Frase do dia

O governador tem falado tanta bobagem que atribuo ao desespero de uma derrota

Prefeito de Salvador, ACM Neto, em entrevista ao jornal A Tarde comentar

22 de setembro de 2014, 21:04

BRASIL Deputada contratou como assessora amiga de Youssef

Atendendo a um pedido de Alberto Youssef, a deputada Aline Corrêa (PP-SP) contratou como assessora parlamentar do seu gabinete uma amiga íntima do doleiro. Taiana de Sousa Camargo afirmou ao Estado que foi apresentada à deputada por Youssef que pediu o emprego para ela. “Ele me apresentou e pediu que me arrumasse um emprego. O Alberto era amigo do pai da deputada o ex-deputado Pedro Correa, condenado no esquema do mensalão, conhecia toda a família”, afirmou. Taiana trabalhou no gabinete da deputada como secretária parlamentar de 2010 a 2013 com salário de R$ 1.690. Ela foi contratada para assessorá-la em São Paulo onde vivia Youssef. Conforme as investigações da Operação Lava Jato, que desbaratou o esquema do doleiro, a deputada recebeu R$ 350 mil de doação na sua campanha de 2010 a partir de uma solicitação de Youssef. A deputada tem afirmado que conhece o doleiro e que para ela “Youssef era apenas um empresário.” A quebra do sigilo telefônico de Youssef pela CPI mista da Petrobras revelou a proximidade da ex-assessora parlamentar com o doleiro. Entre 2010 e 2013 há o registro de 10.222 telefonemas entre os dois, uma média de sete contatos por dia. “Nós tínhamos uma relação extraconjugal. Então, namorado conversa muito mesmo”, diz Taiana. Ela afirma desconhecer as atividades ilícitas de Youssef. “Para mim, o Alberto era um empresário, um batalhador, que acordava todos os dias às cinco da manhã para trabalhar. Ele era extremamente discreto. Ele era um baita empresário.” Youssef esta preso acusado de vários crimes, entre eles um esquema de corrupção envolvendo a Petrobras. Taiana foi intimada a depor no inquérito da Lava Jato, mas a data ainda não foi agendada. No processo consta que ela ganhou dois apartamentos em bairros nobres de São Paulo e três restaurantes de presente para ela. Taiana afirmou que ganhou os bens de presente. A quebra de sigilo telefônico de Youssef também mostra mais de três mil conversas do doleiro com sua esposa, Joana Darc Fernandes Youssef. Entre 2010 e 2013 foram 3.247 chamadas.

Andreza Matais, Agência Estado

22 de setembro de 2014, 20:47

BAHIA PTN denuncia uso ilegal dos Correios em campanha de candidato do PR

Foto: Divulgação

Deputado federal João Bacelar (PR)

O PTN identificou o uso ilegal dos Correios e Telégrafos na distribuição de propaganda eleitoral do deputado federal João Bacelar, do PR, candidato à reeleição. Houve o registro de carteiros da estatal entregando material do candidato republicano, em Salvador e cidades do interior. O curioso é que, apesar de ter a chancela dos Correios, na correspondência não constava o nome nem o endereço do destinatário, sendo a entrega aleatória. A direção do PTN entrou com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral no TRE, por suspeita de fraude, e está acionando a Justiça Federal, por causa do envolvimento da estatal. Em 2012, a imprensa noticiou a influência do deputado João Bacelar dentro dos Correios, na Bahia. ” O uso criminoso dos Correios, em nosso estado, para beneficiar a campanha de um candidato da base do governo, é semelhante ao caso denunciado por Aécio Neves, em São Paulo, onde a estatal foi usada ilegalmente para distribuir propaganda de Dilma”, comparou o presidente estadual do PTN, Maurício de Tude.

