14 de fevereiro de 2017, 10:00

BAHIA Olívia promete medidas para contornar desemprego

Foto: Divulgação

Secretária estadual de Trabalho, Renda e Esporte, Olívia Santana (PCdoB)

A secretária estadual de Trabalho, Renda e Esporte, Olívia Santana (PCdoB), falou na manhã de ontem sobre as suas expectativas à frente da pasta, após sair da Secretaria de Políticas para Mulheres. “O Brasil está vivendo um momento desafiador em crise política. Isso cria um cenário desfavorável ao trabalhador. Temos que colaborar com a macroeconomia, é preciso pensar em possibilidades de geração de renda”, defendeu em entrevista à rádio Metrópole. “Voltei entusiasmada de Monte Santo, que agrega 18 produtos de economia solidária. Eles trabalham com licurí, vendem compotas, doces, salgados. Já temos o centro público de economia solidária que atende ao semiárido. Ele será fortalecido com os centros de vocação tecnológicas, voltada para o guaraná. O maior produtor de guaraná do Brasil é a região do Baixo Sul. Teremos um centro de vocação também em Itabuna, voltado para o cacau”, sinalizou. Apontada como a favorita de Rui Costa (PT) para se candidatar à prefeitura de Salvador, a comunista também explicou por que não se lançou na disputa. Segundo a comunista, o que pesou foi o “compromisso” com Alice Portugal (PCdoB). “O PCdoB já tinha escolhido Alice. Nós já vínhamos com nome de Alice há algum tempo. Ela ia ser candidata em 2008 e retirou seu nome para apoiar Walter Pinheiro. Então, já havia esse compromisso do PCdoB com ela”, disse. Olívia também comentou brevemente as eleições para a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), em cujo processo o PCdoB atuou de forma determinante, sobretudo na decisão de Marcelo Nilo (PSL) se retirar da disputa. No início do mês, ela já havia justificado o apoio da legenda a Ângelo Coronel (PSD). “Quem já viveu o parlamento sabe que as articulações começam cedo. Nós do PCdoB trabalhamos muito pela unidade, temos o maior respeito por Marcelo Nilo, mas sabemos da necessidade da renovação. Somos da bancada do governador Rui Costa, tivemos a orientação do governador. Nesse sentido, a mudança que houve foi no sentido de que a Assembleia não tivesse um enfrentamento, uma batalha final no campo de apoio do governador. Temos que entender que fazemos parte de um mesmo bloco”, declarou. “Já tínhamos feito conversas nessa direção de ter um candidato único, ou talvez retirar as duas candidaturas e apresentar uma que fosse de consenso, mas isso não aconteceu, e por isso acho que foi importante a retirada da candidatura de Nilo, que foi em nome de algo maior: não fraturar a base aliada. Então acho que tivemos um bom resultado nesse sentido”, acrescentou.

