19 de maio de 2012, 07:28

MUNDO Bomba explode em colégio italiano e mata estudante de 16 anos

Uma bomba explodiu neste sábado, diante do instituto profissional Morvillo Falcone, na localidade italiana de Brindisi, e causou a morte da estudante Melissa Bassi, de 16 anos, ferindo ainda outras sete pessoas, informou o funcionário da Defesa Civil regional Fabiano Amati. Outra estudante se encontra em estado muito grave, depois de ter sofrido queimaduras em todo o corpo e ferimentos no abdômen, e está sendo operada no hospital Perrino, em Brindisi, onde estão internados os demais feridos. Segundo os moradores da área, a explosão foi muito potente e destruiu os vidros do colégio e os dos edifícios contíguos em um raio de 200 metros. A explosão aconteceu às 7h45 locais (2h45 de Brasília) e, segundo os investigadores, os artefatos de fabricação caseira estavam unidos a dois bujões de gás escondidos em mochilas que foram colocadas em um contêiner diante do colégio. (Efe)

18 de maio de 2012, 14:30

MUNDO Aos 28 anos, Mark Zuckerberg é a pessoa mais influente da internet

Mark Zuckerberg

Mark Zuckerberg, cofundador e diretor-executivo (CEO, na sigla em inglês) da maior rede social do mundo, o Facebook, já figura entre as lendas do Vale do Silício antes mesmo de completar 30 anos. “A fortuna sorri para os audazes”, a famosa máxima de Virgílio, citada por Zuckerberg em sua página pessoal, parece refletir fielmente a trajetória de um rapaz que lançou sua companhia aos 19 anos e que nunca deixou a frente da empresa. Zuckerberg já faz parte dos 20 homens mais ricos do mundo e sua empresa passou a valer 104 bilhões de dólares após sua estreia em bolsa nesta sexta-feira. Desde 2010, ele tem sido eleito o “homem do ano” pelo semanário Time e o homem mais influente do “new establishment” por Vanity Fair. (AFP)

18 de maio de 2012, 14:00

MUNDO Conta falsa de Dilma no Twitter ganha prêmio internacional

O prêmio Shorty Awards, considerado o Oscar do Twitter, cometeu uma gafe ao anunciar a conta vencedora pela escolha popular. O júri anunciou que o título de melhor Twitter falso do mundo era o da presidente Dilma Roussef. Ela, no entanto, não posta em sua página oficial desde antes de assumir o cargo. A premiação se referia, na verdade, ao perfil falso “Dilma Bolada”, mas se confundiu ao divulgar o nome, informou o jornal O Globo. Um erro da organização fez com que o microblogue da presidente brasileira fosse parar na lista dos vencedores e não a página falsa. No entanto, a gafe pôde ser facilmente compreendida quando se percebeu que os perfis de ambas as contas, tanto a verdadeira quando a fictícia, são iguais à primeira vista. A premiada conta já reúne quase 32 mil seguidores e quase não fala sobre política. O autor dos tuítes posta basicamente frases humorísticas envolvendo Dilma Roussef. “Euzinha estou na Índia e o Michel Temer na Coreia do Sul. Neste exato momento o presidente é o Marco Maia, quem não conhece dá RT”, diz um dos posts. (Portal Imprensa)

18 de maio de 2012, 11:28

MUNDO Barack Obama e Hollande se encontram antes de reunião do G-8

Foto: Jewel Samad/AFP/Getty Images

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai se encontrar hoje com seu recém-empossado colega francês, François Hollande, numa reunião na Casa Branca. O encontro está marcado para as 12h (de Brasília). O primeiro encontro de Obama e Hollande acontecerá antes de os presidentes seguirem para a reunião de cúpula do G-8 – grupo dos oito países mais industrializados mais a Rússia -, que ocorrerá hoje e amanhã, em Camp David. Hollande, que assumiu a presidência na última terça-feira, deverá anunciar a retirada de todos os soldados franceses que atuam no Afeganistão até o fim do ano. As informações são da Associated Press. (Agência Estado)

18 de maio de 2012, 10:14

MUNDO Brasileiro cofundador do Facebook pode ser impedido de entrar nos EUA

O brasileiro cofundador do Facebook, Eduardo Saverin, que renunciou à sua cidadania norte-americana, foi acusado por dois senadores dos Estados Unidos nesta quinta-feira de tê-lo feito para evitar impostos sobre os lucros do Facebook nos mercados de ações. “É enfurecedor ver alguém vender o país que o recebeu de braços abertos, protegeu-o, educou-o e ajudou-o a se tornar milionário”, disse o senador Charles Schumer à imprensa. “Queremos impedir esse estratagema”. Em uma nota enviada por seu porta-voz, Saverin disse que pagará “centenas de milhões de dólares em impostos ao governo norte-americano”. “Eu paguei e continuarei a pagar quaisquer impostos sobre tudo que lucrei enquanto cidadão norte-americano”, diz a nota. “É lastimável que minha escolha pessoal tenha gerado um debate público, baseado não em fatos, mas somente em especulação e informações falsas”. Saverin disse que sua decisão de renunciar à sua cidadania norte-americana e se mudar para Cingapura se baseou somente “em meu interesse em trabalhar e viver em Cingapura, onde resido desde 2009″. (Reuters)

