos sindicatos e a possibilidade de apresentar atestados médicos após o período de afastamento por doença. Atestados de óbito e nascimento também seguem a mesma lógica. Também foram concedidos alguns direitos, como financiamento da Carteira Nacional da Habilitação para manobristas e motoristas de microônibus, e a aprovação do esquema de permuta, para que os trabalhadores possam realizar viagens. “Grande parte dos rodoviários é do interior. Todos têm direito a uma folga sábaod ou domingo, agora, eles poderão fazer permuta, trocar ocm outro colega para que possam viajar e visitar as famílias”, explica Primo. Atualmente, segundo informações da Integra, consórcio de empresas que administra o serviço, a frota de Salvador conta com 2,4 mil ônibus e 1,3 milhão de usuários por dia. As informações são do jornal Correio*.

15 de maio de 2019, 17:45

SALVADOR Vereador quer museu do Petróleo no Subúrbio

Foto: Divulgação

Vereador ugere a implantação de um museu para visitação popular

De autoria do vereador demista Orlando Palhinha, tramita na Câmara Municipal de Salvador os projetos de indicação 289 e 290/2019, sugerindo a implantação de um museu para visitação popular, no local do primeiro poço de petróleo do Brasil. A proposta é de que o governo do estado ou a prefeitura municipal realizem uma parceria público privada com a Petrobrás. O primeiro poço de petróleo perfurado em todo o território nacional foi em Salvador, no Subúrbio Ferroviário, no bairro do Lobato. O poço denominado DNPM-163 foi descoberto por Oscar Cordeiro e Manoel Inácio Bastos, em 1939, restando somente um monumento, no local, que hoje está abandonado. Palhinha disse que acha importante ter um museu no subúrbio, para incentivar a cultura local, além de ser mais um ponto a ser visitado por turistas e também pelos soteropolitanos. “Não podemos deixar esse fato histórico da nossa cidade se perder. Precisamos valorizar cada detalhe da história para enriquecer a nossa cultura” afirmou o edil.

15 de maio de 2019, 17:15

SALVADOR Vereadores solicitam a Rui diálogo com universidades estaduais

Foto: Antonio Queirós/CMS

A vereadora Aladilce Souza (PCdoB)

Vereadores de Salvador assinaram uma solicitação para que o governador Rui Costa (PT) retome o diálogo com os representantes das universidades estaduais, em greve, desde 8 de abril. A solicitação encaminhada à Governadoria leva o nome dos vereadores Aladilce Souza (PCdoB), Ana Rita Tavares (PMB), José Trindade (sem partido), Marcos Mendes (PSOL), Marta Rodrigues (PT), Moisés Rocha (PT), Sílvio Humberto (PSB) e Suíca (PT). Eles pedem que o governador reponha os salários cortados dos trabalhadores em greve e dialogue com a liderança do movimento para encontrar uma solução. “As reivindicações dos professores e demais servidores das universidades estaduais são justas e merecem a atenção do governador”, diz Aladilce. “Vivemos um momento delicado na educação, por isso apelamos para que o governador se sensibilize e resolva esse impasse. Precisamos, mais do que nunca, fortalecer o ensino público que está sob a mira do presidente da República”, completou. No ofício enviado ao governador na terça-feira (14), os vereadores destacam a importância do diálogo “para reforçar o comprometimento do Governo do Estado com o serviço público, com seus servidores e com a educação pública na Bahia”.

15 de maio de 2019, 14:00

SALVADOR Prefeitura e Caixa firmam acordo para retomar construção de moradias em Tubarão