22 de setembro de 2014, 20:39

BRASIL Zé Maria prega voto nulo no segundo turno

Foto: Divulgação

Candidato do PSTU à Presidência da República, Zé Maria

O candidato do PSTU à Presidência da República, Zé Maria, disse hoje (22) que tanto ele quanto os correligionários de seu partido deverão votar nulo no segundo turno das eleições. Para ele, nenhum dos três candidatos com chances de eleição – Dilma Rousseff, do PT, Marina Silva, do PSB, e Aécio Neves, do PSDB – representa os interesses dos trabalhadores. “Não apoiaremos nenhuma das candidaturas. Se for analisada a prestação de contas por eles apresentada ao TSE [Tribunal Superior Eleitoral], vai ver que todas estão sendo financiadas pelos bancos, pelas mesmas grandes empresas do agronegócio, as mesmas empreiteiras”, disse Zé Maria. Segundo ele, aí começam aí as situações de corrupção e nasce a relação de fidelidade dos candidatos, não com o eleitor, mas com a empresa que está pagando a campanha. Em um segundo turno, na hipótese de estarem na disputa Dilma e Marina, nenhum voto vai representar o interesse da classe trabalhadora, acrescentou o candidato. “Portanto, é melhor o voto nulo.” Zé Maria disse que, atualmente, seu partido, o PSTU, é o único que ainda está no campo das esquerdas. “Se se acompanhar a polêmica entre Dilma, Marina e Aécio, a conclusão é que todas as acusações que um faz contra o outro são corretas. É verdade quando a Dilma fala que a Marina, ao propor independência do Banco Central, quer entregar a economia para o controle dos banqueiros. Da mesma forma, é verdade que a própria Dilma entregou o controle da economia do país, nos últimos quatro anos, aos bancos”, destacou. Leia mais na Agência Brasil.

Vladimir Platonow, Agência Brasil

22 de setembro de 2014, 20:26

ECONOMIA Planejamento eleva projeção de rombo na Previdência

Contrariando todas as expectativas dos analistas econômicos que projetam um aumento do rombo das contas da Previdência, o governo elevou em apenas R$ 524,7 milhões a projeção de gastos com o pagamento dos benefícios do INSS. A previsão de arrecadação com receitas previdenciárias foi mantida em R$ 346,839 bilhões. Com esse aumento, a projeção de déficit da Previdência subiu para R$ 40,6 bilhões, ante R$ 40,1 bilhões, conforme previsto no decreto de programação orçamentária divulgado em fevereiro. O valor da previsão de déficit já foi motivo de polêmica no governo. O ministro da Previdência, Garibaldi Alves, contestou a estimativa de déficit de R$ 40,1 bilhões, afirmando que o rombo ficaria na casa dos R$ 50 bilhões, o que colocou em descrédito o compromisso do governo de cumprir a meta fiscal de R$ 99 bilhões. Depois de ser pressionado pela área econômica, o ministro voltou atrás na sua estimativa. O mal-estar levou o Ministério da Previdência a suspender as entrevistas mensais para divulgação do resultado do INSS. Os dados são disponibilizados no site do Ministério, mas nenhum pedido de entrevista para detalhar o desempenho do setor é aceito. A orientação é que qualquer comentário seja feito apenas pelo Tesouro Nacional. No ano passado, o governo usou até novembro estimativas mais baixas do déficit para sustentar o discurso em torno de um superávit primário maior. Até o final de novembro, a previsão de déficit era de R$ 36,2 bilhões, que subiu depois a R$ 41,2 bilhões na última reprogramação do Orçamento, divulgada quando faltava pouco para o final do ano. O resultado foi um déficit de R$ 51,2 bilhões em 2013.

Adriana Fernandes e Renata Veríssimo, Agência Estado

22 de setembro de 2014, 20:13

MUNDO Suspeito de invadir Casa Branca tinha munição no carro

Investigadores encontraram mais de 800 cartuchos de munição no carro do homem acusado de pular a cerca da Casa Branca e correr dentro da propriedade, afirmou um procurador norte-americano nesta segunda-feira. Junto às balas, foram encontrados também um facão e duas machadinhas. O suposto invasor, o ex-soldado Omar J. Gonzalez, havia sido preso em julho no Estado de Virginia com um carro cheio de armas, disseram autoridades, e o procurador federal afirmou à corte que o suspeito possuía um mapa onde circulou a localização da Casa Branca. O advogado assistente David Mudd declarou que Gonzalez era uma ameaça ao presidente. O homem foi preso na sexta-feira, quando atravessou a porta da frente da sede do governo. O presidente Barack Obama e sua família já haviam deixado a Casa Branca e se dirigido à casa de Camp David quando o incidente ocorreu. O porta-voz de Obama disse nesta segunda-feira que ele estava “obviamente preocupado” com o que aconteceu. A violação levou a uma rara retirada dos funcionários de boa parte da Casa Branca naquela noite. Após o incidente, o Serviço Secreto, que protege o presidente e sua família, intensificou a vigilância sobre o perímetro da sede do governo norte-americano. Enquanto isso, deu início às investigações para descobrir como oficiais permitiram que uma invasão como essa acontecesse. O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, afirmou que a apuração do Serviço Secreto vai incluir uma revisão dos esforços de proteção tanto dentro do território da Casa Branca como do lado de fora da cerca, analisando funcionários, políticas e procedimentos.

