12 de março de 2019, 19:01

BAHIA PT na Assembleia quer homenagear artista brasileiro defensor do ditador Maduro

Foto: Divulgação/Arquivo

O global Zé de Abreu auto-proclamou-se presidente do Brasil em atitude crítica a Juan Guaidó

Em nome da bancada do PT na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o líder do partido, deputado Marcelino Galo, deu entrada na tarde desta terça-feira (12) em um projeto de resolução para conceder a Comenda 2 de Julho ao artista José de Abreu. Em fevereiro último, em reação à autoproclamação de Juan Guaidó à presidência da Venezuela, José de Abreu, um esquerdista convicto que defende, entre outras bandeiras, a do “Lula, livre”, e acha que a crise no país vizinho é uma invenção da Rede Globo, autoproclamou-se presidente do Brasil por meio de uma rede social, fato que mobilizou esquerdistas. O projeto destaca a postura firme do artista em “defesa da democracia, da liberdade e da cultura popular”. Nascido em Santa Rita do Passa Quatro, em São Paulo, José de Abreu dividiu a faculdade de Direito em São Paulo com o curso de dramaturgia. Como militante político, pertenceu à Ação Popular e deu apoio logístico a VAR-Palmares (Vanguarda Armada Revolucionária). Foi preso político e obrigado a se exilar em 1968, só retornando para o Brasil em 1974. Zé de Abreu participou de 58 novelas, programas, especiais, séries e minisséries na televisão. A Comenda 2 de Julho é a maior honraria da Assembleia Legislativa da Bahia. Atualmente, o passatempo de José de Abreu é se envolver em bate-bocas com o presidente Jair Bolsonaro e o deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) pelas redes sociais.

12 de março de 2019, 17:45

BAHIA ‘Não basta prender quem executou, tem de descobrir o mandante’, diz Valmir sobre caso Marielle

Foto: Divulgação

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA)

A prisão de dois envolvidos nos assassinatos da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco (Psol), e do motorista Anderson Gomes, nesta terça-feira (12), gerou mais um desconforto para o governo federal do presidente Jair Bolsonaro (PSL), segundo o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA). Na avaliação do petista, o desconforto seria pelo fato de um dos suspeitos morar no mesmo condomínio que o atual presidente da República e de um dos seus filhos ter namorado com a filha do PM aposentado Ronnie Lessa – um dos presos na operação desta terça. O outro detido foi o ex-PM Élcio Queiroz. Para o deputado, o caso chega cada vez mais próximo do Palácio do Planalto e “isso é muito preocupante” e que “as ‘coincidências’ servem como ‘convicções’”. Assunção cobra que a polícia responda quem foi o mandante do crime. “As investigações apontam que os presos são milicianos. No entanto, não basta prender quem executou o crime, tem de descobrir o mandante. Essa é a pergunta principal e ainda não foi respondida pela polícia”, questiona o parlamentar. Segundo ele, “a morte de Marielle atingiu todos e todas que lutam contra o machismo, contra o racismo, contra o ódio. Aqui nos somamos ao cuidado de sua memória. A Marielle Franco, verdadeira heroína de nosso Brasil. País nosso, como bem disse a Mangueira, precisa ouvir as ‘Marias, Mahim, Marielles, Malês’”. Valmir diz ainda que o presidente da República nunca manifestou sequer pesar pela morte da vereadora, “um verdadeiro atentado à democracia”, disse. Marielle Franco foi ativista dos direitos humanos, negra, feminista, oriunda da Maré e com futuro político. Socióloga com mestrado em Administração Pública, foi eleita vereadora pelo Psol, com 46.502 votos. “Homenageamos Marielle ao reconhecer que sua luta nos motiva a ter firmeza aos valores humanistas. A potência dela tornou-se semente. Aqui, saudamos e nos solidarizamos com os colegas e as colegas do Psol, com cada mulher negra que se sentiu atingida por este crime. Com cada um de nós somando às lutas de Marielle, que são as lutas dos movimentos populares”.

