10 de junho de 2019, 08:35

BAHIA Coronel diz que fará requerimento à CCJ do Senado para que Moro e Dallagnol sejam convocandos e se expliquem

Foto: Divulgação

Senador Angelo Coronel

Diante da divulgação de reportagem do site Intercept Brasil que mostra colaboração entre o hoje ministro da Justiça Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, do Ministério Público Federal (MPF), que foram divulgadas neste domingo (9) e aponta colaboração entre eles na Ópera Lava Jato, o senador Angelo Coronel (PSD) enfatizou que fará um requerimento à Comissão da Constituição e Justiça (CCJ) do Senado convocando os envolvidos para que se expliquem. “O povo brasileiro há de se envergonhar com esses diálogos divulgados entre o ex-juiz Moro e membros do MPF. E não me venham com essa conversa de que trata-se de golpe na Lava Jato”, disparou. Para a deputada federal Lídice da Mata (PSB), agora o ministro Sérgio Moro prova “do mesmo veneno que distribuiu quando vazou ilegalmente a conversa de uma presidente da República”. Mensagens atribuídas ao ex-juiz Sergio Moro e ao procurador Dallagnol mostram que os dois trocavam colaborações quando integravam a força-tarefa da Operação Lava Jato. Moro, que hoje é ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Jair Bolsonaro (PSL), foi o juiz responsável pela operação em Curitiba. Ele deixou a operação ao aceitar o convite para o cargo, em novembro. O site informou que obteve o material de uma fonte anônima, que pediu sigilo. O pacote inclui mensagens privadas e de grupos da força-tarefa no aplicativo Telegram de 2015 a 2018. Na troca de mensagens, membros da força-tarefa fazem referências a casos a exemplo do processo que culminou com a condenação do ex-presidente no caso do tríplex de Guarujá. Preso em decorrência da sentença de Moro, o petista foi impedido de concorrer à Presidência na eleição do ano passado. Segundo a reportagem, Moro sugeriu ao MPF trocar a ordem de fases da Lava Jato, cobrou a realização de novas operações, deu conselhos e pistas e antecipou ao menos uma decisão judicial. “Olá Diante dos últimos . desdobramentos talvez fosse o caso de inverter a ordem da duas planejada (sic)”, escreveu Moro a Dallagnol em fevereiro 2016, referindo-se a fases da investigação. As mensagens foram reproduzidas da forma como o site as publicou, sem correções ou revisão gramatical. Dallagnol disse que haveria problemas logísticos para acatar a sugestão. No dia seguinte, foi deflagrada a 23ª fase da Lava Jato, a Operação Acarajé.

10 de junho de 2019, 07:07

BAHIA Rui comenta troca de mensagens divulgada pelo site The Intercept: “provoca profunda indignação”

Foto: Divulgação

Governador Rui Costa

O governador Rui Costa usou as redes sociais, na noite deste domingo (9), para se manifestar sobre a troca de mensagens entre procuradores da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba e o então juiz Sérgio Moro, hoje ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro. As conversas foram divulgadas pelo site The Intercept. “O que o site The Intercept divulgou é muito grave. Provoca profunda indignação. É fundamental que todo o conteúdo seja esclarecido. O Brasil precisa saber toda a verdade. Caso contrário o País continuará sem oferecer segurança Jurídico Institucional, Credibilidade e Confiança. O Brasil precisa recuperar sua imagem no mundo. Chega de mentir e perseguir. É preciso retomar a credibilidade em nossas instituições”, publicou o governador em seus perfis oficiais no Twitter, Instagram e Facebook.

