11 de outubro de 2018, 11:51

BAHIA Morre o babalorixá Martins Lopes, um dos fundadores do Olodum

Foto: Reprodução/Facebook

O babalorixá Martins Lopes Santos, um dos fundadores e conselheiros do bloco Olodum

O babalorixá [sacerdote das religiões de matriz africanas] Martins Lopes Santos, um dos fundadores e conselheiros do Olodum, morreu na última quarta-feira (10), em Salvador. Ele tinha 87 anos. De acordo com o site G1, o enterro dele será realizado às 15h desta quinta-feira (11), no Cemitério Quinta dos Lázaros, na Baixa de Quintas. De acordo com João Jorge Rodrigues, presidente do bloco, Marins Lopes morreu em decorrência de problemas renais, diz a publicação. As reuniões que culminaram na fundação do Olodum, em abril de 1979, foram realizadas na casa de Martins Lopes. O imóvel fica na Rua Santa Isabel, Pelourinho.

11 de outubro de 2018, 11:05

BAHIA ‘Eu tenho lado e meu lado é Bolsonaro’, diz Aleluia em vídeo

Foto: Reprodução/Twitter

O presidente estadual do DEM, José Carlos Aleluia

O presidente estadual do DEM, José Carlos Aleluia — que não se reelegeu deputado federal –, postou um vídeo nas redes sociais em apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). “Eu tenho lado e meu lado é Bolsonaro”, disse Aleluia, ao salientar que “um partido que coloca o partido acima da nação não pode ser aceito. O Itamaraty e o BNDES foram usados para financiar ditaduras pelo mundo afora e permitir corrupção aqui e lá fora. A Petrobras, um símbolo nacional, virou símbolo da corrupção e da Lava Jato. Eu defendo a família, que o PT quer destruir”.

11 de outubro de 2018, 09:35

BAHIA Prefeito de Igaporã é multado pelo TCM

Foto: Divulgação

O prefeito de Igaporã, José Suly Fagundes Netto

Na sessão de quarta-feira (10), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) julgou parcialmente procedente o termo de ocorrência lavrado contra o prefeito de Igaporã, José Suly Fagundes Netto, por irregularidades em processos de inexigibilidade para realizações de eventos festivos no município. Os contratos, firmados com seis empresas, apresentam o valor total de R$319.994,00. O conselheiro Fernando Vita, relator do parecer, multou o gestor em R$25 mil. Além da multa, foi determinada a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o gestor para que se apure eventual prática de ato ilícito ou de improbidade administrativa. O termo de ocorrência quje levou à punição do gestor foi lavrado pela Sétima Inspetoria Regional do TCM, e apresenta como agravante um decreto, de janeiro de 2017, em que o prefeito declara “situação de emergência” por 180 dias no município, por conta da seca. Por esta razão, o gasto excessivo com atrações musicais para os festejos juninos feriu, no entender os conselheiros, o princípio constitucional da razoabilidade, moralidade, legalidade e economicidade na administração dos recursos públicos. Segundo o conselheiro Fernando Vita, “o emprego de verbas públicas na contratação de bandas e realização de festejos em geral, demonstrou a inexistência de critérios razoáveis para a fixação de prioridades pela administração municipal”. O relator também considerou que as declarações de exclusividade das bandas contratadas não provam a legitimidade da condição dos signatários que firmaram os documentos, por estarem desacompanhadas dos respectivos contratos sociais ou estatutos, não demonstrando, desta forma, a exclusividade exigida. Cabe recurso da decisão.

11 de outubro de 2018, 09:21

BAHIA Em entrevista à rádio, Rui diz que Bolsonaro ‘só sabe falar de arma, violência, morte e ódio’

Foto: Divulgação

O governador reeleito Rui Costa (PT)

Em entrevista à rádio Excelsior, nesta quinta-feira (11), o governador reeleito Rui Costa (PT) disse não entender como alguns eleitores votam no candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), adversário do petista Fernando Haddad no segundo turno das eleições 2018. “Durante muitos anos, ouvi muitas vezes médicos, engenheiros, advogados, pessoas de alta formação educacional dizerem que não votavam no Lula porque ele não falava inglês, não tinha formação universitária, não entendia de economia, porque não sabia falar direito. Me surpreende ver algumas destas pessoas afirmarem que vão votar em um candidato que não tem coragem de ir a um debate porque não sabe falar, não sabe falar uma frase completa sobre economia, não sabe dizer o que vai fazer do país”, disse o petista, para depois afirmar que Bolsonaro alimenta a cultura da violência. “Só sabe falar de arma, de violência, de morte e ódio. Eu fico perplexo”, disse Rui.