12 de março de 2019, 17:16

BAHIA Consórcio apresenta proposta de reativação do Estaleiro Enseada

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A presentação do projeto de retorno das atividades no Estaleiro Enseada Paraguaçu

O retorno das atividades no Estaleiro Enseada Paraguaçu, em Maragogipe, no Recôncavo Baiano, pode ser viabilizado pelo projeto apresentado na tarde desta terça-feira (12), em reunião nas dependências do Senai Cimatec, em Salvador. A proposta é uma das quatro concorrentes de uma licitação lançada pela Marinha do Brasil e a única que visa à construção e manutenção de navios de guerra em solo baiano. O vice-governador e titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), João Leão, participou do encontro. “Estamos dando todo o suporte possível e torcendo para que a proposta que pretende usar o Estaleiro vença. É uma estrutura que reuniu um investimento de R$ 3 bilhões e hoje está parada. Precisamos voltar a ver três, quatro mil pessoas trabalhando e, para isso, estamos apoiando essa iniciativa, junto com a Federação das Indústrias da Bahia”, garantiu Leão. Uma das quatro propostas ainda no páreo, o projeto detalha a construção de quatro corvetas classe Tamandaré, nas dependências da Enseada, e foi elaborado pela Consórcio Villegagnon – composto pela Naval Group, Mectron e pelo grupo baiano Estaleiro Enseada. A proposta é a única concorrente da licitação que conta com uma organização da Bahia e que prevê as atividades dentro do território estadual. O presidente do estaleiro, Maurício Almeida, explicou que o “Enseada foi concebido para ser um vetor de desenvolvimento regional. Por adversidades, teve contratos suspensos, mas tem ocorrido um grande esforço para conquistar novos. Este contrato com a Marinha é de grande porte, um dos poucos disponíveis no Brasil. A conquista de uma licitação deste tamanho seria realmente um marco para a retomada não só do Estaleiro como da região, que já está apta a oferecer mão de obra para um projeto dessa magnitude”. Já o presidente da Naval Group, Eric Berthlot, afirmou que “nossa parceria, no Brasil, tem rendido bons resultados e estamos esperando a resposta da Marinha já no fim deste mês. Essa apresentação de hoje visa atualizar os baianos sobre o que temos feito, mas também tem o objetivo de atrair outras empresas brasileiras para robustecer nosso projeto de construção e manutenção de navios de três mil toneladas cada”. A retomada das operações no Estaleiro, por meio do projeto pensado para a Marinha do Brasil, engloba, além da construção, a manutenção das embarcações. Estima-se que a licitação envolva investimentos da ordem de US$ 2 milhões. A divulgação do resultado está prevista para o próximo dia 22. O Estaleiro está inativo desde 2014 e detém maquinário e dispositivos de última ponta. Leão lembrou que, “atualmente, 35 funcionários atuam no local para fazer manutenções necessárias para evitar a ampla degradação do equipamento”. Em um terreno próprio, com dois milhões de metros quadrados de área e capacidade de processar 108 mil toneladas de aço por ano, o Estaleiro Enseada é considerado não somente o maior do país, como também o mais moderno. Com um investimento privado de R$ 3,2 bilhões e tecnologia Kawasaki Heavy Industries, o Estaleiro foi implantado estrategicamente às margens do Paraguaçu, gerando emprego e renda para a região do Recôncavo Baiano, nos anos em que permaneceu ativo.

