21 de fevereiro de 2012, 14:28

EXCLUSIVA Cícero Monteiro afasta ideia de candidatura e nega que tenha se filiado ao PSD

Foto: Secom

Cícero Monteiro, secretário estadual de Desenvolvimento Urbano

O secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro, afastou, em conversa com o Política Livre, no camarote Expresso 2222, a possibilidade de sair candidato nesta ou na próxima eleição. Monteiro negou também que tenha se filiado a qualquer partido político. O secretário chegou a ser convidado publicamente por membros do PSD para que ingressasse na legenda. “Sou filiado ao partido do governador Jaques Wagner e estou à disposição dele”, concluiu. (Thiago Ferreira)

19 de fevereiro de 2012, 09:55

EXCLUSIVA 2014: Luiz Caetano diz que “Pinheiro está no céu e Gabrielli, no pré-sal”

Luiz Caetano (PT), prefeito de Camaçari

O prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, comentou, em entrevista ao Política Livre, ontem à noite, no camarote Casa de Daniela Mercury, a recente entrevista do senador Walter Pinheiro (PT) à Rádio Metrópole, onde o petista mandou recados para os seus adversários internos nas eleições de 2014, dizendo que não está ”saindo de lugar nenhum”, que não foi demitido e que não está encerrando o mandato. “Pinheiro é uma figura legal. Dizia Darcy Ribeiro que o Senado é o céu. Como Pinheiro está no céu e Gabrielli é ex-presidente da Petrobras e está no pré-sal, eu e Moema vamos por terra seguindo firme”, disparou Caetano. O prefeito de Camaçari elogiou a atuação do governador Jaques Wagner (PT) durante a greve da PM, dizendo que ele teve comando e buscou o diálogo. “Acho que ele sai fortalecido da greve, não radicalizou”, disse. (Thiago Ferreira)

15 de fevereiro de 2012, 13:08

EXCLUSIVA Antes de assumir pasta, Gabrielli já senta entre secretários da Bahia

Foto: Emerson Nunes

'Governador vai escolher Secretaria', garantiu Gabrielli

Quem estava bem a vontade na abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa foi o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli. Diferentemente da festa de recepção no aeroporto de Salvador, feita ontem pelos petistas, Gabrielli chegou discretamente e estacionou na área de visitantes sem nenhum alarde de correligionários. No plenário, se sentou na fileira reservada aos secretários do governo estadual antes mesmo de assumir uma pasta e explicou o motivo de estar tão a vontade. “Conheço Wagner há 30 anos”. Depois de um caloroso abraço no prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), outro nome forte para a sucessão de Wagner, Gabrielli foi categórico, ao ser perguntado pelo Política Livre. “Não sou candidato”. Já sobre a pasta que deve assumir o economista disse que “o governador é quem vai escolher”, concluiu.

Emerson Nunes

15 de fevereiro de 2012, 06:36

EXCLUSIVA Expedidas ordens de prisão contra 27 PMs baianos; 60 vão responder a inquéritos administrativos

PMs em assembleia durante a greve

Informes chegados há pouco ao Política Livre dão conta de que já foram expedidas ordens de prisão contra 27 PMs que teriam participado de ações de terrorismo durante a greve da corporação na Bahia, que durou 12 dias. Também teriam sido abertos inquéritos administrativos para apurar a conduta de mais de 60 PMs no mesmo período.

14 de fevereiro de 2012, 20:48

EXCLUSIVA Expedidas ordens de prisão contra 27 PMs baianos; 60 vão responder a inquéritos administrativos

Foto: PMs em assembleia durante a greve

Informes chegados há pouco ao Política Livre dão conta de que já foram expedidas ordens de prisão contra 27 PMs que teriam participado de ações de terrorismo durante a greve da corporação na Bahia, que durou 12 dias. Também teriam sido abertos inquéritos administrativos para apurar a conduta de mais de 60 PMs no mesmo período.

13 de fevereiro de 2012, 13:42

EXCLUSIVA Governador saiu fortalecido da greve, diz Leonelli

Foto: 'A imagem do governador foi fortalecida pela firmeza com que ele conduziu a greve', diz Leonelli.

