13 de março de 2019, 20:10

BAHIA Tiago Correia propõe interdição de via do CAB para prática de ciclismo aos domingos

Foto: Divulgação

O deputado estadual Tiago Correia (PSDB)

Ligado à bandeira dos desportos desde a Câmara Municipal de Salvador, o deputado estadual Tiago Correia (PSDB) protocolou nesta quarta-feira (13) dois projetos de indicação ao Executivo estadual que buscam fortalecer a prática do ciclismo em Salvador. O primeiro propõe a realização de um estudo sobre a viabilidade da implantação de um velódromo na capital baiana. O segundo pede a interdição de uma das vias do CAB aos domingos, entre 5h e 14h, para que atletas utilizem a pista para treinos. De acordo com Correia, o crescimento do uso regular de bicicletas pelos soteropolitanos, nos últimos anos tem demandado a geração de políticas que fortaleçam a modalidade. Com isso, se aprovados, os projetos permitiram uma prática mais segura do ciclismo na capital. “O ciclismo tem crescido a cada dia em Salvador e isso fica claro não só no surgimento de grupos que vem se profissionalizando, como no crescimento do calendário de competições. Por isso, é fundamental pensar iniciativas que fomentem o desenvolvimento da modalidade com segurança para os praticantes. Acredito que o Governo se sensibilizará”, afirmou. Enquanto vereador de Salvador, Tiago Correia foi um dos principais propositores da implantação de ciclovias, através de projetos de indicação ao Executivo. Na Assembleia, Correia tem pautado o mandato com a defesa da causa, além de defender a bandeira na Comissão Especial de Desporto, Paradesporto e Lazer, onde ocupa a vice presidência.

13 de março de 2019, 19:41

BAHIA Defensores Públicos da Bahia debatem Reforma da Previdência em Brasília

Foto: Divulgação

Defensoras públicas da Bahia com o deputado federal Adolfo Viana (PSDB), em Brasília

A Reforma da Previdência e a luta dos defensores públicos por melhores condições de trabalho para a carreira na Bahia estiveram em pauta em reunião realizada nesta quarta-feira (13), no gabinete do deputado federal Adolfo Viana (PSDB), em Brasília. A visita das integrantes da diretoria da Associação dos Defensores Públicos do Estado da Bahia (Adep-BA) dá continuidade ao processo de ampliação da discussão, com representantes do Poder Legislativo estadual e federal, de projetos importantes que repercutirão no trabalho da categoria e das populações assistidas pela Defensoria Pública da Bahia. As dificuldades impostas pelo processo de contingenciamento de recursos do duodécimo cabível às Defensorias Públicas estaduais também foram tema do debate na capital federal. A importância de trabalhar para que as consequências negativas das limitações orçamentárias não afetem a Bahia foram ressaltadas pelas integrantes da diretoria da Adep-BA. A necessidade do cumprimento da Emenda Constitucional nº 80, de 4 de junho de 2014, foi considerada “fundamental” pela diretoria associação. De acordo com o Artigo nº 134 da Constituição Federal, “a Defensoria Pública é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe, como expressão e instrumento do regime democrático, fundamentalmente, a orientação jurídica, a promoção dos direitos humanos e a defesa, em todos os graus, judicial e extrajudicial, dos direitos individuais e coletivos, de forma integral e gratuita”. Segundo a presidente da Adep-BA, Elaina Rosas, a categoria expôs a prioridade da “ interiorização da Defensoria, definitiva aproximação com o cidadão baiano, e a ampliação do diálogo com representantes locais”. Outro ponto que tem sido discutido com a Adep-BA, com diversos integrantes do Legislativo, é a necessidade de preservação da autonomia institucional e da própria carreira construir os rumos de sua expansão, sem unilateralidade, afirmou Elaina Rosas. Também participaram da reunião: a vice-presidente Mônica Soares; a diretora de Atividades Socioesportivas e culturais da Adep-BA, Melisa Teixeira; além de Cristiane Santana, presidente da Associação dos Procuradores do Estado da Bahia (Apeb-BA).

