27 de março de 2012, 14:25

ECONOMIA Inadimplência de pessoa física permanece alta

Apesar de apresentar média estável de 5,8% tanto em janeiro quanto em fevereiro, a inadimplência permanece em patamar alto e é, de acordo com o Banco Central (BC), um dos principais fatores responsáveis pela alta do spread bancário, que é a diferença entre a taxa Selic e os juros cobrados pelos bancos no mercado. Números apresentados hoje, pelo BC mostram que a taxa de inadimplência para pessoas físicas (7,6%) é bem superior à registrada para pessoas jurídicas ( 4,1%). “A estabilidade da inadimplência de fato veio crescendo gradualmente em 2011. Essa resistência ao declínio, apesar do crescimento da renda e do emprego, se reflete em spreads e, naturalmente, vai  repercutir nas taxas de juros”, disse o chefe do Departamento Econômico do BC, Túlio Maciel.

27 de março de 2012, 11:55

ECONOMIA Antecipação de impostos leva arrecadação a novo recorde em fevereiro

A antecipação do pagamento de impostos por parte das empresas fez a arrecadação bater novo recorde em fevereiro. No total, foram pagos à Receita Federal R$ 71,902 bilhões em impostos federais e contribuições previdenciárias no período. Trata-se de um volume maior que o saldo positivo verificado um ano antes, de R$ 67,891 bilhões (já corrigido pelo IPCA) — até então o maior para meses de fevereiro. A quantia resulta, principalmente, do pagamento de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e CSLL relativos ao ajuste anual que apura o lucro das empresas em 2011. Segundo a Receita Federal, foram as empresas do setor financeiro as que optaram pela antecipação do pagamento, já que o prazo legal vence apenas em março. (Agência Estado)

27 de março de 2012, 08:33

ECONOMIA Lucro da Gol recua 59% no 4º trimestre

A companhia aérea Gol encerrou o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 54,3 milhões, queda de 58,9% sobre o resultado apurado um ano antes, informou a companhia nesta terça-feira. A empresa apurou uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação, amortização e aluguel de aeronaves de R$ 238,9 milhões, queda ante os R$ 475 milhões, registrados no quarto trimestre de 2010. (Reuters)

26 de março de 2012, 21:34

ECONOMIA Petrobrás sobe mais de 2% e puxa ganho do Ibovespa

O índice alemão Ifo de confiança das empresas aumentou mais do que o esperado em março e deu a senha para as bolsas de valores abrirem a última semana do mês em alta. A Bovespa beneficiou-se do movimento empurrada pelas ações da Petrobrás e também de companhias cujos balanços agradaram aos investidores, caso de Suzano e Marfrig. A espera pelos números, no entanto, fez Gol desabar. O Ibovespa fechou em alta de 1,32%, aos 66.684,59 pontos. Na mínima, registrou 65.818 pontos (+0,01%) e, na máxima, os 66.776 pontos (+1,46%). No mês, voltou a acumular ganho, de 1,33%, e, no ano, avança 17,50%. A Alemanha informou que o índice de confiança das empresas subiu em março pelo quinto mês consecutivo, para 109,8, e acima da previsão de 109,5. Além disso, o dado de fevereiro foi revisado para cima, a 109,7. Leia mais no Estadão.

Cláudia Violante, da Agência Estado

26 de março de 2012, 14:33

ECONOMIA Economia brasileira começa 2012 em marcha à ré, estima BC

A economia brasileira começou o ano em marcha à ré, menor do que em dezembro, segundo estimativas divulgadas na manhã desta segunda-feira pelo Banco Central (BC). O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), considerado uma prévia mensal do Produto Interno Bruto (PIB), apresentou recuo de 0,13% em relação ao resultado de dezembro. Com esse desempenho de desaceleração, a estimativa agora é que a economia brasileira cresceu 2,44% nos últimos 12 meses até janeiro, depois de encerrar o ano passado com crescimento no ano de 2,79% pelo IBC-Br. O governo já admite internamente que não conseguirá fazer o país crescer os 4% desejados pela presidente Dilma Rousseff para 2012. Leia mais em O Globo.

Gabriela Valente e Daniel Haidar, de O Globo

26 de março de 2012, 13:30

ECONOMIA Fundo de Abu Dhabi compra parte de grupo de Eike Batista por US$ 2 bi

O fundo Mubadala Development, de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, comprou parte do grupo do empresário Eike Batista por US$ 2 bilhões, segundo nota da EBX, divulgada nesta segunda-feira. De acordo com o comunicado, a Mubadala fará um investimento inicial de US$ 2 bilhões em troca de uma participação acionária preferencial de 5,63% na Centennial Asset Brazil Equity Fund LLC e em outras holdings do empresário. O negócio inclui participação indireta tanto nas empresas de Eike Batista de capital aberto – OGX, OSX, MMX, LLX e MPX – como nas de capital fechado, como AUX, REX e IMX. De acordo com a nota, o acordo ainda permite que a Mubadala tenha participação nas futuras “oportunidades de investimento” do grupo EBX e do empreendedor Eike Batista, como em empresas de tecnologia, cimento, fertilizantes, entretenimento, entre outras. Leia mais no G1.

