8 de fevereiro de 2012, 11:27

ECONOMIA Cai fatia de cheques devolvidos por falta de fundos em janeiro, diz Serasa

O percentual de cheques devolvidos por falta de fundos foi de 1,93% no primeiro mês deste ano, aponta nesta quarta-feira a Serasa Experian, um recuo sobre o índice de 1,99% registrado em dezembro. Houve alta, contudo, em relação a janeiro de 2010, quando o patamar foi de 1,70%. Além do percentual, o número de cheques devolvidos também caiu em janeiro, para 1,5 milhão, sobre 1,6 milhão em dezembro. Contudo, o total de cheques compensados no mês também foi menor (79,2 milhões em janeiro e 83,7 milhões em dezembro). “A redução dos juros e da inflação e o uso de parte do 13º salário para o pagamento das dívidas levaram à queda do número de cheques sem fundos ante os compensados em janeiro”, avaliam os economistas da Serasa, em nota. (G1)

8 de fevereiro de 2012, 09:40

ECONOMIA Privatização iguala PT ao PSDB, afirma ex-diretora do BNDES

Foto: Daniel Marenco/Folhapress

Economista e advogada Elena Landau

Economista, advogada e ex-diretora do BNDES, Elena Landau ficou conhecida na gestão FHC como a “musa das privatizações”. No Twitter, avisou: “Passo o bastão” para a presidente Dilma Rousseff, após o leilão de concessão dos aeroportos. O modelo escolhido, diz Landau à Folha, iguala a atitude dos governos do PSDB e do PT. Para ela, Dilma mostra uma “marca distinta, que não é do confronto”. Leentrevista completa na Folha (para assinantes).

8 de fevereiro de 2012, 09:26

ECONOMIA CDL vai pedir incentivos fiscais ao governo por conta dos prejuízos da greve da PM

Os prejuízos causados pela greve da Polícia Militar da Bahia na economia do Estado crescem a cada dia e já põem em risco os empregos em alguns setores produtivos. Em entrevista à Tribuna da Bahia, o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas, CDL, Antoine Tawil, revelou preocupação com a atual situação e adiantou que haverá uma assembleia na CDL para avaliar os prejuízos dos lojistas e solicitar incentivos dos governos estadual e municipais para conter possíveis demissões e fechamento de estabelecimentos comerciais em virtude da situação drástica vivida pela Bahia. “Muitos estabelecimentos foram saqueados e estamos enfrentando uma situação atípica. As lojas encerram o expediente mais cedo. Não chegam a funcionar com metade do seu expediente e só estão sendo realizadas 10% das vendas. Os prejuízos não param de crescer. Já calculamos danos superiores a R$ 500 milhões por força do fechamento das lojas e da não realização de compras. Leia mais na Tribuna.

8 de fevereiro de 2012, 07:09

ECONOMIA Mais de 2,5 mil baianos estão incluídos nos novos lotes do Imposto de Renda

A partir de hoje, às 9h, estará disponível a consulta ao lote de restituição residual do Imposto de Renda Pessoa Física , referente aos exercícios de 2011, 2010, 2009 e 2008. Na Bahia, serão creditadas restituições para um total de 2.739 contribuintes, totalizando R$ 5.516.632,85. Desses valores, a maior parte é relativa ao exercício 2011 – 1.918 contribuintes, num valor de R$ 3.910.711,72. Em relação aos lotes residuais, serão creditados os seguintes valores para a Bahia: declaração 2010: 516 contribuintes, totalizando R$ 1.164.879,41; declaração 2009: 189 contribuintes, no total de R$ 315.697,80; 2008: 116 contribuintes, total de R$ 125.343,92. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet (http://www.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o 146. (Correio)

7 de fevereiro de 2012, 11:44

ECONOMIA Receita libera da malha fina mais um lote de restituições do IR 2011

A Receita Federal liberou da malha fina mais um lote de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2011. A consulta ao lote estará disponível amanhã, a partir das 9h, na internet. Foram liberadas também declarações retidas de 2010, 2009 e 2008. O dinheiro será depositado no banco no próximo dia 15. De 2011, serão creditadas restituições para um total de 43.277 contribuintes, corrigidas em 9,47 %. Do exercício de 2010, serão 13.495 declarações corrigidas em 19,62 %. Referentes ao lote residual de 2009, são 6.861 declarações com correção de 28,08 % e de 2008, o número de declarações liberadas chega a 3.076, corrigidas em 40,15%. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet (http://www.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. (Agência Brasil)

