21 de maio de 2012, 15:45

BRASIL Disputando vento

Jaques Wagner

O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), desembarca em Sorocaba logo mais, para visita à Tecsis, a maior fabricante brasileira de equipamentos de alta tecnologia para energia eólica. Bahia e Pernambuco disputam a nova unidade da empresa, que será instalada no Nordeste e voltada para a exportações de geradores e hélices. (Radar On-line/Veja)

21 de maio de 2012, 14:26

BRASIL Tribunal julga amanhã recurso de coronel acusado de tortura

O Tribunal de Justiça de São Paulo julga amanhã o recurso do coronel da reserva Carlos Brilhante Ustra contra a sentença na qual foi reconhecido como torturador de presos políticos. A sentença inicial foi proferida no dia 8 de outubro de 2010, na 23.ª Vara Civil do Fórum João Mendes, em São Paulo. Foi uma decisão inédita. A ação é movida pela família Teles e envolve o período em que o coronel comandou o DOI-Codi (Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna) do 2o. Exército, entre 1970 e 1974. A sessão deve iniciar às 13h30, na sede do TJ, na Praça da Sé. Ex-presos políticos e familiares de mortos e desaparecidos no período do regime militar vão se reunir no local. Maria Amélia e César Teles estiveram presos no DOI-Codi de São Paulo durante onze meses, em 1973. Em seu relato na Justiça declararam que foram torturados  em diversas ocasiões. Leia mais no Estadão.

Roldão Arruda, do Estadão

21 de maio de 2012, 13:56

BRASIL Mafiosos

Intrigante! Ou não é?

O deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), membro da CPI do Cachoeira, usou o celular para mandar uma mensagem ao governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) onde dizia: “A relação com o PMDB vai azedar na CPI. Mas não se preocupe, você é nosso e nós somos teu (sic)”.

Ora, com o quê mesmo Cabral deveria se preocupar? E porquê?

Cabral não é personagem relevante nem sequer marginal do objeto que a CPI se oferece para investigar: eventuais práticas criminosas desvendadas pelas operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal, com o envolvimento do bicheiro Carlinhos Cachoeira e de agentes públicos ou privados.

Políticos a mancheia, entre eles os governadores de Goiás e do Tocantins e auxiliares do governador do Distrito Federal são citados nos milhares de telefonemas trocados por Cachoeira com integrantes de sua quadrilha, e grampeados pela Polícia Federal.

E Cabral? Não. Cabral não é citado.

Resta farto material apreendido pela polícia na casa de Cachoeira e de outros que ainda está sendo periciado antes de ir ou não parar no Supremo Tribunal Federal – e dali na CPI. Leia mais no Blog do Noblat.

Ricardo Noblat

21 de maio de 2012, 13:30

BRASIL Vacinação contra gripe acaba sexta; 44,7% foram imunizados

Foto: Agência Brasil

Ministério da Saúde quer iminuzar cerca de 24 milhões de pessoas

A campanha nacional de vacinação contra a gripe será encerrada nesta sexta-feira em todo o País. De acordo com o Ministério da Saúde, não há previsão de que o prazo seja prorrogado. Idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a 2 anos incompletos, grávidas, indígenas e profissionais de saúde devem procurar os postos de saúde das 8h às 17h. A dose protege contra os três tipos de vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2011, inclusive o causador da influenza A (H1N1), a gripe suína. A meta do governo é imunizar 24,1 milhões de pessoas no Brasil, o equivalente a 80% do público-alvo. O último balanço indica que 13,4 milhões de pessoas já foram vacinadas – 44,7%. O maior alcance, de acordo com o Ministério da Saúde, foi verificado entre o público infantil: 2,2 milhões de crianças vacinadas (51,9% do público-alvo). Mais de 1 milhão de trabalhadores de saúde também foram imunizados (43,5%), além de 888,3 mil gestantes (41,1%), quase 9,1 milhões de idosos (44,3%) e 193,3 mil indígenas (32,9%). (Agência Brasil)