11 de outubro de 2018, 08:51

BAHIA MPE vai investigar possíveis candidaturas “fantasmas” de mulheres

Foto: Divulgação

O procurador-regional eleitoral, Cláudio Gusmão

O Ministério Público Eleitoral (MPE) vai investigar possíveis candidaturas “fantasmas” de mulheres para a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) e Câmara dos Deputados nas eleições deste ano. A suspeita é que alguns partidos ou coligações tenham lançado postulantes femininas apenas para cumprir a cota de 30% de mulheres nas chapas proporcionais. Tanto na disputa pelo Legislativo estadual quanto pelo federal, as dez candidaturas com menor número de votos são mulheres. Para deputado estadual e federal, as candidatas menos votadas tiveram apenas três apoios cada. Elas também não tiveram gastos de campanha. De acordo com a coluna Satélite, do jornal Correio*, o chefe do MPE, Cláudio Gusmão, contou que está aguardando dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para iniciar a apuração. Segundo ele, três indícios podem apontar para candidaturas fantasmas: votação zerada ou próxima de zero; nenhum gasto de campanha; e sem aparição na propaganda de TV e rádio. “A partir daí, vamos, por amostragem, escolher duas ou três mulheres e pedir para que elas venham à Procuradoria”, disse. Ainda segundo a publicação, Cláudio Gusmão acredita que a atual legislação, ao reservar percentual mínimo de 30% de candidaturas femininas, já se mostrou ineficiente para ampliar a participação das mulheres na política. Para ele, o ideal era que houvesse uma cota para as próprias casas legislativas. “Aí os partidos iriam se esforçar para viabilizar as candidaturas de mulheres. Se tivesse, por exemplo, 10% na Casa reservado para mulher, os partidos iram criar condições para preencher aquelas vagas”, afirma. Gusmão ressalta que as siglas continuam priorizando quem já tem mandato ou tem fama no meio político.

11 de outubro de 2018, 07:21

BAHIA Jurandy Oliveira lança pré-candidatura à presidência da ALBA

Foto: Divulgação

O deputado estadual Jurandy Oliveira (PRP)

Parlamentar mais longevo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o deputado estadual Jurandy Oliveira (PRP) decidiu lançar sua pré-candidatura à presidência da Casa. Com o início do décimo mandato, em janeiro de 2019, Jurandy quer agora comandar o Legislativo. “A história me credencia ao cargo”, justifica. Ele diz que já começou a conversar com os colegas e vai procurar, também, os principais líderes partidários da Bahia. Ele, que está na Casa desde 1971, já havia tentado concorrer ao cargo uma vez, mas desistiu para apoiar o ex-presidente Marcelo Nilo (PSB). As informações são da coluna Satélite, do jornal Correio*.

10 de outubro de 2018, 20:56

BAHIA ‘Base do governo não deve ignorar capacidade da oposição’, alerta Rosemberg

Foto: Divulgação

O deputado estadual reeleito Rosemberg Pinto (PT)

Em entrevista à rádio Itapoan FM, na noite desta quarta-feira (10), o deputado estadual reeleito Rosemberg Pinto (PT), afirmou que, mesmo com vitória do governador Rui Costa no primeiro turno, a base do governo deve ignorar a capacidade da oposição liderada pelo prefeito ACM Neto (DEM). “Cada eleição é uma eleição. Não é porque derrotamos o candidato de ACM Neto nessa eleição que esse grupo está morto. Eleição para Salvador é diferente, precisamos nos preparar para enfrentar o grupo que está na gestão”, disse o parlamentar.

