11 de janeiro de 2012, 11:56

SALVADOR Operários da Construção Civil protestam na Av. Sete

Funcionários das Construtoras Prime e RTA bloquearam a Avenida Sete nesta quarta-feira. De acordo com Fernando Galvão Filho, líder do movimento, os trabalhadores protestam contra o atraso no pagamento do salário desde dezembro. Segundo ele, os funcionários só vão liberar a via após acordo com a empresa. Por conta da manifestação, o trânsito está lento no local. (A Tarde)

11 de janeiro de 2012, 11:16

SALVADOR Prefeitura diz que água vai continuar sendo jogada na praia da Barra

Diante das imagens da grande poça de água imunda sujando a barra – e a Barra – de Salvador, publicadas ontem pelo CORREIO, o que todos querem saber é o que será feito. Se a pergunta não quer calar, a resposta da prefeitura fala alto ao coração dos soteropolitanos: é assim mesmo e não tem como mudar. Após verificar o local, ontem, a Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop), órgão da prefeitura responsável pelo cano que despeja a água suja na praia, concluiu que se trata mesmo de água de chuva, drenada por uma rede subterrânea, e que vai parar em rios e praias. “Não há projeto da prefeitura para reverter essa situação. Não há onde despejar a água da chuva e a drenagem precisa ser feita para evitar alagamentos”, justificou o gerente de operações da Sucop, Valdir Guerreiro. “O que nós temos é o sifonamento das caixas de sarjeta, que captam a água quando chove e não deixa passar objetos como roupas e garrafas. Mas não tem jeito, a água tem que ser escoada para não causar inundações”, explica. (Correio)

11 de janeiro de 2012, 10:42

SALVADOR Foi um erro votar projeto que altera orla de Salvador, diz Pelegrino

Foi um erro votar projeto que altera orla de Salvador, diz Pelegrino

Em entrevista a Terra Magazine, o pré-candidato petista à Prefeitura de Salvador, o ex-deputado federal Nelson Pellegrino, criticou o método usado para aprovar o projeto de lei do prefeito João Henrique Carneiro (PP). “Foi um erro ter colocado este projeto em votação. Não deveria ter sido votado. Está sub judice. Houve uma decisão da Justiça, suspendendo a tramitação do PDDU”, afirmou. “É uma coisa que deveria ser melhor debatida com a cidade, não podia ser votada de afogadilho, do jeito que foi”. Com a bancada liberada, quatro vereadores petistas ajudaram a aprovar os itens propostos pelo prefeito. A elevação do gabarito de prédios na orla, que provoca polêmica devido à diminuição da incidência de sol nas praias, não é uma ideia refutada por Pellegrino. O pré-candidato, derrotado na eleição de 2004, condiciona a estudos a realização de intervenções verticiais na beira-mar. Ele também evitou comentários diretos sobre a preponderância das imobiliárias na ocupação urbana de Salvador. “A cidade precisa crescer, mas este crescimento precisa ser orientado sob o ponto de vista urbanístico e ambiental”, opinou. leia a entrevista completa no site Terra Magazine.

11 de janeiro de 2012, 08:22

SALVADOR PM desmantela quadrilha que tinha soldado do exército

Uma quadrilha que assaltava transeuntes na região da Prainha e no campo da UFBA em Barreiras, a 898 km de Salvador, tinha entre seus integrantes um soldado e um ex- soldado do exército. Os acusados são respectivamente, Gustavo Silva Almeida, 20 anos, soldado do 4º Batalhão de Engenharia de Construção, e Taigo Nunes Guanais, 20 anos. Vítimas de assaltos que ocorreram nos últimos meses estiveram na terça,10, no Complexo Policial da cidade para reconhecer três supostos integrantes da quadrilha que agia naquelas imediações. O terceiro acusado apreendido é um menor de idade, de 17 anos. Com os assaltantes, os policiais militares encontraram quatro revólveres e farta munição. (A Tarde)

