19 de setembro de 2018, 21:30

SALVADOR Cinco mil atletas participam da Maratona Cidade de Salvador 2018

Tudo pronto para a segunda Maratona Cidade de Salvador, que será realizada neste domingo (23) com quase o dobro de participantes da primeira edição. Dessa vez, 5 mil atletas participam da competição. Com quatro modalidades, a maratona abrange corredores de diferentes performances e níveis técnicos, com possibilidade para os iniciantes, que optaram pelos 5k ou 10k; para aqueles que se prepararam por mais tempo e correm os 21k; e para um grupo ainda mais seleto que completará os 42k, modalidade que dá nome a prova. Os resultados da prova 42k são válidos para o Ranking Brasileiro de Maratonas, e a competição já faz parte do calendário nacional desde a sua primeira edição. Atletas de todos os estados participam do evento. São turistas de 212 cidades (quase 41% do total), além dos atletas de Salvador, que farão desse um dos maiores eventos esportivos do Nordeste. Ao todo, 33,76% dos atletas inscritos são mulheres e 66,24% homens. Nesse universo, cerca de 350 têm acima de 60 anos. Dentro das modalidades, o maior número de participantes correrá a Meia Maratona (21k), sendo ao todo 34,6%. “A maratona foi planejada e é projetada para realmente ser um grande evento, para chamar a atenção de todo país. O esporte é uma importante ferramenta motivacional e de transformação e tem um apelo turístico impressionante. A Prefeitura toda se engajou para fazer esse produto se transformar no que é, para garantir aos atletas locais um evento dessa magnitude, assim como para atrair os atletas amadores e profissionais de todo o mundo”, ressalta o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington.

19 de setembro de 2018, 20:16

SALVADOR Carballal oficializa apoio a Leo Prates e a Sérgio Carneiro

Foto: Divulgação

Leo Prates, Henrique Carballal e Sérgio Carneiro

O líder do governo na Câmara Municipal de Salvador (CMS), vereador Henrique Carballal (PV), oficializou, na noite desta quarta-feira (19), apoio a Leo Prates (DEM) e Sérgio carneiro (PV), candidatos aos cargos de deputado estadual e deputado federal, respectivamente. O evento reuniu centenas de apoiadores do mandato do vereador Carballal que lotaram a Associação Bahiana de Supermercados (Abase), no bairro de Jardim Armação. “Votar em Leo Prates e em Sérgio Carneiro é votar pelo bem da Bahia. Precisamos de uma voz como a de Leo Prates na Assembleia Legislativa da Bahia, uma voz que nos represente, uma voz que defenda a saúde, a educação e que defenda uma gestão buscando sempre o bem comum”, disse o vereador Carballal, ao destacar também as virtudes do candidato Sérgio Carneiro. “Sérgio Carneiro é um homem íntegro, de carreira política ilibada, ficha limpa e reconhecido pelo DIAP como um dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. Além disso, ele tem experiência de sobra na vida pública como secretário do Meio Ambiente, chefe da Casa Civil do Governo do Estado, vereador e procurador da Câmara dos Deputados. Tenho certeza que a experiência de Sérgio Carneiro e a juventude de Leo Prates vão ajudar, e muito, nosso futuro governador, José Ronaldo, a colocar a Bahia no caminho certo”.

19 de setembro de 2018, 17:15

SALVADOR Prefeito ACM Neto diz já ter sido “vítima” do Ibope

Foto: Werther Santana/Estadão

O prefeito ACM Neto (DEM)

O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou nesta quarta-feira (19) que já foi “vítima” do Ibope. Neto, que também ocupa o cargo de presidente nacional do Democratas, lembrou que na eleição para prefeito, em 2012, o instituto de pesquisa dava como certa a vitória do candidato petista, deputado federal Nelson Pelegrino. “O Ibope tem o hábito de cometer muitos erros. Eu fui vítima em 2012. Se dependesse do Ibope, o Pelegrino teria passado a minha frente no segundo turno e até vencido. A pesquisa não revela e nem retrata a realidade”, disse o gestor do município, ao reafirmar que a coligação do candidato ao governo do Estado, José Ronaldo (DEM), pedirá uma auditoria na pesquisa Ibope divulgada na noite de terça-feira (18), na qual o governador Rui Costa (PT) aparece com 60% das intenções de votos contra 7% de José Ronaldo.