Estadao Conteudo

22 de setembro de 2014, 20:01

SALVADOR SJCDH realiza seminário sobre exploração sexual e o tráfico de mulheres e crianças

A Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), através do Núcleo de Enfrentamento de Tráfico de Pessoas (NETP), promove nesta terça-feira (23), seminário para discutir a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças. O evento ocorrerá das 8h às 17h no auditório do Ministério Público da Bahia, localizado no bairro Corredor da Vitória, em Salvador. Com o tema “Abuso Sexual contra Criança e o Adolescente”, o encontro visa ampliar o debate sobre a temática no Dia Internacional conta a Exploração Sexual e o Tráfego de Mulheres e Crianças, comemorado no dia 23 de setembro. Debater o assunto considerando as práticas desenvolvidas pela SJCDH e demais órgãos parceiros é o principal objetivo. Entre os participantes, a secretária da SJCDH, Ariselma Pereira, que é assistente social e possui um longo trabalho na luta contra violação dos direitos humanos e em defesa dos direitos da criança e do adolescente, a psicóloga do Grupo de Trabalho de Defesa dos Direitos das Crianças e do Adolescente do Conselho Regional de Psicologia, Luana Peixoto, o delegado da Superintendência Regional da Polícia Federal do Estado da Bahia, André Rocha, e o juiz titular da 17ª Vara Crime de Salvador, Dr. Eduardo Afonso Maia Caricchio. Para abordar o contexto atual na Bahia sobre o tema, ressaltando aspectos sócio-econômicos, políticos, culturais e históricos, a delegada Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente/DERCA/BA, será a palestrante. O encontro acontecerá durante todo o dia, encerrando com o debate na Mesa Redonda “O Enfrentamento do Abuso e da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes na cidade de Salvador”.

22 de setembro de 2014, 19:48

BRASIL Dilma cita programas para mobilidade e segurança pública

Foto: Fabio Pozzebom/ABr

Presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT)

A presidenta Dilma Rousseff, que disputa a reeleição pelo PT, visitou hoje (22) Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. Em uma caminhonete, ao lado de candidatos locais, Dilma acenou para o público. Em seguida, durante entrevista, ela citou ações de seu governo para a mobilidade urbana e voltou a prometer maior integração das forças de segurança pública, em um eventual segundo mandato. No Dia Mundial Sem Carro, a candidata defendeu as ações que vem realizando no transporte público. Segundo ela, o governo federal já estudou a abertura de uma linha de financiamento específica para as bicicletas, além da isenção de tributos que já existe na Zona Franca de Manaus. Dilma voltou a mencionar que foram aplicados R$ 143 bilhões, como financiamento, e recursos do Orçamento para ações de mobilidade. Antes das manifestações de junho do ano passado, o aporte estava em torno de R$ 93 bilhões, porém, mais R$ 50 bilhões entraram na promessa, priorizando capitais e regiões metropolitanas. Antes de repetir que a participação dos bancos públicos é importante para que ações como as de mobilidade sejam viabilizadas, a candidata enumerou investimentos no transporte público, para a construção de metrôs, veículos leves sobre trilhos e corredores exclusivos de ônibus, citando obras que já foram construídas e outras ainda em construção. “O tempo é algo de que todos precisamos para viver com a família, com os amigos. Enfim, desfrutar da vida, e garantimos isso”, disse, na entrevista.

Paulo Victor Chagas, Agência Brasil

22 de setembro de 2014, 19:39

BAHIA Itamaraju: Valmir mobiliza movimentos e vai para as ruas com chapa majoritária