Doze anos após a contração de recursos, obras paralisadas em 2010 e diversos obstáculos depois, que resultaram no abandono do local, 236 famílias deverão, em pouco mais de um ano, realizar o sonho de receber uma unidade habitacional do Empreendimento Vila Solidária Mar Azul, em Tubarão, no Subúrbio Ferroviário. Um Termo de Acordo e Compromisso (TAC) foi assinado pela Prefeitura e Caixa nesta quarta-feira (15), no Palácio Thomé de Souza, no Centro, que vai possibilitar o investimento municipal de R$1,5 milhão para ações de infraestrutura no conjunto. O documento foi assinado pelo prefeito em exercício, Bruno Reis, e pelo superintendente regional da Caixa, Kléber Paz, na presença de demais secretários e gestores municipais, vereadores e representantes dos beneficiários do conjunto habitacional. Os recursos municipais serão destinados à pavimentação, ligação de água e energia, esgotamento sanitário, drenagem de águas pluviais e iluminação. “Incomodava bastante passar por Tubarão e ver o empreendimento em ruínas. Muitas pessoas já haviam perdido a esperança de retomada dessa obra, situada em um dos locais mais bonitos de Salvador. Esta parceria com a Caixa dá uma solução definitiva para o problema”, afirmou Bruno Reis. O prefeito em exercício ainda complementou que, além de toda a qualidade a ser aplicada na construção das unidades, já foi construída nas imediações a Unidade de Saúde da Família (USF) de Tubarão. A praça, a quadra e o centro comunitário também serão requalificados e já está em fase de identificação de terreno para construção de uma creche no local.

15 de maio de 2019, 11:43

SALVADOR Ato contra cortes da Educação reúne 25 mil no Campo Grande, diz organização

Foto: Marina Silva / Correio*

Manifestantes realizam ato em Salvador contra cortes na Educação

Estudantes, professores e funcionários de instituições de ensino públicas e particulares participam do ato contra os cortes na Educação, que acontece na Praça do Campo Grande, nesta quarta-feira (15). As aulas foram suspensas em diversas escolas de Salvador, por causa da manifestação. Os manifestantes vão caminhar até a Praça Castro Alves. O ato também acontece em outras cidades do país. De acordo com a organização, cerca de 25 mil pessoas participam do protesto. A concentração começou por volta das 9h, e os manifestantes saíram em caminhada por volta das 10h. Em nota, a Polícia Militar informou que equipes do 18º BPM estão acompanhando uma manifestação e que até o momento não há registro de ocorrência. A PM disse ainda que divulga estimativa de público. Tito Marcos, 46, professor das redes estadual e municipal, que participa da manifestação cobra explicações do governo sobre os cortes nas instituições. “A manifestação é de suma importância no sentido de mostrar à sociedade que o governo está começando o desmonte, começando por algo que é esencial, que é educação, saúde. São bens essenciais para o povo brasileiro. A gente quer entender qual a lógica do governo que diz querer que o Brasil cresça, mas corta investimentos em Educação”, disse.