19 de setembro de 2018, 15:37

SALVADOR Lorena Brandão é nomeada diretora da Unipas em Salvador

Foto: Divulgação

Nomeação aconteceu no gabinete do bispo patriarca do MBICA, Átila Brandão

A bispa do Ministérios Batista Internacional Caminho das Árvores e vereadora Lorena Brandão (PSC) foi nomeada na última terça-feira (18) como diretora em Salvador da União Internacional de Pastores e Capelães Voluntários (Unipas). A nomeação aconteceu no gabinete do bispo patriarca do MBICA, Átila Brandão, e contou com a presença do pastor Claudemir Oliveira da Silva, representando o diretor estadual da Unipas pastor Isaias Lins e da pastora Natalicia Carvalho, representante do do Grupo Interdenominacional em Ação Capelania Hospitalar (GACH). “Para mim é um prazer fazer parte da diretoria da União. Na Câmara Municipal estamos pensando projetos e ações que valorizem os capelães e a as suas práticas de assistência religiosa e social em diversas áreas da sociedade. É com muito orgulho que levo o título de capelã”, disse Lorena. A Unipas é uma organização que visa a prestação de assistência religiosa que realiza cultos em comunidades religiosas, colégios, universidades, hospitais, presídios, rodoviárias, corporações militares, feiras livres e outras organizações, como também apoiar e ajudar em regiões onde ocorram catástrofes naturais ou provocadas, de acordo com a Constituição de 1988, lei nº 9982 que regularizou o serviço de capelania no Brasil. Ela, inclusive, tem a chancela da Casa Branca, nos EUA, e concede ao capelão registro na polícia norte-americana – LAPD -, além de ser considerado um diplomata no país americano.

19 de setembro de 2018, 13:27

SALVADOR “Não podemos decidir o futuro do país entre uma facada e uma prisão”, diz Neto

Foto: Divulgação

Prefeito ACM Neto

Em entrevista coletiva após entrega da Geomanta no bairro do Cabula, o prefeito ACM Neto, que também é presidente do Democratas nacional, disse não se importar com o resultado da pesquisa presidencial que coloca o seu aliado Geraldo Alckmin na quarta colocação, com 7% das intenções de voto. “A eleição se resolve no dia 7 de outubro. É bom lembrar que há quatro anos nessa mesma época Marina Silva era a primeira colocada, Dilma a segunda e Aécio o terceiro, sem nenhuma chance, e a eleição se resolveu nos 12 últimos dias. Não tenho dúvida que ainda existe um nível de indefinição do voto muito grande”, disse Neto, afirmando que teme pelo futuro do país caso o segundo turno seja entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). “Não podemos decidir o futuro do país entre uma facada e uma prisão, precisamos pensar com muita racionalidade. A decisão tomada no dia 7 vai impactar os próximos quatro anos do país. Eu tenho muito receio de ver um segundo turno marcado pelo extremismo. De um lado, a extrema direita, do outro a extrema esquerda. A gente já viu no Brasil em um tempo recente quando se pretendeu eleger um poste à Presidência e viu no que deu. Não dá, nesse momento, para gente aceitar um poste que foi testado e reprovado, seria a volta à escuridão com o PT. Muito menos de um cara que com 30 anos de parlamentar nada construiu de sólido que a gente possa apontar e que, na minha opinião, não tem experiência, não tem equipe, não tem como governar”, disse.

19 de setembro de 2018, 12:38

SALVADOR Alckmin chega a Salvador na próxima sexta para comício

Foto: Reprodução

ACM Neto e Geraldo Alckmin

O presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin, que está na quinta colocação nas pesquisas de intenção de voto, tem comício marcado para a próxima sexta-feira (21), às 16h, em Salvador, mais precisamente no Centro Histórico. O evento contará também com a presença do prefeito ACM Neto, que também é coordenador nacional da campanha do ex-governador de São Paulo e presidente do Democrata nacional, e do candidato ao Governo do Estado da oposição José Ronald (DEM). A realização é uma tentativa de tornar Alckmin mais “simpático” com o eleitorado baiano e de atrair mais multiplicadores para as campanhas estadual e federal.

