18 de outubro de 2018, 12:36

BAHIA Solla pede cassação de registro de Bolsonaro por fake News

Foto: Mateus Pereira / AGECOM

Deputado federal Jorge Solla (PT-BA)

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) ingressou nesta quarta-feira (17) com uma representação no Ministério Público Eleitoral (MPE) solicitando a cassação do registro da candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) devido ao benefício eleitoral no primeiro turno das eleições que o candidato obteve a partir da fake News do kit gay. “É uma fake News que ele propagou no Jornal Nacional e que mesmo o TSE julgando ilegal, pedindo pra retirar as peças, está tão disseminada que sua influência no resultado da eleição no primeiro e no segundo turno tem sido nefastos. Grande parte do eleitorado ainda acredita que foi verdade, e foi o próprio candidato que disseminou de forma deliberada, gerando incontornável efeito eleitoral”, disse Solla. Na representação, o parlamentar citou declaração recente do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que afirmou que “o Código Eleitoral brasileiro prevê a anulação de uma eleição caso seu resultado tenha sido influenciado pela disseminação de notícias falsas”.
Solla sustenta a representação no artigo 222 da Lei nº 4.737/65, que afirma ser anulável a votação, “quando viciada de falsidade, como vem acontecendo em razão dos atos do Sr. Jair Bolsonaro”. O número para acompanhamento no Sistema Único é: PGR-00591331/2018.

18 de outubro de 2018, 12:07

BAHIA Paulo Câmara garante que não faz menor sentido especulação de que vai aderir a Rui

Foto: Divulgação/Arquivo

Paulo Câmara foi eleito deputado estadual no último dia 7

O vereador em Salvador e deputado estadual eleito Paulo Câmara (PSDB) disse há pouco a este Política Livre que não faz o menor sentido a especulação de que pode deixar o PSDB e migrar para um partido da base do governo Rui Costa (PT), como o PSD, do senador Otto Alencar. “Nunca tive, nem eu nem (o deputado federal Antonio) Imbassahy qualquer contato com o senador Otto Alencar (PSD), que tenho, aliás, em grande conta”, afirmou o vereador, observando que acabou de ganhar a eleição, tem buscado se estruturar para exercer seu novo mandato na Assembleia a partir do próximo ano e, inclusive, vê grande perspectiva para os deputados eleitos como ele dentro do PSDB. “As lideranças mais antigas perderam a eleição. Agora, são os novos que darão as cartas”, disse, referindo-se ao próprio Imbassahy, de quem é sobrinho, e outros líderes partidários, como o atual presidente, João Gualberto, e o deputado federal Jutahy Jr., que também não renovaram seus mandatos. Ele admite que as críticas que dirigiu ao PSDB motivaram as especulações de sua saída, mas declarou que as reafirma na expectativa de que a legenda faça uma autocrítica para permitir que as pessoas possam voltar a votar em seus representantes.

18 de outubro de 2018, 10:30

BAHIA Suspensão de registro do PSL é usada para tentar “queimar” Dayane com Bolsonaro

Foto: Divulgação/Arquivo

Deputada federal eleita Dayane Pimentel, que não prestou contas do PSL no ano de 2017

Única parlamentar eleita na Bahia pelo PSL surfando na onda bolsonarista, a deputada federal Dayane Pimentel está com um bom pepino nas mãos. Como não prestou contas à Justiça Eleitoral referente ao seu exercício financeiro de 2017, o partido, dirigido no Estado por Dayane e seu marido, teve seu registro suspenso pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e não poderá receber recursos do Fundo Partidário até que legalize sua situação. A situação já foi reportada à família Bolsonaro por pessoas interessadas em “queimar” a deputada com o presidenciável e, eventualmente, tomar o partido de sua mão. E, este Política Livre acrescenta, não são poucas.