Correio*

15 de maio de 2019, 10:57

SALVADOR Lorena entrega Título de Cidadão de Salvador a Embaixador de Israel

Foto: Câmara Municipal

Solenidade aconteceu ontem, na Câmara

O estabelecimento do Estado de Israel se deu há 71 anos, em 8 de maio, data em que são realizados eventos festivos. Em Salvador, a celebração pela conquista da independência aconteceu, na Câmara Municipal, em sessão solene que também homenageou o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Avralham Shelley, com o Título de Cidadão de Salvador. A atividade, realizada no Plenário Cosme de Farias, foi presidida pela vereadora Lorena Brandão, na noite desta terça-feira (14), no Plenário Cosme de Farias. “Essa é a data mais importante para o povo judeu. Salvador está tendo a honra de poder fazer essa homenagem e eu me sinto muito honrada de estar à frente dessa sessão”, disse a vereadora. “Estamos celebrando ainda mais a união entre o país e a Terra Santa. Esse é um ato profético de agradecimento a Deus pela união entre Brasil e Israel”, completou Lorena. A sessão contou com a participação do secretário-executivo de Relações Institucionais da Casa, Heber Santana. “É importante esse reconhecimento pelo que o Estado de Israel representa e pode contribuir para o crescimento do nosso estado, especialmente na área de tecnologia que eles dominam e nós ainda temos alguns desafios a serem superados”, destacou Heber. Em 71 anos de história, a nação se destaca no mundo com conquistas impressionantes. Até hoje, o Estado de Israel conquistou 12 Prêmios Nobel. Israel é o país que mais recursos investe no tratamento e reciclagem de água e também é o criador em irrigação por gotejamento, técnica que transforma desertos em terras cultiváveis. Desde o início dos anos 50, a nação assumiu o compromisso de desenvolver tecnologias ambientalmente corretas para lidar com seus escassos recursos energéticos e de água. Atualmente, pelo menos 90% das residências israelenses usam energia solar para aquecer a água. Em Israel foi inventado o telefone celular, fósforo e o pen drive. “Comemoramos o jubileu de ouro de Israel nesse Plenário. Salvador tem toda pertinência para abrigar uma sessão como essa. O mundo hoje volta a ter um discurso de ódio em relação aos judeus. Será que toda catástrofe vivida pelo mundo não foi suficiente para entender que o discurso de ódio leva à morte?”, pontuou o presidente da Sociedade Israelita da Bahia, Miguel Kertzman, também ex-vereador. Conduzido ao Plenário Cosme de Farias pelo bispo Atila Brandão e sua esposa Maílde, presidentes do Ministério Batista Internacional Caminho das Árvores (MBICA), o embaixador Yossi Avralham Shelley agradeceu a homenagem e destacou a cultura, história, belezas naturais e culinária soteropolitanas como uma das mais ricas que conheceu. Yossi falou também sobre a situação política do país e seu posicionamento no mundo. “Os judeus vão ser a luz para os pobres. É um país que ajuda outros com a tecnologia e conhecimento que gera”, afirmou. Ocupando o cargo há dois anos, essa é a segunda vez que visita a cidade. “Estou feliz em receber esse título em uma cidade tão rica como Salvador. É uma honra ser o mais novo soteropolitano”, afirmou Yossi Shelley. A sessão, que contou com diversas apresentações artísticas, foi encerrada pelo Coral Cantando o Agora. Também fizeram parte da mesa da sessão solene o desembargador Maurício Kertzman, representando o presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, o bispo Eliseu Cavalcante e o rabino Mariano Belprado.

Fonte da notícia: Secom

14 de maio de 2019, 22:00

SALVADOR ACM Neto quer realizar conferência do clima em Salvador

Foto: Reprodução/Facebook

O prefeito ACM Neto (DEM)

Mesmo com o cancelamento por parte do governo federal de uma conferência sobre mudanças climáticas que estava prevista para acontecer em Salvador entre os dias 19 e 23 de agosto, o prefeito ACM Neto (DEM) informou nesta terça-feira (14) que a capital baiana tem interesse em receber o evento, que é organizado pela ONU. “Estamos dispostos a fazer todo o esforço possível para manter o evento aqui. Já orientei o secretário André Fraga no sentido de fazer contato com os responsáveis pelo evento para saber se existe a possibilidade de de a conferência ser realizada em parceria com a Prefeitura, mesmo sem o apoio do governo federal”, afirmou Neto. De acordo com o prefeito, a realização da conferência em Salvador é muito importante para a economia da cidade e para que a Prefeitura possa mostrar os programas que está desenvolvendo dentro da agenda climática. O secretário André Fraga (Cidade Sustentável) disse que pelo menos 4.000 pessoas de todos os continentes estavam previstas para participar da conferência da ONU em Salvador. “Vou seguir as recomendações do prefeito ACM Neto e dizer para os organizadores do evento que nossa cidade está preparada para realizar a conferência. Temos toda a infraestrutura para receber muito bem os participantes do evento e debater os problemas que afetam o clima em todo o mundo”.