13 de março de 2019, 19:26

BAHIA Governo investe R$ 7,8 milhões em equipamentos para agentes penitenciários

Foto: Fernando Vivas/GOVBA

Novos equipamentos de segurança para agentes penitenciários

Fardamentos, armamentos institucionais e equipamentos para garantir a segurança e melhor desempenho dos agentes penitenciários da Bahia foram entregues pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), nesta quarta-feira (13), em solenidade realizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A aquisição dos equipamentos representa um investimento de R$ 7,8 milhões. “São equipamentos para que nossos agentes penitenciários possam trabalhar com toda a segurança possível, com o orgulho de estar servindo dentro da secretaria, seja atuando mais diretamente, fazendo a segurança dos perímetros das unidades prisionais, ou trabalhando nas áreas de inteligência. Além disso, estamos entregando viaturas para facilitar nos casos em que precisamos fazer o deslocamento de presos para audiências em fóruns, quando há exigência de um juiz”, explicou o titular da Seap, Nestor Duarte. Entre os equipamentos adquiridos estão armamentos de baixa letalidade, como granadas de efeito sonoro e de luz, espargidores, munições de impacto controlado, coletes de proteção balística multi ameaça, que oferecem, além da proteção balística convencional, proteção adicional contra-ataques com armas ou objetos perfurantes e pontiagudos, e escudos balísticos com nível de proteção triplo A. Também foram entregues armamentos institucionais como pistolas, carabinas e espingardas, para dar maior poder operacional às atividades de escoltas, custódias e permitir a realização da segurança do perímetro externo das unidades prisionais. Agente do Grupamento Especializado de Operações penitenciárias (GEOP), Fernando Ribeiro ressaltou a importância da modernização e aparelhamento do sistema penitenciário. “Estou há 30 anos atuando nas forças de segurança prisional e vivi diversos momentos diferentes. É visível o engajamento da Seap nos últimos anos para fazer com que todos os agentes se sintam mais prestigiados e respeitados, o que resulta num serviço mais eficaz e melhor realizado”, disse.

13 de março de 2019, 17:40

BAHIA Grupo anuncia investimento de R$ 150 milhões em resort na Bahia

O secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, em reunião na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL)

Em reunião com o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), nesta quarta-feira (13), o presidente do grupo Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, confirmou o cronograma que prevê a inauguração do Vila Galé Costa do Cacau, no município de Una, no sul da Bahia, em 2021. O empreendimento terá 467 unidades habitacionais. O resort será all inclusive e deverá seguir o mesmo padrão dos demais, com investimento previsto de R$ 150 milhões. As obras de construção começam em maio. A rede portuguesa já opera uma unidade em Guarajuba, no Litoral Norte, e outra em Salvador, o que faz da Bahia a sua principal base no Brasil. O novo empreendimento vai gerar 350 empregos diretos, no município de Una. “Esta é a melhor resposta ao nosso desafio de buscar opções de desenvolvimento e fortalecimento da economia de forma sustentável”, disse Fausto Franco. “A expansão do turismo na Bahia é um indicativo de que o setor pode alavancar este processo”. O destaque da Bahia em recursos naturais e atrativos culturais são vantagens competitivas que ampliam a perspectiva de êxito para os novos empreendimentos, observou o subsecretário estadual do Turismo, Benedito Braga. “Temos que comemorar os avanços e a possibilidade de crescer ainda mais com a geração de negócios, empregos e renda por meio do turismo”, acrescentou, durante a reunião, que também teve participação da diretora de Promoções da Bahiatursa, Regina Ahmed.

13 de março de 2019, 17:10

BAHIA Prefeito de Camaçari acusa PT de fazer demagogia e espalhar boato sobre a Ford

O prefeito de Camaçari, Antônio Elinaldo (DEM)

O prefeito de Camaçari, Elinaldo Araujo (DEM), afirmou nesta quarta-feira (13) estranhar a “mobilização política” de setores do governo estadual a partir do boato infundado segundo o qual a Ford pensaria em transferir sua unidade de Camaçari, criando pânico e insegurança na população pelo que montadora representa para a economia baiana. “Na hora de prorrogar os incentivos fiscais à Ford, no Congresso, não ouvi essas mesmas vozes defendendo a empresa e os milhares de empregos que ela gera. Eu me manifestei pedindo apoio de toda a bancada da baiana, independentemente de partidos, que votasse pela prorrogação dos incentivos. Mas eles não o fizeram. Agora, espalham o medo e os boatos para assustar o povo de Camaçari”, acusou o prefeito. Já o deputado federal Paulo Azi (DEM), aliado de Elinaldo, lembrou que o PT sempre foi contra a política de atração de grandes investimentos para o estado, cujo símbolo é justamente a implantação da primeira montadora no Nordeste, que foi a Ford de Camaçari. “Agora, essas mesmas vozes de oposição ao desenvolvimento do Estado, integrantes de um governo que em 12 anos não atraiu uma empresa relevante, se arvora a defensora da montadora, baseada num fake news. É politicagem barata”, acusou o democrata.