26 de março de 2012, 08:35

ECONOMIA Mesmo após extinção, CPMF rendeu R$ 1,7 bi ao governo

Mais de quatro anos após a decisão do Congresso Nacional de acabar com a CPMF — o famoso imposto do cheque — o governo continua reforçando seu caixa com este tributo. Dados da Receita Federal mostram que, desde janeiro de 2008, quando a contribuição deixou de ser cobrada, a arrecadação federal conta praticamente todos os meses com recursos da CPMF, cobrada de empresas ou pessoas físicas. Dessa forma, a equipe econômica já conseguiu reforçar o caixa do Tesouro com nada menos que R$ 1,750 bilhão entre janeiro de 2008 e fevereiro de 2012. Esse valor é suficiente, por exemplo, para o governo arcar com um ano da desoneração da folha de pagamento dos setores que já foram beneficiados pela medida (confecções, calçados, software e call centers), cujo custo estimado é de R$ 1,5 bilhão por ano. A arrecadação residual da CPMF equivale, em outro exemplo, ao que o governo deixará de arrecadar com a redução do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 3% para 2,5% para o crédito das pessoas físicas, cujo custo anual foi estimado em R$ 1,6 bilhão. Leia mais em O Globo.

Martha Beck, O Globo

23 de março de 2012, 15:00

ECONOMIA Inflação em baixa abre espaço para reajuste dos combustíveis

O atual momento de baixa inflação corrente no Brasil pode ser oportuno para que a Petrobrás consiga convencer o governo a elevar os preços dos combustíveis, cuja defasagem em relação ao mercado externo é crescente nos últimos meses, avaliam analistas consultados pela Agência Estado. Nesta quinta-feira, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA) ficou em 0,25%, taxa muito aquém da previsão mais otimista do mercado, que era de 0,32%. Com isso, o tema dos preços de combustíveis volta à pauta. Em comentário sobre o IPCA-15 enviado por e-mail, o economista-chefe do Banco ABC Brasil, Luis Otávio de Souza Leal, afirma que “talvez fosse a hora de a Petrobrás pensar seriamente em elevar os preços dos combustíveis”. Segundo ele, um aumento em torno de 10% na refinaria (o que reduziria pela metade a defasagem estimada) teria impacto em torno de 0,40 ponto porcentual no IPCA de 2012, “o que seria mais do que compensado pela ‘folga’ que o BC ganhou nesse 1º trimestre”. Leia mais no Estadão.

23 de março de 2012, 14:59

ECONOMIA Brasil tem 50 mil milionários, com R$ 434 bilhões aplicados, diz Anbima

Os brasileiros de alta renda – aqueles com pelo menos R$ 1 milhão em aplicações e atendidos especificamente pelo canal de private banking – somaram 50.602 clientes em 2011 e fecharam o ano passado com R$ 434,4 bilhões investidos nos bancos, segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), divulgado nesta sexta-feira. Em relação a 2010, foi registrado avanço de 21,6% no volume de ativos sob gestão, praticamente o mesmo ritmo de expansão observado em 2010, quando registrou crescimento nominal de 22,9%. A Anbima informou que revisou as estatísticas que compõem sua base de dados sobre a atividade de Private Banking e toda a série histórica, que contempla informações desde 2009″. Leia mais no G1.

23 de março de 2012, 13:12

ECONOMIA Gasto de brasileiro no exterior cresce 30% em fevereiro

Os gastos dos brasileiros no exterior continuaram elevados em fevereiro, embora em ritmo menor que janeiro, onde o desembolso é tradicionalmente elevado por conta do período de férias. No mês passado, os turistas brasileiros deixaram US$ 1,7 bilhão lá fora, menos que os US$ 1,9 bilhão em janeiro, mas 30% acima que o resultado de igual mês de 2011 (US$ 1,3 bilhão). Já os estrangeiros gastaram US$ 617 milhões por aqui e, com isso, o saldo da conta de viagens se intensificou, para US$ 1,1 bilhão, contra US$ 761 milhões um ano antes. A conta de transações correntes do Brasil registrou em fevereiro déficit de US$ 1,766 bilhão. O valor ficou dentro do previsto pelos analistas. De acordo com o BC, a maior contribuição do déficit no mês passado veio da conta de serviços. A conta de serviços registrou déficit de US$ 2,8 bilhões em fevereiro, valor 24,7% superior ao observado no mesmo mês de 2011. Leia mais no Estadão.