Tribuna da Bahia

14 de fevereiro de 2017, 09:45

BAHIA Rui Costa descarta perder Centro de Convenções

Foto: Divulgação

Rui Costa

O governador Rui Costa (PT) disse na manhã de ontem que a decisão da Justiça do Trabalho que penhora o Centro de Convenções não põe em risco a posse do Estado sobre o local onde o prédio foi construído. Para o petista, ações como essa são corriqueiras. “Temos dezenas ou centenas de ações judiciais que correm. E aqui ou ali vai ter a decisão de um juiz que vamos recorrer. Iisso faz parte do dia a dia da PGE. Evidente que essa em especial vem ganhando uma notoriedade maior como se fosse algo particular ou singular, e não tem nada de singular. Por dia são dezenas de ações que a PGE trata similares a essa”, argumentou. ”Até porque tem um novo Centro de Convenções que anunciei desde o início do meu mandato, mas em hipótese alguma aquela área será perdida para uma, ou duas ou 10 ações que seja. Isso é de competência da nossa procuradoria, e todos os valores nós negociamos e pagamos. Os que não são justos nós recorremos até o último instante”, prosseguiu. Questionado sobre a dívida trabalhista de R$ 50 milhões da Bahitursa, empresa pública que era ligada ao governo estadual, Rui alegou que desconhece a situação. “Nunca geri a Bahiatursa, não sou contador da Bahiatursa, não sei dizer nada sobre isso. Sou governador, não procurador do Estado. Se você perguntar a algum procurador que cuida do processo ele saberá dizer. Eu não sei dizer. Só no ano passado foram ‘entradas’ seis mil ações judiciais no Estado. A PGE tem mais de 40 mil ações. O governador não sabe a origem de cada ação. As ações hoje que estão tramitando são de 20, 30 anos atrás. Não tenho nada a ver com isso”, declarou. “Aqueles que precisam, por conta do volume de recursos, de maior atenção do governador, a PGE chama e explica que precisa ser tornado público”, completou. Na última semana, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) informou em nota que “sendo o Centro de Convenções da Bahia um bem público, o equipamento não poderá ser leiloado. Com a extinção da Bahiatursa, no final de 2016, os imóveis pertencentes ao órgão passaram a integrar o patrimônio do Estado da Bahia”. As declarações de Rui foram dadas durante a assinatura de uma ordem de serviço para a construção de obras de contenção em Pirajá. A intervenção será realizada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder) e terá investimento de R$ 2,4 milhões, possibilitando a cobertura de solo de cerca de 287 metros de extensão. Além da contenção da encosta, outras melhorias como novos passeios, escadarias, corrimãos e acessos complementares serão implantados no local.

Tribuna da Bahia

14 de fevereiro de 2017, 09:30

BAHIA Deputado Alan Castro nega saída do PSL de Marcelo Nilo

Foto: Valdemiro Lopes

Deputado estadual Alan Castro

O deputado estadual Alan Castro negou em entrevista à Tribuna que esteja pensando em deixar o PSL. Rumores começaram a circular depois da derrota do ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Marcelo Nilo, que também preside o partido em nível estadual. Os deputados Alan Castro e Manassés anunciaram que votariam no deputado Ângelo Coronel para presidente do Legislativo antes mesmo de Nilo reconhecer a perda de apoio e retirar sua candidatura. A movimentação foi vista como sinal de ruptura num futuro próximo. No rol das especulações, o PDT seria o possível desembarque dos dois deputados. À Tribuna, Castro disse, contudo, que não procede a informação, e embasou sua resposta com a escolha de seus pares para que ele lidere a bancada do PSL na Assembleia Legislativa neste ano (hoje o partido tem seis deputados). “Essa informação não procede. Até porque agora eu fui escolhido para liderar a bancada na Casa. O que aconteceu foi que eu e Manassés decidimos não apoiar Marcelo Nilo para apoiar o deputado Ângelo Coronel. Mas não tem nenhum mal- estar no partido, nem nada pessoal contra Marcelo Nilo. Nós continuamos no PSL”, afirmou Alan Castro. A reportagem não conseguiu contato com o deputado Manassés até o fechamento desta edição. Mas Alan Castro deixou no ar que a possibilidade de ele trocar de partido não está de todo descartada (pelo menos a médio ou a longo prazo). Ele ponderou que não poderia trocar de legenda agora porque não há a chamada janela partidária, período no qual a Justiça Eleitoral permite que políticos com mandato troquem de sigla sem correr risco de ser interpelado pelo partido pelo qual se elegeu. “Não posso sair do PSL porque não tem janela partidária. Só seis meses antes das eleições…”, ponderou o deputado. Tanto Nilo quanto o deputado federal Félix Junior, presidente do PDT na Bahia, relativizaram em entrevista à Tribuna os rumores sobre uma suposta debandada do PSL. Felix afirmou que “houve algumas conversas, mas nada concreto”, porém deixou “as portas do PDT abertas para alguns deputados do PSL”. “Alguns” porque Marcelo Nilo era do PDT e saiu da legenda após um longo período de desgaste entre os dois. O presidente do PSL, por sua vez, disse que não tem conhecimento sobre a suposta movimentação dos correligionários, mas afirmou que, caso eles queiram deixar o PSL, ele não será empecilho.