7 de fevereiro de 2012, 10:02

ECONOMIA Produção industrial cresce em 9 de 14 locais em 2011, aponta IBGE

A produção industrial regional cresceu em nove dos 14 locais pesquisados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), durante todo o ano de 2011. As altas mais acentuadas, com taxas acima da média nacional de 0,3%, foram verificadas em seis locais: Paraná (7%), Espírito Santo (6,8%), Goiás (6,2%), Amazonas (4%), Pará (2,7%) e Rio Grande do Sul (2%). Minas Gerais (0,3%), Rio de Janeiro (0,3%) e São Paulo (0,2%) também tiveram taxas positivas em 2011. Pernambuco registrou estabilidade e repetiu o patamar do ano de 2010. Tiveram recuo na produção a Bahia (-4,4%), região Nordeste (-4,7%), Santa Catarina (-5,1%) e Ceará (-11,7%). Na comparação de dezembro de 2011 com o mesmo mês de 2010, o setor industrial nacional mostrou queda de 1,2%, com recuo na produção em sete de 14 locais. A taxa negativa mais intensa foi registrada em Santa Catarina (-10,9%), pressionada pela queda na maior parte dos setores investigados no local, seguida por Ceará (-7,4%), Bahia (-4,9%), região Nordeste (-3,7%), São Paulo (-3,2%), Minas Gerais (-2,8%) e Rio de Janeiro (-2,1%). (Folha)

7 de fevereiro de 2012, 07:17

ECONOMIA Presidente do BNDES considerou “excelente” resultado do leilão de privatização de três aeroportos

Foto: Divulgação/BNDES

Luciano Coutinho

O resultado do leilão de concessão dos aeroportos internacionais de Guarulhos (SP), Viracopos (Campinas-SP) e Brasília foi considerado “excelente” pelo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho. Em nota divulgada à imprensa, Coutinho disse que “o excelente resultado do leilão é uma forte demonstração de confiança na economia brasileira e no seu potencial”. Ele reafirmou que banco está preparado para apoiar os investimentos que forem necessários à ampliação e modernização dos terminais privatizados porque acredita que contribuirão para a expansão da infraestrutura aeroportuária no país, gerando, em consequência, benefícios para os usuários das unidades licitadas. Os recursos obtidos com o leilão irão para o Fundo Nacional de Aviação Civil. Segundo o presidente do BNDES, esse fundo irá reforçar os investimentos no conjunto dos aeroportos brasileiros, permitindo a expansão do uso desse tipo de transporte a um maior número de brasileiros. (Agência Brasil)

6 de fevereiro de 2012, 15:52

ECONOMIA Atividade industrial recua em dezembro, aponta CNI

A atividade industrial voltou a cair em dezembro, enquanto o faturamento real (único índice que vinha apresentando crescimento contínuo nos últimos seis meses), caiu 2,7% em relação ao mês anterior. Os dados, divulgados nesta segunda-feira pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), mostram que o cenário de arrefecimento da indústria se repetiu durante por todo o ano de 2011. As horas trabalhadas também recuaram em relação a novembro e fecharam dezembro com queda de 1,2%. A indústria operou, em média, com 81,3% da capacidade instalada, ficando praticamente estável em relação ao mês anterior. A única variável que apresentou crescimento, segundo a CNI, foi o emprego, aumentou 0,4%. (Folha)

6 de fevereiro de 2012, 11:56

ECONOMIA Cesta básica fica mais cara em 15 capitais em janeiro, diz Dieese

Em sete cidades a altas ultrapassaram 3%

O preço da cesta básica subiu em 15 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em janeiro, segundo divulgação nesta segunda-feira. As duas reduções ocorreram em Porto Alegre (-0,81%) e em Vitória (-1,54%). Nas outras 15 localidades pesquisadas os preços subiram, sendo que em sete cidades a altas ultrapassaram 3%: Brasília (4,72%), João Pessoa (3,90%), Florianópolis (3,51%), Rio de Janeiro (3,35%), Recife (3,32%), Curitiba (3,17%) e Aracaju (3,11%). Nos últimos 12 meses (entre fevereiro de 2011 e janeiro deste ano), apenas Natal (-4,88%) apresentou queda nos preços. Os maiores aumentos ocorreram em Florianópolis (10,16%), Belo Horizonte (9,81%) e São Paulo (9,30%). Em nenhuma das capitais pesquisadas a alta anual dos preços dos gêneros essenciais foi maior do que o reajuste aplicado para o salário mínimo, de 14,13%. Com o reajuste, o mínimo subiu para R$ 622, a partir de 1º de janeiro. (Folha)

6 de fevereiro de 2012, 09:32

ECONOMIA Número de pedidos de falência entre micro e pequenas empresas cai 21,34% em janeiro

O número de pedidos de falências de micro e pequenas empresas em janeiro de 2012 apresentou queda de 21,34% em relação ao mesmo mês do ano passado. Os dados integram relatório sobre o assunto divulgado hoje pela Serasa Experian. Segundo os dados, em janeiro do ano passado, 89 micro e pequenas empresas haviam pedido falência. No mês passado, esse número caiu para 70 pedidos. Observa-se redução, ainda, em relação às falências efetivamente decretadas: houve queda de 17,14% em janeiro deste ano em relação ao primeiro mês de 2011 – 35 falências contra 29 no mês passado. No caso das médias empresas, a situação é semelhante. Em relação aos pedidos de falências, houve queda de 3,12%. Mas nas falências efetivamente decretadas, houve aumento: de dois para três pedidos. Os pequenos empreendedores, entretanto, devem encarar esta notícia com cautela. Afinal, o número de pedidos de recuperação judicial – processo anterior à falência – cresceu. No caso das micro e pequenas empresas, os pedidos salataram de 21 em janeiro do ano passado para 42 em janeiro de 2012. Nas médias empresas, essa alta foi ainda mais expressiva: de apenas um pedido em janeiro de 2011 para 27 no mês passado. (Estadão)