18 de outubro de 2018, 10:26

BAHIA Bacelar comemora derrubada do veto de Temer ao reajuste salarial dos agentes de saúde 

Foto: Divulgação

Deputado federal reeleito Bacelar (Podemos-BA)

“A derrubada do veto significa que o Congresso reconheceu a importância do trabalho realizado pelos agentes comunitários de saúde e combate a endemias. Esta é uma vitória da categoria e do Parlamento ”, comemorou o deputado federal reeleito Bacelar (Podemos-BA). O piso salarial dos agentes hoje é de R$ 1.014,00. A proposta aprovada pelo Congresso Nacional prevê um reajuste escalonado que aumenta o piso para R$ 1.250,00, em 2019, chegando a 1.550,00, em 2022. Bacelar avaliou o reajuste como “modesto”, diante das atividades desempenhadas pelos profissionais. “Eles são os responsáveis pela vigilância epidemiológica e ambiental, combate a endemias e visitas a locais inóspitos, onde o braço do Estado não chega e apenas os agentes comunitários estão presentes”. O deputado criticou a postura do presidente Temer. “Nada justificaria o veto. Temer tem sido condescendente com aumentos salariais para a alta elite do funcionalismo público e queria penalizar os agentes, mas conseguimos derrubar esse erro”, finalizou.

18 de outubro de 2018, 09:33

BAHIA Arena Fonte Nova e Aeroporto farão parceira para incentivar turismo e cultura na Bahia

Foto: David Campbell

Arena Fonte Nova

A concessionária do Aeroporto de Salvador e a Fonte Nova Negócios e Participações assinaram ontem (17) um termo de parceria e cooperação que tem como objetivo promover ações conjuntas para o turismo, cultura, entretenimento e negócios em Salvador, visando incrementar a economia da capital baiana e da Bahia. A cerimônia foi realizada na própria Arena Fonte Nova, nos momentos que antecederam ao show de Roger Waters e teve a participação de convidados do Trade Turístico e das Principais Entidades da Bahia. Os próximos eventos que ocorrerão na Arena tem um grande potencial de atração de turistas: Festival de Verão, Pagodin, Ensaios de Verão, Carnavalito. Além disto, a Arena será a única do Norte e Nordeste a sediar os jogos da Conmebol Copa América Brasil. Essa será a quarta competição internacional de futebol na Arena Fonte Nova.

18 de outubro de 2018, 09:01

BAHIA TRE deve indeferir pedido de desfiliação de Marcelle do PV na próxima segunda

Foto: Divulgação/Arquivo

Vereadora Marcelle Moraes pediu autorização da Justiça Eleitoral para deixar o PV

Poucos advogados eleitorais acreditam que a vereadora Marcelle Moraes vai conseguir o aval do Tribuna Regional Eleitoral (TRE) para se desfiliar do PV sob a alegação de perseguição política. O primeiro argumento que o partido deve usar em sua defesa é que, se tivesse sido perseguida, ela não teria podido se candidatar a deputada federal, como aconteceu nestas eleições. A análise do pedido de Marcelle pelo TRE está marcada para a próxima segunda-feira.
Em junho, o juiz Freddy Carvalho Pitta Lima decidiu, em caráter liminar, que Marcelle não poderia deixar o partido, alegando que não ficara provado nos autos qualquer tipo de perseguição. Depois da eleição de agora, então…

18 de outubro de 2018, 06:39

BAHIA Ouvidoria do TRE e MP Eleitoral promovem debate sobre Fake News

Foto: Divulgação

O evento, realizado em parceria com a FSBA, analisará o impacto das “Fake News” no primeiro turno das eleições

