12 de agosto de 2019, 16:00

SALVADORRui Costa vai à CMS nesta terça para apresentar projeto do VLT

Foto: Reginaldo Ipê/CMS

O governador estará em plenário do Parlamento municipal às 15h20

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Geraldo Júnior (SD), anunciou na tarde desta segunda-feira (12), a presença do governador Rui Costa (PT), nesta terça-feira , às 15h30, no plenário da Casa para apresentar o projeto do VLT (Veículo Leve de Transporte) aos vereadores. Geraldo Júnior assegura que questões políticas-partidárias não estarão na pauta, porém nos corredores da CMS os comentários são de que o debate, que não faz parte da rotina de gestores, que normalmente enviam representantes, possui total conotação eleitoral, levando em conta a proximidade de 2020. “Não vamos discutir política, mas debater projetos, que é o principal papel dessa Casa”, frisou Geraldo Júnior. Após Geraldo assumir a presidência, essa será a segunda vez que Rui Costa visita o Parlamento municipal. A primeira tratou-se de “visita de cortesia”, em janeiro do ano passado. Acompanhado de uma comitiva de secretários e parlamentares, o líder petista justificou ter ido à CMS para matar a saudade. “Vim matar a saudade, cumprimentar o presidente Geraldo Júnior e rever os amigos da Câmara, a Casa do Povo, e é sempre bom voltar à Câmara de Vereadores”, disse o governador na ocasião, que iniciou a vida política eleito vereador na CMS, no ano de 2000.

Com cerca de 20 quilômetros de extensão, 22 estações e capacidade para transportar cerca de 150 mil usuários por dia, o VLT será do tipo monotrilho, movido à propulsão elétrica, sem emissão de agentes poluentes que prejudicam o meio ambiente. A integração física do VLT Monotrilho com o sistema de metrô de Salvador se adequará à lógica de mobilidade do Governo do Estado, que viabiliza o funcionamento dos modais em um sistema de rede, através de serviços complementares. O projeto prevê uma ligação com quatro estações entre a região de São Joaquim, passando pela Via Expressa e fazendo a integração com o sistema metroviário no Acesso Norte.O contrato foi assinado pelo Governo do Estado e pelo consórcio Skyrail Bahia, composto pelas empresas BYD Brasil e Metrogreen, responsável pela implantação e operação do sistema. Após a assinatura do contrato, que ocorreu em fevereiro de 2019, a previsão é que a obra tenha início em até seis meses. A previsão é que as intervenções sejam concluídas em 24 meses após serem iniciadas. O investimento total previsto do VLT Monotrilho é de 1,5 bilhão para a fase 1 ( trecho entre o Comércio e a Ilha de São João). A obra será realizada por meio da modalidade de Parceria Público-Privada (PPP).

Na semana seguinte será a vez do vice-prefeito Bruno Reis explanar sobre o BRT, cujo edital de licitação para a contratação da empresa que irá executar as obras do segundo trecho do BRT, entre a Estação da Lapa e o Parque da Cidade foi publicado na semana passada no Diário Oficial do Município. Essa segunda etapa terá 7km de extensão e prevê a construção de seis estações: quatro na Avenida Vasco da Gama e outras duas na Avenida Juracy Magalhães Júnior.

Fernanda Chagas

Comentários