14 de março de 2012, 08:54

MUNDO Terremoto de magnitude 6,8 assusta norte do Japão

Um terremoto de magnitude 6,8 na escala Richter com epicentro no Oceano Pacífico sacudiu nesta quarta-feira, o norte do Japão e levou à emissão de um alerta de tsunami, informou a Agência Meteorológica japonesa. Diversas cidades próximas à costa foram evacuadas. Porém, até o momento, não foram reportados danos significativos ou vítimas. Uma onda de 10 cm foi observada na cidade de Erimo, na ilha de Hokkaido, mas nenhum outro incidente mais grave foi registrado em outras localidades. O tremor ocorreu às 18h09 locais (6h09 de Brasília) e seu epicentro foi localizado a cerca de 210 quilômetros do litoral da ilha de Hokkaido e a 10 quilômetros de profundidade, segundo o organismo. (Efe)

14 de março de 2012, 07:29

MUNDO Rick Santorum vence prévias republicanas em 2 estados sulistas

Foto: AP

Pré-candidato republicano Rick Santorum

O conservador Rick Santorum ganhou nesta terça-feira as prévias para a escolha do candidato do Partido Republicano para as eleições presidenciais dos Estados Unidos realizadas nos estados sulistas do Alabama e Mississippi, segundo as projeções das redes de televisão “CNN”, “NBC” e “Fox”. Após a apuração de 99% dos votos no Alabama, Santorum obtinha 35%, contra 29% de Newt Gingrich e de Mitt Romney. Estão em jogo no estado 50 delegados. No Mississippi, a corrida presidencial do Partido Republicano tem 40 delegados em jogo. Segundo as redes de TV, Santorum também venceu no estado. Após apuração de 99% dos votos, o candidato conservador acumulava 33% da preferência; Gingrich, 31%; Romney, 30%; e Ron Paul, 4%. O favorito Romney venceu os caucuses disputados no Havaí e em Samoa Americana. Leia mais no G1.

13 de março de 2012, 12:31

MUNDO Reunião da ONU acaba em confusão entre representantes das 2 Coreias

Uma reunião no prédio da Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra, na Suíça, terminou em confusão. O representante da Coreia do Norte abandonou o encontro após receber um relatório que critica o país por violar os Direitos Humanos. O norte-coreano disse que o documento foi fabricado por grupos hostis ao País. Ao tentar deixar a sala, um grupo de advogados sul-coreanos tentou impedir e a confusão começou. Houve bate-boca e empurra-empurra entre os representantes das duas Coreias. Os seguranças foram chamados para controlar a situação, e uma pessoa foi detida por algumas horas. O documento apresentado na reunião da ONU afirma que as violações aos Direitos Humanos aumentaram entre setembro de 2011 e janeiro de 2012 na Coriea do Norte. (G1)

13 de março de 2012, 08:08

MUNDO Afegãos protestam contra EUA; Talibã começa retaliação

Foto: Orullah Shirzada/AFP

Manifestantes afegãos queimam boneco que representava o presidente americano Barack Obama

Centenas de pessoas saíram às ruas nesta terça-feira no Afeganistão para protestar contra a morte de 16 civis por um soldado americano na madrugada de domingo. O soldado abriu fogo contra moradores de casas próximas à base da Otan em Kandahar, matando nove crianças, além de mulheres e idosos. Também nesta terça, os terroristas do Talibã atacaram uma delegação oficial afegã que visitava a zona no sul do país, onde ocorreu o massacre. A delegação investiga o massacre e dela participam dois irmãos do presidente afegão, Abdul Qayum Karzai e Shah Wali Karzai, e o governador de Kandahar, Toryalay Wessa, entre outras autoridades. Um soldado morreu e outros três ficaram feridos, de acordo com a rede britânica BBC. “Os terroristas abriram fogo contra a delegação afegã que visitava o povoado de Balandi Pul”, disse um líder tribal do distrito de Panjwai, Hajj Hagha Lalai Dasgeri, à agência de notícias EFE. Leia mais na Veja.