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), por meio da Ouvidoria, realizará na próxima terça-feira (23/10) a terceira edição do debate “Eleições limpas passam pelas nossas mãos”. Dessa vez, o encontro propõe uma análise quanto ao impacto das Fake News no primeiro turno das eleições. O evento acontecerá no auditório da Faculdade Social da Bahia (FSBA), no campus de Ondina, a partir das 19h, e contará, ainda, com a parceria do Ministério Público Eleitoral, e terá a participação do Procurador Regional Eleitoral, Cláudio Alberto Gusmão Cunha. Organizado pela Ouvidoria do TRE-BA com o apoio da Coordenação do Curso de Jornalismo da FSBA, esta edição do projeto tem como público-alvo os estudantes dos cursos de Jornalismo, que lidam com a produção e transmissão de notícias, e de Direito, que podem se interessar pelos aspectos legais relacionados ao tema. O Juiz Ouvidor do TRE-BA, Rui Barata Filho, que fará a abertura do evento destaca que “a Ouvidoria, desde o início do processo eleitoral, demonstrou preocupação em debater o tema com a sociedade e apontar soluções. A sociedade civil é parte vital desse contexto e deve ter voz ativa. A Justiça Eleitoral, junto com o Ministério Público, está qualificando essa discussão tão importante para o país”. A coordenadora dos cursos de Comunicação da FSBA, Bárbara Souza, será a mediadora do debate. Os convidados serão Jaime Barreiros, professor de Direito da UFBA e analista judiciário do Eleitoral baiano; Victor Xavier, Coordenador de Assuntos Jurídicos e Correcionais da Corregedoria do TRE-BA; e Cláudia Cardozo, jornalista do site Bahia Notícias. O projeto “Eleições limpas passam pelas nossas mãos” é uma das ações do Programa Ouvidoria Viva e tem o objetivo de informar e estimular os eleitores a ajudarem no combate às notícias falsas veiculadas nas redes sociais. O programa, iniciado em maio deste ano por meio de postagens nas redes sociais oficiais do Regional baiano, é fruto da parceria entre a Ouvidoria e a Corregedoria Regional Eleitoral da Bahia (CRE-BA) e também conta com o apoio da Seção de Atenção ao Cliente (Seacli) do TRE baiano. Nas duas primeiras edições do debate, realizadas no mês de setembro, o foco da discussão foi a possibilidade de interferência negativa das fake news no processo eleitoral, tendo como exemplo as experiências eleitorais recentes nos Estados Unidos, em 2016, e na França, em 2017. No debate da terça-feira (23/10) será analisado o impacto das fake news no primeiro turno das Eleições 2018 e quais medidas a Justiça Eleitoral tem adotado para coibir essa prática, a exemplo da página criada pelo TSE para esclarecimento de notícias falsas. “O objetivo é também envolver os alunos nas discussões como usuários das redes sociais, uma vez que esse é um dos principais meios de propagação das fake news”, destaca o Juiz Ouvidor do TRE-BA, Rui Barata Filho.

17 de outubro de 2018, 22:00

BAHIA Governo nega intenção de privatizar Embasa

Foto: Divulgação

Embasa

A Secretaria de Comunicação do Governo do Estado nega que haja, em andamento, um projeto de privatização previsto para a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A. (Embasa) ou qualquer outra ligada à administração estadual. A Companhia, que tem o Estado como principal acionista, atua em todas as regiões da Bahia e é responsável por levar o saneamento básico às cidades baianas, com o objetivo de garantir saúde e qualidade de vida para a população.

17 de outubro de 2018, 20:25

BAHIA Ouvidoria do TRE-BA e MPE promovem debate sobre fake news na próxima terça-feira (23)

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), por meio da Ouvidoria, realizará na próxima terça-feira (23), a terceira edição do debate “Eleições limpas passam pelas nossas mãos”. Dessa vez, o encontro propõe uma análise quanto ao impacto das fake news no primeiro turno das eleições. O evento será no auditório da Faculdade Social da Bahia (FSBA), no campus de Ondina, a partir das 19h, e contará, ainda, com a parceria do Ministério Público Eleitoral, com a participação do Procurador Regional Eleitoral, Cláudio Alberto Gusmão Cunha. Organizado pela Ouvidoria do TRE-BA com o apoio da Coordenação do Curso de Jornalismo da FSBA, esta edição do projeto tem como público-alvo os estudantes dos cursos de Jornalismo, que lidam com a produção e transmissão de notícias, e de Direito, que podem se interessar pelos aspectos legais relacionados ao tema. O Juiz Ouvidor do TRE-BA, Rui Barata Filho, que fará a abertura do evento, destaca que “a Ouvidoria, desde o início do processo eleitoral, demonstrou preocupação em debater o tema com a sociedade e apontar soluções. A sociedade civil é parte vital desse contexto e deve ter voz ativa. A Justiça Eleitoral, junto com o Ministério Público, está qualificando essa discussão tão importante para o país”. A coordenadora dos cursos de Comunicação da FSBA, Bárbara Souza, será a mediadora do debate. Os convidados serão Jaime Barreiros, professor de Direito da UFBA e analista judiciário do Eleitoral baiano; Victor Xavier, coordenador de assuntos jurídicos e correcionais da Corregedoria do TRE-BA; e a jornalista Cláudia Cardozo.

