8 de setembro de 2012, 07:30

BRASIL Remédio anticrise de Dilma reduz verba de cidades pequenas e ameaça reeleições

Foto: Roberto Stuck

Presidente Dilma Rousseff

Obras paradas, salários de servidores e pagamentos de fornecedores atrasados, reeleição colocada em xeque. O prefeito da cidade do interior paulista Pirapora do Bom Jesus, José Carlos Alves (PT), o Bananinha, atribui os problemas à queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios, causada pela política de renúncia fiscal adotada pelo governo federal para estimular a economia. Essa estratégia reduziu a arrecadação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) – que representa, ao lado do Imposto de Renda, a fonte de recursos do fundo. Ou seja, o “remédio” usado pela presidente Dilma Rousseff para lidar com a estagnação da economia tem se mostrado mais do que amargo para boa parte das prefeituras. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios, quem mais sente os efeitos da redução do FPM são as cidades com menos de 20 mil habitantes – como Pirapora do Bom Jesus. Trata-se da maioria dos municípios brasileiros, 75% deles, segundo o IBGE. A entidade estima que 74,7% dos municípios tenham dificuldades em fechar suas contas. (Estadão)

8 de setembro de 2012, 07:20

BRASIL Mega-Sena pode pagar R$ 2 milhões neste sábado

A Caixa Econômica Federal sorteia, neste sábado, o concurso 1.423 da Mega-Sena. O prêmio previsto é de R$ 2 milhões. O sorteio será realizado às 20h30 (horário de Brasília). A aposta mínima é de R$ 2 e pode ser feita até as 19h em qualquer uma das mais de 11,4 mil lotéricas do Brasil. Se apenas um apostador ganhar e o prêmio for depositado na poupança, o rendimento, já pelas novas regras do governo, seria de aproximadamente R$ 10 mil no primeiro mês. O valor do prêmio também é suficiente para comprar mais de 80 carros populares. (Último Segundo/Ig)

8 de setembro de 2012, 07:00

BRASIL Em debate, Patrus diz que Lacerda usa “números mágicos” sobre a saúde de Belo Horizonte

O candidato do PT à Prefeitura de Belho Horizonte, Patrus Ananias, afirmou nesta sexta-feira que o atual prefeito e candidato à reeleição, Marcio Lacerda (PSB), utiliza “números mágicos” para mostrar avanços na área de saúde na cidade que está numa “situação trágica”. “O candidato [Lacerda] é mestre em governar com números. Números infelizmente não resolvem problema”, afirmou Patrus. Lacerda respondeu que é “bom em números” porque é um bom gestor e que, segundo pesquisa do SUS (Sistema Único de Saúde), Belo Horizonte é o município que mais gasta per capita no país em saúde. (UOL)

8 de setembro de 2012, 06:29

BRASIL As manchetes deste sábado

- Correio: Saideira do Ferry

- A Tarde: Média de faltas dos deputados candidatos a prefeito triplica

- Globo: Crise da indústria não afeta emprego

- Folha: Ficha limpa veta mais PSDB e PMDB

- Estadão: Pacote chinês de US$ 150 bi dá ânimo à economia

- Correio: Cerco ao juro dos cartões de crédito

- Estado de Minas: Lei das cotas abre corrida para escolas públicas

- Zero Hora: Candidatos já gastaram R$ 2,6 mil na campanha

7 de setembro de 2012, 21:01

BRASIL A um mês das eleições municipais, TSE publica lista com doadores de campanha

Falta exatamente um mês para a realização do primeiro turno das eleições municipais e, neste ano, a divulgação, antes da votação, dos doadores de campanha é uma novidade. A decisão de colocar na internet o nome dos doadores foi tomada pela presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, com base na Lei de Acesso à Informação. Duas divulgações de nomes das empresas e das pessoas físicas que doaram recursos para as campanhas já foram feitas. A segunda lista com informações de doadores e a prestação de contas dos candidatos foi divulgada nesta quinta-feira (6) no site do TSE. A primeira lista de doadores foi divulgada há duas semanas. A justificativa para determinar a publicação foi a Lei de Acesso à Informação já que, pela Lei das Eleições, somente na apresentação da prestação final das contas de campanha, candidatos, partidos e comitês devem indicar os nomes dos doadores e dos valores doados para as campanhas. Leia mais na Agência Brasil.