19 de setembro de 2018, 11:41

SALVADOR Prefeitura lança programa de microcrédito para empreendedores quinta-feira (20)

Salvador vai ganhar um programa inédito no país que irá potencializar a geração de empregos e oportunidades, promovendo o desenvolvimento social e econômico. Trata-se do Negócio Pop (Programa Popular Produtivo), cujo objetivo é garantir acesso desburocratizado ao crédito com pagamento facilitado e qualificação empreendedora. O programa será lançado nesta quinta-feira (20), às 9h30, no Terminal Marítimo, no Comércio. Para garantir o sucesso do Negócio Pop, que vai permitir a liberação de até R$300 milhões em microcrédito durante três anos, um outro programa também será lançado nesta quinta, no mesmo evento: o Agente de Empreendedorismo, criado pelo Parque Social, instituição sem fins lucrativos parceira da Prefeitura que se insere nesse contexto concebendo a tecnologia e como entidade cogestora de todo o processo. As duas iniciativas irão funcionar conjuntamente da seguinte forma: os agentes de empreendedorismo serão estagiários de Administração e Economia capacitados pelo Parque Social e que ficarão espalhados em todos os cantos da cidade para, sob a orientação de especialistas nas áreas de finanças e gestão, ajudarem na viabilização do acesso ao crédito previsto no Negócio Pop, além de promover a qualificação dos beneficiados para que esse dinheiro de fato gere dividendos positivos para todos os envolvidos. Inúmeras atividades formais e informais poderão ser beneficiadas com a liberação e capacitação para utilizar bem o crédito de até R$15 mil por empreendedor, a exemplo do vendedor ambulante, da doceira, da moça da quentinha, do pipoqueiro, do feirante, da proprietária de salão de beleza, do cidadão que possuí um pequeno bar ou restaurante e até carrinho de lanche. Todos os detalhes, e parceiros da iniciativa, serão anunciados no lançamento do programa, nesta quinta (20).

18 de setembro de 2018, 18:10

SALVADOR Prefeitura inicia requalificação da rua Miguel Calmon

Foto: Bruno Concha/Secom PMS

Início das obras de requalificação da rua Miguel Calmon, no bairro do Comércio, em Salvador

Com o canteiro de obras devidamente tapumado, operários com marretas, talhadeiras e ponteiros em punho, máquinas rompem concreto e asfalto do piso histórico da Rua Miguel Calmon, no Comércio, para o início da requalificação da via. A reforma promovida pela Prefeitura tem o objetivo de garantir à população mais um espaço público não-motorizado, que vai propiciar a prática de caminhada e ciclismo. A requalificação integra o projeto Ruas Completas, conduzido nacionalmente pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e a entidade World Resources Institute (WRI), em parceria com o Instituto Clima e Sociedade (ICS). Salvador é uma das 11 cidades beneficiadas pelo projeto, que visa implementar um novo conceito urbanístico e sustentável, baseado na distribuição do espaço de maneira mais democrática para as pessoas. Com investimento de R$ 4,5 milhões, a obra é executada pela Superintendência de Obras Públicas do Salvador (Sucop) e tem prazo de cinco meses para ser concluída. Para garantir a fluidez do trânsito na região, a Prefeitura, por meio da Transalvador, promoveu mudanças no itinerário de alguns ônibus e no tráfego de veículos de trechos do Comércio. A requalificação faz parte do megaprograma Salvador 360, eixo Centro Histórico. A intervenção contempla todo o entorno da Miguel Calmon, num raio de 1,1 quilômetros, que atinge o início da Avenida Jequitaia, na altura da Ladeira do Pilar. Com a conclusão das obras, a rua passa a contar com três faixas de tráfego, ao invés das quatro originais, sendo que a quarta via será convertida em uma ciclofaixa pintada no chão.

