8 de janeiro de 2012, 08:58

ECONOMIA Bovespa quer banco de dados de sustentáveis

A BM&F Bovespa passou a recomendar que as empresas indiquem, em 2012, se publicam relatório de sustentabilidade ou documento similar e onde ele está disponível. Em caso negativo, devem explicar por que não o fazem. A medida, intitulada Relate ou Explique, permitirá adesão progressiva das companhias à prática de reportar resultados relacionados às dimensões social, ambiental e de governança corporativa. A meta é tornar disponível ao público o banco de dados das empresas na Rio+20, a conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável, que ocorrerá no Rio em junho. (Estadão)

8 de janeiro de 2012, 08:45

ECONOMIA Planalto quer que economia do país volte a crescer em 2012

Obrigada a fazer um forte ajuste fiscal para conter a inflação que acabou derrubando o crescimento logo em seu primeiro ano de governo, a presidenta Dilma Rousseff vai mudar a agenda de 2012. A alta dos preços continuará na mira, mas a ordem para a equipe econômica é fazer a economia voltar a crescer numa taxa de, no mínimo, 4%. Para isso, o plano é turbinar os investimentos e o crédito. Pelo menos R$ 90 bilhões já estão garantidos por determinação da presidenta. O valor considera o que a União quer gastar este ano com investimentos, cerca de R$ 50 bilhões, e a capitalização dos bancos públicos em torno de R$ 40 bilhões, para ampliar a oferta de crédito. Também estão previstas medidas para tentar ajudar o setor exportador a ganhar mais competitividade. A presidente quer ainda retomar os planos que ficaram para trás em 2011 por causa do agravamento da situação econômica internacional, das dificuldades no relacionamento com o Congresso e da crise política. Esses elementos, somados à pressão inflacionária, fizeram com que boa parte das promessas feitas ao setor produtivo durante a campanha de Dilma sequer saíssem do papel. Esses são os casos da tão esperada reforma tributária e da criação de uma secretaria voltada para micro e pequenas empresas. (O Globo)

7 de janeiro de 2012, 11:49

ECONOMIA Presidente da Sony deve renunciar ao cargo, diz jornal

Howard Stringer, presidente da Sony, vai renunciar ao cargo, segundo informação da mídia, neste sábado, embora deva permanecer como presidente do conselho. A decisão coloca o sucessor Kazuo Hirai, atual vice-presidente da companhia, em posição de destaque para a vaga. O objetivo da Sony é fazer uma drástica reestruturação mirando lucros, segundo o jornal Nikkei. O diário informa que a Sony deve divulgar a quarta perda consecutiva anual para o ano encerrado em março. Stringer tornou-se presidente do conselho e diretor-executivo em 2005, como o primeiro presidente estrangeiro da Sony, ao passo que a presidência executiva veio em 2009. Hirai teve papel importante no desenvolvimento do PlayStation, na década de 1990, e foi promovido a vice-presidente em abril do ano passado. No ano passado, Stringer disse que Hirai era um “candidato óbvio” para sucedê-lo. A empresa não confirmou as informações, alegando que nada foi determinado neste momento. (Agência Estado)

7 de janeiro de 2012, 08:15

ECONOMIA Bradesco avança 1,25% após captação externa

Bradesco PN subiu 1,25%, após o banco informar que conclui captação de US$ 750 milhões no exterior por meio de emissão de notas seniores. Os recursos serão usados para empréstimos em moeda estrangeira. (Estadão)

4 de janeiro de 2012, 15:00

ECONOMIA Três agências vencem licitação de publicidade do Planalto

As agências de publicidade Propeg, Nova S/B e Leo Burnett venceram a licitação para fazer publicidade para a presidência da República em 2012. Juntas, as três agências terão um montante de R$ 150 milhões da União para gastar em campanhas publicitárias a partir de abril. (Poder On-line/IG)