5 de fevereiro de 2012, 08:30

BRASIL Fotógrafo da morte de Vladimir Herzog diz que ditadura o usou

Uma revelação exclusiva é o destaque da Folha de São Paulo deste domingo: o repórter da Lucas Ferraz, da Sucursal de Brasília, localizou em Los Angeles o autor da mais importante imagem da história do Brasil nos anos 1970 –a foto do jornalista Vladimir Herzog morto numa cela do DOI-Codi, em São Paulo, no ano de 1975. Fotógrafo da Polícia Civil de São Paulo, o santista Silvaldo Leung Vieira, então com 22 anos, foi recrutado pelo Dops (Departamento de Ordem Social e Política) para uma de suas primeiras “aulas práticas”: o registro do cadáver do jornalista, que havia comparecido espontaneamente ao DOI-Codi, após ter sido procurado por agentes da repressão em sua casa e na TV Cultura, onde trabalhava como diretor de jornalismo. Ele tinha ligações com o PCB (Partido Comunista Brasileiro), mas não chegou a ter atividades na clandestinidade. “Ainda carrego um triste sentimento de ter sido usado para montar essas mentiras”, afirmou Silvado à Folha, por telefone. Segundo relatos de testemunhas, Vlado, como era conhecido pelos amigos, foi torturado e espancado até a morte. A imagem produzida por Silvaldo ajudou a derrubar a versão do suicídio, uma vez que seu corpo pendia de uma altura de 1,63 m, com as pernas arqueadas e os pés no chão, o que torna altamente improvável que tenha se matado. A morte gerou manifestações.

5 de fevereiro de 2012, 08:09

BRASIL Ministro da Justiça de olho em licitação suspeita

O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) ficou impressionado com a escandalosa licitação no Conselho Nacional de Justiça, e determinou a Polícia Federal verificar se órgãos da administração estão fazendo “adesão de ata de preço” com base no contrato da empresa NTC, parceira da multinacional Oracle que venceu a licitação. A ampliação da base de dados do CNJ, inicialmente estimada por sua Diretoria de Informática em R$ 5 milhões, saltou depois para R$ 68,6 milhões. (Cláudio Humberto)

5 de fevereiro de 2012, 07:45

BRASIL Brasil recebe 57% mais mão de obra estrangeira

O número de trabalhadores estrangeiros no Brasil cresceu 57% no ano passado, chegando a 1,51 milhão em dezembro. O principal fator para esse salto no número de imigrantes legais foi a chegada de trabalhadores de países vizinhos. Desde 2009, triplicou o número de imigrantes peruanos legais. O de paraguaios e bolivianos cresceu mais de 70%. Comunidades com presença antiga no país, como japoneses e europeus, têm crescido mais lentamente. O crescente fluxo migratório de países latino-americanos tem sido acompanhado por uma mudança significativa no perfil dos trabalhadores que vêm para o Brasil. Os imigrantes dos países vizinhos em geral têm baixa escolaridade e pouca qualificação. (Folha)

5 de fevereiro de 2012, 07:19

BRASIL Consumo de drogas legais e ilegais mata 8 mil por ano no País

O uso de drogas matou 40.692 pessoas no País entre 2006 e 2010, uma média de 8 mil óbitos por ano. Estudo sobre mortes por drogas legais ou ilegais, registradas no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, mostra que o álcool é o campeão na mortandade. O levantamento feito na base de dados do Datasus, obtido pelo Estado, informa que a bebida tirou a vida de 34.573 pessoas – 84,9% dos casos informados por médicos em formulários que avisam o governo federal sobre a causa da morte nesse grupo da população. Em segundo lugar aparece o fumo, com 4.625 mortos (11,3%). A cocaína matou pelo menos 354 pessoas no período. Feita pelo Observatório do Crack, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), a pesquisa aponta que, na comparação por gênero, há mais registros de morte de homens por álcool e fumo. Em cinco anos, 31.118 homens perderam a vida por causa da bebida. Outros 3.250 morreram em casos associados diretamente ao cigarro. Leia mais no Estadão.