11 de janeiro de 2012, 08:08

SALVADOR Construção do Píer na Ribeira está regularizada, diz Inema

O Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) informa que, após receber a denúncia referente à construção do píer, na Ribeira, encaminhou uma equipe de fiscalização até o local, para que fosse verificada a existência da documentação de licença ambiental e demais documentos necessários para a construção do empreendimento em questão. Após a visita técnica ao local, foi solicitado ao proprietário da construção, o Sr. Arivaldo Lemos de Santana, que apresentasse toda a documentação existente da obra. O Sr. Arivaldo Santana esteve no Inema, na tarde desta terça-feira, e apresentou toda a documentação do empreendimento. A Coordenação de Fiscalização Ambiental do Inema após analisar a documentação constatou que o empreendimento se encontra regularizado, com licença ambiental expedida pelo órgão municipal, seguindo todo o trâmite burocrático necessário para a construção do píer. Os documentos apresentados foram: 1. Licença ambiental expedida pela Superintendência de Meio Ambiente da Prefeitura (SMA) – Portaria 058/2010, para implantação do píer de atracação para embarcações de recreio; 2. Autorização da Capitania dos Portos para construção de atracadouro; 3. Certidão Nº 23/95 emitida pela Superintendência do Patrimônio da União (SPU); 4. Alvará de Licença Nº 16207 da Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom), para execução de empreendimentos de edificação; 5. Cópia do Procedimento Administrativo Nº 006/1998 do Ministério Público Estadual promovendo o arquivamento do processo; 6. Anuência Prévia da Sema Nº 91/2008 para empreendimento localizado na APA Baía de Todos os Santos.

11 de janeiro de 2012, 08:05

SALVADOR Liminar proíbe mais uma vez desfile de jegues na Lavagem do Bonfim

Caracterizado de Charlie Chaplin, Ubiratan Tavares, 70, estará amanhã na tradicional festa do Senhor do Bonfim, protestando. “Eu quero meu jegue, cadê o meu jegue?!”, ouvirá quem caminhar próximo a ele, que reivindica o direito de desfilar com o animal que desde 1986 o acompanha no cortejo e que o tornou conhecido como Bira do Jegue. Ana Rita Tavares, presidente da Federação Baiana de Entidades Ambientalistas Defensoras dos Animais (Febadan) também protestará. “Nossa luta é pelo direito à vida, pelo respeito aos animais, que ao longo de mais de 220 anos de festa foram maltratados”, explica. O motivo pelo qual Bira do Jegue não poderá comemorar o seu aniversário de 71 anos na festa com seu amigo, o jegue, é uma renovação da liminar que proíbe “a participação de carroças conduzidas ou puxadas por animais, em destaque os equinos”, sob pena de multa de R$ 90 mil em caso de descumprimento. A decisão foi expedida ontem pela 6ª Vara da Fazenda Pública, assinada pelo juiz Ruy Eduardo Almeida Brito. (Correio)

11 de janeiro de 2012, 08:02

SALVADOR Rui e Leão divergem sobre gestão do metrô

Foto: Divulgação

Rui Costa

Um novo capítulo deixa claro que o governo estadual e o executivo municipal não se entendem quando o assunto é mobilidade urbana, em especial as obras do metrô da capital baiana. Em entrevista ontem, o recém-empossado secretário da Casa Civil, deputado licenciado Rui Costa (PT), incendiando ainda mais o conturbado cenário, não hesitou em declarar que “foi um erro grande a cidade de Salvador ter aceitado ser gestora do metrô”. Conforme ele, o mais acertado é que o Estado assuma a responsabilidade pelo modal. Sem poupar críticas, Rui Costa foi mais além e disparou que: “o município que mal consegue tapar buracos e fazer limpeza das ruas não vai ter recursos para subsidiar um transporte de massa. Esse foi um erro lá atrás, a gestão do metrô tem que ficar com o Estado”, afirmou complementando que: “Se São Paulo, a cidade mais rica em arrecadação do país, entende que não é capaz de gerir o metrô e passou a responsabilidade para o Estado, como Salvador, uma das mais pobres, acha que pode gerir o metrô?”. Leia mais na Tribuna.

