11 de dezembro de 2017, 11:39

SALVADOR Neto comenta saída de Imbassahy: ‘Espero que não prejudique Salvador e a Bahia’

Foto: Reprodução/Twitter

Durante o lançamento da plataforma do programa Simplifica nesta segunda-feira, 11, o prefeito ACM Neto (DEM) comentou a saída de Antônio Imbassahy da Secretaria de Governo do presidente Michel Temer (PMDB). “Eu espero que não prejudique. É cedo para avisar, mas eu espero que a saída de Imbassahy não prejudique Salvador e a Bahia”, disse. O democrata afirmou ainda que ‘Imbassahy é um grande quadro’. “A gente só deve parabenizar o trabalho que ele realizou à frente do ministério, ajudou muito a cidade de Salvador, mas nós vamos continuar tratando de nossas pautas em Brasília”, afirmou.

11 de dezembro de 2017, 10:40

SALVADOR Câmara promove sessão especial do Dia Internacional de Luta contra a Aids

Na próxima quarta-feira (13), às 9h, irá acontecer, no plenário da Câmara Municipal de Salvador, uma sessão especial do Dia Internacional de Luta contra a AIDS, instituído em 1º de dezembro. A sessão foi solicitada pela vereadora Marta Rodrigues (PT) e . “Precisamos discutir o HIV/ Aids para acabar com o preconceito que as pessoas que convivem com a doença sofrem. Ainda há muita desinformação sobre o assunto e quanto mais discussões realizarmos, mais avançamos para o fim dos estigmas e para a conscientização da prevenção”, declarou a vereadora.Segundo a petista, sessões como a solicitada reforçam a necessidade de lutar para impedir retrocessos nas políticas públicas de combate à doença dentro do governo ilegítimo de Michel Temer. “Diversos retrocessos já podem ser vistos, a começar pela nomeação de um engenheiro, o deputado federal Ricardo Barros, para assumir o Ministério da Saúde. As questões político-partidárias em cima da pasta, o congelamento de verbas para a saúde pelos próximos 20 anos, levaram um dos maiores especialistas em DST/Aids, Fábio Mesquita, a pedir exoneração do cargo de diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde”, lembrou a vereadora.Marta recorda, também, de uma determinação do Ministério da Saúde que demonstrou o descaso de Temer com as políticas públicas de tratamento e prevenção da doença. “Ano passado, o governo proibiu a viagem de técnicos do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde para uma assembleia da Organização Mundial de Saúde, na Suíca”, pontuou. O evento iria discutir novas medidas para garantir o controle da epidemia até 2030, meta da ONU, da qual o Brasil é signatário.Governos do PT – Dados divulgados pelo Ministério da Saúde ano passado mostram que o Brasil tem 827 mil pessoas vivendo com HIV. Em 2013, o Brasil chegou a ser considerado o líder mundial no combate à Aids, especialmente no que diz respeito ao tratamento oferecido aos portadores do vírus HIV. “O governo do PT foi fundamental para expandir o tratamento para todos os brasileiros através do SUS. Foi graças ao presidente Lula que as medicações se tornaram de mais fácil acesso ao brasileiro, quando ele autorizou a quebra da patente do medicamento”, disse.Com o licenciamento compulsório, acrescenta, o Brasil passou a iniciar a produção nacional da droga e a importar genéricos. “Antes disso, só a empresa produtora, a Merch, tinha permissão de vender os remédios no país por ser a dona da patente. Tinha exclusividade de comercialização”, explicou Marta.

11 de dezembro de 2017, 10:16

SALVADOR Câmara entrega Título de Cidadão de Salvador a Roberto Appel na próxima terça-feira