Tribuna da Bahia

14 de fevereiro de 2017, 08:55

BAHIA Everaldo acusa Temer e PSDB de corrupção

Foto: Divulgação

Everaldo Anunciação

As palavras do presidente do PSDB na Bahia, deputado federal João Gualberto, de que apenas PT e PMDB participaram dos últimos atos de corrupção registrados no país não foram bem aceitas pelo presidente petista no estado. Em conversa com a Tribuna, Everaldo Anunciação rebateu as críticas feitas pelo tucano na edição de ontem da TB. Gualberto chegou a negar que existe uma blindagem da Lava Jato contra o PSDB. “É claro que tem. Quem está dizendo não somos nós do PT, mas os próprios comparsas deles do PSDB, a exemplo de Sérgio Machado, que confessou o envolvimento da tucanagem nisso. Aliás, quem escreveu isso no seu livro foi o ex-presidente Fernando Henrique [Cardoso], que disse que na Petrobras ele já tinha conhecimento disso. Quem está dizendo são os delatores sobre o envolvimento do senador Aécio[Neves], que é o presidente do PSDB nacional. O presidente do PSDB na Bahia não pode ficar fazendo uma fala dessa, que é de conhecimento público. Desrespeita a população brasileira ele falar uma bobagem dessa”, afirmou Everaldo. “Eu acho que existe um comportamento de protecionismo feito, inclusive, por órgãos da própria imprensa e de investigação. Então por que essa movimentação do ministro da Justiça, que é do PSDB, ao STF? Eles deviam ter vergonha de estar patrocinando uma coisa dessa”, continuou ele. Everaldo afirmou ainda que não acredita que o presidente Michel Temer conseguirá deixar o fim da corrupção como legado do seu mandato. Segundo ele, o presidente está envolvido nos esquemas de corrupção e o governo está fadado a dar errado. “Temer está tão envolvido quanto o PSDB na corrupção política no Brasil. João Gualberto, se quiser fazer um gesto, ele para a deliberação. Se o PT e o PMDB são os únicos envolvidos na corrupção por que ele avalizou a ida de Imbassahy como ministro neste governo do PSDB? Ele está sendo muito contraditório”, disse Everaldo. “Eles [PSDB] são aliados do PMDB e são golpistas. Quem diz isso não é o presidente do PT não, foi Sérgio Machado, há muito tempo que eles prepararam o golpe e a tentativa de barrar a Lava Jato. Mas acho que eles não vão conseguir. Mesmo com o protecionismo de alguns profissionais da área de investigação e da grande mídia, eles não vão ter êxito nesse processo. O governo do PMDB está fadado a dar errado porque tanto o PSDB quanto essa ala que está governando têm políticos que são contrários ao desejo da maioria da população brasileira”. Leia mais na Tribuna Brasil.

Tribuna da Bahia

14 de fevereiro de 2017, 07:55

BAHIA Rui se reúne com lideranças para garantir preservação do rio Utinga

Foto: Divulgação

Reunião integra o plano de ações do Governo do Estado para lidar com a diminuição no nível das águas causada pela seca na região nas proximidades do rio