17 de outubro de 2018, 18:45

BAHIA TRE-BA inicia procedimentos de carga e lacração das urnas eletrônicas para 2º turno

Foto: Divulgação/TRE

Procedimentos de carga e lacração das urnas eletrônicas

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) deu início, nesta quarta-feira (17), aos procedimentos de carga e lacração das urnas eletrônicas que serão usadas nas seções eleitorais da capital durante o 2º turno das Eleições 2018. O trabalho – que está sendo realizado no Centro de Apoio Técnico (CAT), em Porto Seco Pirajá – foi acompanhado durante a manhã pelo presidente do Eleitoral baiano, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, e por representantes do Ministério Público e da Ordem dos Advogados do Brasil. Na ocasião, o presidente do TRE-BA voltou a afirmar que a carga e a lacração das urnas são fundamentais para as eleições, por inserir nesses equipamentos as informações sobre eleitores e candidatos. O procedimento segue, em Salvador e no interior do estado, até o próximo dia 23 de outubro. A partir de então, as urnas serão armazenadas no CAT, onde permanecem até a véspera do 2º turno do pleito, 27 de outubro, quando serão distribuídas para as seções. “Com esse procedimento, a Justiça Eleitoral mostra que as urnas só contêm os dados dos eleitores e candidatos, não há um só voto aí dentro”, afirmou o desembargador Rotondano, sugerindo que os jornalistas presentes no evento acompanhassem a auditoria de uma das urnas eletrônicas. Na presença de representantes do Ministério Público e de juízes eleitorais, a seção 522 da 17ª ZE foi auditada. Todos confirmaram a zerésima, prova de que a urna não continha votos e puderam contrapor esta informação ao boletim de urna, emitido após a simulação da votação. Para a promotora de justiça do MP, Marta Bonfim, “a carga, a auditoria e a lacração das urnas comprova a credibilidade absoluta do processo eleitoral”. A juíza eleitoral Andrea Tourinho Cerqueira de Araújo, da 18ª ZE, destacou a segurança e a ampla publicidade dada ao procedimento de carga, auditoria e lacração como essenciais à democracia. “Publicamos editais e convidamos a todos, representantes da sociedade e integrantes de partidos. É lamentável que hoje não tenhamos aqui ninguém representando os partidos, ainda mais porque, durante a campanha, vimos a credibilidade do processo ser questionada”.

17 de outubro de 2018, 18:16

BAHIA Em vídeo, Ronaldo convoca para ato em apoio a Bolsonaro em Feira

Foto: Divulgação

Oo candidato derrotado ao governo do Estado, José Ronaldo (DEM)

Em vídeo, publicado nas redes sociais pela presidente estadual do PSL, a deputada federal eleita Dayane Pimentel, o candidato derrotado ao governo do Estado, José Ronaldo (DEM), convocou a população de Feira de Santana para participar de uma carreata em apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro, na sexta-feira (19), às 15h, na Avenida Noide Cerqueira. Zé Ronaldo declarou voto a Jair Bolsonaro (PSL) ainda no primeiro turno, durante debate promovido pela TV Bahia.

A Bahia somando forças para a vitória de Jair Bolsonaro! Vamos que vamos!!!

Uma publicação compartilhada por Professora Dayane Pimentel (@professora_dayanepimentel) em