O secretário de Turismo da Bahia, Domingos Leonelli revelou ao Política Livre que, ao contrário das especulações, o governador Jaques Wagner teria saído maior do que entrou no episódio envolvendo a greve da PM. “Ao contrário do que pensam, a imagem do governador foi fortalecida pela firmeza com que ele conduziu a greve. O governador abortou na Bahia um movimento que ia se tornar nacional”. (Emerson Nunes)

13 de fevereiro de 2012, 10:43

EXCLUSIVA Lucio diz que Gabrielli não tem “bala” para criticar Geddel

Deputado federal Lucio Viera Lima (PMDB)

Em um papo descontraído no Twitter, o deputado federal Lucio Viera Lima (PMDB) comentou as declarações do ex-presidente da Petrobras e nome cotado como candidato do PT em 2014 ao governo do Estado, José Sérgio Gabrielli. Em entrevista ao jornal A Tarde ele disparou críticas aos seus adversários. Sobre Geddel, irmão de Lúcio, que havia o chamado de piano de cauda, pois ninguém sabia onde coloca-lo no governo estadual, Gabrielli soltou: “É melhor ser um piano de cauda, que é uma coisa boa e bonita, do que ser um barril de gás vazio numa despensa que não tem o que fazer”. O irmão de Geddel brincou com a situação e postou a seguinte mensagem: “O piano que não toca, retou com o carimbo e começou a bufar!”. Retrucado com o comentário de que o ex-presidente da Petrobras estava quieto e agora mandaria “chumbo grosso”, em uma referência as críticas, Lúcio riu e afirmou que Gabrielli não tem “bala” para isso. (Victor Pinto)

13 de fevereiro de 2012, 06:55

EXCLUSIVA Porque a energia da Assembleia foi religada durante a greve da PM na semana passada

Foto: AFP

Prédio da Assembleia

Interpretada inicialmente como um recuo do governo na tática de enfrentamento aos grevistas, a religação da energia da Assembleia Legislativa, durante o período em que os PMs ocuparam o prédio do Poder, na semana passada, teve outro objetivo bem diferente. Como monitorava os celulares dos grevistas, logo o comando da PM percebeu que, sem energia, eles pararam de se comunicar porque ficaram sem poder recarregar as baterias dos aparelhos. O “probleminha” foi resolvido no momento em que a energia voltou ao Legislativo.

12 de fevereiro de 2012, 17:18

EXCLUSIVA Porque a energia da Assembleia foi religada durante a greve da PM na semana passada

Foto: AFP

Prédio da Assembleia

Interpretada inicialmente como um recuo do governo na tática de enfrentamento aos grevistas, a religação da energia da Assembleia Legislativa, durante o período em que os PMs ocuparam o prédio do Poder, na semana passada, teve outro objetivo bem diferente. Como monitorava os celulares dos grevistas, logo o comando da PM percebeu que, sem energia, eles pararam de se comunicar porque ficaram sem poder recarregar as baterias dos aparelhos. O “probleminha” foi resolvido no momento em que a energia voltou ao Legislativo.

12 de fevereiro de 2012, 07:20

EXCLUSIVA Secretário prevê retorno de 100% da tropa da PM ao trabalho a partir de agora

Secretário Robinson Almeida acompanhou todas as etapas da negociação

O secretário estadual de Comunicação, Robinson Almeida, informou agora há pouco ao Política Livre, por telefone, que quem faltou ao trabalho ontem e hoje sem justificativa terá que responder internamente a processo administrativo na PM. Segundo ele, com a reunião de hoje, que terminou no início da noite, foi debelado o último foco de resistência ao retorno dos grevistas ao trabalho. Ele garantiu que a partir de agora a tropa estará 100% na rua, dando proteção à sociedade. Os grevistas aceitaram a proposta do governo de conceder reajuste de 6,5%, retroativo a janeiro, e a GAP 4, a partir de novembro, e a GAP 5, a partir dos anos de 2014 e 2015.