Será realizada na próxima terça-feira (12), às 19h, na Câmara Municipal, a cerimônia de entrega do Título de Cidadão de Salvador ao diretor de jornalismo da Rede Bahia, Roberto Appel. O evento, proposto pela vereadora Lorena Brandão (PSC), receberá na oportunidade funcionários, colegas de profissão e familiares em uma oportunidade de homenagear o diretor pelos seus mais de 15 anos de trabalhos televisivos no estado da Bahia. “Roberto Appel, através da maior rede de televisão do nosso Estado, leva todos os dias para nossas casas informação, conteúdo e entretenimento. Um ícone do bom jornalismo que merece todas as honrarias. Além disso, como mulher, o parabenizo pela extraordinária campanha ‘Sou Mulher Quero Respeito’, que alcançou os lares e mostrou que todas nós temos direitos e merecemos respeito”, disse Lorena. Roberto Appel é catarinense, nascido na cidade de Brusque, e se formou em Jornalismo no Rio Grande do Sul. Começou a sua carreira jornalística no Jornal Caldas Junior, foi chefe da Redação do Jornal Estado de São Paulo, trabalhou na Revista Veja e na Revista Placar, todas em Porto Alegre. Na década de 80 migrou para o telejornalismo, atuando na RBS, afiliada da Globo no Sul do país. Ele também passou pela direção da TV Sergipe e, em 2002, veio para a Bahia. Em Salvador, Appel foi gerente da TV Bahia e é diretor de jornalismo há quase uma década, atuando também nas afiliadas da Rede no interior do estado. Ele tem como consequências do seu trabalho a oferta de muita informação ao povo de Salvador e premiações que colocaram a capital da Bahia em destaque nacional e internacional.

11 de dezembro de 2017, 08:46

SALVADOR Problema em trem interrompe parte de operação na linha 2 do metrô

Os passageiros que usam o sistema metroviário estão com problemas para utilizar o sistema, na linha 2, na manhã desta segunda-feira (11). O serviço foi interrompido no sentido rodoviária. A informação é de que um dos trens descarrilou na altura da Estação Pituaçu e por isso, o sistema foi afetado.De acordo com relato dos passageiros, quem precisa ir para o sentido Acesso Norte ou Mussurunga está do mesmo lado da plataforma. Por causa do problema, houve um princípio de tumulto dentro da Estação Pituaçu. O sistema está sendo alternado, e cada viagem é feita em um sentido diferente. Também há relatos de que outras estações do sistema estão cheias por causa do problema.De acordo com relato de passageiros, os trens estão passando a cada 15 minutos, quando normalmente o intervalo é a cada 5 minutos. Eles foram informados que não há previsão de quando o sistema vai ser normalizado.A assessoria da CCR Metrô Bahia, que opera o sistema informou que houve um incidente com um dos trens por volta das 4h, quando ainda não havia iniciado a operação do sistema. O trem estava se deslocando para iniciar o serviço quando apresentou um problema técnico. A empresa ainda não confirmou que houve o descarrilamento.Com medo, passageiros chegaram a desistir de pegar o metrô receio de descarrilar novamente. “O negócio que é novo caindo. Deve ser porque está terminando o do aeroporto”, disse a passageira Josélia Santos que desembarcou na estação Flamboyat quando tomou conhecimento do ocorrido.Os trens estão lotados da linha 2 ( Acesso Norte – Mussurunga ). “A operação comercial, com passageiros, foi iniciada às 5h, com intervalo maior entre os trens na Linha 2. Os passageiros que estão saindo da Estação Mussurunga com destino ao Acesso Norte, precisam fazer a baldeação na Estação CAB, para o destino desejado. A operação na Linha 1 segue normal desde às 5h”, afirmou a CCR Metrô, em nota.A velocidade do trem está reduzida. Lucas Oliveira, 23, estava a caminho do trabalho. “Eu cheguei já estava assim. Vou chegar atrasado no trabalho. Ainda nem avisei ao chefe, mas ele também anda de metrô”, afirmou. Usuário do metrô, o marceneiro Elias Trindade, 62, reclamou do atraso. “O metrô deveria ser um transporte a mais e não uma imposição. Onde moro (Itinga) tem um ônibus a cada trinta minutos para estação do metrô e as linhas diretas foram tiradas. Eu não tenho horário de pegar no trabalho, então não chego atraso. Mas se eu soubesse que estava assim não tinha vindo”, destacou.