7 de setembro de 2012, 20:52

BRASIL Lula e Aécio têm peso decisivo nas estratégias eleitorais de candidatos em Minas Gerais

A predominância do uso de cabos eleitorais de peso como ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) que marca as campanhas de Patrus Ananias (PT) e do prefeito Marcio Lacerda (PSB) para a Prefeitura de Belo Horizonte não está restrita à capital. A participação do petista e do tucano também tem peso decisivo nas estratégias eleitorais de candidatos em diversos municípios do interior do Estado e os dois já começam a aparecer nas propagandas eleitorais gratuitas locais. Quando esteve em Belo Horizonte para um comício de Patrus, no último dia 31, Lula participou de sessões de fotos e gravações com cerca de 40 candidatos do PT a prefeitos de municípios mineiros acima de 50 mil habitantes. O material já começou a ser divulgado em cidades como Montes Claros, no norte Estado, nos programas do deputado estadual Paulo Guedes (PT). Nesta sexta-feira (7) também estava prevista a veiculação de programa dos candidatos petistas às prefeituras de Contagem e Betim, na região metropolitana da capital, onde Lula aparece batendo papo respectivamente com o deputado estadual Durval Ângelo e a prefeita Maria do Carmo Lara, que disputa a reeleição. “O presidente Lula é muito querido e sua participação pode ser decisiva nas campanhas”, avaliou um dos dirigentes do PT mineiro. Leia mais no Estadão.

7 de setembro de 2012, 20:15

BRASIL FHC sobre fenômeno Russomanno: polarização entre o PSDB e o PT “levou à fadiga de material”

Foto: R7

Fernando Henrique Cardoso

Se os roteiristas da crônica eleitoral de São Paulo fossem escrever uma novela hoje, o personagem principal seria Celso Russomanno. Associados às candidaturas de José Serra e de Fernando Haddad, tucanos e petistas olham ao redor atônitos. Destilam a suspeita de que, num desafio a Darwin, o eleitor paulistano parou de evoluir. Pior: já está voltando. Contra esse pano de fundo tisnado pela perplexidade, o grão-tucano Fernando Henrique Cardoso veio à boca do palco para teorizar sobre o inexplicável. Em conversa com o repórter Gabriel Manzano, disse que a velha polarização entre PSDB e PT produziu em São Paulo “uma fadiga de material”. A essa “fadiga”, disse FHC, soma-se “um pouco de cansaço do eleitorado com a predominância do PSDB por longo tempo.” Em 2014, o tucanato completa 20 anos de poder no Estado. Na capital, somando-se a parceria com o atual prefeito Gilberto Kassab (PSD), a hegemonia é de oito anos. Talvez por delicadeza, FHC evitar associar o “cansaço eleitoral” à queda do amigo Serra nas pesquisas. O que se verifica, segundo ele, “é que o Russomanno subiu. Os outros estão praticamente no mesmo lugar”. Quanto a Serra, “ele já tinha caído antes, mas parou, se estabilizou em outro patamar.” Leia mais no Blog de Josias de Souza.

7 de setembro de 2012, 20:03

BRASIL Intel reduz previsões em meio a fraca demanda por computadores

A Intel reduziu nesta sexta-feira (7) sua estimativa de receita em nível maior que o esperado, em decorrência da queda na demanda por processadores, em meio à redução de estoques e menores vendas de computadores pessoais. A companhia informou ainda que irá conter os investimentos diante da desaceleração econômica. Uma revisão das projeções pela Intel já era esperada por analistas depois que as fabricantes de computadores Hewlett Packard (HP) e Dell alertaram para demanda fraca em agosto. Mas a redução de 8% na previsão de receita trimestral da empresa foi mais drástica que o esperado. A companhia estima agora receita no terceiro trimestre de US $13,2 bilhões, com variação de US$ 300 milhões para mais ou menos, abaixo da projeção anterior de entre US$ 13,8 bilhões e US$ 14,8 bilhões. Analistas, em média, previam receita de US$ 14,2 bilhões. A Intel informou ainda que os investimentos este ano devem diminuir em relação à estimativa anterior, que era de US$ 12,1 bilhões a US$ 12,9 bilhões. (G1)