A agenda da chapa majoritária do PT nos municípios do sul e extremo sul da Bahia teve seu auge em Itamaraju, no último sábado (20), com carreata e pronunciamentos dos candidatos Rui Costa (governo), Otto Alencar (Senado) e de membros da comitiva da chapa proporcional. No evento com forte participação da população da região, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que realizou atividades de campanha no interior, neste final semana, levou os movimentos sociais para as ruas de Itamaraju e voltou a reafirmar a força de Rui e Dilma neste pleito. Para Assunção, o candidato do PT para o governo já aponta uma virada nas pesquisas. “Mesmo nas pesquisas encomendadas pela oposição, não conseguiram esconder o crescimento de Rui e de Otto. Devem aparecer na frente nas pesquisas nessas novas consultas eleitorais. As pesquisas não apontam a realidade, mas indicam uma tendência, e agora é a voz do povo que reverbera pela Bahia”, confia Valmir. O parlamentar federal ainda diz que nesta reta final a oposição deve perder ainda mais força e o candidato Paulo Souto (DEM) deve cair mais cinco pontos percentuais, por continuar com os mesmos métodos de outrora. “Esse oposição não teve o que apresentar em propostas e perdeu espaço no debate com a sociedade. O único projeto que dialoga com o povo é o do PT e, por isso, devemos ouvir o clamor das ruas, como foi em Itamaraju, e votar na continuidade. Nesta região, além dos importantes programas sociais de moradia, luz e água para todos dos governos estadual e federal, também construímos a estrada que liga Itamaraju a Jucuruçu, dando mais segurança aos moradores que vivem nas zonas rurais e nas sedes das cidades”, completa o petista, que ainda fez discurso em defesa do plano de governo de Dilma Rousseff, com mais saúde e educação básicas para a população pobre.

22 de setembro de 2014, 19:30

BRASIL Aécio pede que mineiros redobrem esforços na reta final

Foto: Alex Silva/Estadão

Candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves

Em campanha em Betim, Minas Gerais, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, pediu hoje (22) aos mineiros que redobrem os esforços para levá-lo ao segundo turno das eleições e vencer depois a disputa. O objetivo, disse ele, é “dar ao Brasil um governo decente e eficiente”. De acordo com Aécio, alguns veículos de comunicação importantes já mostram nesta segunda-feira que, em algumas avaliações, ele está praticamente em “empate técnico com a candidata [do PSB] Marina Silva”. Para ele, isso é um indicativo do crescimento de sua candidatura nas pesquisas de intenção de voto, o que reforça a “certeza de ir para o segundo turno das eleições e de garantir a vitória nas urnas”. O candidato tucano prometeu que, se for vitorioso, investirá maciçamente em saúde pública, com a criação de mais de 500 clínicas de especialidades médicas em todo o Brasil, onde o paciente fará a consulta com o médico especialista, fará os exames e já sairá com os medicamentos necessários. Aécio disse que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financiará e apoiará a montagem de consultórios de especialidades médicas nas regiões em que o Ministério da Saúde detectar carência daquele tipo de atendimento. Segundo o candidato, esses profissionais de saúde terão desconto no financiamento e poderão atender àqueles que mais precisam. “Essa é a forma inteligente de levar essas especialidades às regiões do Brasil onde elas não existem hoje.

Iolando Lourenço, Agência Brasil

22 de setembro de 2014, 19:19

BAHIA Rui vai pedir à PF que traga ex-presidente de ONG para provar denúncia

Foto: Divulgação

Rui Costa, candidato a governador pela coligação "Pra Bahia Mudar Mais"

Rui Costa, candidato a governador pela coligação “Pra Bahia Mudar Mais”, pretende solicitar oficialmente, possivelmente ainda nesta terça-feira (23) à Polícia Federal que traga de volta ao Brasil a ex-presidente da ONG Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, que viajou para a Espanha, para que ela possa ser ouvida pelas autoridades competentes e tenha condições de apresentar as provas de supostos pagamentos que teria feito a políticos do PT baiano. “As coisas no Brasil precisam ser tratadas com seriedade. Não é admissível que uma revista publique acusações tão graves feitas por uma mulher sem que ela apresente nenhuma prova documental e a denunciante ainda viaje para o exterior antes mesmo da publicação, impedindo que lhe sejam cobradas as provas do que afirmou”, declarou Rui Costa. “Tenho pressa em esclarecer esta situação e também que os responsáveis sejam punidos. E como meu nome foi citado, exijo que ela, ou a revista, prove que eu tenho qualquer envolvimento em qualquer irregularidade. Sou um homem de bem, com família, e meu nome não pode ser enlameado de forma tão irresponsável e com fins puramente eleitoreiros”.