11 de dezembro de 2017, 07:48

SALVADOR Travessia Salvador-Mar Grande opera normalmente

A travessia Salvador-Mar Grande está operando normalmente nesta segunda-feira (11), mas as escunas de turismo que fazem o passeio pelas ilhas da Baía de Todos os Santos vão continuar paradas hoje devido às chuvas. Já a travessia Salvador-Morro de São Paulo seguirá operando com conexão em Itaparica devido às condições desfavoráveis de navegação entre a capital e a Ilha de Tinharé. Com isso, os catamarãs vão sair normalmente do Terminal Náutico, atracar em Itaparica, de onde os passageiros seguem de ônibus até a Ponta do Curral (Valença) e fazem a travessia de lanchas até o Morro.Na travessia Salvador-Mar Grande, seis embarcações estão operando desde às 5h, fazendo horários de saída dos terminais de meia em meia hora. O movimento de embarque é moderado, tanto no Terminal de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, como no Terminal Náutico, no Comércio. A previsão do momento é de que as embarcações operam até às 20h, último horário saindo de Salvador, e até às 18h30, de Mar Grande para a capital. A Astramab informa ainda aos usuários que devido às chuvas as escunas de turismo não vão sair hoje para fazerem o tradicional passeio pelas ilhas da Baía de Todos os Santos.Para os usuários que vão utilizar a travessia Salvador-Morro de São Paulo, feita hoje com conexão em Itaparica, os horários de saída do Terminal Náutico são às 8h30, 9h,10h30,13h e 14h30. No sentido inverso, as saídas do Morro ocorrem às 9h, 11h30, 13h e 15h. Com conexão em Itaparica, a viagem dura uma hora a mais: em vez de 2h e 20m, o tempo estimado da viagem fica em 3h e 20m.

9 de dezembro de 2017, 20:02

SALVADOR SSP nega tiroteio e existência de feridos em hospital do Subúrbio

A Secretaria da Segurança Pública enviou hoje à redação nota informando que não houve tiroteio dentro do Hospital do Subúrbio, como chegou a circular em algumas redes sociais. Informações preliminares dão conta de que policiais foram acionados para conter Wesley Luís Queiroz Lima, custodiado no Hospital do Subúrbio por ter esfaqueado um PM. Ainda segundo relatos de testemunhas, Wesley tentou roubar a arma de um policial civil que tentava imobiliza-lo, quando foram disparados dois tiros de advertência, procedimento padrão nestes casos. Ninguém ficou ferido. Wesley deu entrada no Hospital Municipal de São Sebastião do Passé com ferimentos a bala, após esfaquear um PM, numa tentativa de assalto no município, sendo preso após dar entrada ao hospital. Em seguida foi regulado para o Hospital do Subúrbio, onde dificultava o trabalho dos profissionais de saúde, que acionaram a polícia. O caso é acompanhado pela Corregedoria da Polícia Civil e pelo Departamento de Polícia Metropolitana.

8 de dezembro de 2017, 17:16

SALVADOR Prefeito ACM Neto autoriza troca de iluminação em São Cristóvão

A pedido do vereador Paulo Magalhães Júnior (PV), o prefeito ACM Neto autorizou, na quinta-feira (7), a troca da iluminação do campo no Conjunto Habitacional do bairro de São Cristóvão, conhecido como Planeta dos Macacos. O anúncio foi feito durante a entrega da Escola Municipal de São Cristóvão. “Graças ao prefeito ACM Neto, estamos conseguindo mudar a realidade do povo de Salvador. Em uma inauguração de uma escola, numa comunidade carente, o povo ganha mais um presente. Essa troca de iluminação era uma reivindicação antiga dos moradores de São Cristóvão, sinto-me orgulhoso em poder ajudar e representar a comunidade. Eles sabem que podem contar com meu apoio”, disse Paulo Magalhães.

8 de dezembro de 2017, 12:39

SALVADOR Mudanças viárias no Imbuí serão concluídas na próxima semana

Foto: Secom

As obras para melhoria da mobilidade no Imbuí estão na etapa de conclusão

As obras para melhoria da mobilidade no Imbuí estão na etapa de conclusão. O bairro ganhará novo acesso na saída da Rua Jayme Sapolnik, com a construção de passagem direta, através de um trecho expresso para a Avenida Jorge Amado, e uma outra passagem na avenida Jorge Amado, do trecho expresso para a área residencial. Isso possibilitará que motoristas que saem do Marback tenham um acesso direto à Avenida Jorge Amado sem precisar passar pela Rua das Araras, o que vai resultar em maior fluidez do tráfego na região. As intervenções serão concluídas na próxima semana, segundo a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) – órgão que coordena as intervenções. As obras, que fazem parte do eixo Investe, do programa Salvador 360, custaram R$150 mil.

