12 de setembro de 2019, 08:55

BAHIADecisão de desembargadora proferida em 2016 motivou Operação Injusta Causa na Bahia

Foto: Divulgação

Deflagrada nesta quarta-feira (11) pela Polícia Federal na Bahia, a Operação Injusta Causa foi desencadeada após uma decisão da desembargadora Maria Adna Aguiar em processo que envolvia a Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) e ex-funcionários, em 2016. À época, a desembargadora Dalila Nascimento suspeitou da decisão e autorizou uma moratória em favor da FTC, mesmo sem acordo entre as partes. Além disso, Dalila acusa a colega de manter em “sigilo a ata de audiência e ainda proibiu o acesso dos advogados aos autos do processo”, além de ter levantado outras dúvidas na peça.

Comentários