22 de setembro de 2014, 19:15

ECONOMIA Planejamento reduz previsão de alta do PIB para 0,9%

Diante do fraco desempenho da atividade econômica no primeiro semestre, a equipe econômica reduziu para a metade a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2014. A estimativa caiu de 1,80% para 0,9% . Apesar do recuo, a nova estimativa ainda é considerada otimista. Os analistas do mercado financeiro projetam, segundo a última pesquisa semanal Focus do Banco Central, uma alta de apenas 0,3% para o PIB deste ano. A nova projeção de PIB do governo foi incluída no quarto relatório bimestral de reprogramação do Orçamento, divulgado nesta segunda-feira, 22, pelo Ministério do Planejamento. A estimativa de PIB é usada como parâmetro para as projeções de receitas e despesas. A primeira previsão do governo era de que o PIB cresceria 2,50% este ano. No relatório, o governo manteve a projeção de IPCA para o ano em 6,2%. O mercado, na pesquisa Focus, projeta que o IPCA terminará o ano em 6,3%. No primeiro relatório de reprogramação orçamentária, divulgado em março, o governo previa o IPCA em 5,30%. A estimativa de IGP-DI em 2014 caiu de 7,25% para 4,60%.

Adriana Fernandes e Renata Veríssimo, Agência Estado

22 de setembro de 2014, 19:00

BAHIA TCM denunciou quatro ex-prefeitos ao MP por causa de parceria com o Instituto Brasil

O Instituto Brasil Preservação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável recebeu, entre os anos de 2005 e 2008, nada menos que R$28,6 milhões de quatro prefeituras de municípios baianos, cujos prefeitos foram denunciados ao Ministério Público Estadual, multados e instados a devolver recursos aos cofres públicos pelo Tribunal de Contas dos Municípios. Os municípios que firmaram parceria com a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) para finalidades diversas, que vão desde a elaboração de projetos arquitetônicos a “ações transformadoras sócio-sanitárias”, foram Paulo Afonso, Camaçari, Lauro de Freitas e Madre de Deus. Destes, o único caso em que ainda cabe recurso no TCM é o de Lauro de Freitas. Os demais já transitaram em julgado. Somente com o município de Paulo Afonso, durante a gestão do prefeito Raimundo Caires Rocha (PSB), o Instituto Brasil assinou um Termo de Parceria no valor de R$15.162.297,32 para “ações nas áreas de Saúde e Educação” nos exercícios de 2006 e 2007.

Auditoria realizada por técnicos do TCM, no entanto, chegou à conclusão que o objetivo era mesmo a terceirização de mão de obra, de modo a burlar a exigência de concurso público. E, mesmo, assim a prefeitura só conseguiu prestar contas de apenas R$8.934.448,95 do total repassado à OCIP. Por isso, por sugestão do conselheiro relator, Paolo Marconi, os demais conselheiros do TCM, no julgamento, exigiram do ex-prefeito Raimundo Caires Rocha o ressarcimento aos cofres municipais um total de R$6.227.848,37, aplicaram-lhe uma multa de R$32.152,00 e determinaram que fosse feita representação ao Ministério Público Estadual para apuração de possível crime de improbidade administrativa. O ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), que assinou convênios com o Instituto Brasil ao longo dos anos de 2005 a 2007, em julgamento no TCM, em agosto de 2012, foi multado em R$ 15 mil e instado a devolver ao erário R$737.455,19 por pagamento indevido por serviços não prestados e não prestação de contas de pagamentos efetuados à OSCIP. Além disso, foi denunciado ao Ministério Público Estadual para investigação de possível crimes contra a administração pública. No caso de Camaçari, o Instituto Brasil foi contratado para “elaboração de projetos arquitetônicos de escolas”.

Do município de Madre de Deus o Instituto Brasil recebeu, por conta de convênio assinado em setembro de 2006 um total de R$1.056.000,00. A prefeita à época era Eranita de Brito Oliveira (PMDB), que, segundo apurou os técnicos do TCM, utilizou parte dos recursos para a contratação de agentes de trânsito e recadastradores imobiliários, burlando a legislação que exige a realização de concurso público. O convênio, formalmente, neste caso seria para a realização de “ações transformadoras sócio-sanitárias e culturais” e para o “fomento da economia solidária, a educação, a saúde e o desenvolvimento da assistência social e preservação do meio ambiente. No julgamento, o TCM determinou que a ex-prefeita devolvesse aos cofres públicos R$960 mil, aplicou uma multa de R$30.852,00 e formou representação contra ela no Ministério Público.