12 de março de 2019, 16:31

BAHIA Assembleia aprecia dois vetos governamentais na sessão desta terça

Foto: Carlos Amilton/Agência ALBA

Plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA)

Dois vetos do governador Rui Costa a projetos de lei aprovados na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) estão programados para serem votados na sessão plenária desta terça-feira (12). Já apreciados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), os vetos tratam da não extinção da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder) e da alienação de bens do Instituto Pedro Ribeiro de Administração Judiciária (Ipraj), respectivamente. O primeiro veto é parcial ao projeto de lei enviado pelo próprio Executivo que altera a estrutura organizacional da administração pública. Com ele, Rui oficializa a decisão de não mais extinguir a Conder, como estava previsto na proposição aprovada pelo plenário da Casa no final do ano passado. A decisão pela permanência da empresa pública foi tomada após negociação com os servidores da empresa estatal. O restante do projeto de reforma administrativa foi mantido pelo Governo do Estado. Entre as medidas que permanecem, estão as extinções do Centro Industrial Subaé (CIS) para se transformar em superintendência integrada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic) para se transformar em superintendência integrada também à SDE. No segundo caso, houve um veto integral ao projeto de lei encaminhado pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) em relação aos bens do extinto Instituto Pedro Ribeiro de Administração Judiciária (Ipraj). No entendimento do governador, o projeto não “observa o princípio da separação de poderes, quando dispõe sobre a alienação de bens de patrimônio do Estado da Bahia”. Em mensagem enviada aos deputados, Rui explicou que a proposição “apresenta vício formal de inconstitucionalidade quanto à inciativa, em razão de tratar de matéria que extrapola a competência do Tribunal de Justiça para proposição ao Poder Legislativo”.

12 de março de 2019, 15:30

BAHIA Mutirão supera marca de 1.200 pacientes desospitalizados em cinco meses

Foto: Divulgação

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, durante o Fórum de Desospitalização

Em cinco meses, o Mutirão de Desospitalização já avaliou mais de 4.100 pacientes de longa permanência que ocupavam leitos em hospitais especializados e de alta complexidade. Destes, 1.200 foram encaminhados para Internação Domiciliar, hospitais de menor porte, municípios de origem com apoio do Núcleo de Assistência à Saúde da Família, bem como leitos destinados a tratamento de doenças crônicas, entre outros. “Havia casos de pacientes internados há mais de mil dias, sobretudo, pela ausência de condições estruturais ou sociais para continuar o atendimento em casa”, pontuou o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, durante o Fórum de Desospitalização que acontece nesta terça-feira (12), em Salvador. Os números são surpreendentes, como ressalta a subsecretária Tereza Paim. “Ao reavaliar cada um dos pacientes internados na rede estadual e sem que houvesse mudança no plano terapêutico, identificamos 1.451 pacientes com a possibilidade de alta médica”, explica a subsecretária. Pela primeira vez na Bahia, a população tem acesso a um serviço de desospitalização 24 horas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O atendimento é garantido pelo Governo do Estado, através da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). A desospitalização amplia o modelo que vinha sendo adotado até então, que oferecia apenas atendimentos pontuais de médicos, fisioterapia e enfermagem, passando a garantir a assistência integral 24h por dia em casa. O programa contempla ainda a oxigenoterapia domiciliar, para pacientes cronicamente dependentes de oxigênio ou de ventilação mecânica.

12 de março de 2019, 15:00

BAHIA Hospital Roberto Santos recebe 110 novos residentes médicos

A diretoria do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) acolheu, na manhã desta terça-feira (12), 110 novos residentes médicos, divididos em 16 especialidades e cinco áreas de atuação. Realizada no auditório central da instituição, a cerimônia contou com palestras de profissionais da casa e de convidados externos. O médico anestesista José Admirço Lima Filho – diretor-geral do HGRS – foi o responsável por apresentar as especificidades do hospital para os novos residentes. Ele o fez após proferir uma aula sobre anestesiologia na emergência. “Sejam bem-vindos ao maior hospital público do Norte e Nordeste, que comemora, neste mês, 40 anos de existência. Tenho certeza que vocês irão nos ajudar a seguir avançando e, assim como nós, sentirão muito orgulho por fazer parte dessa história”, pontou o gestor. No evento, houve, ainda, intervenções a respeito de temas como morte encefálica, cuidados paliativos e controle de infecção hospitalar.