18 de setembro de 2018, 16:33

SALVADOR Exposição “Orixás da Bahia” é reaberta no Festival da Primavera

Após breve recesso para manutenção das vestimentas, a exposição “Orixás da Bahia” será reaberta nesta quinta-feira (20), às 18h, no Espaço Cultural da Barroquinha, dentro da programação do Festival da Primavera 2018. Além das 14 esculturas em tamanho real dos orixás, feitas por Alecy Azevedo (in memorian) em papel machê, a novidade é o acréscimo de mais quatro representações de entidades: Ossain, Iroco, Logun Edé e Ibeji. A exposição fica em cartaz até março. A visitação é gratuita e estará aberta de quarta a domingo, das 14 às 19h. Visitas guiadas com grupos de escolas e instituições poderão ser agendas previamente pelo telefone (71) 3202-7880. Aberta em janeiro deste ano, em comemoração ao Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, a exposição Orixás da Bahia já foi visitada por 5 mil pessoas em sete meses. Além da mostra, os visitantes aproveitam para conhecer e reverenciar a Fonte de Oxum, Dandalunda e Aziri Tobossi, que fica no pátio do espaço, bem ao lado da Galeria Juarez Paraíso. O gerente de Equipamentos Culturais da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Chicco Assis, ressalta a beleza e a expressividade das esculturas feitas por Azevedo. “Há uma comoção geral em quem passa pela exposição. Tem gente que quer tocar e abraçar as esculturas como se sentisse a presença viva dos deuses iorubanos. Nesses tempos de tanta intolerância e racismo religioso, o ‘Orixás da Bahia’, aqui no Espaço Cultural da Barroquinha, de onde muitos dizem que derivou três dos mais antigos e importantes candomblés da cidade, é mais do que uma ação artística: é um manifesto potente de valorização e de preservação das heranças africanas tão presentes na essência do povo soteropolitano”, destaca.

18 de setembro de 2018, 09:33

SALVADOR Prefeitura vai assinar compromisso com ambulantes para requalificação da Av. Sete

A Prefeitura irá assinar com os ambulantes licenciados da Avenida Sete de Setembro um termo de compromisso assegurando o retorno de todos à via após a realização das obras de requalificação que serão iniciadas nos próximos dias. Para aqueles que não possuem licença, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) vai oferecer a possibilidade de trabalho, mediante regularização, em outras áreas da cidade. Representantes da Prefeitura e ambulantes já têm debatido a questão de forma aberta, transparente e democrática. No final da semana passada, por exemplo, houve uma reunião entre associações e entidades ligadas aos trabalhadores informais, o titular da da Semop, Marcus Passos, o secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, e a coordenadora do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), Aila Britto. As obras de requalificação na Avenida Sete abrangem o trecho que vai da Casa de Itália até a Praça Castro Alves, beneficiando inclusive os ambulantes, em um investimento de R$17,5 milhões e duração de um ano e meio. Os recursos são de financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), dentro do Prodetur. A coordenação é da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult). As intervenções serão divididas em quatro etapas, envolvendo a renovação do piso em pedra portuguesa, mantendo as características históricas originais; ampliação das calçadas; implantação de valas técnicas para implantação de cabos subterrâneos; criação de áreas de convivência; e colocação de piso tátil, além de rampas para acessibilidade. Na região da Praça Castro Alves, todo o piso será intertravado, inclusive a parte do asfalto. “A avenida, uma das mais antigas do Brasil, se tornará ainda mais atraente para quem circula nela e também para quem trabalha na região. E estamos fazendo tudo isso com diálogo e respeito aos ambulantes. Tanto que fizemos e já concluímos um censo ouvindo todos eles, conhecendo as atividades exercidas por todos. Também vamos abrir um Escritório Social para prestar todos os esclarecimentos sobre as obras, na região da Rua Chile”, ressaltou o titular da Secult, Cláudio Tinoco. O termo de compromisso entre a Prefeitura e os ambulantes será assinado no início das obras. Assim como as intervenções, o remanejamento será dividido em quatro etapas. Além disso, todos os trabalhadores passarão por capacitação oferecida pela Prefeitura, através do Prodetur, e está sendo estudada a possibilidade de padronização dos ambulantes e dos equipamentos. “Estamos fazendo o alinhamento com as associações e lideranças dos ambulantes daquela região, uma vez que estavam temerosos em relação ao projeto de requalificação da Avenida Sete. Após as obras, os que estão licenciados terão a segurança que voltarão. Firamos esse compromisso com a categoria”, disse Marcus Passos, titular da Semop. Enquanto ocorre a requalificação, os licenciados serão mantidos na própria Avenida Sete em trechos que não estão em obras. No entorno, serão realocados à medida em que a intervenção for avançando. Aos não licenciados serão ofertadas outras áreas já informadas pela Semop. Para Rosemário Lopes, presidente da Associação Integrada de Vendedores Ambulantes e Feirantes da Cidade do Salvador (Assidivam), ficou claro que a reforma vai beneficiar a todos. “Desde o início da gestão, a Prefeitura tem tido essa atenção especial aos ambulantes, olhado com muito carinho. O remanejamento é necessário. Depois, todos os licenciados voltarão para o lugar e haverá um documento assegurando isso”, pontuou.