14 de maio de 2019, 21:53

SALVADOR Centro de Convenções está 40% concluído

Foto: Divulgação

O Vice-prefeito Bruno Reis (DEM) e comitiva vistam as obras do Centro de Convenções de Salvador

“Vamos recolocar a capital baiana no mapa dos grandes eventos e congressos, estimulando a economia com o fortalecimento da nossa vocação turística”, afirmou o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Bruno Reis, que inspecionou o andamento da construção do novo Centro de Convenções de Salvador, nesta terça-feira (14), acompanhado do presidente da Câmara Municipal, Geraldo Júnior, de diversos vereadores e da equipe da Prefeitura. De acordo com Bruno Reis, o equipamento está 40% concluído e deve ser entregue em novembro deste ano. “Também vamos repaginar o entorno do Centro de Convenções, com obras como o Parque dos Ventos, ao lado da Arena Daniela Mercury”, pontuou Bruno, que destacou a importância da obra para gerar empregos em Salvador. O Centro de Convenções, segundo o secretário de Obras, será o terceiro maior do país, com capacidade para receber 14 mil pessoas ao mesmo tempo em congressos. O empreendimento contará com 37 mil metros quadrados de terreno construído, em uma área de pouco mais de 103 mil metros quadrados. Com três pavimentos, 100% climatizado e com acessibilidade, o equipamento terá dois locais para shows, cada um com capacidade para 20 mil pessoas, um externo e outro interno, com 28 camarotes de 50 metros quadrados – moduláveis para atender aos dois espaços multiusos. Os camarotes poderão se transformar em salas de reunião quando não houver shows. O novo centro contará também com oito auditórios moduláveis de 800 metros quadrados cada, além de estacionamento para mais de 1,4 mil veículos.

14 de maio de 2019, 20:25

SALVADOR Comissão de Educação da Câmara se reúne com secretário Bruno Barral

Foto: Divulgação

Vereadores se reúnem com o secretário municipal de Educação, Bruno Barral

Os vereadores integrantes da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Salvador (CMS) se reuniram nesta terça-feira (14) com o secretário municipal de Educação, Bruno Barral, para tratar de temáticas relativas à pasta. “Conversamos sobre eleição para gestoras escolares, distribuição dos professores nas salas de aula, situação da educação inclusiva e a segurança nas escolas”, enfatizou o presidente da Comissão, vereador Toinho Carolino (Podemos). “Também solicitamos um posicionamento da Smed e o acompanhamento periódico do secretário para todas essas demandas”, pontuou. Os membros da Comissão indicaram a necessidade de diálogo institucional entre a SMED, a comunidade escolar e os vereadores, na busca de soluções para os problemas enfrentados na pasta. “A reunião foi produtiva e esclareceu dúvidas da Comissão. Será definido um cronograma de visitas conjuntas às escolas, além de reuniões mensais para informação sobre as providências adotadas na rede municipal. Essas ações são fundamentais para conseguirmos garantir uma educação mais eficiente para nossos alunos de escolas públicas do ensino fundamental de Salvador”, finalizou Carolino.

14 de maio de 2019, 19:55

SALVADOR Bruno Reis assume Prefeitura interinamente nesta quarta-feira

Foto: Divulgação

O vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis

O vice-prefeito de Salvador e Secretário municipal de Infraestrutura e Obras de Salvador, Bruno Reis (DEM), assume a Prefeitura interinamente nesta quarta-feira (15), quando o prefeito ACM Neto (DEM) viaja a Londres para participar da Conferência Brasil Fórum UK. Durante o evento, o gestor da capital baiana vai participar do painel “Fomentando o Empreendedorismo no Brasil”, oportunidade em que irá apresentar o programa Salvador 360. Neto reassume o cargo na próxima segunda-feira (20).

14 de maio de 2019, 19:25

SALVADOR Heber Santana é empossado secretário de Relações Institucionais da Câmara

Foto: Antonio Queirós/CMS

Posse do secretário-executivo de Relações Institucionais da Câmara, Heber Santana