11 de janeiro de 2012, 07:36

SALVADOR Taxista é morto a facadas e tem carro roubado em Piatã

Um taxista morreu depois de ser esfaqueado durante um assalto, no bairro de Piatã, na noite desta terça-feira. Segundo informações da Central de Polícia, Manoel Francisco dos Santos, 72 anos, teve o carro roubado e foi abandonado ferido pelos bandidos na praça de Piatã. Uma viatura da Polícia Militar que passava pelo local prestou socorro ao taxista e, a caminho do hospital, os policiais pararam uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que socorreu a vítima. Manoel não resistiu aos ferimentos e morreu no Posto Médico Hélio Machado, em Itapuã. Segundo informações da Polícia Civil, o táxi de Manoel já foi encontrado, também abandonado. A princípio, o caso é tratado pela polícia como latrocínio – roubo seguido de morte. (Correio)

11 de janeiro de 2012, 07:34

SALVADOR União multa e embarga obra na Ribeira

Sem autorização da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), a estrutura de alvenaria que vinha sendo construída na Marina Píer Norte, na Ribeira, foi embargada e multada na manhã de ontem. Apesar da existência de um alvará, expedido pela Superintendência de Uso e Ordenamento do Solo do Município (Sucom), que teoricamente autorizava a construção, a obra ocupa irregularmente área pertencente à União e, por isso, não pode ser executada sem as devidas permissões. O caso, noticiado com exclusividade pela Tribuna da Bahia na última segunda-feira, dia 9 de janeiro, ganhou repercussão entre os órgãos competentes e causou comoção na população. Ontem, representantes da SPU estiveram no local e constataram que a obra, de fato, era irregular. A construção foi embargada e o dono, apontado por moradores locais como Arivaldo Lemos Santana, foi multado em R$ 30 mil. “Tomamos conhecimento da obra na segunda-feira e hoje (terça-feira) deslocamos uma equipe de fiscalização que verificou que a área é mesmo um espelho d’água de interesse da União e que não há qualquer projeto que tenha passado por esta Superintendência, órgão regulador de toda a área de marinha na Bahia”, explicou Rafael Antônio Rocha Dias, superintendente do Patrimônio da União na Bahia. Ainda segundo ele, apesar da alegação do proprietário de que teria alvará expedido pela Sucom para construir no local, não é competência do Município liberar área da União. Leia mais na Tribuna.

11 de janeiro de 2012, 06:53

SALVADOR Peemedebista elogia ação do Ministério Público em relação à LOUS

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) elogiou, em conversa com o Política Livre, a ação do Ministério Público com relação à votação da Lei de Ordenamento e Uso do Solo (LOUS), criticada pelo secretário municipal da Casa Civil, João Leão, que disse que o MP invadiu o direito que os vereadores têm de votar. “O Ministério Público agiu de forma correta. De forma incorreta agiram eles. O Ministério Público discordou da forma, de não discutir com a população.  O Ministério Público está de parabéns, cumprindo a tarefa que a Constituição deu pra eles”, defendeu. (Thiago Ferreira)

11 de janeiro de 2012, 06:51

SALVADOR Secretário da Casa Civil chama de “absurda” ação do MP e diz que oposicionistas “querem aparecer”

O secretário da Casa Civil de Salvador, João Leão, comentou, em entrevista durante o almoço de membros do PP com a imprensa, a ação do Ministério Público com relação à votação da Lei de Ordenamento e Uso do Solo (LOUS) e a atitude de cinco vereadores da bancada de oposição. “Rapaz, o que o Ministério Público fez com a Câmara é um absurdo. O Ministério Público fez cassar o direito de voto do parlamentar. Eu só vi isso na época da Ditadura Militar. O direito de voto é inviolável. O Ministério Publico é o fiscal da lei, não é a lei. O Ministério Público pisou na bola. Eles (os vereadores de oposição) estão querendo aparecer”, criticou. (Thiago Ferreira)