12 de março de 2019, 14:30

BAHIA Em Casa Nova, Rui entrega trecho recuperado da BA-722 e obras de abastecimento de água

Pelos 39 quilômetros da BA-722 que ligam o distrito de Pau a Pique, do município de Casa Nova, à BR-235, passam boa parte da produção agrícola da região e todas as mercadorias que são comercializadas naquele povoado. O trecho foi totalmente asfaltado e sinalizado, com um investimento de R$ 9,63 milhões, e entregue, nesta terça-feira (12), pelo governador Rui Costa. Ainda no município, Rui entregou sistemas integrados de abastecimento de água para aproximadamente mil moradores de dez localidades e autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar convênios do Bahia Produtiva. “A recuperação de estradas é um investimento que traz desenvolvimento regional e econômico, além de conforto e segurança para a população. Foram quase R$ 10 milhões investidos em um momento de crise. Hoje nós temos sete estados brasileiros com decretos de calamidade financeira, que não conseguem pagar salários em dia. Mas a Bahia chegou até aqui e os baianos podem se orgulhar, porque o nosso Estado não atrasou um dia sequer o pagamento de servidores, e ainda continuamos fazendo investimentos para melhorar a vida das pessoas”, destacou o governador. Para o médico do posto de saúde de Pau a Pique, Marcelo Henrique Souza, a recuperação da estrada significa uma grande segurança para a saúde dos moradores. “O primeiro atendimento no posto de saúde é fundamental. Daqui do posto, a depender da gravidade, o paciente é encaminhado para os serviços de média e alta complexidade, e o Hospital Municipal de Casa Nova fica a 120 quilômetros de distância. Como essa estrada estava muito ruim, são 39 quilômetros que poderiam custar uma vida. A recuperação da pista foi muito importante para os moradores da região, que chegam com mais rapidez e segurança ao hospital, quando é necessário”.

12 de março de 2019, 14:00

BAHIA Detran orienta condutores sobre Permissão Internacional para Dirigir

Para os baianos que pretendem fazer intercâmbio, trabalhar ou mesmo curtir uma viagem de turismo mais longa, no exterior, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) orienta que, na maioria dos casos, dirigir no destino não requer burocracia. O cidadão pode solicitar ao órgão a Permissão Internacional para Dirigir (PID). O documento é obrigatório para a condução de veículos pelo prazo superior a 180 dias, em mais de 100 países signatários da Convenção de Viena sobre Trânsito Viário, com validade máxima de três anos. A relação dos países está disponível no portal de serviços do departamento – www.detran.ba.gov.br. A PID reproduz as informações da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e é impressa em sete idiomas (português, espanhol, francês, inglês, russo, alemão e árabe), para facilitar a checagem de informações do motorista, em abordagens policiais ou na hora de alugar um carro, por exemplo. A permissão só tem validade se estiver acompanhada da carteira original. Os condutores interessados em obter a PID têm a opção de fazer o procedimento pelo portal do Detran, com mais rapidez e comodidade, ou se dirigir às unidades do órgão nos SACs, mediante o pagamento de taxa. Em casos de viagens curtas para países que assinaram a Convenção de Viena, basta o motorista portar a CNH, mas o departamento recomenda a emissão da permissão internacional, para evitar possíveis transtornos com autoridades estrangeiras.

