16 de agosto de 2019, 10:43

EXCLUSIVAJosé Sérgio Gabrielli declara apoio a Ademário Costa na disputa por diretório municipal do PT

Foto: Política Livre

O candidato à presidência do diretório municipal do PT de Salvador Ademário Costa recebeu o apoio do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli, acentuando a polarização com o atual ocupante do posto, o ex-vereador Gilmar Santiago. Segundo Gabrielli, o correligionário “é a mistura do novo e o velho”.

“Ademário é a mistura do novo e o velho. Conheci-o militante estudantil, ainda quando eu era professor. Aguerrido, polêmico, firme na defesa de suas ideias. Depois o conheci como militante político, intransigente na defesa dos oprimidos, comprometido com a construção partidária, procurando alternativas para a direção da luta dos trabalhadores. O conheci também no Gandhi e nos debates sobre a importante questão racial, elemento fundamental para entender os destinos da libertação do nosso povo”, disse.

Gabrielli afirma ainda que Ademário “tem condições de reafirmar o protagonismo do partido” em um momento de “ataque da direita”. “Agora ele amplia seus apoios e se coloca em um projeto de liderar o PT em Salvador, em um momento extremamente importante em que estamos sob ataque da direita, particularmente da extrema direita, e dos conservadores em geral. Ademario tem condiçõees de reafirmar o protagonismo do partido nas lutas sociais, nas disputas institucionais e eleitorais e na reaglutinação de forças para enfrentar os desafios do presente, olhando para o future”, acrescentou.

O ex-dirigente da Petrobras é ligado à tendência interna Construindo um Novo Brasil (CNB), mesma do ex-presidente Lula e dos presidentes nacional e estadual da sigla, Gleisi Hoffmann e Everaldo Anunicação, respectivamente. Conforme noticiado pelo Política Livre, Ademário uniu-se a Iracema Moura, que foi pré-candidata da Esquerda Popular Socialista (EPS), e a Hamilton Menezes, da CNB.

Na corrida pelo comando do diretório estadual da legenda, Gabrielli apoia o assessor do senador Jaques Wagner, Éden Valadares. Estes, por sua vez, anunciaram a preferência por Gilmar Santiago em Salvador.

As eleições do diretório acontecem em meio ao debate sobre a disputa pela prefeitura de Salvador no próximo ano. Tanto Ademário quanto Gilmar defendem uma candidatura própria do PT, e de preferência uma liderança negra para liderar a chapa.

Leia também:
Apoios recebidos por Gilmar Santiago e Ademário Costa acirram disputa por presidência do PT de Salvador

Comentários