18 de setembro de 2018, 07:06

SALVADOR “Eu escolheria Zé Ronaldo de novo 10 ou 20 mil vezes”, diz ACM Neto

Foto: Divulgação

Encontro de Multiplicadores aconteceu ontem

Mais de 2 mil pessoas participaram do Encontro de Multiplicadores ontem à noite, no Salão Íris do Hotel Fiesta, em Salvador. Organizado pela coligação Coragem para Mudar a Bahia, o encontro reuniu lideranças de Salvador e da região metropolitana para fortalecer a divulgação das propostas do candidato Zé Ronaldo (DEM) ao governo do estado. De acordo com o prefeito ACM Neto, que foi o mestre de cerimônia, o Encontro visa repetir uma fórmula que deu certo em 2012 e em 2016, quando venceu as eleições para prefeito de Salvador. Neto lembrou que a mobilização o ajudou a construir essas duas grandes vitórias e que agora é o momento de sedimentar a vitória de Zé Ronaldo. “Tenho certeza de que fiz a escolha certa ao escolher Zé Ronaldo candidato ao governo. Se tivesse de escolher de novo, o faria 10, 20 mil vezes. A Bahia terá oportunidade de eleger um governador ficha limpa no dia 7 de outubro, um homem íntegro que foi prefeito durante quatro vezes em Feira de Santana e que tem hoje menos bens do que tinha antes de ser prefeito. Zé Ronaldo vive na mesma casa simples até hoje. A Bahia precisa conhecer esse cara”, disse Neto. O prefeito enfatizou também que conhece bastante Rui Costa e sabe o quanto a administração de Salvador foi perseguida “apenas por dor de cotovelo do atual governador”. “Temos que aproveitar ao máximo os próximos 20 dias. Esse é o maior evento da campanha até aqui. Mas, na sexta-feira, vamos superar esse evento de hoje com o grande comício, que contará com a participação do candidato à Presidência Geraldo Alckmin”, convocou Neto, informando que a concentração será iniciada a partir das 16 horas, no dia 21/9, entre a Rua Chile e Praça da Sé. “Vamos mostrar nossa força, mostrar que Salvador é 25. Quando precisamos vencer é sempre bom contar com os amigos”, disse Neto. O candidato ao senado, Irmão Lázaro (PSC), falou sobre a campanha difamatória que vem sofrendo no programa eleitoral do candidato Rui Costa. “Abriram uma grande ferida em mim e nas pessoas que acreditam nos nossos propósitos. Estou no projeto para derrubar o grande gigante, como Davi derrotou Golias. O que fizeram comigo não se faz. Esqueceram que tenho mãe, e ela passou mal quando assistiu a propaganda na televisão. Fica aqui meu protesto. Não estou nessa campanha por ambição pessoal, mas por indignação”, disse Lázaro, acrescentando que “se houvesse apenas uma vaga, Jutahy seria mais merecedor, mas existem duas. Eles vão ter que engolir o ‘negão’ no Senado”, desabafou.”.
No início do evento todos os participantes encontraram em cada cadeira um “kit campanha” com adesivos de Alckmin e do candidato ao governo do estado Zé Ronaldo, além de ‘santinhos’ com instruções sobre como votar.
Ao final, Zé Ronaldo apresentou suas propostas de governo e disse que a idéia do encontro é fazer com que os multiplicadores e formadores de opinião propaguem essas ideias nas diversas regiões de Salvador e da região metropolitana. “Temos uma série de propostas para melhorar as diversas áreas do estado, como Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura, entre outras. É preciso que essas informações cheguem ao povo”, disse Zé Ronaldo. A candidata a vice-governadora Mônica Bahia e demais candidatos a deputado federal e estadual não discursaram. Estiveram presentes centenas de líderes comunitários, vereadores que apóiam a coligação e formadores de opinião da capital e da região metropolitana.

