19 de março de 2012, 10:25

MUNDO Síria é teste no encontro de Dilma com Obama

Foto: Jason Reed/Reuters

Barack Obama e DIlma Rousseff

A visita oficial da presidenta Dilma a Washington, mês que vem, poderá ser um teste para a diplomacia “responsável e protetora” do Brasil em relação à Síria, protelando sanções já impostas pela União Europeia, Japão, EUA e até pela Liga Árabe. Barack Obama está determinado a convencer Dilma da importância de “estrangular” o regime do ditador Bashar al-Assad, até que o facínora renuncie e convoque eleições. O Brasil condenou na ONU a ditadura síria, mas insiste no “diálogo” para proteger civis – passam de 9 mil os mortos pelo carniceiro Assad. Diplomatas estrangeiros creditam a política acanhada do Brasil à campanha por uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU. Obama ignorou a abstenção do Brasil na ONU e mandou atacar a Líbia durante a visita ao Rio, há um ano e após discurso moderado de Dilma. Dilma não quis mais Romero Jucá (PMDB-RR) como Líder Governo no Senado, mas não mexe no vice-líder: seu amigo Gim Argelo (PTB-DF). (Blog do Claudio Humberto)

18 de março de 2012, 21:02

BRASIL Brasileiras são libertadas após sequestro no Egito

As duas turistas brasileiras que foram sequestradas neste domingo junto com um guia egípcio supostamente por um grupo de beduínos no sul da Península do Sinai, no leste do Egito, foram libertadas por seus sequestradores. Segundo fontes oficiais citadas pela agência oficial egípcia “Mena”, as turistas brasileiras e o homem egípcio, que retornavam de uma visita ao mosteiro de Santa Catarina, no Monte Sinai, foram libertados após a mediação de líderes das tribos beduínas da região. As mesmas fontes afirmaram que a libertação aconteceu sem que fosse cumprida qualquer exigência dos sequestradores. Leia mais em O Globo.

18 de março de 2012, 19:51

MUNDO Itamaraty acompanha de perto sequestro de brasileiras

O Ministério de Relações Exteriores confirmou o sequestro, por parte de um grupo de beduínos, de duas turistas brasileiras e um guia local no Egito e disse que as negociações para tratar a libertação das reféns ‘estão em curso’. Segundo um porta-voz da Chancelaria brasileira, a embaixada no Cairo acompanha de perto as negociações do Ministério do Interior do Egito para libertar as turistas. Fontes oficiais apresentaram informações conflitantes sobre a idade das vítimas. Uma informação preliminar afirmava que as duas eram adolescentes, mas um policial disse que uma tem 18 anos e a outra 40. Os sequestradores, que viajavam em um veículo 4×4, interceptaram o ônibus no qual viajava um grupo com cerca de 45 turistas brasileiros na região de Wadi Firan, no sul da Península do Sinai, e levaram as duas mulheres e seu guia. Eles retornavam à capital egípcia após visitar o mosteiro de Santa Catarina, que está situado no Monte Sinai. O resto dos turistas está viajando a ‘um lugar seguro’, escoltados por policiais e militares egípcios, segundo o Ministério de Relações Exteriores. Leia mais na Veja.

18 de março de 2012, 11:01

MUNDO ‘Apoio do Brasil a Assad é uma política estúpida’

“O apoio do governo brasileiro ao regime de (Bashar) Assad indica uma visão política estúpida, porque o povo sírio não quer Assad.” Esse é o recado para o Brasil do capitão Ayham al-Kurdi, comandante do Exército Sírio Livre (ESL) em Hama, um dos epicentros da guerra civil, no oeste do país. Em entrevista ao Estado, Al-Kurdi revela que a Líbia tentou enviar armas ao ESL, mas falta um corredor para permitir seu transporte. Um dos primeiros oficiais a desertar, em 27 de junho, quando ainda não havia o acampamento que hoje abriga cerca de mil pessoas, entre militares e suas famílias, Al-Kurdi recebeu o repórter no apartamento de seu irmão, na periferia de Antakya, a 25 km da fronteira com a Síria. O capitão, de 30 anos, cruzou a fronteira à paisana, com toda a família, depois que o Exército descobriu seu plano de desertar, com outros oficiais, e confiscou seu carro e sua arma. Leia mais no Estadão.