7 de setembro de 2012, 19:40

BRASIL CGU passa a divulgar nomes de servidores federais expulsos

A Controladoria-Geral da União (CGU) passou a disponibilizar, por meio do Portal da Transparência, o chamado “Cadastro de Expulsões da Administração Federal”, que informa os nomes de servidores federais expulsos por conta de demissão, cassação de aposentadoria e destituição de cargo em comissão ou função comissionada. Os dados englobam os servidores civis, efetivos ou não, de 2005 em diante. A relação inicial, com dados até 30 de agosto último, contém 3.027 expulsões aplicadas a 2.552 servidores, informou a CGU. “Esses números são diferentes porque em muitos casos o servidor é punido mais de uma vez, em consequência de diversos processos a que respondeu. A fonte das informações é o Diário Oficial da União. O cadastro será atualizado mensalmente”, acrescentou a Controladoria. “A divulgação do Cadastro de Expulsões da Administração Federal é mais um passo dado pelo governo federal brasileiro em cumprimento à Lei de Acesso à Informação”, declarou o ministro-chefe da CGU, Jorge Hage. De acordo com a Controladoria-Geral da União, o cadastro tem como objetivo “consolidar dados úteis aos gestores públicos, bem como garantir maior transparência à atividade correcional promovida pela Administração Federal”. (G1)

7 de setembro de 2012, 19:28

BRASIL Leilão garantirá transporte de milho para o Nordeste

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) fará novo leilão para contratação de frete e remoção de milho do Centro-Oeste na próxima quinta-feira (14). A medida foi anunciada após a pouca procura de interessados pela oferta desta quinta (6). O leilão prevê contratação de transporte para remoção de 116.818 toneladas de milho de Mato Grosso e de Goiás para os estados do Nordeste (AL, BA, PB, PE, PI, RN), do Sul (RS e SC) e do Sudeste (MG e ES). Por meio de nota, a Conab informou que “as dificuldades no transporte do milho decorrem de fatores alheios à vontade da empresa e assegura que todos os esforços estão sendo realizados em busca de soluções rápidas e efetivas”. Na tentativa de amenizar a falta de abastecimento no Semiárido nordestino e outras regiões afetadas pela estiagem, o Exército Brasileiro foi acionado para auxiliar no transporte de grãos. A região enfrenta a maior seca dos últimos 50 anos e, apesar de o governo ter autorizado a remoção de 400 mil toneladas de milho para pequenos criadores de aves e porcos, existe dificuldade de frete causada pelo crescimento da demanda e por novas regras que aumentaram o tempo da entrega e o preço das tarifas. Segundo a Conab, um dos problemas enfrentados é que o Exército teria condições de transportar apenas carga ensacada. A estatal fará, então, o ensacamento de 400 toneladas por dia, sua capacidade atual, e pedirá o apoio logístico do Exército para transportar a carga, em processo que deve prosseguir até o fim do ano. (Agência Brasil)

7 de setembro de 2012, 18:31

BRASIL Bateu o desespero, por Ilimar Franco

O PT está implorando para que a presidente Dilma entre na campanha de Fernando Haddad em São Paulo ainda no primeiro turno. A cúpula petista avalia que, se deixar para o segundo turno, como se pretendia, pode ser tarde demais. O que mais assusta o PT nos trackings feitos pelos estrategistas da campanha é a certeza de que o voto em Celso Russomanno (PP) não vai cair, e o fato de ele ser a segunda opção do eleitor sobre todos os demais candidatos. São Paulo passa a ser crucial para PT e governo porque já tratam como remotas as chances de vencer em Recife, Porto Alegre, Salvador, Belo Horizonte e Fortaleza.