12 de março de 2019, 11:51

BAHIA “Rui deve estadualizar o processo de reforma agrária e fazer o que Bolsonaro não faz”, diz Suíca

O vereador e vice-líder da oposição na Câmara de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), atende um pedido de membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), da região do extremo sul da Bahia, e sugere ao governador Rui Costa (PT) que estadualize o processo de reforma agrária. Nesta terça-feira (12), o edil petista reforçou a campanha que iniciou em redes sociais pedindo para o governo estadual se apropriar das ações que estão sendo desconstruídas pelo governo federal do presidente Bolsonaro (PSL). “Em janeiro, o Incra [Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária] determinou, por meio de memorandos, a suspensão de todos os processos de reforma agrária no país. Apesar de negativas e revogações, não podemos esperar muita coisa do governo federal. É triste ver um país com tanta desigualdade andar para trás a passos tão largos. Mas não vamos deixar isso afetar a nossa Bahia tão gravemente, já falei algumas vezes e faço questão de repetir, o governador Rui Costa pode e deve iniciar um processo de estadualização dos assentamentos de reforma agrária”, destaca Suíca. Para o vereador soteropolitano, “isso é possível e já acontece no estado de Sergipe, processo que foi iniciado pelo saudoso ex-governador Marcelo Déda (PT)”. Suíca salienta ainda que a estadualização pode acontecer por meio de decreto ou lei estadual, em trabalho conjunto com a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). “O governo do estado pode assumir parte da responsabilidade e não deixar o povo pobre do campo padecer, foram anos de luta e conquistas não podemos retroceder, ainda há muito o que fazer”.

12 de março de 2019, 10:52

BAHIA Investimentos de R$ 1,6 mi levam água de qualidade para 341 famílias em Casa Nova

Com investimentos da ordem de R$ 1,690 milhão o governador Rui Costa, acompanhado pelo secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Góes, entregou oito sistemas de abastecimento de água na zona rural de Casa Nova. Mais de mil pessoas foram beneficiadas com as obras realizadas pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), empresa vinculada à Sihs. Os sistemas de abastecimento de água possuem unidades dessalinizadoras e vão atender às localidades de Lagoa Alegre, Cacimbas, Lagoa dos Negros de Cima e de Baixo, Belmonte/Curral Novo, Ouricuri, Riachão Sítio Cachoeira, Luiz Viana e Salgadinho. As 341 famílias que vivem na zona rural do munícipio de Casa Nova agora terão acesso a água de qualidade para o consumo diário. Como nos poços perfurados pela Cerb a água é salobra, a alternativa encontrada pela empresa para abastecer a comunidade foi o uso da tecnologia da dessalinização e cloração. Depois de passar por tratamento a água é distribuída através de chafarizes eletrônicos e convencionais. Os sistemas são compostos ainda de bebedouros para dessedentação animal, reservatórios e tanques de contenção para tratamento do concentrado. O gerenciamento dos sistemas de abastecimento com dessalinizadores é feito por operadores das próprias comunidades. Para isso, foram instalados chafarizes eletrônicos, idealizado por técnicos da Cerb, onde os moradores tem acesso a 20 litros de água potável, através de uma ficha, promovendo, assim, o uso consciente da água. “Locais de difícil acesso ou longe dos centros urbanos também precisam de investimentos. Ao encontrar a infraestrutura adequada para cada realidade, a Sihs ajuda a impulsionar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida da população”, avalia o secretário. Para o presidente da Cerb, Marcus Bulhões, as soluções para a questão do abastecimento de água na Bahia variam de acordo com cada localidade. “Em alguns casos o uso de tecnologia alternativa como a instalação de unidades dessalinizadoras foi o ponto de partida encontrado para resolver o problema de muitas localidades no semiárido baiano”, informa. “Nessas regiões a existência de poços com água salobra inviabilizava o aproveitamento para o consumo humano e até animal. Com a dessalinização é possível ter água de qualidade”, finaliza Bulhões.

12 de março de 2019, 08:43

BAHIA Marcelo Nilo se diz surpreso com projeto de Angelo Coronel

Foto: Divulgação

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB)

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) manifestou surpresa com o projeto apresentado pelo senador baiano Angelo Coronel (PSD). “Se não fosse algo sobre um tema tão relevante, talvez, ninguém realmente desse tanta notoriedade ao projeto”, pontuou Nilo. “Mas, em tempos sombrios como o que vivemos, o projeto é um completo absurdo. É inacreditável que seja de autoria de um senador eleito com os votos do povo baiano. Justamente, o povo que mostrou para o país inteiro o que é resistir bravamente ao retrocesso nacional”, contextualizou.