17 de setembro de 2018, 17:25

SALVADOR Paulo Magalhães Jr apresenta projeto para garantir segurança do Arquivo Público de Salvador

Foto: Lucas Vinícius/Divulgação

O vereador Paulo Magalhães Jr (PV)

O vereador Paulo Magalhães Jr (PV) apresentou nesta segunda-feira (17) um Projeto de Indicação na Câmara Municipal de Salvador (CMS) visando garantir a segurança do Patrimônio Cultural da Bahia. Conforme a proposta, o governador do Estado terá que criar condições para garantir a preservação do espaço. A capital baiana abriga o maior acervo brasileiro de documentos do período colonial. O Arquivo Público de Salvador está localizado em um Casarão antigo, no bairro da Baixa de Quintas. O vereador mostrou preocupação com o estado precário no qual se encontra o Arquivo Público. Para Magalhães, a manutenção do patrimônio histórico soteropolitano é de extrema importância, tendo em vista o que ocorreu recentemente no Museu Nacional no Rio de Janeiro, que pegou fogo destruindo a história do país. “O Arquivo Público de Salvador vive uma situação decadente e chegou a ficar cinco meses fechado, devido ao eminente risco de curto circuito. A umidade é muito grande e as paredes estão escoradas. É preciso atenção dos poderes públicos e respeito à nossa história”, afirmou.

17 de setembro de 2018, 17:25

SALVADOR Suíca entra com representação contra a GCM e pede a destituição do comando em Salvador

As recentes agressões de guardas civis municipais de Salvador a um motoboy foram alvo de críticas e de representação ao Ministério Público da Bahia pelo vereador Luiz Carlos Suíca (PT), candidato a deputado estadual no pleito deste ano, para investigar o caso e destituir o comando da Guarda. O petista contestou que a instituição (GCM), desde sua criação, sofre com incontáveis críticas, como as denúncias de homicídio, agressão a garis e a vereador. “A guarda serve para preservar os equipamentos públicos e para reforçar a segurança da população, não para agir com poder de polícia. Os casos de abuso de autoridade cometidos por agentes da GCM têm acumulado nos últimos anos, situação que vem causado preocupação à maioria dos soteropolitanos”, salienta Suíca. O petista criticou os agentes, que no último dia 11 de setembro, agrediram o motoboy Marcos Cardoso dos Santos durante uma abordagem, que ocorreu no Caminho das Árvores. Mesmo com os agentes afastados, o candidato a uma vaga na Assembleia entrou com uma representação para que o Ministério Público instaure Ação Civil Pública para apurar os inúmeros casos de abuso de autoridade cometidos pelos agentes da Guarda Civil Municipal de Salvador. Pede ainda que o órgão instaure intervenção, destituindo o comando da Guarda e que adote as demais providências cabíveis e previstas em lei. “A agressão foi filmada e disponibilizada em diversos meios de comunicação e redes sociais. É possível ver o momento em que um dos agentes defere um soco no rosto do motociclista. Isso é um absurdo, não tem como aceitar uma situação dessa”. Suíca ainda lembrou dos casos envolvendo a GCM. O edil aponta para o caso do dia 13 de abril de 2016, quando um homem foi morto a tiros na região do Comércio, próximo ao Mercado Modelo. Conforme apurado, o disparo foi efetuado por um agente da Guarda Municipal. Há um ano, o vereador de Salvador Toinho Carolino foi agredido fisicamente por agentes, nas imediações do Dique do Tororó. O edil recebeu um murro no peito, quando tentou defender uma gari que também estava sendo espancado pela guarda. “Não podemos mais suportar em silêncio o total desvirtuamento da guarda, onde pessoas que deveriam cuidar basicamente do patrimônio público são deslocadas para funções estranhas às quais a Constituição lhe conferiu”, completa.