Ilimar Franco, O Globo

7 de setembro de 2012, 18:19

BRASIL Homens do exército vão reforçar segurança durante eleições no Pará

A Secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup) informou que homens do exército vão reforçar o efetivo policial do estado durante as eleições, no próximo dia 7 de outubro. Segundo a Segup, as tropas federais vão estar presentes em 39 municípios do estado, entre eles Paragominas, Altamira, Marabá, Parauapebas, Eldorado do Carajás e Jacareacanga. Segundo o secretário adjunto operacional da Segup, cel. Mário Solano, o pedido de reforço policial para este período eleitoral foi feito pelos próprios juízes das zonas eleitorais de cada município. “Há uma solicitação dos juízes dessas zonas eleitorais, que foram encaminhadas para o Tribunal Regional Eleitoral do Pará, e nós recepcionamos aqui na Secretaria. Foi feita uma avaliação pela nossa área de inteligência, aonde nós aquiescemos e, naturalmente, confirmamos a necessidade. (Blog de Cláudio Humberto)

7 de setembro de 2012, 17:29

BRASIL Segurança garante a Dilma ver desfile sem protestos

A presidente Dilma Rousseff ficou blindada durante o desfile da Independência, na Esplanada dos Ministérios. O esquema foi cuidadosamente montado para impedir que Dilma fosse vaiada ou faixas de protesto pudessem ser vistas por ela. O temor era principalmente que funcionários da Polícia Federal e da Receita Federal, que ainda estão em greve, conseguissem furar o bloqueio e chegassem perto do palanque presidencial, a exemplo do que houve no ano passado. Desde a madrugada desta sexta-feira, seguranças da Presidência da República ocupavam e protegiam as arquibancadas montadas para o desfile, particularmente as que ficavam nas proximidades do palanque. Vaias, desta vez, só para o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), quando seu nome foi anunciado pelos microfones. “Vaias? Que vaias? Não ouvi”, desconversou ele, ao final do desfile. A Presidência encomendou ainda que fossem colocados tapumes em toda a extensão da Esplanada, para que os protestos, que normalmente ocorrem na pista contrária ao desfile, não pudessem ser vistos ou ouvidos. Esta blindagem a Dilma, comandada pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), impediu que a população pudesse chegar perto dos palanques que, em sua maioria, estavam ocupados por servidores do Palácio do Planalto e seus familiares. (Agência Estado)

7 de setembro de 2012, 17:11

BRASIL Após ausência de Lula em comício, médico nega piora na saúde

Foto: Veja

Lula

Após a ausência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em comício no Nordeste neste fim de semana, o médico pessoal de Lula, o cardiologista Roberto Kalil Filho, afirmou nesta sexta-feira (7) que não houve alteração no quadro de saúde. Segundo o jornal “Estado de S. Paulo”, o candidato à Prefeitura de Teresina, senador Wellington Dias (PT), afirmou nesta quinta (6) durante ato de campanha que o ex-presidente teve que cancelar participação prevista em uma carreata na cidade porque estaria com baixa imunidade. A assessoria de Wellington Dias informou ao G1 que a participação de Lula teria sido negociada na segunda quinzena de agosto, quando o candidato encontrou-se com o ex-presidente em São Paulo para gravar um programa eleitoral. Na ocasião, ficou decidido também, segundo assessoria da campanha, que Lula visitaria ainda as cidades de Salvador, Recife e São Luiz. A visita, porém, não estava confirmada. Nesta quinta, o candidato disse que Lula não participaria da atividade por “ordem médica”. “A viagem foi cancelada por ordem médica, pois Lula não está bem de saúde. Os médicos constataram que sua imunidade se deteriorou.” (G1)

7 de setembro de 2012, 16:13

BRASIL Justiça proíbe propaganda de candidato que incentivava o uso de drogas

O juiz eleitoral Luiz Felipe Schuch acatou, nesta quinta-feira, ao pedido do Ministério Público de Santa Catarina e proibiu a propaganda eleitoral do candidato a vereador de Florianópolis Lucas de Oliveira. O motivo seria o incentivo ao uso de entorpecentes, o que configuraria crime comum e eleitoral. De acordo com o Ministério Público, a campanha do candidato incluía distribuição de kits com papéis de seda, usado para o consumo de maconha. A legalização da droga é principal bandeira do candidato. Segundo o MP, nesses ‘kits’ também estariam folhetos com o título ‘maconha’, a imagem da planta cannabis sativa e a frase ‘Bota um da massa’. A pena para o não cumprimento da decisão seria a multa diária de R$ 10 mil. O promotor também pediu a busca e apreensão dos folhetos e kits com seda para uso de droga. (Blog do CLaudio Humberto)