11 de março de 2012, 07:18

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: Wagner tenta compensar perda de ministérios e Petrobras com Codevasf

Jaques Wagner tenta compensar perdas

Trucidado pelas oposições porque na história recente da Bahia nunca o Estado tinha ficado sem nenhum ministro no governo federal, como está prestes a acontecer com a iminente demissão de Luíza Bairros (Igualdade Racial), depois da queda de Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário) e de Mário Negromonte (Cidades), além da saída do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, que foi obrigado a abrigar em seu governo, o governador Jaques Wagner (PT) estaria tentando compensar as perdas com a indicação do comando da Codevasf. Os adversários continuam achando que a companhia é muito pouco, que o Estado nunca esteve tão desprestigiado como agora, mas… é melhor do que nada.

Manu Dias (Secom)

11 de março de 2012, 07:17

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: Sob golpe da demissão de Florence, governo tenta saída para manter Sérgio e Emiliano na Câmara

Rui Costa, chefe da Casa Civil de Wagner, tenta evitar queda de dois deputados petistas

O governo do Estado montou uma força-tarefa, integrada pelos deputados federais Sérgio Carneiro e Nelson Pelegrino e o chefe da Casa Civil, Rui Costa, com o objetivo de encontrar uma solução para o impacto da demissão do ministro Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário) na bancada baiana. Na prática, o objetivo é evitar que deixem a Câmara dos Deputados, além de Sérgio, suplente atingido pela saída de Zezéu Ribeiro da secretaria estadual de Planejamento, o deputado federal Emiliano José, que também perde o mandato com o retorno de Florence para a Câmara. O grupo integrado por Rui e os parlamentares avalia, sob delegação do governador Jaques Wagner, quais saídas existem para o golpe representado pela demissão de Florence. Eles poderão, eventualmente, contar com a ajuda do prefeito João Henrique (PP), que, antes da queda de Florence, tentou acomodar um deputado no seu secretariado como forma de manter o irmão Sérgio Carneiro na Câmara, mas viu que a tarefa seria impossível depois que o ministro do Desenvolvimento Agrário também caiu. “O prefeito está disposto a ajudar, mas não tem condições de pinçar dois deputados para seu secretariado”, disse uma fonte da Prefeitura ao Política Livre.

10 de março de 2012, 15:36

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: Wagner tenta compensar perda de ministérios e Petrobras com Codevasf

Trucidado pelas oposições porque na história recente da Bahia nunca o Estado tinha ficado sem nenhum ministro no governo federal, como está prestes a acontecer com a iminente demissão de Luíza Bairros (Igualdade Racial), depois da queda de Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário) e de Mário Negromonte (Cidades), além da saída do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, que foi obrigado a abrigar em seu governo, o governador Jaques Wagner (PT) estaria tentando compensar as perdas com a indicação do comando da Codevasf. Os adversários continuam achando que a companhia é muito pouco, que o Estado nunca esteve tão desprestigiado como agora, mas… é melhor do que nada.

10 de março de 2012, 15:25

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: Sob golpe da demissão de Florence, governo tenta saída para manter Sérgio e Emiliano na Câmara

Rui Costa, chefe da Casa Civil de Wagner, tenta evitar queda de dois deputados petistas

O governo do Estado montou uma força-tarefa, integrada pelos deputados federais Sérgio Carneiro e Nelson Pelegrino e o chefe da Casa Civil, Rui Costa, com o objetivo de encontrar uma solução para o impacto da demissão do ministro Afonso Florence (Desenvolvimento Agrário) na bancada baiana. Na prática, o objetivo é evitar que deixem a Câmara dos Deputados, além de Sérgio, suplente atingido pela saída de Zezéu Ribeiro da secretaria estadual de Planejamento, o deputado federal Emiliano José, que também perde o mandato com o retorno de Florence para a Câmara. O grupo integrado por Rui e os parlamentares avalia, sob delegação do governador Jaques Wagner, quais saídas existem para o golpe representado pela demissão de Florence. Eles poderão, eventualmente, contar com a ajuda do prefeito João Henrique (PP), que, antes da queda de Florence, tentou acomodar um deputado no seu secretariado como forma de manter o irmão Sérgio Carneiro na Câmara, mas viu que a tarefa seria impossível depois que o ministro do Desenvolvimento Agrário também caiu. “O prefeito está disposto a ajudar, mas não tem condições de pinçar dois deputados para seu secretariado”, disse uma fonte da Prefeitura ao Política Livre.

