14 de agosto de 2019, 13:58

BAHIAPara Sanches, Rui precisa se conscientizar de que não pode mais contrair empréstimos

Foto: Divulgação

O deputado estadual Alan Sanches (DEM) afirmou, nesta quarta-feira (14), que o governador Rui Costa (PT) precisa se conscientizar de que não pode mais contrair empréstimos, “sob pena de cometer pedalada fiscal”. “Afinal, está comprovado o elevado risco do governo não honrar suas dívidas. E quem diz isso não sou eu, Alan Sanches, mas o Relatório do Tesouro Nacional que atesta que a Bahia recebeu, pelo 3° ano seguido, nota C por sua Capacidade de Pagamento (Capag) e figura na lista de 17 unidades federativas (com notas C e D) sem garantias da União para contrair empréstimos de bancos e outras entidades”, alfinetou.

Diante desse cenário, o democrata sugere ainda que o projeto de Lei nº 23.422/2019, que está na pauta de votação da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), seja abortado. A matéria autoriza o governo estadual a contratar operação de crédito externo de até US$ 40 milhões (R$ 150 mi) junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para o financiamento do Programa de Modernização e Fortalecimento da Gestão Fiscal do Estado da Bahia (Profisco II/BA).

“Até porque questões partidárias, o fato de possuir maioria na Casa, não podem falar mais alto do que manda a responsabilidade fiscal, bem como dos deputados para com os seus mandatos”, chamou atenção. O aval do governo federal viabilizaria operações a juros mais baixos. Os dados do Tesouro Nacional referem-se ao ano de 2018.

Comentários