13 de março de 2019, 16:56

BAHIA Novos auditores tomam posse no Tribunal de Contas dos Municípios

Foto: Divulgação

Posse dos novos auditores estaduais de controle externo e de infraestrutura do TCM

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA), conselheiro Plínio Carneiro Filho, deu posse, nesta quarta-feira (13), a oito novos auditores de controle externo e de infraestrutura, selecionados pelo órgão em concurso público realizado no ano passado. Ao saudar os novos servidores, reafirmou sua disposição de priorizar as auditorias externas, de acompanhamento das obras e serviços prestados pelos municípios, de modo a evitar eventuais desperdícios ou desvios dos recursos públicos aplicados. “Isto é o que interessa aos cidadãos, e é o trabalho que caberá a vocês. Estou certo de que todos irão se empenhar com entusiasmo no cumprimento dos deveres que agora assumem, para que o TCM continue atendendo com presteza e correção suas obrigações para com a sociedade”, disse. O Tribunal já havia convocado 16 outros profissionais aprovados no concurso, sendo 14 para o cargo de auditor estadual de controle externo e dois para o de auditor estadual de infraestrutura. A partir da próxima semana os novos auditores participam de um curso formação e especialização, para que possam exercer plenamente suas funções. Após este período serão designados para iniciar o trabalho nos órgãos técnicos do tribunal em Salvador e nas inspetorias regionais de controle externo, que funcionam nas diversas regiões do Estado. Também participaram da cerimônia de posse o superintendente de Controle Externo do TCM, Antônio Emanuel Andrade de Souza, o auditor e conselheiro substituto Antônio Carlos da Silva – que chefiou a comissão encarregada do concurso público –, o diretor da Gerência de Pessoal, Augusto Freire Bastos, o diretor da 2ª Diretoria de Controle Externo, Lenival Gonçalves Filho, e a diretora da Gerência de Ato de Pessoal, Maria de Nazaré Oliveira.

13 de março de 2019, 15:52

BAHIA Vila Galé anuncia investimento de R$ 150 milhões em resort na Bahia

Durante reunião com o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), nesta quarta-feira (13), o presidente do grupo Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, confirmou o cronograma que prevê a inauguração do Vila Galé Costa do Cacau, no município de Una, no sul da Bahia, em 2021. O empreendimento terá 467 unidades habitacionais. O resort será all inclusive e deverá seguir o mesmo padrão dos demais, com investimento previsto de R$ 150 milhões. As obras de construção começam em maio. A rede portuguesa já opera uma unidade em Guarajuba, no Litoral Norte, e outra em Salvador, o que faz da Bahia a sua principal base no Brasil. O novo empreendimento vai gerar 350 empregos diretos, no município de Una. “Esta é a melhor resposta ao nosso desafio de buscar opções de desenvolvimento e fortalecimento da economia de forma sustentável”, disse o secretário Fausto Franco. “A expansão do turismo na Bahia é um indicativo de que o setor pode alavancar este processo”. O destaque da Bahia em recursos naturais e atrativos culturais são vantagens competitivas que ampliam a perspectiva de êxito para os novos empreendimentos, observou o subsecretário estadual do Turismo, Benedito Braga. “Temos que comemorar os avanços e a possibilidade de crescer ainda mais com a geração de negócios, empregos e renda por meio do turismo”, acrescentou, durante a reunião que teve participação da diretora de Promoções da Bahiatursa, Regina Ahmed.