17 de outubro de 2018, 17:26

BAHIA Ex-prefeita de Nova Redenção tem contas rejeitadas pelo TCM

Foto: Divulgação

A ex-prefeita de Nova Redenção, Anna Guadalupe Pinheiro Luquini Azevêdo

Na sessão desta quarta-feira (17), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou as contas da ex-prefeita de Nova Redenção, Anna Guadalupe Pinheiro Luquini Azevêdo, relativas ao exercício de 2016. Essas contas foram tomadas pelo TCM, vez que o gestor não as prestou voluntariamente, nem as colocou em disponibilidade pública. Dentre as irregularidades, o relator do parecer, conselheiro Raimundo Moreira, destacou inexistência de disponibilidade de caixa para fazer face aos restos a pagar do exercício e às demais obrigações de curto prazo. Foi imputada uma multa de R$6 mil à ex-gestora. Além de não realizar a prestação de contas anual, a relatoria constatou que não foram deixados em caixa recursos suficientes para pagamento das despesas inscritas em restos a pagar e de exercícios anteriores, em descumprimento ao disposto no artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal. Foi verificada a existência de saldo negativo no montante de R$3.088.877,31. Tal situação, por si só, impõe parecer pela rejeição das contas. De acordo com a relatoria, não houve arrecadação da totalidade dos tributos da competência constitucional do município previstos no orçamento. A análise dos demonstrativos das dívidas ativas tributária e não tributária, revelou que não houve movimentação no exercício, havendo somente registros dos saldos das dívidas ativas tributária e não tributária de, respectivamente, R$209.481,56 e R$3.308.803,19, demonstrando a inexistência de cobrança dessas dívidas. O relatório técnico ainda apontou outras irregularidades, entre elas o desvio de finalidade na aplicação de recursos do FUNDEB, omissão na cobrança de multas impostas pelo TCM e ocorrências de falhas formais em procedimentos licitatórios e na transparência na liquidação e pagamento de despesas. Também ficou determinado o ressarcimento, com recursos pessoais, no valor de R$39.618,24, devido aos injustificados pagamentos a instituto de previdência de município diverso. Dessa forma, o relator – com o voto dos demais conselheiros – determinou à Assessoria Jurídica do TCM a formulação de representação ao Ministério Público Estadual para que sejam adotadas medidas judiciais pelo descumprimento de norma imposta pela Lei de Responsabilidade Fiscal. A decisão cabe recurso.

17 de outubro de 2018, 16:15

BAHIA Angelo Coronel ressalta que novo presidente deve estar afinado com a Bahia

Foto: Divulgação

Coronel foi eleito senador pela Bahia

Eleito Senador com quase 4 milhões de votos, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Angelo Coronel, participa esta semana, ao lado do governador Rui Costa, de reuniões com lideranças políticas em seis cidades do interior para fortalecer a campanha do candidato à Presidência da República, Fernando Haddad. Hoje (17.10), os encontros se realizaram em Itapetinga e Itabuna. “Pela manhã, estivemos com lideranças do Médio Sudoeste da Bahia, no Rotary Club de Itapetinga, e, agora à tarde, nos reunimos com representantes do território Litoral Sul, no auditório da Faculdade Santo Agostinho, em Itabuna, para fortalecermos a militância em prol da candidatura de Haddad. É uma eleição plebiscitária, onde está em jogo muito mais que a escolha de um vencedor, mas que tipo de país queremos: com democracia ou com tirania, com diálogo ou com truculência?”, questiona Angelo Coronel. Para o Senador eleito, que só será empossado em 2019, a falta de propostas do candidato do PSL à Presidência da República é o que mais assusta. “O que ele pretende fazer mesmo na economia, na saúde, na educação? O que tenho ouvido, até agora, é incompreensível. E não dá para a população brasileira entregar um cheque em branco a um Presidente que não sabe como gerir a oitava maior economia do mundo. E, também, um candidato que flerta com a ditadura. Por isso esse empenho, meu, de Jaques Wagner e do governador Rui Costa, para que aumentemos o percentual de votos de Haddad na Bahia”, explica o senador do PSD. Angelo Coronel diz também que foi estudar de perto as ideias do candidato do PSL para a segurança pública. “Não existe proposta alguma, a não ser a promessa de que vai diminuir a criminalidade. Como? Colocando armas nas mãos da população? Se for por este caminho, teremos uma verdadeira guerra civil no país, com gente matando e se justificando com o argumento de que foi ‘legítima defesa’. A questão do armamento também terá que ser aprovada em lei pelo Congresso Nacional, que dificilmente vai sancionar tal absurdo”, critica. O futuro senador – que irá integrar a bancada baiana ao lado dos senadores Otto Alencar e Jaques Wagner – diz que a questão da redução da violência e o combate à criminalidade passa, necessariamente, pelo ataque às causas e não aos efeitos. “O país não irá reduzir a violência com cidadãos armados, mas gerando mais empregos e investindo mais em educação, com escolas em tempo integral. Ao mesmo tempo, tem que atacar os grandes cartéis do narcotráfico e do tráfico de armas, aumentando a fiscalização das nossas fronteiras terrestres e marítimas. O governador Rui Costa foi quem mais investiu em segurança pública, mas o Governo Federal não fez a sua parte fechando as fronteiras”, diz Coronel. Angelo Coronel agradeceu às populações do Médio Sudoeste e do Litoral Sul pela extraordinária votação obtida e garantiu que os baianos terão um homem de coragem no Senado. “Meu Coronel é sobrenome, não é patente, mas já indica que não tenho medo de novos desafios nem de cara feia. Tenho independência e minha bancada é a da Bahia. Agora, estou trabalhando para eleger Fernando Haddad, professor universitário, com grande bagagem político-administrativa depois de ter sido, por oito anos, ministro da Educação, e prefeito de São Paulo, por quatro anos. Com ele, a Bahia pode ter certeza de mais progresso e mais desenvolvimento”, argumenta o “Senador da União”.