10 de outubro de 2018, 20:27

BAHIA Cláudio Silva participa de debates em faculdade para expor propostas de Bolsonaro

Foto: Divulgação

O coordenador do movimento, Cláudio Silva, participou de um debate na Faculdade Baiana de Direito

O movimento Seu Voto Muda o Brasil, que organizou no primeiro turno quatro eventos na Barra em apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), informa que as atividades em Salvador e agora também no interior serão intensificadas no segundo turno. Também estão previstos debates com a sociedade civil organizada. Nesta quarta-feira (10), o capitão, ex-professor universitário e coordenador do movimento, Cláudio Silva, participou de um debate na Faculdade Baiana de Direito, no bairro do Costa Azul, acerca das propostas dos candidatos a presidente e sobre temas diversos. “Comprovadamente, fizemos as maiores caminhadas de campanha em Salvador na Barra. Tivemos eventos com público superior a dez mil pessoas”, afirmou Cláudio Silva. Segundo ele, “Bolsonaro liderou os votos em quase todo o Brasil e está na hora do Nordeste, que tem os piores índices sociais do Brasil, eleger também o caminho do progresso”. Ele acredita que as mobilizações em prol da campanha de Bolsonaro, como caminhadas, adesivaços e as carreatas são de suma importância para reverter este quadro. “A onda Bolsonaro ganhou o Brasil. E agora vai ganhar o Nordeste”, diz Silva.

10 de outubro de 2018, 18:25

BAHIA MP Eleitoral recorre ao TSE para impugnar candidatura de Caetano

Foto: Divulgação

O deputado federal Luiz Caetano (PT-BA)

O Ministério Público Eleitoral, através da Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE-BA), ingressou na última semana com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para impugnar a candidatura do deputado federal Luiz Caetano (PT), reeleito no último domingo (7). O ex-prefeito de Camaçari foi condenado por improbidade administrativa por desvio de dinheiro, quando ainda era gestor do município, e teve seus direitos políticos suspensos por cinco anos, o que o tornou inelegível. A diplomação de Caetano vai depender da decisão do TSE.

10 de outubro de 2018, 17:47

BAHIA ‘Quem fugiu da disputa com medo de perder o foro foi Wagner’, diz Azi

Foto: Divulgação

O deputado federal Paulo Azi (DEM)

O deputado federal Paulo Azi (DEM) reagiu aos ataques feitos pelo ex-governador Jaques Wagner (PT) ao prefeito ACM Neto (DEM), durante coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (10). “Primeiro que quem fugiu da disputa foi Wagner que, convocado pelo presidiário Lula para ser o candidato petista à presidência da República, recusou com medo de perder a eleição, o foro privilegiado e ser preso a qualquer momento”, declarou o parlamentar. O democrata lembrou que o ex-governador baiano é um dos alvos da Operação Lava Jato. “Ele que está sendo investigado pela Lava Jato por corrupção e ganhou relógios de presente de empreiteiro sustentado pelo contrário milionário da Fonte Nova e outras benesses investigadas. Aliás, como ainda não tomou posse como senador, pode ser preso a qualquer momento, como tem acontecido com ex-governador Brasil adentro”, afirmou o democrata. Azi disse que o principal projeto político de Wagner como coordenador da campanha de Fernando Haddad (PT) à Presidência é garantir o indulto aos presos na Operação Lava Jato. “O prefeito ACM Neto, ao contrário de Wagner, faz política com seriedade, ética e postura. Não é denunciado, não responde a qualquer investigação por corrupção e não se corrompeu ou foi corrompido. Aliás, por isso que nós do Democratas nunca poderíamos apoiar este projeto nefasto para o país que é representado por Haddad e pelo PT”, declarou o deputado.

10 de outubro de 2018, 17:44

BAHIA ‘Acho que eles têm uma grande identidade’, diz Wagner sobre apoio de Neto a Bolsonaro

Foto: Divulgação

O senador eleito pela Bahia, Jaques Wagner (PT)

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (10), o senador eleito pela Bahia, Jaques Wagner (PT), disse que não se surpreendeu ido com o apoio do prefeito ACM Neto (DEM) ao candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL). “Particularmente, não me surpreendo com o apoio do prefeito ao rapaz. Acho que eles têm uma grande identidade. Um fugiu da eleição para não perder. O outro do debate porque não tem o que dizer”, disse Jaques Wagner.