23 de março de 2012, 06:43

ECONOMIA Petrobras abre processo seletivo para 1.521 vagas em todo o Brasil

Foto: Steferson Farias / Agência Petrobras

Questões das provas de inglês devem referir-se ao universo em que a Petrobras atua, diz especialista

A Petrobras lançou nesta quinta, o edital de abertura do concurso para provimento de 1.521 vagas e formação de cadastro reserva. Ao todo, a estatal está oferecendo 647 vagas para o nível superior (29 cargos, com possibilidade de trabalho em qualquer unidade da Federação) e outras 874 para o nível médio (31 cargos), sendo 57 oportunidades para a Bahia. Os salários variam de R$ 1.994,30 a R$ 6.883,05. As inscrições para o concurso começam na próxima terça-feira, dia 27, e seguem até o dia 11 de abril no site da Fundação Cesgranrio: www.cesgranrio.org.br. A taxa de inscrição é de R$ 35 para os 31 cargos de nível médio e de R$ 50 para os 29 cargos de nível superior. A aplicação das provas objetivas, bem como das provas discursivas para advogado júnior, acontecerá em 6 de maio. De acordo com a Petrobras, não há um número definido de convocações para candidatos aprovados e que estiverem no cadastro reserva. As convocações ocorreriam de acordo com as necessidades de preenchimento das vagas. Além da remuneração, os contratados terão direito a diversas vantagens, como previdência complementar, plano de saúde, benefícios educacionais para dependentes, participação no lucro, entre outros. Leia mais em A Tarde.

22 de março de 2012, 19:10

ECONOMIA Economia norte-americana mostra sinais de recuperação e Europa continua crítica

Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado hoje, constata que a economia norte-americana tem conseguido superar as consequências da crise econômica “que ela mesma gerou”. O estudo versa sobre a situação do mercado de trabalho nos Estados Unidos e na Europa neste momento de instabilidade econômica financeira mundial.“A economia norte-americana, mais dinâmica e inovadora, tem melhor conseguido superar as consequências da crise que ela mesma gerou”, diferentemente do quadro europeu. Essa é uma das conclusões da pesquisa. Segundo o técnico de Planejamento e Pesquisa do Ipea, André Gambier, o pior cenário ocorre na Europa.“Apesar da gravidade da crise, o momento de instabilidade parece estar restrito à região europeia que tem quadro de manutenção de crise”, observou.

22 de março de 2012, 15:40

ECONOMIA Capacidade de consumo do brasileiro aumentou, segundo pesquisa

A capacidade de consumo do brasileiro aumentou. É o que aponta a pesquisa Observador Brasil 2012, feita pela empresa Cetelem BGN, do Grupo BNP Paribas, em parceria com o instituto Ipsos Publics Affairs. A renda disponível, ou o montante de sobra dos ganhos, descontando-se as despesas, subiu de R$ 368, em 2010, para R$ 449, em 2011, uma alta de pouco mais de 20%. Na classe C, houve um aumento de 50% (de R$ 243 para R$ 363). Enquanto a renda média familiar das classes A/B e D/E ficaram estáveis, na classe C cresceu quase 8%. Mas a pesquisa mostra que em todas as classes houve um aumento da renda disponível, que ultrapassou R$ 1 mil, entre os mais ricos. “O aumento da renda disponível em todas as classes sociais indica que houve maior contenção de gastos”, destaca a equipe técnica responsável pela pesquisa.

22 de março de 2012, 11:19

ECONOMIA IPI baixo para geladeira será prorrogado

A equipe econômica vai prorrogar por mais três meses a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para artigos da chamada linha branca (geladeiras, tanquinhos, máquinas de lavar e fogões). O benefício, que foi anunciado em dezembro, cortou por exemplo o IPI da geladeira de 15% para 5% e o do fogão de 4% para zero. Ele terminaria no próximo dia 31. A avaliação é que a medida ajudou a aumentar o emprego e a incentivar o consumo. Os técnicos também estudam reduzir o IPI para outros bens de consumo e de capital, bem como o PIS/Cofins para mais alimentos. Ainda para estimular o consumo, o governo poderá fazer nova redução do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre o crédito, hoje com alíquota de 2,5%. Ele pode recuar a 2% ou mesmo 1,5%. Outra arma do governo para turbinar a economia e elevar a competitividade da indústria é ampliar a desoneração da folha de pagamento. Além de reduzir o custo das empresas com encargos trabalhistas, daria alívio importante para o exportador. Leia mais em O Globo.

22 de março de 2012, 10:45

ECONOMIA País lidera expectativa de aumento de salários

Os executivos de recursos humanos brasileiros são os mais otimistas em relação ao aumento no valor dos salários de executivos para os próximos 12 meses, de acordo com uma pesquisa da consultoria americana Robert Half, que ouviu mais de 1,8 mil profissionais em 17 países. No Brasil, 80% dos entrevistados creem que os salários vão subir nos próximos 12 meses, o dobro da média mundial (39%). O resultado no País reflete a emergência dos países em desenvolvimento na economia mundial e também as dificuldades para se encontrar mão de obra qualificada no mercado local. O levantamento mostra que a expectativa de reajustes salariais dos RHs brasileiros para o próximo ano supera a chinesa, que ficou em 73% (veja quadro ao lado). Segundo a mais recente edição do guia salarial da consultoria americana, o aumento dos vencimentos para alguns cargos chegou a 20% em um ano no País (o salário de um diretor financeiro sênior, por exemplo, pode chegar a R$ 70 mil por mês). Leia mais no Estadão.

Fernando Scheller, de O Estado de S. Paulo