 

11 de março de 2019, 20:30

BAHIA Museu de Arte Moderna já tem nova diretora

Foto: Divulgação

Tereza Lino será a nova diretora do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA)

Tereza Lino será a nova diretora do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA). Historiadora de formação, com mais de 30 anos de atuação no segmento de cultura, a baiana assume o comando do museu, um dos mais importantes do país, em substituição ao artista visual Zivé Giúdice, exonerado no último dia 28 de fevereiro. A nomeação da nova gestora será publicada nesta terça-feira (12) no Diário Oficial do Estado. A baiana de Itabuna assume a instituição com a missão de fazer uma “gestão cultural ampliada”, segundo informou João Carlos Oliveira, diretor do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), órgão responsável pela gestão de museus do estado. Até esta segunda-feira (11), Tereza ocupava o cargo de coordenadora na Secretaria Estadual de Cultura. As informações são do jornal Correio*.

11 de março de 2019, 19:30

BAHIA Nelson Leal aposta que Sérgio Brito será um dos melhores secretários de Rui

Foto: Divulgação

O presidente da Assembleia, Nelson Leal (E), prestigia posse do secretário de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Brito (C)

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado estadual Nelson Leal, prestigiou nesta segunda-feira (11) a posse do novo secretário de Desenvolvimento Urbano, deputado Sérgio Brito. “Faço ‘dobradinha’ eleitoral com Sérgio em vários municípios, principalmente no Vale do Paramirim; ele é de Conquista e sou de Livramento. Ou seja, da mesma região. Além dessas afinidades, contudo, Sérgio Brito adora assumir desafios e tem uma grande capacidade de liderança porque, sobretudo, gosta de ouvir e dialogar. Com 30 anos de vivência no parlamento federal, tenho certeza de que será um dos mais importantes secretários do governo Rui Costa”, advoga Nelson Leal. Leal, durante a solenidade de posse, ofereceu ao novo titular da Sedur uma parceria permanente para a discussão e solução legal de vários problemas que atingem o solo urbano dos 417 municípios baianos. “A urbanização das cidades, a habitação e a gestão dos resíduos sólidos são alguns dos temas que podem ser debatidos em conjunto com a Assembleia Legislativa, porque não afetam apenas um município, mas toda uma região. Na minha opinião, por exemplo, o sucesso dos consórcios municipais de saúde deve ser replicado na gestão e destinação do lixo urbano”, diz o chefe do Legislativo estadual. Administrador, empresário e servidor público, Sérgio Luís Lacerda Brito foi deputado federal eleito em seis legislaturas. Na última, disputada em 2018, foi eleito com mais de 105 mil votos. Para assumir a Sedur, Brito se licencia do cargo de parlamentar. Ex-vereador por Salvador, foi também secretário municipal da capital em duas oportunidades.

11 de março de 2019, 19:00

BAHIA Fortalecimento de ações promocionais é discutido em feira internacional

Foto: Divulgação

O subsecretário do Turismo da Bahia, Benedito Braga participa da Feira IBT 2019, em Berlim