13 de março de 2012, 07:18

MUNDO Massacre foi armado por vários militares, dizem moradores de Kandahar

Um grupo de líderes tribais e aldeães de Kandahar assegurou que o massacre de 16 civis ocorrido no último domingo pela ação de um militar dos Estados Unidos nessa região afegã foi uma “vingança”, segundo informa a agência de notícias “AIP”. Cerca de 100 aldeães do distrito de Panjwai, onde ocorreram os fatos, participaram de entrevista coletiva na qual asseguraram que o massacre foi perpetrado por vários militares, e não por um só, como afirmam Estados Unidos e a missão da Otan. “Uma bomba explodiu a passagem de um veículo na zona de Zangabad, no distrito de Panjwai, há três dias”, explicou nesta segunda-feira um dos líderes tribais, Haji Muhammad Shah Khan. “Mais tarde, os soldados dos EUA reuniram várias pessoas na zona e os acusaram de ter colocado a bomba. Disseram que se vingariam e atacariam mulheres e crianças na região”, acrescentou. Segundo outro aldeão, Haji Muhammad Hassan, o massacre foi produzido por um grupo de soldados com apoio aéreo, apesar de autoridades afegãs, dos EUA e da missão da Otan atribuírem os fatos a um militar afligido por uma suposta “crise nervosa”. “Se o soldado tinha um problema mental, por que não matou os soldados que tinha a seu lado?”, perguntou Hassan. (Efe)

12 de março de 2012, 21:00

MUNDO Egito vota por expulsão do embaixador de Israel

O Parlamento do Egito, de 508 deputados e cuja maioria é formada por políticos islamitas, votou e aprovou por unanimidade nesta segunda-feira, o apoio à expulsão do embaixador de Israel do país e a suspensão das exportações de gás natural ao Estado judeu. A moção foi em grande parte simbólica, uma vez que só o conselho da junta militar que governa o Egito pode tomar essas decisões. A moção não deverá ter impacto sobre as relações entre o Egito e Israel, mas sinaliza que mudanças enormes estão ocorrendo no Egito, após a queda do regime de Hosni Mubarak em fevereiro do ano passado. A votação foi feita após a apresentação de um relatório elaborado pelo comitê de assuntos árabes do Parlamento, o qual afirma que o Egito “nunca” será um amigo, parceiro ou aliado de Israel. O relatório descreve Israel como o “inimigo número 1” do Egito e apoia a resistência palestina “em todas as suas formas” contra as “políticas agressivas de Israel”.

12 de março de 2012, 18:20

MUNDO Executivo do eBay morre atropelado por um trem no Vale do Silício

Um executivo do site de leilões eBay morreu na última sexta-feira após ser atingido por um trem, em Menlo Park, na Califórnia. Eric Salvatierra, de 39 anos, atuava desde 2008 como vice-presidente de defesa do cliente e excelência operacional do PayPal, unidade de pagamentos do eBay. De acordo com o Wall Street Journal, um porta-voz da Caltrain, empresa responsável pelo trem que atropelou o executivo, afirmou que o acidente ainda está sendo investigado, sem dar mais detalhes. Em nota, um representante da PayPal afirmou que “a família eBay sentirá muita falta de Eric. Nossos pensamentos estão com sua família e todos aqueles que o conheciam, neste período difícil”. A agência AP noticiou que funcionários da Caltrain afirmaram que o executivo estava em pé sobre os trilhos quando foi atingido. (Exame)

12 de março de 2012, 17:00

MUNDO Criador da Wikipedia trabalhará para governo

Um dos fundadores da Wikipedia, Jimmy Wales, prestará assessoria para o governo britânico se comunicar com transparência através da internet, segundo informou nesta segunda-feira o jornal The Daily Telegraph. O empresário americano orientará todos os ministérios do Executivo do Reino Unido, mas não cobrará por isso, segundo indicou Rohan Silva, assessor do primeiro-ministro David Cameron, durante uma conferência na SXSW sobre tecnologia em Austin, nos Estados Unidos. Wales, que trabalhou na Universidade de Chicago e no setor financeiro americano, criou junto com Larry Sanger em 2001 a enciclopédia virtual que qualquer pessoa pode editar. O sucesso da Wikipedia, sexto site mais visitado do mundo com mais de 400 milhões de usuários por mês, motivou a revista Time a incluir Wales na lista de pessoas mais influentes do mundo em 2006. Leia mais em Link/Estadão.