Lourival Sant’Anna, Estadão.com.br

17 de março de 2012, 10:10

MUNDO Fonte identifica militar acusado de massacre no Afeganistão

Foto: Spc. Ryan Hallock / DVIDS / AFP

Sargento Robert Bales (esq.), em foto de agosto de 2011, durante treinamento em uma base na Califórnia, EUA

O sargento norte-americano acusado de matar 16 civis nesta semana se chama Robert Bales, disse uma autoridade dos EUA, falando sob anonimato e sem dar detalhes adicionais sobre ele. Bales é acusado de ter saído no meio da noite do seu quartel na província de Kandahar para matar civis – inclusive mulheres e crianças – em duas aldeias dos arredores, no domingo, num incidente que deteriorou ainda mais as já tensas relações entre Washington e Cabul. O sargento que chegou na sexta-feira aos Estados Unidos foi levado para uma prisão militar no Kansas. Ainda não está certo quando ele irá a júri. Segundo o secretário de defesa, Leon Panetta, disse que dependendo das investigações e do julgamento, a pena de morte pode ser considerada. Líderes afegãos exigem que o suspeito seja levado a um tribunal por conta dos assassinatos. (Reuters)

17 de março de 2012, 09:41

MUNDO Chávez diz que câncer não está vencido e projeta 2030

Presidente da Venezuela, Hugo Chávez

“Rumo a 2030!”. Assim o presidente Hugo Chávez, no poder desde 1999, encerrou seu primeiro discurso após o retorno à Venezuela, na noite desta sexta-feira. Chávez falava à porta do avião no qual aterrisou em Caracas após três semanas em Cuba, onde tratava a reincidência de um câncer na região pálvica. A doença, deu a endenter, ainda não está vencida. — Que ninguém acredite que tudo já passou. Estamos vencendo, mas devemos seguir sendo rigorosmanete disciplinados. Disciplina de recruta — disse Chávez sobre o câncer contra o qual luta desde o ano passado. — Rumo a 2021, rumo a 2030! Antes, o presidente havia dito que os venezuelanos terão de cuidar, mais do que o que foi conseguido na primeira década (durante a qual esteve no poder), do que virá nesses próximos 30 anos. — São essas 3 primeiras décadas deste século as décadas do renascimento que já ocorreu, de crescimento e consolidação nacional da pátria livre independente, grande potência socialista. Leia mais em O Globo.

16 de março de 2012, 20:36

MUNDO Osama bin Laden planejava assassinar Obama, diz jornal

Foto: Larry Downing / Reuters

'Obama é o líder dos infiéis', teria dito Osama bin Laden

O fundador da Al Qaeda, Osama bin Laden, planejava matar o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a quem considerava “o líder dos infiéis”, informou nesta sexta-feira o jornal The Washington Post. O plano para assassinar Obama está descrito em documentos encontrados no complexo no qual Bin Laden morava na localidade paquistanesa de Abbottabad, onde morreu em uma operação militar americana em maio do ano passado. Segundo o jornal, Bin Laden ordenou organizar uma rede de células especiais no Afeganistão e Paquistão para atacar o avião do presidente Obama. O objetivo era que o governo dos EUA passasse para as mãos do vice-presidente, Joe Biden, quem Bin Laden considerava pior preparado para a Presidência, e assim provocar uma crise neste país, acrescentou o jornal, que teve acesso aos documentos por meio de um funcionário de alta categoria do governo Obama. Informações da Veja com Agência EFE.