17 de setembro de 2018, 14:49

SALVADOR Prefeitura promove curso sobre acessibilidade para servidores e estudantes

Aproximadamente 140 servidores e estudantes estiveram presentes no curso sobre acessibilidade aplicada promovido gratuitamente pela Unidade de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência (UPCD), iniciado nesta segunda-feira (17) na sede da Associação Bahiana de Imprensa (ABI). Eles puderam se aprofundar nos conceitos, leis e normas da acessibilidade a pessoas com deficiência, que visam garantir os direitos destes, considerando que o Brasil é um país onde cerca de 28% da população possui algum tipo de deficiência. A capacitação foi ministrada por Eduardo Ronchetti de Castro, arquiteto especialista em acessibilidade e na realização de projetos de adaptação de ambientes públicos e privados. “Diante das leis, normas e técnicas muito rigorosas, um curso como esse procura responder os segredos que estão por trás desses requisitos técnicos, para que possamos fazer uma adaptação que atenda à necessidade de todas essas pessoas. A acessibilidade visa garantir o acesso e o uso das edificações para todos, sejam eles idosos, obesos, gestantes e inclusive as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida”, garantiu Ronchetti. A primeira turma tem aula também nesta terça-feira (18), das 8h30 às 18h30. Já a segunda turma recebe as orientações do especialista na quarta-feira (19) e quinta-feira (20), também das 8h30 às 18h30. Os conteúdos para as duas turmas serão os mesmos. Risalva Telles, diretora-geral UPCD, conta que esse assunto tem de estar cada vez mais ao alcance de todos e os faça pensar nas pessoas com deficiência na hora das suas ações. “Nosso propósito é disseminar o conhecimento e sensibilizar todos da importância da inclusão da pessoa com deficiência e dos cumprimentos dos direitos e da legislação”, afirmou a diretora. Segundo a mestre em Arquitetura e Urbanismo e presidente da Fundação Mário Leal Ferreira (FMLF), Tânia Scofield, o que torna uma cidade inclusiva é a garantia do ir e vir, o acesso de todos a qualquer espaço público, e isso só é possível se for pensada a acessibilidade das pessoas com deficiência. “Não só pelo conhecimento das normas e da lei aplicada. Essa capacitação é a tomada da consciência de cada profissional, reafirmando a importância de se pensar nessa realidade e na necessidade de ter uma cidade adaptada”, acrescentou.

17 de setembro de 2018, 13:37

SALVADOR Salvador sediará evento de mulheres contra a candidatura de Bolsonaro

Foto: Divulgação

O grupo inicial já alcançou o número de 2 milhões e 500 mil mulheres

Mulheres Unidas Contra Bolsonaro representa um coletivo de eleitoras que se uniram em um grupo fechado, nas redes sociais, em contraposição aos discursos de ódio, sexistas, homofóbicos e racistas veiculados pelo candidato Jair Bolsonaro. Um grupo apartidário que pretende barrar a candidatura incentivadora de pautas prejudiciais à sociedade em geral e, especialmente, às mulheres. O grupo inicial já alcançou o número de 2 milhões e 500 mil mulheres negras, brancas, indígenas, socialistas, capitalistas, de centro, evangélicas, católicas, umbandistas, budistas, islâmicas, ateias e representativas da diversidade brasileira. A união dessas mulheres demonstra a força de um movimento que deseja impedir o retrocesso, já que a candidatura de Bolsonaro é a seu maior emblema. Ela representa insegurança para todas as mulheres, uma vez que a cada 2 horas uma mulher é morta no Brasil, vítima de feminicídio; a cada 2 segundos, uma mulher é vítima de agressão física; a cada 11 minutos, uma mulher é estuprada. Diariamente, os meios de comunicação noticiam, repetidamente, mulheres mortas, agredidas por seus companheiros, estupradas pelos mesmos ou por desconhecidos nas ruas, das formas mais violentas possíveis. A causa não é, portanto, político-partidária, mas de enfrentamento de um cenário que pode agravar, consideravelmente, a vulnerabilidade da mulher brasileira. Após a grandiosa adesão de mulheres ao grupo, cresceu a necessidade de colocar essa “campanha” nas ruas para alcançar e sensibilizar outras pessoas para o tema. Desse modo, acontecerá em Salvador a “Virada Feminina contra Bolsonaro”. O evento será realizado em dois dias, no centro da cidade. No dia 28 de setembro as mulheres se reunirão na praça da piedade, a partir das 14h. Já no dia 29, a concentração será na praça do Campo Grande, de onde sairão em caminhada, a partir de 14h. Nestes atos estarão presentes mulheres de esquerda e de direita, indiscriminadamente. A bandeira fixa é: “não importa o seu candidato, desde que não seja Bolsonaro”.