11 de fevereiro de 2012, 21:33

EXCLUSIVA Secretário prevê retorno de 100% da tropa da PM ao trabalho a partir de agora

Secretário Robinson Almeida acompanhou todas as etapas da negociação

O secretário estadual de Comunicação, Robinson Almeida, informou agora há pouco ao Política Livre, por telefone, que quem faltou ao trabalho ontem e hoje sem justificativa terá que responder internamente a processo administrativo na PM. Segundo ele, com a reunião de hoje, que terminou no início da noite, foi debelado o último foco de resistência ao retorno dos grevistas ao trabalho. Ele garantiu que a partir de agora a tropa estará 100% na rua, dando proteção à sociedade. Os grevistas aceitaram a proposta do governo de conceder reajuste de 6,5%, retroativo a janeiro, e a GAP 4, a partir de novembro, e a GAP 5, a partir dos anos de 2014 e 2015.

10 de fevereiro de 2012, 10:18

EXCLUSIVA Assembleia volta a avaliar hoje à tarde rumos do movimento grevista da PM

Foto: G1

Imprensa aguarda resultado das reuniões do lado de fora

Os policiais militares baianos voltam a se reunir hoje à tarde, no Sindicato dos Bancários, para decidir sobre os rumos da paralisação, que completa hoje 11 dias. Ontem, eles decidiram, também em assembleia, manter o movimento, alegando que a corporação exige o pagamento da GAP 4 em março e não em novembro, como propõe o governo. Um dos líderes do movimento que conversou com os jornalistas chegou a admitir que havia a perspectiva de uma solução para o impasse no dia de hoje.

9 de fevereiro de 2012, 17:20

EXCLUSIVA Batalhões da PM voltam as atividades normais

Notícias chegadas ao Política Livre informam que os Batalhões de Irecê, Brumado, Poções, Livramento de Nossa Senhora e Macaúbas, no interior do Estado, voltaram as atividades normais. Também retomaram aos trabalhos, em Salvador, o comando Bahia de Todos os Santos, que cobre do bairro da Barra até Valéria, passando por todo o subúrbio ferroviário. Esses locais já tem efetivo regular. (Victor Pinto)

9 de fevereiro de 2012, 16:35

EXCLUSIVA Presidente da Assembleia garante que vota projetos do governo beneficiando PMs em 48 horas

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), disse agora ao Política Livre que os deputados estaduais baianos devem demorar no máximo 48 horas para votar os projetos do governo do estado beneficiando os policiais militares, depois que a greve acabar. A previsão de Nilo é feita com base, segundo ele, na coesão da base governista. “Dificilmente, os deputados oposicionistas ficarão contra os projetos do governo em favor dos policiais e a base governista, que é aguerrida e coesa, vai se unir ainda mais para ajudar (a votar)”, disse o deputado, cujo prognóstico é de que a greve não demore muito para acabar. Ontem, em seu tweetter, depois da reunião que a bancada federal teve com o governador Jaques Wagner, o deputado federal petista Nelson Pelegrino fez cálculos de que, com o pagamento das GAPs 4 e 5, o governo do Estado desembolsará R$ 173 mi até o ano que vem. O valor chegaria, também pelos cálculos de Pelegrino, à cifra estratosférica de R$ 490 mi até 2015. A fórmula para que o pagamento seja bancado ainda não foi apresentada pelo governo.

9 de fevereiro de 2012, 06:33

EXCLUSIVA EXCLUSIVO: General é afastado do comando de operação contra grevistas da PM na Assembleia

Gonçalves Dias, o coronel-sentimental

Confirmado: o general Gonçalves Dias, comandante da 6ª Região Militar do Exército, foi afastado hoje pelo Palácio do Planalto efetivamente da operação contra os PMs grevistas da Bahia, depois que chorou, ontem, no dia de seu aniversário, ao receber um bolo de presente dos manifestantes. Mais cedo, este Política Livre chamou a atenção para o sumiço de Gonçalves Dias no dia de hoje das cercanias da Assembleia, antecipando, com exclusividade, que a cena de ontem, apesar de ter sido vista com simpatia por parte da imprensa, irritou profundamente os governos federal, do Estado e as Forças Armadas. Ainda não há confirmação sobre se ele permanece no comando da 6ª Região, mas a expectativa é de que deixe também a função assim que a poeira abaixar.

Leia também  Depois de bolo e choro, comandante de operação contra grevistas vira motivo de especulação