8 de dezembro de 2017, 12:37

SALVADOR Morador reclama de eventos e shows ao vivo em Luis Alselmo

Em mensagem enviada a este Política Livre, um morador do bairro de Luis Anselmo, em Salvador, se queixou de eventos que estão sendo realizados no local a cada quinze dias, além dos feriados. De acordo com a reclamação, o incômodo ocorre porque os organizadores montam toldo e promovem shows ao vivo com um som q ultrapassa 300 decibéis, além de impedirem o trânsito veicular e de pessoas físicas. Segundo informações do leitor, as festas acontecem com o apoio do vereador Beca. “Ainda é colocado no local banheiros químicos e mais”, finaliza.

8 de dezembro de 2017, 10:00

SALVADOR Henrique Carballal admite dificuldade para os opositores

Foto: Antonio Queiroz

Vereador Henrique Carballal

Líder da bancada governista na Câmara, o vereador Henrique Carballal (PV) admitiu à Tribuna que os parlamentares da minoria têm enfrentado dificuldade com a execução de suas emendas. A culpa, segundo ele, porém, é dos próprios vereadores. “O problema é que fazer oposição à gestão é uma coisa, mas fazer conspiração contra a cidade é outra completamente diferente. Eu não ouvi o prefeito dizer que não vai liberar as emendas, mas eu acho justo portas fechadas para qualquer vereador que prega o caos. Eles querem negociar o que? Quem prega o caos pode negociar o que? Eles são conspiradores, por isso não se negocia. Essa postura desses vereadores é de responsabilidade do governador Rui Costa”, acusou Carballal. Ele confirmou também que os vereadores da minoria não têm apresentado muitas emendas. E mais uma vez os culpou. “Eles não apresentam emendas porque não querem. Precisa trabalhar para estabelecer emendas plausíveis em favor da população. As emendas precisam ter qualidade em benefício do povo”. Também ouvido pela Tribuna, o líder do PHS na Câmara, vereador Téo Senna, afirmou que tem conseguido executar suas indicações com tranquilidade. “Tem acontecido naturalmente. Tive recentemente liberados R$ 100 mil para uma praça no Resgate. Eu não tenho dificuldade com minhas emendas”, afirmou Téo, que é da base do prefeito.