13 de março de 2019, 13:15

BAHIA No Maranhão, Rui Costa participará de reunião que criará Consórcio do Nordeste

O governador Rui Costa se reúne, nesta quinta-feira (14), em São Luís, capital do Maranhão, com os demais governadores do Nordeste para tratar de assuntos de interesse da região, em especial para assinar o protocolo de criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste, ou, simplesmente, Consórcio Nordeste, um instrumento para a realização de ações e compras de produtos e serviços conjuntos envolvendo todos os estados nordestinos. O consórcio é fruto de uma proposta encaminhada ao grupo pelo governador Rui Costa, visando atuação conjunta para fortalecer o poder de negociação dos estados na aquisição de equipamentos, produtos e serviços, além de ações integradas nas áreas de desenvolvimento econômico e social, infraestrutura, tecnologia e inovação, segurança pública, administração prisional e proteção do meio ambiente, dentre outras que se fizerem necessárias. O Fórum de Governadores do Nordeste, que acontece periodicamente, será realizado no Palácio dos Leões, a partir das 10h, sendo o segundo realizado este ano. O primeiro ocorreu em Brasília, no início de fevereiro, quando foi abordada a reforma da Previdência com o posicionamento dos governadores do Nordeste. Na ocasião, foi elaborada a Carta dos Governadores do Nordeste e encaminhada ao presidente Jair Bolsonaro.

13 de março de 2019, 11:59

BAHIA Audiência pública vai debater fim do subsídio na conta de energia de irrigantes dia 26

Foto: Divulgação

O evento vai acontecer na Assembleia Legislativa

Durante a sessão desta terça-feira (12), os deputados que compõem a Comissão de Agricultura aprovaram dia 26 de março como a data em que será realizada a audiência pública proposta pelo deputado estadual Eduardo Salles para debater o decreto, assinado em dezembro pelo ex-presidente Michel Temer, que determina o fim do subsídio na conta de energia dos agricultores irrigantes. O evento vai acontecer na Assembleia Legislativa. Ex-secretário estadual de Agricultura, Eduardo Salles é um duro crítico do Decreto. “Prejudica muito a agricultura brasileira, penalizando o setor que mais gera emprego e alavanca o PIB e só pode ter sido feita por quem não conhece o setor, de quem fica sentado atrás de uma cadeira sem a menor noção do que está fazendo”, disparou o parlamentar. Eduardo Salles explicou que o objetivo da audiência pública é chamar os agricultores irrigantes para debater com representantes do setor elétrico e expor o quanto o Decreto pode prejudicar a economia baiana. “A ideia é trazer o maior número possível de membros do setor produtivo para marcar posição contra esta medida”, esclareceu o deputado. Sancionado pelo ex-presidente Michel Temer, o decreto determinou a redução dos descontos para produtores rurais em 20% ao ano, até chegar a zero em um prazo de cinco anos. Antes, o subsídio permitia que os agricultores irrigantes obtivessem desconto de 10% a 30% nas tarifas de energia elétrica. Para Eduardo Salles, a medida é ineficiente, já que, com base em estudo encomendado pela Agência Reuters, a TR Soluções e a Consultoria Safira Energia, o parlamentar cita que a retirada do subsídio para os agricultores irrigantes vai gerar redução abaixo de 1% nas contas de energia dos consumidores de baixa tensão.

13 de março de 2019, 11:01

BAHIA Pedro Tavares cobra do Governo hospital de Ilheús

Foto: Divulgação

O deputado estadual Pedro Tavares (DEM)

O deputado estadual Pedro Tavares (DEM), cobrou ontem (12/03), em discurso, na Assembleia Legislativa da Bahia, uma resposta do Governo do estado, referente a implantação do Hospital Materno-Infantil, em Ilhéus. A gestão estadual anunciou a obra, ano passado, após encerrar as atividades do Hospital Regional Luiz Viana Filho, mais conhecido como Hospital Regional de Ilhéus. O deputado lembrou que o Regional foi fechado com a promessa de ser reformado e requalificado para atuar como Hospital Materno-Infantil pelo SUS, mas a obra ainda não saiu do papel. “Ilhéus merecia ter não só o Hospital da Costa do Cacau, mas também o Hospital Regional. Já que isso não foi possível e que foi prometida a reforma para implementação do Hospital Materno-Infantil fica aqui a minha cobrança ao Governo do Estado para que seja informado a população, quando essa obra será entregue. O que eu quero é que a população não sofra por falta de assistência médica e por falta de saúde”, enfatizou. O Hospital Regional de Ilhéus contava com 106 leitos e atendia cerca de 200 pessoas por dia, no serviço de urgência e emergência, ambulatório e ala pediátrica. Diante da repercussão sobre o fechamento, a Sesab, em março do ano passado informou que a reforma para implantação da maternidade seria entregue dentro de alguns meses, o que não ocorreu.