9 de junho de 2019, 10:21

BAHIA Governo entrega 20 casas em comunidade quilombola de Araçás

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

O governador Rui Costa(PT) entrega 20 casas em comunidade quilombola de Araçás

O governador Rui Costa (PT) entregou 20 casas em comunidade quilombola de Araçás, no sábado (8), durante visita ao município do litoral norte baiano. Foram investidos R$ 920 mil na ação. A obra é resultado de articulação envolvendo as secretarias estaduais de Promoção de Igualdade Racial (Sepromi) e de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Funcep). “Esse é um projeto extraordinário de construção de casas em comunidades quilombolas. Em Araçás, são 20 unidades habitacionais para dar dignidade e condições de vida a famílias que viviam em construções precárias. Esse projeto alcança várias cidades. É um dia especial para Araçás”, afirmou Rui. As obras duraram seis meses e foram executadas pela Cooperativa de Habitação Rural da Bahia (Cooperhabitar), a partir de edital de Chamada Pública. Cada imóvel tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro, além de uma área de serviço na parte externa. Araçás é o município baiano com o maior número de comunidades quilombolas reconhecidas pela Fundação Palmares, com total de 36 comunidades remanescentes de quilombolas. Em todo o Território Litoral Norte, no qual o município está localizado, são 72 comunidades. A secretária da Sepromi, Fabya Reis, explicou que “o Estado da Bahia segue firme com as políticas para povos e comunidades tradicionais. Esse é um convênio do Governo do Estado para o provimento de unidades habitacionais. O investimento total é de mais de R$ 10 milhões. Mais de 220 famílias serão beneficiadas em toda a Bahia”.

8 de junho de 2019, 10:00

BAHIA Policlínica em Alagoinhas completa 80 mil atendimentos em um ano

Foto: Jairo Gonçalves/GOVBA

A policlínica regional em Alagoinhas completa um ano neste sábado (8)

A policlínica regional em Alagoinhas completa um ano neste sábado (8), com a marca de 80 mil atendimentos realizados. O equipamento atende a 19 municípios e já promoveu mais de 52 mil exames e aproximadamente 27 mil consultas. Segundo a diretora da policlínica, Adriana Maciel, a população tem a possibilidade de realizar procedimentos em até 18 especialidades. A maior oferta de consultas está na área de ginecologia e obstetrícia. Já para exames, o raio-x lidera a lista, com cerca de 10 mil procedimentos realizados desde a inauguração. “Nesse primeiro ano de funcionamento, a gente já consegue perceber o impacto da policlínica na vida da população. Isso porque conseguimos dar mais celeridade no diagnóstico dos pacientes. Assim, encaminhamos esses pacientes para o tratamento de forma mais rápida e com maior chance de sucesso”, destacou a diretora. A policlínica em Alagoinhas alcança cerca de 580 mil baianos, que vivem nos municípios que integram o Consórcio Público Interfederativo de Saúde da região. A unidade recebeu um investimento do Governo do Estado no valor total de R$ 23 milhões. O transporte dos pacientes entre o município de origem e a policlínica é realizado gratuitamente por 10 micro-ônibus.

8 de junho de 2019, 09:00

BAHIA Rui diz que é hora de ‘tirar os bodes’ da sala da Previdência, pede diálogo e mudanças

Foto: Paula Fróes/GOVBA

O governador Rui Costa (PT)

O governador Rui Costa (PT) diz que “ninguém discute a necessidade da reforma da Previdência”. “O problema é: qual o eixo?”. De acordo coma coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, a equipe do de Rui fez estudo sobre o impacto do projeto do governo Bolsonaro. Alguns pontos, ele diz, oneram as contas estaduais. Costa propõe uma reunião com o relator da reforma, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), para levar o raio-x e as demandas. “Dizem que a capitalização é um bode na sala. Se é bode, passou da hora de tirar. Se demora, o cheiro fica”. Ainda segundo a publicação, Rui vai levar a proposta da reunião com Moreira ao Fórum de Governadores, que reúne os chefes dos 26 estados e do DF, na terça (11). O estudo da Bahia mostra, por exemplo, o impacto da reintrodução da paridade para agentes penitenciários e policiais, dando aos inativos o direito a reajustes concedidos à ativa. “Isso, sim, é ideologia. Como o governo tem esse viés policialesco, faz esse aceno. Mas policiais são a maior parte do déficit dos estados. Isso nos onera”. Pelos números da equipe do governador, “na hipótese mais otimista”, a reforma de Paulo Guedes, tal como está, renderia economia de R$ 600 milhões a R$ 700 milhões à Bahia. “Representa pouco mais de 10% do meu deficit desse ano”, revela Rui. Conforme a coluna Painel, o petista diz que fez o que podia fazer para ajustar as contas. Instituiu previdência complementar em 2015 e aumentou a alíquota de contribuição. “Mas não tenho como defender para o povo da Bahia mudança no BPC, na aposentadoria rural”. “O governo precisa saber que esse dinheiro, no Nordeste, movimenta a economia. A feira, o comércio”. Ele ainda critica o método de convencimento da equipe de Bolsonaro. “Esse negócio de ‘só vou dar dinheiro para quem votar com a Previdência’ me afasta. Não vou negociar moeda com a vida do povo. É constrangedor”, finaliza o governador.