5 de fevereiro de 2012, 07:02

BRASIL Manchetes do dia

A Tarde: Motim da PM faz escolas suspenderem volta às aulas

Correio*: Paz armada

Folha de S.Paulo: Fotógrafo da morte de Herzog diz que ditadura o usou

Agora S.Paulo: Benefício por invalidez de 2002 a 2009 tem direito a correção

O Estado de S.Paulo: Incentivo fiscal busca salto tecnológico

O Globo: Rio tem 4.896 obras com problemas mas não pune

Correio Braziliense: Chagas, o retrato do atraso

Estado de Minas: Entre o medo e a morte

Zero Hora: Preso há quatro anos é inocentado por DNA

Jornal do Commercio: Transposição em xeque

4 de fevereiro de 2012, 15:07

BRASIL Dilma vistoria obras do PAC para definir corte no Orçamento

Foto: Ed Ferreira/ Agência Estado

Presidenta Dilma

Para tentar melhorar a evolução dos investimentos públicos este ano, a presidente Dilma Rousseff vai vistoriar pessoalmente as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) pelo país. A Folha apurou que o objetivo é visitar obras com problemas de execução e atrasos no calendário. A decisão de viajar para fiscalizar os projetos estratégicos do governo foi comunicada ao ex-presidente Lula na semana retrasada. Interlocutores da presidente afirmam, ainda, que a ideia partiu da constatação de que, em 2011, houve redução no ritmo do PAC. (Folha)

4 de fevereiro de 2012, 14:21

BRASIL Planalto decide na semana que vem pedetista que assumirá Trabalho

Após definir o novo titular das Cidades, a presidente Dilma se dedicará a escolher o futuro ministro do Trabalho, reduto do PDT. O Planalto deve dar a palavra final semana que vem. O favorito é o deputado Vieira da Cunha (PDT-RS), amigo de Dilma há mais de 30 anos. Eles trabalharam juntos de 1986 a 1988 na Prefeitura de Porto Alegre. Procurador de Justiça licenciado, conta a seu favor o fato de não responder a processos. Apesar de mais fraco nas cotações, o deputado Brizola Neto (PDT-RJ) ainda não foi descartado pelo Planalto. Ele tem a simpatia de Dilma, mas o PDT abandonou o apoio à sua indicação desde que passou a cobrar explicações do ex-ministro Carlos Lupi, alvo de denúncias. Caso vire ministro, Vieira da Cunha terá de conseguir do PDT o que Lupi não conquistou. Na votação do salário mínimo (2011), ele votou contra proposta do governo. (Folha)

4 de fevereiro de 2012, 13:48

BRASIL Ministro que ajudou mãe e irmã emprega primo

Foto: Agência Câmara

Aguinaldo Ribeiro, ministro das Cidades

Além de destinar emendas para Campina Grande (PB), município em que a irmã é pré-candidata a prefeito, e de pedir prioridade em repasses para a Prefeitura de Pilar, governada pela mãe, o novo ministro das Cidades, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), emprega em seu gabinete na Câmara um primo de primeiro grau que não bate ponto em Brasília. O engenheiro Roberto Ribeiro Cabral foi nomeado em 15 de junho do ano passado para exercer o cargo de secretário parlamentar de Aguinaldo. Ele é filho de Maria Nivanda Ribeiro Cabral, irmã já morta do ex-deputado Enivaldo Ribeiro (PP), pai do novo titular das Cidades. Em 15 de junho do ano passado, o deputado, em seu primeiro mandato, nomeou o primo secretário parlamentar 8. Ele é funcionário da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e, a pedido de Aguinaldo, foi requisitado para o gabinete. O salário da estatal continua sendo pago e a Câmara o complementa com R$ 661,18. (Estadão)