21 de maio de 2012, 13:15

BRASIL STJ define lista tríplice de candidatos para vaga de ministro

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) definiu nesta segunda-feira a lista tríplice de candidatos à vaga de ministro aberta no tribunal desde a aposentadoria do ministro Hamilton Carvalhido, em maio de 2011. Os três escolhidos são os procuradores de Justiça Sammy Barbosa Lopes, do Acre, Sérgio Luiz Kukina, do Paraná e José Eduardo Sabo Paes , do Distrito Federal. Pela composição do STJ, a vaga deve ser obrigatoriamente preenchida por membro do Ministério Público Federal. 51 candidatos concorriam. A lista vai agora ser encaminhada para a presidente Dilma Rousseff, que vai escolher um dos nomes. O procurador Sammy Barbosa foi o mais votado pelo Pleno do STJ, mas não significa que será o escolhido pela presidente, que tem autonomia para optar por qualquer integrante da lista. O indicado da presidente será submetido a sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado e, posteriormente, a referendo no plenário da Casa. (G1)

21 de maio de 2012, 12:30

BRASIL 162 servidores federais foram expulsos até abril, mostra CGU

Relatório da Controladoria Geral da União (CGU) aponta que de janeiro a abril deste ano 162 servidores federais foram expulsos de suas funções em razão de “práticas ilícitas comprovadas”. É o maior número de servidores expulsos no período desde 2007, quando foram registradas 173 expulsões. Dos funcionários públicos expulsos, 138 servidores foram demitidos, 18 destituídos de cargos comissionados e 6 tiveram suas aposentadoria cassadas. Entre as práticas ilícitas estão uso indevido do cargo, improbidade administrativa (que inclui casos como enriquecimento ilícito, tráfico de influência, favorecimento, entre outros), recebimento de propina, abandono de cargo e desídia, que é preguiça ou desleixo no serviço público. Uma mesma pessoa pode ser expulsa por mais de uma causa. Somente em abril, 42 servidores foram expulsos, o maor número para um mês de abril desde 2003, quando a CGU passou a contabilizar as expulsões. (G1)

21 de maio de 2012, 12:12

BRASIL Depoimento de Cachoeira está nas mãos do ministro Celso de Mello

Foto: Carlos Humberto/STF

Ministro Celso de Mello

O depoimento de Carlinhos Cachoeira na CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) que investiga as relações dele com empresários e políticos está mais uma vez nas mãos do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Celso de Mello. O magistrado deve decidir nesta segunda-feira o segundo pedido de adiamento apresentado pela defesa do contraventor goiano, com audiência marcada pela CPI para 14h desta terça-feira. Primeiro, os advogados pediram o acesso à totalidade das investigações sigilosas de posse da comissão. Agora, eles querem mais tempo para analisar o grande volume de documentos, conforme solicitação apresentada ao STF na noite de quinta-feira. Mesmo sem ter a confirmação da presença de Cachoeira, a CPI mista confirmou o depoimento de seis pessoas para a manhã da próxima quinta-feira (24). São elas Idalberto Matias de Araújo, Lenine Araújo de Souza, Jairo Martins de Souza, José Olímpio de Queiroga Neto, Gleyb Ferreira da Cruz e Wladmir Henrique Garcez. (Agência Senado)

21 de maio de 2012, 10:17

BRASIL Mensalão e Carlinhos Cachoeira influenciam eleições, diz Cardozo

Ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo

Conhecido por recomendar “juízo” a seus interlocutores, o ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, admite que o julgamento do processo do mensalão e o “caso Cachoeira” terão impacto sobre as eleições de outubro. Diante dos dois escândalos, porém, ele não se arrisca a medir o tamanho do prejuízo nas campanhas de Fernando Haddad (PT) e José Serra (PSDB) à Prefeitura de São Paulo. “Um julgamento como o do mensalão será amplamente debatido, ao longo das eleições. Se vai atrapalhar ou ajudar, vamos aguardar. Pode ajudar uns, prejudicar outros. O mesmo pode valer para o caso Cachoeira e outras campanhas eleitorais, como por exemplo a de José Serra, caso as forças políticas que as apoiem estejam envolvidas no escândalo”, afirma o ministro, que é ex-secretário-geral do PT. O processo do mensalão se arrasta há quase sete anos e preocupa a cúpula do PT porque deve ser julgado no segundo semestre pelo Supremo Tribunal Federal (STF), perto das eleições. A denúncia é de compra de voto parlamentar no governo Lula, em troca de apoio no Congresso. O comando da campanha de Haddad sabe que o escândalo será usado pelos tucanos na disputa e prepara a contraofensiva, já que a CPI para investigar as ligações do contraventor Carlos Cachoeira com o senador Demóstenes Torres (ex-DEM) pode respingar no PSDB. (Agência Estado)