O planejamento estratégico de novas ações promocionais e a captação de voos internacionais foram discutidos durante a Feira IBT 2019 – Internationale Tourismus-Börse, realizada em Berlim, na Alemanha. O subsecretário do Turismo da Bahia, Benedito Braga, reuniu-se com o diretor de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur, Alisson de Andrade, para discutir medidas em curto prazo, para o marketing e promoção internacional. Outro aspecto importante abordado diz respeito à captação e manutenção de voos internacionais. A Bahia tem participado das principais feiras, a fim de divulgar os atrativos turísticos baianos e intensificar contatos com companhias aéreas, visando atrair novas frequências. De acordo com Benedito Braga, a manutenção de parceria com a Embratur é fundamental tanto na atração quanto na comercialização de passagens com destino ao Brasil. “O desejo dos estrangeiros de visitar o Brasil deve ser estimulado por meio de ações promocionais nos principais destinos emissores de turistas. Com a decisão de vir ao Brasil, eles precisarão utilizar rotas aéreas internacionais para chegar à Bahia e outros estados. É um ciclo”, explicou. Participaram do encontro o especialista em Mercado Norte-americano, Arthur Grimaldi, e o auditor interno da Embratur, Breno de Souza. O subsecretário da Bahia também participou de reuniões com companhias aéreas, como Condor e Cabo Verde Airlines, no estande da Embratur. Com a primeira, o estado negocia a frequência Frankfurt-Salvador. Já com a Cabo Verde Airlines está sendo negociada a possibilidade de até três frequências semanais para o estado, com partidas de Milão, Lisboa e Paris. Durante a IBT, a Embratur anunciou que está em curso projeto de promoção internacional dos patrimônios mundiais tombados pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A capital baiana figura na lista com o Centro Histórico, reconhecido desde 1985.

11 de março de 2019, 16:01

BAHIA Plínio Carneiro Filho assume presidência do TCM

Foto: Divulgação

O conselheiro Plínio Carneiro Filho assumiu a presidência do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA)

O conselheiro Plínio Carneiro Filho assumiu a presidência do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA), em solenidade realizada na manhã desta segunda-feira (11/03). Além de Plínio Carneiro Filho, que sucedeu o conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, tomaram posse, como vice-presidente, o conselheiro Raimundo Moreira e, como corregedor, o conselheiro Fernando Vita. Em seu discurso, o novo presidente renovou o seu compromisso de “trabalhar com afinco, dia após dia, para que o TCM cumpra com presteza e eficiência seus deveres constitucionais de – em nome dos cidadãos – fiscalizar as contas públicas dos 417 municípios baianos e contribuir, orientando os gestores, dando assim mais eficácia aos investimentos públicos, melhorando a qualidade dos serviços prestados à população e evitando desperdícios, ou mesmo desvios”. Destacou que o TCM deve se antecipar a eventuais problemas nas contas e, em nome da economicidade, da eficácia buscar o melhor retorno para a população. E para isso é preciso “acompanhar e avaliar os investimentos públicos ao longo de todo o processo, não apenas a posteriori, quando já não será possível evitar prejuízos”. Observou que, para isso, irá estimular a realização de auditorias temáticas, de modo a melhor qualificar os investimentos municipais em Saúde, Educação, Transporte e Limpeza Urbana. “É isto que a população espera de nós todos, servidores públicos” – enfatizou. O novo presidente do TCM foi o primeiro servidor do corpo técnico do tribunal, concursado, a ascender ao cargo de conselheiro, em vaga não destinada a auditor. Ele ingressou na Casa, no final da década de 1980, inicialmente, para exercer cargo comissionado, mas se inscreveu e foi aprovado em concurso público para o cargo de Analista Técnico de Controle Externo do TCM. Em 2010 foi indicado pelo então governador Jaques Wagner para o cargo de conselheiro na vaga decorrente da aposentadoria do hoje senador Otto Alencar. Plínio Carneiro Filho teve seu nome aprovado para integrar o TCM por expressiva votação na Assembleia Legislativa da Bahia. Ele tem, em seu currículo, quase 30 anos de dedicação ao serviço público. O novo presidente é bacharel em Direito pela Universidade Católica do Salvador e pós-graduado em Gestão Pública pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB. Realizou ainda cursos de aperfeiçoamento nas áreas de Direito Administrativo, Direito Processual Civil, Orçamento e Contabilidade Pública.