O governador Rui Costa se reuniu nesta segunda-feira (13), na Governadoria, com prefeitos e produtores de municípios da Chapada Diamantina para debater medidas para controlar e monitorar a vazão do Rio Utinga, subsistema hidrográfico integrante do Rio Paraguaçu. “Queremos ouvir todas as sugestões e o depoimento de quem conhece a área e buscar soluções negociadas, porque na escassez nós precisamos ter bom senso e equilíbrio para priorizar o abastecimento humano, mas cuidar também da produção agrícola e criação de animais”, afirmou o governador. A reunião integra o plano de ações do Governo do Estado para lidar com a diminuição no nível das águas causada pela seca na região nas proximidades do rio, muito importante para a agropecuária desenvolvida nas cidades de Utinga, Wagner, Andaraí e Lajedinho. No início do mês, uma equipe com representações da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e Secretaria de Infraestrutura Hídrica (Sihs) fez uma visita técnica à região no início do mês para apresentar aos prefeitos, estratégias para controlar a situação. O Governo do Estado já vem realizando ações sistemáticas para recuperação e manutenção da barragem e preservação do Rio Utinga. Ao todo, são R$ 15 milhões em investimentos previstos e realizados nos municípios de Utinga, Wagner, Lajedinho e Lençóis, para perfuração de poços, construção de sistemas simplificados de água, operação e manutenção da Barragem da Cabeceira do Rio (Utinga), assistência técnica, entre outras intervenções. Para os próximos 15 dias, será apresentado aos prefeitos da região um plano de ação emergencial que garanta o abastecimento de água para consumo humano. Para o secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis, a solução passa por ações de todos, não apenas governo e municípios, mas também da população. “É uma situação delicada, nos reunimos com os prefeitos, produtores e lideranças comunitárias e estamos dando continuidade nas conversas hoje. É um desejo do governador dialogar com essas comunidades buscando essas alternativas para proteger a vida das pessoas que dependem deste rio tão importante”. Participaram da reunião além dos prefeitos das cidades de Wagner, Lençóis, Andaraí, Lajedinho e Utinga, representantes das secretarias do Meio Ambiente (Sema), de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), de Desenvolvimento Rural (SDR), da Casa Civil e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

13 de fevereiro de 2017, 19:29

BAHIA Targino Machado cobra julgamento de Hirs e Telma Britto

O deputado estadual Targino Machado (PPS) cobrou nesta segunda-feira, 13, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa da Bahia, esclarecimento sobre o processo disciplinar que tramita no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra os desembargadores baianos Mário Alberto Hirs e Telma Brito, em investigação desde 2013. “Todos os fatos desse processo no CNJ já deveriam ter sido esclarecidos há meses. Para punir ou declarar inocência. Não estou julgando o mérito, mas presidido pela ministra Carmen Lúcia, o CNJ tem inserido e tirado da pauta esse processo”, disse o parlamentar. Hirs e Telma Britto são investigados por suspeita de inflar em R$ 448 milhões valores de precatórios (dívidas do poder público reconhecidas pela Justiça).

13 de fevereiro de 2017, 18:13

BAHIA Cursos profissionali­zantes para jovens na área da música e tecnologia

O Governo da Bahia, através da Secretaria Estadual do Trabal­ho, Emprego, Renda e Esportes (Setre), está disponibilizando 240 vagas para curs­os profissionalizant­es na área da música e tecnologia. Os jo­vens devem estar cur­sando ou ter concluí­do o ensino médio, exceto o de percussão, que vai contemplar jovens a partir da 8ª série do ensino fundamental. As inscrições podem ser realizadas de 15 a 17 de fevereiro, na Unidade Central do SINEBAHIA (Av. An­tônio Carlos Magalhã­es, 3359) e na sede da PRACATUM (Rua Pau­lo Afonso, n° 373, Candeal de Brotas), conforme horário de funcionamento de cada instituição. Os cursos de Gravaç­ão Digital em Home Studio; Audiovisual; Design; Sonorização; Gestão em Mídias So­ciais; e Percussão terão uma carga horár­ia de 240 horas, com duração de cinco me­ses. Em parceria com a Associação Pracatum, os cursos têm como objetivo promover a inclusão sócio produt­iva de jovens, de 16 a 29 anos, nos segm­entos da cadeia prod­utiva da música e da tecnologia. O projeto segue as diretrizes do Progra­ma Bahia do Trabalho Decente relacionado aos eixos prioritár­ios: Promoção da Igu­aldade de Gênero e Raça e Juventude atra­vés de Capacitação de Trabalhadores, bus­cando atender a jove­ns e adultos, com po­uca ou nenhuma exper­iência profissional, possibilitando o seu acesso ao mercado de trabalho da música em Salvador e no Brasil. A previsão é que os cursos sejam inicia­dos em março.