12 de março de 2012, 08:41

MUNDO Proibido para menores de 13 anos, Facebook está cheio de crianças; saiba como protegê-las

Na teoria, só pode fazer um perfil no Facebook quem tenha 13 anos ou mais. Apesar de estar nos termos de uso do site, essa não era a vontade de Mark Zuckerberg, seu criador e diretor-executivo: ele já declarou acreditar que a rede social traria benefícios para a educação das crianças e que, por isso, gostaria de permitir que os mais jovens também pudessem usá-la. Na prática, não é difícil encontrar usuários mirins que estão mais alinhados com a vontade de Zuckerberg do que com a política do site. Se esses jovens estão na maior rede social do mundo, seus pais não podem ignorar o fato. Erika Kobayashi, coordenadora da Childhood Brasil, braço nacional de uma organização mundial pela proteção da criança, afirma que o diálogo é a forma mais eficiente de proteger os filhos pequenos nesse ambiente. Isso envolve conscientizar as crianças sobre os perigos, conhecer bem sua vida e mostrar-se aberto para a conversa. Leia mais no UOL.

12 de março de 2012, 08:16

MUNDO Talibã promete vingança de massacre de civis no Afeganistão

Foto: Ahmad Nadeem/Reuters

Afegãos investigam local do massacre, em Kandahar

O gupo Talibã prometeu nesta segunda-feira vingar o massacre de 16 civis afegãos, incluindo mulheres e crianças, executado no domingo por um soldado americano no sul do Afeganistão. Em um comunicado divulgado na internet, os insurgentes prometem intensificar os ataques contra os “americanos selvagens e doentes mentais”. No domingo, um soldado americano da força internacional da Otan saiu de sua base na província de Kandahar, fortemente armado, e matou os moradores de duas casas próximas, incluindo nove crianças e três mulheres. Depois ele queimou os corpos. O ataque enfureceu a resistência antiamericana, ainda exaltada com a recente queima de cópias do Alcorão em uma base militar dos EUA, em fevereiro. O presidente americano, Barack Obama, chamou o massacre de “trágico e lamentável”, além de ter prometido uma “investigação exaustiva”. (France Presse)

11 de março de 2012, 12:03

MUNDO Espanhóis vão às ruas em 60 cidades protestar contra plano de austeridade

Centenas de milhares de pessoas em 60 cidades da Espanha participam de manifestações convocadas pelos principais sindicatos do país contra as duras reformas trabalhistas e os novos cortes feitos pelo governo. Os protestos são a primeira demonstração da força dos sindicatos antes de uma greve geral, em 29 de março, contra as reformas e as medidas de austeridade recentemente aprovadas. A maior parte das manifestações está sendo precedida por cerimônias que marcam o oitavo aniversário dos atentados de 11 de março de 2004 contra quatro comboios da rede ferroviária de Madri, que deixaram 191 mortos, no pior ataque terrorista islâmico já ocorrido na Europa. As reformas trabalhistas, aprovadas por um decreto em fevereiro e confirmadas pelo parlamento espanhol na quinta-feira, reduzem o custo de demissão de trabalhadores e facilitam as condições para fazê-la. (Associated Press e Agência Estado)

11 de março de 2012, 11:39

MUNDO Japão faz minuto de silêncio um ano após tsunami

Os japoneses celebram neste domingo o primeiro aniversário do forte tremor seguido de tsunami que varreu a costa nordeste do país, desencadeando o mais grave acidente nuclear do mundo em 25 anos. Um minuto de silêncio foi feito em todo o Japão, às 14h26 (horário local), exatamente um ano depois que um terremoto de magnitude 9,0 abalou Tohoku, provocando o pior tsunami da região em séculos. Na região de Tohoku e em várias cidades do país, pessoas participaram de serviços memoriais e concertos, se reuniram com os familiares e amigos próximos e assistiram a reportagens especiais na televisão para relembrar o desastre. Cerca de 19 mil pessoas morreram ou ficaram desaparecidas – vítimas principalmente das ondas gigantes que varreram dezenas de comunidades ao longo da costa nordeste. Depois de um ano, em Tohoku cerca de 350 mil pessoas ainda estão deslocadas de suas casas. (Agência Estado)