21 de maio de 2012, 09:29

BRASIL Dilma dá início à obra que já está na mira do TCU

Após cancelar programação em Diadema (SP) para não ser confrontada com a insatisfação de professores em greve, a presidente Dilma Rousseff viaja nesta segunda-feira à Laguna, em Santa Catarina, para assinar ordem de serviço da obra de uma ponte que já virou alvo de suspeita de irregularidades pelo Tribunal de Contas da União (TCU) antes mesmo de sair do papel. Orçada em R$ 597 milhões, a Ponte de Cabeçuda vai possibilitar uma nova travessia sobre o Canal das Laranjeiras, localizado entre as lagoas de Santo Antônio dos Anjos e Imaruí. O objetivo é facilitar o escoamento de mercadorias dentro do Estado e no comércio com países do Mercosul. A cerimônia de assinatura da ordem de serviço está prevista para as 15h de segunda-feira, no Terminal Pesqueiro de Laguna, município de 51 mil habitantes administrado pelo petista Célio Antônio. Não há câmpus de universidade federal na cidade.

Rafael Moraes Moura, do Estadão

21 de maio de 2012, 09:07

BRASIL PEC do Trabalho Escravo e contratações para obras do PAC são prioridades da Câmara

Para aprovar uma PEC são necessários no mínimo 308 votos favoráveis dos 513 deputados

As discussões e votações da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do Trabalho Escravo e da Medida Provisória (MP) que permite o uso do RDC (Regime Diferenciado de Contratações) para obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e das áreas de educação serão as prioridades da Câmara dos Deputados nesta semana. A votação da Medida Provisória MP 556, que trata entre outras coisas do RDC, está prevista para amanhã, mas ainda não há consenso para sua aprovação. Governistas apoiam a medida, mas a oposição promete obstruir a votação. O RDC foi criado para a realização das obras da Copa do Mundo e agora o governo quer ampliar sua utilização para as obras do PAC. Também a votação da PEC do Trabalho Escravo, em segundo turno, está prevista para a noite de terça-feira. Ainda não foi fechado um acordo para a aprovação. Como a PEC não pode ser alterada na votação na Câmara, líderes da Casa negociam alteração com o Senado para possibilitar que uma lei complementar, de iniciativa do Congresso, defina com clareza o que é trabalho escravo e discipline a expropriação dos imóveis. Leia mais no R7.

21 de maio de 2012, 08:48

BRASIL CPI reacende embate entre PF e MPF

A CPI do Cachoeira reacendeu uma batalha travada há anos nos bastidores entre procuradores e policiais no País. O motivo é a tramitação, em passo acelerado, da PEC 37, proposta de emenda constitucional que tira poderes do Ministério Público e dá exclusividade de investigações às Polícias Federal e Civil. Hoje, o MP pode conduzir investigações e não aceita em nenhuma hipótese perder o controle hierárquico dos inquéritos. Os dois lados radicalizaram nos ataques e o conflito já ameaça o resultado das investigações. A crise atingiu grau elevado nos últimos dias com declarações dos delegados das operações Vegas e Monte Carlo, que acusaram o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e sua mulher, Cláudia Sampaio, de “segurarem”, em 2009, o primeiro inquérito com provas que ligavam o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) à quadrilha do contraventor Carlinhos Cachoeira. Leia mais.