4 de fevereiro de 2012, 13:10

BRASIL Greve de PMs baianos pode virar movimento nacional

A greve de parte dos policiais militares baianos, iniciada na quarta-feira, 1º, poderá desencadear um movimento nacional. Segundo o secretário da Associação Nacional de Entidades Representativas de Praças Militares Estaduais (Anaspra), Roberto Caetano, que visitou os PMs baianos amotinados na Assembleia Legislativa, há uma possibilidade de a polícia militar do Rio de Janeiro aderir ao movimento. Informação foi confirmada pelo coronel Almir Rosa, comandante do policiamento militar do Rio de Janeiro. Segundo ele, haverá, na próxima sexta-feira, 9, uma reunião na Cinelândia do Rio de Janeiro, para discutir se haverá greve no estado. Se acatado, o movimento no Rio começa no dia 10 de fevereiro. O motivo da mobilização é a busca de melhorias de condições de trabalho da categoria. Caso o comando da PM carioca decida entrar em greve, haverá a solicitação do apoio das polícias militares de outros estados brasileiros. Nesta sexta, 3, mulheres de policiais cariocas se reuniram no Largo do Machado e seguiram em caminhada para o Palácio Guanabara, sede do governo estadual, onde fizeram um panelaço. (A Tarde)

4 de fevereiro de 2012, 12:23

BRASIL Lideranças sindicais cogitam greve geral nas obras da Copa-14

A CUT (Central Única dos Trabalhadores), a Força Sindical e a UGT (União Geral dos Trabalhadores) planejam mobilizar os sindicatos das 12 sedes da Copa-14 para reivindicar uma revisão nos direitos dos trabalhadores envolvidos nas obras do Mundial. O plano inclui, caso não se consiga negociar com as construtoras, uma paralisação geral nas obras da Copa, inclusive nas dos estádios. “As negociações entre as empresas e os trabalhadores acontecem todo ano, em cada cidade. O que nós queremos é fazer um acordo nacional, unificando os salários dos trabalhadores. Porque, no Sudeste, o trabalhador às vezes ganha 50% a mais do que em outros lugares, como Cuiabá [Mato Grosso]”, argumenta Claudio da Silva Gomes, responsável pelo setor de construção civil da CUT. Na segunda-feira, representantes sindicais das obras ligadas à Copa têm encontro com Gilberto de Carvalho, secretário-geral da Presidência da República, e membros do Ministério do Trabalho. No encontro, serão apresentadas as reivindicações ao governo federal, que, na opinião das forças sindicais, deve participar das decisões. (Painel FC)

4 de fevereiro de 2012, 10:34

BRASIL Obra tirou sustentação de prédio no centro do Rio, diz polícia

A Polícia Civil afirma já ter certeza que uma obra no 9º andar de um dos três que desabaram no centro do Rio modificou a estrutura de outros cinco andares do edifício. A obra era da empresa TO (Tecnologia Organizacional), que nega ter realizado obras na estrutura. A partir de um vídeo feito por um operário, mostrando as obras do 9º andar, peritos e o delegado responsável pelo caso concluíram que as paredes tinham uma função de sustentação. As imagens mostram uma coluna parcialmente quebrada com vergalhões à mostra. Depois, novas imagens mostram a coluna no chão. A TO nega qualquer irregularidade. “Estou convicto que nossas reformas não afetaram a estrutura do prédio. Nossas reformas são internas”, afirmou Sérgio Alves, diretor-presidente da TO. O desabamento dos três prédios resultou na morte de 17 pessoas no dia 25 de janeiro. Até a noite de ontem, outras cinco pessoas ainda estavam desaparecidas. (Folha)