13 de março de 2019, 10:13

BAHIA Nelson Leal é anfitrião na ALBA da posse de novo Defensor Público Geral da Bahia

Foto: Divulgação

Deputado sucede ao Defensor Geral Clériston Cavalcante Macêdo

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado estadual Nelson Leal, foi o anfirião da posse hoje (12.03) do novo defensor público geral do Estado, Rafson Saraiva Ximenes, em ato registrado em Sessão Solene no auditório jornalista Jorge Calmon. Depois de integrar a lista tríplice e ser nomeado pelo governador Rui Costa (PT), Ximenes assume o comando da Defensoria Pública baiana para o biênio 2019-2021. Ele será o sucessor de Clériston Cavalcante de Macêdo, de quem foi subdefensor público geral, e atuou na ampliação do número de comarcas alcançadas pela DPE. “Com Clériston, a Defensoria Pública ampliou a sua atuação de 22 para 35 comarcas, e nomeou 75 novos defensores. Rafson Ximenes terá a missão de multiplicar ainda mais este número, já ‘herdando’ a inauguração e a designação de defensores públicos em Ribeira do Pombal, Cruz das Almas e Bom Jesus da Lapa, que já estão prontas. Pela competência, dedicação e amor à Defensoria, tenho certeza que Ximenes fará uma excelente gestão. A Defensoria Pública da Bahia exerce um papel fundamental, e inclusivo, de garantir o direito para quem mais precisa e menos tem”, destacou Nelson Leal. Com 11 anos de atuação na Defensoria da Bahia, subdefensor público geral na gestão de Clériston Cavalcante, Rafson Ximenes, 38 anos, é formado em Direito pela Universidade Federal da Bahia. Durante este tempo como defensor público, trabalhou nas comarcas de Itabuna, Jequié e Salvador e tem experiência nas áreas Penal, Execução Penal, Cível, Família, Fazenda Pública, Relações de Consumo, Registros Públicos, Direitos Humanos e Curadoria. Ximenes é o idealizador do Sistema de Planejamento de Expansão – Siped da Defensoria da Bahia, que analisa dados objetivos como a quantidade da população em situação de pobreza, de juízes, de unidades prisionais e unidades de acolhimento nas comarcas para auxiliar a instituição baiana a identificar as cidades que mais necessitam de defensores públicos. É também um dos responsáveis pelo Plano de Expansão da Defensoria.

13 de março de 2019, 08:45

BAHIA Ford vai manter produção em Camaçari, diz deputado

Foto: Liderança do PR

Deputado José Rocha, Rogélio Golfarb(ao centro) e Eduardo Freitas

A Ford não vai interromper sua produção de veículos em Camaçari(BA). A informação foi prestada ao líder do PR, deputado José Rocha pelo vice-presidente da Ford Brasil, Rogélio Golfarb, durante reunião no início da noite de terça(12/03), em Brasília. Conforme Golfarb, a Ford vai continuar a operação em Camaçari respeitando os contratos firmados e fazendo jus aos incentivos fiscais estabelecidos em lei. O vice-presidente Golfarb, que estava acompanhado do gerente de Relações Governamentais da empresa, Eduardo Freitas esclareceu que a Ford somente vai encerrar a produção da fábrica de caminhões em São Bernardo do Campo(SP), porque se trata de uma decisão de alcance mundial de sair do mercado de caminhões em todos os países. A unidade de Camaçari responde por mais de seis mil empregos diretos e cerca de 70 mil indiretos.