17 de outubro de 2018, 14:10

BAHIA Governador do CE defende ‘desabafo’ de Cid e importância de PT ‘reconhecer erros’

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), saiu em defesa do senador eleito Cid Gomes (PDT-CE), depois que o pedetista criticou publicamente o PT por não fazer uma autocrítica durante as eleições presidenciais. Em visita ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), nesta quarta-feira, 17, Camilo disse que a iniciativa de Cid foi um “desabafo” e reforçou a importância do PT “reconhecer erros cometidos”. “Considero que aquilo foi um momento de desabafo do ex-governador Cid Gomes. Nossa preocupação agora é com o País, com o futuro do Brasil e dos brasileiros. Sempre fui crítico e dei entrevistas, publicadas nacionalmente, dizendo que era importante o PT reconhecer alguns erros cometido. Sugeri isso à direção nacional, isso é minha opinião há muito tempo. O Brasil precisa de um novo rumo, de diálogo, não de ódio, não de separação, não ter um presidente que usa uma arma como símbolo”, disse ele. A defesa que Camilo fez de Cid foi na contramão do que havia dito o deputado federal José Guimarães (PT-CE), seu colega de partido e membro da Executiva nacional do PT, que chegou a anunciar um “rompimento” entre os dois partidos, por conta das críticas de Cid. Para Camilo, não existe a possibilidade de rompimento entre as duas legendas, como defendeu Guimarães. “Sem possibilidade disso acontecer. O PDT é um aliado nosso, me apoiou no Estado do Ceará. O PDT teve um candidato a nível nacional que concorreu com o candidato do PT. Problemas sempre existiram, sempre existirão”, afirmou. O governador do Ceará esteve no Senado para se reunir com Eunício Oliveira. Eles discutiram a aprovação de uma Medida Provisória que viabiliza a implantação de um Centro Integrado de Inteligência do Nordeste, a ser instalado no Ceará.

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2018, 11:47

BAHIA Levantamento da Fundação José Silveira indica que 59,2% dos baianos estão acima do peso

Foto: Divulgação

Fachada do Hospital Santo Amaro

Dados da última Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção de Doenças do Ministério da Saúde (VIGITEL, 2017) apontam que mais da metade da população do país, o equivalente a 54%, está acima do peso, e destes 18,9% estão obesos. Na Bahia, a Fundação José Silveira, nos últimos três anos, realizou avaliação nutricional de 12.486 pessoas de diversas idades, por meio do Programa Saúde e Cidadania, com um resultado de 59,2% acima do peso adequado. O levantamento indicou que 31,8% desta população apresentou diagnóstico nutricional de obesidade e 27,4% de sobrepeso. No Hospital Santo Amaro, a Fundação José Silveira mantém o Serviço de Prevenção e Tratamento da Obesidade, que disponibiliza atendimento integral e multidisciplinar voltado à prevenção e controle do excesso de peso. O trabalho social da Fundação José Silveira é viabilizado pela atuação das suas unidades mantenedoras, entre elas o Hospital Santo Amaro.