11 de março de 2012, 11:16

MUNDO Annan se diz otimista depois de encontros na Síria

Foto: Reuters

Kofi Annan, enviado da ONU e da Liga Árabe para a Síria

O ex-secretário geral da ONU Kofi Annan disse neste domingo estar otimista depois da segunda rodada de negociações de paz com o presidente sírio Bashar al-Assad, mas reconheceu que será difícil atingir um acordo que ponha fim ao derramamento de sangue. “Será difícil, mas nós temos que ter esperanças”, afirmou Annan a repórteres em Damasco. “Eu sou otimista por diversas razões”, disse ele, citando um desejo geral por paz na Síria. Um porta-voz da ONU havia afirmado, pouco antes, que os dois retomaram as negociações no palácio presidencial. Ele não deu detalhes, mas afirmou que Annan deveria seguir para o Qatar ao fim da reunião. Enviado conjunto da ONU e da Liga Árabe, Annan aparentemente conseguiu pouco progresso no sábado, em um encontro “franco e abrangente” com Assad, enquanto o presidente culpa “terroristas” que buscam desestabilizar a Síria pelo derramamento de sangue no país. (Reuters)

11 de março de 2012, 10:34

MUNDO Comercial da UE é acusado de promover xenofobia

Uma mulher branca vestida como a protagonista de Kill Bill se vê cercada de um aparente mestre chinês do kung fu, um indiano praticante de uma luta marcial e um negro jogando capoeira. Eles mostram suas habilidades com o corpo, e o indiano chega a levitar. Para se livrar da ameaça, a mulher apenas respira fundo e cerca os inimigos, multiplicando-se por 12 – número de estrelas existentes na bandeira da União Europeia. “Quanto mais de nós houver, mais força teremos”, diz o texto que encerra o vídeo (veja acima). A propaganda é da União Europeia e, pelo enredo, vem causando polêmica. Afinal, não é difícil ver que os personagens representam, respectivamente, China, Índia e Brasil, que compõem o bloco cujo nome leva as iniciais dos países emergentes – BRIC (o ‘R’ é de Rússia, ausente no comercial.) O jornal britânico The Telegraph afirma que autoridades da Comissão Europeia retiraram o filme do YouTube na terça-feira, depois de milhares de pessoas acusarem a propaganda de promover o “imperialismo” e se basear em “estereótipos”, em vez de usar a política da boa vizinhança da União Europeia.

Nayara Fraga, Estadão

11 de março de 2012, 10:12

MUNDO Afeganistão: soldado americano abre fogo e mata ao menos 16 civis

Um soldado americano abriu fogo contra civis neste domingo em uma base militar perto de Kandahar, província ao sul do Afeganistão. Segundo moradores do bairro rural de Panjway, palco do tiroteio, o militar atirou em várias casas perto de uma base americana no local. Ao menos 16 pessoas morreram, incluindo mulheres e crianças, disseram autoridades locais. O atirador foi detido em uma base da Otan, e o Exército americano investiga a causa do incidente. Segundo a BBC, o soldado teria sofrido uma crise nervosa. “Este é um incidente profundamente lamentável, e nós estendemos nossos pensamentos a todas as família envolvidas”, disse o governador de Kandahar, Tooryalai Weesa. Um outro soldado americano contou que o atirador deixou a base militar por volta das 3h da madrugada e teria disparado contra três casas. Ele teria sido detido enquanto voltava para o quartel. A Otan disse que vai abrir uma investigação sobre o caso em colaboração com autoridades afegãs. Leia mais em O Globo.