13 de fevereiro de 2017, 17:15

BAHIA Crivella visita STF para tentar convencer sobre ‘legalidade’ de nomeação de filho

Foto: Beto Barata/Agência Senado

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB)

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), está fazendo na tarde desta segunda-feira, 13, uma maratona de visitas pelos corredores do Supremo Tribunal Federal (STF) para convencer os ministros da Corte sobre a legalidade da nomeação de Marcelo Hodge Crivella, seu filho, para a Casa Civil da prefeitura fluminense. O cargo é considerado um dos mais estratégicos da administração local. Na última quinta-feira, 9, o ministro Marco Aurélio Mello do STF, suspendeu a nomeação do filho de Crivella para o cargo. “Vamos provar que estamos dentro da lei, que ele tem competência e idoneidade. É só uma questão de conversar. O Marcelo (filho) não é suscetível, nem melindroso. Sabe que a vida pública não é concurso de beleza. É o preço que se paga para conquistar o coração do povo”, disse o prefeito do Rio, ao lado do filho. Crivella afirmou que pretende concluir as conversas com os ministros ainda nesta segunda-feira.

Estadão Conteúdo

13 de fevereiro de 2017, 14:45

BAHIA José Rocha busca liberação de recursos para obras na BR 135

Foto: Edsom Leite/Ministério dos Transportes

(esq. p/ dir.) Diretor Dnit-BA, Amauri Sousa Lima, deputado José Rocha e o ministro Maurício Quintella

O 1º vice-líder do PR, deputado José Rocha, solicitou ao ministro dos Transportes, Maurício Quintella a liberação de recursos para a execução de obras em diversos trechos da BR 135 no sudoeste da Bahia, além de providências para conclusão de licitação em andamento. Os recursos são destinados às obras no trecho Correntina – Jaborandi, anel viário no município de Coribe e ligação Cocos – Divisa com Minas Gerais. Durante a audiência que contou com a presença do superintendente do Dnit na Bahia, Amauri Sousa Lima, o deputado também solicitou ao ministro a conclusão do processo licitatório para as obras no trecho da 135, entre São Desidério e Correntina. O ministro disse que vai se empenhar pela liberação dos recursos, além de tomar providências para concluir a licitação. José Rocha destacou para o ministro, que é seu colega de partido, que a conclusão das obras na BR 135 vai oferecer melhores condições de tráfego e segurança, além de escoar a produção e fortalecer o desenvolvimento de uma importante região do estado.

13 de fevereiro de 2017, 10:07

BAHIA PDT dialoga com dissidentes do PSL

Foto: Emerson Nunes

A movimentação começou em decorrência da perda de força do deputado Marcelo Nilo

O presidente do PDT na Bahia, deputado federal Félix Mendonça Junior, em conversa com a Tribuna, destacou que ainda não exista nada neste sentido, mas aproveitou a oportunidade para estender tapete vermelho para possíveis dissidentes. “Alguns deputados do PSL seriam muito bem-vindos no PDT. Tem gente muito boa no PSL hoje”. O líder pedetista diz “alguns” porque provavelmente o único que não seria bem aceito na legenda seria o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Marcelo Nilo. Os dois são desafetos declarados. Félix admite que já teve conversas preliminares, embora não tenha citado nomes. “Por enquanto só tivemos conversas superficiais. Nada concreto”, disse o presidente do PDT baiano. Atualmente o PDT tem dois deputados (Sargento Isidório e Roberto Carlos) na ALBA e Felix Junior afirma que Paulo Câmera “já está” na legenda, aumentando sua representação para três parlamentares. Oficialmente, o PSL ainda tem seis deputados (informação no site da instituição), contando com Paulo Câmera. Além de Nilo e Câmera, o PSL é composto por Alan Castro, Euclides Fernandes, Jurandy Oliveira, Manassés e Nelson Leal. A movimentação começou, pelo menos nos bastidores, em decorrência da perda de força de Marcelo Nilo, que perdeu apoio dos pares e retirou sua candidatura à presidência da Assembleia. Ele estava no quinto mandato consecutivo (10 anos) à frente do Legislativo estadual e queria mais um. Mas não conseguiu manter seu poder de articulação e foi derrotado por Ângelo Coronel (PSD), novo presidente do parlamento. Também em entrevista à Tribuna, Nilo disse que desconhece a suposta articulação de debandada do partido que ele preside em nível estadual. Mas se mostrou tranquilo com a possibilidade de os rumores ganharem contornos de realidade. “Até agora ninguém me disse que quer sair do PSL. Mas se quiserem, tudo bem. Por mim não tem problema. Eu não tenho conhecimento disso, mas quem quiser sair estará no seu direito. Cada um tem que procurar ir para o partido que achar mais conveniente”, minimizou o ex-presidente da Assembleia. E no rol das especulações, é dada como certa a saída de Alan Castro e Manassés. Os dois declararam apoio a Coronel antes mesmo de Marcelo Nilo retirar sua candidatura à reeleição do Legislativo. Se eles de fato saírem, é provável que Nilo não fique surpreso. Pelo menos essa foi a reação que ele demonstrou quando os correligionários declararam apoio a seu adversário. “Com esses dois eu nunca contei”, disse Nilo no dia do anúncio do apoio de Castro e Manassés.