7 de junho de 2019, 20:45

BAHIA Embasa doa terreno de 13,8 mil metros quadrados a instituição beneficente

O presidente da Embasa, Rogério Cedraz, assinou, nesta sexta-feira (7), na sede da empresa, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, o termo de doação de um terreno de 13,8 mil metros quadrados, localizado no Parque do Queimado, no bairro da Lapinha, para a Organização de Auxílio Fraterno (OAF), entidade sem fins lucrativos e filantrópica, que atende 82 crianças e adolescentes de zero a 18 anos. Na área, foi construído um edifício com quatro pavimentos com área de recreação, salas administrativas, salas de aula, banheiros, copa, elevador, dentre outras estruturas mantidas pela instituição. “A doação efetivada hoje garante segurança jurídica para a OAF e possibilitará a ampliação do nosso projeto social para atender não somente Salvador, mas também outros municípios da Bahia. A próxima meta do projeto é a construção de mais oito apartamentos para passarmos a atender 144 crianças e jovens”, contou o diretor-presidente da OAF, Jozias da Silva. Já o presidente da Embasa destacou que “o projeto desenvolvido pela OAF é muito interessante, pois está voltado ao desenvolvimento de crianças e jovens socialmente vulneráveis. Esperamos que essa doação seja fundamental para o alcance dos objetivos da instituição”. Fundada em 1958 pela advogada e professora Dalva Matos, a OAF é uma organização educacional, cultural e beneficente de assistência social e tem o objetivo de acolher, educar, amparar e proteger crianças e adolescentes em situação de risco e exclusão. Durante o ato de assinatura do termo de doação, estavam presentes também, pela OAF, Cleide Carvalho (coordenadora técnica), Maria do Socorro Dourado (membro do Conselho Administrativo) e Francisco Pimenta (coordenador administrativo) e, pela Embasa, Socorro Vasconcelos (assessora da Diretoria de Gestão Corporativa) e Ivan Maia (assessor da Presidência).

7 de junho de 2019, 19:00

BAHIA Setur abre licitação para obras de infraestrutura náutica na Baía de Todos-os-Santos

O aviso de licitação pública nacional para obras civis de infraestrutura náutica na Baía de Todos-os-Santos será publicado no Diário Oficial da Bahia (DOE) deste fim de semana. Estão previstas obras de reforma e requalificação em Botelho (Ilha de Maré), Itaparica (Ilha de Itaparica), Solar do Unhão (Salvador) e Museu do Recôncavo Wanderley Pinho (Candeias), todas no âmbito do Prodetur Nacional Bahia, executado pela Secretaria do Turismo do Estado (Setur). Com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), as intervenções integram o primeiro lote do projeto. O investimento estimado nesta fase é de R$ 18 milhões. Ao mesmo tempo, transcorre outra licitação — lançada em maio — para a requalificação e ampliação da Marina da Penha, no bairro da Ribeira, com prazo até 19 de junho. Para o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, o aviso da segunda licitação representa um importante avanço para a consolidação do Prodetur. “É um programa complexo e de grande relevância para o incremento turístico dos municípios da Baía de Todos-os-Santos, com reflexo direto na economia dessas comunidades”, afirma. Segundo o subsecretário do Turismo, Benedito Braga, as obras promoverão melhorias substanciais nos terminais hidroviários, contribuindo para o conforto e segurança dos usuários. “No município de Itaparica, por exemplo, serão feitas a reforma e recuperação da marina, com requalificação e ampliação no número de vagas secas e molhadas”, explica. As obras incluem ainda requalificação de restaurantes e instalação de um novo posto de combustível nas imediações da base náutica de Itaparica. Em Botelho, o projeto prevê a reforma e a recuperação do terminal turístico e a requalificação urbanística e paisagística de seu entorno. No município de Candeias, será reformado o atracadouro da área do Museu Wanderley Pinho — a requalificação do equipamento cultural também será contemplada em etapa posterior do programa. Já o Solar do Unhão, estrutura que abriga o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), na Avenida Contorno, em Salvador, terá o atracadouro reconstruído e o antigo restaurante, instalado no subsolo, será reformado. No total, o Prodetur prevê a realização de uma série de 13 intervenções de infraestrutura náutica em nove municípios do entorno da BTS. O programa implementará também ações sociais e de promoção do turismo náutico-cultural. Os interessados em participar da licitação do lote 1 têm prazo até 11 de julho.