9 de março de 2012, 18:15

EXCLUSIVA José Rocha diz que conversas do PR baiano com Wagner passam por Brasília

Foto: Gilberto Nascimento/ Agência Câmara

José Rocha (PR), deputado federal

Presente à posse de solenidade do secretário estadual de Planejamento, José Sérgio Gabrielli, o deputado federal José Rocha (PR), eleito recentemente para presidente a Comissão de Desporto e Turismo da Câmara, afirmou, em entrevista ao Política Livre, que as conversas do PR da Bahia passam por Brasília. Ele negou que a sua presença ali representasse que a adesão já estivesse certa e atrelou a decisão no Estado à troca do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos. O ex-senador César Borges, presidente estadual do PR, é um dos nomes cotados para o cargo. Rocha disse aguardar que as negociações com a presidenta Dilma sejam concluídas ainda este mês. “Vim prestigiar o meu amigo Zé Sérgio Gabrielli, que foi meu colega no científico. Acreditamos que, com a retomada do ministério, conversemos aqui. Lá, tá começado, aqui, ainda não”, afirmou. (Thiago Ferreira)

9 de março de 2012, 13:37

EXCLUSIVA Gabrielli sinaliza para mudança no comando da Prodeb, na visão de correligionários

Foto: Thiago Ferreira/ Política Livre

José Sérgio Gabrielli (PT), secretário estadual de Planejamento

Durante discurso na solenidade de sua posse hoje na secretaria estadual de Planejamento, José Sérgio Gabrielli, além de fazer uma referência explícita à Prodeb, que sua pasta vai incorporar, deixou claro que não está nada contente com a política de TI (Tecnologia da Informação) do Estado. Por este motivo, seus amigos e correligionários avaliaram que ele sinalizou claramente para uma mudança também no comando da Prodeb. É aguardar para ver.

9 de março de 2012, 10:22

EXCLUSIVA Félix Mendonça Jr. é lembrado para chefia da Casa Civil do prefeito João Henrique

Félix Jr. seria uma opção de João Henrique

O deputado federal Félix Mendonça (PDT) foi lembrado pelo prefeito João Henrique (PP) para assumir sua chefia da Casa Civil em substituição a João Leão (PP), que vai desincompatibilizar-se para disputar a sucessão municipal deste ano. Se aceitar, Mendonça permite que fique na Câmara Federal o deputado Sérgio Carneiro (PT), irmão do prefeito. Sérgio vai perder o mandato por estar na suplência do deputado federal Zezéu Ribeiro (PT), que volta para Brasília na semana que vem após deixar, hoje, a secretaria estadual de Planejamento, onde será substituído por José Sérgio Gabrielli. Além de evitar a ida para a Casa Civil do deputado federal Marcos Medrado, cuja imagem não é das melhores, Mendonça ainda atrairia para a base do prefeito sua irmã, a vereadora Andrea (sem partido).

8 de março de 2012, 12:12

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: PT fica uma arara com propaganda de Kertész e deve acioná-lo na Justiça

Foto: Bocão News

Deputado Nelson Pelegrino (PT)

Não há partido mais indignado com a propaganda que o pré-candidato do PMDB à Prefeitura, Mário Kertész, começou a veicular na televisão esta semana do que o PT. Em reunião informal ontem, a legenda pediu ao pré-candidato petista Nelson Pelegrino que se movimente e questione rapidamente na Justiça a iniciativa de Kertész. Pelegrino foi lembrado, inclusive, que recentemente teve um outdoor seu retirado das ruas porque o Ministério Público eleitoral julgou que se tratava de propaganda eleitoral antecipada, procedimento também de que foi alvo o próprio peemedebista, quando resolveu anunciar um conjunto de entrevistas de sua rádio com personalidades. Enfim, a campanha já começou.

8 de março de 2012, 11:05

EXCLUSIVA Edital do metrô da Paralela deve ser colocado em Consulta Pública em abril

Foto: Divulgação

Uma das propostas de estação do metrô da Paralela

Em agosto do ano passado, a Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan) divulgou o resultado do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) sobre o modal de transporte que seria adotado na Avenida Paralela. Naquele mês, o Estado anunciava que seria construído um metrô de superfície e mais do que isso: as obras teriam início em janeiro deste ano. No entanto, diversos problemas ocorreram desde então. Primeiro, foi a divergência entre Prefeitura e Estado sobre o modal escolhido, depois, a demora da Câmara Municipal de Salvador de votar o termo de anuência para a construção da obra. Por fim, o convênio entre as prefeituras de Salvador e Lauro de Freitas e o governo do estado só foi assinado em janeiro deste ano, após idas e vindas entre a administração da capital e o governo estadual, com críticas públicas entre membros de ambos os governos.

Após tantos empecilhos, restaram as dúvidas: quando será divulgado o edital do metrô e quando terão início as obras do modal? Em contato com a Secretaria estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o Política Livre teve acesso à nova previsão de disponibilização do edital para consulta pública: abril deste ano. De acordo com a diretora de Mobilidade da Sedur, Ana Cláudia Nascimento, o Edital dependia da instauração da Comissão de Mobilidade, instalada na semana passada. Esta Comissão cumpre uma agenda de decisões para que o Edital seja fechado. O projeto executivo do metrô será desenvolvido pelo vencedor da licitação e deverá contemplar ainda a construção de uma ciclovia em sua extensão. (Thiago Ferreira)

7 de março de 2012, 18:14

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: Na semana do Dia da Mulher, desembargador indefere pedido de proteção de juíza agredida

Juíza Nêmora Janssen vai ficar sem proteção no Dia da Mulher e depois

Na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher e para surpresa da magistratura baiana de maneira geral, o desembargador José Alfredo Cerqueira da Silva indeferiu a representação na qual a juíza Nêmora de Lima Janssen, de Caravelas, pediu reconsideração de despacho e proteção contra o promotor Dioneles Leones Santana Filho, acusado de ter espancado a magistrada e seu namorado durante uma festa de Carnaval na região Sul. Apesar de afirmar, na sentença, que se “filia à corrente que entende pelo cabimento do pedido de reconsideração de despachos de mero expediente, mormente porque deles, de regra, não cabem recursos, uma vez que configuram apenas atos ordinatórios do processo, razão pela qual dele conheço”, José Alfredo não considerou o pedido da magistrada para que o promotor seja proibido de se aproximar dela, por distância mínima, bem como de procurá-la, de qualquer modo, ainda que por telefone”.