16 de março de 2012, 17:23

MUNDO George Clooney paga fiança, deixa prisão e fala com jornalistas

Foto: Kevin Lamarque / Reuters

George Clooney conversou com jornalistas após ser solto

O ator americano George Clooney, preso nesta sexta-feira por desobediência civil ao protestar em frente à embaixada do Sudão em Washington, pagou fiança e deixou a prisão poucas horas depois. De acordo com a imprensa americana, o valor pago pelo ator foi de apenas 100 dólares. No total, quinze pessoas foram detidas durante o protesto – incluindo o pai do ator e dois membros do Congresso americano. A rede de TV americana CNN mostrou Clooney conversando com jornalistas após ser solto, voltando a reforçar a necessidade de ajuda imediata ao Sudão. Ele fez piada sobre a prisão: “Foi muito duro”, brincou. “Foi minha primeira vez na cadeia e espero que a última”. Clooney havia se encontrado com o presidente Barack Obama na quinta-feira para discutir suas preocupações com o país africano. Leia mais na Veja.

16 de março de 2012, 14:55

MUNDO Limites para entrada de carros mexicanos no Brasil valerão por três anos

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) confirmou oficialmente, no início da tarde, por meio de nota conjunta com o Itamaraty, que Brasil e México fecharam novo acordo sobre a importação de automóveis. Os dois países acertaram cotas de exportação pelo prazo de três anos, com isenção de tarifas de importação para veículos leves. A medida começa a vigorar em 19 de março. Para o primeiro ano, as vendas de automóveis mexicanos para o Brasil não poderão superar a cota de US$ 1,45 bilhão. No segundo ano, a cota sobe para US$ 1,56 bilhão e, no terceiro, para US$ 1,64 bilhão. Também foi definida a elevação do percentual de componentes regionais dos veículos, de 30% para 35%, até o dia 19 de março de 2013. Em março de 2016, esse percentual será elevado para 40%. Os dois países farão estudos sobre a possibilidade de uma nova elevação, para 45%, entre 2015 e 2016.

16 de março de 2012, 14:23

MUNDO George Clooney é preso durante protesto

George Clooney foi preso na manhã desta sexta-feira, durante um protesto em frente à Embaixada do Sudão em Washington, capital dos Estados Unidos. Seu pai também foi detido na manifestação. Um grupo de militantes acusa o presidente do Sudão, Omar al-Bashir, de bloquear a entrada de ajuda humanitária no país e de provocar uma crise. Entre eles, estavam líderes de direitos humanos e representantes de entidades de ativismo político. De acordo com a Associated Press, os presentes foram presos após não obedecerem uma ordem policial e ultrapassarem um cerco delimitado pelas autoridades.

16 de março de 2012, 11:06

MUNDO Coreia do Norte ignora ONU e anuncia lançamento de foguete

A Coreia do Norte anunciou nesta sexta-feira que em abril lançará um foguete para colocar um satélite em órbita, em uma ação vista como violação a uma resolução do Conselho de Segurança ONU adotada após lançamento similar em 2009. A operação está prevista para entre 12 e 16 de abril para comemorar o centenário de nascimento do fundador da Coreia do Norte, Kim Il-sung, segundo a agência oficial norte-coreana KCNA. Um foguete Unha-3 lançará o satélite de observação terrestre norte-coreano Kwangmyongsong-3, disse a KCNA citando um porta-voz do Comitê de Tecnologia Espacial. Esses satélites são necessários para o desenvolvimento econômico do país e fazem parte das atividades pacíficas espaciais, segundo a KCNA. A Coreia do Norte utilizou argumento semelhante quando lançou um “satélite” em 5 de abril de 2009, atraindo a condenação do Conselho de Segurança e um reforço das sanções contra Pyongyang. O governo dos EUA classificou como “provocação” o projeto norte-coreano, por acreditar que, na realidade, o lançamento será na realidade um teste de mísseis que ameaça a segurança regional. (AFP)