10 de outubro de 2018, 17:30

BAHIA TCM acata denúncia contra prefeito de Gandu

Foto: Divulgação

O prefeito de Gandu Leonardo, Barbosa Cardoso

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) julgou procedente a denúncia formulada pelo Sindicato Delegacia Cacau Norte contra o prefeito de Gandu, Leonardo Barbosa Cardoso, por ter nomeado servidores, para os mais variados cargos, como se todos fossem professores. E sem a realização de indispensável concurso público para a seleção dos privilegiados. As nomeações ocorreram no exercício de 2017. O conselheiro José Alfredo Rocha Dias, relator do processo, multou o gestor em R$1.500,00. Segundo a relatoria, o prefeito nomeou para o cargo de professor, em flagrante desvio de função, diversos servidores públicos anteriormente investidos nas funções de auxiliar de ensino e auxiliar de serviços gerais, “em manifesta incompatibilidade e desobediência ao disposto no artigo 37, inciso II da Constituição Federal”. Tal norma dispõe que a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração. Para o conselheiro José Alfredo o desvio de função é um ato que agride a administração pública, e que motiva necessariamente ações judiciais, já que diversos servidores públicos pleiteiam irregularmente enquadramento no cargo cujas funções vêm exercendo, além de requererem o pagamento da remuneração correspondente. O Ministério Público de Contas também opinou pela procedência da denúncia. A decisão cabe recurso.

10 de outubro de 2018, 13:50

BAHIA Operação conjunta fiscaliza brinquedos para o Dia das Crianças

Em virtude do maior consumo de brinquedos para o Dia das Crianças, o Procon-Ba, a Delegacia do Consumidor (Decon) e o Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), realizam operação conjunta Criança Segura, até o dia 11/10. Além de brinquedos diversos, estão sendo fiscalizados também os seguintes produtos voltados para o público infantil: berços, mamadeiras e bicos de mamadeiras. Os pais devem ficar atentos à compra do presente, pois seja nacional ou importado, os brinquedos para crianças de até 14 anos devem conter o Selo de Identificação da Conformidade do INMETRO.

10 de outubro de 2018, 10:00

BAHIA Celsinho Cotrim agradece confiança de eleitores

Foto: Divulgação

Candidato ao Senado pelo PRTB, Celsinho Cotrim

O candidato ao Senado pelo PRTB, Celsinho Cotrim, detentor de maior número de votos pela legenda com 41.055 votos no resultado final das eleições, agradeceu a confiança dos baianos que acreditaram, sobretudo, no seu desejo de pôr um fim à velha política. Celsinho, que ficou na frente até mesmo do candidato ao Governo do Estado, o ex-prefeito João Henrique que conquistou 38.955 votos, afirmou que segue firme na busca de uma Bahia melhor e comemora ainda a maior renovação desde a redemocratização, com 46 novos nomes na Câmara Alta. “Caciques como Eunício Oliveira e Romero Jucá foram desbancados, o que significa que os eleitores começam a entender a necessidade do novo e eu propus a redução do mandato de senador de oito para quatro anos, bem como acabar com a reeleição. Tudo isso exatamente com intuito de acabar a perpetuação no poder e esse resultado me deixa muito feliz”, frisou, agradecendo aos 41.055 “que acreditaram em minhas propostas”. A diminuição de dois terços do Senado, passando de 81 para 27 o número de senadores, sendo um por cada Estado também era projeto do perretebista. No PRTB, o candidato Da Luz obteve 1.082, Daví Salomão, vereador por três mandatos em Vitória da Conquista 38.277 votos, Pastor Luciano Braga 24.532, Robério da Cesta Básica 2.547, Érico Ribeiro 1.539, Roseane Dias 180 e Calazans 169 votos. Todos buscavam uma vaga na Câmara Federal. Para a disputa na Assembleia Legislativa Ricardo Souza somou 7.553 votos, Adriano Cadeira 1.610, Patrícia Soares 947, Rei Nelsinho 368, Iracema Silva 332 e Sandro Rocha 264.

10 de outubro de 2018, 07:04

BAHIA Reeleito, Marquinho Viana já planeja disputar Prefeitura de Barra da Estiva

Foto: Divulgação

Marquinho Viana

Marquinho Viana (PSB) foi reeleito deputado estadual com 59.020 votos, sendo 7.927 votos em Barra da Estiva, sua terra natal. Com esta votação, Marquinho e seu grupo político acham que se fortalecem ainda mais visando as eleições de 2020 nos municípios que representa. “Sou grato a minha terra e aos diversos municípios pela grande vitória. O povo entendeu e sabe que somos quem mais trabalha para o desenvolvimento de Barra da Estiva e do interior da Bahia. Assim, vou continuar durante os quatro anos, trabalhando não somente para minha terra, mas para todos os municípios que represento na Assembleia”, disse Marquinho.