3 de fevereiro de 2012, 08:22

ECONOMIA Brasil impõe condições ao México para manter pacto

O fraco desempenho das exportações levou o governo a elevar o tom nas negociações com o México para ampliação de um acordo comercial. Nos bastidores, auxiliares da presidente Dilma Rousseff chegam a ameaçar o país com o rompimento do tratado automotivo, em vigor desde 2002, como revelou a colunista Sonia Racy, em seu blog, no portal estadão.com, na terça-feira. O principal motivo para a impaciência dos negociadores brasileiros é a relutância do governo mexicano em permitir maior acesso a seu mercado. Desde 2009, o Brasil negocia um amplo acordo com o México, que abrange comércio, investimentos, serviços e compras governamentais. “A lógica é que as duas maiores economias da região tem de se integrar”, disse o consultor Welber Barral, ex-secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento. O chanceler Antonio Patriota abordou o tema com a colega mexicana Patricia Espinosa por duas vezes recentemente: durante a visita dela ao Brasil, em dezembro, e na semana passada quando se encontraram no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. Patriota defende o diálogo, mas sua posição esbarra na visão do ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, que prefere ações mais duras, como a suspensão do acordo automotivo, para pressionar os mexicanos. (Estadão)

2 de fevereiro de 2012, 10:24

ECONOMIA Economia deve crescer mais em 2012, afirma presidente do BC

A economia brasileira deve crescer mais em 2012 ante o ano passado, ajudada por mais reduções na taxa básica de juros, disse o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, nesta quinta-feira. Falando a jornalistas nos bastidores de uma conferência bancária em Mumbai, na Índia, Tombini disse que o crescimento econômico ficou perto de 3% em 2011. “A economia está recuperando velocidade agora e o Brasil deve crescer mais em 2012 que em 2011, e crescer mais no segundo semestre do ano do que no primeiro por causa de atrasos na política monetária”, disse Tombini. Ele afirmou que há espaço para mais afrouxamento monetário sem colocar em risco a meta de inflação, que é de cerca de 4,5%, em 2012. Tombini disse que a valorização do real, que tem sido intensa em 2012, acontece em linha com a de outras moedas. (Folha)

2 de fevereiro de 2012, 07:52

ECONOMIA Mercado do consignado vai finalmente ser aberto na Bahia

O vice-governador da Bahia, Otto Alencar (PSD), assumiu o compromisso de abrir o mercado para que todas as instituições financeiras possam explorar o empréstimo com desconto em folha. A declaração foi proferida nesta quarta-feira, na coletiva de imprensa concedida na posse do novo presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), Mário Hirs. Segundo Alencar, a Procuradoria Geral do Estado já elaborou um parecer que obriga o Executivo a cumprir a decisão do TJBA, que determina o fim do contrato de exclusividade com o Banco do Brasil para o crédito consignado. Apesar de o órgão ter decidido sobre o assunto em maio de 2011, até agora o BB continua a ser o único banco que oferece o empréstimo com desconto em folha para os servidores públicos baianos. De acordo com Alencar, o documento será publicado assim que o governador do Estado, Jaques Wagner (PT), voltar da visita oficial ao Caribe, em que acompanha oficialmente a presidente Dilma Rousseff, fazendo valer a decisão. (Tribuna)

1 de fevereiro de 2012, 14:40

ECONOMIA Novas barreiras comerciais da Argentina entram em vigor hoje

As novas barreiras comerciais da Argentina entram em vigor hoje, dia 1, com um aperto adicional: a participação do Banco Central nos controles oficiais. Norma da instituição estabelece que os importadores apresentem a Declaração Juramentada Antecipada de Importação (DJAI) para realizar pagamentos em dólares aos fornecedores externos. A regra também estabelece que o importador poderá comprar dólares para fazer seus compromissos com uma antecipação de até cinco dias ao vencimento. Antes dessa nova medida do BC argentino, não havia um prazo determinado e o operador tinha apenas que apresentar a ordem de compra. (Estadão)

1 de fevereiro de 2012, 11:47

ECONOMIA IPVA pode ser pago com desconto até 29 de fevereiro

Até o dia 29 de fevereiro deste ano, os donos de veículos podem aproveitar o desconto de 10% para pagamento da cota única do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores de 2012 (IPVA 2012). Além disso, o valor do imposto terá também a redução média de 3,2%, por conta da desvalorização do preço de mercado dos veículos usados. A tabela com os valores que servem de base para o cálculo do IPVA 2012 e o calendário de pagamento do imposto foram divulgados pela Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz) na edição Diário Oficial do Estado do dia 20 de dezembro de 2011. O pagamento pode ser feito em qualquer agência do Banco do Brasil ou do Bradesco e basta apenas apresentar o número do Renavam. Mais informações podem ser obtidas pelo site da Sefaz, Canal Inspetoria Eletrônica, ou pelo Call Center da Sefaz (0800 071 0071). (Secom)