13 de março de 2019, 08:30

BAHIA Deputados baianos pedirão explicações a ministro sobre ameaça a Ford

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

A situação alarmou os parlamentares que representam a Bahia no Congresso

Deputados e senadores da Bahia vão solicitar explicações ao Ministério da Economia sobre a ameaça de retaliação à Ford, caso a empresa não faça uma ação social para compensar o fechamento de sua fábrica de caminhões em São Bernardo do Campo (SP). Na última quinta-feira (7), o secretário de Produtividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, cobrou da montadora um plano detalhado de mitigação do impacto da sua decisão. Ele argumentou que a empresa deve isso à sociedade por ter recebido R$ 7,5 milhões em subsídios nos últimos cinco anos, conforme revelou a Folha. A questão é que a fábrica de São Bernardo do Campo (SP) atualmente não dispõe de subsídios federais. Os benefícios tributários para a Ford estão concentrados na unidade de Camaçari (BA). Na Bahia, existe um regime regional de redução de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). A situação alarmou os parlamentares que representam a Bahia no Congresso —39 deputados federais e 3 senadores— e tornou-se a principal pauta da reunião da bancada estadual, que acontece nesta quarta-feira (13) em Brasília. “Espero que tudo não passe de um mal entendido. Caso contrário, isso será entendido como uma agressão à Bahia”, afirmou o deputado Felix Mendonça Junior (PDT), coordenador da bancada. Segundo ele, os parlamentares baianos vão escolher dois ou três emissários para pedir explicações ao ministro da Economia, Paulo Guedes. Questionado pela reportagem se uma eventual retaliação do governo à Ford pode comprometer o apoio da bancada à reforma da Previdência, Felix Junior disse que sim. O deputado argumentou que a manutenção das atividades da Ford em Camaçari (BA) é um assunto suprapartidário, pois tem apoio de todos os representantes da bancada, independente da posição política. A montadora gera 7,5 mil empregos diretos na região. “Não faz nenhum sentido vincular as duas unidades, porque o encerramento das atividades do município paulista foi provocado por uma decisão global da Ford de sair do mercado de caminhões”, sustentou Felix Junior. Em entrevista à Folha no dia seguinte à reunião com a montadora e representantes da prefeitura de São Bernardo do Campo (SP), Costa confirmou que espera da Ford uma atitude socialmente responsável por conta dos subsídios que já recebeu. Ele, no entanto, negou que tenha vinculado as fábricas de São Bernardo do Campo (SP) e Camaçari (BA).

Folha

12 de março de 2019, 21:00

BAHIA Fazcultura destina R$ 15 milhões para projetos e atividades culturais

O Programa Estadual de Incentivo ao Patrimônio Cultural (Fazcultura) vai investir R$ 15 milhões em apoio a projetos e atividades culturais, a título de incentivo fiscal, em 2019. A informação foi anunciada pelo governador Rui Costa durante o #PapoCorreria, transmitido pelas redes sociais, na noite desta terça-feira (12). A aprovação dos recursos será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta (13), por meio de decreto assinado pelo governador. “Assinei hoje e sai amanhã o decreto. São 15 milhões para projetos de cultura em toda a Bahia”, disse Rui. Instituído pela Lei nº 7.014/1996, o Fazcultura tem como objetivo promover ações de patrocínio tendo como base renúncia de recebimento do Imposto de Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) pelo Estado. Além de aportar o valor autorizado do ICMS que seria pago, a empresa deve investir um percentual de recursos próprios nos projetos e atividades culturais. O programa contribui para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas. É um mecanismo de fomento não reembolsável e o apoio é sempre concedido sob forma de recurso financeiro.

12 de março de 2019, 20:15

BAHIA Governo anuncia convocação de universitários pelo Partiu Estágio

Foto: Reprodução/Facebook

O governador Rui Costa (PT)

O governador Rui Costa (PT) anunciou na noite desta terça-feira (12), durante o #PapoCorreria, que 2.225 universitários do Partiu Estágio serão convocados a ocuparem vagas ofertadas pelo primeiro edital do programa em 2019. A convocação será realizada nesta quarta (13). Recorde de participação do programa, o edital recebeu mais de 24 mil inscrições no período de 30 de janeiro a 24 de fevereiro, por meio do site. A relação dos selecionados poderá ser consultada no site da Secretaria da Administração do Estado. Os convocados devem se apresentar no órgão ou entidade em que irão estagiar no prazo de dez dias úteis, que se encerra no dia 26 de março. Os estudantes selecionados serão informados da convocação por meio do e-mail cadastrado no momento da inscrição no programa. A comunicação trará a lista de documentos a ser entregue pelo universitário e o nome do órgão ou entidade para o qual foi indicado. Quem não entregar toda a documentação exigida em edital, ou não se apresentar dentro do prazo estipulado, perderá a vaga de estágio. O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Desde o lançamento do programa, em abril de 2017, já foram contratados pouco mais de 6,5 mil universitários para atuar no serviço público baiano.