Vannildo Mendes, Estadão

21 de maio de 2012, 08:23

BRASIL Em grampo, Sarney tenta promover aliado de Cachoeira

Presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP)

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), aparece em diálogos captados pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo. Em um deles, é ele mesmo quem fala. Em outros, ele é mencionado pelos interlocutores. No grampo em que aparece a voz de Sarney, ele atua em favor da promoção de um servidor da Empresa de Infra-Estrutura Aeoroportuária (Infraero), que estava cedido à Presidência da República quando o presidente era Sarney, para trabalhar na portaria. Ocorre que o servidor, Raimundo Costa Ferreira Neto, conhecido como Ferreirinha, segundo a investigação da Polícia Federal, facilitaria a entrada de produtos contrabandeados nos aeroportos para a quadrilha do bicheiro Carlinhos Cachoeira. Nas demais conversas em que Sarney é mencionado, outros membros da quadrilha de Cachoeira conversam sobre um método de incineração de lixo de tecnologia da Alemanha. E dizem que “o pessoal do Sarney” teria interesse em comprar a parte deles no negócio. Leia mais no Congresso em Foco.

Eduardo Militão e Mário Coelho, Congresso em Foco

21 de maio de 2012, 08:09

BRASIL Cachoeira tenta de novo evitar ida à CPI

Carlinhos Cachoeira

Com agenda cheia, o Congresso começa a semana sem saber se haverá o ato mais esperado de amanhã. O depoimento do bicheiro Carlinhos Cachoeira (foto abaixo) na CPMI, que investiga suas relações com políticos e empresários, pode ser adiado mais uma vez. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), deve decidir hoje se mantém ou não a decisão que desobriga o bicheiro de falar à CPMI. Se o ministro mudar de ideia e determinar que Cachoeira compareça à comissão, o advogado do bicheiro (o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos) já avisou ontem que ele permanecerá calado. Bastos quer mais três semanas de prazo, liberação das 90 mil horas de áudio, montagem de equipe de dez pessoas para analisar o material e acesso com mais liberdade a Cachoeira para avaliarem juntos os documentos. Integrantes da comissão, no entanto, dizem não haver motivo para o adiamento e reclamam do comportamento da defesa. Leia mais em O Globo.

21 de maio de 2012, 07:58

BRASIL Acesso à internet em banda larga quase dobrou desde 2011, diz Dilma

Dilma Rousseff

A presidente Dilma Roussef afirmou na manhã desta segunda-feira durante seu programa de rádio “Café com a Presidenta” que o acesso à internet em banda larga no Brasil quase dobrou desde o início de 2011, superando a marca de 72 milhões de conexões. De acordo com a presidente, o governo federal vai investir diretamente, por meio da Telebrás, na ampliação de redes que levem a internet a todas as regiões do país. “Meu governo quer estimular cada vez mais a expansão do serviço de banda larga. Nosso país tem necessidade de caminhar para valores acima de 5 MB (velocidade de conexão)”. Dilma também destacou que cerca de 6 milhões de famílias que não acessavam a internet passaram a contar com o serviço por meio do Plano Nacional de Banda Larga desde o início do ano passado. Leia mais no G1.

21 de maio de 2012, 07:24

BRASIL Professor é categoria com menor salário no país

Escolinha do Professor Raimundo

Na pele de professor Raimundo, Chico Anísio encerrava o quadro da escolinha com um gesto e um bordão. Apertando o indicador contra o polegar, exclamava: ‘E o salário óóó…’ De fato, quem vive de dar aulas no Brasil está condenado ao fim do mês perpétuo. Manuseando dados do censo do IBGE, os repórteres Antônio Gois e Demétrio Weber constataram: entre os profissionais com curso superior, os que se dedicam ao magistério continuam sendo os que recebem os contracheques mais miúdos. No ensino fundamental, a renda média de um professor equivale a 59% da remuneração paga aos demais profissionais com canudo universitário. No ensino médio, os professores recebem salários 72% menores. Como se vê, as estatísticas provam: países também se suicidam. Se é verdade que o futuro de uma nação depende da educação, a análise sobre os rumos do Brasil exige um certo distanciamento. Que começa na Idade da Pedra.

Josias de Souza