Tribuna da Bahia

8 de dezembro de 2017, 10:00

SALVADOR Câmara: Oposição diz que emendas não foram acatadas

Foto: Divulgação

Vereador José Trindade

Assim como na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), a bancada de oposição na Câmara Municipal de Salvador reclama a execução de suas emendas por parte do Executivo. Tanto de parte da bancada governista (que tem maioria absoluta) quanto da parte da minoria, a sensação é de que não há clima nem mesmo para tentar sentar e negociar a liberação dos recursos por parte da prefeitura para execução de suas obras nas comunidades para as quais os parlamentares fazem sua indicação. Fruto de acordo do prefeito ACM Neto (DEM) com a Câmara logo no seu primeiro ano de mandato, há um valor pré-estipulado de R$ 43 milhões na LOA (Lei Orçamentária Anual) para cada exercício financeiro do Executivo, o que dá exatamente R$ 1 milhão da cota de cada parlamentar. As emendas não são impositivas. Ou seja: o prefeito não tem obrigação de executá-las. As emendas parlamentares no Legislativo soteropolitano são divididas entre supressivas, aditivas, modificativas e substitutivas. Desiludido, o líder da oposição na Casa, vereador José Trindade (PSL), disse à Tribuna que apresentou apenas uma emenda para o decorrer deste ano: ele destinou sua cota de R$ 1 milhão para o Hospital Martagão Gesteira. Os recursos não foram liberados pela prefeitura até então. Trindade afirma que emendas a projetos do Executivo já são consideradas pelos opositores como “impossíveis de ser aceitas” ainda nas discussões com a bancada do governo. “A dificuldade é total com as emendas. É uma coisa muito difícil mesmo. Quarta-feira (6) tivemos um exemplo prático sobre isso. (A vereadora) Aladilce Souza (PCdoB) apresentou uma emenda em plenário aprovada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), cuja maioria é de vereadores do governo. Esses mesmos vereadores que aprovaram, na CCJ derrubaram no plenário. Vá entender. Eu nem faço mais emenda nenhuma, porque sei que não vai ser executada pelo prefeito”, desabafou Trindade. O vereador Moisés Rocha (PT) também demonstrou desilusão com suas emendas em entrevista à Tribuna. “Durante todo este ano de 2017 eu não consegui liberação de nenhuma emenda para execução de serviços para as comunidades. Há uma dicotomia na Casa que tem criado dificuldades. O Executivo fortalecido é ruim para o Legislativo, em qualquer casa legislativa. Há sempre tensionamento. Não há espaço para negociação de emendas em projetos, por exemplo. Fica mais difícil negociar com um Executivo muito forte. É complicado negociar e ter nossas emendas aceitas”, disse o petista. Moisés revelou que já conseguiu executar algumas de suas emendas por meio de “amizade” com algum vereador da base do prefeito, mas disse também que nem assim tem conseguido ultimamente. “Não é segredo que sou amigo de Henrique Carballal (líder da bancada de situação). Ele foi do PT, meu partido. Ele é meu compadre, meu amigo. Mas não tenho conseguido…”.

Tribuna da Bahia

7 de dezembro de 2017, 21:01

SALVADOR Kiki Bispo rebate declarações de Trindade sobre ACM Neto

Foto: Política Livre

Vereador Kiki Bispo (PTB)

O vereador Kiki Bispo (PTB) rebateu, na noite desta quinta-feira (7), as declarações do líder da oposição na Câmara Municipal, José Trindade (PSL), de que o prefeito ACM Neto só faz festa e persegue a Bahia. “O vereador Trindade demonstra total desespero, talvez por conta das últimas pesquisas que colocam o prefeito ACM Neto, sem fazer campanha, liderando a preferência do eleitorado baiano”, disse o petebista, ao salientar que “a Secretaria do Tesouro Nacional é um órgão extremamente técnico e sério, portanto não cabe qualquer tipo de ilação sobre os dados apresentados em relação à situação financeira do Estado”. Kiki ainda destacou as qualidades da gestão do prefeito ACM Neto. “Ao contrário do Governo do Estado, a Prefeitura soube fazer o dever de casa e equilibrou as contas, mesmo diante de toda crise financeira que o país atravessa”. O vereador ainda lembrou que “quem entende de festa é o Governo do Estado, que a cada inauguração no interior tem feito verdadeiros showmícios com duplas sertanejas e bandas de forró, que é proibido por lei”. O vereador ainda ratificou que “a Bahia não consegue empréstimo, porque não consegue pagar suas contas”. “Empréstimo para negativado, só na Crefisa”, ironizou.