7 de junho de 2019, 18:30

BAHIA Ibametro orienta os consumidores sobre problemas com Hidrômetro

O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), órgão delegado do Inmetro na Bahia, orienta os consumidores sobre problemas com hidrômetro. Um total de 2,727 mil instrumentos foram verificados em 2019, até o mês de maio, sendo 1,486 mil aprovados e 1,241 mil reprovados, em função de problema nos dispositivos internos do medidor. Caso desconfie de alguma irregularidade, o consumidor deve inicialmente procurar a Embasa para tentar solucionar o possível problema. Após a Embasa finalizar a averiguação, caso o problema persista, o consumidor deve contatar o Ibametro para verificação do instrumento de medição pelo 0800 071 1888. “A maior parte dos atendimentos que estamos fazendo, em todo o Estado, é fruto de denúncia de consumidores, que acionam a justiça para solucionar a questão. O Ibametro acompanha a retirada do instrumento pela Embasa e o leva para análise em bancada medidora. Após o exame, o Ibametro emite o laudo técnico em resposta ao processo judicial, confirmando ou não a existência do problema”, explica o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal. O consumidor deve sempre acompanhar a retirada do hidrômetro pela Embasa e checar se no documento, que precisará assinar atestando a retirada do equipamento para verificação metrológica, constam informações sobre as condições em que foi retirado o instrumento, inclusive se este portava o lacre, bem como deve constar o número de série do referido aparelho. O consumidor fica com uma cópia do documento. O setor de hidrometria do Ibametro tem capacitado as equipes das agências regionais do órgão para verificação metrológica e emissão de laudos técnicos, visando descentralizar esse tipo de serviço para agilizar o atendimento ao consumidor usuário do serviço da Embasa. Os laudos técnicos são solicitados pela justiça, em casos em que os consumidores pedem ao Ibametro e/ou à Embasa a verificação do hidrômetro por desconfiarem que o instrumento de medição esteja funcionando de modo incorreto, podendo incidir em cobrança de valor indevido.

7 de junho de 2019, 18:00

BAHIA Deputada Benedita da Silva reúne evangélicos em ato “Lula Livre”

Foto: Divulgação

Deputada federal Benedita da Silva (PT)

A deputada federal Benedita da Silva (PT) reúne evangélicos na noite desta sexta-feira (7), no auditório do Sindae em Salvador em ato “Lula Livre”. Conforme justifica a deputada petista, o cristianismos tem um compromisso com a liberdade, com a luta pelos direitos dos cidadãos. “De forma imparcial e com as causas da justiça, da paz, do bem e da alegria, todas valores do Reino de Deus”. E é nessa perspectiva, explica ela, que o Ato de Evangélicos e Evangélicas pela Democracia será realizado. “Em defesa de um projeto democrático popular como parte da missão cristã de buscar o Reino de Deus e sua justiça”. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso desde o dia 7 de abril de 2018, após o ex-presidente se entregar à Polícia Federal no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. A sua defesa, após a redução de sua pena, busca que ele cumpra sentença em regime semi-aberto.

7 de junho de 2019, 17:45

BAHIA Fabíola Mansur adota discurso de Rui e diz que reajuste exigido por professores não será possível

Foto: Divulgação

Deputada estadual Fabíola Mansur (PSB)

Presidente da Comissão de Educação na Assembleia Legislativa da Bahia, deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) adotou o discurso do governador Rui Costa (PT) e frisou que o reajuste salarial pleiteado pelos professores das universidades baianas em greve não será possível. “A gente tentou, acha justo, mas o governo já está chegando ao teto do limite prudencial. É uma pauta que não é possível”, admitiu. Fabíola, ao elencar avanços, defendeu ainda que os professores das universidades estaduais retomem as atividades e continuem o diálogo com o governo na mesa de negociação permanente. “Houveram avanços, precisa ter mais, mas nada que não seja conseguido em uma mesa de negociação permanente e a retomada das aulas favorece os professores, os estudantes e o distencionamento das partes”, observou.