Tribuna da Bahia

13 de fevereiro de 2017, 09:52

BAHIA Gualberto diz que Neto é o favorito em 2018

Foto: Divulgação

Presidente do PSDB na Bahia, o deputado federal João Gualberto

Presidente do PSDB na Bahia, o deputado federal João Gualberto vive a expectativa de que o Brasil melhore e possa sair da crise econômica e política instalada nos últimos anos. Em entrevista exclusiva à Tribuna, ele falou sobre a participação do seu partido no governo Temer, o crescimento da sigla no estado e as investigações da Operação Lava Jato. Segundo Gualberto, o grande legado que o atual presidente da República pode deixar para a população é a não intromissão nas apurações e a prisão de políticos e empresários corruptos. “Confesso que torço para que o presidente Temer não esteja envolvido, para que o Brasil possa crescer. A população não aguenta mais o desemprego; a inflação, graças a Deus, tem melhorado. A população brasileira quer que os corruptos sejam presos, devolvam o dinheiro que roubaram, mas também precisa de crescimento. Eu torço para que o Temer consiga acabar o seu governo e que melhore a vida dos brasileiros”, afirmou ele. No cenário estadual, Gualberto afirma que ACM é favorito para levar o Governo do Estado em 2018 e faz duras críticas a gestão do governador Rui Costa. Segundo ele, o petista faz muita propaganda e não está interessado em acabar com os problemas da sociedade. É um governo muito frágil, que gosta de fazer muita política e não está preocupado em melhorar a vida do cidadão. E um governo que deve passar rápido para que venha um outro e possa desenvolver a Bahia. Leia mais no Tribuna da Bahia.

Tribuna da Bahia

13 de fevereiro de 2017, 08:15

BAHIA Rui assina Ordem de Serviço para início de obras de contenção de encostas em Pirajá

Nesta segunda-feira (dia 13), às 8h30, o governador Rui Costa assina ordem de serviço para início de obra de contenção de encostas na Rua da Represa, localizada em Pirajá. A obra dá continuidade às ações do Programa de Prevenção de Desastres Naturais, sendo executada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER), com investimentos da ordem de R$ 2,4 milhões. Ao longo de 287 m de extensão serão implantados 3544 m² de solo grampeado. A drenagem será feita através de 303 m valetas e canaletas. O projeto contempla, ainda, a implementação de dispositivos de drenagem pluvial, o que impede que as águas de chuvas se infiltrem na encosta, evitando novos deslizamentos. Outras melhorias estão previstas, como novos passeios e escadarias, corrimãos e acessos complementares. No total, 53 famílias serão beneficiadas. Estas pessoas serão remanejadas temporariamente, retornando às suas residências após a finalização da obra.