18 de maio de 2012, 09:52

MUNDO Líderes do G8 se reúnem hoje e amanhã para discutir crise econômica internacional

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, coordena a Cúpula do G8 (Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Alemanha, França, Itália, Japão e Rússia), em Camps David (residência oficial do presidente norte-americano), a cerca de 100 quilômetros de Washington, capital norte-americana. Em pauta, os impactos da crise econômica internacional, o agravamento da situação na Grécia e os conflitos na Síria. Os líderes se reunirão hoje e amanhã para buscar um consenso sobre os esforços na tentativa de superar as dificuldades que a economia global enfrenta, principalmente por conta dos problemas na zona do euro. Em videoconferência, ontem, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, o novo presidente da França, François Hollande, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, e o primeiro da Itália, Mario Monti, além do presidente da União Europeia, Herman Van Rompuy, e do presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, concentraram-se na discussão sobre a crise econômica.

18 de maio de 2012, 08:49

MUNDO Alemanha acredita no fim da crise em no máximo dois anos

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schauble, disse nesta sexta-feira que a crise de confiança dos mercados a respeito da zona do euro deve acabar em um ou dois anos. Schauble também reafirmou que Berlim deseja a permanência da Grécia no bloco monetário europeu. “Em um período de entre 12 a 24 meses, os mercados financeiros se tranquilizarão”, projetou o ministro em entrevista para a rádio francesa Europe 1. A declaração Schauble é uma resposta à previsão do ex-ministro francês François Baroin, que estimou a continuidade da crise por quatro ou cinco anos. (AFP)

18 de maio de 2012, 08:35

MUNDO Chile nega asilo político a juiz argentino acusado de crimes durante a ditadura

As autoridades do Chile recusaram conceder asilo político ao ex- juiz argentino Otilio Romano, acusado de 103 crimes contra a humanidade, no período da ditadura da Argentina (1976-1983). O ex-juiz passou pela fronteira da Argentina com o Chile, em agosto de 2011, antes de perder a sua imunidade judicial. A decisão foi tomada pelo governo do presidente do Chile, Sebastián Piñera. O porta-voz da Presidência da República do Chile, Andres Chadwick, disse que o pedido de asilo político de Romano foi negado por “uma comissão de asilo especial” composta por vários integrantes do governo. Romano é acusado de usar confissões obtidas por meio de torturas como provas contra opositores do regime militar e rejeitar pedidos de habeas corpus feitos por suas famílias à junta militar. Há relatos de que os documentos desapareciam ao chegar a Romano.

18 de maio de 2012, 08:19

MUNDO Hollande e novo governo francês rebaixam os próprios salários em 30%

O presidente francês, François Hollande, e o novo governo liderado pelo primeiro-ministro do país, Jean-Marc Ayrault, concordaram nesta quinta-feira, 17, em baixar seus salários em 30%. Esta foi uma das promessas feitas por Hollande durante sua campanha eleitoral, assim como a elaboração de um código de conduta dos políticos para evitar o conflito de interesses entre os membros do novo gabinete. O conteúdo do código, revelado hoje pelo jornal “Le Monde”, inclui a renúncia a postos executivos que os membros do governo tinham antes de assumirem seus cargos, a rejeição de convites privados e presentes com valor superior a 150 euros e a escolha de trens como meio de transporte prioritário em trajetos inferiores a três horas. A primeira reunião do governo, realizada no Palácio do Eliseu, em Paris, foi “solene e emocionante”, segundo ministros que participaram do encontro. Durante a cerimônia, Hollande falou que espera que o Executivo seja um exemplo durante seu mandato. Hollande, segundo afirmou os ministros, transmitiu sua vontade de aplicar suas promessas eleitorais o mais breve possível. (Estadão)

17 de maio de 2012, 20:31

MUNDO Conselho da ONU ordena que Sudão deixe região disputada

O Conselho de Segurança da ONU exigiu na quinta-feira que o Sudão retire de forma imediata e incondicional suas tropas da região de Abyei, disputada com o Sudão do Sul, mas Cartum disse que só fará isso quando um órgão conjunto de observação militar for criado para a área. Os 15 países do Conselho renovaram o mandato da missão de paz da ONU em Abyei, e manifestaram preocupação com a demora no estabelecimento de uma administração para a região. O Sudão ocupa há um ano essa fértil região de pastagens, forçando dezenas de milhares de pessoas a fugirem. A ocupação começou depois de um comboio militar sudanês ser atacado por tropas do Sul. Uma força de paz com 3.800 soldados etíopes está estacionada na região. O Sudão do Sul retirou seus 700 policiais de lá na semana passada, mas o vice-embaixador sudanês na ONU, Idris Ismail Faragalla Hassan, criticou essa decisão na quinta-feira. (Reuters)