7 de junho de 2019, 17:30

BAHIA Contra aliados, Targino diz que parceria com Carlos Geilson é para colocar um fim na ditadura em Feira

Foto: Política Livre

Deputado Targino Machado (DEM)

Ao confirmar aliança com o ex-deputado Carlos Geilson (sem partido), o líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Targino Machado (DEM), afirmou nesta sexta (7), que o objetivo maior dessa união é mudar a atual gestão da cidade, que para ele já está virando uma ditadura e precisa ter fim. Comandante de um movimento denominado “Muda, Feira”, Targino encampa uma “guerra” declarada para derrotar o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), que é apontado como candidato natural à reeleição com o apoio do ex-prefeito José Ronaldo (DEM). Por tabela, atinge também o pré-candidato petista, deputado federal Zé Neto. Nesse contexto, Targino já admite que Geilson deve ser o candidato que representará o movimento. “Almoçamos e admitimos nossas divergências, mas falou mais alto unir o que converge em nós. E o que converge é a necessidade de mudar Feira de Santana”, destacou, complementando que: “aquilo que está lá em Feira de Santana está virando ditadura, há 20 anos sempre as mesmas caras no poder, todo mundo se julgando donos da cidade”.

7 de junho de 2019, 15:37

BAHIA Secti propõe ações para o desenvolvimento de indústrias na Bahia

Com o objetivo de identificar oportunidades e propor ações que possam beneficiar as indústrias locais, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) esteve presente na reunião do Conselho de Inovação e Desenvolvimento Industrial (CIDIN), no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), nesta quinta-feira (6). A secretária Adélia Pinheiro expôs metas e compromissos com o cenário de desenvolvimento local. A revisão do Marco Legal da Ciência e Tecnologia, que busca, dentre outras coisas, adaptar a legislação para que possa melhor atender as demandas atuais dos setores de C,T&I, também foi pauta do encontro. Outro tema tratado se refere à necessidade de estreitar laços entre indústrias e os atores da área de inovação, através de uma plataforma que identifique as necessidades das empresas baianas. A Secretária da Secti, Adélia Pinheiro, destacou questões que envolvem a infraestrutura nas unidades de tecnologia que servem ao ecossistema de ciência no estado. “É necessário fortalecer a rede de laboratórios, melhorar o acesso à banda larga, e buscar financiamento público direcionado para a produção de conhecimento em ciência e tecnologia”, destacou. A união entre Fieb e Secti busca cenários estimuladores para dar o devido destaque à produção científica estadual, transformando os serviços para potencializar desde os microempreendedores até as grandes empresas. Com este ideal, a Secti propõe uma realidade onde o empresário baiano não tenha que buscar recursos tecnológicos fora da Bahia e possa encontrar meios de se desenvolver através de uma produção completa dentro do próprio estado.

7 de junho de 2019, 15:23

BAHIA Deputado diz que inclusão e infraestrutura são centrais no governo Rui durante agenda no interior

Recuperação de estradas, convênios, projetos de abastecimento de água e iniciativas de inclusão social estão no conjunto de ações entregues e anunciadas pelo governo estadual nos municípios de Itajuípe e Coaraci, no sul da Bahia nesta sexta-feira (7). Presente às agendas com a comitiva do governador Rui Costa (PT), o deputado estadual Marcelo Veiga (PSB) destacou a atuação do petista no interior do estado com investimentos que “melhoraram a qualidade de vida da população”. Marcelo foi recebido por políticos que o apoiaram na última eleição e defendeu a ampliação de ações no sul. “Somente esses 27 quilômetros da BA-262, entre Itajuípe e Coaraci, já foram um alívio para a população. Agora a via tem segurança e conforto, investimentos de mais de R$ 11 milhões”. Ao lado da pré-candidata a prefeita de Itajuípe em 2020, Si Dantas, o parlamentar socialista ainda lembrou que é nos municípios onde a política pública deve chegar com organicidade e transparência. “Si Dantas já tem serviços prestados a Itajuípe e vem ajudando o governo a ampliar ações na região”. Marcelo Veiga ainda esteve com o presidente da Câmara de Buerarema, Helinho, e o vereador de Itajuípe, Ivan Júnior. Já na agenda em Coaraci, onde se concentrou o maior número de ações do conjunto entregues e anunciadas pelo governo, o deputado não deixou de falar da ordem de serviço de melhoria do sistema de abastecimento de água e da relicitação da recuperação da Barragem Serra da Palha. “Temos debatido amplamente as situações das barragens da Bahia em comissão na Assembleia Legislativa e essa recuperação da de Coaraci é um avanço enorme para o setor. Rui também entregou mais de 150 cadastro ambiental rural, assinou convênio do Bahia Produtiva para agricultores familiares, dando esperança para o setor na região”, salienta. O governo da Bahia autorizou ainda a cessão de uso de bem imóvel, do prédio do Centro Social Urbano (CSU) para implantação de creche em Coaraci e entregou uma ambulância. “Temos que lutar por mais investimentos para o governo poder atuar mais e melhor”, conclui.