4 de fevereiro de 2012, 08:40

BRASIL Governo atrasa parcelas de seguro- desemprego e culpa troca de sistema

Trabalhadores demitidos sem justa causa em 2011 estão com dificuldades para receber o seguro-desemprego. Ao tentar sacar o dinheiro do benefício, o desempregado é informado que a parcela não existe ou não foi liberada ainda. Como justificativa, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) diz que a migração do banco de dados do seguro-desemprego para novo sistema operacional provocou problemas pontuais que podem atrasar o pagamento do benefício. De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, o problema foi detectado na segunda quinzena de dezembro, quando se encerrou a transferência do último banco de dados para o novo sistema. Os atrasos na liberação do seguro-desemprego afetam cerca de 3 mil beneficiários em todo o País, de um total de 2 milhões, segundo nota divulgada pelo ministério. “O MTE e a empresa responsável pelo desenvolvimento e manutenção do sistema têm monitorado o sistema e tomado todas as providências com a máxima urgência possível, diante de cada ocorrência”, ressalta a nota. Para acelerar o processo, o ministério orienta aos beneficiários que enfrentam dificuldades para receber o benefícios a procurar o posto de atendimento mais próximo. O valor das parcelas cujo pagamento for reprogramado será reajustado com base na nova tabela do seguro-desemprego (mínimo de R$ 622 e máximo de R$ 1.163,76), vigente desde 1.º de janeiro. (Estadão)

4 de fevereiro de 2012, 08:16

BRASIL Matarazzo classifica pedido de investigação do PT de “inútil e hipócrita”

O Secretário de Estado da Cultura de São Paulo, Andrea Matarazzo, afirmou no início da madrugada deste sábado que considera “inútil e hipócrita” o pedido de investigação apresentado pelo PT ao Ministério Público Eleitoral sobre um “tweet” postado na rede social da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Na quinta-feira, a conta oficial da secretaria retransmitiu uma mensagem postada por uma simpatizante de Andrea, titular da pasta e um dos pré-candidatos do PSBD à Prefeitura de São Paulo: “Queremos gente competente na Prefeitura de São Paulo. Por isso queremos Andrea Matarazzo”, dizia o texto. A mensagem foi apagada da conta da secretaria logo após ser publicada. Matarazzo disse que já havia solicitado a investigação do ocorrido na esfera criminal, por meio da Secretaria da Segurança Pública, delegacia de Crimes Digitais, e no âmbito administrativo. “O “tweet” foi postado certamente de forma criminosa e será apurado com rigor oficial”, afirmou em nota. Na sexta-feira, a bancada do PT na Câmara dos Deputados protocolou no Ministério Público Eleitoral um pedido para investigar o uso eleitoral da conta da Secretaria de Cultura de São Paulo. (Folha)

4 de fevereiro de 2012, 08:01

BRASIL Decisão do Supremo sobre CNJ pode levar à punição de 15 juízes

Eliana Calmon afirmou que retomará, de onde pararam, as investigações contra magistrados.

A decisão do Supremo Tribunal Federal que manteve o poder do Conselho Nacional de Justiça para iniciar investigações contra magistrados poderá restabelecer 15 punições ou processos relativos a juízes que estavam suspensos por liminares judiciais. O efeito mais significativo do julgamento de ontem do Supremo deverá ser sentido no Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso. Por 6 votos a 5, o STF reconheceu na quinta-feira a autonomia do CNJ em abrir investigações contra magistrados sem depender de corregedorias locais. A decisão contraria liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello no fim do ano passado, atendendo pedido feito pela AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), que tentava fazer valer a tese de que o conselho só poderia investigar magistrados após processo nas corregedorias dos tribunais estaduais.A corregedora do CNJ, Eliana Calmon, afirmou ontem que retomará, de onde pararam, as investigações contra magistrados que foram suspensas pela liminar concedida. (Folha)

4 de fevereiro de 2012, 07:07

BRASIL Manchetes do dia

A Tarde: Saques e incertezas

Correio*: Bandidagem

Tribuna da Bahia: Exército nas ruas começa a restabelecer a ordem

Folha de S.Paulo: Com greve da PM, Salvador tem onda de mortes e saques

Agora S.Paulo: INSS começa pagamento da revisão pelo teto para herdeiros

O Estado de S.Paulo: Decisão do STF mina ‘elitismo do Judiciário’, diz corregedora

O Globo: Com PMs em greve, Bahia enfrenta caos na segurança

Correio Braziliense: Agnelo procura diretor Ficha Limpa

Estado de Minas: Gritos de socorro não impediram assassinato

Zero Hora: Planalto dará ultimato para obra no Beira-Rio