17 de maio de 2012, 17:45

MUNDO Crise europeia gera oportunidades para a América Latina, diz Slim

A crise na Europa está criando um cenário de oportunidades para América Latina, que pode atrair os investimentos necessários para melhorar sua infraestrutura, especialmente na área de transporte e turismo, disse nesta quinta-feira o magnata mexicano Carlos Slim. A crise “em países desenvolvidos nos permitiu ver que há dinheiro barato disponível para fazer melhores investimentos. O México e a América Latina estão dispostos a receber esses investimentos”, disse Slim durante a sessão inaugural de empresários do turismo com ministros do setor dos países do G20, na Playa del Carmen (leste do México). Os capitais internacionais, que buscam novos nichos de rentabilidade, encontrarão um campo propício na América Latina que precisa especialmente do desenvolvimento da infraestrutura de transportes, como aeroportos e estradas, hotelaria e turismo. “Nos próximos dez anos, a grande atividade econômica será a do turismo, por isso é muito importante incentivá-la e apoiá-la”, afirmou Slim considerado o homem mais rico do mundo pela revista Forbes. (AFP)

17 de maio de 2012, 14:45

MUNDO Otan enfrenta nova era, com EUA voltados para a Ásia

Com os olhos voltados para a Ásia, os Estados Unidos buscarão, no futuro, um papel menos dominante na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), apesar de continuarem contando com seus aliados europeus quando for necessário, dizem os especialistas. A ênfase que Washington deu à região Ásia-Pacífico não torna a Otan irrelevante, mas a mudança abre uma nova era em que os países europeus deverão estar prontos para lidar com os problemas de segurança de sua vizinhança sem esperar que os americanos assumam a responsabilidade. Para a cúpula da Otan em Chicago (norte dos EUA) no domingo, a mensagem de Washington é “não contem conosco para tudo”, disse Barry Pavel, um ex-alto funcionário do Pentágono e da Casa Branca. Naqueles desafios que não constituem uma ameaça para todos os membros da aliança, como “as Bósnias e os Kosovos, os Estados Unidos não vão estar lá todo o tempo”, disse à AFP Pavel, agora integrante do centro de estudos Atlantic Council. A guerra aérea da Otan contra a Líbia ano passado, em que os europeus lideraram a operação com apoio dos Estados Unidos e dos países do Golfo Pérsico (que não integram a OTAN), é um exemplo de como a aliança pode evoluir. (AFP)

17 de maio de 2012, 13:13

MUNDO Cantora Donna Summer morre aos 63, diz site

A cantora Donna Summer morreu na manhã desta quinta-feira (17), aos 63 anos, informou o site TMZ. Ela sofria de câncer e estava vivendo na Flórida. Donna Summer esteve no Brasil em 2009 com a turnê do disco “Crayons”, seu primeiro de inéditas em 17 anos, cujo single “Stamp Your Feet” colocou a cantora novamente no topo da parada norte-americana. As músicas novas deixaram de lado a disco music de 30 anos atrás, que fez de Donna Summer um ícone pop, e soaram mais próximas de faixas de cantoras que frequentam as paradas atuais, como Rihanna, Beyoncé ou Pink. Leia mais no UOL.

17 de maio de 2012, 10:27

MUNDO Dados definitivos mostram Espanha em recessão no primeiro trimestre

A economia espanhola entrou em recessão após cair 0,3% entre janeiro e março e somar dois trimestres consecutivos de contração, segundo os números definitivos publicados nesta quinta-feira, 17, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A contração de 2,6% do investimento e de 0,9% das exportações, unida à estagnação do consumo e aos cortes nos gastos públicos, provocou o encolhimento da economia no período, explicou a fonte. Em 30 de abril o INE já adiantara que a economia espanhola havia entrado em recessão, dado confirmado hoje. Além disso, o instituto de estatística indicou que, na comparação com os três primeiros meses de 2011, a queda no primeiro trimestre deste ano foi de 0,4%, fruto de uma maior contração da demanda interna e de uma menor contribuição do setor exterior.

17 de maio de 2012, 09:48

MUNDO França anuncia corte de 30% nos salários dos novos ministros

O novo primeiro-ministro da França, Jean-Marc Ayrault, disse que vai cortar em 30% o salário dos 34 ministros. A decisão foi tomada como parte do plano de austeridade fiscal já em curso em outros países europeus, que visa a reduzir os gastos públicos e a retomar o crescimento da economia. Segundo Ayrault, a proposta será encaminhada ao Conselho de Ministros, na primeira reunião no Palácio do Eliseu (cujo nome em francês é Champs-Élysée), com o presidente da França, François Hollande. O corte de salários foi tema de campanha de Hollande. A nova equipe ministerial do governo da França é composta por 17 homens e 17 mulheres.