7 de junho de 2019, 14:12

BAHIA Nelson Leal também defende reforma da previdência, mas com ajustes

Foto: Política Livre

Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Nelson Leal (PP)

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Nelson Leal (PP) afirmou, na manhã desta sexta-feira (7), que chancela a carta assinada pelos nove governadores nordestinos sobre a proposta de reforma da Previdência Social que tramita no Congresso Nacional. O novo documento, divulgado na noite desta quinta (6), defende a manutenção dos Estados e municípios no projeto, mas solicita a retirada de pontos polêmicos como as mudanças nas aposentadorias rurais e no Benefício de Prestação Continuada (BPC), além da desconstitucionalização das regras de aposentadoria e do sistema de capitalização. “A carta dos governadores do Nordeste é muito parecida com que está acontecendo aqui no nosso colegiado. Acho que tirar os Estados e municípios da reforma da previdência só atrasa ainda mais uma situação que é emergencial para o país. Além disso, eles se posicionam da forma como nós presidentes das Assembleias do Nordeste achamos justo, que é ser contra a redução do BPC, a desconstitucionalização, mexer com a aposentadoria do trabalhador rural. Outra coisa é a capitalização, que é boa para os bancos mas ruim para a população. Hoje, 80% dos pensionistas chilenos que implantaram isso recebem menos que o salário mínimo”, criticou Leal durante o encontro ParlaNordeste, na Alba. O deputado estadual defende que o momento é de deixar as divergências políticas e união de todos os políticos para que o Brasil volte a crescer, mas sem comprometer os direitos adquiridos na aposentadoria. “Nesse momento de turbulência temos que ter serenidade, calma e fazer uma ação que vise, sobretudo, melhorar a vida dos brasileiros, esquecer lados políticos. Agora está na hora de todos estarmos unidos em prol do desenvolvimento do país”, destacou Leal.

7 de junho de 2019, 14:04

BAHIA ‘Alguns querem que a previdência quebre o Brasil para que o PT volte ao poder’, diz Targino

Foto: Divulgação

Líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Targino Machado (DEM)

O líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Targino Machado (DEM), criticou, na manhã desta sexta-feira (7), os governadores Rui Costa (PT) e Flávio Dino (PCdoB) por não assinarem a carta assinada por 25 dirigentes em defesa da manutenção de Estados e municípios no projeto da previdência em tramitação no Congresso. “Controvérsias todos temos. Por exemplo, a perda ou diminuição do Benefício de Prestação Continuada (BPC) sou totalmente contra, o tratamento equânime para o trabalhador rural e urbano também sou contra. Eu não sou a favor da capitalização porque já não deu certo em alguns países a exemplo do nosso vizinho Chile. Agora, dizer que vai ser contra [à reforma da previdência] é apostar no quanto pior melhor. Alguns querem a previdência quebre o Brasil para que o PT volte ao poder, um pensamento pequeno, temos que pensar no país”. Também presente no Encontro de Presidentes das Assembleias Legislativos dos Estados do Nordeste, o ParlaNordeste, Targino afirmou ser contra ao “casuísmo” e não querer crer que seja apenas por “proselitismo político” o governador Rui Costa não ter assinado a carta geral com assinatura de 25 governadores. “Não assinou, mas está torcendo que os benefícios da carta cheguem até ele. Os deputados federais querem é dividir com os parlamentares estaduais e vereadores o ônus da reforma da previdência, fazer com que os governadores – muitos por razões políticas, proselitismo político se colocam contra a reforma da previdência, como o governador Rui Costa – sejam obrigados a fazer sua própria reforma. Aí os saltos vão quebrar, as máscaras vão cair, porque a reforma da previdência é imprescindível”, destacou o líder.