Em solenidade realizada no Salão Nobre da Câmara Municipal de Salvador (CMS), na tarde desta terça-feira (14), o ex-vereador Heber Santana foi oficializado secretário-executivo de Relações Institucionais da Casa. O cargo será responsável pela interlocução entre o Legislativo municipal e as diversas esferas do Poder Público. Segundo o presidente da Câmara, vereador Geraldo Júnior (SD), o secretário será o “fiel escudeiro da Mesa Diretora” diante dos Executivos Municipal e Estadual, Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Câmara dos Deputados, Senado e Governo Federal. “É uma das funções mais importantes desta Casa. É uma função que reserva cuidado em relação aos vereadores e em relação a esta Casa, enquanto Casa do Povo”, declarou Geraldo. Após assinar o termo de posse, juntamente com o presidente da Câmara e o diretor Administrativo André Ferraz, Heber falou da oportunidade de representar a Câmara. “Farei jus ao cargo com muita alegria, com muita reponsabilidade venho para ajudar e cooperar, sabendo que os desafios são grandes, mas os caminhos das realizações são os mais difíceis”, afirmou. A cerimônia contou com as presenças de vereadores, e dos ex-vereadores Eliel Santana (pai de Heber) e Alberto Braga (PSC), vereador licenciado e presidente da Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel).

14 de maio de 2019, 17:00

SALVADOR Rodoviários entram em acordo e suspendem greve de ônibus

Foto: Divulgação

Rodoviários decidiram aceitar a proposta de 5,1% de aumento para a categoria

A greve dos rodoviários está suspensa. Após reunião nesta terça-feira (14), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), no bairro de Nazaré, o Sindicato dos Rodoviários de Salvador entrou em acordo com os empresários e a paralisação prevista para quinta-feira (16) foi cancelada. De acordo com o secretário municipal de Mobilidade (Semob) Fábio Mota, hoje, as partes firmaram acordo e os rodoviários decidiram aceitar a proposta de 5,1% de aumento para a categoria. Além disso, os empresários ofereceram um aumento de aproximadamente 9,5% no tíquete refeição, que passa de R$ 18,26 para R$ 20. Já o assessor de relações de trabalho do Consórcio Integra, Jorge Castro, disse que a reunião, que durou aproximadamente duas horas, foi pacífica. “Foi tudo muito tranquilo e chegamos a um acordo que agradasse às partes. Fizemos alguns ajustes solicitados, mas nenhuma concessão específica, nenhuma mudança drástica. Deu tudo certo”, resumiu. O anúncio de que haveria greve foi formalizado pelos rodoviários em uma publicação oficial nas edições de sábado (11) e domingo (12) de um jornal da cidade. A categoria reivindicava 8% de aumento no salário e 15% no tíquete refeição, e não tinha ficado satisfeita com a proposta dos representantes da classe patronal, de 3,3% de reajuste. Segundo informações da Integra, consórcio de empresas que administra o serviço, a frota de Salvador atualmente conta com 2,4 mil ônibus e 1,3 milhão de usuários por dia. As informações são do jornal Correio*.

14 de maio de 2019, 14:45

SALVADOR Alan Sanches pede o retorno da gestão plena dos recursos da saúde em Salvador

Foto: Divulgação

Deputado estadual Alan Sanches (DEM)

O deputado estadual Alan Sanches (DEM), em plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), pediu o retorno da gestão plena dos recursos da saúde, atualmente compartilhada com o governo do Estado. Conforme ressalta o deputado, que é médico por formação e vice-presidente da comissão de Saúde e Saneamento Básico da Assembleia Legislativa, hoje o Executivo estadual gerencia em torno de 60% do teto financeiro, e Salvador 40%. “Contudo, além de Salvador ser a única capital onde a gestão da saúde é compartilhada e essa divisão de verba ir de encontro ao que prega o SUS (Sistema Único de Saúde), o disparate pode ser comprovado em levantamento da lista única, em que todas as solicitações do município são encaminhadas para ela, mas que, em um período de seis meses, de um total de 17 mil solicitações, apenas 1.400 foram atendidas, algo em torno somente de 8%. Portanto, está claro que Salvador precisa retomar a gestão plena, de forma que possa atender aos seus munícipes de forma satisfatória, que possa avançar ainda mais em suas ações”, frisou, complementando que os dados mostram existir ainda: “uma espécie de perseguição para com o município. “O que não pode ocorrer, pois além de estarmos falando de vidas, o governo do Estado tem que ser apoiador da capital em ações de saúde e não fazer uma ineficiente gestão compartilhada”, completou.