11 de janeiro de 2012, 06:47

SALVADOR Leão diz que empresa espanhola pode participar da licitação do metrô

O chefe da Casa Civil de Salvador, João Leão, afirmou que as empresas estatais espanholas, Feve e Euskotren, que virão a Salvador gerir gratuitamente o metrô nesta fase inicial e avaliar o modal têm o interesse de vir ao Brasil e participar do processo licitatório posterior. A declaração de Leão foi uma resposta a este Política Livre que questionou o secretário sobre o nível de participação destas empresas no processo. Leão explicou ainda que o que a prefeitura quer em relação ao Estado é uma contrapartida. Segundo ele, o raciocínio é o mesmo ao aplicado com relação a Embasa, em que foi acordado um valor a ser pago pela estatal pela utilização da água e do esgoto de Salvador. Ele disse que a Prefeitura precisa ser ressarcida pelo que aplicou na linha 1 do metrô. O secretário municipal criticou ainda o ex-prefeito e pré-candidato do PMDB à Prefeitura, Mário Kertész, dizendo que o metrô começou a ser construído na administração dele, que ele ficou sete anos e não conseguiu resolver a situação, que não foi solucionada por nenhuma das gestões posteriores. (Thiago Ferreira)

11 de janeiro de 2012, 06:46

SALVADOR Leão e Negromonte saem em defesa de JH e respondem declarações de Rui Costa sobre metrô

O secretário municipal da Casa Civil de Salvador, João Leão, e o ministro das Cidades, Mário Negromonte, saíram em defesa do prefeito da capital baiana, João Henrique, em relação às declarações do recém-empossado chefe da Casa Civil do governo do estado, Rui Costa, em defesa do Estado gerir o metrô. “O município que mal consegue tapar buracos e fazer limpeza das ruas não vai ter recursos para subsidiar um transporte de massa. Esse foi um erro lá atrás. A gestão do metrô tem que ficar com o Estado”, declarou Costa em entrevista à rádio Tudo FM. Leão afirmou que não queria acreditar nestas declarações, “do amigo Rui Costa”, e disse que se o Estado quiser administrar a “rentável” linha 1 do metrô, que fique também com “o osso”, referindo-se aos trens do Subúrbio. O chefe da Casa Civil de João Henrique afirmou que “quem vai gerir o metrô vai ser uma PPP”. Negromonte afirmou que o Estado “tem responsabilidade” com Salvador e deve ajudar a capital, assim como ajuda outros municípios do estado. (Thiago Ferreira)

10 de janeiro de 2012, 20:49

SALVADOR Peemedebista elogia ação do Ministério Público em relação à LOUS

O deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB) elogiou, em conversa com o Política Livre, a ação do Ministério Público com relação à votação da Lei de Ordenamento e Uso do Solo (LOUS), criticada pelo secretário municipal da Casa Civil, João Leão, que disse que o MP invadiu o direito que os vereadores têm de votar. “O Ministério Público agiu de forma correta. De forma incorreta agiram eles. O Ministério Público discordou da forma, de não discutir com a população.  O Ministério Público está de parabéns, cumprindo a tarefa que a Constituição deu pra eles”, defendeu. (Thiago Ferreira)

10 de janeiro de 2012, 19:43

SALVADOR Secretário da Casa Civil chama de “absurda” ação do MP e diz que oposicionistas “querem aparecer”

O secretário da Casa Civil de Salvador, João Leão, comentou, em entrevista durante o almoço de membros do PP com a imprensa, a ação do Ministério Público com relação à votação da Lei de Ordenamento e Uso do Solo (LOUS) e a atitude de cinco vereadores da bancada de oposição. “Rapaz, o que o Ministério Público fez com a Câmara é um absurdo. O Ministério Público fez cassar o direito de voto do parlamentar. Eu só vi isso na época da Ditadura Militar. O direito de voto é inviolável. O Ministério Publico é o fiscal da lei, não é a lei. O Ministério Público pisou na bola. Eles (os vereadores de oposição) estão querendo aparecer”, criticou. (Thiago Ferreira)