12 de fevereiro de 2017, 11:15

BAHIA Ação das Voluntárias Sociais proporciona cirurgias de catarata a 200 idosos

Cerca de 200 idosos são atendidos por um mutirão de cirurgias de catarata neste sábado, em Salvador. A iniciativa, que permite que estes idosos voltem a enxergar para realizar normalmente as atividades do dia a dia, acontece de forma gratuita, e é promovida pelas Voluntárias Sociais da Bahia. A ação, realizada no Hospital da Bahia é a continuação das atividades iniciadas em dezembro pelo projeto Natal Solidário, coordenado pela primeira-dama do Estado e presidente das Voluntárias Sociais, Aline Peixoto. Moradora de Águas Claras, Maria Alexandrina Athaíde, 66 anos, vai voltar a enxergar. “Eu estou feliz porque não é todo dia que a gente acha essas coisas de graça. Há muito tempo que estou pelejando para conseguir um exame e agora consegui logo a cirurgia, que eu sei que não é barato. Que sempre continuem essas ações porque o pobre precisa”, comemorou. O motorista Manoel Lúcio Magalhães, 62 anos, precisa da visão apurada para trabalhar e garantir a segurança própria, do passageiro e de quem estiver nas ruas. “Vou ter uma melhor qualidade de vida, a profissão de motorista exige uma boa visão. Quando eu fui fazer a renovação da habilitação, foi diagnosticada a catarata. E agora estou tendo a oportunidade de corrigir o problema. É a coisa mais importante da minha vida”. Segundo o oftalmologista Augusto Faro, a catarata é uma degeneração do cristalino, que acontece com o envelhecimento. “Se o paciente tiver só o problema de catarata, a recuperação pode ser de 100% da visão. Em média, hoje, um paciente gasta cerca de R$ 3 mil para fazer o procedimento em cada um dos olhos, incluindo exames, cirurgia e medicamentos”.

12 de fevereiro de 2017, 11:00

BAHIA Emenda autoriza parcelamento de dívidas de municípios com União

Foto: Divulgação

Deputado federal José Carlos Aleluia

Em situação de penúria e com dificuldades de quitar suas dívidas previdenciárias com a União, os municípios ganham a oportunidade de parcelar os débitos com emenda apresentada pelo deputado federal José Carlos Aleluia à Medida Provisória 766/2017. Originalmente a MP estava voltada para a regularização tributária de empresas e pessoas físicas. A proposta de Aleluia, no entanto, inclui as prefeituras, autorizando-as a dividir as dívidas em 240 parcelas ou em prestações equivalentes a 1% da média mensal da receita corrente líquida do município (o que for de menor prestação). Parcelamento este sem a necessidade de pagamento inicial de parte da dívida. “A crise atingiu os municípios que passam por dificuldades e precisam equacionar suas dívidas previdenciárias para ter acesso a empréstimos, financiamentos e subvenções de órgãos e entidades públicas. A emenda dá um alento às prefeituras”, afirma Aleluia.

12 de fevereiro de 2017, 10:30

BAHIA Rui assina Ordem de Serviço para início de obras de contenção de encostas em Pirajá

Na segunda-feira (dia 13), às 8h30, o governador Rui Costa assina ordem de serviço para início de obra de contenção de encostas na Rua da Represa, localizada em Pirajá. A obra dá continuidade às ações do Programa de Prevenção de Desastres Naturais, sendo executada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (CONDER), com investimentos da ordem de R$ 2,4 milhões. Ao longo de 287 m de extensão serão implantados 3544 m² de solo grampeado. A drenagem será feita através de 303 m valetas e canaletas. O projeto contempla, ainda, a implementação de dispositivos de drenagem pluvial, o que impede que as águas de chuvas se infiltrem na encosta, evitando novos deslizamentos. Outras melhorias estão previstas, como novos passeios e escadarias, corrimãos e acessos complementares. No total, 53 famílias serão beneficiadas. Estas pessoas serão remanejadas temporariamente, retornando às suas residências após a finalização da obra.