15 de março de 2012, 13:15

MUNDO Transparência Internacional sugere “ficha limpa” para cargos de confiança

Depois de aprovar um projeto como o Ficha Limpa, que trata da inelegibilidade em eleições, o Brasil precisa avançar em uma lei semelhante para os mais de 20 mil ocupantes de cargos de confiança do governo, sugere a presidente do Conselho de Administração Internacional da Transparência Internacional, Huguette Labelle. Em entrevista exclusiva à Reuters, Labelle classificou o projeto de iniciativa popular como “um exemplo maravilhoso de mobilização da sociedade civil”. – [O Ficha Limpa] é uma ideia interessante para outros países olharem e de se acompanhar. Ela afirmou que se trata de uma proposta “simples” que mostra uma sociedade civil “vibrante”. Labelle, que se reuniu na quarta-feira com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, sugeriu que seria bom ampliar o escopo da medida. – Estender as mesmas provisões aos 20 mil funcionários de confiança do governo é mais razoável. (Reuters)

15 de março de 2012, 09:25

MUNDO Obama corteja voto das mulheres americanas para reeleição

Barack Obama

A campanha de reeleição do presidente americano, Barack Obama, deu início nesta semana a um intenso esforço para conquistar o apoio das mulheres americanas, usando o debate sobre a nova lei do sistema de saúde para ampliar um apelo que já parece estar se beneficiando dos confrontos partidários que falam sobre o controle de natalidade e o aborto. No dia 19 de março, malas diretas serão entregues a 1 milhão de mulheres em mais de uma dúzia de Estados em três versões diferentes: direcionadas para as mães, jovens mulheres e mulheres mais maduras, explicaram oficiais do Partido Democrata. Um esforço apelidado de Enfermeiras de Obama começou no dia 14 de março, com as enfermeiras de todo o país se alistando para defender a lei do sistema de saúde em suas comunidades. Um novo site incluirá links para depoimentos em vídeo sobre a reforma da saúde assinada por Obama em 2010, incluindo o depoimento de uma ex-crítica da reforma que posteriormente foi diagnosticada com câncer de mama. (The New York Times)

14 de março de 2012, 16:40

MUNDO Otan inicia plano contra infiltração no Exército afegão

Os países da Otan acertaram o início de um plano elaborado para combater a infiltração de insurgentes nas forças de segurança do Afeganistão e limitar os ataques às tropas internacionais, informou nesta quarta-feira a porta-voz da aliança atlântica. O programa foi criado a pedido dos ministros da Defesa da organização, que em fevereiro se comprometeram a tomar medidas neste âmbito após o assassinato de quatro soldados franceses por um militar afegão. A porta-voz da Otan, Oana Lungescu, explicou nesta quarta que o plano reforçará as medidas de segurança das tropas aliadas e melhorará os exames e investigações sobre os recrutas afegãos. Ao mesmo tempo, buscará aumentar a compreensão tanto dos soldados estrangeiros como dos afegãos da cultura e das tradições da outra parte. (EFE)

14 de março de 2012, 15:10

MUNDO Sobe para 112 total de corpos resgatados do naufrágio em Bangladesh

Ao menos 112 corpos foram resgatados após o naufrágio de uma balsa de passageiros no centro de Bangladesh na terça-feira, informou nesta quarta, 14, uma fonte policial. Um número indeterminado de pessoas continuam desaparecidas após o incidente. “A operação de resgate ainda continuará por algumas horas. Ainda há desaparecidos, mas não sabemos quantos”, disse uma fonte da polícia do distrito de Munshiganj, onde ocorreu o acidente. A tragédia ocorreu na madrugada de terça-feira, quando um petroleiro bateu na balsa com passageiros, que afundou rapidamente nas águas do rio Meghna. Os restos da embarcação foram localizados na tarde da terça, a 20 metros de profundidade. Nesta quarta, as autoridades informaram que a embarcação foi parcialmente suspensa por cabos, mas as equipes de resgate ainda não conseguiram inspecionar o interior da balsa. (EFE)