7 de março de 2012, 10:27

EXCLUSIVA Conselheiros do TCM estudam lançar ofensiva por reprovação de contas de João Henrique

Um grupo de conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios deve lançar, nos próximos dias, uma ofensiva pela confirmação da reprovação das contas do prefeito João Henrique (PP), já recomendada pela Corte, por parte da Câmara Municipal de Salvador, a quem cabe rejeitar ou confirmar o parecer dos membros do TCM. A ofensiva consistiria, principalmente, de pronunciamentos na mídia, de forma a divulgar os motivos pelos quais as contas do prefeito, relativas aos exercícios financeiros de 2009 e 2010, foram reprovadas. Por enquanto, o grupo espera apenas um parecer de um consultor jurídico do próprio TCM, o qual deve informar se os conselheiros podem tomar a iniciativa sem se expor demasiadamente, já que não procedente da medida na história do órgão.

7 de março de 2012, 06:46

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: Presidentes da Caixa e da Petrobras virão a posse de Gabrielli

Foto: Exame

José Sérgio Gabrielli e Maria das Graças Foster, presidenta da Petrobras

Os presidentes da Caixa Econômica, Jorge Hereda, e da Petrobras, Maria das Graças Foster, vão comparecer à solenidade de posse do ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, na secretaria estadual do Planejamento (Seplan). Além de Hereda e Foster, estarão presentes diretores da Petrobras, como José Eduardo Dutra e Paulo Duque, empresários, prefeitos e o ex-presidente do PT e ex-ministro José Dirceu. Em conversa com o Política Livre, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), o mais próximo de Gabrielli na Assembleia, confirmou a informação de que o ex-presidente Lula viria, mas por causa da internação para tratar uma pneumonia, teve que cancelar. Questionado por este site, se isto indica que o ex-presidente da Petrobras é o candidato do PT nacional (ou de setores deste) à sucessão do governador Jaques Wagner, Rosemberg negou, dizendo que estas pessoas vêm “por amizade” a Gabrielli. “Não tem nada disso. Essas pessoas vão vir pela relação de amizade com Gabrielli. Hereda, por exemplo, é baiano, é amigo dele. As pessoas estão vindo por duas razões: pelo prestígio do governador Jaques Wagner e para prestigiar Gabrielli”, argumentou. (Thiago Ferreira)

6 de março de 2012, 20:09

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: Presidentes da Caixa e da Petrobras virão a posse de Gabrielli

Foto: Exame

José Sérgio Gabrielli e Maria das Graças Foster, presidenta da Petrobras

Os presidentes da Caixa Econômica, Jorge Hereda, e da Petrobras, Maria das Graças Foster, vão comparecer à solenidade de posse do ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, na secretaria estadual do Planejamento (Seplan). Além de Hereda e Foster, estarão presentes diretores da Petrobras, como José Eduardo Dutra e Paulo Duque, empresários, prefeitos e o ex-presidente do PT e ex-ministro José Dirceu. Em conversa com o Política Livre, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), o mais próximo de Gabrielli na Assembleia, confirmou a informação de que o ex-presidente Lula viria, mas por causa da internação para tratar uma pneumonia, teve que cancelar. Questionado por este site, se isto indica que o ex-presidente da Petrobras é o candidato do PT nacional (ou de setores deste) à sucessão do governador Jaques Wagner, Rosemberg negou, dizendo que estas pessoas vêm “por amizade” a Gabrielli. “Não tem nada disso. Essas pessoas vão vir pela relação de amizade com Gabrielli. Hereda, por exemplo, é baiano, é amigo dele. As pessoas estão vindo por duas razões: pelo prestígio do governador Jaques Wagner e para prestigiar Gabrielli”, argumentou. (Thiago Ferreira)

6 de março de 2012, 17:18

EXCLUSIVA Policiais vaiam deputado Rosemberg Pinto por defesa do governo

Foto: Thiago Ferreira/ Política Livre

Rosemberg Pinto (PT), deputado estadual

Policiais militares (PM), pensionistas e familiares de PMs, presentes à galeria, vaiaram o deputado Rosemberg Pinto (PT), que fazia um discurso inflamado em defesa do projeto enviado pelo governo que concede as Gratificações por Atividade Policial (GAPs) IV e V. Mais cedo, o presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo (PDT), ameaçou expulsar um dos manifestantes que estava se posicionando contrariamente às falas dos deputados. (Thiago Ferreira)