7 de dezembro de 2017, 20:40

SALVADOR Escola Municipal de São Cristóvão é entregue após completa reconstrução

Oito meses. Este foi o período que durou a transformação de uma estrutura em situação alarmante para uma unidade de ensino totalmente reconstruída em alto padrão. E foi assim, com o sentimento de sonho realizado, que alunos, professores, funcionários e moradores comemoraram com bastante festa a inauguração da nova Escola Municipal de São Cristóvão, que leva o nome do bairro. A cerimônia, ocorrida na tarde desta quinta-feira (07), contou com as presenças do prefeito ACM Neto, do vice Bruno Reis, dos secretários Bruno Barral (Educação) e João Roma (Gabinete), demais autoridades, imprensa e população.O diretor Gerson Costa relatou as lembranças de quando chegou à instituição, em 2010. “Foi uma fase muito difícil. A estrutura era muito ruim, com sérios problemas de infiltração e que não oferecia condições para o professor trabalhar e para o aluno estudar. Hoje é um dia para celebrar e agradecer à Prefeitura, por ter atendido aos nossos pedidos, e para a comunidade, que ajudou para que prosseguíssemos com as atividades”, afirmou. Houve também homenagem às professoras Jurema Nolasco e Evonilce Martins, que atuam na unidade desde a fundação, em 1993, e apresentação da aluna Yalle Santos, de 10 anos, que contou a história da Escola Municipal São Cristóvão.O prefeito ACM Neto relembrou que, em visitas prévias feitas à unidade, ficou decidida a reconstrução da escola pela administração municipal. “Era uma estrutura que não estava à altura do que os alunos necessitavam. Com o objetivo de escrever uma história diferente na comunidade, foram realizadas a demolição da estrutura em pré-moldado e a reconstrução nos moldes que todos vêem hoje. Isso faz parte do compromisso municipal de colocar a Educação como prioridade em Salvador”, pontuou.A nova Escola Municipal de São Cristóvão recebeu investimento de R$ 2,3 milhões. São 850 metros quadrados de área construída, com dez salas de aula, cozinha, diretoria, secretaria, depósitos, casa de gás, sanitários e áreas de lazer coberta e descoberta. A escola também tem acessibilidade, com rampa e banheiros adaptados. Com capacidade para atender a 600 alunos, a unidade oferece todas as turmas do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano).No discurso, o prefeito também fez menção ao prêmio IstoÉ de Brasileiro do Ano na Política, recebido esta semana em São Paulo. “Este prêmio, na verdade, é de cada um dos servidores, funcionários e colaboradores da Prefeitura, assim como de cada um dos quase três milhões de habitantes de Salvador, pelo trabalho realizado na cidade”, afirmou.

7 de dezembro de 2017, 20:22

SALVADOR “Incompetência é só fazer festa e perseguir a Bahia”, afirma Trindade

Foto: Divulgação

O vereador José Trindade (PSL) é o líder da Bancada de Oposição na Câmara Municipal de Salvador

“O prefeito age de ma fé e mostra toda sua crueldade com o Estado ao dar tal declaração. O empréstimo do Banco do Brasil, que não sai por causa da perseguição que ele lidera, não tem nada a ver com a nova metodologia da Secretaria do Tesouro Nacional [STN], que num passe de mágica beneficia São Paulo, governado por Alckmin e João Doria, todos da cozinha do prefeito”. A afirmação é do vereador Trindade (PSL), que reagiu às declarações do prefeito ACM Neto, feitas nesta quinta-feira (7). Para o líder na oposição na Câmara Municipal de Salvador, “incompetência é só fazer festa e perseguir a Bahia”. O vereador lembrou que o Banco do Brasil já está sendo devidamente acionado na Justiça para depositar na conta do Governo do Estado o empréstimo de R$ 600 milhões. “A Bahia está apta a receber o empréstimo e o governador Rui Costa vem se destacando nacionalmente pela gestão eficiente das finanças públicas, o que tem assegurado o pagamento em dia dos servidores e a manutenção dos investimentos na capital e no interior. Enquanto isso, ACM Neto segue realizando festas e gastando dinheiro com publicidade, esquecendo de trabalhar povo”, concluiu Trindade.

7 de dezembro de 2017, 19:34

SALVADOR ‘O que impede empréstimo ao Estado é incompetência’, diz Neto

Foto: Reprodução/Twitter

Prefeito ACM Neto inaugurou nesta quinta a Escola Municipal de São Cristóvão

Durante inauguração da Escola Municipal de São Cristóvão, nesta quinta-feira (7), o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que o que vem impedindo de o Governo do Estado assinar o contrato de empréstimo de R$ 600 milhões com o Banco do Brasil é incompetência. “O que vem impedindo é incompetência. É a má gestão de recursos públicos. Tanta espuma fizeram e agora finalmente a gente descobriu a verdade”, disse. Na quarta-feira (6), a Secretaria do Tesouro Nacional divulgou que a Capacidade de Pagamento (Capag) da Bahia equivale a uma nota “C”, o que significa que o Estado não pode receber garantias da União para contratação de novos empréstimos. Neto ainda afirmou que a cada hora o governo arruma uma desculpa. “Primeiro, é porque a oposição está trabalhando para não liberar o empréstimo. Depois, é uma acusação irresponsável de que a Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda estaria manipulando dados. Isso chaga a ser criminoso”, declarou o gestor do município.